SlideShare uma empresa Scribd logo

Reunião com professoras coordenadoras provinha Brasil 2014

Secretaria Municipal da Educação de Marília - SP 2014

1 de 53
Baixar para ler offline
Reunião com professoras
cooedenadoras
Maio 2014
Reunião com professoras coordenadoras provinha Brasil 2014
Orientações
• Data da aplicação em todas as Unidades
Escolares:
• Língua Portuguesa – dia 27/05/14 (terça-feira)
• Matemática – dia 28/05/14 (quarta-feira)
• Horário de aplicação em todas as Unidades
Escolares:
• Início: 7h30 e 13h00
• Término: no máximo duas horas e meia para
realização da avaliação
Orientações para o dia da aplicação:
• As avaliações serão aplicadas pelos professores
dos 2os anos que trocarão de classe no período da
aplicação. Na existência de só uma classe por
período, assumirá a classe um professor do 1º
e/ou 3º ano;
• Cada escola contará com um Coordenador da
EMEF mais próxima, que permanecerá os dois
períodos;
• A abertura dos envelopes das avaliações se dará
na presença do Coordenador (fiscal) e Diretor de
Escola;
Correção
• A correção das avaliações será realizada pela
equipe da escola, no período de 29/05/14 a
04/06/14;
• Organização da escola: trocar as turmas de
forma que fiquem próximas;
• Adaptar o horário de lanche para essas
turmas;
Devolutiva para SME
• Entrega dos consolidados e da ficha de
correção de leitura e matemática (original –
se a escola quiser deve tirar uma Xerox para
arquivo interno), no malote do dia 05/06/14 –
quinta-feira;
• No dia 22/05 (quinta-feira), os motoristas da
SE entregarão nas escolas, as caixas contendo
os envelopes das avaliações (não abrir a caixa
até o momento da prova).

Recomendados

14 caderno do_professor-1-2011_versao_final
14 caderno do_professor-1-2011_versao_final14 caderno do_professor-1-2011_versao_final
14 caderno do_professor-1-2011_versao_finalDulcilene Figueiredo
 
A avaliação da Provinha Brasil dentro do Bloco Inicial de Alfabetização/BIA
A avaliação da Provinha Brasil dentro do Bloco Inicial de Alfabetização/BIAA avaliação da Provinha Brasil dentro do Bloco Inicial de Alfabetização/BIA
A avaliação da Provinha Brasil dentro do Bloco Inicial de Alfabetização/BIAMila Rodrigues
 
Prova Brasil ApresentaçãO
Prova Brasil ApresentaçãOProva Brasil ApresentaçãO
Prova Brasil ApresentaçãOescola
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Prova brasil-lingua-port-prof
Prova brasil-lingua-port-profProva brasil-lingua-port-prof
Prova brasil-lingua-port-profCaxambu DIRE
 
Eb teste diagnostico_3cicloeb_secundario
Eb teste diagnostico_3cicloeb_secundarioEb teste diagnostico_3cicloeb_secundario
Eb teste diagnostico_3cicloeb_secundarioDanielly Velame
 
Apresentação Aprova Brasil - 2010
Apresentação Aprova Brasil - 2010Apresentação Aprova Brasil - 2010
Apresentação Aprova Brasil - 2010Editora Moderna
 
Reunião Diretora DIED
Reunião Diretora DIEDReunião Diretora DIED
Reunião Diretora DIEDsemecdied
 
Eb teste diagnostico_1_2anoseb
Eb teste diagnostico_1_2anosebEb teste diagnostico_1_2anoseb
Eb teste diagnostico_1_2anosebSoraia Silva
 
QuaREPE - Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro
QuaREPE - Quadro de Referência para o Ensino Português no EstrangeiroQuaREPE - Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro
QuaREPE - Quadro de Referência para o Ensino Português no EstrangeiroEnsinar Português Andaluzia
 
É possível colocar a Provinha Brasil a serviço das aprendizagens do aluno com...
É possível colocar a Provinha Brasil a serviço das aprendizagens do aluno com...É possível colocar a Provinha Brasil a serviço das aprendizagens do aluno com...
É possível colocar a Provinha Brasil a serviço das aprendizagens do aluno com...Marisa Teixeira
 
Avaliação da aprendizagem em processo (aap) julho 2013
Avaliação da aprendizagem em processo  (aap) julho 2013Avaliação da aprendizagem em processo  (aap) julho 2013
Avaliação da aprendizagem em processo (aap) julho 2013Mari_Saracchini
 

Mais procurados (20)

4 caderno professor_2-2008
4 caderno professor_2-20084 caderno professor_2-2008
4 caderno professor_2-2008
 
8 caderno professor_2_2009
8 caderno professor_2_20098 caderno professor_2_2009
8 caderno professor_2_2009
 
Prova brasil matriz
Prova brasil matrizProva brasil matriz
Prova brasil matriz
 
10 caderno professor-1_2010
10 caderno professor-1_201010 caderno professor-1_2010
10 caderno professor-1_2010
 
Prova brasil-lingua-port-prof
Prova brasil-lingua-port-profProva brasil-lingua-port-prof
Prova brasil-lingua-port-prof
 
PROVINHA BRASI:- GUIA DE APLICAÇÃO - AVALIANDO A ALFABETIZAÇÃO - 2º ANO DO E...
PROVINHA BRASI:- GUIA DE APLICAÇÃO -  AVALIANDO A ALFABETIZAÇÃO - 2º ANO DO E...PROVINHA BRASI:- GUIA DE APLICAÇÃO -  AVALIANDO A ALFABETIZAÇÃO - 2º ANO DO E...
PROVINHA BRASI:- GUIA DE APLICAÇÃO - AVALIANDO A ALFABETIZAÇÃO - 2º ANO DO E...
 
Provabrasil matriz
Provabrasil matrizProvabrasil matriz
Provabrasil matriz
 
Eb teste diagnostico_3cicloeb_secundario
Eb teste diagnostico_3cicloeb_secundarioEb teste diagnostico_3cicloeb_secundario
Eb teste diagnostico_3cicloeb_secundario
 
Apresentação Aprova Brasil - 2010
Apresentação Aprova Brasil - 2010Apresentação Aprova Brasil - 2010
Apresentação Aprova Brasil - 2010
 
Reunião Diretora DIED
Reunião Diretora DIEDReunião Diretora DIED
Reunião Diretora DIED
 
Eb teste diagnostico_1_2anoseb
Eb teste diagnostico_1_2anosebEb teste diagnostico_1_2anoseb
Eb teste diagnostico_1_2anoseb
 
Pitec apresenta soletrando
Pitec apresenta soletrandoPitec apresenta soletrando
Pitec apresenta soletrando
 
Slides oficina
Slides oficinaSlides oficina
Slides oficina
 
Joaquim gonçalves
Joaquim gonçalvesJoaquim gonçalves
Joaquim gonçalves
 
Prova brasil matriz2
Prova brasil matriz2Prova brasil matriz2
Prova brasil matriz2
 
Texto de orientacao
Texto de orientacaoTexto de orientacao
Texto de orientacao
 
QuaREPE - Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro
QuaREPE - Quadro de Referência para o Ensino Português no EstrangeiroQuaREPE - Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro
QuaREPE - Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro
 
É possível colocar a Provinha Brasil a serviço das aprendizagens do aluno com...
É possível colocar a Provinha Brasil a serviço das aprendizagens do aluno com...É possível colocar a Provinha Brasil a serviço das aprendizagens do aluno com...
É possível colocar a Provinha Brasil a serviço das aprendizagens do aluno com...
 
Caderno subsidio
Caderno subsidioCaderno subsidio
Caderno subsidio
 
Avaliação da aprendizagem em processo (aap) julho 2013
Avaliação da aprendizagem em processo  (aap) julho 2013Avaliação da aprendizagem em processo  (aap) julho 2013
Avaliação da aprendizagem em processo (aap) julho 2013
 

Destaque

Simulado prova-brasil- 2º ano
Simulado prova-brasil- 2º ano Simulado prova-brasil- 2º ano
Simulado prova-brasil- 2º ano Mara Sueli
 
Matriz de referencia_provinha_brasil
Matriz de referencia_provinha_brasilMatriz de referencia_provinha_brasil
Matriz de referencia_provinha_brasilFAETEC - ETESC
 
Simulado provinha brasil segundo ano
Simulado provinha brasil segundo anoSimulado provinha brasil segundo ano
Simulado provinha brasil segundo anoFlávia Araújo
 
Reunião com professoras coordenadoras de emef
Reunião com professoras coordenadoras de emefReunião com professoras coordenadoras de emef
Reunião com professoras coordenadoras de emefRosemary Batista
 
Descritores e distratores
Descritores e distratoresDescritores e distratores
Descritores e distratoreslouisacarla
 
Provinhas para 2º ano
Provinhas para 2º anoProvinhas para 2º ano
Provinhas para 2º anoSherly Martins
 
Seminário Aprova Brasil - PR 3 - 2010
Seminário Aprova Brasil - PR 3 - 2010Seminário Aprova Brasil - PR 3 - 2010
Seminário Aprova Brasil - PR 3 - 2010Editora Moderna
 
Saeb prova e provinha brasil
Saeb prova e provinha brasilSaeb prova e provinha brasil
Saeb prova e provinha brasilEDILENE CABRAL
 
Relato de experiência-_biblioteca nicácia garcia gil
Relato de experiência-_biblioteca nicácia garcia gilRelato de experiência-_biblioteca nicácia garcia gil
Relato de experiência-_biblioteca nicácia garcia gilRosemary Batista
 
Relato de experiência_em_biblioteca Paulo Freire
Relato de experiência_em_biblioteca Paulo FreireRelato de experiência_em_biblioteca Paulo Freire
Relato de experiência_em_biblioteca Paulo FreireRosemary Batista
 
Relato de atividade célio corradi
Relato de atividade   célio corradiRelato de atividade   célio corradi
Relato de atividade célio corradiRosemary Batista
 
1º ano c profª amanda Antonio Moral
1º ano c   profª amanda Antonio Moral1º ano c   profª amanda Antonio Moral
1º ano c profª amanda Antonio MoralRosemary Batista
 
Mediação de leitura emef isaltino de campos
Mediação de leitura   emef isaltino de camposMediação de leitura   emef isaltino de campos
Mediação de leitura emef isaltino de camposRosemary Batista
 
Atividades realizadas na biblioteca escolar da emef olímpio cruz
Atividades realizadas na biblioteca escolar da emef olímpio cruzAtividades realizadas na biblioteca escolar da emef olímpio cruz
Atividades realizadas na biblioteca escolar da emef olímpio cruzRosemary Batista
 
Palestra doutora Fabiana Rodrigues Cruvinel -PNAIC 2013
Palestra doutora Fabiana Rodrigues Cruvinel -PNAIC 2013Palestra doutora Fabiana Rodrigues Cruvinel -PNAIC 2013
Palestra doutora Fabiana Rodrigues Cruvinel -PNAIC 2013Rosemary Batista
 
Sarem 2013 continuação da devolutiva
Sarem 2013 continuação da devolutivaSarem 2013 continuação da devolutiva
Sarem 2013 continuação da devolutivaRosemary Batista
 

Destaque (20)

Simulado prova-brasil- 2º ano
Simulado prova-brasil- 2º ano Simulado prova-brasil- 2º ano
Simulado prova-brasil- 2º ano
 
Matriz de referencia_provinha_brasil
Matriz de referencia_provinha_brasilMatriz de referencia_provinha_brasil
Matriz de referencia_provinha_brasil
 
Simulado provinha brasil segundo ano
Simulado provinha brasil segundo anoSimulado provinha brasil segundo ano
Simulado provinha brasil segundo ano
 
Reunião com professoras coordenadoras de emef
Reunião com professoras coordenadoras de emefReunião com professoras coordenadoras de emef
Reunião com professoras coordenadoras de emef
 
Hec secretaria 10 11-2014
Hec secretaria 10 11-2014Hec secretaria 10 11-2014
Hec secretaria 10 11-2014
 
Descritores e distratores
Descritores e distratoresDescritores e distratores
Descritores e distratores
 
Provinhas para 2º ano
Provinhas para 2º anoProvinhas para 2º ano
Provinhas para 2º ano
 
Atividades avaliativas para o 2º ano
Atividades avaliativas para o 2º anoAtividades avaliativas para o 2º ano
Atividades avaliativas para o 2º ano
 
Provinha brasil blog
Provinha brasil   blogProvinha brasil   blog
Provinha brasil blog
 
Seminário Aprova Brasil - PR 3 - 2010
Seminário Aprova Brasil - PR 3 - 2010Seminário Aprova Brasil - PR 3 - 2010
Seminário Aprova Brasil - PR 3 - 2010
 
Saeb prova e provinha brasil
Saeb prova e provinha brasilSaeb prova e provinha brasil
Saeb prova e provinha brasil
 
Simulado de avaliação ana 1
Simulado de avaliação ana 1Simulado de avaliação ana 1
Simulado de avaliação ana 1
 
Relato de experiência-_biblioteca nicácia garcia gil
Relato de experiência-_biblioteca nicácia garcia gilRelato de experiência-_biblioteca nicácia garcia gil
Relato de experiência-_biblioteca nicácia garcia gil
 
Relato de experiência_em_biblioteca Paulo Freire
Relato de experiência_em_biblioteca Paulo FreireRelato de experiência_em_biblioteca Paulo Freire
Relato de experiência_em_biblioteca Paulo Freire
 
Relato de atividade célio corradi
Relato de atividade   célio corradiRelato de atividade   célio corradi
Relato de atividade célio corradi
 
1º ano c profª amanda Antonio Moral
1º ano c   profª amanda Antonio Moral1º ano c   profª amanda Antonio Moral
1º ano c profª amanda Antonio Moral
 
Mediação de leitura emef isaltino de campos
Mediação de leitura   emef isaltino de camposMediação de leitura   emef isaltino de campos
Mediação de leitura emef isaltino de campos
 
Atividades realizadas na biblioteca escolar da emef olímpio cruz
Atividades realizadas na biblioteca escolar da emef olímpio cruzAtividades realizadas na biblioteca escolar da emef olímpio cruz
Atividades realizadas na biblioteca escolar da emef olímpio cruz
 
Palestra doutora Fabiana Rodrigues Cruvinel -PNAIC 2013
Palestra doutora Fabiana Rodrigues Cruvinel -PNAIC 2013Palestra doutora Fabiana Rodrigues Cruvinel -PNAIC 2013
Palestra doutora Fabiana Rodrigues Cruvinel -PNAIC 2013
 
Sarem 2013 continuação da devolutiva
Sarem 2013 continuação da devolutivaSarem 2013 continuação da devolutiva
Sarem 2013 continuação da devolutiva
 

Semelhante a Reunião com professoras coordenadoras provinha Brasil 2014

Reunião com professores coordenadores e diretores de emef e emefei julho 2013
Reunião com professores coordenadores e diretores de emef e emefei julho 2013Reunião com professores coordenadores e diretores de emef e emefei julho 2013
Reunião com professores coordenadores e diretores de emef e emefei julho 2013Rosemary Batista
 
Projeto educativo de escola 2012 2013
Projeto educativo de escola 2012 2013Projeto educativo de escola 2012 2013
Projeto educativo de escola 2012 2013esrdaquadrodemerito
 
Orientações Encerramento Ano Letivo
Orientações Encerramento Ano LetivoOrientações Encerramento Ano Letivo
Orientações Encerramento Ano LetivoAdri Ruas
 
Introdução ao conteúdo
Introdução ao conteúdoIntrodução ao conteúdo
Introdução ao conteúdoOtávio Sales
 
Doc6a exames 6.º ano
Doc6a exames 6.º anoDoc6a exames 6.º ano
Doc6a exames 6.º anomfcpestana
 
Instructivo portugués
Instructivo portugués Instructivo portugués
Instructivo portugués Graciela Bilat
 
Jornal 8 - Edição especial Enem 2013 - Mês de setembro
Jornal 8  - Edição especial Enem 2013 - Mês de setembroJornal 8  - Edição especial Enem 2013 - Mês de setembro
Jornal 8 - Edição especial Enem 2013 - Mês de setembroIsaquel Silva
 
Rendimento escolar semec-2015
Rendimento escolar semec-2015 Rendimento escolar semec-2015
Rendimento escolar semec-2015 genice araujo
 
Organização da formação dos professores alfabetizadores 1
Organização da formação dos professores alfabetizadores 1 Organização da formação dos professores alfabetizadores 1
Organização da formação dos professores alfabetizadores 1 Nilcéia Rodrigues
 
Organização da formação dos professores alfabetizadores 1
Organização da formação dos professores alfabetizadores 1 Organização da formação dos professores alfabetizadores 1
Organização da formação dos professores alfabetizadores 1 Nilcéia Rodrigues
 
Avaliação no ciclo
Avaliação no cicloAvaliação no ciclo
Avaliação no cicloMagda Marques
 
Aprendizagens e metas no ensino basico
Aprendizagens e metas no ensino basicoAprendizagens e metas no ensino basico
Aprendizagens e metas no ensino basicofprc
 
Guia do aluno
Guia do alunoGuia do aluno
Guia do alunoMCSAMM
 
Avaliação
AvaliaçãoAvaliação
AvaliaçãoMirao
 
Pauta De Estudo Coordenadores PedagóGicos 21 De Outubro De 2009
Pauta De Estudo Coordenadores PedagóGicos 21 De Outubro De 2009Pauta De Estudo Coordenadores PedagóGicos 21 De Outubro De 2009
Pauta De Estudo Coordenadores PedagóGicos 21 De Outubro De 2009valentecilene
 
Pauta Formação de Coordenadores em 21 de Outubro
Pauta Formação de Coordenadores  em  21 de OutubroPauta Formação de Coordenadores  em  21 de Outubro
Pauta Formação de Coordenadores em 21 de Outubrovalentecilene
 

Semelhante a Reunião com professoras coordenadoras provinha Brasil 2014 (20)

2 caderno do_professor_1_2008
2 caderno do_professor_1_20082 caderno do_professor_1_2008
2 caderno do_professor_1_2008
 
Reunião com professores coordenadores e diretores de emef e emefei julho 2013
Reunião com professores coordenadores e diretores de emef e emefei julho 2013Reunião com professores coordenadores e diretores de emef e emefei julho 2013
Reunião com professores coordenadores e diretores de emef e emefei julho 2013
 
Projeto educativo de escola 2012 2013
Projeto educativo de escola 2012 2013Projeto educativo de escola 2012 2013
Projeto educativo de escola 2012 2013
 
Orientações Encerramento Ano Letivo
Orientações Encerramento Ano LetivoOrientações Encerramento Ano Letivo
Orientações Encerramento Ano Letivo
 
Introdução ao conteúdo
Introdução ao conteúdoIntrodução ao conteúdo
Introdução ao conteúdo
 
Doc6a exames 6.º ano
Doc6a exames 6.º anoDoc6a exames 6.º ano
Doc6a exames 6.º ano
 
Prova artes
Prova artes Prova artes
Prova artes
 
Instructivo portugués
Instructivo portugués Instructivo portugués
Instructivo portugués
 
2ª formação AAP 2015
2ª formação   AAP 20152ª formação   AAP 2015
2ª formação AAP 2015
 
Jornal 8 - Edição especial Enem 2013 - Mês de setembro
Jornal 8  - Edição especial Enem 2013 - Mês de setembroJornal 8  - Edição especial Enem 2013 - Mês de setembro
Jornal 8 - Edição especial Enem 2013 - Mês de setembro
 
Rendimento escolar semec-2015
Rendimento escolar semec-2015 Rendimento escolar semec-2015
Rendimento escolar semec-2015
 
Organização da formação dos professores alfabetizadores 1
Organização da formação dos professores alfabetizadores 1 Organização da formação dos professores alfabetizadores 1
Organização da formação dos professores alfabetizadores 1
 
Organização da formação dos professores alfabetizadores 1
Organização da formação dos professores alfabetizadores 1 Organização da formação dos professores alfabetizadores 1
Organização da formação dos professores alfabetizadores 1
 
Avaliação no ciclo
Avaliação no cicloAvaliação no ciclo
Avaliação no ciclo
 
Aprendizagens e metas no ensino basico
Aprendizagens e metas no ensino basicoAprendizagens e metas no ensino basico
Aprendizagens e metas no ensino basico
 
Guia do aluno
Guia do alunoGuia do aluno
Guia do aluno
 
Avaliação
AvaliaçãoAvaliação
Avaliação
 
Pauta De Estudo Coordenadores PedagóGicos 21 De Outubro De 2009
Pauta De Estudo Coordenadores PedagóGicos 21 De Outubro De 2009Pauta De Estudo Coordenadores PedagóGicos 21 De Outubro De 2009
Pauta De Estudo Coordenadores PedagóGicos 21 De Outubro De 2009
 
Pauta Formação de Coordenadores em 21 de Outubro
Pauta Formação de Coordenadores  em  21 de OutubroPauta Formação de Coordenadores  em  21 de Outubro
Pauta Formação de Coordenadores em 21 de Outubro
 
Cps 21 De Outubro
Cps 21 De OutubroCps 21 De Outubro
Cps 21 De Outubro
 

Mais de Rosemary Batista

Sinceramente a cinderela é muito irritante
Sinceramente a cinderela é muito irritanteSinceramente a cinderela é muito irritante
Sinceramente a cinderela é muito irritanteRosemary Batista
 
01379 regra na ponta da língua
01379 regra na ponta da língua01379 regra na ponta da língua
01379 regra na ponta da línguaRosemary Batista
 
Cartilha violencia contra_criancas_adolescentes_web
Cartilha violencia contra_criancas_adolescentes_webCartilha violencia contra_criancas_adolescentes_web
Cartilha violencia contra_criancas_adolescentes_webRosemary Batista
 
Boletim informativo n 04 2016 - final
Boletim informativo n 04 2016 - finalBoletim informativo n 04 2016 - final
Boletim informativo n 04 2016 - finalRosemary Batista
 
Devolução dos Livros Didáticos
Devolução dos Livros DidáticosDevolução dos Livros Didáticos
Devolução dos Livros DidáticosRosemary Batista
 
Ppt art poder_publico_junho2016_resumido
Ppt art poder_publico_junho2016_resumidoPpt art poder_publico_junho2016_resumido
Ppt art poder_publico_junho2016_resumidoRosemary Batista
 
Encontro de educação integral ação intermunicipal
Encontro de educação integral   ação intermunicipalEncontro de educação integral   ação intermunicipal
Encontro de educação integral ação intermunicipalRosemary Batista
 
Concurso de redação "Lixo eletrônico"
Concurso de redação "Lixo eletrônico"Concurso de redação "Lixo eletrônico"
Concurso de redação "Lixo eletrônico"Rosemary Batista
 
Domm -1714_-_08_06_16___classificação_de_estagiários_convocados_(1)
Domm  -1714_-_08_06_16___classificação_de_estagiários_convocados_(1)Domm  -1714_-_08_06_16___classificação_de_estagiários_convocados_(1)
Domm -1714_-_08_06_16___classificação_de_estagiários_convocados_(1)Rosemary Batista
 
7º encontro multidisciplinar dos transtornos da aprendizagem e transtornos d...
7º encontro multidisciplinar dos transtornos da  aprendizagem e transtornos d...7º encontro multidisciplinar dos transtornos da  aprendizagem e transtornos d...
7º encontro multidisciplinar dos transtornos da aprendizagem e transtornos d...Rosemary Batista
 
Domm 1710 - 02 06 16 (1) classificados de pedagogia (1)
Domm   1710 - 02 06 16 (1) classificados de pedagogia (1)Domm   1710 - 02 06 16 (1) classificados de pedagogia (1)
Domm 1710 - 02 06 16 (1) classificados de pedagogia (1)Rosemary Batista
 
Domm 1707 - 26 05 16 gabarito da prova de pedagogia
Domm   1707 - 26 05 16  gabarito da prova de pedagogiaDomm   1707 - 26 05 16  gabarito da prova de pedagogia
Domm 1707 - 26 05 16 gabarito da prova de pedagogiaRosemary Batista
 
Domm -1704_-_21_05_16__convocação_da_prova_de_pedagogia
Domm  -1704_-_21_05_16__convocação_da_prova_de_pedagogiaDomm  -1704_-_21_05_16__convocação_da_prova_de_pedagogia
Domm -1704_-_21_05_16__convocação_da_prova_de_pedagogiaRosemary Batista
 
O ensino de ciências por investigação
O ensino de ciências por investigaçãoO ensino de ciências por investigação
O ensino de ciências por investigaçãoRosemary Batista
 
O ensino de ciências por investigação
O ensino de ciências por investigaçãoO ensino de ciências por investigação
O ensino de ciências por investigaçãoRosemary Batista
 
Domm 1697 - 12 05 16 edital de pedagogia 2
Domm   1697 - 12 05 16   edital de pedagogia 2Domm   1697 - 12 05 16   edital de pedagogia 2
Domm 1697 - 12 05 16 edital de pedagogia 2Rosemary Batista
 

Mais de Rosemary Batista (20)

Sinceramente a cinderela é muito irritante
Sinceramente a cinderela é muito irritanteSinceramente a cinderela é muito irritante
Sinceramente a cinderela é muito irritante
 
01379 regra na ponta da língua
01379 regra na ponta da língua01379 regra na ponta da língua
01379 regra na ponta da língua
 
Cartilha violencia contra_criancas_adolescentes_web
Cartilha violencia contra_criancas_adolescentes_webCartilha violencia contra_criancas_adolescentes_web
Cartilha violencia contra_criancas_adolescentes_web
 
Boletim informativo n 04 2016 - final
Boletim informativo n 04 2016 - finalBoletim informativo n 04 2016 - final
Boletim informativo n 04 2016 - final
 
Devolução dos Livros Didáticos
Devolução dos Livros DidáticosDevolução dos Livros Didáticos
Devolução dos Livros Didáticos
 
Halloween 2016
Halloween 2016Halloween 2016
Halloween 2016
 
Textos vencedores
Textos vencedoresTextos vencedores
Textos vencedores
 
Ppt art poder_publico_junho2016_resumido
Ppt art poder_publico_junho2016_resumidoPpt art poder_publico_junho2016_resumido
Ppt art poder_publico_junho2016_resumido
 
Encontro de educação integral ação intermunicipal
Encontro de educação integral   ação intermunicipalEncontro de educação integral   ação intermunicipal
Encontro de educação integral ação intermunicipal
 
Concurso de redação "Lixo eletrônico"
Concurso de redação "Lixo eletrônico"Concurso de redação "Lixo eletrônico"
Concurso de redação "Lixo eletrônico"
 
Domm -1714_-_08_06_16___classificação_de_estagiários_convocados_(1)
Domm  -1714_-_08_06_16___classificação_de_estagiários_convocados_(1)Domm  -1714_-_08_06_16___classificação_de_estagiários_convocados_(1)
Domm -1714_-_08_06_16___classificação_de_estagiários_convocados_(1)
 
7º encontro multidisciplinar dos transtornos da aprendizagem e transtornos d...
7º encontro multidisciplinar dos transtornos da  aprendizagem e transtornos d...7º encontro multidisciplinar dos transtornos da  aprendizagem e transtornos d...
7º encontro multidisciplinar dos transtornos da aprendizagem e transtornos d...
 
Lista aprovados v1
Lista aprovados v1Lista aprovados v1
Lista aprovados v1
 
Domm 1710 - 02 06 16 (1) classificados de pedagogia (1)
Domm   1710 - 02 06 16 (1) classificados de pedagogia (1)Domm   1710 - 02 06 16 (1) classificados de pedagogia (1)
Domm 1710 - 02 06 16 (1) classificados de pedagogia (1)
 
Domm 1707 - 26 05 16 gabarito da prova de pedagogia
Domm   1707 - 26 05 16  gabarito da prova de pedagogiaDomm   1707 - 26 05 16  gabarito da prova de pedagogia
Domm 1707 - 26 05 16 gabarito da prova de pedagogia
 
Domm -1704_-_21_05_16__convocação_da_prova_de_pedagogia
Domm  -1704_-_21_05_16__convocação_da_prova_de_pedagogiaDomm  -1704_-_21_05_16__convocação_da_prova_de_pedagogia
Domm -1704_-_21_05_16__convocação_da_prova_de_pedagogia
 
O ensino de ciências por investigação
O ensino de ciências por investigaçãoO ensino de ciências por investigação
O ensino de ciências por investigação
 
O ensino de ciências por investigação
O ensino de ciências por investigaçãoO ensino de ciências por investigação
O ensino de ciências por investigação
 
Khan academy 2016
Khan academy 2016Khan academy 2016
Khan academy 2016
 
Domm 1697 - 12 05 16 edital de pedagogia 2
Domm   1697 - 12 05 16   edital de pedagogia 2Domm   1697 - 12 05 16   edital de pedagogia 2
Domm 1697 - 12 05 16 edital de pedagogia 2
 

Último

3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...azulassessoriaacadem3
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...azulassessoriaacadem3
 
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...assessoriaff01
 
08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da MulherMary Alvarenga
 
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...apoioacademicoead
 
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...apoioacademicoead
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...excellenceeducaciona
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
Considerando a Teoria da Autodeterminação abordada no livro da disciplina, de...
Considerando a Teoria da Autodeterminação abordada no livro da disciplina, de...Considerando a Teoria da Autodeterminação abordada no livro da disciplina, de...
Considerando a Teoria da Autodeterminação abordada no livro da disciplina, de...apoioacademicoead
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...Prime Assessoria
 
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxSlides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...azulassessoriaacadem3
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...excellenceeducaciona
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...azulassessoriaacadem3
 
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...azulassessoriaacadem3
 
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...Prime Assessoria
 
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIACONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIAHenrique Pontes
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 

Último (20)

3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
 
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...
 
08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher
 
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
 
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
Considerando a Teoria da Autodeterminação abordada no livro da disciplina, de...
Considerando a Teoria da Autodeterminação abordada no livro da disciplina, de...Considerando a Teoria da Autodeterminação abordada no livro da disciplina, de...
Considerando a Teoria da Autodeterminação abordada no livro da disciplina, de...
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
 
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxSlides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
 
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
 
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoriaAtividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
 
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
 
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIACONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 

Reunião com professoras coordenadoras provinha Brasil 2014

  • 3. Orientações • Data da aplicação em todas as Unidades Escolares: • Língua Portuguesa – dia 27/05/14 (terça-feira) • Matemática – dia 28/05/14 (quarta-feira) • Horário de aplicação em todas as Unidades Escolares: • Início: 7h30 e 13h00 • Término: no máximo duas horas e meia para realização da avaliação
  • 4. Orientações para o dia da aplicação: • As avaliações serão aplicadas pelos professores dos 2os anos que trocarão de classe no período da aplicação. Na existência de só uma classe por período, assumirá a classe um professor do 1º e/ou 3º ano; • Cada escola contará com um Coordenador da EMEF mais próxima, que permanecerá os dois períodos; • A abertura dos envelopes das avaliações se dará na presença do Coordenador (fiscal) e Diretor de Escola;
  • 5. Correção • A correção das avaliações será realizada pela equipe da escola, no período de 29/05/14 a 04/06/14; • Organização da escola: trocar as turmas de forma que fiquem próximas; • Adaptar o horário de lanche para essas turmas;
  • 6. Devolutiva para SME • Entrega dos consolidados e da ficha de correção de leitura e matemática (original – se a escola quiser deve tirar uma Xerox para arquivo interno), no malote do dia 05/06/14 – quinta-feira; • No dia 22/05 (quinta-feira), os motoristas da SE entregarão nas escolas, as caixas contendo os envelopes das avaliações (não abrir a caixa até o momento da prova).
  • 7. Compromisso da escola • Bilhetes: entregar para os alunos nos dias 22 (quinta-feira) e 23 (sexta-feira) de maio. • Zelar pela veracidade e fidedignidade do processo de aplicação das avaliações. Avaliação diagnóstica em larga escala desenvolvida pelo INEP que visa investigar o desenvolvimento das habilidades relativas ä alfabetização e ao letramento em Língua Portuguesa e matemática.
  • 8. Objetivos: Público Alvo: Estudantes do segundo ano do Ensino Fundamental Forma de Aplicação: Em duas etapas – uma no início do ano e outra no final do ano letivo.
  • 9. • Pode ser aplicada e corrigida pelo próprio professor; • O Kit é composto dos seguintes instrumentos: Orientações:
  • 12. Metodologia da Provinha Brasil • “A” Parâmetro de Discriminação • “B” Parâmetro de Dificuldade • “C” Parâmetro de Acerto Casual Cada teste é composto de 20 itens de múltipla escolha. Cada um dos itens avalia uma única habilidade e é constituído por quatro opções de resposta, com três tipos de enunciados: • Totalmente lido pelo professor • Parcialmente lido pelo professor • Integralmente lido pelo aluno.
  • 13. Metodologia da Provinha Brasil • A partir da análise são identificados e descritos cinco níveis de alfabetização que os alunos podem estar, em função do número de itens de múltipla escolha, respondidos corretamente. • Outra possibilidade de interpretação dos resultados é a análise das alternativas marcadas equivocadamente pelos estudantes o que permite reconhecer algumas hipóteses dos alunos em relação aos conhecimentos abordados.
  • 14. Matrizes de referência As matrizes são organizadas por eixos que foram organizados em habilidades (descritores). Língua Portuguesa: (página 13 a 16 do guia de elaboração dos itens) Apropriação do sistema de escrita Leitura Compreensão e valorização da cultura escrita Escrita Desenvolvimento da oralidade
  • 17. Matemática: • Matemática: (página 19 a 23 do guia de elaboração dos itens) • Está organizada em quatro eixos: • Números • Operações • Geometria • Grandezas e Medidas • Tratamento da Informação • Orientações para o professor (Página 32 a 38)
  • 20. Atenção!!!! • Seguir rigorosamente as orientações. NÃO TREINAR os alunos para as avaliações.
  • 21. Atenção!!!! • Seguir rigorosamente as orientações. NÃO TREINAR os alunos para as avaliações.
  • 22. Alguns cuidados • Antes de realizar a aplicação, recomenda-se uma leitura cautelosa de todas as questões e de seus diferentes enunciados. Nesse momento, é importante consultar o Caderno do Aluno, visualizando como os itens são apresentados para os alunos. • Na primeira página do Caderno do Aluno, apresenta-se uma questão-exemplo, como um exercício para orientá-los a responder ao teste. Durante esse exercício, é importante esclarecer minuciosamente os procedimentos necessários para responder a cada questão, explicando aos alunos que esse é o momento de aprender a responder ao teste e que, portanto, eles devem ficar atentos.
  • 23. COMEÇANDO A APLICAÇÃO • (Orientações válidas tanto para Língua Portuguesa como para Matemática) • Motive os alunos a fazerem o teste. Explique que eles vão fazer uma atividade diferente e que, para compreendê-la, é necessário que sigam atentamente todas as suas orientações. • Distribua o caderno de teste para os alunos. • Peça aos alunos que escrevam o nome na linha que consta na capa do caderno.
  • 24. Orientações • Caso haja alunos que ainda tenham dificuldade em escrever o nome, avise que você o escreverá para eles. • Diga aos alunos que só abram o caderno quando você pedir que o façam. • Peça aos alunos para abrirem a primeira página do caderno e aguardarem a sua orientação para mudar de página. • A primeira página do teste do aluno tem um exemplo de questão. Aproveite esse momento para ensiná-los a responder ao teste.
  • 25. Orientações • Durante a aplicação da questão-exemplo, lembre os alunos de que eles deverão responder às questões sozinhos, sem dizer a resposta em voz alta ou tentar ver a resposta do colega. • Ao terminarem de responder, peça que aguardem em silêncio até que todos tenham respondido e que não passem para a página seguinte antes de receberem seu pedido para fazê-lo. • Diga aos alunos que, se não souberem a resposta, não devem marcar o “X”, podendo deixar a questão em branco.
  • 26. Orientações • Na realização do exemplo, observe os seguintes procedimentos: • Leia o enunciado da questão e ressalte que você repetirá a leitura duas vezes. • Leia o enunciado da questão mais vezes, caso necessário, porém, avise aos alunos que, quando iniciarem o teste, você só poderá repetir a leitura duas vezes. • Esclareça que existe apenas uma resposta correta para cada questão.
  • 27. Orientações • Diga a eles para marcarem um “X” apenas no quadradinho que tiver a resposta correta, e sem dizer a resposta em voz alta. • Enquanto os alunos esperam os demais colegas terminarem de responder, você pode deixá-los colorir os desenhos das questões. • Circule entre as carteiras e verifique se os alunos compreenderam que deverão marcar o “X” somente em um quadradinho.
  • 28. Orientações • Após a resolução do exemplo, terá início a aplicação do teste. Avise aos alunos que a atividade irá começar. • As orientações e explicações que se fizerem necessárias deverão ser oferecidas sempre para o conjunto da turma, a fim de não privilegiar um aluno em detrimento de outro. • Lembre-se de que este é o momento para esclarecer todas as dúvidas dos alunos. • NÃO deverá ler as opções de resposta para os alunos, pois nelas NÃO aparece o megafone.
  • 30. Interpretação dos resultados • Por meio da análise dos resultados da avaliação, é possível responder, entre outras, a algumas questões sobre o processo de ensino e aprendizagem da língua escrita pelos alunos, sobretudo no que tange às habilidades de Leitura e de Matemática: • Que habilidades de Leitura e de Matemática os alunos dominam? • Que dificuldades em Leitura e em Matemática os alunos apresentam ao final de dois anos no ensino fundamental? • Que habilidades de Leitura e de Matemática os alunos necessitam consolidar nos anos iniciais dessa etapa?
  • 31. Interpretação dos resultados • Depois dessa análise e discussão coletiva, é importante que a escola: • Avalie a distribuição dos conteúdos e habilidades da alfabetização e letramento, bem como das habilidades matemáticas, no ano e ao longo dos anos subsequentes, determinando quais deles irá privilegiar; • Compartilhe as metas da escola com as famílias de seus alunos para acolher sugestões e, por meio desse diálogo, favorecer o interesse da família pelo aprendizado de seu filho e oferecer subsídios para o acompanhamento da aprendizagem;
  • 32. Interpretação dos resultados • Compartilhe esses objetivos com os próprios alunos para que sempre saibam o que deles é esperado e para que possam, assim, monitorar seu processo de aprendizagem; • E utilize os resultados da avaliação como material para a formação continuada de alfabetizadores.
  • 33. Como corrigir a provinha Brasil? • A correção das 20 questões de múltipla escolha de cada uma das áreas avaliadas será feita mediante o registro dos seus acertos ou não. Para cada turma avaliada, deve ser preenchida uma ficha de correção. • A ficha é composta pelos seguintes campos de preenchimento: a) Dados de identificação – onde serão registrados o nome da escola e do professor/corretor, a turma, o ano ou a série avaliada e a data de aplicação do teste.
  • 34. Como corrigir a provinha Brasil? b) Número dos alunos no diário de classe – onde será registrado o número de cada aluno, conforme consta no diário de classe, que participou da avaliação. c) Questões e gabaritos – onde consta o número de cada questão e seus respectivos gabaritos. d) Total de acertos por aluno – para registro da quantidade de questões acertadas por aluno (última coluna). e) Média da turma – para registro da média de acertos da turma (na última linha e coluna do campo: “Total de acertos por aluno”).
  • 36. Orientações: O campo relativo ao gabarito deve ser preenchido apenas quando o aluno ACERTAR a questão. Caso o aluno responda incorretamente ou deixe a questão em branco, NÃO preencha o campo relativo à questão. O segundo passo é registrar em cada teste o número do aluno, conforme identificado no diário de classe (PRODESP). Em seguida, coloque os testes em ordem crescente de numeração. A correção do teste é feita por aluno.
  • 37. Orientações: A média da turma é calculada somando o número de acertos de todos os alunos e dividindo o resultado pelo total de alunos que fizeram o teste. O material utilizado NÃO deve ser enviado para o MEC ou para o Inep após a aplicação. A correção, a interpretação e a utilização dos resultados devem ser realizadas no âmbito de cada escola e Secretaria de Educação.
  • 38. Como interpretar os resultados? • Em função do número de questões de múltipla escolha respondidas corretamente, foram definidos e descritos cinco níveis de alfabetização e letramento inicial em Língua Portuguesa e também cinco níveis de alfabetização em Matemática em que os alunos podem estar situados.
  • 39. Como interpretar os resultados? • É importante esclarecer que cada um desses níveis apresenta novas habilidades e engloba as anteriores, por exemplo: um aluno que alcançou o nível 3 já desenvolveu as habilidades dos níveis 1 e 2. Os níveis indicam o ponto do processo de aprendizagem em que os alunos se encontram no momento de aplicação da Provinha Brasil e devem ser usados como referência para o planejamento do ensino e da aprendizagem.
  • 40. Como interpretar os resultados? Interpretação dos níveis de desempenho da provinha Brasil – Língua Portuguesa
  • 41. Como interpretar os resultados? • Considerações e sugestões de atividades – Ver guia de aplicação da página 28 a 32 • Esse material deve ser lido, analisado e discutido pela equipe escolar após a consolidação dos resultados da escola.
  • 42. Como interpretar os resultados? Interpretação dos níveis de desempenho da provinha Brasil – Matemática
  • 43. Orientações • Considerações e sugestões de atividades – Ver guia de aplicação da página 33 a 42 • Esse material deve ser lido, analisado e discutido pela equipe escolar após a consolidação dos resultados da escola. A fim de que: • Analisem os resultados dos alunos (em grupo e individualmente), por meio de rodadas de discussão sobre os testes e os resultados obtidos; • Apresentem os registros da turma aos alunos, estabelecendo, com eles, metas a serem alcançadas;
  • 44. Orientações • Utilizem os resultados para planejar, propor e executar ações, na sala de aula e na escola, para buscar a resolução dos problemas encontrados; para modificar estratégias e procedimentos de ensino que não se mostraram adequados; para avançar naqueles pontos em que os resultados se mostraram satisfatórios;
  • 45. Orientações • Incentivem os alunos a identificarem os problemas e erros mais recorrentes, sem receios de censuras. Assim, os alunos serão estimulados a buscar informações e conhecimentos que possibilitem a superação dos problemas e lacunas constatados. Por isso, é fundamental que o aluno não só fale sobre suas dúvidas e dificuldades como também estabeleça uma relação de confiança com o professor e com seus colegas para pedir ajuda, quando julgar necessário; e • Comuniquem os resultados às famílias ou responsáveis, para incentivar o acompanhamento de seus filhos, orientando-os sobre como fazê-lo.
  • 46. O QUE ENCAMINHAR PARA A SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO?
  • 48. Consolidado da escola EMEF PROF ____________________________________ Desempenho da Provinha Brasil – Língua Portuguesa TURMA Nº DE ALUNOS NÍVEL 1 NÍVEL 2 NÍVEL 3 NÍVEL 4 NÍVEL 5 TOTALATÉ 5 ACERTOS DE 6 A 10 ACERTOS DE 11 A 15 ACERTOS DE 16 A 17 ACERTOS DE 18 A 20 ACERTOS 2º ANO A 2º ANO B 2º ANO C 2º ANO D 2º ANO E 2º ANO F TOTAL
  • 49. Consolidado da escola EMEF PROF ____________________________________ Desempenho da Provinha Brasil – Matemática TURMA Nº DE ALUNOS NÍVEL 1 NÍVEL 2 NÍVEL 3 NÍVEL 4 NÍVEL 5 TOTALATÉ 5 ACERTOS DE 6 A 8 ACERTOS DE 9 A 13 ACERTOS DE 14 A 17 ACERTOS DE 18 A 20 ACERTOS 2º ANO A 2º ANO B 2º ANO C 2º ANO D 2º ANO E 2º ANO F TOTAL
  • 50. RECADOS • Encontro de professores de Educação Física dia 29 de maio (quinta – feira) Horário: Manhã – 8h30min às 11h 30min Tarde – 13h30 as 16h30 • OBS.: I – Os professores deverão cumprir o restante da carga horária do dia na escola. • II – Favor trazer a proposta de Educação Física neste encontro.
  • 51. Cursos de Matemática • Horário: 19h00 as 22h00 • 16/05 – 3º ano • 23/05 – 2º ano • 30/05 – 1º ano • 06/06 – 4º e 5º ano
  • 52. Distorção Idade Série • Planilha de distorção Idade Série – no malote do dia 20/05/14. A planilha abaixo será enviada por e-mail para todas as escolas.