CET /AL – Centro de Educação Tecnológica de Alagoas
Disciplina: Higiene Industrial
Maceió- AL / 2013
Após a Primeira Guerra Mundial, foi criada a OIT (Organização
Internacional do Trabalho), um órgão cuja a principal função...
No Brasil, a saúde ocupacional começou a ganhar a
importância na década de 1970, quando o país estava se
industrializando....
Hoje, as empresas buscam deixar bem
claro o respeito aos Direitos do
Trabalhador e o valor á saúde.
O que é o Trabalho?
• Aplicação das forças e faculdades humanas para alcançar
um determinado fim.
• Atividade coordenada, ...
Uma doença ocupacional normalmente é adquirida quando um
trabalhador é exposto acima do limite permitido por lei a agentes...
A prevenção é muito importante, pois pode evitar que tanto os
trabalhadores como os empresários se prejudiquem com as
cons...
Como diagnosticar o problema ?
• Exame físico, ocupacional e complementares, conforme critérios
médicos.
Doença Ocupacional
As doenças ocupacionais podem ser divididas em:
• Doenças profissionais ou tecnopatias
• Doenças do trabalho ou mesopatias...
Doença Profissional
ou Tecnopatias
É aquela que resulta diretamente das condições de trabalho,
consta da Lista de Doenças profissionais (Decreto Regulamentar...
Em que é que as doenças profissionais diferem das outras
doenças?
As doenças profissionais em nada se distinguem das outra...
O que é o Centro Nacional de Protecção contra Riscos Profissionais
(CNPRP)?
É uma instituição que pertence ao Ministério d...
E tenho direito a alguma indemnização em caso de doença
confirmada?
Tem direito à reparação do dano, tanto em espécie (pre...
E tenho direito a alguma indemnização em caso de doença
confirmada?
Tem direito à reparação do dano, tanto em espécie (pre...
Exemplos de Doenças Profissional
• Intoxicação pelo chumbo – montador de bateria automotiva;
• Perda auditiva causada pelo...
Doença do Trabalho
Doença do Trabalho ou Mesopatias
São doenças que podem ou não serem desencadeadas em função da
atividade laboral.
Consider...
Exemplos de Doenças do Trabalho
• Silicose – inalação de poeira
• Câncer de pele
• Dermatite de contato
• As LER/DORT (les...
Como Prevenir as Doenças Ocupacionais
• Conforto é essencial para a prevenção.
• As operações de trabalho devem estar ao a...
Como Prevenir as Doenças Ocupacionais
• Pausas durante a realização das tarefas permite um alívio para os
músculos mais at...
Bibliografia
• Medicina do Trabalho – disponível no site http://medicina-
ocupacional.info/mos/view/Origem_da_Medicina_Ocu...
Obrigado!!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Doença Profissional e Doença do Trabalho

32.005 visualizações

Publicada em

Breve apresentação de Doença Profissional e Doença do Trabalho

Publicada em: Saúde e medicina

Doença Profissional e Doença do Trabalho

  1. 1. CET /AL – Centro de Educação Tecnológica de Alagoas Disciplina: Higiene Industrial Maceió- AL / 2013
  2. 2. Após a Primeira Guerra Mundial, foi criada a OIT (Organização Internacional do Trabalho), um órgão cuja a principal função é a luta pela melhoria das condições de trabalho no mundo e que se baseou nos princípios defendidos no Congresso de Bruxelas. A organização ajudou a melhorar as condições de vida dos trabalhadores, principalmente depois da Segunda Guerra Mundial. Até hoje, continua lutando pela saúde do trabalhador e pelos direitos trabalhistas em todo o mundo. Essas medidas foram responsáveis por fazer com que os Estados e as empresas se voltassem para causa trabalhista. A partir daí, foram elaboradas leis para garantir melhores condições de trabalho, os médicos começaram a atuar diretamente com o trabalhador dentro das empresas, avaliando as condições de higiene do ambiente de trabalho e situação da saúde física dos operários.
  3. 3. No Brasil, a saúde ocupacional começou a ganhar a importância na década de 1970, quando o país estava se industrializando. Nessa época de transição a indústria atuava sem muitas regras esclarecidas e os operários eram expostos a muitas situações de perigo, tanto que o número de acidente de trabalho que acontecia, nessa época, era um dos maiores do mundo. Os sindicatos foram muitos importantes para firmar os direitos do trabalhador no Brasil, assim como lutaram pela melhoria das condições de saúde trabalhistas na indústria. Depois da constituição de 1988, as possibilidades melhoraram, o governo passou a oferecer Serviços de Saúde ao Trabalhador, que tinham como objetivo vigiar as condições oferecidas aos trabalhadores em todo o país. Medicina Ocupacional no Brasil
  4. 4. Hoje, as empresas buscam deixar bem claro o respeito aos Direitos do Trabalhador e o valor á saúde.
  5. 5. O que é o Trabalho? • Aplicação das forças e faculdades humanas para alcançar um determinado fim. • Atividade coordenada, de caráter físico e/ou intelectual, necessária à realização de qualquer tarefa, serviço ou empreendimento. (Dicionário Aurélio, 2001) Por que existe a Saúde do trabalhador? • Trabalho como gerador de riscos para o trabalhador;
  6. 6. Uma doença ocupacional normalmente é adquirida quando um trabalhador é exposto acima do limite permitido por lei a agentes químicos, físicos, biológicos ou radioativos, sem proteção compatível com o risco envolvido. Podem causar afastamentos temporários, repetitivos e até definitivos. A maior incidência destas doenças ocorre na faixa dos 30 aos 40 anos, prejudicando a produtividade do trabalhador e podendo interromper sua carreira e desestabilizar a sua vida. As doenças ocupacionais são causadas ou agravadas por determinadas atividades. Doença Ocupacional
  7. 7. A prevenção é muito importante, pois pode evitar que tanto os trabalhadores como os empresários se prejudiquem com as consequências das doenças ocupacionais. A recuperação pode ser demorada e cara. As possíveis causas do problema são: • agentes físicos (ruído, temperatura, vibrações e radiações) • agentes químicos (utilizados nas indústrias, podem causar danos à saúde) • agentes biológicos (microorganismos como bactérias, vírus e fungos). Doença Ocupacional
  8. 8. Como diagnosticar o problema ? • Exame físico, ocupacional e complementares, conforme critérios médicos. Doença Ocupacional
  9. 9. As doenças ocupacionais podem ser divididas em: • Doenças profissionais ou tecnopatias • Doenças do trabalho ou mesopatias Doença Ocupacional
  10. 10. Doença Profissional ou Tecnopatias
  11. 11. É aquela que resulta diretamente das condições de trabalho, consta da Lista de Doenças profissionais (Decreto Regulamentar nº 76/2007, de 17 de Julho) e causa incapacidade para o exercício da profissão ou morte. E se eu tiver uma doença que não consta da Lista de Doenças Profissionais? A Lei também considera que a lesão corporal, a perturbação funcional ou a doença não incluídas na lista serão indetermináveis, desde que se provem serem consequência, necessária e direta, da atividade exercida e não representam. Doença Profissional ou Tecnopatias
  12. 12. Em que é que as doenças profissionais diferem das outras doenças? As doenças profissionais em nada se distinguem das outras doenças, salvo pelo facto de terem a sua origem em fatores de risco existentes no local de trabalho. A quem compete fazer o diagnóstico de doença profissional? Qualquer médico, perante uma suspeita fundamentada de doença profissional – diagnóstico de presunção –, tem obrigação de notificar o Centro Nacional de Proteção contra Riscos Profissionais (CNPRP), mediante o envio da Participação Obrigatória devidamente preenchida. Doença Profissional ou Tecnopatias
  13. 13. O que é o Centro Nacional de Protecção contra Riscos Profissionais (CNPRP)? É uma instituição que pertence ao Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social e que tem por missão assegurar a prevenção, tratamento, recuperação e reparação de doenças ou incapacidades resultantes de riscos profissionais. Tem um corpo de médicos especialistas que se encarregam de certificar as doenças profissionais, isto é, estudam as doenças que são comunicadas através das participações e a as condições de trabalho em que se desenvolveram para compreenderem se existem, ou não, relações entre ambas. Doença Profissional ou Tecnopatias
  14. 14. E tenho direito a alguma indemnização em caso de doença confirmada? Tem direito à reparação do dano, tanto em espécie (prestações de natureza médica, cirúrgica, farmacêutica, hospitalar, etc.), como em dinheiro (indemnização pecuniária por incapacidade temporária para o trabalho ou redução da capacidade de trabalho ou ganho em caso de incapacidade permanente, etc.), entre outras. Sou funcionário público. Também tenho direito à reparação em caso de doença profissional? E em que é que a minha situação é diferente? Sim, também tem direito à reparação, tanto em espécie como pecuniária, salvo que, neste caso, o CNPRP apenas procede à qualificação da doença profissional. Doença Profissional ou Tecnopatias
  15. 15. E tenho direito a alguma indemnização em caso de doença confirmada? Tem direito à reparação do dano, tanto em espécie (prestações de natureza médica, cirúrgica, farmacêutica, hospitalar, etc.), como em dinheiro (indemnização pecuniária por incapacidade temporária para o trabalho ou redução da capacidade de trabalho ou ganho em caso de incapacidade permanente, etc.), entre outras. Sou funcionário público. Também tenho direito à reparação em caso de doença profissional? E em que é que a minha situação é diferente? Sim, também tem direito à reparação, tanto em espécie como pecuniária, salvo que, neste caso, o CNPRP apenas procede à qualificação da doença profissional. Doença Profissional ou Tecnopatias
  16. 16. Exemplos de Doenças Profissional • Intoxicação pelo chumbo – montador de bateria automotiva; • Perda auditiva causada pelo ruído; • Pneumoconiose – doença pulmonar causada pela inalação de poeira; • Anemia aplastica – trabalhador de indústria de plástico (colagem de plásticos); • Hepatite – funcionário de laboratório de hematologia • Leptospirose – trabalhador que desentope esgotos
  17. 17. Doença do Trabalho
  18. 18. Doença do Trabalho ou Mesopatias São doenças que podem ou não serem desencadeadas em função da atividade laboral. Considera-se que as doenças mais comuns são as do sistema respiratório e cutâneo. Como cuidados principais, se preconiza a prevenção, já que se compreende que as doenças ocupacionais são, na grande maioria dos casos, de difícil tratamento..
  19. 19. Exemplos de Doenças do Trabalho • Silicose – inalação de poeira • Câncer de pele • Dermatite de contato • As LER/DORT (lesões por esforços repetitivos – Doenças ósteo- musculares relacionadas ao trabalho).
  20. 20. Como Prevenir as Doenças Ocupacionais • Conforto é essencial para a prevenção. • As operações de trabalho devem estar ao alcance das mãos. • As máquinas devem se posicionar de forma que a pessoa não tenha que se curvar ou torcer o tronco para pegar ou utilizar ferramentas com frequência. • A mesa deve estar posicionada de acordo com a altura de cada pessoa e ter espaço para a movimentação das pernas. • As cadeiras devem ter altura para que haja apoio dos pés, formato anatômico para o quadril e encosto ajustável.
  21. 21. Como Prevenir as Doenças Ocupacionais • Pausas durante a realização das tarefas permite um alívio para os músculos mais ativos. • Durante estas pausas, se levante e caminhe um pouco. Se possível, faça exercícios de alongamento. Esta proteção pode ser na forma de Equipamento de proteção coletiva (EPC) ou Equipamento de proteção individual (EPI).
  22. 22. Bibliografia • Medicina do Trabalho – disponível no site http://medicina- ocupacional.info/mos/view/Origem_da_Medicina_Ocupacional_/ • Scribd – disponível no site http://pt.scribd.com/doc/58995288/doencas- ocupacionais-pdf • Unimed Viva Saúde – disponível no site http://unimedvivasaude.com.br/saudeocupacional/solucoes_doenca_o cupacional.html • Portal da Saúde – disponível no site http://www.portaldasaude.pt/portal/conteudos/informacoes+uteis/saud e+no+trabalho/doencasprofissionais.htm • Blog Segurança do Trabalho – disponível no site http://www.blogsegurancadotrabalho.com.br/2011/03/doencas- profissionais-e-do-trabalho.html
  23. 23. Obrigado!!

×