SlideShare uma empresa Scribd logo

Puericultura

1 de 18
Baixar para ler offline
Disciplina: Ciclo Vital II
Professor: Rodrigo Abreu
Aula 03

                                     PUERICULTURA

É o conjunto de técnicas empregadas para assegurar o perfeito desenvolvimento físico e
mental da criança, desde o período de gestação até a idade de 4 ou 5 anos, e, por extensão, da
gestação à puberdade.
A puericultura vem como uma prática social sujeita aos mais diversos agentes políticos e
econômicos, com motivos, objetivos e consequências que extrapolam a simples elaboração de
normas científicas que assegurem o desenvolvimento da criança.

CONSULTA DE PUERICULTURA

A consulta de puericultura apresenta características próprias que a diferencia da observação
clínica dos pacientes adultos. Dependendo da idade do paciente pediátrico a história deve ser
obtida através das informações do informante - pais ou acompanhantes (recém-nascidos a
pré-escolares) em que é difícil avaliar os sintomas subjetivos; através de informações dos
acompanhantes complementados com informações do paciente (escolares e adolescentes) e
até mesmo, esporadicamente, informações fornecidas exclusivamente pelos pacientes
(adolescentes). Estas características acarretam na obtenção de duas histórias, uma dos pais e
outra da criança. Os pais darão sua interpretação dos sinais e sintomas da criança, que muitas
vezes será influenciada por seus próprios problemas e ansiedade. Portanto, sempre que
possível ouça a criança e juntamente com os pais avaliar o seu ponto de vista. Sempre valorizar
toda e qualquer queixa (após, avaliar o estado emocional dos pais ou mesmo da criança e
verificar até que ponto a queixa apresentada deve ser valorizada). Nesta fase, podem ser
observadas várias características que poderão influenciar na sua decisão.

Outra característica da puericultura é a chamada consulta de rotina, nesta consulta, mesmo
que não haja queixas, a criança é periodicamente avaliada com relação ao seu crescimento,
desenvolvimento, alimentação e vacinação, momento em que se aproveita para fornecer
orientações às mães.

Observação clínica
 Anamnese – grego “anamnesis” = recordação, reminescência.
   Identificação: Nome, idade, data de nascimento, sexo, (cor – raça – grupo étnico),
    naturalidade, procedência, religião, endereço, nome e idade dos pais, informante.
   Queixa e duração (QD) – nem sempre haverá uma queixa  consulta de
    acompanhamento. Se houver descrever segundo o relato do acompanhante ou do
    paciente. Identificando corretamente o tempo de evolução.
   História Pregressa da Doença Atual (HPDA)
    Regras do HPDA
        Maneira de interrogar deve ser afetiva, sóbria, séria e atenciosa.
        Anamnese passiva, o tanto quanto possível.
        Sintomas que não se correlacionam dividem a HPDA em duas ou mais partes.
        Nunca aceitar passivamente diagnósticos fornecidos pelo paciente ou familiares.
        Se necessário solicitar auxílio de outros elementos da família na obtenção da
           história clínica.
        Todos os caracteres propedêuticos dos sintomas devem ser referidos na HPDA ou
           no IDA, afirmando ou negando.
        Sintomas que apresentam caracteres específicos devem ser inquiridos.
        Referir tratamentos já executados e seus resultados
        Investigar elementos etiológicos
        Referir se a anamnese foi ativa e/ou passiva e se é digna de crédito ou não.
   Interrogatório Sobre os Diferentes Aparelhos (ISDA) – mesmo que não haja uma queixa,
    deve ser realizado o interrogatório complementar.
       -   Geral: febre, adinamia, apetite, perda de peso.
       -   Pele: erupções, prurido, palidez.
       -   Cabeça e pescoço: Perímetro cefálico (PC), cefaléia, tonturas, trauma,
           conformação craniana, tumorações.
       -   Olhos: visão, secreção, estrabismo.
       -   Ouvidos: audição, infecções, secreções.
       -   Nariz: coriza, obstrução, sangramentos.
       -   Boca e orofaringe: dor, problemas dentários.
       -   Tórax: Perímetro torácico (PT), massas, assimetria, dor.
       -   Respiratório: tosse, dispnéia, chiado no peito, secreção.
       -   Cardiovascular: palpitações, cianose, cansaço aos esforços, dor précordial,
           síncope, sudorese, cansaço e interrupção freqüente das atividades. Na história
           neonatal questionar a presença de cianose, taquidispnéia, se a criança
           permaneceu no hospital após a alta materna.
-   Abdome: forma, simetria, aspecto, movimentos peristálticos, abaulamentos
            difusos e localizados, depressões difusas ou localizadas, diástases, presença de
            circulação venosa anômala. Cicatriz umbilical: aspecto, tumoração, secreção.
            Palpação     superficial   e    profunda:    sensibilidade,     tensão,   tumorações,
            visceromegalias. Fígado: tamanho, consistência, bordas. Baço: tamanho,
            sensibilidade. Percussão: timbre, delimitação das vísceras, sensibilidade localizada.
            Ausculta: timbre e presença dos ruídos hidroaéreos. Ascite.
        -   Gastrointestinal: hábito intestinal, regurgitação, vômitos, dor abdominal, diarréia.
        -   Genito-urinário: dor, frequência urinária, urgência urinária, coloração da urina,
            presença de testículos na bolsa escrotal, corrimento vaginal, dor lombar, edema.
        -   Sistema nervoso: convulsões, tiques, tremores, coordenação.
        -   Sistema locomotor: paresias, paralisias, dor em membros, alterações de marcha,
            escoliose.
1. Antecedentes mórbidos pessoais:
        -   Pré-natais: gravidez desejada e/ou planejada ou não, planejamento familiar.
            Gestação – número de consultas, ganho de peso, saúde, complicações, vitaminas,
            repouso, higiene, infecções, medicamentos. Realização de exames sorológicos
            (STORCH), ABO-Rh. No de Gestações (__G), No de Partos (__P), No de Abortos
            (__A), motivo.
        -   Natais: Tipo de parto, indicação, duração, intercorrências, tempo de bolsa rota.
            Apgar, (chorou logo?). Necessitou de reanimação ou medicamentos. Peso,
            estatura, perímetro cefálico.
        -   Período neonatal: Internação? Em que local? – Alojamento contínuo (AC), UTI, etc.
            Necessitou de medicamentos? Entubação Orotraqueal (EOT)? Cateterismo
            umbilical? Intercorrências no berçário, icterícia (necessitou de fototerapia?),
            cianose, regurgitação, etc. Evolução de ganho de peso, queda do coto umbilical.
    -   Doenças próprias da infância: Qual? Com que idade? Tratamento? Complicações?
    -   Outras doenças, alergias, internações, cirurgias, acidentes, etc.
   Antecedentes nutricionais:
-   Informações sobre aleitamento materno exclusivo – duração, desmame – motivo;
    introdução de aleitamento artificial – idade, tipo, preparo; introdução de suco de frutas e
    frutas – idade, fruta, preparo, aceitação; introdução de refeição de sal – idade, preparo,
    aceitação.
-   Dia alimentar
   Antecedentes vacinais: vacinas, data das imunizações, idade, reações? Apresentou
    carteira?
   Crescimento e desenvolvimento: listar a idade das principais aquisições
        -    Neuropsicomotor: sorriso social, sustentar cabeça, rolar na cama, sentar sozinho,
             engatinhar, ficar em pé com apoio e sem apoio, andar, primeiras palavras, controle
             esfíncteres.
        -    Dentição: dentes e idade
1. Condições domiciliares e sócio-econômicas:
        -    Características do domicílio: localização, número de cômodos, número de
             moradores, condições de saneamento (coleta de lixo, água encanada, esgoto, luz
             elétrica, etc.), presença de animais, fatores de risco ambiental.
        -    Renda familiar, profissão e escolaridade dos pais.
1. Fatores      emocionais:   atividades    físicas,    caráter,   temperamento,    personalidade,
    relacionamentos, disciplina, sono, trabalho, atividade sexual, uso de drogas lícitas e ilícitas,
    uso de camisinha, uso de capacete e cinto de segurança, porte de arma de fogo, passagem
    pela polícia, etc..).
2. Hábitos e vícios, higiene dentária.
3. Escolaridade, aprendizado.



EXAME FÍSICO
A observação da criança inicia-se com sua entrada no consultório, momento em que se
observam alguns dados: quem traz a criança, a maneira como é carregada e manipulada, suas
fácies, padrão respiratório, atitude, atividade, etc.

Fundamentalmente, é necessário não assustar a criança: voz elevada, gestos bruscos, colocá-la
subitamente na mesa ou despi-la rapidamente, tocá-la com as mãos frias, etc., com certeza
provocarão uma reação negativa. Um bom exame necessita de um ambiente de confiança
mútua, de preferência as manipulações (despir, deitar, trocar, segurar, etc.) devem ser
realizados pelo acompanhante, o exame pode se iniciar no colo do acompanhante, após de pé,
depois sentada e só após, quando estiver a criança estiver acostumada, pede-se que seja
deitada. Sempre que possível evite qualquer tipo de contenção.

A dinâmica do exame físico dependerá, em parte, da idade do paciente, normalmente recém-
nascidos e lactentes no primeiro semestre de vida, se não assustados ou incomodados, reagem
bem ao contato com estranhos. Os pacientes a partir do segundo semestre de vida até a idade
escolar reagem a estranhos, sendo necessário a utilização de algum objeto que a acalme ou
desvie sua atenção.

EXAME FÍSICO GERAL (EFG):

 Estado Geral - Paciente BEG / REG / MEG / PEG
       BEG - em bom estado geral
       REG - em regular estado geral
       MEG - em mau estado geral
       PEG – em péssimo estado geral
 Estado de Consciência – alerta, sonolento, obnubilado e comatoso.
 Saúde Emocional – interessado, comunicativo, colaborante, compreensão das perguntas,
    sinais de depressão ou ansiedade, perspectivas de futuro, amizades, discurso suicida.
 Corado ou descorado – graduar em +/4+ (Ver mucosas, lóbulo da orelha, palma das
    mãos).
 Estado de hidratação – Hidratado ou desidratado – graduar em leve, moderado ou grave
    (segundo OMS).
 Eupneico ou dispneico – graduar em leve, moderado, grave.
       Dispnéia leve = Tiragem subdiagragmática + tiragem intercostal
       Dispnéia moderada = Tiragem subdiafragmática + tiragem intercostal+retração de
    fúrcula
       Dispnéia intensa ou grave = Tiragem subdiafragmática + tiragem intercostal + retração
    de fúrcula + batimento de asa de nariz.
 Acianótico ou cianótico - Observar: região perilabial, ponta dos dedos.
 Anictérico ou Ictérico – graduar em +/4+
   Observar: cor da conjuntivas oculares, mucosas e pele.
   No recém-nascido (RN), classificar icterícia por zonas:
    -   Zona I: cabeça + pescoço
    -   Zona II: cabeça + pescoço + tronco e andar superior do abdome
    -   Zona III: cabeça + pescoço + tronco + abdome + coxas
    -   Zona IV: cabeça + pescoço + tronco + abdome + braços + pernas
    -   Zona V: cabeça + pescoço + tronco + abdome + braços + pernas + palmas das mãos +
        plantas dos pés
OBS: Só pele amarelada sugere: patologia renal / hipercarotenemia
 Afebril ou febril (medida axilar)
         Normotermia: 36,0 a 37,0C
         Hipotermia:  de 36,0C
         Temperaturas subfebris: 37,0 a 37,5C
         Febre baixa: 37,5 a 38,5C
         Febre moderada: 38,5 a 39,5C
         Febre alta: 39,5 a 40,5C
         Hiperpirexia:  de 40,5C
 Ativo, hipoativo ou inativo
 Reativo, hiporreativo ou arreativo
 Consciente, sonolento, torporoso ou inconsciente
 Contactuante ou não
 Orientado ou não (Observar se está orientado no tempo e espaço)
 Freqüência cardíaca (FC)
 Freqüência respiratória (FR)
 Pressão Arterial (PA) - manguito adequado – 2/3 do comprimento do braço do paciente e
     ter tamanho suficiente para envolver toda a circunferência do mesmo.
 Peso
 Comprimento ou Estatura
 Perímetro cefálico
 Perímetro torácico
 Perímetro abdominal - interesse apenas nos processos com aumento de volume
     abdominal
 Estado nutricional – Eutrofia ou desnutrição



FREQUÊNCIAS: RESPIRATÓRIA E CARDÍACA (VALORES NORMAIS)

IDADE                                  F.RESP. (irpm)                  F.C. (bpm)

RN                                     30-60                           120-160

Lactente                               24-40                           90-140

Pré-escolar                            22-34                           80-110

Escolar                                18-30                           75-100

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Crescimento e desenvolvimento infantil
Crescimento e desenvolvimento infantilCrescimento e desenvolvimento infantil
Crescimento e desenvolvimento infantilAlexandre Donha
 
Exame do Recém-Nascido
Exame do Recém-NascidoExame do Recém-Nascido
Exame do Recém-NascidoEnayad
 
Puericultura- Roteiro Prático
Puericultura-  Roteiro PráticoPuericultura-  Roteiro Prático
Puericultura- Roteiro Práticoblogped1
 
Assistencia de-enfermagem-em-puericultura
Assistencia de-enfermagem-em-puericulturaAssistencia de-enfermagem-em-puericultura
Assistencia de-enfermagem-em-puericulturaEDSON ALAN QUEIROZ
 
Assistência de enfermagem ao recém nascido prematuro
Assistência de enfermagem ao recém nascido prematuroAssistência de enfermagem ao recém nascido prematuro
Assistência de enfermagem ao recém nascido prematuroJuliana Maciel
 
Pediatria Aula Emergencias Pediatricas[ Revisado]
Pediatria Aula Emergencias Pediatricas[ Revisado]Pediatria Aula Emergencias Pediatricas[ Revisado]
Pediatria Aula Emergencias Pediatricas[ Revisado]Eduardo Gomes da Silva
 
Modelo de consulta de Hiperdia
Modelo de consulta de HiperdiaModelo de consulta de Hiperdia
Modelo de consulta de HiperdiaIranildo Ribeiro
 
Sistematização da assistência de enfermagem
Sistematização da assistência de enfermagemSistematização da assistência de enfermagem
Sistematização da assistência de enfermagemDanilo Nunes Anunciação
 
Alojamento conjunto e enfermagem
Alojamento conjunto e enfermagemAlojamento conjunto e enfermagem
Alojamento conjunto e enfermagemjusantos_
 
Diagnóstico de Gravidez na Atenção Básica
Diagnóstico de Gravidez na Atenção BásicaDiagnóstico de Gravidez na Atenção Básica
Diagnóstico de Gravidez na Atenção Básicamarianagusmao39
 

Mais procurados (20)

Crescimento e desenvolvimento infantil
Crescimento e desenvolvimento infantilCrescimento e desenvolvimento infantil
Crescimento e desenvolvimento infantil
 
Crescimento e desenvolvimento Infantil
Crescimento e desenvolvimento Infantil Crescimento e desenvolvimento Infantil
Crescimento e desenvolvimento Infantil
 
Exame do Recém-Nascido
Exame do Recém-NascidoExame do Recém-Nascido
Exame do Recém-Nascido
 
Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança (PNAISC)
Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança (PNAISC)Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança (PNAISC)
Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança (PNAISC)
 
Puericultura- Roteiro Prático
Puericultura-  Roteiro PráticoPuericultura-  Roteiro Prático
Puericultura- Roteiro Prático
 
Enfermagem ObstéTrica Parte 1
Enfermagem ObstéTrica Parte 1Enfermagem ObstéTrica Parte 1
Enfermagem ObstéTrica Parte 1
 
Cuidado ao Recém-nascido no Parto e Nascimento
Cuidado ao Recém-nascido no Parto e NascimentoCuidado ao Recém-nascido no Parto e Nascimento
Cuidado ao Recém-nascido no Parto e Nascimento
 
Exames de Rotina do Pré-Natal
Exames de Rotina do Pré-NatalExames de Rotina do Pré-Natal
Exames de Rotina do Pré-Natal
 
Assistencia de-enfermagem-em-puericultura
Assistencia de-enfermagem-em-puericulturaAssistencia de-enfermagem-em-puericultura
Assistencia de-enfermagem-em-puericultura
 
Exame Físico do RN
Exame Físico do RNExame Físico do RN
Exame Físico do RN
 
Assistência de enfermagem ao recém nascido prematuro
Assistência de enfermagem ao recém nascido prematuroAssistência de enfermagem ao recém nascido prematuro
Assistência de enfermagem ao recém nascido prematuro
 
Pediatria Aula Emergencias Pediatricas[ Revisado]
Pediatria Aula Emergencias Pediatricas[ Revisado]Pediatria Aula Emergencias Pediatricas[ Revisado]
Pediatria Aula Emergencias Pediatricas[ Revisado]
 
Modelo de consulta de Hiperdia
Modelo de consulta de HiperdiaModelo de consulta de Hiperdia
Modelo de consulta de Hiperdia
 
Complicações na gestação
Complicações na gestaçãoComplicações na gestação
Complicações na gestação
 
Acolhimento e Classificação de Risco em Obstetrícia (ACR) (ACCR)
Acolhimento e Classificação de Risco em Obstetrícia (ACR) (ACCR)Acolhimento e Classificação de Risco em Obstetrícia (ACR) (ACCR)
Acolhimento e Classificação de Risco em Obstetrícia (ACR) (ACCR)
 
Pré natal
Pré natalPré natal
Pré natal
 
Sistematização da assistência de enfermagem
Sistematização da assistência de enfermagemSistematização da assistência de enfermagem
Sistematização da assistência de enfermagem
 
Alojamento conjunto e enfermagem
Alojamento conjunto e enfermagemAlojamento conjunto e enfermagem
Alojamento conjunto e enfermagem
 
Saúde da Mulher na APS
Saúde da Mulher na APSSaúde da Mulher na APS
Saúde da Mulher na APS
 
Diagnóstico de Gravidez na Atenção Básica
Diagnóstico de Gravidez na Atenção BásicaDiagnóstico de Gravidez na Atenção Básica
Diagnóstico de Gravidez na Atenção Básica
 

Destaque (12)

Puericultura
PuericulturaPuericultura
Puericultura
 
Puericultura
PuericulturaPuericultura
Puericultura
 
Puericultura
PuericulturaPuericultura
Puericultura
 
Puericultura y Pediatria
Puericultura y PediatriaPuericultura y Pediatria
Puericultura y Pediatria
 
Roteiro de Consulta de Puericultura
Roteiro de Consulta de PuericulturaRoteiro de Consulta de Puericultura
Roteiro de Consulta de Puericultura
 
Semiologia 02 roteiro prático de anamnese e exame físico
Semiologia 02   roteiro prático de anamnese e exame físicoSemiologia 02   roteiro prático de anamnese e exame físico
Semiologia 02 roteiro prático de anamnese e exame físico
 
Apostila puerperio
Apostila puerperioApostila puerperio
Apostila puerperio
 
Puerpério
PuerpérioPuerpério
Puerpério
 
Puerpério fisiológico e puerpério patológico slaides
Puerpério fisiológico e puerpério patológico slaidesPuerpério fisiológico e puerpério patológico slaides
Puerpério fisiológico e puerpério patológico slaides
 
manual de assistencia ao recem nascido
manual de assistencia ao recem nascidomanual de assistencia ao recem nascido
manual de assistencia ao recem nascido
 
Cuidados com o rn
Cuidados com o rnCuidados com o rn
Cuidados com o rn
 
Pré Natal
Pré  NatalPré  Natal
Pré Natal
 

Semelhante a Puericultura

Anamnese em Pediatria Prof. Robson
Anamnese em Pediatria Prof. RobsonAnamnese em Pediatria Prof. Robson
Anamnese em Pediatria Prof. RobsonProfessor Robson
 
A consulta pediátrica
A consulta pediátricaA consulta pediátrica
A consulta pediátricaAntonio Souto
 
Aula consulta de enfermagem-UFF (Monitora Marcela)
Aula consulta de enfermagem-UFF (Monitora Marcela)Aula consulta de enfermagem-UFF (Monitora Marcela)
Aula consulta de enfermagem-UFF (Monitora Marcela)marcelaenf
 
Puericultura ou consulta de crescimento e desenvolvimento (CD) (3).pdf
Puericultura ou consulta de crescimento e desenvolvimento (CD) (3).pdfPuericultura ou consulta de crescimento e desenvolvimento (CD) (3).pdf
Puericultura ou consulta de crescimento e desenvolvimento (CD) (3).pdfTICicatrimedHipermed
 
Sinaisesintomasemneurologia 110209151914-phpapp01
Sinaisesintomasemneurologia 110209151914-phpapp01Sinaisesintomasemneurologia 110209151914-phpapp01
Sinaisesintomasemneurologia 110209151914-phpapp01DARC74
 
Assistência pré natal
Assistência pré natalAssistência pré natal
Assistência pré natalLASM_UIT
 
Conversando com o especialista endocrinologista e neuroendocrinologista
Conversando com o especialista endocrinologista e neuroendocrinologistaConversando com o especialista endocrinologista e neuroendocrinologista
Conversando com o especialista endocrinologista e neuroendocrinologistaVan Der Häägen Brazil
 
1 - Anamnese e historia clínica.pdf
1 - Anamnese e historia clínica.pdf1 - Anamnese e historia clínica.pdf
1 - Anamnese e historia clínica.pdfMarcio Domingues
 
Semiologia: Anamnese em Pediatria
Semiologia: Anamnese em PediatriaSemiologia: Anamnese em Pediatria
Semiologia: Anamnese em PediatriaLaped Ufrn
 
Prova de semiologia endocrina questoes respondidas
Prova de semiologia endocrina questoes respondidasProva de semiologia endocrina questoes respondidas
Prova de semiologia endocrina questoes respondidasEdson Correa
 
Cópia de Healthcare Center Website - by Slidesgo.pptx
Cópia de Healthcare Center Website - by Slidesgo.pptxCópia de Healthcare Center Website - by Slidesgo.pptx
Cópia de Healthcare Center Website - by Slidesgo.pptxMedUema19
 
Atendimento Pediatrico Ambulatorial: " Dicas e lembretes"
Atendimento Pediatrico Ambulatorial: " Dicas e lembretes"Atendimento Pediatrico Ambulatorial: " Dicas e lembretes"
Atendimento Pediatrico Ambulatorial: " Dicas e lembretes"blogped1
 
Histórico de enfermagem
Histórico de enfermagemHistórico de enfermagem
Histórico de enfermagemRodrigo Bruno
 
Apostila de processo de enfermagem
Apostila de processo de enfermagemApostila de processo de enfermagem
Apostila de processo de enfermagemSimone Abud
 

Semelhante a Puericultura (20)

Semiologia pediatrica
Semiologia pediatricaSemiologia pediatrica
Semiologia pediatrica
 
Anamnese e exame físico pediatrico
Anamnese e exame físico pediatricoAnamnese e exame físico pediatrico
Anamnese e exame físico pediatrico
 
Anamnese rn a termo
Anamnese rn a termoAnamnese rn a termo
Anamnese rn a termo
 
Consulta pediatrica 2011
Consulta pediatrica 2011Consulta pediatrica 2011
Consulta pediatrica 2011
 
Anamnese em Pediatria Prof. Robson
Anamnese em Pediatria Prof. RobsonAnamnese em Pediatria Prof. Robson
Anamnese em Pediatria Prof. Robson
 
A consulta pediátrica
A consulta pediátricaA consulta pediátrica
A consulta pediátrica
 
Aula consulta de enfermagem-UFF (Monitora Marcela)
Aula consulta de enfermagem-UFF (Monitora Marcela)Aula consulta de enfermagem-UFF (Monitora Marcela)
Aula consulta de enfermagem-UFF (Monitora Marcela)
 
Puericultura ou consulta de crescimento e desenvolvimento (CD) (3).pdf
Puericultura ou consulta de crescimento e desenvolvimento (CD) (3).pdfPuericultura ou consulta de crescimento e desenvolvimento (CD) (3).pdf
Puericultura ou consulta de crescimento e desenvolvimento (CD) (3).pdf
 
Sinaisesintomasemneurologia 110209151914-phpapp01
Sinaisesintomasemneurologia 110209151914-phpapp01Sinaisesintomasemneurologia 110209151914-phpapp01
Sinaisesintomasemneurologia 110209151914-phpapp01
 
Assistência pré natal
Assistência pré natalAssistência pré natal
Assistência pré natal
 
Semiologia
SemiologiaSemiologia
Semiologia
 
Conversando com o especialista endocrinologista e neuroendocrinologista
Conversando com o especialista endocrinologista e neuroendocrinologistaConversando com o especialista endocrinologista e neuroendocrinologista
Conversando com o especialista endocrinologista e neuroendocrinologista
 
1 - Anamnese e historia clínica.pdf
1 - Anamnese e historia clínica.pdf1 - Anamnese e historia clínica.pdf
1 - Anamnese e historia clínica.pdf
 
Semiologia: Anamnese em Pediatria
Semiologia: Anamnese em PediatriaSemiologia: Anamnese em Pediatria
Semiologia: Anamnese em Pediatria
 
Prova de semiologia endocrina questoes respondidas
Prova de semiologia endocrina questoes respondidasProva de semiologia endocrina questoes respondidas
Prova de semiologia endocrina questoes respondidas
 
Cópia de Healthcare Center Website - by Slidesgo.pptx
Cópia de Healthcare Center Website - by Slidesgo.pptxCópia de Healthcare Center Website - by Slidesgo.pptx
Cópia de Healthcare Center Website - by Slidesgo.pptx
 
Atendimento Pediatrico Ambulatorial: " Dicas e lembretes"
Atendimento Pediatrico Ambulatorial: " Dicas e lembretes"Atendimento Pediatrico Ambulatorial: " Dicas e lembretes"
Atendimento Pediatrico Ambulatorial: " Dicas e lembretes"
 
Enfermagem
EnfermagemEnfermagem
Enfermagem
 
Histórico de enfermagem
Histórico de enfermagemHistórico de enfermagem
Histórico de enfermagem
 
Apostila de processo de enfermagem
Apostila de processo de enfermagemApostila de processo de enfermagem
Apostila de processo de enfermagem
 

Mais de Rodrigo Abreu

Aula 3 pesquisas eletrônicas
Aula 3   pesquisas eletrônicasAula 3   pesquisas eletrônicas
Aula 3 pesquisas eletrônicasRodrigo Abreu
 
Aula 2 elaboração trabalhos científicos
Aula 2   elaboração trabalhos científicosAula 2   elaboração trabalhos científicos
Aula 2 elaboração trabalhos científicosRodrigo Abreu
 
Aula 1 elaboração de trabalhos científicos
Aula 1   elaboração de trabalhos científicosAula 1   elaboração de trabalhos científicos
Aula 1 elaboração de trabalhos científicosRodrigo Abreu
 
Aula 10 termoterapia e crioterapia
Aula 10  termoterapia e crioterapiaAula 10  termoterapia e crioterapia
Aula 10 termoterapia e crioterapiaRodrigo Abreu
 
Aula 09 oxigênioterapia
Aula 09  oxigênioterapiaAula 09  oxigênioterapia
Aula 09 oxigênioterapiaRodrigo Abreu
 
Aula 08 aspiração endotraqueal
Aula 08   aspiração endotraquealAula 08   aspiração endotraqueal
Aula 08 aspiração endotraquealRodrigo Abreu
 
Praticas integrativas complementares_plantas_medicinais_cab31
Praticas integrativas complementares_plantas_medicinais_cab31Praticas integrativas complementares_plantas_medicinais_cab31
Praticas integrativas complementares_plantas_medicinais_cab31Rodrigo Abreu
 
Doenças prevalentes
Doenças prevalentesDoenças prevalentes
Doenças prevalentesRodrigo Abreu
 

Mais de Rodrigo Abreu (20)

Aula 3 pesquisas eletrônicas
Aula 3   pesquisas eletrônicasAula 3   pesquisas eletrônicas
Aula 3 pesquisas eletrônicas
 
Aula 2 elaboração trabalhos científicos
Aula 2   elaboração trabalhos científicosAula 2   elaboração trabalhos científicos
Aula 2 elaboração trabalhos científicos
 
Aula 1 elaboração de trabalhos científicos
Aula 1   elaboração de trabalhos científicosAula 1   elaboração de trabalhos científicos
Aula 1 elaboração de trabalhos científicos
 
Ciclo iii 04
Ciclo iii 04Ciclo iii 04
Ciclo iii 04
 
Ciclo iii 03
Ciclo iii 03Ciclo iii 03
Ciclo iii 03
 
Ciclo iii 02
Ciclo iii 02Ciclo iii 02
Ciclo iii 02
 
Ciclo iii 01
Ciclo iii 01Ciclo iii 01
Ciclo iii 01
 
Aula 10 termoterapia e crioterapia
Aula 10  termoterapia e crioterapiaAula 10  termoterapia e crioterapia
Aula 10 termoterapia e crioterapia
 
Aula 09 oxigênioterapia
Aula 09  oxigênioterapiaAula 09  oxigênioterapia
Aula 09 oxigênioterapia
 
Aula 08 aspiração endotraqueal
Aula 08   aspiração endotraquealAula 08   aspiração endotraqueal
Aula 08 aspiração endotraqueal
 
Genero 08
Genero 08Genero 08
Genero 08
 
Genero 07
Genero 07Genero 07
Genero 07
 
Praticas integrativas complementares_plantas_medicinais_cab31
Praticas integrativas complementares_plantas_medicinais_cab31Praticas integrativas complementares_plantas_medicinais_cab31
Praticas integrativas complementares_plantas_medicinais_cab31
 
Genero 06
Genero 06Genero 06
Genero 06
 
Genero 05
Genero 05Genero 05
Genero 05
 
Saude mental
Saude mentalSaude mental
Saude mental
 
Saude adolescente
Saude adolescenteSaude adolescente
Saude adolescente
 
Ciclo i 03
Ciclo i 03Ciclo i 03
Ciclo i 03
 
Ciclo i 04
Ciclo i 04Ciclo i 04
Ciclo i 04
 
Doenças prevalentes
Doenças prevalentesDoenças prevalentes
Doenças prevalentes
 

Puericultura

  • 1. Disciplina: Ciclo Vital II Professor: Rodrigo Abreu Aula 03 PUERICULTURA É o conjunto de técnicas empregadas para assegurar o perfeito desenvolvimento físico e mental da criança, desde o período de gestação até a idade de 4 ou 5 anos, e, por extensão, da gestação à puberdade. A puericultura vem como uma prática social sujeita aos mais diversos agentes políticos e econômicos, com motivos, objetivos e consequências que extrapolam a simples elaboração de normas científicas que assegurem o desenvolvimento da criança. CONSULTA DE PUERICULTURA A consulta de puericultura apresenta características próprias que a diferencia da observação clínica dos pacientes adultos. Dependendo da idade do paciente pediátrico a história deve ser obtida através das informações do informante - pais ou acompanhantes (recém-nascidos a pré-escolares) em que é difícil avaliar os sintomas subjetivos; através de informações dos acompanhantes complementados com informações do paciente (escolares e adolescentes) e até mesmo, esporadicamente, informações fornecidas exclusivamente pelos pacientes (adolescentes). Estas características acarretam na obtenção de duas histórias, uma dos pais e outra da criança. Os pais darão sua interpretação dos sinais e sintomas da criança, que muitas vezes será influenciada por seus próprios problemas e ansiedade. Portanto, sempre que possível ouça a criança e juntamente com os pais avaliar o seu ponto de vista. Sempre valorizar toda e qualquer queixa (após, avaliar o estado emocional dos pais ou mesmo da criança e verificar até que ponto a queixa apresentada deve ser valorizada). Nesta fase, podem ser observadas várias características que poderão influenciar na sua decisão. Outra característica da puericultura é a chamada consulta de rotina, nesta consulta, mesmo que não haja queixas, a criança é periodicamente avaliada com relação ao seu crescimento, desenvolvimento, alimentação e vacinação, momento em que se aproveita para fornecer orientações às mães. Observação clínica  Anamnese – grego “anamnesis” = recordação, reminescência.  Identificação: Nome, idade, data de nascimento, sexo, (cor – raça – grupo étnico), naturalidade, procedência, religião, endereço, nome e idade dos pais, informante.
  • 2. Queixa e duração (QD) – nem sempre haverá uma queixa  consulta de acompanhamento. Se houver descrever segundo o relato do acompanhante ou do paciente. Identificando corretamente o tempo de evolução.  História Pregressa da Doença Atual (HPDA) Regras do HPDA  Maneira de interrogar deve ser afetiva, sóbria, séria e atenciosa.  Anamnese passiva, o tanto quanto possível.  Sintomas que não se correlacionam dividem a HPDA em duas ou mais partes.  Nunca aceitar passivamente diagnósticos fornecidos pelo paciente ou familiares.  Se necessário solicitar auxílio de outros elementos da família na obtenção da história clínica.  Todos os caracteres propedêuticos dos sintomas devem ser referidos na HPDA ou no IDA, afirmando ou negando.  Sintomas que apresentam caracteres específicos devem ser inquiridos.  Referir tratamentos já executados e seus resultados  Investigar elementos etiológicos  Referir se a anamnese foi ativa e/ou passiva e se é digna de crédito ou não.  Interrogatório Sobre os Diferentes Aparelhos (ISDA) – mesmo que não haja uma queixa, deve ser realizado o interrogatório complementar. - Geral: febre, adinamia, apetite, perda de peso. - Pele: erupções, prurido, palidez. - Cabeça e pescoço: Perímetro cefálico (PC), cefaléia, tonturas, trauma, conformação craniana, tumorações. - Olhos: visão, secreção, estrabismo. - Ouvidos: audição, infecções, secreções. - Nariz: coriza, obstrução, sangramentos. - Boca e orofaringe: dor, problemas dentários. - Tórax: Perímetro torácico (PT), massas, assimetria, dor. - Respiratório: tosse, dispnéia, chiado no peito, secreção. - Cardiovascular: palpitações, cianose, cansaço aos esforços, dor précordial, síncope, sudorese, cansaço e interrupção freqüente das atividades. Na história neonatal questionar a presença de cianose, taquidispnéia, se a criança permaneceu no hospital após a alta materna.
  • 3. - Abdome: forma, simetria, aspecto, movimentos peristálticos, abaulamentos difusos e localizados, depressões difusas ou localizadas, diástases, presença de circulação venosa anômala. Cicatriz umbilical: aspecto, tumoração, secreção. Palpação superficial e profunda: sensibilidade, tensão, tumorações, visceromegalias. Fígado: tamanho, consistência, bordas. Baço: tamanho, sensibilidade. Percussão: timbre, delimitação das vísceras, sensibilidade localizada. Ausculta: timbre e presença dos ruídos hidroaéreos. Ascite. - Gastrointestinal: hábito intestinal, regurgitação, vômitos, dor abdominal, diarréia. - Genito-urinário: dor, frequência urinária, urgência urinária, coloração da urina, presença de testículos na bolsa escrotal, corrimento vaginal, dor lombar, edema. - Sistema nervoso: convulsões, tiques, tremores, coordenação. - Sistema locomotor: paresias, paralisias, dor em membros, alterações de marcha, escoliose. 1. Antecedentes mórbidos pessoais: - Pré-natais: gravidez desejada e/ou planejada ou não, planejamento familiar. Gestação – número de consultas, ganho de peso, saúde, complicações, vitaminas, repouso, higiene, infecções, medicamentos. Realização de exames sorológicos (STORCH), ABO-Rh. No de Gestações (__G), No de Partos (__P), No de Abortos (__A), motivo. - Natais: Tipo de parto, indicação, duração, intercorrências, tempo de bolsa rota. Apgar, (chorou logo?). Necessitou de reanimação ou medicamentos. Peso, estatura, perímetro cefálico. - Período neonatal: Internação? Em que local? – Alojamento contínuo (AC), UTI, etc. Necessitou de medicamentos? Entubação Orotraqueal (EOT)? Cateterismo umbilical? Intercorrências no berçário, icterícia (necessitou de fototerapia?), cianose, regurgitação, etc. Evolução de ganho de peso, queda do coto umbilical. - Doenças próprias da infância: Qual? Com que idade? Tratamento? Complicações? - Outras doenças, alergias, internações, cirurgias, acidentes, etc.  Antecedentes nutricionais: - Informações sobre aleitamento materno exclusivo – duração, desmame – motivo; introdução de aleitamento artificial – idade, tipo, preparo; introdução de suco de frutas e frutas – idade, fruta, preparo, aceitação; introdução de refeição de sal – idade, preparo, aceitação. - Dia alimentar
  • 4. Antecedentes vacinais: vacinas, data das imunizações, idade, reações? Apresentou carteira?  Crescimento e desenvolvimento: listar a idade das principais aquisições - Neuropsicomotor: sorriso social, sustentar cabeça, rolar na cama, sentar sozinho, engatinhar, ficar em pé com apoio e sem apoio, andar, primeiras palavras, controle esfíncteres. - Dentição: dentes e idade 1. Condições domiciliares e sócio-econômicas: - Características do domicílio: localização, número de cômodos, número de moradores, condições de saneamento (coleta de lixo, água encanada, esgoto, luz elétrica, etc.), presença de animais, fatores de risco ambiental. - Renda familiar, profissão e escolaridade dos pais. 1. Fatores emocionais: atividades físicas, caráter, temperamento, personalidade, relacionamentos, disciplina, sono, trabalho, atividade sexual, uso de drogas lícitas e ilícitas, uso de camisinha, uso de capacete e cinto de segurança, porte de arma de fogo, passagem pela polícia, etc..). 2. Hábitos e vícios, higiene dentária. 3. Escolaridade, aprendizado. EXAME FÍSICO A observação da criança inicia-se com sua entrada no consultório, momento em que se observam alguns dados: quem traz a criança, a maneira como é carregada e manipulada, suas fácies, padrão respiratório, atitude, atividade, etc. Fundamentalmente, é necessário não assustar a criança: voz elevada, gestos bruscos, colocá-la subitamente na mesa ou despi-la rapidamente, tocá-la com as mãos frias, etc., com certeza provocarão uma reação negativa. Um bom exame necessita de um ambiente de confiança mútua, de preferência as manipulações (despir, deitar, trocar, segurar, etc.) devem ser realizados pelo acompanhante, o exame pode se iniciar no colo do acompanhante, após de pé, depois sentada e só após, quando estiver a criança estiver acostumada, pede-se que seja deitada. Sempre que possível evite qualquer tipo de contenção. A dinâmica do exame físico dependerá, em parte, da idade do paciente, normalmente recém- nascidos e lactentes no primeiro semestre de vida, se não assustados ou incomodados, reagem bem ao contato com estranhos. Os pacientes a partir do segundo semestre de vida até a idade
  • 5. escolar reagem a estranhos, sendo necessário a utilização de algum objeto que a acalme ou desvie sua atenção. EXAME FÍSICO GERAL (EFG):  Estado Geral - Paciente BEG / REG / MEG / PEG  BEG - em bom estado geral  REG - em regular estado geral  MEG - em mau estado geral  PEG – em péssimo estado geral  Estado de Consciência – alerta, sonolento, obnubilado e comatoso.  Saúde Emocional – interessado, comunicativo, colaborante, compreensão das perguntas, sinais de depressão ou ansiedade, perspectivas de futuro, amizades, discurso suicida.  Corado ou descorado – graduar em +/4+ (Ver mucosas, lóbulo da orelha, palma das mãos).  Estado de hidratação – Hidratado ou desidratado – graduar em leve, moderado ou grave (segundo OMS).  Eupneico ou dispneico – graduar em leve, moderado, grave.  Dispnéia leve = Tiragem subdiagragmática + tiragem intercostal  Dispnéia moderada = Tiragem subdiafragmática + tiragem intercostal+retração de fúrcula  Dispnéia intensa ou grave = Tiragem subdiafragmática + tiragem intercostal + retração de fúrcula + batimento de asa de nariz.  Acianótico ou cianótico - Observar: região perilabial, ponta dos dedos.  Anictérico ou Ictérico – graduar em +/4+  Observar: cor da conjuntivas oculares, mucosas e pele.  No recém-nascido (RN), classificar icterícia por zonas: - Zona I: cabeça + pescoço - Zona II: cabeça + pescoço + tronco e andar superior do abdome - Zona III: cabeça + pescoço + tronco + abdome + coxas - Zona IV: cabeça + pescoço + tronco + abdome + braços + pernas - Zona V: cabeça + pescoço + tronco + abdome + braços + pernas + palmas das mãos + plantas dos pés
  • 6. OBS: Só pele amarelada sugere: patologia renal / hipercarotenemia  Afebril ou febril (medida axilar)  Normotermia: 36,0 a 37,0C  Hipotermia:  de 36,0C  Temperaturas subfebris: 37,0 a 37,5C  Febre baixa: 37,5 a 38,5C  Febre moderada: 38,5 a 39,5C  Febre alta: 39,5 a 40,5C  Hiperpirexia:  de 40,5C  Ativo, hipoativo ou inativo  Reativo, hiporreativo ou arreativo  Consciente, sonolento, torporoso ou inconsciente  Contactuante ou não  Orientado ou não (Observar se está orientado no tempo e espaço)  Freqüência cardíaca (FC)  Freqüência respiratória (FR)  Pressão Arterial (PA) - manguito adequado – 2/3 do comprimento do braço do paciente e ter tamanho suficiente para envolver toda a circunferência do mesmo.  Peso  Comprimento ou Estatura  Perímetro cefálico  Perímetro torácico  Perímetro abdominal - interesse apenas nos processos com aumento de volume abdominal  Estado nutricional – Eutrofia ou desnutrição FREQUÊNCIAS: RESPIRATÓRIA E CARDÍACA (VALORES NORMAIS) IDADE F.RESP. (irpm) F.C. (bpm) RN 30-60 120-160 Lactente 24-40 90-140 Pré-escolar 22-34 80-110 Escolar 18-30 75-100
  • 7. Adolescentes 12-16 60-90 PRESSÃO ARTERIAL EM MEMBROS SUPERIORES (VALORES NORMAIS) IDADE P. SISTÓLICA (mmHg) P. DIASTÓLICA (mmHg) < 6 meses 70 - 110 45 - 60 3 anos 95 - 112 64 - 80 5 anos 97 - 115 65 - 84 ROTEIRO PARA CONSULTA DE PUERICULTURA IDENTIFICAÇÃO Nome__________________________________________ Data___/___/______ Data do nascimento ___/___/______ Idade_______ Sexo_________ Nome da mãe____________________________________ Idade materna___________ Endereço_______________________________________________________________ ANTECEDENTES FAMILIARES Mãe: ( ) saudável ( ) tuberculose ( ) alergias ( ) doenças mentais ( ) epilepsia ( ) diabetes ( ) alcoolismo ( ) HIV outras:_________________________ Pai: ( ) saudável ( ) tuberculose ( ) alergias ( ) doenças mentais ( ) epilepsia ( ) diabetes ( ) alcoolismo ( ) HIV outras:_________________________ Número de gestações anteriores:______ Abortos: _______ Irmãos: Vivos (número):____________ ; doenças____________________________________
  • 8. GESTAÇÃO E PARTO Intercorrências gestacionais, no parto ou puerpério não ( ) sim ( ) quais? ________________ Duração da gestação: ( ) Pré-termo ( ) A termo ( ) Pós- termo Tipo de parto: ( ) vaginal ( ) cesáreo ( ) fóceps Local do parto: ( ) hospital ( ) residência DADOS DO RECÉM NASCIDO Peso ao nascer: ________ g Comprimento: ________ cm Perímetro Cefálico:_______ cm Perímetro toráxico _____ cm Apgar 1” _____ 5” ______. Teste do pezinho: ( ) sim ( ) não Resultados: Fenilcetonúria: ( ) normal ( ) alterado Hipotireiodismo congênito: ( ) normal ( ) alterado Hemoglobinopatias: ( ) normal ( )alterado (incluindo traço falciforme) Intercorrências Neonatais: ( )sem intercorrências ( ) hospitalização em UTI ( ) hospitalização ( )alterações respiratórias ( )cianose ( ) icterícia ( ) vômitos ( ) convulsões ( ) paralisia ( ) infecções ( ) hemorragias ( )outras ________________ PRIMEIRA CONSULTA DO RN Peso ____________g Comprimento _________ cm PC______cm PT _______cm PA_________ cm Temperatura:________°C FC:_______bpm FR:_______ipm Estado geral: ( )ativo ( ) irritado ( )hipoativo ( ) letargico Hidratação: ( ) hidratado ( )desidratado - Sinal de desidratação:____________________ Pele e mucosas: ( )normocorado ( ) hipocorado ( ) hipercorado ( ) Ictérico ( )anictérico ( ) cianótico ( )acianótico Fontanelas : ( ) normotensa ( ) deprimida ( ) abaulada Reflexos presentes: ( ) marcha ( ) preensão palmar ( ) sucção ( ) ocular (fotomotor e piscamento) ( )audição
  • 9. Obs.:______________________ Genitália: ( ) típica ( ) Atípica. Cicatriz umbilical: ( ) sem sinais flogisticos ( ) com sinais flogisticos Ortolani e Barlow: ( ) Normal ( ) Alterado Alimentação atual : ( ) leite materno ( )leite artificial ( ) misto ( ) boa pega ( )pega insatisfatória – causa___________________ Queixas:______________________________________________________________________ Condutas na primeira consulta:  Abordar relação mãe/filho e adaptação aos novos papéis na família.  Incentivar parceiro para os cuidados do bebê e aceitar apoio de amigos e familiares  Incentivar o aleitamento materno  Orientar cuidados com banho, higiene, coto umbilical, banhos de sol, hábitos de sono, alimentação  Orientar quanto a prevenção de acidentes: banho (temperatura e não deixá-lo só), asfixia, aspiração e transporte em automóvel.  Orientar para vacinas e teste pezinho  Realizar exame físico detalhado  Encaminhar para as atividades em grupo  Aprazar próxima consulta.  Esclarecer dúvidas e queixas CONSULTAS SUBSEQUENTES 1° MÊS Peso ____________g Comprimento _________ cm PC______cm PT _______cm PA_________ cm Temperatura:________°C FC:_______bpm FR:_______ipm Estado geral: ( )ativo ( ) irritado ( )hipoativo ( ) letárgico Reflexo: ( ) Levanta a cabeça Hidratação: ( ) hidratado ( )desidratado - Sinal de desidratação:____________________ Alimentação atual : ( ) leite materno ( )leite artificial ( ) misto Sinais de possível negligência ou abuso: ( ) não ( )sim:_______________________________ Queixas:______________________________________________________________________
  • 10. 2º MÊS Peso ____________g Comprimento _________ cm PC______cm PT _______cm PA_________ cm Temperatura:________°C FC:_______bpm FR:_______ipm Estado geral: ( )ativo ( ) irritado ( )hipoativo ( ) letárgico Reflexos: ( )Sorri ( ) abre as mãos ( ) firma a cabeça Hidratação: ( ) hidratado ( )desidratado - Sinal de desidratação:____________________ Alimentação atual : ( ) leite materno ( )leite artificial ( ) misto Sinais de possível negligência ou abuso: ( ) não ( )sim:_______________________________ Queixas:______________________________________________________________________ 4°MÊS Peso ____________g Comprimento _________ cm PC______cm PT _______cm PA_________ cm Temperatura:________°C FC:_______bpm FR:_______ipm Estado geral: ( )ativo ( ) irritado ( )hipoativo ( ) letárgico Reflexos: ( )Rola s/auxílio ( ) junta as mãos ( )reconhece pessoas Hidratação: ( ) hidratado ( )desidratado - Sinal de desidratação:____________________ Alimentação atual : ( ) leite materno ( )leite artificial ( ) misto Sinais de possível negligência ou abuso: ( ) não ( )sim:_______________________________ Queixas:______________________________________________________________________ 6° MÊS Peso ____________g Comprimento _________ cm PC______cm PT _______cm PA_________ cm Temperatura:________°C FC:_______bpm FR:_______ipm Reflexos: ( )Firma cabeça completamente ( ) vocaliza ( )apanha objetos e leva-os a boca ( )senta com apoio Hidratação: ( ) hidratado ( )desidratado - Sinal de desidratação:____________________
  • 11. Alimentação atual : ( ) leite materno ( )leite artificial ( ) misto Erupção dos dentes: ( ) sim ( ) não Sinais de possível negligência ou abuso: ( ) não ( )sim:_______________________________ Queixas:______________________________________________________________________ 9° MÊS Peso ____________g Comprimento _________ cm PC______cm PT _______cm PA_________ cm Temperatura:________°C FC:_______bpm FR:_______ipm Reflexos: ( )Senta sem apoio ( )Fica de pé ( )Sílabas (ma-ma) ( )Entende o “Não” ( )Estica os braços Hidratação: ( ) hidratado ( )desidratado - Sinal de desidratação:____________________ Alimentação atual:______________________________________ ( )Erupção dos dentes ( ) Rastreamento anemia Sinais de possível negligência ou abuso: ( ) não ( )sim:_______________________________ Queixas:______________________________________________________________________ 12° MÊS Peso ____________g Comprimento _________ cm PC______cm PT _______cm PA_________ cm Temperatura:________°C FC:_______bpm FR:_______ipm Reflexos: ( )Ergue-se sozinho ( ) Fica em pé ( )Nomeia objetos ( )Caminha com apoio ( )Erupção dos dentes ( )Hb/Ht ( se ainda não solicitado) Visão:__________________ Audição_____________________ Sinais de possível negligência ou abuso: ( ) não ( )sim:_______________________________ Queixas:______________________________________________________________________
  • 12. 15° MÊS Peso ____________g Comprimento _________ cm PC______cm PT _______cm PA_________ cm Temperatura:________°C FC:_______bpm FR:_______ipm Reflexos: ( )Caminha sem apoio ( ) Palavras Visão _______________ Audição ____________ Sinais de possível negligência ou abuso: ( ) não ( )sim:________________________________ Queixas:______________________________________________________________________ 18°MÊS Peso ____________g Comprimento _________ cm PC______cm PT _______cm PA_________ cm Temperatura:________°C FC:_______bpm FR:_______ipm Reflexos: ( ) Atira bola ( ) Segue instruções Sinais de possível negligência ou abuso: ( ) não ( )sim:_______________________________ Queixas:______________________________________________________________________ 2 ANOS Peso ______g Altura ______ cm IMC:______ Temperatura:_____°C FC:_______bpm FR:_______ipm Reflexos: ( )Aponta parte do corpo ( )rabisca ( )tira qualquer parte do vestuário ( )corre ou sobe degraus Visão ____________ ; ( )Colesterol total (se fator risco para hiperlipidemia) Sinais de possível negligência ou abuso: ( ) não ( )sim:________________________________ Queixas:______________________________________________________________________ 3 ANOS Peso ______g Altura ______ cm IMC:______ Temperatura:_____°C FC:_______bpm FR:_______ipm Reflexos: ( )Controla esfíncteres PA _____/______ mmHg
  • 13. Sinais de possível negligência ou abuso: ( ) não ( )sim:_______________________________ Queixas:______________________________________________________________________ 4 ANOS Peso ______g Altura ______ cm IMC:______ Temperatura:_____°C FC:_______bpm FR:_______ipm Reflexos: ( ) Identifica cores ( )diz seu nome ( )usa frases ( )brinca com outras crianças ( )veste-se com ajuda Visão _______________ Audição _____________ PA ___/___mmHg Sinais de possível negligência ou abuso: ( ) não ( )sim:_______________________________ Queixas:______________________________________________________________________ 5 ANOS Peso ______g Altura ______ cm IMC:______ Temperatura:_____°C FC:_______bpm FR:_______ipm Reflexos: ( ) Pula alternadamente com um pé e outro ( )veste-se sozinho ( )Pede ajuda quando necessário | Visão _______________ Audição _____________PA ___/___mmHg Sinais de possível negligência ou abuso: ( ) não ( )sim:_______________________________ Queixas:______________________________________________________________________ Condutas específicas das consultas subseqüentes (1 mês a 5 anos):  Esclarecer dúvidas e queixas  Incentivar aleitamento materno e quando necessário, adotar orientações dietéticas de acordo com a idade.  Orientar sobre esquema vacinal  Observar reflexos específicos para idade  Observar marcha ao caminhar  Avaliar crescimento e desenvolvimento  Estar atento para possíveis sinais de negligência ou abuso  Orientar sobre a prevenção de acidentes  Estimular higiene bucal e corporal de acordo com a idade.  Orientar sobre a interação social
  • 14. ANEXOS Gráficos do Índice de massa corporal – IMC
  • 16. Gráficos de crescimento ( peso x altura )
  • 17. Calendário de aprazamento de consultas no puerpério Perímetro Cefálico