26-11-2013

Antes do

Durante o

Depois do

terramoto

terramoto

terramoto

História A | Catarina Goulart nº3 11ºLH
Lisboa Antes do Terramoto de 1755

1- Planta da cidade de Lisboa antes do terramoto.
2- Mapa das freguesias de Lisboa.

Li...
vez, logo só poderiam utilizar o mesmo caminho
num só sentido, existiam ainda becos.
À data do terramoto contabilizam-se a...
propagaram muito mais o fogo que demoraram 5 a 6
dias.
E ainda o tsunami que abrangeu a zona do Norte de
África, Europa e ...
Lisboa depois do terramoto
Após o terramoto, Lisboa era uma cidade
devastada, em ruínas e com demasiados mortos
e feridos,...
A planta foi construída com base na crise
económica

e

demográfica

que

Portugal

enfrentava, sendo assim, alguns elemen...
capacidade de movimentação de dois coches,
ao mesmo tempo em sentidos opostos.
Mantêm-se as duas principais praças, o Ross...
atirados das janelas e acompanhados do grito
de «água vai»;
As ruas obtiveram nomes de escritores, poetas,
músicos, cantor...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O terramoto de 1 de novembro de 1755 que obteve grau 9 na escala de richter

1.542 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.542
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O terramoto de 1 de novembro de 1755 que obteve grau 9 na escala de richter

  1. 1. 26-11-2013 Antes do Durante o Depois do terramoto terramoto terramoto História A | Catarina Goulart nº3 11ºLH
  2. 2. Lisboa Antes do Terramoto de 1755 1- Planta da cidade de Lisboa antes do terramoto. 2- Mapa das freguesias de Lisboa. Lisboa antes do terramoto tinha uma estrutura urbana muito caótica, as igrejas constituem o núcleo dos bairros que a sua volta cresciam, não existia qualquer ordenamento, salvo nos quarteirões modernos do Bairro Alto, e na rua mais elegante da cidade que era a Rua nova do ferros, só existiam 2 praças, tais como a Praça do Rossio e o Terreiro do Paço, as ruas eram apertadas, não cabiam dois coches de uma só
  3. 3. vez, logo só poderiam utilizar o mesmo caminho num só sentido, existiam ainda becos. À data do terramoto contabilizam-se apenas 37 freguesias, todas elas com nomes relacionados com a igreja tal como as ruas, por exemplo como a freguesia dos Anjos, Santa Ana, Nossa Senhora da Conceição, Trindade, Santa Maria da Sé e Santa Maria Madalena, etc… O Terramoto de 1755 No dia 1 de Novembro de 1755,Dia de todos os santos, sucedeu-se um dos maiores terramotos que atingiu o grau 9 na escala de Richter de toda a história de Portugal, mas que teve impacto internacional. Dando assim origem a incêndios que começaram a norte do Rossio devido às velas caídas nas igrejas, as chaminés das casas caídas e aos ventos que
  4. 4. propagaram muito mais o fogo que demoraram 5 a 6 dias. E ainda o tsunami que abrangeu a zona do Norte de África, Europa e Mar das Caraíbas. Após o terramoto foram apenas contabilizados 3.000 habitações e 11 conventos. Campo de Ourique foi uma das construções que se manteve intacta, mesmo estando no limite da destruição. O solo também foi um dos grandes factores que contribuíram para as zonas mais afetadas, como por exemplo, o Tejo, pois tem um piso mais arável e de cascalho solto. Representação do terramoto de Lisboa, numa visão da margem sul do Tejo.
  5. 5. Lisboa depois do terramoto Após o terramoto, Lisboa era uma cidade devastada, em ruínas e com demasiados mortos e feridos, que impunha uma necessidade de reconstrução, sendo assim necessário alguém que agisse de forma rápida e eficaz. Essa pessoa foi Marquês de Pombal, que realizou um questionário a todas as paróquias, para descobrir os estragos presentes em cada uma delas. Enquanto, as pessoas viviam nos pátios dos conventos, nos descampados e nas barracas de madeira (os ricos). Manuel da Maia, Carlos Mardel e Eugénio dos Santos, braços direitos do Marquês ficaram encarregues de realizar a planta da cidade de Lisboa onde dispuseram 5 ideias, das quais Marquês de Pombal aprovou a 4ª.
  6. 6. A planta foi construída com base na crise económica e demográfica que Portugal enfrentava, sendo assim, alguns elementos foram construídos fora da cidade. Estava disposta com 8 ruas de Sul-Norte e 9 ruas de Este-Oeste no sentido ortogonal, as ruas eram largas para em caso de sismo ou terramoto as pessoas terem espaço para se movimentar e proteger, e também para ter a
  7. 7. capacidade de movimentação de dois coches, ao mesmo tempo em sentidos opostos. Mantêm-se as duas principais praças, o Rossio e o Terreiro do Paço conhecido como praça do comércio, sendo agora um rectângulo perfeito. As fachadas são quase todas idênticas e com telhados urbanos. Foram construídos vários elementos resistentes aos fogos como o corta fogos que evita a passagem de fogo de edifícios para edifícios e ainda o elemento conhecido como gaiola pombalina que foram implantadas nos edifícios para torná-los resistentes aos terramotos. Fizeram ainda uma barreira protectora junto ao mar, com a finalidade da cidade de Lisboa não ser atingida pelos maremotos. Construiu-se uma rede geral de esgotos, tendo acabar-se com o velho hábito dos despejos
  8. 8. atirados das janelas e acompanhados do grito de «água vai»; As ruas obtiveram nomes de escritores, poetas, músicos, cantores e de burgueses. Bibliografia http://www.youtube.com/watch?v=P0HvxKQhB1U http://www.youtube.com/watch?v=kBnB7AQuPyo https://dspace.ist.utl.pt/bitstream/2295/232133/1/Tes e_Ceu_IMPRIMIR_ENTREGA_FINAL.pdf#page=21& zoom=auto,0,594

×