SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 9
A SOCIOLOGIA DE MAX WEBER




        (1864 - 1920)
“ cada sociedade é um conjunto de individualidade sociocultural formada de
 componentes historicamente agrupados”
                                                                           Max Weber



Weber entedia que o objeto de estudo é apenas um fragmento finito da
realidade. Assim, concorda com a impossibilidade de entender os fenômenos
sociais em sua totalidade. Assim, Weber desenvolveu uma ferramenta de
investigação chamada TIPO IDEAL.


                                     Escolha, por parte do cientista, de
                                     elementos     considerados     mais
                                     relevantes.
                                      Estatística e História tem grande
                                     valor.



                Relação Social: “probabilidade que uma determinada conduta
                tenha seu sentido compartilhado por diversos agentes” .
O pensamento alemão surge contraste ao positivismo:
                                   Idealismo: possui um caráter observativo de cada
                                   formação social.



                                                                            Externa

      Max Weber              Critica a proposta de “coisificação”           Coercitiva
      (1864-1920)
                             da sociedade.
                                                                             Generalizada


                                     é resultado de uma enorme e inesgotável interação
                                     entre os indivíduos
O Ponto central da sociologia de
Weber é a ação social.               Significado da ação se encontra em suas conseqüências


 Ação Social: todo comportamento cuja origem depende da reação ou expectativa de
 outras partes envolvidas. È o indivíduo que, por meio dos valores sociais e sua
 motivação, produz o sentido da ação social.
Tipologia das ações sociais


Ação racional com relação valores: Esta
associada à fidelidade aos valores
individuais (ético/religioso), aos princípios
do indivíduo.


Ação emocional/afetiva: é definida por
uma reação emocional ou humor do
sujeito.


Ação Tradicional: aquele estabelecido
pela crença nos hábitos e/ou costumes.


Ação racional com relação a fins:
determinada pelo calculo racional
previamente definido; objetivo.
EXEMPLOS:
                           Relaxar ao Domingos
Ação Tradicional
                          A utilização de talheres


                     Comemorar a vitória de um time
 Ação Afetiva
                    Mãe maltrata seu filho ao corrigi-lo

 Ação Racional
                                 Ir a Igreja
 com Relação a
                      A escolha de um partido político
    valores

 Ação Racional
                           Transações econômicas
 com relação a
                   Buscar uma aprovação em um concurso
     Fins
AS AÇÕES PODEM SER COMPLEXAS

  AÇÃO COM                 PROFESSOR                 AÇÃO AFETIVA
RELAÇÃO A FINS.
                                                    Prazer em ensinar
  Receber um                                           seus alunos
    Salário

                      AÇÃO            AÇÃO
                  RELACIONADA A    TRADICIONAL
                     VALORES
                                   Presença de um
                   A importância   grande número
                    atribuída a    de professores
                    Educação.         na família.
WEBER E A POLÍTICA
           Weber buscou a separação entre ciência e ideologia.




             POLÍTICA                                 CIÊNCIA



A esfera política é irracional.         A ciência é racional e imparcial.
influenciada pela paixão.               O cientista busca a verdade e se
É a luta pelo poder dentro do Estado.   mantém fiel a ela.
Capacidade de impor sua vontade a       Deve-se buscar a ciência como
outros grupos                            vocação.
SOCIOLOGIA POLÍTICA
Para Weber a finalidade ideal da ação política é a instituição e perpetuação do

   PODER          “Probabilidade de impor a própria vontade dentro de uma relação social”




DOMINAÇÃO           “Probabilidade de encontrar obediência dentro de um grupo a um certo mandato”



   Dominação      Obediência relacionada a suas qualidades virtuosas, carisma.
   carismática     Mahatma Gandhi / Napoleão


   Dominação      Prevalece através da tradição: “Senhor ordena e súditos obedecem”
   tradicional     Monarquia / direito divino do trono


                  Legitimada através de um estatuto (constituição / leis) que confere
   Dominação
                  poder ao dominador.
     legal
                   Eleições presidenciais
A ÉTICA PROTESTANTE E O ESPÍRITO DO
            CAPITALISMO
Nesta obra Weber investigou as conexões existentes ente o protestantismo e o
comportamento de seus adeptos em relação ao capitalismo moderno.



             Protestantes                                 Católicos

• Propensão ao trabalho                   • “alheamento” material
• Poupança                                • Vida voltada ao sacrifício
• Ensino voltado para o lucro             • renúncia da vida prática

 Fatores decisivos sobre os indivíduos    Resultam na não acumulação de bens




Weber mostra que a moral (hábitos/costumes/valores) é determinante no mundo
capitalista, promovendo o espírito do capitalismo  a procura racional do lucro.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Max Weber - Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo
Max Weber - Ética Protestante e o Espírito do CapitalismoMax Weber - Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo
Max Weber - Ética Protestante e o Espírito do CapitalismoVitor Vieira Vasconcelos
 
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)e neto
 
Karl marx e o materialismo histórico e dialético
Karl marx e o materialismo histórico e dialéticoKarl marx e o materialismo histórico e dialético
Karl marx e o materialismo histórico e dialéticoMarcela Marangon Ribeiro
 
A contribuição da sociologia para a interpretação da realidade social
A contribuição da sociologia para a interpretação  da realidade socialA contribuição da sociologia para a interpretação  da realidade social
A contribuição da sociologia para a interpretação da realidade socialMarcela Marangon Ribeiro
 
Poder, Política e Estado.
Poder, Política e Estado.Poder, Política e Estado.
Poder, Política e Estado.Paula Raphaela
 
Conceitos de Karl Marx
Conceitos de Karl MarxConceitos de Karl Marx
Conceitos de Karl MarxJoão Marcelo
 

Mais procurados (20)

Max Weber - Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo
Max Weber - Ética Protestante e o Espírito do CapitalismoMax Weber - Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo
Max Weber - Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo
 
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)
 
Filosofia Política
Filosofia PolíticaFilosofia Política
Filosofia Política
 
Karl marx (materialismo histórico)
Karl marx (materialismo histórico)Karl marx (materialismo histórico)
Karl marx (materialismo histórico)
 
Aula 3 - Durkheim
Aula 3 - DurkheimAula 3 - Durkheim
Aula 3 - Durkheim
 
Karl Marx
Karl MarxKarl Marx
Karl Marx
 
Castas, estamentos e classes sociais
Castas, estamentos e classes sociaisCastas, estamentos e classes sociais
Castas, estamentos e classes sociais
 
Poder e política
Poder e políticaPoder e política
Poder e política
 
Surgimento da Sociologia
Surgimento da SociologiaSurgimento da Sociologia
Surgimento da Sociologia
 
Aula 4 - Max Weber
Aula 4 - Max WeberAula 4 - Max Weber
Aula 4 - Max Weber
 
Max weber
Max weberMax weber
Max weber
 
Fatos sociais
Fatos sociaisFatos sociais
Fatos sociais
 
Emile durkheim
Emile durkheimEmile durkheim
Emile durkheim
 
Karl marx e o materialismo histórico e dialético
Karl marx e o materialismo histórico e dialéticoKarl marx e o materialismo histórico e dialético
Karl marx e o materialismo histórico e dialético
 
INDIVÍDUO E SOCIEDADE
INDIVÍDUO E SOCIEDADEINDIVÍDUO E SOCIEDADE
INDIVÍDUO E SOCIEDADE
 
A contribuição da sociologia para a interpretação da realidade social
A contribuição da sociologia para a interpretação  da realidade socialA contribuição da sociologia para a interpretação  da realidade social
A contribuição da sociologia para a interpretação da realidade social
 
Sociologia brasileira
Sociologia brasileiraSociologia brasileira
Sociologia brasileira
 
Clássicos da sociologia
Clássicos da sociologiaClássicos da sociologia
Clássicos da sociologia
 
Poder, Política e Estado.
Poder, Política e Estado.Poder, Política e Estado.
Poder, Política e Estado.
 
Conceitos de Karl Marx
Conceitos de Karl MarxConceitos de Karl Marx
Conceitos de Karl Marx
 

Destaque (9)

Max Weber - Sociologia
Max Weber - SociologiaMax Weber - Sociologia
Max Weber - Sociologia
 
Max weber sociologia
Max weber sociologiaMax weber sociologia
Max weber sociologia
 
Max Weber
Max WeberMax Weber
Max Weber
 
Max weber ppt
Max weber pptMax weber ppt
Max weber ppt
 
Max Weber
Max WeberMax Weber
Max Weber
 
o pensamento sociológico de max weber
o pensamento sociológico de max webero pensamento sociológico de max weber
o pensamento sociológico de max weber
 
Sociologia da educacao
Sociologia da educacaoSociologia da educacao
Sociologia da educacao
 
4 weber e a educacao
4   weber e a educacao4   weber e a educacao
4 weber e a educacao
 
Aportes de max weber - Leyla Luz Piñas Laura
Aportes de max weber -  Leyla Luz Piñas LauraAportes de max weber -  Leyla Luz Piñas Laura
Aportes de max weber - Leyla Luz Piñas Laura
 

Semelhante a A Sociologia de Max Weber: Teoria da Ação Social

Semelhante a A Sociologia de Max Weber: Teoria da Ação Social (20)

Max weber
Max weberMax weber
Max weber
 
A sociologia de max weber
A sociologia de max weberA sociologia de max weber
A sociologia de max weber
 
Max weber
Max weberMax weber
Max weber
 
Atividadetres 121203202245-phpapp02
Atividadetres 121203202245-phpapp02Atividadetres 121203202245-phpapp02
Atividadetres 121203202245-phpapp02
 
max weber.pptx
max weber.pptxmax weber.pptx
max weber.pptx
 
A sociologia de max weber
A sociologia de max weberA sociologia de max weber
A sociologia de max weber
 
Serviço Social e Educação:
Serviço Social e Educação: Serviço Social e Educação:
Serviço Social e Educação:
 
A sociologia de max weber
A sociologia de max weberA sociologia de max weber
A sociologia de max weber
 
Ética e Competência
Ética e CompetênciaÉtica e Competência
Ética e Competência
 
A sociologia de weber
A sociologia de weberA sociologia de weber
A sociologia de weber
 
Entrevista com max weber
Entrevista com max weberEntrevista com max weber
Entrevista com max weber
 
Saiba mais sobre Max Weber
Saiba mais sobre Max WeberSaiba mais sobre Max Weber
Saiba mais sobre Max Weber
 
Max weber
Max weberMax weber
Max weber
 
Apostila sociologia
Apostila sociologiaApostila sociologia
Apostila sociologia
 
Apostila sociologia (1)
Apostila sociologia (1)Apostila sociologia (1)
Apostila sociologia (1)
 
Max weber-Educação, racionalização e burocratização em Weber
Max weber-Educação, racionalização e burocratização em WeberMax weber-Educação, racionalização e burocratização em Weber
Max weber-Educação, racionalização e burocratização em Weber
 
Apostila sociologia - eja fácil
Apostila sociologia - eja fácilApostila sociologia - eja fácil
Apostila sociologia - eja fácil
 
Introdução1545522
Introdução1545522Introdução1545522
Introdução1545522
 
Atividadetres 121203202245-phpapp09
Atividadetres 121203202245-phpapp09Atividadetres 121203202245-phpapp09
Atividadetres 121203202245-phpapp09
 
Max Weber: viés culturalista 2020
Max Weber: viés culturalista 2020Max Weber: viés culturalista 2020
Max Weber: viés culturalista 2020
 

Mais de Alison Nunes

Tarefa 1º em gregos.
Tarefa 1º em   gregos.Tarefa 1º em   gregos.
Tarefa 1º em gregos.Alison Nunes
 
Cultura e sociedade
Cultura e sociedadeCultura e sociedade
Cultura e sociedadeAlison Nunes
 
Cultura Brasileira e Sincretismo.
Cultura Brasileira e Sincretismo.Cultura Brasileira e Sincretismo.
Cultura Brasileira e Sincretismo.Alison Nunes
 
Jean Jacques Rousseau
Jean Jacques RousseauJean Jacques Rousseau
Jean Jacques RousseauAlison Nunes
 
Filosofia Medieval
Filosofia MedievalFilosofia Medieval
Filosofia MedievalAlison Nunes
 
Hobbes e o poder absoluto do Estado
Hobbes e o poder absoluto do EstadoHobbes e o poder absoluto do Estado
Hobbes e o poder absoluto do EstadoAlison Nunes
 
Introdução à Sociologia
Introdução à SociologiaIntrodução à Sociologia
Introdução à SociologiaAlison Nunes
 
Cultura e Sociedade
Cultura e SociedadeCultura e Sociedade
Cultura e SociedadeAlison Nunes
 
A sociologia pós- clássicos
A sociologia pós- clássicosA sociologia pós- clássicos
A sociologia pós- clássicosAlison Nunes
 
A filosofia medieval
A filosofia medievalA filosofia medieval
A filosofia medievalAlison Nunes
 
Marx e o socialismo científico
Marx e o socialismo científicoMarx e o socialismo científico
Marx e o socialismo científicoAlison Nunes
 
Do movimento sofista à filosofia moral
Do movimento sofista à filosofia moralDo movimento sofista à filosofia moral
Do movimento sofista à filosofia moralAlison Nunes
 
O surgimento da filosofia
O surgimento da filosofiaO surgimento da filosofia
O surgimento da filosofiaAlison Nunes
 

Mais de Alison Nunes (18)

Tarefa 1º em gregos.
Tarefa 1º em   gregos.Tarefa 1º em   gregos.
Tarefa 1º em gregos.
 
Cultura e sociedade
Cultura e sociedadeCultura e sociedade
Cultura e sociedade
 
Cultura Brasileira e Sincretismo.
Cultura Brasileira e Sincretismo.Cultura Brasileira e Sincretismo.
Cultura Brasileira e Sincretismo.
 
Jean Jacques Rousseau
Jean Jacques RousseauJean Jacques Rousseau
Jean Jacques Rousseau
 
Filosofia Medieval
Filosofia MedievalFilosofia Medieval
Filosofia Medieval
 
Hobbes e o poder absoluto do Estado
Hobbes e o poder absoluto do EstadoHobbes e o poder absoluto do Estado
Hobbes e o poder absoluto do Estado
 
John Locke
John LockeJohn Locke
John Locke
 
Introdução à Sociologia
Introdução à SociologiaIntrodução à Sociologia
Introdução à Sociologia
 
Maquiavel
MaquiavelMaquiavel
Maquiavel
 
Platão
PlatãoPlatão
Platão
 
Cultura e Sociedade
Cultura e SociedadeCultura e Sociedade
Cultura e Sociedade
 
A sociologia pós- clássicos
A sociologia pós- clássicosA sociologia pós- clássicos
A sociologia pós- clássicos
 
O racionalismo
O racionalismoO racionalismo
O racionalismo
 
A filosofia medieval
A filosofia medievalA filosofia medieval
A filosofia medieval
 
Marx e o socialismo científico
Marx e o socialismo científicoMarx e o socialismo científico
Marx e o socialismo científico
 
Aristóteles
AristótelesAristóteles
Aristóteles
 
Do movimento sofista à filosofia moral
Do movimento sofista à filosofia moralDo movimento sofista à filosofia moral
Do movimento sofista à filosofia moral
 
O surgimento da filosofia
O surgimento da filosofiaO surgimento da filosofia
O surgimento da filosofia
 

A Sociologia de Max Weber: Teoria da Ação Social

  • 1. A SOCIOLOGIA DE MAX WEBER (1864 - 1920)
  • 2. “ cada sociedade é um conjunto de individualidade sociocultural formada de componentes historicamente agrupados” Max Weber Weber entedia que o objeto de estudo é apenas um fragmento finito da realidade. Assim, concorda com a impossibilidade de entender os fenômenos sociais em sua totalidade. Assim, Weber desenvolveu uma ferramenta de investigação chamada TIPO IDEAL. Escolha, por parte do cientista, de elementos considerados mais relevantes.  Estatística e História tem grande valor. Relação Social: “probabilidade que uma determinada conduta tenha seu sentido compartilhado por diversos agentes” .
  • 3. O pensamento alemão surge contraste ao positivismo: Idealismo: possui um caráter observativo de cada formação social. Externa Max Weber Critica a proposta de “coisificação” Coercitiva (1864-1920) da sociedade. Generalizada é resultado de uma enorme e inesgotável interação entre os indivíduos O Ponto central da sociologia de Weber é a ação social. Significado da ação se encontra em suas conseqüências Ação Social: todo comportamento cuja origem depende da reação ou expectativa de outras partes envolvidas. È o indivíduo que, por meio dos valores sociais e sua motivação, produz o sentido da ação social.
  • 4. Tipologia das ações sociais Ação racional com relação valores: Esta associada à fidelidade aos valores individuais (ético/religioso), aos princípios do indivíduo. Ação emocional/afetiva: é definida por uma reação emocional ou humor do sujeito. Ação Tradicional: aquele estabelecido pela crença nos hábitos e/ou costumes. Ação racional com relação a fins: determinada pelo calculo racional previamente definido; objetivo.
  • 5. EXEMPLOS: Relaxar ao Domingos Ação Tradicional A utilização de talheres Comemorar a vitória de um time Ação Afetiva Mãe maltrata seu filho ao corrigi-lo Ação Racional Ir a Igreja com Relação a A escolha de um partido político valores Ação Racional Transações econômicas com relação a Buscar uma aprovação em um concurso Fins
  • 6. AS AÇÕES PODEM SER COMPLEXAS AÇÃO COM PROFESSOR AÇÃO AFETIVA RELAÇÃO A FINS. Prazer em ensinar Receber um seus alunos Salário AÇÃO AÇÃO RELACIONADA A TRADICIONAL VALORES Presença de um A importância grande número atribuída a de professores Educação. na família.
  • 7. WEBER E A POLÍTICA Weber buscou a separação entre ciência e ideologia. POLÍTICA CIÊNCIA A esfera política é irracional. A ciência é racional e imparcial. influenciada pela paixão. O cientista busca a verdade e se É a luta pelo poder dentro do Estado. mantém fiel a ela. Capacidade de impor sua vontade a Deve-se buscar a ciência como outros grupos vocação.
  • 8. SOCIOLOGIA POLÍTICA Para Weber a finalidade ideal da ação política é a instituição e perpetuação do PODER “Probabilidade de impor a própria vontade dentro de uma relação social” DOMINAÇÃO “Probabilidade de encontrar obediência dentro de um grupo a um certo mandato” Dominação Obediência relacionada a suas qualidades virtuosas, carisma. carismática  Mahatma Gandhi / Napoleão Dominação Prevalece através da tradição: “Senhor ordena e súditos obedecem” tradicional  Monarquia / direito divino do trono Legitimada através de um estatuto (constituição / leis) que confere Dominação poder ao dominador. legal  Eleições presidenciais
  • 9. A ÉTICA PROTESTANTE E O ESPÍRITO DO CAPITALISMO Nesta obra Weber investigou as conexões existentes ente o protestantismo e o comportamento de seus adeptos em relação ao capitalismo moderno. Protestantes Católicos • Propensão ao trabalho • “alheamento” material • Poupança • Vida voltada ao sacrifício • Ensino voltado para o lucro • renúncia da vida prática  Fatores decisivos sobre os indivíduos  Resultam na não acumulação de bens Weber mostra que a moral (hábitos/costumes/valores) é determinante no mundo capitalista, promovendo o espírito do capitalismo  a procura racional do lucro.