Fisiologia dos distúrbios gastrointestinais

1.631 visualizações

Publicada em

Slide sobre a fisiologia dos distúrbios gastrointestinais apresentado por um grupo de graduandos do curso de Enfermagem da Faculdade Aliança - Maurício de Nassau. Lucas Fontes. http://NoCaminhoDaEnfermagem.blogspot.com.br/

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.631
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
32
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fisiologia dos distúrbios gastrointestinais

  1. 1. FISIOLOGIA DOS DISTÚRBIOS GASTROINTESTINAIS  DISCENTES:  Francisco Lucas Fontes  Alzira Silva  Renata Freitas  Silvia Cassandra  Waldennia Veloso  Rafael Nascimento  DOCENTE:  Lidianne Campelo
  2. 2. ESTRUTURAS DO TRATO DIGESTIVO  Boca  Faringe  Esôfago  Estômago  Intestino delgado e grosso  Reto  Ânus
  3. 3. GASTRITE  Ocorre quando o revestimento do estômago fica inflamado ou inchado.  Pode durar por pouco tempo (gastrite aguda) ou pode durar de meses a anos (gastrite crônica).  Sintomas: náusea, perda de apetite e dor no abdome.
  4. 4. ÚLCERA PÉPTICA  Lesão localizada no estômago e/ou duodeno com destruição da mucosa da parede destes órgãos.  Causada pela insuficiência dos mecanismos protetores da mucosa contra a acidez gástrica.  Além da dor caracteriza-se pelas hemorragias contínuas dentro do trato gastrointestinal.
  5. 5. DOENÇA CELÍACA (ESPRU)  Patologia autoimune que afeta o intestino delgado de adultos e crianças geneticamente predispostos.  Causada pela ingestão de glúten ou de proteínas similares.  Causa atrofia das vilosidades da mucosa do intestino delgado, causando prejuízo na absorção de nutrientes.
  6. 6. CONSTIPAÇÃO  Caracteriza-se pela diminuição da frequência das evacuações, associada à dificuldade ao evacuar, pois as fezes estão ressecadas e endurecidas, difíceis de serem eliminadas.  Pode evoluir para diverticulose, hemorroidas, fissuras anais e câncer no intestino.
  7. 7. DIARREIA  Evacuação de fezes líquidas de forma frequente e sem controle.  Provocada por: infecções por vírus, bactérias ou parasitas; alergias; alguns medicamentos e doenças inflamatórias intestinais.  Uma das piores complicações é a ocorrência de desidratação, em virtude da redução da absorção de água pelo intestino grosso.
  8. 8. VÔMITO  Vomitar é forçar o conteúdo do estômago para cima através do esôfago e para fora da boca.  O vômito é uma ação vigorosa completada pela contração descendente e violenta do diafragma. Ao mesmo tempo, os músculos abdominais se apertam contra um estômago relaxado e com um esfíncter gastresofágico aberto. O conteúdo do estômago é propelido para cima e para fora.
  9. 9. EM SUMA... É importante que estejamos sempre atentos para os sinais que o nosso trato digestivo nos apresenta, e aqueles que nos são perceptíveis devem nos levar a orientação médica ou farmacêutica, e de forma alguma tais problemas devam ser encarados como corriqueiros e de pouca urgência, pois afinal, o trato digestivo é a porta de entrada para a essencial manutenção nutritiva energética de nosso organismo.
  10. 10. AGRADECEMOS A ATENÇÃO!

×