Maquiavel, vida e obra: O Príncipe.

340 visualizações

Publicada em

Seminário apresentado na disciplina de Ciências Políticas sobre as principais ideias contidas no livro "O príncipe".

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
340
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Platao defendia um governo ideal dirigido por reis filosofos que sao capazes de discernir o bem

    Deve ser (aquilo que deve ser) e a subtituicao pelo que ele é
  • Para ele chegar a esta conclusao ele se baseia no metodo da verdade efetiva.
  • Todas as sociedades tem um lado dominante e um dominador;
    Uma quer dominar mas a outra não quer ser dominada;
    Entao caba ao principe criar um mecanismo de gerar a estabilidade entre as duas
  • O Príncipe nao pode agir como um ditador pois ele tem que dar esperanças ao seu povo, cumprindo o seu papel político de regenerar a sua nacao pois a partir disso tera condicoes de se tornar uma republica.
  • fortuna : Ou seja é baseada nas circunstâncias do tempo;
    É a ordem das coisas
    Virtu: forma como voce vai decidir de acordo com as variaveis que estao acontencendo em sua volta.
    Segundo Maquiavel, a virtù tem dois componentes: a força e a razão. A força é energia criadora e violência física, já a razão é sancionada pela prática política, o conhecimento do que já triunfou e a previsão do que provavelmente poderá triunfar.
    A virtude é em geral, “habilidade natural”, e a virtude política do príncipe é um complexo de força, astúcia, e capacidade de dominar a situação: esta virtude se sabe contrapor-se à sorte, mesmo que no melhor dos casos, pela metade, as coisas humanas dependem quase sempre da sorte.

  • Maquiavel, vida e obra: O Príncipe.

    1. 1. Bruno Max Franscisco Ranom Judson Barbosa Marcelo Castro Marcos Vinicius
    2. 2. Vida Nicolau Maquiavel foi um importante historiador, diplomata, filósofo, estadista e político italiano da época do Renascimento. Nasceu na cidade italiana de Florença em 3 de maio de 1469. Em 1512, foi preso, torturado e morreu pobre e solitário, na mesma cidade, em 21 de junho de 1527. Aos 29 anos de idade, ingressou na vida política, exercendo o cargo de secretário da Segunda Chancelaria da República de Florença. Dedicou seu tempo e conhecimentos para a produção de obras de análise política e social.
    3. 3. Obras “O príncipe” - 1513 publicado em 1531 “Mandrágora” – 1515 publicado em 1524 “A arte da guerra” – 1519 - 1520 “Discursos sobre a primeira década de Tito Lívio” - 1513 à 1521 “Vita de Castruccio Castracani” -1520 “Istorie Fiorentine” 1520 -1525 “Clizia e Andria” - 1524 “Bel Fagor” - 1524
    4. 4. É um tratado político com 26 capítulos, além de uma dedicatória a Lorenzo II de Médici (1492 - 1519), Duque de Urbino; Descreve as maneiras de conduzir-se nos negócios públicos internos e externos, e fundamentalmente, como conquistar e manter um principado; Em vista da situação política italiana no período renascentista, aponta o principado como solução intermediária para unificar a Itália.
    5. 5. O príncipe Do capítulo 1 ao 15, são tratadas as formas de poder e os principais tipos de governo; Capítulo 15: Vícios; Capítulo 16: Liberdade como palavra; Capítulo 17: Crueldade e Piedade; Capítulo 18: Força e Lei;
    6. 6. O príncipe Capítulo 19: As conspirações; Do Capítulo 20 ao 23, explica como o governante deve controlar e manter o povo feliz; Capítulo 24: Lembrança de perda do Estado de outros Príncipes; Nos capítulos 25 e 26: São retratados ensinamentos de unificação e o desejo de Maquiavel de Unificar a Itália.
    7. 7. Base do pensamento de Maquiavel Verdade efetiva das coisas (Realismo Político); Natureza humana; Força de oposição; Principado e república; Virtù e fortuna
    8. 8. Verdade efetiva das coisas Vai de encontro a ideia de Platao em ‘A república’; Estado deve ser pensado por aquilo que ele realmente é, e não por aquilo que nos desejamos que ele fosse; Dever ser Ser
    9. 9. Natureza humana Características peculiar do ser humano que independem do tempo e do espaço, pois serão comum a todos; O Homem é ingrato, volúvel, simulador, covarde diante do medo, ávidos por riqueza.
    10. 10. Força de oposição São forças presentes na sociedade; Uma dominante e a outra a dominada; Cabe ao príncipe busca o equilíbrio entre elas.
    11. 11. Principado e república Anseia a volta da república romana baseada sobre a liberdade e sobre os bons costumes; Dever do príncipe é agir como um fundador/ educador; Formação de uma república.
    12. 12. Fortuna x Virtù Diz respeito ao tempo, a sorte; Ordem das coisas diante de uma situação; Aquilo que esta acontecendo em volta do principe. Controle flexível, habilidade; Decidir diante de circunstâncias diferentes; Força e razão; Fundamental para a manutenção do poder.
    13. 13. Curiosidades “Os fins justificam os meios” não é uma frase de Maquiavel, mas uma inferência a partir de suas ideias ; “Maquiavélico” é um termo atribuído àquelas pessoas que praticam atos desleais (até mesmo violentos) para obter vantagens, manipulando as pessoas, mas injustamento atribuído a Maquiavel, pois este sempre defendeu a ética na política.
    14. 14. Os Dez Mandamentos de Maquiavel 1- Zelai apenas por vossos interesses; 2- Não honreis a mais ninguém além de vós; 3- Fazei o mal, mas fingi fazer o bem; 4- Cobiçai e procurai fazer tudo o que puderes; 5- Sede miseráveis; 6- Sede brutais; 7- Lograi o próximo toda vez que puderdes; 8- Matai os vossos inimigos e, se for necessário, os vossos amigos; 9- Usai a força em vez da bondade ao tratardes com o próximo; 10- Pensai exclusivamente na guerra.
    15. 15. Bruno Max Franscisco Ranom Judson Barbosa Marcelo Castro Marcos Vinicius

    ×