SlideShare uma empresa Scribd logo
Técnicos Auxiliares de Saúde 2013/14
U. 17 - Qualidade na Saúde
Formadora: Ana Nunes

Sistema Português da Qualidade
(SPQ)

Trabalho elaborado por: Cláudia Casimiro e
Mª Isabel Braz
Índice

 - Introdução …………………………………… 03
 - Normalização ………………………………... 05
 - Metrologia ……………………………………. 09
 - Qualificação …………………………………. 11
- Acreditação ………………………………… 12
- Certificação ………………………………… 14
 - Conclusão …………………………………… 15
 - Bibliografia ……………………………………16
Introdução
Sistema Português de Qualidade
O que é o Sistema Português de Qualidade? (SPQ)
O SPQ, é o sistema que, sob coordenação do Instituto
Português de Qualidade, assegura a coordenação dos
subsistemas
da
Metrologia,
Qualificação
e
Normalização.
Unindo esforços e seguindo regras estabelecidas e
acordadas internacionalmente (CEE), o SPQ e os seus
Subsistemas,
trabalham
com
o
objetivo
de
aumentar/melhorar a qualidade de vida da população
portuguesa, promovendo assim o desenvolvimento
sustentado do país em geral.
Normalização
De âmbito Nacional e também Internacional, a
Normalização é o Subsistema do SPQ que, de
forma organizada legalmente, visa viabilizar o
estabelecimento de normas padrão que possam
ser seguidas de uma forma universal,
favorecendo assim aquilo a que chamamos
“globalização”.
Normalização (cont.)
A Normalização tem como objetivos:
- Favorecer a proteção e segurança;
- Satisfazer o utilizador;
- Melhorar a produtividade e minimizar o
desperdício;
- Respeitar o meio ambiente conservando as
fontes de recursos naturais;
- Garantir as medidas dos diversos produtos;
- Tornar mais fácil o comércio entre os
diversos países.
Normalização na área da Saúde

Tal como nas outras áreas, a área da Saúde não
é exceção e também é regida por Normas
estabelecidas nacional, e internacionalmente.
Uma dessas Normas, e talvez uma das mais
importantes, é a que sob o Nº: 13/DQS/DSD, e
segundo as Normas da OMS, Normaliza a Orientação
de Boa Prática para a Higiene das Mãos nas Unidades
de Saúde, contribuindo assim para o controlo de
transmissão de infeções hospitalares.
Circular Normativa nº 13/DQS/DSD de 14/06/2010 e
documento de apoio
Orientação de Boa Prática para a Higiene das Mãos
nas Unidades de Saúde
Metrologia
Metrologia é outro dos subsistemas do IPQ, que
como o próprio nome indica, é a ciência da
medição (massa, comprimento, temperatura,
pressão de ar, etc.), que engloba tudo o que a ela
diz respeito, tratando em particular dos
instrumentos de medição, das técnicas de medição
e do tratamento dos resultados de medição.
A Metrologia faz parte do nosso dia a dia,
constituindo uma ferramenta indispensável para a
ciência, a indústria, o comércio, os transportes, a
medicina e muitas outras áreas.
Metrologia (cont.)
Um exemplo da aplicação da Metrologia na área
da Saúde, é a calibração do equipamento de
Suporte Básico de vida onde através do Labmetro
Saúde, são realizados ensaios e calibrações aos
equipamentos de suporte de vida, cumprindo
procedimentos baseados nas normas IEC 60601,
parte 2, específicas para cada tipo de
equipamento.
Qualificação
A Qualificação, é o subsistema do IPQ que
assegura a coordenação dos organismos da
Acreditação e da Certificação, que assim se
encarrega
de dinamizar a qualidade em
Portugal, com vista ao desenvolvimento
sustentado do país e ao aumento da qualidade de
vida em geral.
QUALIFICAÇÃO
Acreditação
A Acreditação, é o organismo que atribui o
reconhecimento das competências técnicas dos
agentes de avaliação da conformidade, atuantes
no mercado.
Acreditação (cont.)
Certificação
É o organismo que, como o próprio nome indica,
se encarrega da certificação temporária e
renovável, de empresas ou de entidades com
vista a autenticar ou certificar que estas seguem
as Normas definidas a nível nacional e
internacional.
Essas Normas visam proporcionar maiores níveis
de qualidade e confiança por parte dos
clientes/consumidores potencializando assim a
economia e o desenvolvimento.
Conclusão
São muitas as vantagens da existência do SPQ
e os seus subsistemas, uma vez que assim os
consumidores vêem os seus direitos mais
protegidos e têm mais garantias de que aquilo
que compram, segue todas as Normas legais
de fabrico e comercialização, podendo assim
ficarem mais tranquilos em relação áquilo que
consomem.
Bibliografia
http://www1.ipq.pt/PT/Pages/Homepage.aspx
www.apq.pt
http://www.ipac.pt/ipac/funcao.asp

http://www.dgs.pt/ms/3/pagina.aspx?codigoms=5514&codi
gono=00140015AAAAAAAAAAAAAAAA
http://www.isq.pt/servicelist.aspx?menuid=2479

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Plano de sessão
Plano de sessãoPlano de sessão
Plano de sessão
Daniela Lema Barros
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidadeGestão da qualidade
Gestão da qualidade
Pricila Yessayan
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidade Gestão da qualidade
Gestão da qualidade
Filipa Andrade
 
Princípios para uma deontologia profissional
Princípios para uma deontologia profissionalPrincípios para uma deontologia profissional
Princípios para uma deontologia profissional
Paulo Rui
 
Portifólio Reflexivo de Aprendizagem
Portifólio Reflexivo de AprendizagemPortifólio Reflexivo de Aprendizagem
Portifólio Reflexivo de Aprendizagem
Rogério Da Costa Ribeiro
 
Ficha de trabalho nº 6(17 18)-segurança
Ficha de trabalho nº 6(17 18)-segurançaFicha de trabalho nº 6(17 18)-segurança
Ficha de trabalho nº 6(17 18)-segurança
Leonor Alves
 
O que é qualidade
O que é qualidadeO que é qualidade
O que é qualidade
ELAINESILVEIRA
 
Metodos e tecnicas_pedagogicos
Metodos e tecnicas_pedagogicosMetodos e tecnicas_pedagogicos
Metodos e tecnicas_pedagogicos
Veronica Gur Be
 
RVCC Apresentacao
RVCC ApresentacaoRVCC Apresentacao
RVCC Apresentacao
Antero Ferreira
 
UFCD_6573 Qualidade na saúde
UFCD_6573 Qualidade na saúdeUFCD_6573 Qualidade na saúde
UFCD_6573 Qualidade na saúde
Manuais Formação
 
Como fazer uma boa auditoria
Como fazer uma  boa auditoriaComo fazer uma  boa auditoria
Como fazer uma boa auditoria
Fabio Cristiano
 
Ufcd 7853 ideias e oportunidades de negócio_índice
Ufcd 7853 ideias e oportunidades de negócio_índiceUfcd 7853 ideias e oportunidades de negócio_índice
Ufcd 7853 ideias e oportunidades de negócio_índice
Manuais Formação
 
Plano de sessão 0754 1
Plano de sessão 0754   1Plano de sessão 0754   1
Plano de sessão 0754 1
Vanda Godinho
 
O que é o aprovisionamento
O que é o aprovisionamentoO que é o aprovisionamento
O que é o aprovisionamento
cv143b
 
7 ferramentas da qualidade
7 ferramentas da qualidade7 ferramentas da qualidade
7 ferramentas da qualidade
Virginia Gonçalves
 
Manual 0620[1]
Manual 0620[1]Manual 0620[1]
Manual 0620[1]
lurdesRocha7
 
Missão, visão e valores - conceitos
Missão, visão e valores - conceitosMissão, visão e valores - conceitos
Missão, visão e valores - conceitos
Robson Costa
 
Relatório de estágio cursos profissionais
 Relatório de estágio  cursos profissionais Relatório de estágio  cursos profissionais
Relatório de estágio cursos profissionais
Alzira Figueiredo
 
Portefólio RVCC
Portefólio RVCCPortefólio RVCC
Portefólio RVCC
João Lima
 
Projeto de Intervenção Pedagógica (PIP)
Projeto de Intervenção Pedagógica (PIP)Projeto de Intervenção Pedagógica (PIP)
Projeto de Intervenção Pedagógica (PIP)
Debora_Marques
 

Mais procurados (20)

Plano de sessão
Plano de sessãoPlano de sessão
Plano de sessão
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidadeGestão da qualidade
Gestão da qualidade
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidade Gestão da qualidade
Gestão da qualidade
 
Princípios para uma deontologia profissional
Princípios para uma deontologia profissionalPrincípios para uma deontologia profissional
Princípios para uma deontologia profissional
 
Portifólio Reflexivo de Aprendizagem
Portifólio Reflexivo de AprendizagemPortifólio Reflexivo de Aprendizagem
Portifólio Reflexivo de Aprendizagem
 
Ficha de trabalho nº 6(17 18)-segurança
Ficha de trabalho nº 6(17 18)-segurançaFicha de trabalho nº 6(17 18)-segurança
Ficha de trabalho nº 6(17 18)-segurança
 
O que é qualidade
O que é qualidadeO que é qualidade
O que é qualidade
 
Metodos e tecnicas_pedagogicos
Metodos e tecnicas_pedagogicosMetodos e tecnicas_pedagogicos
Metodos e tecnicas_pedagogicos
 
RVCC Apresentacao
RVCC ApresentacaoRVCC Apresentacao
RVCC Apresentacao
 
UFCD_6573 Qualidade na saúde
UFCD_6573 Qualidade na saúdeUFCD_6573 Qualidade na saúde
UFCD_6573 Qualidade na saúde
 
Como fazer uma boa auditoria
Como fazer uma  boa auditoriaComo fazer uma  boa auditoria
Como fazer uma boa auditoria
 
Ufcd 7853 ideias e oportunidades de negócio_índice
Ufcd 7853 ideias e oportunidades de negócio_índiceUfcd 7853 ideias e oportunidades de negócio_índice
Ufcd 7853 ideias e oportunidades de negócio_índice
 
Plano de sessão 0754 1
Plano de sessão 0754   1Plano de sessão 0754   1
Plano de sessão 0754 1
 
O que é o aprovisionamento
O que é o aprovisionamentoO que é o aprovisionamento
O que é o aprovisionamento
 
7 ferramentas da qualidade
7 ferramentas da qualidade7 ferramentas da qualidade
7 ferramentas da qualidade
 
Manual 0620[1]
Manual 0620[1]Manual 0620[1]
Manual 0620[1]
 
Missão, visão e valores - conceitos
Missão, visão e valores - conceitosMissão, visão e valores - conceitos
Missão, visão e valores - conceitos
 
Relatório de estágio cursos profissionais
 Relatório de estágio  cursos profissionais Relatório de estágio  cursos profissionais
Relatório de estágio cursos profissionais
 
Portefólio RVCC
Portefólio RVCCPortefólio RVCC
Portefólio RVCC
 
Projeto de Intervenção Pedagógica (PIP)
Projeto de Intervenção Pedagógica (PIP)Projeto de Intervenção Pedagógica (PIP)
Projeto de Intervenção Pedagógica (PIP)
 

Destaque

A Qualidade e a Avaliação dos Serviços de Saúde e de Enfermagem
A Qualidade e a Avaliação dos Serviços de Saúde e de EnfermagemA Qualidade e a Avaliação dos Serviços de Saúde e de Enfermagem
A Qualidade e a Avaliação dos Serviços de Saúde e de Enfermagem
Centro Universitário Ages
 
Slides qualidade
Slides qualidadeSlides qualidade
Slides qualidade
UHu Rellyson Sousa
 
Qualidade Em SaúDe
Qualidade Em SaúDeQualidade Em SaúDe
Qualidade Em SaúDe
Amanda Thomé
 
Módulo 3 - Aula 2
Módulo 3 - Aula 2Módulo 3 - Aula 2
Módulo 3 - Aula 2
agemais
 
Conceituando a qualidade (foco em Serviços de Saúde)
Conceituando a qualidade (foco em Serviços de Saúde)Conceituando a qualidade (foco em Serviços de Saúde)
Conceituando a qualidade (foco em Serviços de Saúde)
Lucas Radicchi
 
Gestão de Qualidade em Serviços de Saúde
Gestão de Qualidade em Serviços de SaúdeGestão de Qualidade em Serviços de Saúde
Gestão de Qualidade em Serviços de Saúde
Alex Eduardo Ribeiro
 
Workshop Qualidade Produtos Construcao_Nov2008_RGF(final).ppt
Workshop Qualidade Produtos Construcao_Nov2008_RGF(final).pptWorkshop Qualidade Produtos Construcao_Nov2008_RGF(final).ppt
Workshop Qualidade Produtos Construcao_Nov2008_RGF(final).ppt
Ministério de Obras Públicas
 
SMAM 2016: Os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e o Aleitamento
SMAM 2016: Os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e o AleitamentoSMAM 2016: Os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e o Aleitamento
SMAM 2016: Os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e o Aleitamento
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Gerencia
GerenciaGerencia
Gerencia
Igor Maduro
 
Aulasqualidade
AulasqualidadeAulasqualidade
Aulasqualidade
Monica Mamedes
 
Qualidade Manual Pedagogico Joao Jose Saraiva Da Fonseca
Qualidade   Manual Pedagogico Joao Jose Saraiva Da FonsecaQualidade   Manual Pedagogico Joao Jose Saraiva Da Fonseca
Qualidade Manual Pedagogico Joao Jose Saraiva Da Fonseca
guest8096
 
Cartilha fms
Cartilha fmsCartilha fms
Cartilha fms
GESTÃO SAÚDE.
 
Manual sgq
Manual sgqManual sgq
Desenvolver produtos de qualidade 11-6
Desenvolver produtos de qualidade 11-6Desenvolver produtos de qualidade 11-6
Desenvolver produtos de qualidade 11-6
Joao Paulo Curto
 
Normalização - Alexandruk
Normalização - AlexandrukNormalização - Alexandruk
Normalização - Alexandruk
Hebert Alquimim
 
Apr paquimetro
Apr paquimetroApr paquimetro
Apr paquimetro
Jose Galdino da Silva
 
Manual da qualidade[mar2011] (2)
Manual da qualidade[mar2011] (2)Manual da qualidade[mar2011] (2)
Manual da qualidade[mar2011] (2)
Elsa Silva
 
Breve análise do documentário “China Blue”
Breve análise do documentário “China Blue”Breve análise do documentário “China Blue”
Breve análise do documentário “China Blue”
I.Braz Slideshares
 
Produtos de qualidade 11 4
Produtos de qualidade 11 4Produtos de qualidade 11 4
Produtos de qualidade 11 4
Joao Paulo Curto
 

Destaque (20)

A Qualidade e a Avaliação dos Serviços de Saúde e de Enfermagem
A Qualidade e a Avaliação dos Serviços de Saúde e de EnfermagemA Qualidade e a Avaliação dos Serviços de Saúde e de Enfermagem
A Qualidade e a Avaliação dos Serviços de Saúde e de Enfermagem
 
Slides qualidade
Slides qualidadeSlides qualidade
Slides qualidade
 
Qualidade Em SaúDe
Qualidade Em SaúDeQualidade Em SaúDe
Qualidade Em SaúDe
 
Módulo 3 - Aula 2
Módulo 3 - Aula 2Módulo 3 - Aula 2
Módulo 3 - Aula 2
 
Conceituando a qualidade (foco em Serviços de Saúde)
Conceituando a qualidade (foco em Serviços de Saúde)Conceituando a qualidade (foco em Serviços de Saúde)
Conceituando a qualidade (foco em Serviços de Saúde)
 
Gestão de Qualidade em Serviços de Saúde
Gestão de Qualidade em Serviços de SaúdeGestão de Qualidade em Serviços de Saúde
Gestão de Qualidade em Serviços de Saúde
 
Workshop Qualidade Produtos Construcao_Nov2008_RGF(final).ppt
Workshop Qualidade Produtos Construcao_Nov2008_RGF(final).pptWorkshop Qualidade Produtos Construcao_Nov2008_RGF(final).ppt
Workshop Qualidade Produtos Construcao_Nov2008_RGF(final).ppt
 
Apcer
ApcerApcer
Apcer
 
SMAM 2016: Os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e o Aleitamento
SMAM 2016: Os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e o AleitamentoSMAM 2016: Os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e o Aleitamento
SMAM 2016: Os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e o Aleitamento
 
Gerencia
GerenciaGerencia
Gerencia
 
Aulasqualidade
AulasqualidadeAulasqualidade
Aulasqualidade
 
Qualidade Manual Pedagogico Joao Jose Saraiva Da Fonseca
Qualidade   Manual Pedagogico Joao Jose Saraiva Da FonsecaQualidade   Manual Pedagogico Joao Jose Saraiva Da Fonseca
Qualidade Manual Pedagogico Joao Jose Saraiva Da Fonseca
 
Cartilha fms
Cartilha fmsCartilha fms
Cartilha fms
 
Manual sgq
Manual sgqManual sgq
Manual sgq
 
Desenvolver produtos de qualidade 11-6
Desenvolver produtos de qualidade 11-6Desenvolver produtos de qualidade 11-6
Desenvolver produtos de qualidade 11-6
 
Normalização - Alexandruk
Normalização - AlexandrukNormalização - Alexandruk
Normalização - Alexandruk
 
Apr paquimetro
Apr paquimetroApr paquimetro
Apr paquimetro
 
Manual da qualidade[mar2011] (2)
Manual da qualidade[mar2011] (2)Manual da qualidade[mar2011] (2)
Manual da qualidade[mar2011] (2)
 
Breve análise do documentário “China Blue”
Breve análise do documentário “China Blue”Breve análise do documentário “China Blue”
Breve análise do documentário “China Blue”
 
Produtos de qualidade 11 4
Produtos de qualidade 11 4Produtos de qualidade 11 4
Produtos de qualidade 11 4
 

Semelhante a Sistema Português de Qualidade

Sistemas de gestão da qualidade revisão
Sistemas de gestão da qualidade   revisãoSistemas de gestão da qualidade   revisão
Sistemas de gestão da qualidade revisão
filipacbrandao
 
Qualidade em analises clinicas hospitalares indicadores da fase analitica
Qualidade em analises clinicas hospitalares indicadores da fase analiticaQualidade em analises clinicas hospitalares indicadores da fase analitica
Qualidade em analises clinicas hospitalares indicadores da fase analitica
Carina Moita
 
Acreditação Hospitalar
Acreditação HospitalarAcreditação Hospitalar
Acreditação Hospitalar
Denise Selegato
 
CME E CC.pdf
CME E CC.pdfCME E CC.pdf
CME E CC.pdf
ThiagoAlmeida458596
 
Processo de preparação para acreditação ona em clínica de gastroenterologia e...
Processo de preparação para acreditação ona em clínica de gastroenterologia e...Processo de preparação para acreditação ona em clínica de gastroenterologia e...
Processo de preparação para acreditação ona em clínica de gastroenterologia e...
JlioAlmeida21
 
Qualidade, Segurança e Ambiente
Qualidade, Segurança e AmbienteQualidade, Segurança e Ambiente
Qualidade, Segurança e Ambiente
Ana Helena
 
1 um modelo de gestao de riscos
1   um modelo de gestao de riscos1   um modelo de gestao de riscos
1 um modelo de gestao de riscos
Eduardo Sampaio
 
Cit orientacoes-sistema-gestao-qualidade
Cit orientacoes-sistema-gestao-qualidadeCit orientacoes-sistema-gestao-qualidade
Cit orientacoes-sistema-gestao-qualidade
sobrinhop
 
APPCC-ANÁLISE DE PERIGOS E PONTOS CRÍTICOS
APPCC-ANÁLISE DE PERIGOS E PONTOS CRÍTICOSAPPCC-ANÁLISE DE PERIGOS E PONTOS CRÍTICOS
APPCC-ANÁLISE DE PERIGOS E PONTOS CRÍTICOS
Regiane Rodrigues
 
Implantacao do-appcc-em-um-laticinio-para-implantacao-da-iso-22000-11014219
Implantacao do-appcc-em-um-laticinio-para-implantacao-da-iso-22000-11014219Implantacao do-appcc-em-um-laticinio-para-implantacao-da-iso-22000-11014219
Implantacao do-appcc-em-um-laticinio-para-implantacao-da-iso-22000-11014219
Cooperrita
 
Trabalho De Nanda Manuel E Ana GestãO Da Qualidade
Trabalho De Nanda Manuel E Ana GestãO Da QualidadeTrabalho De Nanda Manuel E Ana GestãO Da Qualidade
Trabalho De Nanda Manuel E Ana GestãO Da Qualidade
Sousa1973
 
Garantia e controle_da_qualidade_no_laboratorio_clinico
Garantia e controle_da_qualidade_no_laboratorio_clinicoGarantia e controle_da_qualidade_no_laboratorio_clinico
Garantia e controle_da_qualidade_no_laboratorio_clinico
Bnb Percussionista
 
Portaria ms n_1428_de_26_de_novembro_de_1993
Portaria ms n_1428_de_26_de_novembro_de_1993Portaria ms n_1428_de_26_de_novembro_de_1993
Portaria ms n_1428_de_26_de_novembro_de_1993
Jessika Rayane
 
rBH_62_site
rBH_62_siterBH_62_site
Trabalho da marlene
Trabalho da marleneTrabalho da marlene
Trabalho da marlene
Cibele Torres
 
Artigo avaliação da conformidade
Artigo avaliação da conformidadeArtigo avaliação da conformidade
Artigo avaliação da conformidade
Sextante_Consultoria
 
Acreditacao hospitalar
Acreditacao hospitalarAcreditacao hospitalar
Acreditacao hospitalar
Walyson Batista
 
Diretriz ebserh implant_seguranca_paciente
Diretriz ebserh implant_seguranca_pacienteDiretriz ebserh implant_seguranca_paciente
Diretriz ebserh implant_seguranca_paciente
Alciris
 
Acreditação hospitalar
Acreditação hospitalarAcreditação hospitalar
Acreditação hospitalar
Rodrigo Sousa
 
manual auditorias.pdf
manual auditorias.pdfmanual auditorias.pdf
manual auditorias.pdf
Emmanoela De Almeida Paulino
 

Semelhante a Sistema Português de Qualidade (20)

Sistemas de gestão da qualidade revisão
Sistemas de gestão da qualidade   revisãoSistemas de gestão da qualidade   revisão
Sistemas de gestão da qualidade revisão
 
Qualidade em analises clinicas hospitalares indicadores da fase analitica
Qualidade em analises clinicas hospitalares indicadores da fase analiticaQualidade em analises clinicas hospitalares indicadores da fase analitica
Qualidade em analises clinicas hospitalares indicadores da fase analitica
 
Acreditação Hospitalar
Acreditação HospitalarAcreditação Hospitalar
Acreditação Hospitalar
 
CME E CC.pdf
CME E CC.pdfCME E CC.pdf
CME E CC.pdf
 
Processo de preparação para acreditação ona em clínica de gastroenterologia e...
Processo de preparação para acreditação ona em clínica de gastroenterologia e...Processo de preparação para acreditação ona em clínica de gastroenterologia e...
Processo de preparação para acreditação ona em clínica de gastroenterologia e...
 
Qualidade, Segurança e Ambiente
Qualidade, Segurança e AmbienteQualidade, Segurança e Ambiente
Qualidade, Segurança e Ambiente
 
1 um modelo de gestao de riscos
1   um modelo de gestao de riscos1   um modelo de gestao de riscos
1 um modelo de gestao de riscos
 
Cit orientacoes-sistema-gestao-qualidade
Cit orientacoes-sistema-gestao-qualidadeCit orientacoes-sistema-gestao-qualidade
Cit orientacoes-sistema-gestao-qualidade
 
APPCC-ANÁLISE DE PERIGOS E PONTOS CRÍTICOS
APPCC-ANÁLISE DE PERIGOS E PONTOS CRÍTICOSAPPCC-ANÁLISE DE PERIGOS E PONTOS CRÍTICOS
APPCC-ANÁLISE DE PERIGOS E PONTOS CRÍTICOS
 
Implantacao do-appcc-em-um-laticinio-para-implantacao-da-iso-22000-11014219
Implantacao do-appcc-em-um-laticinio-para-implantacao-da-iso-22000-11014219Implantacao do-appcc-em-um-laticinio-para-implantacao-da-iso-22000-11014219
Implantacao do-appcc-em-um-laticinio-para-implantacao-da-iso-22000-11014219
 
Trabalho De Nanda Manuel E Ana GestãO Da Qualidade
Trabalho De Nanda Manuel E Ana GestãO Da QualidadeTrabalho De Nanda Manuel E Ana GestãO Da Qualidade
Trabalho De Nanda Manuel E Ana GestãO Da Qualidade
 
Garantia e controle_da_qualidade_no_laboratorio_clinico
Garantia e controle_da_qualidade_no_laboratorio_clinicoGarantia e controle_da_qualidade_no_laboratorio_clinico
Garantia e controle_da_qualidade_no_laboratorio_clinico
 
Portaria ms n_1428_de_26_de_novembro_de_1993
Portaria ms n_1428_de_26_de_novembro_de_1993Portaria ms n_1428_de_26_de_novembro_de_1993
Portaria ms n_1428_de_26_de_novembro_de_1993
 
rBH_62_site
rBH_62_siterBH_62_site
rBH_62_site
 
Trabalho da marlene
Trabalho da marleneTrabalho da marlene
Trabalho da marlene
 
Artigo avaliação da conformidade
Artigo avaliação da conformidadeArtigo avaliação da conformidade
Artigo avaliação da conformidade
 
Acreditacao hospitalar
Acreditacao hospitalarAcreditacao hospitalar
Acreditacao hospitalar
 
Diretriz ebserh implant_seguranca_paciente
Diretriz ebserh implant_seguranca_pacienteDiretriz ebserh implant_seguranca_paciente
Diretriz ebserh implant_seguranca_paciente
 
Acreditação hospitalar
Acreditação hospitalarAcreditação hospitalar
Acreditação hospitalar
 
manual auditorias.pdf
manual auditorias.pdfmanual auditorias.pdf
manual auditorias.pdf
 

Mais de I.Braz Slideshares

Desnutrição
DesnutriçãoDesnutrição
Desnutrição
I.Braz Slideshares
 
Exemplo de uma Reclamação
Exemplo de uma ReclamaçãoExemplo de uma Reclamação
Exemplo de uma Reclamação
I.Braz Slideshares
 
Reflexão sobre a reportagem orfãos da idade
Reflexão sobre a reportagem orfãos da idadeReflexão sobre a reportagem orfãos da idade
Reflexão sobre a reportagem orfãos da idade
I.Braz Slideshares
 
Apoio domiciliário e abrigos-residências para idosos
Apoio domiciliário e abrigos-residências para idososApoio domiciliário e abrigos-residências para idosos
Apoio domiciliário e abrigos-residências para idosos
I.Braz Slideshares
 
Tarefas e funções do Técnico Auxiliar de Saúde no Bloco Operatório e no Servi...
Tarefas e funções do Técnico Auxiliar de Saúde no Bloco Operatório e no Servi...Tarefas e funções do Técnico Auxiliar de Saúde no Bloco Operatório e no Servi...
Tarefas e funções do Técnico Auxiliar de Saúde no Bloco Operatório e no Servi...
I.Braz Slideshares
 
Prevenção e Controlo da Infeção: Esterilização
Prevenção e Controlo da Infeção: EsterilizaçãoPrevenção e Controlo da Infeção: Esterilização
Prevenção e Controlo da Infeção: Esterilização
I.Braz Slideshares
 
C.L.C. 7 - Memórias...
C.L.C. 7 -  Memórias...C.L.C. 7 -  Memórias...
C.L.C. 7 - Memórias...
I.Braz Slideshares
 
C.L.C. 5 - Reflexão crítica sobre o computador
C.L.C. 5 - Reflexão crítica sobre o computadorC.L.C. 5 - Reflexão crítica sobre o computador
C.L.C. 5 - Reflexão crítica sobre o computador
I.Braz Slideshares
 
C.L.C. 5 - Telemóveis
C.L.C. 5 - TelemóveisC.L.C. 5 - Telemóveis
C.L.C. 5 - Telemóveis
I.Braz Slideshares
 
C.P. 1 - Direitos Liberdades e Garantias dos Trabalhadores
C.P. 1 - Direitos  Liberdades e Garantias dos Trabalhadores C.P. 1 - Direitos  Liberdades e Garantias dos Trabalhadores
C.P. 1 - Direitos Liberdades e Garantias dos Trabalhadores
I.Braz Slideshares
 
C.L.C. 6 Imigração em Portugal
C.L.C.  6   Imigração em PortugalC.L.C.  6   Imigração em Portugal
C.L.C. 6 Imigração em Portugal
I.Braz Slideshares
 
Mecatrónica Automóvel - Sistemas de climatização
Mecatrónica Automóvel - Sistemas de climatizaçãoMecatrónica Automóvel - Sistemas de climatização
Mecatrónica Automóvel - Sistemas de climatização
I.Braz Slideshares
 
Mecatrónica Automóvel - Sistema Mono-Jectrónic
Mecatrónica Automóvel - Sistema Mono-JectrónicMecatrónica Automóvel - Sistema Mono-Jectrónic
Mecatrónica Automóvel - Sistema Mono-Jectrónic
I.Braz Slideshares
 
Mecatrónica Automóvel - Manutenção e reparação do sistema de transmissão auto...
Mecatrónica Automóvel - Manutenção e reparação do sistema de transmissão auto...Mecatrónica Automóvel - Manutenção e reparação do sistema de transmissão auto...
Mecatrónica Automóvel - Manutenção e reparação do sistema de transmissão auto...
I.Braz Slideshares
 
C.L.C. 7 - Roteiro de visualização do filme "Crash"
C.L.C. 7 - Roteiro de visualização do filme "Crash"C.L.C. 7 - Roteiro de visualização do filme "Crash"
C.L.C. 7 - Roteiro de visualização do filme "Crash"
I.Braz Slideshares
 
C.L.C.7 - Valores da família - A verdadeira felicidade está na própria casa
C.L.C.7 - Valores da família - A verdadeira felicidade está na própria casaC.L.C.7 - Valores da família - A verdadeira felicidade está na própria casa
C.L.C.7 - Valores da família - A verdadeira felicidade está na própria casa
I.Braz Slideshares
 
C.P. 4 Diferenças - (deficiências físicas e psíquicas)
C.P. 4   Diferenças - (deficiências físicas e psíquicas)C.P. 4   Diferenças - (deficiências físicas e psíquicas)
C.P. 4 Diferenças - (deficiências físicas e psíquicas)
I.Braz Slideshares
 
C.P. 5 - Mass Media - Globalização
C.P. 5 - Mass Media - GlobalizaçãoC.P. 5 - Mass Media - Globalização
C.P. 5 - Mass Media - Globalização
I.Braz Slideshares
 
S.T.C. 7 - Processos e métodos científicos – doc. 2
S.T.C. 7 - Processos e métodos científicos – doc. 2S.T.C. 7 - Processos e métodos científicos – doc. 2
S.T.C. 7 - Processos e métodos científicos – doc. 2
I.Braz Slideshares
 
S.T.C. 7 - Todos diferentes/Todos iguais
S.T.C. 7 - Todos diferentes/Todos iguaisS.T.C. 7 - Todos diferentes/Todos iguais
S.T.C. 7 - Todos diferentes/Todos iguais
I.Braz Slideshares
 

Mais de I.Braz Slideshares (20)

Desnutrição
DesnutriçãoDesnutrição
Desnutrição
 
Exemplo de uma Reclamação
Exemplo de uma ReclamaçãoExemplo de uma Reclamação
Exemplo de uma Reclamação
 
Reflexão sobre a reportagem orfãos da idade
Reflexão sobre a reportagem orfãos da idadeReflexão sobre a reportagem orfãos da idade
Reflexão sobre a reportagem orfãos da idade
 
Apoio domiciliário e abrigos-residências para idosos
Apoio domiciliário e abrigos-residências para idososApoio domiciliário e abrigos-residências para idosos
Apoio domiciliário e abrigos-residências para idosos
 
Tarefas e funções do Técnico Auxiliar de Saúde no Bloco Operatório e no Servi...
Tarefas e funções do Técnico Auxiliar de Saúde no Bloco Operatório e no Servi...Tarefas e funções do Técnico Auxiliar de Saúde no Bloco Operatório e no Servi...
Tarefas e funções do Técnico Auxiliar de Saúde no Bloco Operatório e no Servi...
 
Prevenção e Controlo da Infeção: Esterilização
Prevenção e Controlo da Infeção: EsterilizaçãoPrevenção e Controlo da Infeção: Esterilização
Prevenção e Controlo da Infeção: Esterilização
 
C.L.C. 7 - Memórias...
C.L.C. 7 -  Memórias...C.L.C. 7 -  Memórias...
C.L.C. 7 - Memórias...
 
C.L.C. 5 - Reflexão crítica sobre o computador
C.L.C. 5 - Reflexão crítica sobre o computadorC.L.C. 5 - Reflexão crítica sobre o computador
C.L.C. 5 - Reflexão crítica sobre o computador
 
C.L.C. 5 - Telemóveis
C.L.C. 5 - TelemóveisC.L.C. 5 - Telemóveis
C.L.C. 5 - Telemóveis
 
C.P. 1 - Direitos Liberdades e Garantias dos Trabalhadores
C.P. 1 - Direitos  Liberdades e Garantias dos Trabalhadores C.P. 1 - Direitos  Liberdades e Garantias dos Trabalhadores
C.P. 1 - Direitos Liberdades e Garantias dos Trabalhadores
 
C.L.C. 6 Imigração em Portugal
C.L.C.  6   Imigração em PortugalC.L.C.  6   Imigração em Portugal
C.L.C. 6 Imigração em Portugal
 
Mecatrónica Automóvel - Sistemas de climatização
Mecatrónica Automóvel - Sistemas de climatizaçãoMecatrónica Automóvel - Sistemas de climatização
Mecatrónica Automóvel - Sistemas de climatização
 
Mecatrónica Automóvel - Sistema Mono-Jectrónic
Mecatrónica Automóvel - Sistema Mono-JectrónicMecatrónica Automóvel - Sistema Mono-Jectrónic
Mecatrónica Automóvel - Sistema Mono-Jectrónic
 
Mecatrónica Automóvel - Manutenção e reparação do sistema de transmissão auto...
Mecatrónica Automóvel - Manutenção e reparação do sistema de transmissão auto...Mecatrónica Automóvel - Manutenção e reparação do sistema de transmissão auto...
Mecatrónica Automóvel - Manutenção e reparação do sistema de transmissão auto...
 
C.L.C. 7 - Roteiro de visualização do filme "Crash"
C.L.C. 7 - Roteiro de visualização do filme "Crash"C.L.C. 7 - Roteiro de visualização do filme "Crash"
C.L.C. 7 - Roteiro de visualização do filme "Crash"
 
C.L.C.7 - Valores da família - A verdadeira felicidade está na própria casa
C.L.C.7 - Valores da família - A verdadeira felicidade está na própria casaC.L.C.7 - Valores da família - A verdadeira felicidade está na própria casa
C.L.C.7 - Valores da família - A verdadeira felicidade está na própria casa
 
C.P. 4 Diferenças - (deficiências físicas e psíquicas)
C.P. 4   Diferenças - (deficiências físicas e psíquicas)C.P. 4   Diferenças - (deficiências físicas e psíquicas)
C.P. 4 Diferenças - (deficiências físicas e psíquicas)
 
C.P. 5 - Mass Media - Globalização
C.P. 5 - Mass Media - GlobalizaçãoC.P. 5 - Mass Media - Globalização
C.P. 5 - Mass Media - Globalização
 
S.T.C. 7 - Processos e métodos científicos – doc. 2
S.T.C. 7 - Processos e métodos científicos – doc. 2S.T.C. 7 - Processos e métodos científicos – doc. 2
S.T.C. 7 - Processos e métodos científicos – doc. 2
 
S.T.C. 7 - Todos diferentes/Todos iguais
S.T.C. 7 - Todos diferentes/Todos iguaisS.T.C. 7 - Todos diferentes/Todos iguais
S.T.C. 7 - Todos diferentes/Todos iguais
 

Último

Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
soaresdesouzaamanda8
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AntonioVieira539017
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 

Último (20)

Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 

Sistema Português de Qualidade

  • 1. Técnicos Auxiliares de Saúde 2013/14 U. 17 - Qualidade na Saúde Formadora: Ana Nunes Sistema Português da Qualidade (SPQ) Trabalho elaborado por: Cláudia Casimiro e Mª Isabel Braz
  • 2. Índice  - Introdução …………………………………… 03  - Normalização ………………………………... 05  - Metrologia ……………………………………. 09  - Qualificação …………………………………. 11 - Acreditação ………………………………… 12 - Certificação ………………………………… 14  - Conclusão …………………………………… 15  - Bibliografia ……………………………………16
  • 3. Introdução Sistema Português de Qualidade O que é o Sistema Português de Qualidade? (SPQ) O SPQ, é o sistema que, sob coordenação do Instituto Português de Qualidade, assegura a coordenação dos subsistemas da Metrologia, Qualificação e Normalização. Unindo esforços e seguindo regras estabelecidas e acordadas internacionalmente (CEE), o SPQ e os seus Subsistemas, trabalham com o objetivo de aumentar/melhorar a qualidade de vida da população portuguesa, promovendo assim o desenvolvimento sustentado do país em geral.
  • 4.
  • 5. Normalização De âmbito Nacional e também Internacional, a Normalização é o Subsistema do SPQ que, de forma organizada legalmente, visa viabilizar o estabelecimento de normas padrão que possam ser seguidas de uma forma universal, favorecendo assim aquilo a que chamamos “globalização”.
  • 6. Normalização (cont.) A Normalização tem como objetivos: - Favorecer a proteção e segurança; - Satisfazer o utilizador; - Melhorar a produtividade e minimizar o desperdício; - Respeitar o meio ambiente conservando as fontes de recursos naturais; - Garantir as medidas dos diversos produtos; - Tornar mais fácil o comércio entre os diversos países.
  • 7. Normalização na área da Saúde Tal como nas outras áreas, a área da Saúde não é exceção e também é regida por Normas estabelecidas nacional, e internacionalmente. Uma dessas Normas, e talvez uma das mais importantes, é a que sob o Nº: 13/DQS/DSD, e segundo as Normas da OMS, Normaliza a Orientação de Boa Prática para a Higiene das Mãos nas Unidades de Saúde, contribuindo assim para o controlo de transmissão de infeções hospitalares.
  • 8. Circular Normativa nº 13/DQS/DSD de 14/06/2010 e documento de apoio Orientação de Boa Prática para a Higiene das Mãos nas Unidades de Saúde
  • 9. Metrologia Metrologia é outro dos subsistemas do IPQ, que como o próprio nome indica, é a ciência da medição (massa, comprimento, temperatura, pressão de ar, etc.), que engloba tudo o que a ela diz respeito, tratando em particular dos instrumentos de medição, das técnicas de medição e do tratamento dos resultados de medição. A Metrologia faz parte do nosso dia a dia, constituindo uma ferramenta indispensável para a ciência, a indústria, o comércio, os transportes, a medicina e muitas outras áreas.
  • 10. Metrologia (cont.) Um exemplo da aplicação da Metrologia na área da Saúde, é a calibração do equipamento de Suporte Básico de vida onde através do Labmetro Saúde, são realizados ensaios e calibrações aos equipamentos de suporte de vida, cumprindo procedimentos baseados nas normas IEC 60601, parte 2, específicas para cada tipo de equipamento.
  • 11. Qualificação A Qualificação, é o subsistema do IPQ que assegura a coordenação dos organismos da Acreditação e da Certificação, que assim se encarrega de dinamizar a qualidade em Portugal, com vista ao desenvolvimento sustentado do país e ao aumento da qualidade de vida em geral. QUALIFICAÇÃO
  • 12. Acreditação A Acreditação, é o organismo que atribui o reconhecimento das competências técnicas dos agentes de avaliação da conformidade, atuantes no mercado.
  • 14. Certificação É o organismo que, como o próprio nome indica, se encarrega da certificação temporária e renovável, de empresas ou de entidades com vista a autenticar ou certificar que estas seguem as Normas definidas a nível nacional e internacional. Essas Normas visam proporcionar maiores níveis de qualidade e confiança por parte dos clientes/consumidores potencializando assim a economia e o desenvolvimento.
  • 15. Conclusão São muitas as vantagens da existência do SPQ e os seus subsistemas, uma vez que assim os consumidores vêem os seus direitos mais protegidos e têm mais garantias de que aquilo que compram, segue todas as Normas legais de fabrico e comercialização, podendo assim ficarem mais tranquilos em relação áquilo que consomem.