SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 36
Stuart Mill
Da Liberdade
Como utilitarista, ele recusa a teoria dos
direitos naturais, mas a liberdade
também não é um luxo que interesse
apenas a uma minoria esclarecida. É
antes de mais nada o substrato
necessário para o desenvolvimento de
toda a humanidade.
E principalmente porque ela torna
possível a ... manifestação da
diversidade, a quais, por sua vez, é o
ingrediente necessário para se
alcançar a verdade.
A fé no progresso inevitável da liberdade
estava muito mais difundida em meados
do século XIX do que cem anos depois.
Quando Mill escreveu Da Liberdade, uma
onda de reação varria a Europa após o
fracasso das revoluções de 1848. Mas Mill
não tinha dúvidas sobre o triunfo do
liberalismo.
Mostrou-se mais preocupado com
elementos antiliberais que surgiam na
moderna sociedade industrial do que com
atividade repressivas do governo.
O ensáio (Da Liberdade) e voltado para a
liberdade individual. Para Mill os direitos e
liberdades individuais devem ser
ilimitados, desde que não infrinjam os
direitos dos outros ou ponha em perigo a
segurança da comunidade.
“A única liberdade que merece este nome
é a de buscar nosso próprio bem, à nossa
própria maneira, contanto que não
procuremos privar os outros do que lhe é
devido, nem impedir seus esforços para
obte-lo... Os homens tem mais a ganhar
deixando que cada um viva como quer, do
que obrigando cada um a viver como os
outros querem”.
Mill se preocupava com o que ele
chamava “a tirania da maioria”. A
democracia não apresenta garantias
a liberdade individual, embora suas
restrições sejam menos aparentes
do que um regime autoritário.
A “tirania da opinião” e do sentimento
predominantes é a tentativa da sociedade de
impor as ideias e as práticas aceitas pela
maioria. A tirania social é a mais difícil de
resistir do que as leis despóticas ...
... porque suas vítimas “tem menos meios de
escapar, pois ela penetra mais
profundamente nos escaninhos da vida e
escraviza a própria alma”. Mesmo sendo
característico da natureza humana impor
suas opiniões.
O homem não é completamente livre
a não ser que haja absoluta
liberdade de opinião em assuntos
científicos, morais e religiosos.
“Se toda a humanidade tivesse a
mesma opinião e apenas uma pessoa
tivesse opinião contrária, seria tão
injusto a humanidade silenciar essa
pessoa como essa pessoa silenciar a
humanidade”.
A opinião dominante em qualquer assunto
tem pouca probabilidade de ser totalmente
exata, é somente pelo entrechoque de
opiniões contrárias que pode chegar à
verdade total.
Mesmo as opiniões erradas tem
valor social, servindo para aclarar as
opiniões certas.
Mill acreditava que as idéias novas
são sempre fornecidas por minorias
e indivíduos de gênio, devendo-se
permitir que eles floresçam numa
“atmosfera de liberdade”.
A crença popular de que “a verdade
sempre triunfa sobre a perseguição”
é rejeitada por Mill como “uma dessas
agradáveis falsidades que os
homens estão sempre repetindo...
Mas que toda experiência
desmente”...
...A história, diz Mill, “esta cheia de
exemplos da verdade esmagada
pela perseguição”. Cita numerosos
exemplos de casos em que a
perseguição religiosa triunfou, para
demonstrar que “a perseguição
sempre vence ...
... salvo quando os heréticos formam um
grupo forte demais para ser perseguido com
resultado. É apenas sentimentalismo
vazio pensar que a verdade, apenas por
ser verdade, tinha algum poder inerente,
que o erro não tem, de triunfar contra o
calabouço e o patíbulo”.
O ideal grego de autodesenvolvimento
tem grande atração para Mill. Trata-se da
doutrina de pleno desenvolvimento da
personalidade do indivíduo, permitindo-se
que as pessoas diferentes levem vida
diversa...
...A tendência da sociedade à uniformidade é
quase irresistível, pois as pessoas “agora leem
as mesmas coisas, ouvem as mesmas coisas,
vão aos mesmos lugares, dirigem suas
esperanças e temores para os mesmos
objetivos, tem os mesmos direitos e liberdades, e
os mesmos meios de assegura-los”. No entanto
a variedade é indispensável a uma sociedade
civilizada.
Restrições à liberdade. “Todas as
vezes que há um dano real ou
ameaça desse dano, quer ao
individuo quer ao público, o caso
sai do terreno da liberdade e cai no
da moralidade ou da lei”.
A importância da oposição: “Um Estado
que amesquinha seus homens para
torna-los instrumentos mais dóceis em
suas mãos, ainda que para fins
benéficos ...
... verá que com homens mesquinhos
nada de grande se realizará; e que a
perfeição da máquina à qual sacrificou
tudo, de nada lhe valerá afinal, por falta
da força vital, que ele preferiu eliminar a
fim de que a máquina trabalhasse com
mais eficiência”.
Nunca desde a Idade Média a liberdade
individual esteve tão ameaçada ou
mesmo totalmente suprimida como em
tantas regiões do mundo atual ...
... Os totalitário modernos não
reconhecem qualquer distinção entre vida
pública e privada, pois só pensam em
transformar o individuo em mera peça de
uma vasta engrenagem impessoal, com
todos os pensamentos e atos controlados
pelo Estado...
...A importância de Mill, com sua fé
no progresso da humanidade
através da liberdade de
pensamento, é, portanto, tão grande
hoje em dia quanto o seria em
qualquer outra época passada.
Outras coisas sobre Mill:
O socialismo prémarxista, que é aquele que
Mill escreve, não tem por objetivo aumentar
o poder do Estado.
O poder dos governos sempre é
perigoso.
Mill, tanto em suas profecias como em
suas esperanças, equivocou-se, por não
prever o poderio cada vez maior das
grandes corporações.
É curioso o fato de Mill não ter feito
referências a polícia como um perigo à
liberdade. A polícia hoje é seu maior
inimigo.
Não é só a felicidade que se perde,
quando a liberdade é
desnecessariamente prejudicada.
O homem é um ser capaz de desenvolver
suas capacidades.
O governo democrático é melhor
porque encontramos as condições
que favorecem o desenvolvimento
das capacidades de cada cidadão.
Com a perspicácia que lhe é
caracterizada ...
... Mill aponta para o fato de que uma
sociedade livre, na medida mesmo em
que propicia o choque das opiniões e o
confronto de ideias propostas, cria
condições para que “a justiça e a
verdade” subsistam.
Na teoria de Stuart Mill as leis passariam
a apresentar, através do liberalismo, ou
da liberalização do Estado, regras de
proteção para minimizar a tirania do
Estado e da sociedade contra o
indivíduo.
Um bom sistema representativo é
aquele que não permite “que qualquer
interesse seccional se torne forte o
suficiente para prevalecer contra a
verdade, a justiça e todos os outros
interesses seccionais juntos”.
fim
Fonte
Bertrand Russell
Retratos de memória
Dejalma Cremonese
OS CLÁSSICOS DA POLÍTICA – MILL
Robert B. Downs
Obras básicas: fundamentos do pensamento
moderno.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Caderno diário A Filosofia das Luzes n.º7 1415
Caderno diário A Filosofia das Luzes n.º7 1415Caderno diário A Filosofia das Luzes n.º7 1415
Caderno diário A Filosofia das Luzes n.º7 1415
Laboratório de História
 
2 lista iluminismo_rev industrial e napoleao
2 lista iluminismo_rev industrial e napoleao2 lista iluminismo_rev industrial e napoleao
2 lista iluminismo_rev industrial e napoleao
Kerol Brombal
 
O problema da justiça
O problema da justiçaO problema da justiça
O problema da justiça
HelenaBray
 
Regime totalitário na concepção de hannah arendt
Regime totalitário na concepção de hannah arendtRegime totalitário na concepção de hannah arendt
Regime totalitário na concepção de hannah arendt
Wesley Santos
 
Apostila de teoria_geral_do_estado
Apostila de teoria_geral_do_estadoApostila de teoria_geral_do_estado
Apostila de teoria_geral_do_estado
Direito2012sl08
 
Prova de filosofia platão resposta
Prova de filosofia platão   respostaProva de filosofia platão   resposta
Prova de filosofia platão resposta
Ri9
 
Resenha direitos humanos rubio
Resenha direitos humanos rubioResenha direitos humanos rubio
Resenha direitos humanos rubio
kapoars
 
A Ideologia Inumana E TotalitáRia Do Pndh3
A Ideologia Inumana E TotalitáRia Do Pndh3A Ideologia Inumana E TotalitáRia Do Pndh3
A Ideologia Inumana E TotalitáRia Do Pndh3
Seminario de Bioetica
 

Mais procurados (20)

Globalização e Direitos Humanos
Globalização e Direitos HumanosGlobalização e Direitos Humanos
Globalização e Direitos Humanos
 
Niilismo
NiilismoNiilismo
Niilismo
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
SLIDES 3 ANO
SLIDES 3 ANOSLIDES 3 ANO
SLIDES 3 ANO
 
Liberdade, Igualdade e Fraternidade
Liberdade, Igualdade e FraternidadeLiberdade, Igualdade e Fraternidade
Liberdade, Igualdade e Fraternidade
 
A marca do batom
A marca do batomA marca do batom
A marca do batom
 
Sociologia direitosa humanos e cidadania
Sociologia   direitosa humanos e cidadaniaSociologia   direitosa humanos e cidadania
Sociologia direitosa humanos e cidadania
 
Rosseau
RosseauRosseau
Rosseau
 
Aula 19 - O Contratualismo - Thomas Hobbes
Aula 19 - O Contratualismo - Thomas HobbesAula 19 - O Contratualismo - Thomas Hobbes
Aula 19 - O Contratualismo - Thomas Hobbes
 
Caderno diário A Filosofia das Luzes n.º7 1415
Caderno diário A Filosofia das Luzes n.º7 1415Caderno diário A Filosofia das Luzes n.º7 1415
Caderno diário A Filosofia das Luzes n.º7 1415
 
2 lista iluminismo_rev industrial e napoleao
2 lista iluminismo_rev industrial e napoleao2 lista iluminismo_rev industrial e napoleao
2 lista iluminismo_rev industrial e napoleao
 
O problema da justiça
O problema da justiçaO problema da justiça
O problema da justiça
 
Regime totalitário na concepção de hannah arendt
Regime totalitário na concepção de hannah arendtRegime totalitário na concepção de hannah arendt
Regime totalitário na concepção de hannah arendt
 
Apostila de teoria_geral_do_estado
Apostila de teoria_geral_do_estadoApostila de teoria_geral_do_estado
Apostila de teoria_geral_do_estado
 
Prova de filosofia platão resposta
Prova de filosofia platão   respostaProva de filosofia platão   resposta
Prova de filosofia platão resposta
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
 
Resenha direitos humanos rubio
Resenha direitos humanos rubioResenha direitos humanos rubio
Resenha direitos humanos rubio
 
9ª aula 20-04-2010
9ª aula   20-04-20109ª aula   20-04-2010
9ª aula 20-04-2010
 
A Ideologia Inumana E TotalitáRia Do Pndh3
A Ideologia Inumana E TotalitáRia Do Pndh3A Ideologia Inumana E TotalitáRia Do Pndh3
A Ideologia Inumana E TotalitáRia Do Pndh3
 
Natureza Humana Hobbes E Rousseau
Natureza Humana   Hobbes E RousseauNatureza Humana   Hobbes E Rousseau
Natureza Humana Hobbes E Rousseau
 

Semelhante a mill.ppt

Mill , John Stuart. Sobre a Liberdade.
Mill , John Stuart. Sobre a Liberdade.Mill , John Stuart. Sobre a Liberdade.
Mill , John Stuart. Sobre a Liberdade.
MABETA_
 

Semelhante a mill.ppt (20)

Os Clássicos da Política: Stuart Mill
Os Clássicos da Política: Stuart MillOs Clássicos da Política: Stuart Mill
Os Clássicos da Política: Stuart Mill
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
JOHN STUART MILL E O PENSAMENTO UTILITARISTA NA INGLATERRA DO SÉCULO XIX
JOHN STUART MILL E O PENSAMENTO UTILITARISTA NA INGLATERRA DO SÉCULO XIXJOHN STUART MILL E O PENSAMENTO UTILITARISTA NA INGLATERRA DO SÉCULO XIX
JOHN STUART MILL E O PENSAMENTO UTILITARISTA NA INGLATERRA DO SÉCULO XIX
 
Mill , John Stuart. Sobre a Liberdade.
Mill , John Stuart. Sobre a Liberdade.Mill , John Stuart. Sobre a Liberdade.
Mill , John Stuart. Sobre a Liberdade.
 
2 as fontes artigo ppgf
2 as fontes  artigo ppgf2 as fontes  artigo ppgf
2 as fontes artigo ppgf
 
Revisão de filosofia politica
Revisão de filosofia politicaRevisão de filosofia politica
Revisão de filosofia politica
 
Trabalho tocqueville e mill
Trabalho tocqueville e millTrabalho tocqueville e mill
Trabalho tocqueville e mill
 
Filosofia política/Política: para quê?
Filosofia política/Política: para quê?Filosofia política/Política: para quê?
Filosofia política/Política: para quê?
 
SLIDES TEORIA DA EDUCAÇÃO A POLITTICA DEVE SER DESTRONADA.pptx
SLIDES TEORIA DA EDUCAÇÃO A POLITTICA DEVE SER DESTRONADA.pptxSLIDES TEORIA DA EDUCAÇÃO A POLITTICA DEVE SER DESTRONADA.pptx
SLIDES TEORIA DA EDUCAÇÃO A POLITTICA DEVE SER DESTRONADA.pptx
 
Filosofia (eixos temáticos da uel)
Filosofia (eixos temáticos da uel)Filosofia (eixos temáticos da uel)
Filosofia (eixos temáticos da uel)
 
Política atual
Política atualPolítica atual
Política atual
 
2) Para Stuart Mill é possível que toda vez que um excedente de oferta ocorre...
2) Para Stuart Mill é possível que toda vez que um excedente de oferta ocorre...2) Para Stuart Mill é possível que toda vez que um excedente de oferta ocorre...
2) Para Stuart Mill é possível que toda vez que um excedente de oferta ocorre...
 
2) Para Stuart Mill é possível que toda vez que um excedente de oferta ocorre...
2) Para Stuart Mill é possível que toda vez que um excedente de oferta ocorre...2) Para Stuart Mill é possível que toda vez que um excedente de oferta ocorre...
2) Para Stuart Mill é possível que toda vez que um excedente de oferta ocorre...
 
2) Para Stuart Mill é possível que toda vez que um excedente de oferta ocorre...
2) Para Stuart Mill é possível que toda vez que um excedente de oferta ocorre...2) Para Stuart Mill é possível que toda vez que um excedente de oferta ocorre...
2) Para Stuart Mill é possível que toda vez que um excedente de oferta ocorre...
 
2) Para Stuart Mill é possível que toda vez que um excedente de oferta ocorre...
2) Para Stuart Mill é possível que toda vez que um excedente de oferta ocorre...2) Para Stuart Mill é possível que toda vez que um excedente de oferta ocorre...
2) Para Stuart Mill é possível que toda vez que um excedente de oferta ocorre...
 
2) Para Stuart Mill é possível que toda vez que um excedente de oferta ocorre...
2) Para Stuart Mill é possível que toda vez que um excedente de oferta ocorre...2) Para Stuart Mill é possível que toda vez que um excedente de oferta ocorre...
2) Para Stuart Mill é possível que toda vez que um excedente de oferta ocorre...
 
3) De acordo com o autor Stuart Mill, alguns princípios podem compensar a red...
3) De acordo com o autor Stuart Mill, alguns princípios podem compensar a red...3) De acordo com o autor Stuart Mill, alguns princípios podem compensar a red...
3) De acordo com o autor Stuart Mill, alguns princípios podem compensar a red...
 
2) Para Stuart Mill é possível que toda vez que um excedente de oferta ocorre...
2) Para Stuart Mill é possível que toda vez que um excedente de oferta ocorre...2) Para Stuart Mill é possível que toda vez que um excedente de oferta ocorre...
2) Para Stuart Mill é possível que toda vez que um excedente de oferta ocorre...
 
3) De acordo com o autor Stuart Mill, alguns princípios podem compensar a red...
3) De acordo com o autor Stuart Mill, alguns princípios podem compensar a red...3) De acordo com o autor Stuart Mill, alguns princípios podem compensar a red...
3) De acordo com o autor Stuart Mill, alguns princípios podem compensar a red...
 
3) De acordo com o autor Stuart Mill, alguns princípios podem compensar a red...
3) De acordo com o autor Stuart Mill, alguns princípios podem compensar a red...3) De acordo com o autor Stuart Mill, alguns princípios podem compensar a red...
3) De acordo com o autor Stuart Mill, alguns princípios podem compensar a red...
 

Mais de celio correa (20)

autoengano.pptx
autoengano.pptxautoengano.pptx
autoengano.pptx
 
popper.pptx
popper.pptxpopper.pptx
popper.pptx
 
laing amor.ppt
laing amor.pptlaing amor.ppt
laing amor.ppt
 
o homem cordial.pptx
o homem cordial.pptxo homem cordial.pptx
o homem cordial.pptx
 
schlick.pptx
schlick.pptxschlick.pptx
schlick.pptx
 
sete pecados.ppt
sete pecados.pptsete pecados.ppt
sete pecados.ppt
 
Spinoza
SpinozaSpinoza
Spinoza
 
Jeca tatu Monteiro Lobato Urupes
Jeca tatu Monteiro Lobato UrupesJeca tatu Monteiro Lobato Urupes
Jeca tatu Monteiro Lobato Urupes
 
Filha da puta
Filha da putaFilha da puta
Filha da puta
 
Etica alimentar
Etica alimentarEtica alimentar
Etica alimentar
 
Bandura
BanduraBandura
Bandura
 
Aristoteles
AristotelesAristoteles
Aristoteles
 
Aristo justo meio
Aristo justo meioAristo justo meio
Aristo justo meio
 
Antorpologia filosofica
Antorpologia filosoficaAntorpologia filosofica
Antorpologia filosofica
 
Alvin
AlvinAlvin
Alvin
 
Agostinho
AgostinhoAgostinho
Agostinho
 
Panoptico
PanopticoPanoptico
Panoptico
 
Nietzsche
NietzscheNietzsche
Nietzsche
 
Episteme 2016
Episteme 2016Episteme 2016
Episteme 2016
 
Efeito dunning kruger
Efeito dunning krugerEfeito dunning kruger
Efeito dunning kruger
 

Último

O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdfAPOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
lbgsouza
 

Último (20)

Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoasInsegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdfAPOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
BENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacional
BENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacionalBENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacional
BENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacional
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 

mill.ppt

  • 2. Como utilitarista, ele recusa a teoria dos direitos naturais, mas a liberdade também não é um luxo que interesse apenas a uma minoria esclarecida. É antes de mais nada o substrato necessário para o desenvolvimento de toda a humanidade.
  • 3. E principalmente porque ela torna possível a ... manifestação da diversidade, a quais, por sua vez, é o ingrediente necessário para se alcançar a verdade.
  • 4. A fé no progresso inevitável da liberdade estava muito mais difundida em meados do século XIX do que cem anos depois.
  • 5. Quando Mill escreveu Da Liberdade, uma onda de reação varria a Europa após o fracasso das revoluções de 1848. Mas Mill não tinha dúvidas sobre o triunfo do liberalismo.
  • 6. Mostrou-se mais preocupado com elementos antiliberais que surgiam na moderna sociedade industrial do que com atividade repressivas do governo.
  • 7. O ensáio (Da Liberdade) e voltado para a liberdade individual. Para Mill os direitos e liberdades individuais devem ser ilimitados, desde que não infrinjam os direitos dos outros ou ponha em perigo a segurança da comunidade.
  • 8. “A única liberdade que merece este nome é a de buscar nosso próprio bem, à nossa própria maneira, contanto que não procuremos privar os outros do que lhe é devido, nem impedir seus esforços para obte-lo... Os homens tem mais a ganhar deixando que cada um viva como quer, do que obrigando cada um a viver como os outros querem”.
  • 9. Mill se preocupava com o que ele chamava “a tirania da maioria”. A democracia não apresenta garantias a liberdade individual, embora suas restrições sejam menos aparentes do que um regime autoritário.
  • 10. A “tirania da opinião” e do sentimento predominantes é a tentativa da sociedade de impor as ideias e as práticas aceitas pela maioria. A tirania social é a mais difícil de resistir do que as leis despóticas ...
  • 11. ... porque suas vítimas “tem menos meios de escapar, pois ela penetra mais profundamente nos escaninhos da vida e escraviza a própria alma”. Mesmo sendo característico da natureza humana impor suas opiniões.
  • 12. O homem não é completamente livre a não ser que haja absoluta liberdade de opinião em assuntos científicos, morais e religiosos.
  • 13. “Se toda a humanidade tivesse a mesma opinião e apenas uma pessoa tivesse opinião contrária, seria tão injusto a humanidade silenciar essa pessoa como essa pessoa silenciar a humanidade”.
  • 14. A opinião dominante em qualquer assunto tem pouca probabilidade de ser totalmente exata, é somente pelo entrechoque de opiniões contrárias que pode chegar à verdade total.
  • 15. Mesmo as opiniões erradas tem valor social, servindo para aclarar as opiniões certas. Mill acreditava que as idéias novas são sempre fornecidas por minorias e indivíduos de gênio, devendo-se permitir que eles floresçam numa “atmosfera de liberdade”.
  • 16. A crença popular de que “a verdade sempre triunfa sobre a perseguição” é rejeitada por Mill como “uma dessas agradáveis falsidades que os homens estão sempre repetindo... Mas que toda experiência desmente”...
  • 17. ...A história, diz Mill, “esta cheia de exemplos da verdade esmagada pela perseguição”. Cita numerosos exemplos de casos em que a perseguição religiosa triunfou, para demonstrar que “a perseguição sempre vence ...
  • 18. ... salvo quando os heréticos formam um grupo forte demais para ser perseguido com resultado. É apenas sentimentalismo vazio pensar que a verdade, apenas por ser verdade, tinha algum poder inerente, que o erro não tem, de triunfar contra o calabouço e o patíbulo”.
  • 19. O ideal grego de autodesenvolvimento tem grande atração para Mill. Trata-se da doutrina de pleno desenvolvimento da personalidade do indivíduo, permitindo-se que as pessoas diferentes levem vida diversa...
  • 20. ...A tendência da sociedade à uniformidade é quase irresistível, pois as pessoas “agora leem as mesmas coisas, ouvem as mesmas coisas, vão aos mesmos lugares, dirigem suas esperanças e temores para os mesmos objetivos, tem os mesmos direitos e liberdades, e os mesmos meios de assegura-los”. No entanto a variedade é indispensável a uma sociedade civilizada.
  • 21. Restrições à liberdade. “Todas as vezes que há um dano real ou ameaça desse dano, quer ao individuo quer ao público, o caso sai do terreno da liberdade e cai no da moralidade ou da lei”.
  • 22. A importância da oposição: “Um Estado que amesquinha seus homens para torna-los instrumentos mais dóceis em suas mãos, ainda que para fins benéficos ...
  • 23. ... verá que com homens mesquinhos nada de grande se realizará; e que a perfeição da máquina à qual sacrificou tudo, de nada lhe valerá afinal, por falta da força vital, que ele preferiu eliminar a fim de que a máquina trabalhasse com mais eficiência”.
  • 24. Nunca desde a Idade Média a liberdade individual esteve tão ameaçada ou mesmo totalmente suprimida como em tantas regiões do mundo atual ...
  • 25. ... Os totalitário modernos não reconhecem qualquer distinção entre vida pública e privada, pois só pensam em transformar o individuo em mera peça de uma vasta engrenagem impessoal, com todos os pensamentos e atos controlados pelo Estado...
  • 26. ...A importância de Mill, com sua fé no progresso da humanidade através da liberdade de pensamento, é, portanto, tão grande hoje em dia quanto o seria em qualquer outra época passada.
  • 27. Outras coisas sobre Mill: O socialismo prémarxista, que é aquele que Mill escreve, não tem por objetivo aumentar o poder do Estado. O poder dos governos sempre é perigoso.
  • 28. Mill, tanto em suas profecias como em suas esperanças, equivocou-se, por não prever o poderio cada vez maior das grandes corporações.
  • 29. É curioso o fato de Mill não ter feito referências a polícia como um perigo à liberdade. A polícia hoje é seu maior inimigo.
  • 30. Não é só a felicidade que se perde, quando a liberdade é desnecessariamente prejudicada. O homem é um ser capaz de desenvolver suas capacidades.
  • 31. O governo democrático é melhor porque encontramos as condições que favorecem o desenvolvimento das capacidades de cada cidadão. Com a perspicácia que lhe é caracterizada ...
  • 32. ... Mill aponta para o fato de que uma sociedade livre, na medida mesmo em que propicia o choque das opiniões e o confronto de ideias propostas, cria condições para que “a justiça e a verdade” subsistam.
  • 33. Na teoria de Stuart Mill as leis passariam a apresentar, através do liberalismo, ou da liberalização do Estado, regras de proteção para minimizar a tirania do Estado e da sociedade contra o indivíduo.
  • 34. Um bom sistema representativo é aquele que não permite “que qualquer interesse seccional se torne forte o suficiente para prevalecer contra a verdade, a justiça e todos os outros interesses seccionais juntos”.
  • 35. fim
  • 36. Fonte Bertrand Russell Retratos de memória Dejalma Cremonese OS CLÁSSICOS DA POLÍTICA – MILL Robert B. Downs Obras básicas: fundamentos do pensamento moderno.