SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
Baixar para ler offline
MAX WEBER
Max Weber foi um importante sociólogo,
jurista, historiador e economista alemão.
Weber é considerado um dos fundadores do
estudo sociológico moderno. Seus estudos
mais importantes estão nas áreas da
sociologia da religião, sociologia política,
administração pública (governo) e economia.
Nascimento: 21/04/1864. Morte:14/06/1920.
Principais obras
- A Ética Protestante e o espírito do
capitalismo (1903)
- Estudos sobre a Sociologia e a Religião (1921)
- Estudos de Metodologia (1922)
- Política como vocação
1. Introdução
Contexto histórico:
o Capitalismo e Imperialismo.
o Unificação Alemã conduzida por Prússia e Bismarck.
o Weber pensou a racionalidade da produção.
o Crítico à Sociologia que pretendia estudar o social
como as ciências da natureza.
2. O pensamento de Weber
Weber X Marx:
o Relativizou a luta de classes.
o Valores compartilhados socialmente fundamentavam
os vínculos antes do modo de produção.
o Modo de produção: expressão do universo das ideias
compartilhadas entre os membros da sociedade.
Antipositivismo: Ciência da natureza x ciência social
o A ciência da natureza propõe leis gerais.
o A sociedade está inserida num contexto político,
histórico e cultural e se expressa na ciência social.
o É possível estabelecer tipos ideais/modelos de
explicação para pensar a realidade histórico/social.
o Tal método só tem valor se houver aproximação
entre realidade histórica e reflexão.
Objetos de estudo:
o Os eventos culturais devem ser estudados com
suas singularidades e especificidades.
o Devem ser desconsideradas reflexões abrangentes
que extrapolem o contexto histórico.
o Os julgamentos, sujeitos a questões ideológicas,
não devem ser considerados verdades absolutas.
o Ao cientista social cabe compreender não julgar.
Para Weber é importante deixar claro o ponto de vista
assumido em relação a um objeto de estudo.
Não é possível a afirmação de leis que regem a sociedade
e que sejam atemporais. A ciência social não consegue
reduzir a realidade empírica a leis. O caráter objetivo
no estudo da sociedade é a compreensão,
a partir do contexto histórico.
Tipos ideais:
o É importante construir tipos ideais na compreensão
de uma determinada realidade.
o Tipos ideais limitados ao contexto que os formaram.
o A perspectiva marxista é um tipo ideal e acrescentou
estudos históricos para fortalecer o seu modelo.
o Marx não deve ser considerado verdade absoluta na
compreensão do Capitalismo.
Ética protestante e o espírito do Capitalismo (1904)
o A crença calvinista no trabalho, na riqueza e
prosperidade como ingredientes de salvação
engendraram o Capitalismo.
o Inglaterra, Suíça e EUA tornaram – se potências
econômicas graças ao Calvinismo.
o O ócio foi substituído pelo negócio.
o A História justificou a ordem sócio – econômica.
Benjamin Franklin e o espírito do Capitalismo
Franklin afirma que tempo é dinheiro, que o crédito é
dinheiro, e que o dinheiro pode gerar dinheiro.
Ele encoraja as pessoas a pagar todas as suas dívidas
no prazo determinado, porque incentiva a confiança dos
outros. Ele também incentiva as pessoas a se apresentar
como trabalhador e confiável em todos os momentos.
Weber diz que esta "filosofia da avareza" vê o aumento
de capital como um fim em si mesmo. É uma ética e que o
indivíduo é visto como tendo a obrigação de prosperar.
3. Weber: conceitos elementares
o A Sociologia deve compreender a ação social.
o Ação social: conduta humana em determinadas
circunstâncias, atuação do sujeito histórico por
determinados interesses/sentidos.
Motivações na ação social:
o Racional, tradições, afetivas.
AÇÃO SOCIAL – CARACTERÍSTICAS AÇÃO SOCIAL – TIPOS IDEAIS
Conduta humana dotada de sentidos. Racional com relação aos fins.
Conduta planejada, com finalidade. Racional com relação a valores:
Reflexão: ética, estética, política.
Ação direcionada a outros. Tradicional: não refletida, repetida
com grau de irracionalidade.
Pressupõe o reconhecimento do sentido
daqueles para os quais é dirigida.
Afetiva: motivada por emoções de
momentos ou paixões (irracional).
Importante:
o O sociólogo deve perceber qual o tipo da ação é
mais influente na sociedade.
o Deve captar os sentidos e o tipo da ação social.
o Ação racional: ação voltada a subsistência possui
o sentido da sobrevivência, enriquecer é caminho
de salvação.
o Ação afetiva: torcida organizada no futebol.
Relação social:
o Quando a ação social é reconhecida pelos
membros a quem é dirigida.
o Integra por códigos de conduta e sentidos.
o Exemplo: O canto de uma ave tem sentido comum
para uma tribo indígena.
o Uma cantada é um código comum entendido mas,
se não é aceita, não acontece a ação social.
4. A modernidade no pensamento de Weber
o O caminho da modernidade é a racionalização
progressiva, destacando o conhecimento técnico –
científico e por estruturas de: profissionalização,
mérito e impessoalidade no princípio de cidadania.
o A racionalização leva ao “desencantamento”, à
desmistificação da realidade.
Racionalização na esfera político – institucional
Burocratização do Estado:
o O Estado legitima – se e burocratiza – se
racionalmente e com determinados valores e fins.
o Cria um aparato técnico – científico aliado à
organização administrativa, pautado no critério de
eficiência na mobilização de recursos para o
atendimento de determinados fins.
Estado: forças racionais x forças irracionais
o Conflito entre aceitar ordens e regras como
legítimas e os desejos individuais, afetividades e
interesses particulares.
o O tradicionalismo individualista exerce pressões
sobre o Estado burocrático e racional.
o Em certas circunstâncias o racional é substituído
por estruturas afetivas e tradicionais.
Marx, Durkheim e Webber:
o Estudaram as estruturas do Capitalismo.
o Deram significados e sentidos diversos.
o Weber questionou o positivismo, a solidariedade
mecânica e orgânica e a luta de classes.
o A ação social e os tipos ideais na perspectiva
histórica, garantiriam a reflexão e compreensão da
sociedade.
Max weber

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

As origens e os principais teóricos da sociologia
As origens e os principais teóricos  da sociologiaAs origens e os principais teóricos  da sociologia
As origens e os principais teóricos da sociologiaLucio Oliveira
 
CORRENTES SOCIOLÓGICAS - RESUMO EM FORMA DE TÓPICOS
CORRENTES SOCIOLÓGICAS - RESUMO EM FORMA DE TÓPICOSCORRENTES SOCIOLÓGICAS - RESUMO EM FORMA DE TÓPICOS
CORRENTES SOCIOLÓGICAS - RESUMO EM FORMA DE TÓPICOSPaula Meyer Piagentini
 
Max weber-Educação, racionalização e burocratização em Weber
Max weber-Educação, racionalização e burocratização em WeberMax weber-Educação, racionalização e burocratização em Weber
Max weber-Educação, racionalização e burocratização em WeberIvone Bezerra
 
Aula 05 escola de frankfurt e teoria crítica 01
Aula 05   escola de frankfurt e teoria crítica 01Aula 05   escola de frankfurt e teoria crítica 01
Aula 05 escola de frankfurt e teoria crítica 01Elizeu Nascimento Silva
 
A contribuição da sociologia para a interpretação da realidade social
A contribuição da sociologia para a interpretação  da realidade socialA contribuição da sociologia para a interpretação  da realidade social
A contribuição da sociologia para a interpretação da realidade socialMarcela Marangon Ribeiro
 
Conceitos de Karl Marx
Conceitos de Karl MarxConceitos de Karl Marx
Conceitos de Karl MarxJoão Marcelo
 
A sociologia de Max Weber
A  sociologia de Max WeberA  sociologia de Max Weber
A sociologia de Max WeberAlison Nunes
 
Karl marx e o materialismo histórico e dialético
Karl marx e o materialismo histórico e dialéticoKarl marx e o materialismo histórico e dialético
Karl marx e o materialismo histórico e dialéticoMarcela Marangon Ribeiro
 
Max weber apresentação
Max weber apresentaçãoMax weber apresentação
Max weber apresentaçãosociofilo2012
 
Sociologia de Durkheim para ensino médio
Sociologia de Durkheim para ensino médioSociologia de Durkheim para ensino médio
Sociologia de Durkheim para ensino médioMatheus Rodrigues
 

Mais procurados (20)

Escola de Frankfurt - Indústria Cultural
Escola de  Frankfurt - Indústria CulturalEscola de  Frankfurt - Indústria Cultural
Escola de Frankfurt - Indústria Cultural
 
As origens e os principais teóricos da sociologia
As origens e os principais teóricos  da sociologiaAs origens e os principais teóricos  da sociologia
As origens e os principais teóricos da sociologia
 
Clássicos da sociologia
Clássicos da sociologiaClássicos da sociologia
Clássicos da sociologia
 
Ideologia
IdeologiaIdeologia
Ideologia
 
CORRENTES SOCIOLÓGICAS - RESUMO EM FORMA DE TÓPICOS
CORRENTES SOCIOLÓGICAS - RESUMO EM FORMA DE TÓPICOSCORRENTES SOCIOLÓGICAS - RESUMO EM FORMA DE TÓPICOS
CORRENTES SOCIOLÓGICAS - RESUMO EM FORMA DE TÓPICOS
 
Max weber-Educação, racionalização e burocratização em Weber
Max weber-Educação, racionalização e burocratização em WeberMax weber-Educação, racionalização e burocratização em Weber
Max weber-Educação, racionalização e burocratização em Weber
 
Aula 05 escola de frankfurt e teoria crítica 01
Aula 05   escola de frankfurt e teoria crítica 01Aula 05   escola de frankfurt e teoria crítica 01
Aula 05 escola de frankfurt e teoria crítica 01
 
A teoria de Max Weber
A teoria de Max WeberA teoria de Max Weber
A teoria de Max Weber
 
Modulo 1 introducao ao estudo da sociedade
Modulo 1  introducao ao estudo da sociedadeModulo 1  introducao ao estudo da sociedade
Modulo 1 introducao ao estudo da sociedade
 
A contribuição da sociologia para a interpretação da realidade social
A contribuição da sociologia para a interpretação  da realidade socialA contribuição da sociologia para a interpretação  da realidade social
A contribuição da sociologia para a interpretação da realidade social
 
Conceitos de Karl Marx
Conceitos de Karl MarxConceitos de Karl Marx
Conceitos de Karl Marx
 
Surgimento da sociologia
Surgimento da sociologiaSurgimento da sociologia
Surgimento da sociologia
 
A sociologia de Max Weber
A  sociologia de Max WeberA  sociologia de Max Weber
A sociologia de Max Weber
 
Karl marx e o materialismo histórico e dialético
Karl marx e o materialismo histórico e dialéticoKarl marx e o materialismo histórico e dialético
Karl marx e o materialismo histórico e dialético
 
Plano de aula: Sociedade e Religião
Plano de aula: Sociedade e Religião Plano de aula: Sociedade e Religião
Plano de aula: Sociedade e Religião
 
éTica e serviço social
éTica e serviço socialéTica e serviço social
éTica e serviço social
 
Classes sociais
Classes sociaisClasses sociais
Classes sociais
 
Karl Marx
Karl MarxKarl Marx
Karl Marx
 
Max weber apresentação
Max weber apresentaçãoMax weber apresentação
Max weber apresentação
 
Sociologia de Durkheim para ensino médio
Sociologia de Durkheim para ensino médioSociologia de Durkheim para ensino médio
Sociologia de Durkheim para ensino médio
 

Semelhante a Max weber

Semelhante a Max weber (20)

Max Weber: viés culturalista 2020
Max Weber: viés culturalista 2020Max Weber: viés culturalista 2020
Max Weber: viés culturalista 2020
 
Max weber
Max weberMax weber
Max weber
 
Max weber
Max weberMax weber
Max weber
 
O pensamento weberiano
O pensamento weberianoO pensamento weberiano
O pensamento weberiano
 
Apostila classicos-sociologia-131031092141-phpapp01
Apostila classicos-sociologia-131031092141-phpapp01Apostila classicos-sociologia-131031092141-phpapp01
Apostila classicos-sociologia-131031092141-phpapp01
 
Aula 4 - Max Weber
Aula 4 - Max WeberAula 4 - Max Weber
Aula 4 - Max Weber
 
Apostila classicos-sociologia
Apostila classicos-sociologiaApostila classicos-sociologia
Apostila classicos-sociologia
 
Teorias sociologicas classicas
Teorias sociologicas classicasTeorias sociologicas classicas
Teorias sociologicas classicas
 
max weber.pptx
max weber.pptxmax weber.pptx
max weber.pptx
 
Cp aula 2
Cp aula 2Cp aula 2
Cp aula 2
 
Max weber 1º ano
Max weber 1º anoMax weber 1º ano
Max weber 1º ano
 
A sociologia de max weber
A sociologia de max weberA sociologia de max weber
A sociologia de max weber
 
Sociologia positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
Sociologia   positivismo, marxismo e sociologia compreensivaSociologia   positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
Sociologia positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
 
A sociologia weberiana
A sociologia weberianaA sociologia weberiana
A sociologia weberiana
 
A sociologia de max weber
A sociologia de max weberA sociologia de max weber
A sociologia de max weber
 
A sociologia de weber
A sociologia de weberA sociologia de weber
A sociologia de weber
 
Max Weber
Max WeberMax Weber
Max Weber
 
Material de sociologia i
Material de sociologia iMaterial de sociologia i
Material de sociologia i
 
Introdução1545522
Introdução1545522Introdução1545522
Introdução1545522
 
FACELI - DIREITO - 2° período - Curso de Homem, cultura e sociedade - 08 - Re...
FACELI - DIREITO - 2° período - Curso de Homem, cultura e sociedade - 08 - Re...FACELI - DIREITO - 2° período - Curso de Homem, cultura e sociedade - 08 - Re...
FACELI - DIREITO - 2° período - Curso de Homem, cultura e sociedade - 08 - Re...
 

Mais de firminomaissociologiafilosofia2019

Trabalho: conceito, tipos, características, importãncia, globalização.
Trabalho: conceito, tipos, características, importãncia, globalização.Trabalho: conceito, tipos, características, importãncia, globalização.
Trabalho: conceito, tipos, características, importãncia, globalização.firminomaissociologiafilosofia2019
 

Mais de firminomaissociologiafilosofia2019 (20)

Ética e Moral
Ética e MoralÉtica e Moral
Ética e Moral
 
Estratificação social
Estratificação socialEstratificação social
Estratificação social
 
INSTITUIÇÕES SOCIAIS: RELIGIÃO
INSTITUIÇÕES SOCIAIS: RELIGIÃOINSTITUIÇÕES SOCIAIS: RELIGIÃO
INSTITUIÇÕES SOCIAIS: RELIGIÃO
 
Neoliberalismo e desigualdades sociais
Neoliberalismo e desigualdades sociaisNeoliberalismo e desigualdades sociais
Neoliberalismo e desigualdades sociais
 
Sociologia brasileira
Sociologia brasileiraSociologia brasileira
Sociologia brasileira
 
Instituições sociais família
Instituições sociais famíliaInstituições sociais família
Instituições sociais família
 
Trabalho: conceito, tipos, características, importãncia, globalização.
Trabalho: conceito, tipos, características, importãncia, globalização.Trabalho: conceito, tipos, características, importãncia, globalização.
Trabalho: conceito, tipos, características, importãncia, globalização.
 
ANTROPOLOGIA: CIÊNCIA DA ALTERIDADE.
ANTROPOLOGIA: CIÊNCIA DA ALTERIDADE.ANTROPOLOGIA: CIÊNCIA DA ALTERIDADE.
ANTROPOLOGIA: CIÊNCIA DA ALTERIDADE.
 
Cultura 2021
Cultura 2021Cultura 2021
Cultura 2021
 
Estrutura social: conceitos básicos.
Estrutura social: conceitos básicos.Estrutura social: conceitos básicos.
Estrutura social: conceitos básicos.
 
Émile Durkheim- 2021
Émile Durkheim- 2021Émile Durkheim- 2021
Émile Durkheim- 2021
 
Augusto Comte e o Positivismo 2021
Augusto Comte e o Positivismo 2021Augusto Comte e o Positivismo 2021
Augusto Comte e o Positivismo 2021
 
Estado, poder, política, cidadania 2020
Estado, poder, política, cidadania 2020Estado, poder, política, cidadania 2020
Estado, poder, política, cidadania 2020
 
Indústria Cultural e Cultura de Massa-2020
Indústria Cultural e Cultura de Massa-2020Indústria Cultural e Cultura de Massa-2020
Indústria Cultural e Cultura de Massa-2020
 
Capitalismo e trabalho 2020
Capitalismo e trabalho   2020Capitalismo e trabalho   2020
Capitalismo e trabalho 2020
 
Ética e moral 2020
Ética e moral 2020Ética e moral 2020
Ética e moral 2020
 
Determinismo e diversidade cultural 2020
Determinismo e diversidade cultural 2020Determinismo e diversidade cultural 2020
Determinismo e diversidade cultural 2020
 
Etnia, gênero, minorias 2020
Etnia, gênero, minorias 2020Etnia, gênero, minorias 2020
Etnia, gênero, minorias 2020
 
Cultura erudita e cultura popular 2020
Cultura erudita e cultura popular 2020Cultura erudita e cultura popular 2020
Cultura erudita e cultura popular 2020
 
Indivíduo e Socialização 2020
Indivíduo e Socialização 2020Indivíduo e Socialização 2020
Indivíduo e Socialização 2020
 

Último

Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.Susana Stoffel
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdfJorge Andrade
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresLilianPiola
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...LizanSantos1
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasRosalina Simão Nunes
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesMary Alvarenga
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfAdrianaCunha84
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 

Último (20)

Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 

Max weber

  • 2. Max Weber foi um importante sociólogo, jurista, historiador e economista alemão. Weber é considerado um dos fundadores do estudo sociológico moderno. Seus estudos mais importantes estão nas áreas da sociologia da religião, sociologia política, administração pública (governo) e economia. Nascimento: 21/04/1864. Morte:14/06/1920. Principais obras - A Ética Protestante e o espírito do capitalismo (1903) - Estudos sobre a Sociologia e a Religião (1921) - Estudos de Metodologia (1922) - Política como vocação
  • 3. 1. Introdução Contexto histórico: o Capitalismo e Imperialismo. o Unificação Alemã conduzida por Prússia e Bismarck. o Weber pensou a racionalidade da produção. o Crítico à Sociologia que pretendia estudar o social como as ciências da natureza.
  • 4. 2. O pensamento de Weber Weber X Marx: o Relativizou a luta de classes. o Valores compartilhados socialmente fundamentavam os vínculos antes do modo de produção. o Modo de produção: expressão do universo das ideias compartilhadas entre os membros da sociedade.
  • 5. Antipositivismo: Ciência da natureza x ciência social o A ciência da natureza propõe leis gerais. o A sociedade está inserida num contexto político, histórico e cultural e se expressa na ciência social. o É possível estabelecer tipos ideais/modelos de explicação para pensar a realidade histórico/social. o Tal método só tem valor se houver aproximação entre realidade histórica e reflexão.
  • 6. Objetos de estudo: o Os eventos culturais devem ser estudados com suas singularidades e especificidades. o Devem ser desconsideradas reflexões abrangentes que extrapolem o contexto histórico. o Os julgamentos, sujeitos a questões ideológicas, não devem ser considerados verdades absolutas. o Ao cientista social cabe compreender não julgar.
  • 7. Para Weber é importante deixar claro o ponto de vista assumido em relação a um objeto de estudo. Não é possível a afirmação de leis que regem a sociedade e que sejam atemporais. A ciência social não consegue reduzir a realidade empírica a leis. O caráter objetivo no estudo da sociedade é a compreensão, a partir do contexto histórico.
  • 8. Tipos ideais: o É importante construir tipos ideais na compreensão de uma determinada realidade. o Tipos ideais limitados ao contexto que os formaram. o A perspectiva marxista é um tipo ideal e acrescentou estudos históricos para fortalecer o seu modelo. o Marx não deve ser considerado verdade absoluta na compreensão do Capitalismo.
  • 9. Ética protestante e o espírito do Capitalismo (1904) o A crença calvinista no trabalho, na riqueza e prosperidade como ingredientes de salvação engendraram o Capitalismo. o Inglaterra, Suíça e EUA tornaram – se potências econômicas graças ao Calvinismo. o O ócio foi substituído pelo negócio. o A História justificou a ordem sócio – econômica.
  • 10. Benjamin Franklin e o espírito do Capitalismo Franklin afirma que tempo é dinheiro, que o crédito é dinheiro, e que o dinheiro pode gerar dinheiro. Ele encoraja as pessoas a pagar todas as suas dívidas no prazo determinado, porque incentiva a confiança dos outros. Ele também incentiva as pessoas a se apresentar como trabalhador e confiável em todos os momentos. Weber diz que esta "filosofia da avareza" vê o aumento de capital como um fim em si mesmo. É uma ética e que o indivíduo é visto como tendo a obrigação de prosperar.
  • 11. 3. Weber: conceitos elementares o A Sociologia deve compreender a ação social. o Ação social: conduta humana em determinadas circunstâncias, atuação do sujeito histórico por determinados interesses/sentidos. Motivações na ação social: o Racional, tradições, afetivas.
  • 12. AÇÃO SOCIAL – CARACTERÍSTICAS AÇÃO SOCIAL – TIPOS IDEAIS Conduta humana dotada de sentidos. Racional com relação aos fins. Conduta planejada, com finalidade. Racional com relação a valores: Reflexão: ética, estética, política. Ação direcionada a outros. Tradicional: não refletida, repetida com grau de irracionalidade. Pressupõe o reconhecimento do sentido daqueles para os quais é dirigida. Afetiva: motivada por emoções de momentos ou paixões (irracional).
  • 13. Importante: o O sociólogo deve perceber qual o tipo da ação é mais influente na sociedade. o Deve captar os sentidos e o tipo da ação social. o Ação racional: ação voltada a subsistência possui o sentido da sobrevivência, enriquecer é caminho de salvação. o Ação afetiva: torcida organizada no futebol.
  • 14. Relação social: o Quando a ação social é reconhecida pelos membros a quem é dirigida. o Integra por códigos de conduta e sentidos. o Exemplo: O canto de uma ave tem sentido comum para uma tribo indígena. o Uma cantada é um código comum entendido mas, se não é aceita, não acontece a ação social.
  • 15. 4. A modernidade no pensamento de Weber o O caminho da modernidade é a racionalização progressiva, destacando o conhecimento técnico – científico e por estruturas de: profissionalização, mérito e impessoalidade no princípio de cidadania. o A racionalização leva ao “desencantamento”, à desmistificação da realidade.
  • 16. Racionalização na esfera político – institucional Burocratização do Estado: o O Estado legitima – se e burocratiza – se racionalmente e com determinados valores e fins. o Cria um aparato técnico – científico aliado à organização administrativa, pautado no critério de eficiência na mobilização de recursos para o atendimento de determinados fins.
  • 17. Estado: forças racionais x forças irracionais o Conflito entre aceitar ordens e regras como legítimas e os desejos individuais, afetividades e interesses particulares. o O tradicionalismo individualista exerce pressões sobre o Estado burocrático e racional. o Em certas circunstâncias o racional é substituído por estruturas afetivas e tradicionais.
  • 18. Marx, Durkheim e Webber: o Estudaram as estruturas do Capitalismo. o Deram significados e sentidos diversos. o Weber questionou o positivismo, a solidariedade mecânica e orgânica e a luta de classes. o A ação social e os tipos ideais na perspectiva histórica, garantiriam a reflexão e compreensão da sociedade.