SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Baixar para ler offline
Escola Básica Fialho de Almeida - Cuba

Relatório
Provas Finais
Português

2012/ 2013
Relatório sobre os resultados obtidos na Prova Final de Português
No Agrupamento de Escolas de Cuba, no ano letivo 2012/2013, 39 alunos do sexto ano
de escolaridade realizaram o exame de Português, tendo obtido os seguintes resultados:
turma A (19 alunos): 53% de positivas;
turma B (20 alunos): 25% de positivas;

Resultados da Avaliação Externa 2013
6º Ano
39%

61%
positivas

negativas

A análise do gráfico permite verificar que o resultado obtido nos exames nacionais
pelos alunos dos sextos anos foi de 39% de positivas e 61% de negativas.

2
Níveis obtidos por turma
6º ano
15

9

5

5
4
1

0

0

0

0

turma A

turma B
1

2

3

4

5

A análise do gráfico permite verificar os seguintes resultados por turma:
6ºA: nenhum aluno obteve nível um; nove alunos obtiveram nível dois; cinco alunos
obtiveram nível três; cinco alunos obtiveram nível quatro e nenhum aluno obteve nível
cinco;

6ºB: nenhum aluno obteve nível um; quinze alunos obtiveram nível dois; quatro alunos
obtiveram nível três; um aluno obteve nível quatro e nenhum aluno obteve nível cinco.

3
Níveis obtidos 6º ano

24

9
6

0

0

1

2

3

4

5

A análise do gráfico permite verificar os resultados dos alunos do 6º ano por nível.
Nenhum aluno obteve nível um; vinte e quatro alunos obtiveram nível dois; nove
alunos obtiveram nível três; seis alunos obtiveram nível quatro e nenhum aluno obteve
nível cinco.

4
Classificação por Domínio/ por Turma
100,00%
80,00%
60,00%
40,00%
20,00%
0,00%
Leitura/ Escrita
CEL
Escrita

6ºA

6ºB

52,70%

25%

37%

20%

68,50%

55%

Feita a análise das classificações por domínio, conclui-se que os alunos da turma A
revelam melhores resultados que os da turma B nos três domínios, manifestando mais
dificuldades no Conhecimento Explícito da Língua.
Os alunos da turma B apresentam muitas dificuldades nos domínios Leitura/ Escrita e
Conhecimento Explícito da Língua.

5
Classificação por Domínio - 6º Ano
100,00%
80,00%
60,00%
40,00%
20,00%
0,00%
Leitura/ Escrita

38,50%

CEL

28,30%

Escrita

61,60%

A análise das classificações por domínio no total dos alunos do sexto ano revela que
estes apresentaram muitas dificuldades no domínio Conhecimento Explícito da Língua,
seguido do domínio Leitura/Escrita.
É de referir que nestas turmas estavam incluídos alguns alunos que tinham ficado
retidos no ano letivo transato e que ao longo do ano manifestaram sempre muita falta de
trabalho, de empenho e de estudo. Além destes, também outros revelaram muitas
dificuldades de aprendizagem, falta de concentração e muita falta de responsabilidade e
de estudo.
Os professores de português das turmas levaram a cabo várias estratégias para melhorar
o desempenho dos alunos e promover uma cultura de sucesso escolar, com as seguintes
atividades: planificação semanal, reflexão sobre as aulas, avaliação formativa, utilização
de matrizes e grelhas de correção iguais às dos exames, reflexão sobre as práticas
didáticas em departamento; reuniões informais com as diretoras de turma; projeto mais
sucesso escolar.
6
Comparação
nível Nacional e E. B. Cuba

60
51
50
39
40

30

20

10

0
% NACIONAL
% NACIONAL

% EB CUBA
% EB CUBA

7
2008/2009
2009/2010
2010/2011
2011/2012
2012/2013

Percentagens de Positivas dos resultados obtidos desde 2008/09

2008/2009

2009/2010

2010/2011

2011/2012

2012/2013

83,5%

82,5%

88,9%

77,1%

39%

Analisando comparativamente os resultados alcançados nos últimos cinco anos, pode
concluir-se que estes foram sempre bastante satisfatórios, sendo este ano letivo, aquele
que apresentou o pior resultado, com uma percentagem negativa. Saliente-se, que a
nível nacional, os resultados também registaram uma quebra por comparação a 2012.
Alguns alunos, sobretudo aqueles que ficaram retidos no ano letivo transato, revelaram
interesses que não convergiam com as aprendizagens curriculares. Os seus interesses
culturais eram escassos e pouco diversificados. Manifestaram uma tendência para a
desvalorização dos espaços de educação e formação enquanto essenciais para o seu
desenvolvimento pessoal e social.

8
Medidas a adotar para o ano letivo 2013/14
- Dar continuidade à ação de melhoria número um: Identificação dos fatores que
explicam os resultados dos exames nacionais do ensino básico, em português e em
matemática.
-Realização, no início do ano letivo, de reuniões com a presença dos professores
que lecionaram os quintos anos, de modo a que sejam dadas a conhecer as
características dos alunos;
-Maior articulação entre os professores de Português dos vários ciclos de ensino
(1º, 2º e 3º ciclos);
- Criação de espaços e grupos de trabalho;
-Reflexão sobre as práticas didáticas em departamento;
-Avaliação diagnóstica no início do ano letivo;
-Realização de atividades que coletivamente forem definidas no âmbito de

planos de recuperação, de acompanhamento ou de desenvolvimento de alunos;
-Recurso a diversas estratégias, sempre ajustadas aos objetivos, aos conteúdos,

às características e às necessidades dos alunos;
-Participação dos docentes em ações de formação, de preferência que decorram
na própria escola com vista a um enriquecimento profissional e de acordo com as
necessidades dos mesmos.
- Maior envolvimento dos encarregados de educação.
- Articulação com o PNL/PNEP e com as atividades da Biblioteca Escolar.
-Exploração de diferentes tipologias de questões textuais (literal, inferencial…)
-Planificação de atividades, tendo por base os documentos orientadores do
Programa, disponíveis no sítio do min-edu.pt (ex: brochuras do PNEP; Orientações
metodológicas de apoio aos novos programas Escrita e Leitura e brochuras do PNL);
-Promoção da autonomia dos alunos.

Cuba, 17 de julho de 2013

A Coordenadora de Departamento

O professor da Turma +

Maria Fernanda Rodrigues Rito

João Jorge Aguiar

____________________________

____________________________
9
10

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Material Prova Brasil
Material Prova BrasilMaterial Prova Brasil
Material Prova BrasilAna Claudia
 
Formação recomposição da Aprendizagem
Formação recomposição da Aprendizagem Formação recomposição da Aprendizagem
Formação recomposição da Aprendizagem carmensilva723002
 
Guia elaboracao itens_provinha_brasil
Guia elaboracao itens_provinha_brasilGuia elaboracao itens_provinha_brasil
Guia elaboracao itens_provinha_brasilGladyston Augusto
 
Reunião com professores coordenadores e diretores de emef e emefei julho 2013
Reunião com professores coordenadores e diretores de emef e emefei julho 2013Reunião com professores coordenadores e diretores de emef e emefei julho 2013
Reunião com professores coordenadores e diretores de emef e emefei julho 2013Rosemary Batista
 
A prova Brasil e o ensino da Lingua Portuguesa
A  prova  Brasil e o ensino da Lingua PortuguesaA  prova  Brasil e o ensino da Lingua Portuguesa
A prova Brasil e o ensino da Lingua PortuguesaEditora Moderna
 
Circuito CampeãO Oficina
Circuito CampeãO  OficinaCircuito CampeãO  Oficina
Circuito CampeãO OficinaCleidiomar
 
Jornal s.r.encontro agosto 2013
Jornal s.r.encontro agosto 2013Jornal s.r.encontro agosto 2013
Jornal s.r.encontro agosto 2013pipatcleopoldina
 
Avaliação recuperação
Avaliação recuperaçãoAvaliação recuperação
Avaliação recuperaçãoGilson Trajano
 
Doc2 relatório igec aee2012 ag cuba
Doc2 relatório igec aee2012 ag cubaDoc2 relatório igec aee2012 ag cuba
Doc2 relatório igec aee2012 ag cubamfcpestana
 
Slide oficina avaliação na alfabetização
Slide oficina avaliação na alfabetizaçãoSlide oficina avaliação na alfabetização
Slide oficina avaliação na alfabetizaçãoProalfacabofrio
 
A gestão da escola aprendente
A gestão da escola aprendenteA gestão da escola aprendente
A gestão da escola aprendentetelasnorte1
 
Resultados Provas de Aferição 2011
Resultados Provas de Aferição 2011Resultados Provas de Aferição 2011
Resultados Provas de Aferição 2011David Azevedo
 

Mais procurados (19)

Material Prova Brasil
Material Prova BrasilMaterial Prova Brasil
Material Prova Brasil
 
Formação recomposição da Aprendizagem
Formação recomposição da Aprendizagem Formação recomposição da Aprendizagem
Formação recomposição da Aprendizagem
 
2ª formação AAP 2015
2ª formação   AAP 20152ª formação   AAP 2015
2ª formação AAP 2015
 
Guia elaboracao itens_provinha_brasil
Guia elaboracao itens_provinha_brasilGuia elaboracao itens_provinha_brasil
Guia elaboracao itens_provinha_brasil
 
Reunião com professores coordenadores e diretores de emef e emefei julho 2013
Reunião com professores coordenadores e diretores de emef e emefei julho 2013Reunião com professores coordenadores e diretores de emef e emefei julho 2013
Reunião com professores coordenadores e diretores de emef e emefei julho 2013
 
A prova Brasil e o ensino da Lingua Portuguesa
A  prova  Brasil e o ensino da Lingua PortuguesaA  prova  Brasil e o ensino da Lingua Portuguesa
A prova Brasil e o ensino da Lingua Portuguesa
 
Plano de Melhoria - TEIP3
Plano de Melhoria - TEIP3Plano de Melhoria - TEIP3
Plano de Melhoria - TEIP3
 
Circuito CampeãO Oficina
Circuito CampeãO  OficinaCircuito CampeãO  Oficina
Circuito CampeãO Oficina
 
Jornal s.r.encontro agosto 2013
Jornal s.r.encontro agosto 2013Jornal s.r.encontro agosto 2013
Jornal s.r.encontro agosto 2013
 
Avaliação recuperação
Avaliação recuperaçãoAvaliação recuperação
Avaliação recuperação
 
SEMED
SEMEDSEMED
SEMED
 
Ideb
IdebIdeb
Ideb
 
Doc2 relatório igec aee2012 ag cuba
Doc2 relatório igec aee2012 ag cubaDoc2 relatório igec aee2012 ag cuba
Doc2 relatório igec aee2012 ag cuba
 
Slide oficina avaliação na alfabetização
Slide oficina avaliação na alfabetizaçãoSlide oficina avaliação na alfabetização
Slide oficina avaliação na alfabetização
 
A gestão da escola aprendente
A gestão da escola aprendenteA gestão da escola aprendente
A gestão da escola aprendente
 
Jornada pedagogica
Jornada pedagogicaJornada pedagogica
Jornada pedagogica
 
Resultados Provas de Aferição 2011
Resultados Provas de Aferição 2011Resultados Provas de Aferição 2011
Resultados Provas de Aferição 2011
 
Saers 2008
Saers 2008Saers 2008
Saers 2008
 
Congresso recife-2013-jc-g
Congresso recife-2013-jc-gCongresso recife-2013-jc-g
Congresso recife-2013-jc-g
 

Destaque

Ficha Português 6º ano
Ficha Português 6º anoFicha Português 6º ano
Ficha Português 6º anoLuis Barreto
 
Actosilocutorios fichatrabalho
Actosilocutorios fichatrabalhoActosilocutorios fichatrabalho
Actosilocutorios fichatrabalhoelisimcar
 
Space: English Language
Space: English LanguageSpace: English Language
Space: English LanguageA. Simoes
 
Ficha formativa cel gramática 6º ano_português
Ficha formativa cel gramática 6º ano_portuguêsFicha formativa cel gramática 6º ano_português
Ficha formativa cel gramática 6º ano_portuguêsAna Pereira
 
Ficha sobre os quantificadores1
Ficha sobre os quantificadores1Ficha sobre os quantificadores1
Ficha sobre os quantificadores1Sílvia Baltazar
 
Ficha de Avaliação - 6º Ano - As Invasões Francesas/ A revolução Liberal de 1822
Ficha de Avaliação - 6º Ano - As Invasões Francesas/ A revolução Liberal de 1822Ficha de Avaliação - 6º Ano - As Invasões Francesas/ A revolução Liberal de 1822
Ficha de Avaliação - 6º Ano - As Invasões Francesas/ A revolução Liberal de 1822maria.antonia
 
Ficha Português tipo exame 6º ano
Ficha Português tipo exame 6º anoFicha Português tipo exame 6º ano
Ficha Português tipo exame 6º anopatriciacruz80
 
Saber e fazer 6º ano aluno
Saber e fazer 6º ano   alunoSaber e fazer 6º ano   aluno
Saber e fazer 6º ano alunoCaroline Barbosa
 

Destaque (13)

Lição nº 55
Lição nº 55Lição nº 55
Lição nº 55
 
Nome
NomeNome
Nome
 
Ficha revisao 6.º Ano
Ficha revisao 6.º AnoFicha revisao 6.º Ano
Ficha revisao 6.º Ano
 
Facto e opinião
Facto e opiniãoFacto e opinião
Facto e opinião
 
Ficha Português 6º ano
Ficha Português 6º anoFicha Português 6º ano
Ficha Português 6º ano
 
Actosilocutorios fichatrabalho
Actosilocutorios fichatrabalhoActosilocutorios fichatrabalho
Actosilocutorios fichatrabalho
 
Space: English Language
Space: English LanguageSpace: English Language
Space: English Language
 
Study abroad
Study abroad Study abroad
Study abroad
 
Ficha formativa cel gramática 6º ano_português
Ficha formativa cel gramática 6º ano_portuguêsFicha formativa cel gramática 6º ano_português
Ficha formativa cel gramática 6º ano_português
 
Ficha sobre os quantificadores1
Ficha sobre os quantificadores1Ficha sobre os quantificadores1
Ficha sobre os quantificadores1
 
Ficha de Avaliação - 6º Ano - As Invasões Francesas/ A revolução Liberal de 1822
Ficha de Avaliação - 6º Ano - As Invasões Francesas/ A revolução Liberal de 1822Ficha de Avaliação - 6º Ano - As Invasões Francesas/ A revolução Liberal de 1822
Ficha de Avaliação - 6º Ano - As Invasões Francesas/ A revolução Liberal de 1822
 
Ficha Português tipo exame 6º ano
Ficha Português tipo exame 6º anoFicha Português tipo exame 6º ano
Ficha Português tipo exame 6º ano
 
Saber e fazer 6º ano aluno
Saber e fazer 6º ano   alunoSaber e fazer 6º ano   aluno
Saber e fazer 6º ano aluno
 

Semelhante a Doc6a exames 6.º ano

Resultados key for schools
Resultados key for schoolsResultados key for schools
Resultados key for schoolsAida Fonseca
 
Guia de correção e interpretação de resultados
Guia de correção e interpretação de resultadosGuia de correção e interpretação de resultados
Guia de correção e interpretação de resultadospipatcleopoldina
 
Prova saerj matemática sexto ano
Prova saerj matemática sexto anoProva saerj matemática sexto ano
Prova saerj matemática sexto anoRodolfo Freitas
 
Key for schools (resultados2014)
Key for schools (resultados2014)Key for schools (resultados2014)
Key for schools (resultados2014)Prof_Infinito
 
Prova saerj matemática nono ano
Prova saerj matemática nono anoProva saerj matemática nono ano
Prova saerj matemática nono anoRodolfo Freitas
 
Prova saerj matemática terceiro ano
Prova saerj matemática terceiro anoProva saerj matemática terceiro ano
Prova saerj matemática terceiro anoRodolfo Freitas
 
Apresentação do Gabinete de Autoavaliação
Apresentação do Gabinete de Autoavaliação Apresentação do Gabinete de Autoavaliação
Apresentação do Gabinete de Autoavaliação gabavaliacaomontenegro
 
Doc8 relatório csh global - 12-13
Doc8 relatório csh   global - 12-13Doc8 relatório csh   global - 12-13
Doc8 relatório csh global - 12-13mfcpestana
 
Apresentação Programa de Reestruturação Mais Educação SP
Apresentação Programa de Reestruturação Mais Educação SPApresentação Programa de Reestruturação Mais Educação SP
Apresentação Programa de Reestruturação Mais Educação SPFabio Rogerio Nepomuceno
 
Avaliacao provas aferição2015-2016
Avaliacao provas aferição2015-2016Avaliacao provas aferição2015-2016
Avaliacao provas aferição2015-2016pr_afsalbergaria
 
Apresentação dos resultados escolares à comunidade 2010_2011
Apresentação dos resultados escolares à comunidade 2010_2011Apresentação dos resultados escolares à comunidade 2010_2011
Apresentação dos resultados escolares à comunidade 2010_2011gabavaliacaomontenegro
 
prova-brasil-lingua-port-Prof.pdf
prova-brasil-lingua-port-Prof.pdfprova-brasil-lingua-port-Prof.pdf
prova-brasil-lingua-port-Prof.pdfCaroline Assis
 
Apresentação do PMSE aos Pais e EE 2010-2011
Apresentação do PMSE aos Pais e EE 2010-2011Apresentação do PMSE aos Pais e EE 2010-2011
Apresentação do PMSE aos Pais e EE 2010-2011Cristina Couto Varela
 
17 plano de acompanhamento pedagógico
17 plano de acompanhamento pedagógico17 plano de acompanhamento pedagógico
17 plano de acompanhamento pedagógicoCesé Bragança
 
Reunião com pais de alunos dos nonos anos1503
Reunião com pais de alunos  dos nonos anos1503Reunião com pais de alunos  dos nonos anos1503
Reunião com pais de alunos dos nonos anos1503Doni Assis
 
Reunião com professoras coordenadoras provinha Brasil 2014
Reunião com professoras coordenadoras provinha Brasil 2014Reunião com professoras coordenadoras provinha Brasil 2014
Reunião com professoras coordenadoras provinha Brasil 2014Rosemary Batista
 
Prova brasil-lingua-port-prof
Prova brasil-lingua-port-profProva brasil-lingua-port-prof
Prova brasil-lingua-port-profCaxambu DIRE
 
Sarem 2013 continuação da devolutiva
Sarem 2013 continuação da devolutivaSarem 2013 continuação da devolutiva
Sarem 2013 continuação da devolutivaRosemary Batista
 
13_10_Estudo e Planejamento Professores da Educação Básica .pptx
13_10_Estudo e Planejamento Professores da Educação Básica .pptx13_10_Estudo e Planejamento Professores da Educação Básica .pptx
13_10_Estudo e Planejamento Professores da Educação Básica .pptxColEstPolivalenteGoi
 

Semelhante a Doc6a exames 6.º ano (20)

Resultados key for schools
Resultados key for schoolsResultados key for schools
Resultados key for schools
 
Guia de correção e interpretação de resultados
Guia de correção e interpretação de resultadosGuia de correção e interpretação de resultados
Guia de correção e interpretação de resultados
 
Prova saerj matemática sexto ano
Prova saerj matemática sexto anoProva saerj matemática sexto ano
Prova saerj matemática sexto ano
 
Key for schools (resultados2014)
Key for schools (resultados2014)Key for schools (resultados2014)
Key for schools (resultados2014)
 
Prova saerj matemática nono ano
Prova saerj matemática nono anoProva saerj matemática nono ano
Prova saerj matemática nono ano
 
Prova saerj matemática terceiro ano
Prova saerj matemática terceiro anoProva saerj matemática terceiro ano
Prova saerj matemática terceiro ano
 
Apresentação do Gabinete de Autoavaliação
Apresentação do Gabinete de Autoavaliação Apresentação do Gabinete de Autoavaliação
Apresentação do Gabinete de Autoavaliação
 
Doc8 relatório csh global - 12-13
Doc8 relatório csh   global - 12-13Doc8 relatório csh   global - 12-13
Doc8 relatório csh global - 12-13
 
Apresentação Programa de Reestruturação Mais Educação SP
Apresentação Programa de Reestruturação Mais Educação SPApresentação Programa de Reestruturação Mais Educação SP
Apresentação Programa de Reestruturação Mais Educação SP
 
Avaliacao provas aferição2015-2016
Avaliacao provas aferição2015-2016Avaliacao provas aferição2015-2016
Avaliacao provas aferição2015-2016
 
Apresentação dos resultados escolares à comunidade 2010_2011
Apresentação dos resultados escolares à comunidade 2010_2011Apresentação dos resultados escolares à comunidade 2010_2011
Apresentação dos resultados escolares à comunidade 2010_2011
 
Desafio profissional ped3
Desafio profissional ped3Desafio profissional ped3
Desafio profissional ped3
 
prova-brasil-lingua-port-Prof.pdf
prova-brasil-lingua-port-Prof.pdfprova-brasil-lingua-port-Prof.pdf
prova-brasil-lingua-port-Prof.pdf
 
Apresentação do PMSE aos Pais e EE 2010-2011
Apresentação do PMSE aos Pais e EE 2010-2011Apresentação do PMSE aos Pais e EE 2010-2011
Apresentação do PMSE aos Pais e EE 2010-2011
 
17 plano de acompanhamento pedagógico
17 plano de acompanhamento pedagógico17 plano de acompanhamento pedagógico
17 plano de acompanhamento pedagógico
 
Reunião com pais de alunos dos nonos anos1503
Reunião com pais de alunos  dos nonos anos1503Reunião com pais de alunos  dos nonos anos1503
Reunião com pais de alunos dos nonos anos1503
 
Reunião com professoras coordenadoras provinha Brasil 2014
Reunião com professoras coordenadoras provinha Brasil 2014Reunião com professoras coordenadoras provinha Brasil 2014
Reunião com professoras coordenadoras provinha Brasil 2014
 
Prova brasil-lingua-port-prof
Prova brasil-lingua-port-profProva brasil-lingua-port-prof
Prova brasil-lingua-port-prof
 
Sarem 2013 continuação da devolutiva
Sarem 2013 continuação da devolutivaSarem 2013 continuação da devolutiva
Sarem 2013 continuação da devolutiva
 
13_10_Estudo e Planejamento Professores da Educação Básica .pptx
13_10_Estudo e Planejamento Professores da Educação Básica .pptx13_10_Estudo e Planejamento Professores da Educação Básica .pptx
13_10_Estudo e Planejamento Professores da Educação Básica .pptx
 

Mais de mfcpestana

Sensibilização da pea
Sensibilização da peaSensibilização da pea
Sensibilização da peamfcpestana
 
Referenciação e avaliação
Referenciação e avaliaçãoReferenciação e avaliação
Referenciação e avaliaçãomfcpestana
 
Do legislador à prática decreto lei 3 2008 de 7 de janeiro
Do legislador à prática decreto   lei 3 2008 de 7 de janeiroDo legislador à prática decreto   lei 3 2008 de 7 de janeiro
Do legislador à prática decreto lei 3 2008 de 7 de janeiromfcpestana
 
Apresentação dec lei 3-2008
Apresentação dec lei 3-2008Apresentação dec lei 3-2008
Apresentação dec lei 3-2008mfcpestana
 
Cif - breve explicitação
Cif - breve explicitaçãoCif - breve explicitação
Cif - breve explicitaçãomfcpestana
 
Doc12 pea 13 17
Doc12 pea 13 17Doc12 pea 13 17
Doc12 pea 13 17mfcpestana
 
Doc13 paa final 12 13
Doc13 paa final 12 13Doc13 paa final 12 13
Doc13 paa final 12 13mfcpestana
 
Doc8a estetisticas csh
Doc8a estetisticas cshDoc8a estetisticas csh
Doc8a estetisticas cshmfcpestana
 
Doc15 resultados escolares 2012_2013
Doc15 resultados escolares 2012_2013Doc15 resultados escolares 2012_2013
Doc15 resultados escolares 2012_2013mfcpestana
 
Doc11a estatisticas expressoes
Doc11a estatisticas expressoesDoc11a estatisticas expressoes
Doc11a estatisticas expressoesmfcpestana
 
Doc10b estetisticas 1ciclo
Doc10b estetisticas 1cicloDoc10b estetisticas 1ciclo
Doc10b estetisticas 1ciclomfcpestana
 
Doc10b estetisticas 1ciclo
Doc10b estetisticas 1cicloDoc10b estetisticas 1ciclo
Doc10b estetisticas 1ciclomfcpestana
 
Doc10 relatório agrupamento 2012 2013
Doc10 relatório agrupamento 2012 2013Doc10 relatório agrupamento 2012 2013
Doc10 relatório agrupamento 2012 2013mfcpestana
 
Doc7c estatisticas matematica
Doc7c estatisticas matematicaDoc7c estatisticas matematica
Doc7c estatisticas matematicamfcpestana
 
Doc6c estatisticas linguas
Doc6c estatisticas linguasDoc6c estatisticas linguas
Doc6c estatisticas linguasmfcpestana
 
Doc4 itens questionários ige
Doc4 itens questionários igeDoc4 itens questionários ige
Doc4 itens questionários igemfcpestana
 
Doc10a análise dos resultados 1.ºc
Doc10a análise dos resultados 1.ºcDoc10a análise dos resultados 1.ºc
Doc10a análise dos resultados 1.ºcmfcpestana
 
Doc11 relatorio aval 3p 12 13 dep expressões
Doc11 relatorio aval 3p 12 13  dep expressõesDoc11 relatorio aval 3p 12 13  dep expressões
Doc11 relatorio aval 3p 12 13 dep expressõesmfcpestana
 

Mais de mfcpestana (20)

Sensibilização da pea
Sensibilização da peaSensibilização da pea
Sensibilização da pea
 
Referenciação e avaliação
Referenciação e avaliaçãoReferenciação e avaliação
Referenciação e avaliação
 
Do legislador à prática decreto lei 3 2008 de 7 de janeiro
Do legislador à prática decreto   lei 3 2008 de 7 de janeiroDo legislador à prática decreto   lei 3 2008 de 7 de janeiro
Do legislador à prática decreto lei 3 2008 de 7 de janeiro
 
Apresentação dec lei 3-2008
Apresentação dec lei 3-2008Apresentação dec lei 3-2008
Apresentação dec lei 3-2008
 
Cif - breve explicitação
Cif - breve explicitaçãoCif - breve explicitação
Cif - breve explicitação
 
Dec 3 2008
Dec 3 2008Dec 3 2008
Dec 3 2008
 
Doc12 pea 13 17
Doc12 pea 13 17Doc12 pea 13 17
Doc12 pea 13 17
 
Doc13 paa final 12 13
Doc13 paa final 12 13Doc13 paa final 12 13
Doc13 paa final 12 13
 
Doc8a estetisticas csh
Doc8a estetisticas cshDoc8a estetisticas csh
Doc8a estetisticas csh
 
Doc15 resultados escolares 2012_2013
Doc15 resultados escolares 2012_2013Doc15 resultados escolares 2012_2013
Doc15 resultados escolares 2012_2013
 
Doc11a estatisticas expressoes
Doc11a estatisticas expressoesDoc11a estatisticas expressoes
Doc11a estatisticas expressoes
 
Doc10b estetisticas 1ciclo
Doc10b estetisticas 1cicloDoc10b estetisticas 1ciclo
Doc10b estetisticas 1ciclo
 
Doc10b estetisticas 1ciclo
Doc10b estetisticas 1cicloDoc10b estetisticas 1ciclo
Doc10b estetisticas 1ciclo
 
Doc10 relatório agrupamento 2012 2013
Doc10 relatório agrupamento 2012 2013Doc10 relatório agrupamento 2012 2013
Doc10 relatório agrupamento 2012 2013
 
Doc7c estatisticas matematica
Doc7c estatisticas matematicaDoc7c estatisticas matematica
Doc7c estatisticas matematica
 
Doc6c estatisticas linguas
Doc6c estatisticas linguasDoc6c estatisticas linguas
Doc6c estatisticas linguas
 
Doc4 itens questionários ige
Doc4 itens questionários igeDoc4 itens questionários ige
Doc4 itens questionários ige
 
Caf educacao
Caf educacaoCaf educacao
Caf educacao
 
Doc10a análise dos resultados 1.ºc
Doc10a análise dos resultados 1.ºcDoc10a análise dos resultados 1.ºc
Doc10a análise dos resultados 1.ºc
 
Doc11 relatorio aval 3p 12 13 dep expressões
Doc11 relatorio aval 3p 12 13  dep expressõesDoc11 relatorio aval 3p 12 13  dep expressões
Doc11 relatorio aval 3p 12 13 dep expressões
 

Último

Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguaKelly Mendes
 
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoasInsegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoasdiegosouzalira10
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptxSanta Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptxMartin M Flynn
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...Eró Cunha
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASyan1305goncalves
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 

Último (20)

Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoasInsegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptxSanta Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 

Doc6a exames 6.º ano

  • 1. Escola Básica Fialho de Almeida - Cuba Relatório Provas Finais Português 2012/ 2013
  • 2. Relatório sobre os resultados obtidos na Prova Final de Português No Agrupamento de Escolas de Cuba, no ano letivo 2012/2013, 39 alunos do sexto ano de escolaridade realizaram o exame de Português, tendo obtido os seguintes resultados: turma A (19 alunos): 53% de positivas; turma B (20 alunos): 25% de positivas; Resultados da Avaliação Externa 2013 6º Ano 39% 61% positivas negativas A análise do gráfico permite verificar que o resultado obtido nos exames nacionais pelos alunos dos sextos anos foi de 39% de positivas e 61% de negativas. 2
  • 3. Níveis obtidos por turma 6º ano 15 9 5 5 4 1 0 0 0 0 turma A turma B 1 2 3 4 5 A análise do gráfico permite verificar os seguintes resultados por turma: 6ºA: nenhum aluno obteve nível um; nove alunos obtiveram nível dois; cinco alunos obtiveram nível três; cinco alunos obtiveram nível quatro e nenhum aluno obteve nível cinco; 6ºB: nenhum aluno obteve nível um; quinze alunos obtiveram nível dois; quatro alunos obtiveram nível três; um aluno obteve nível quatro e nenhum aluno obteve nível cinco. 3
  • 4. Níveis obtidos 6º ano 24 9 6 0 0 1 2 3 4 5 A análise do gráfico permite verificar os resultados dos alunos do 6º ano por nível. Nenhum aluno obteve nível um; vinte e quatro alunos obtiveram nível dois; nove alunos obtiveram nível três; seis alunos obtiveram nível quatro e nenhum aluno obteve nível cinco. 4
  • 5. Classificação por Domínio/ por Turma 100,00% 80,00% 60,00% 40,00% 20,00% 0,00% Leitura/ Escrita CEL Escrita 6ºA 6ºB 52,70% 25% 37% 20% 68,50% 55% Feita a análise das classificações por domínio, conclui-se que os alunos da turma A revelam melhores resultados que os da turma B nos três domínios, manifestando mais dificuldades no Conhecimento Explícito da Língua. Os alunos da turma B apresentam muitas dificuldades nos domínios Leitura/ Escrita e Conhecimento Explícito da Língua. 5
  • 6. Classificação por Domínio - 6º Ano 100,00% 80,00% 60,00% 40,00% 20,00% 0,00% Leitura/ Escrita 38,50% CEL 28,30% Escrita 61,60% A análise das classificações por domínio no total dos alunos do sexto ano revela que estes apresentaram muitas dificuldades no domínio Conhecimento Explícito da Língua, seguido do domínio Leitura/Escrita. É de referir que nestas turmas estavam incluídos alguns alunos que tinham ficado retidos no ano letivo transato e que ao longo do ano manifestaram sempre muita falta de trabalho, de empenho e de estudo. Além destes, também outros revelaram muitas dificuldades de aprendizagem, falta de concentração e muita falta de responsabilidade e de estudo. Os professores de português das turmas levaram a cabo várias estratégias para melhorar o desempenho dos alunos e promover uma cultura de sucesso escolar, com as seguintes atividades: planificação semanal, reflexão sobre as aulas, avaliação formativa, utilização de matrizes e grelhas de correção iguais às dos exames, reflexão sobre as práticas didáticas em departamento; reuniões informais com as diretoras de turma; projeto mais sucesso escolar. 6
  • 7. Comparação nível Nacional e E. B. Cuba 60 51 50 39 40 30 20 10 0 % NACIONAL % NACIONAL % EB CUBA % EB CUBA 7
  • 8. 2008/2009 2009/2010 2010/2011 2011/2012 2012/2013 Percentagens de Positivas dos resultados obtidos desde 2008/09 2008/2009 2009/2010 2010/2011 2011/2012 2012/2013 83,5% 82,5% 88,9% 77,1% 39% Analisando comparativamente os resultados alcançados nos últimos cinco anos, pode concluir-se que estes foram sempre bastante satisfatórios, sendo este ano letivo, aquele que apresentou o pior resultado, com uma percentagem negativa. Saliente-se, que a nível nacional, os resultados também registaram uma quebra por comparação a 2012. Alguns alunos, sobretudo aqueles que ficaram retidos no ano letivo transato, revelaram interesses que não convergiam com as aprendizagens curriculares. Os seus interesses culturais eram escassos e pouco diversificados. Manifestaram uma tendência para a desvalorização dos espaços de educação e formação enquanto essenciais para o seu desenvolvimento pessoal e social. 8
  • 9. Medidas a adotar para o ano letivo 2013/14 - Dar continuidade à ação de melhoria número um: Identificação dos fatores que explicam os resultados dos exames nacionais do ensino básico, em português e em matemática. -Realização, no início do ano letivo, de reuniões com a presença dos professores que lecionaram os quintos anos, de modo a que sejam dadas a conhecer as características dos alunos; -Maior articulação entre os professores de Português dos vários ciclos de ensino (1º, 2º e 3º ciclos); - Criação de espaços e grupos de trabalho; -Reflexão sobre as práticas didáticas em departamento; -Avaliação diagnóstica no início do ano letivo; -Realização de atividades que coletivamente forem definidas no âmbito de planos de recuperação, de acompanhamento ou de desenvolvimento de alunos; -Recurso a diversas estratégias, sempre ajustadas aos objetivos, aos conteúdos, às características e às necessidades dos alunos; -Participação dos docentes em ações de formação, de preferência que decorram na própria escola com vista a um enriquecimento profissional e de acordo com as necessidades dos mesmos. - Maior envolvimento dos encarregados de educação. - Articulação com o PNL/PNEP e com as atividades da Biblioteca Escolar. -Exploração de diferentes tipologias de questões textuais (literal, inferencial…) -Planificação de atividades, tendo por base os documentos orientadores do Programa, disponíveis no sítio do min-edu.pt (ex: brochuras do PNEP; Orientações metodológicas de apoio aos novos programas Escrita e Leitura e brochuras do PNL); -Promoção da autonomia dos alunos. Cuba, 17 de julho de 2013 A Coordenadora de Departamento O professor da Turma + Maria Fernanda Rodrigues Rito João Jorge Aguiar ____________________________ ____________________________ 9
  • 10. 10