A Gestão de Saúde Populacional - Paulo Senra

469 visualizações

Publicada em

Palestra apresentada por Paulo Senra no dia 08/04/2015, no V Fórum Nacional de Políticas de Saúde em Oncologia

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
469
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
23
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Apenas com imagens do Folder. Ainda sem o logo da ASAP
  • Manter o título, incluindo em tópicos os problemas, com utilização de imagens do folder
  • Manter o título, incluindo em tópicos os problemas, com utilização de imagens do folder
  • Manter o título, incluindo em tópicos os problemas, com utilização de imagens do folder
  • Incluir na forma de textos e utilizar as imagens. Teria como a cada palavra, aparecer um texto com o que queremos dizer à sociedade? Isso se encontra no folder, em Ações
  • A Gestão de Saúde Populacional - Paulo Senra

    1. 1. ASAP Paulo Marcos Senra Souza Presidente da ASAP A Gestão da Saúde Populacional
    2. 2. “O sistema de saúde está em uma rota de colisão com as necessidades dos pacientes e a realidade econômica.” “O GANHO EM EXPECTATIVA DE VIDA TEM SIDO MUITO MAIOR COM FATORES EXTERNOS A ATENÇÃO MEDICA , COMO SANEAMENTO , NUTRIÇÃO SAUDAVEL , EXERCICIOS... QUE COM TODA A TECNOLOGIA DE ADIAR A MORTE
    3. 3. Objetivos da ASAP Os objetivos gerais da ASAP são: Reunir empresas e instituições que atuem, administrem e interajam, de forma direta ou indireta, com a saúde das populações. Fornecer ferramentas para estratificar e diminuir os riscos de forma sistematizada, dentro de metodologias científicas com resultados e ganhos comprovados.
    4. 4. Gestão de Saúde Populacional-GSP
    5. 5. DETERMINANTES DA SAUDE • COMPORTAMENTO , PREVENÇÃO 50% • GENETICA 20% • AMBIENTE 20% • ACESSO A ATENÇÃO MEDICA 10% A DESPEITO DO MAIOR GASTO EM ASSISTENCIA DO MUNDO A EXPECTATIVA DE VIDA DO AMERICANO É A 47 DO MUNDO ATRAS DE CUBA E DA BOSNIA
    6. 6. EQUAÇÃO EXPLOSIVA • Direitos universais , amplos e ilimitados • Recursos limitados e escassos , subfinanciamento • Mudança do perfil demográfico – envelhecimento acelerado da população • Revolução tecnológica em drogas , diagnostico e terapêutica • Judicialização da saúde – sintoma de que a conta não fecha
    7. 7. HISTÓRICO • Ate 1988 sistema de saúde foi excludente , para portadores de carteira assinadasacesso pelo INAMPS , a medicina particular para os com algum recurso e para os sem recursos a caridade e os pronto socorros públicos. • Após constituinte 1988 o SUS – sistema único , integral , universal , gratuito – da vacina ao transplante , um dos maiores e mais generosos sistemas de saúde do mundo
    8. 8. MODELO BRASILEIRO • Ate 1988 – saúde na mão dos institutos que foram unificados com a criação do INAMPS • 1988 – constituinte - SUS – proposta - estado de bem estar social como evolução da social democracia européia (45 a 75) • Saúde direito de todos e dever do estado.
    9. 9. TRANSIÇAO • QUEDA NA TAXA DE MORTALIDADE E NATALIDADE • AUMENTO DA EXPECTATIVA DE VIDA • TRANSIÇAO EPIDEMIOLOGICA • TRANSIÇAO DEMOGRAFICA – BONUS DEMOGRAFICO TRANSITORIO
    10. 10. FUTURO • ENVELHECIMENTO DA POPULACAO • PREVALENCIA DE CANCER + DE 500 MIL CASOS POR ANO NO BRASIL • CRIANCAS OBESAS , OBESOS E ENFERMIDADES CORRELATAS • ENFERMIDADES CRONICAS • PROMOÇAO , PREVENCAO , PREDICAO E DIAGNOSTICO • NOVAS TECNOLOGIAS • E HEALTH E MOBILE HEALTH • NOVAS ENFERMIDADES – ALZHEIMER ...
    11. 11. ÚLTIMOS 30 ANOS: ESTAMOS VIVENDO UMA “ EPIDEMIA” DE DOENÇAS CRÔNICAS EM FUNÇÃO DA MUDANÇA DO PERFIL DEMOGRÁFICO. ATUALMENTE OS RECURSOS DE SUPORTE E MANUTENÇÃO DA VIDA SÃO QUASE INFINITOS.
    12. 12. FINANCIAMENTO • Subsetor publico – existe orcamento suficiente para honrar os desafios ??? • Subsetor privado existe renda suficiente para atender as exigencias ??? • Subsetor suplementar existe reserva e orcamento suficiente para honrar os contratos no curto , medio e longo prazo ???
    13. 13. “ TODOS OS PAÍSES DO MUNDO GASTAM BILHÕES DE DÓLARES COM INTERNAÇÕES HOSPITALARES DESNECESSÁRIAS, INCORPORAÇÃO DE TECNOLOGIAS CARAS, E UMA INFINIDADE DE INFORMAÇÕES CLÍNICAS INÚTEIS” "APESAR DE 60% DOS GASTOS COM SAÚDE EM TODO O MUNDO DECORREREM DE DOENÇAS CRÔNICAS, OS SISTEMAS DE SAÚDE SÃO ORGANIZADOS PARA PRIORIZAR AS CONDIÇÕES AGUDAS." (Fonte: Relatório mundial da OMS - Cuidados Inovadores para as doenças crônicas. ) O MODELO ATUAL É SUSTENTAVEL?
    14. 14. CAUSAS (SEGUNDO PORTER) : OS MÉDICOS perderam importância na tomada de decisão; solicitam um volume excessivo de exames diagnósticos, muitos deles redundantes e desnecessários, praticando-se muitas vezes uma medicina vingativa e perdulária; OS PRESTADORES DE SERVIÇOS EM SAÚDE gastam 1/3 do seu tempo com trabalhos burocráticos para atender as exigências dos financiadores ( governo ;operadoras ) Os gastos com planos de saúde tem crescido acima da inflação e do crescimento dos salários . Toda tentativa de acomodar interesses conflitantes fracassou.
    15. 15. PORQUE MAIS MEDICINA NÃO TORNA A POPULAÇÃO MAIS SAUDAVEL ? COMUNICAÇÃO ESTAMOS NA ERA DA INFORMAÇÃO , COMUNICAÇÃO E INTERATIVIDADE ....MAS OS PACIENTES EM GERAL NÃO TEM ACESSO NEM AO TELEFONE NEM AO EMAIL DE SEU MEDICO...... ACOMPANHAMENTO A FEDERAL EXPRESS TEM UM SERVIÇO DE ACOMPANHAMENTO DE ENCOMENDAS BEM MAIS EFETIVO QUE O SEGMENTO DE PACIENTES DE QUALQUER SISTEMA DE SAUDE PRESUNÇÃO O SISTEMA VIGENTE PRESUME QUE TECNOLOGIA , EQUIPAMENTOS , TREINAMENTO , GRIFFE E BOAS INTENÇÕES GERAM AUTOMATICAMENTE OS MELHORES “ DESFECHOS “ ( OUTCOMES ) SEM MEDI-LOS , COMPARA-LOS OU PUBLICA-LOS . DOUTORES DE SEGUNDA CLASSE OS MEDICOS DE ATENÇÃO PRIMARIA COMO PEDIATRAS E CLINICOS GERAIS SÃO TRATADOS COMO PROFISSIONAIS DE SEGUNDA CLASSE FRENTE AOS SUPERESPECIALISTAS
    16. 16. QUALIDADE X QUANTIDADE a principal razão para a superutilização / superfaturamento de procedimentos como diarias de uti adulto e neonatal , consumo de orteses e proteses , consumo de mat med , solicitação de exames de ultima geração é o “ premio “ > > pagamento por quantidade e nunca pela qualidade
    17. 17. O QUE DEVE SER FEITO ? • SABER ? mapeamento , monitoramentoe e relatorios epidemiologico • PREVER ? metas , estrategias e açoes para reduzir os indicadores previstos • PREVENIR ? Programas de comunicacao , de educacao e de açao para evitar os riscos • TRATAR ? programas de atencao a saude individual
    18. 18. FONTES DE FINANCIAMENTO • Do subsetor publico : impostos desoneraçoes e contribuiçoes • Do subsetor suplementar – empresas familias e individuos que contratam sistemas pos pagos e prepagos • Do subsetor privado – pagamento direto aos medicos e serviços de saude
    19. 19. GARANTIA • A saude tem que ser garantida por meio de acoes politicas e sociais que levem a reducao do risco de doencas e que promovam acesso universal e igualitarios as acoes de mapeamento , monitoramento , previsao , promocao , protecao e recuperacao da saude
    20. 20. Os usuarios podem reduzir o valor da sua contribuiçao ao plano de saude através da participação de programas de prevenção As empresas podem reduzir o custo de seu plano de saude se conseguir cumprir as metas de melhorias nos indicadores de sinistralidade nos valores pagos anualmente Os programas são baseados em screening e checagem de seus riscos, são fixados pesos para cada um dos programas que participar, e metas a atingir em: focados programas de prevenção em: câncer de mama, de cólon, de útero ETC PROGRAMAS DE PROMOCAO E PREVENCAO EM CANCER
    21. 21. MODELO CONCEITUAL IDEAL • Sustentavel a longo prazo • Centrado no valor para o paciente • Resolutivo – atencao integrada com exames preventivos e diagnosticos • Satisfacao e percepcao de valor e qualidade para todos : paciente , profissional de saude e empresa prestadora de serviços de saude
    22. 22. MUDANÇAS PARA TODOS. VAMOS FAZER UM ESFORÇO COLETIVO DE MELHORIA VAMOS MEDIR O QUE SE FAZ E CRIAR INDICADORES; VAMOS COMPETIR , MAS , PELOS MELHORES RESULTADOS ; VAMOS GERENCIAR TODO O CICLO DE CUIDADOS COM PROGRAMAS DE PREVENÇAO DE DOENÇAS, PROMOÇÃO DE SAÚDE, ACOMPANHAMENTO E REABILITAÇÃO . “” OS CONSUMIDORES DEVEM SER INFORMADOS DOS RESULTADOS PARA QUE POSSAM ESCOLHER OS PLANOS DE SAÚDE E PRESTADORES DE COM O MELHOR HISTÓRICO DE RESOLUTIVIDADE. “”
    23. 23. APOIADORES ASAP
    24. 24. www.asapsaude.org.br Obrigado!

    ×