2 ano slides

758 visualizações

Publicada em

slides do 2 ano

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
758
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
257
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

2 ano slides

  1. 1. Nicolau Maquiavel (1469, Florença - 1527, Florença) -Família paupérrima -Estudos limitados: latim, grego e ábaco -Trabalhou como auxiliar de chanceler até ser promovido a secretário da Chancelaria de Florença -Morre obscuramente e muito pobre.
  2. 2. Estado ideal Príncipe/rei ideal Governo ideal Como a política realmente funciona? REALISMO POLÍTICO
  3. 3. “Chegamos assim à questão de saber se é melhor ser amado do que temido. A resposta é que seria desejável ser ao mesmo tempo amado e temido, mas que, como tal combinação é difícil, é muito mais seguro ser temido, se for preciso optar”. Nicolau Maquiavel
  4. 4. ESTADO BOM CIDADÃO EDUCAÇÃO MORAL RELIGIÃO LEIS BONS COSTUMES
  5. 5. Coincidência ou Coexistência?
  6. 6. Dilma embora tenha sido eleita pelo povo, só chegou ao poder graças as alianças políticas (PT e PMDB). Maquiavel alerta: “Quando o príncipe é posto pelo povo, ele é amado do povo e deve ter cuidado com os poderosos, embora os poderosos não venham a ter tanta força, visto que o apoio do povo inibe a rebelião da elite” (MAQUIAVEL,1513)
  7. 7. Logo no início do seu governo, Dilma teve problemas com um dos seus maiores aliados até então, o PMBD. Isso por que não demorou muito, o PMBD começou a querer a primeira fatia do bolo. Maquiavel disse: “os aliados não podem ser mais fortes do que o príncipe”. Se isso viesse a acontecer, no caso, a presidenta Dilma cedesse ao PMBD, ela estaria colocando o seu governo em risco. (MAQUIAVEL, 1513) Diante dessa problemática, ela usa da astúcia da raposa, aderindo às ideias de Maquiavel. Dilma saiu de cena da mídia, passou a ficar mais nos bastidores. Isso porque o seu antecessor, o Lula, era bastante popular e não saía da mídia. Se ela ficasse na mídia, o que ela viesse a fazer não teria muito efeito, tendo em vista os bons feitos de Lula, ou seja, ela estaria em desvantagem, pois se porventura ela desagradasse o povo, por mínimo que seja, a repercussão seria enorme diante da mídia e do povo.
  8. 8. (24 de novembro de 1632, Amsterdã — 21 de fevereiro de 1677, Haia)
  9. 9. “Tudo o que existe, existe em Deus, pois sem Deus nada pode existir nem ser concebido.” SPINOZA. Ética.
  10. 10. Entendo por Deus um ser absolutamente infinito, isto é, uma substância constituída por uma infinidade de atributos, cada um dos quais exprime uma essência eterna e infinita.
  11. 11. SUBSTÂNCIA MUNDO REAL SUBSTÂNCIA SUBSTÂNCIA SUBSTÂNCIA
  12. 12. Deus sive Natura. ...Deus é a natureza.
  13. 13. TRANSCENDENTE (CRISTIANISMO) IMANENTE (SPINOZA)
  14. 14. PANTEÍSMO
  15. 15. Somos constituídos de forma a crer facilmente no que esperamos, dificilmente no que nos atemoriza, e a fazer respectivamente muito ou pouco caso de uma coisa ou de outra. Daí nasceram as superstições pelas quais os homens são por toda parte dominados.
  16. 16. as capelas românicas. Admiro as igrejas góticas. Mas a humanidade, que as construiu, e o mundo, que as contém, me ensinam mais que elas.”
  17. 17. A ética nada mais é que um conjunto mecânico de ações naturalmente ordenadas. Uma boa ação significa uma reinserção do indivíduo na ordem natural do mundo a qual é concatenada com a sua ordem geométrica.
  18. 18. Blaise Pascal o filósofo do coração
  19. 19. A certeza científica nunca será uma certeza para a vida.
  20. 20. Conhecemos a verdade não só pela razão, mas sim, também pelo coração.
  21. 21. O silêncio eterno desse espaço infinito me apavora...
  22. 22. Um ser infinitamente incapaz de compreender tanto o fim das coisas como o seu princípio; ambos segredos permanecem ocultos num mistério impenetrável, e lhe é igualmente impossível ver o nada de onde saiu e o infinito que o envolve.
  23. 23. O pecado
  24. 24. TÉDIO
  25. 25. Nada é mais insuportável ao homem do que um repouso total, sem paixões, sem negócios, sem distrações, sem atividade. É o momento em que ele sente o seu nada, seu abandono, sua insuficiência, sua dependência, sua impotência, seu vazio. Subirá do fundo da alma o tédio, o negrume, a tristeza, a pena, o despeito, o desprezo
  26. 26. O coração tem razões que a própria razão desconhece.
  27. 27. É o coração que sente Deus, e não a razão. Eis o que é a fé: Deus sensível ao coração, não à razão.
  28. 28. Apostemos cara ou coroa, a favor da existência de Deus. Se ganhamos, ganhamos tudo. Se perdemos, nada perdemos. Apostai, pois, que ele existe, sem hesitar!

×