Aula 02 comunicação institucional comunicação empresarial integrada

1.197 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.197
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
96
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 02 comunicação institucional comunicação empresarial integrada

  1. 1. Comunicação Institucional Comunicação Integrada Prof. Ms. Elizeu N. Silva
  2. 2. Comunicação Empresarial Integrada A primeira atitude de comunicação a ser adotada pela organização consiste em admitir a possibilidade de opiniões divergentes, de que precisa se abrir para o diálogo. O nível do relacionamento entre as pessoas, e entre pessoas e organizações, decorre de como as diferenças são encaradas e tratadas. Quando são respeitadas, consideradas e aceitas, a comunicação flui naturalmente. Não há comunicação sem feedbak.
  3. 3. Comunicação Empresarial Integrada ZONA DE RUÍDO FEEDBACK
  4. 4. Comunicação Empresarial Integrada Nas organizações, a comunicação enfrenta um desafio adicional que é o de persuadir, motivar e criar empatia no receptor. A comunicação eficaz exige da organização profundo conhecimento dos valores, atitudes e reações dos receptores, bem como dos fatores que os influenciam. Sem esse conhecimento fica muito difícil impactar positivamente o público-alvo.
  5. 5. Comunicação Empresarial Integrada As peculiaridades de lugar, de contexto e de públicos exige que as organizações desenvolvam estratégias comunicacionais localizadas e/ou personalizadas para cada região e/ou público. Emissor: Organização Mensagem: Objetivos comunicacionais da organização Receptor: Diferentes públicos envolvidos na cadeia econômica da organização.
  6. 6. Comunicação Empresarial Integrada EMISSOR  Organização que promove a comunicação.  Órgão ou departamento responsável pela mensagem.  Diretrizes comunicacionais da organização (que devem estar definidos a priori em relação à formulação da mensagem).
  7. 7. Comunicação Empresarial Integrada MENSAGEM Subdivide-se em conteúdo, forma e meio. Conteúdo da comunicação:  Objeto: pode ter como foco um produto, uma linha de produtos ou a própria organização.  Natureza: pode envolver o lançamento ou a sustentação do produto, serviço ou organização.  Foco: pode ser cognitivo (informativo), emocional (persuasivo) ou comportamental (idem).
  8. 8. Comunicação Empresarial Integrada MENSAGEM Conteúdo da comunicação:  Abordagem: Pode ser formal, humorística, técnica, testemunhal, emocional, sensual.  Objetivo: O que se pretende comunicar. Pode ser abordado de forma genérica ou pontual.  Conceito: Ideia central a ser explorada e que traduz com clareza os itens anteriores e a identidade da organização.  Tema central: Deve ser flexível, impactante e fácil de ser decodificado pelo público.
  9. 9. Comunicação Empresarial Integrada MENSAGEM A mensagem pode ser única, mas sua formatação varia conforme o conteúdo, as necessidades e as circunstâncias. • Quando destina-se a um grande número de pessoas indistintamente, constitui-se como comunicação de massa. • Quando destina-se a um número limitado de pessoas, identificado a partir de especificidades, constitui-se como comunicação segmentada.
  10. 10. Comunicação Empresarial Integrada O plano de comunicação é o documento estratégico do qual constam objetivos, estratégias, ações e metas relacionadas à percepção da organização pelos seus públicos. A maneira como a organização quer ser reconhecida deve orientar e contextualizar as divulgações, comunicados, briefings para entrevistas e a estratégia de relacionamento com os públicos de interesse.
  11. 11. Comunicação Empresarial Integrada O modelo de gestão adotado na organização é um dos principais elementos a fixar sua identidade junto aos públicos. • Se adota critérios de meritocracia; • Se adota atitudes de sustentabilidade ambiental e social; • Se investe em tecnologia e inovação; • Se incentiva a criatividade e a autonomia dos colaboradores; • Se pela qualidade e pelo atendimento aos clientes. • Etc.
  12. 12. Comunicação Empresarial Integrada Uma forma de reforçar o conhecimento desses valores junto aos públicos é incluí-los de forma resumida em todas as comunicações da organização direcionadas aos stakeholders. • Por exemplo, deve estar presente nas ferramentas Q&A (Questions & Answers) e fazer parte do treinamento dos porta-vozes.
  13. 13. Comunicação Empresarial Integrada Pontos fundamentais: 1. A Comunicação Empresarial é uma área altamente estratégica nas organizações e não pode ser conduzida por amadores. A delegação sem limites desta área coloca a organização em alto risco. 2. Como área estratégica, a comunicação deve ser pensada de forma criativa, inteligente, responsável, a partir de análises consistentes e diagnóstico seguro. Exige pensamento rápido, conhecimento do ambiente, bom senso, disciplina. É ciência e técnica.
  14. 14. Comunicação Empresarial Integrada Pontos fundamentais: 3. Em comunicação organizacional, não há segunda chance. O impacto da comunicação sobre os públicos tende a ser profundo e definitivo. Não há margem para erros. 4. Raras organizações compreendem estas premissas (e as demais relacionadas à comunicação organizacional).
  15. 15. Comunicação Empresarial Integrada A comunicação empresarial clássica (e ultrapassada) se organiza em três vertentes básicas de atuação: a) Comunicação de Marketing: Voltada para a marca dos produtos, serviços e/ou da própria organização. Foco nos clientes e mercado consumidor. b) Comunicação Institucional: Cuida da imagem da organização junto aos formadores de opinião e à opinião pública em geral. c) Comunicação Interna: Voltada para o público interno (funcionários e familiares).
  16. 16. Comunicação Empresarial Integrada Limitações do Modelo Clássico: O modelo levou muitas empresas a terem estruturas específicas para cada segmento de público, controlados por departamentos estanques, com estratégias, pessoal e gerências independentes. • O modelo gera conflito entre os departamentos e dificulta a padronização da linguagem – afetando, consequentemente, a identidade da organização. • O modelo gera perda de energia, de recursos, rotinas redundantes, sobreposições de competências.
  17. 17. Comunicação Empresarial Integrada A construção da identidade institucional não resulta apenas dos estímulos comunicacionais emitidos pela organização. Resulta, em grande medida, da percepção que os públicos têm da organização – forjada pela  História da organização;  Qualidade dos produtos e serviços oferecidos;  Postura profissional dos funcionários;  Comportamento dos gestores;  Programação visual da organização;  Propaganda e ações publicitárias.
  18. 18. Comunicação Empresarial Integrada  Arquitetura dos prédios;  Desenho dos escritórios;  Eventos que realiza;  Programas culturais e sociais nos quais se envolve;  Como se relaciona com os públicos;  Etc. Trata-se de um conjunto de elementos (objetivos, visuais e simbólicos) que sustentam a imagem da organização. Entre eles deve haver perfeita harmonia.
  19. 19. Comunicação Empresarial Integrada Dissonâncias causam desgaste à imagem da organização. Cabe à Comunicação Integrada garantir a harmonia entre os vários elementos.
  20. 20. Bibliografia MAFEI, Maristela; CECATO, Valdete. Comunicação corporativa. São Paulo: Ed. Contexto, 2011 MATOS, Gustavo Gomes de. Comunicação empresarial sem complicação. 2ª edição. Barueri: Ed. Manole, 2009 NEVES, Roberto de Castro. Comunicação empresarial integrada. 3ª edição. Rio de Janeiro: Ed. Mauad, 2000 TORQUATO, Gaudêncio. Cultura, poder, comunicação, crise e imagem. 2ª edição. São Paulo: Ed. Cencage Learning, 2012

×