DOR NO PESCOÇO E DOR
IRRADIADA PARA O BRAÇO
Alambert,PA
RELATO DO CASO


F.H.D.,36 anos,feminina,refere que há 3 meses
vem apresentando quadro de dor no pescoço e
irradiação de ...
EXAME FÍSICO DA COLUNA
CERVICAL


Coluna Vertebral

Curvaturas fisiológicas
-Cifose torácica e sacral
-Lordose cervical e...
LORDOSE CERVICAL E LOMBAR
PALPAÇÃO DA COLUNA CERVICAL
EXAME FÍSICO DA COLUNA
CERVICAL


ESTUDO DA MOBILIDADE

1-Rotação (D/E)
2-Flexão / Extensão
3-Flexão lateral ou Lateraliz...
TESTE DE ADSON- COMPRESSÃO
DA SUBCLÁVIA


Com o paciente em posição sentada, mãos
repousando sobre as coxas, o examinador...
EXAME NEUROLÓGICO C5
1-Motricidade: m. deltóide e m. bíceps
 2-Reflexo: bicipital
 3-Sensibilidade: dermátomo de C5

EXAME NEUROLÓGICO C7
1-Motricidade: m. tríceps e m. flexores do
punho e m.extensores dos dedos
 2-Reflexo: tricipital
 3...
TESTE DE SPURLING
A cabeça do paciente é rodada,de forma
passiva, para o lado da dor e estendida.
Uma leve pressão, direci...
EXAME FÍSICO DO CASO
APRESENTADO
Teste de Spurling positivo a esquerda
Reflexo braquioradial diminuido a esquerda
Sensibil...
EXAMES SUBSIDIÁRIO
RXSinais indiretos
 RNMpadrão -ouro
 ENM Quando cirurgia for cogitada

RNM
HERNIA DE DISCO CERVICAL
As hérnias discais são patologias que fazem parte
do quadro de degeneração da coluna, tendo sua
o...
HERNIA DE DISCO CERVICAL
Hérnias discais cervicais assintomáticas estão
presentes em pelo menos 25% das pessoas de 50
anos...
HERNIA DE DISCO CERVICAL



Do ponto vista anatômico, as hérnias discais
cervicais são muito semelhantes às da região
lom...
QUADRO CLÍNICO
Os sintomas das hérnias cervicais, devido sua
localização na parte mais alta da coluna faz com
elas atinjam...
QUADRO CLÍNICO



As hérnias cervicais podem ser responsáveis por
três tipos principais de sintomas: cervicalgia,
braquia...
CERVICALGIA


A cervicalgia nada mais é do que dor no pescoço,
na região cervical. Embora seja muito freqüente
nos caso d...
BRAQUIALGIA
Braquialgia é a dor irradiada para o braço, que
vem a ser o sintoma mais típico da hérnia discal
cervical. Ger...
MIELOPATIA
A mielopatia é o quadro provocado pela
compressão da medula cervical. Nem todas as
hérnias cervicais comprimem ...
DIAGNÓSTICOS DIFERENCIAIS
Radiculite cervical
 Distensão cervical
 Dor miofascial cervical
 Síndrome facetária
 Neural...
TRATAMENTO
FISIOTERRAPIA-Mecânica postural, exercícios
de fortalecimento.
 AINES
 GELO
 RELAXANTE MUSCULAR
 GABAPENTIN...
Dor no pescoço e dor irradiada para o
Dor no pescoço e dor irradiada para o
Dor no pescoço e dor irradiada para o
Dor no pescoço e dor irradiada para o
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Dor no pescoço e dor irradiada para o

1.311 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Dor no pescoço e dor irradiada para o

  1. 1. DOR NO PESCOÇO E DOR IRRADIADA PARA O BRAÇO Alambert,PA
  2. 2. RELATO DO CASO  F.H.D.,36 anos,feminina,refere que há 3 meses vem apresentando quadro de dor no pescoço e irradiação de dor intermitente, em choque, para a face radial do braço, antebraço e polegar esquerdo. Virar a cabeça na direção da dor tende a exacerbar os sintomas.
  3. 3. EXAME FÍSICO DA COLUNA CERVICAL  Coluna Vertebral Curvaturas fisiológicas -Cifose torácica e sacral -Lordose cervical e lombar -Acentuação ou retificação das curvaturas
  4. 4. LORDOSE CERVICAL E LOMBAR
  5. 5. PALPAÇÃO DA COLUNA CERVICAL
  6. 6. EXAME FÍSICO DA COLUNA CERVICAL  ESTUDO DA MOBILIDADE 1-Rotação (D/E) 2-Flexão / Extensão 3-Flexão lateral ou Lateralização (D/E)
  7. 7. TESTE DE ADSON- COMPRESSÃO DA SUBCLÁVIA  Com o paciente em posição sentada, mãos repousando sobre as coxas, o examinador palpa ambos os pulsos radiais quando o paciente rapidamente enche os pulmões com inspiração profunda e, contendo a respiração, hiperestende o pescoço e vira a cabeça para o lado 'afetado'. Se o pulso radial naquele lado for obliterado, o resultado é considerado positivo
  8. 8. EXAME NEUROLÓGICO C5 1-Motricidade: m. deltóide e m. bíceps  2-Reflexo: bicipital  3-Sensibilidade: dermátomo de C5 
  9. 9. EXAME NEUROLÓGICO C7 1-Motricidade: m. tríceps e m. flexores do punho e m.extensores dos dedos  2-Reflexo: tricipital  3-Sensibilidade: dermátomo de C7 
  10. 10. TESTE DE SPURLING A cabeça do paciente é rodada,de forma passiva, para o lado da dor e estendida. Uma leve pressão, direcionada para baixo, é então exercida sobre o topo da cabeça.
  11. 11. EXAME FÍSICO DO CASO APRESENTADO Teste de Spurling positivo a esquerda Reflexo braquioradial diminuido a esquerda Sensibilidade diminuida no polegar esquerdo
  12. 12. EXAMES SUBSIDIÁRIO RXSinais indiretos  RNMpadrão -ouro  ENM Quando cirurgia for cogitada 
  13. 13. RNM
  14. 14. HERNIA DE DISCO CERVICAL As hérnias discais são patologias que fazem parte do quadro de degeneração da coluna, tendo sua origem ligada ao desgaste das estruturas do disco.  Se a coluna lombar sofre principalmente por ser a região que suporta maiores cargas, a coluna cervical também sofre um desgaste muito grande, principalmente devido a sua grande mobilidade. 
  15. 15. HERNIA DE DISCO CERVICAL Hérnias discais cervicais assintomáticas estão presentes em pelo menos 25% das pessoas de 50 anos.  As hérnias discais sintomáticas, quer dizer, aquelas que provocam problemas clínicos, e são consideradas uma doença, ocorrem também na região cervical, apresentando um quadro de sintomas bastante diferenciado. 
  16. 16. HERNIA DE DISCO CERVICAL  Do ponto vista anatômico, as hérnias discais cervicais são muito semelhantes às da região lombar, ou seja, tratam-se de fragmentos do disco intervertebral que se deslocam, devido a rupturas ocorridas na periferia do disco, e acabam comprimindo as estruturas nervosas próximas .
  17. 17. QUADRO CLÍNICO Os sintomas das hérnias cervicais, devido sua localização na parte mais alta da coluna faz com elas atinjam nervos com distribuições bem distintas.  As hérnias cervicais podem provocar sintomas não só de compressão dos nervos, mas também de compressão da própria medula. 
  18. 18. QUADRO CLÍNICO  As hérnias cervicais podem ser responsáveis por três tipos principais de sintomas: cervicalgia, braquialgia, e mielopatia.
  19. 19. CERVICALGIA  A cervicalgia nada mais é do que dor no pescoço, na região cervical. Embora seja muito freqüente nos caso de hérnia, a dor cervical é um sintoma pouco específico, que pode ser causado por inúmeros problemas além das hérnias cervicais, desde a má postura, até as deformidades do pescoço.
  20. 20. BRAQUIALGIA Braquialgia é a dor irradiada para o braço, que vem a ser o sintoma mais típico da hérnia discal cervical. Geralmente esta braquialgia vem acompanhada de dor cervical, podendo então ser chamada de cervicobraquialgia.  Esta dor é provocada pela compressão que a hérnia faz nas raízes dos nervos que se distribuem nos braços, sendo equivalente à dor ciática, 
  21. 21. MIELOPATIA A mielopatia é o quadro provocado pela compressão da medula cervical. Nem todas as hérnias cervicais comprimem a medula, apenas aquelas de tamanho maior, e que se deslocam para a parte mais central do canal  A existência de mielopatia significa sofrimento do tronco nervoso principal daquela região, existindo risco de lesões definitivas, irreversíveis, que podem comprometer os movimentos e a sensibilidade de todo o corpo do pescoço para baixo, deixando seqüelas muito graves. 
  22. 22. DIAGNÓSTICOS DIFERENCIAIS Radiculite cervical  Distensão cervical  Dor miofascial cervical  Síndrome facetária  Neuralgia occipital  Dor discogênica  Mielopatia cervical  Síndrome do Desfiladeiro torácico  Síndrome de Parsonage-Turner 
  23. 23. TRATAMENTO FISIOTERRAPIA-Mecânica postural, exercícios de fortalecimento.  AINES  GELO  RELAXANTE MUSCULAR  GABAPENTINA  PREGABALINA  INFILTRAÇÃO EPIDURAL  CIRURGIA 

×