SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
Urbanismo Pombalino

A Cidade como Imagem de Poder




         Prof.Sílvia de Mendonça
Projecto de Reconstrução da
        Cidade de Lisboa
           Após o Terramoto de 1755,
   Sebastião e Melo entregou o Projecto de
     Reconstrução da cidade de Lisboa a
          Engenheiros e Arquitectos:
• Manuel da Maia – Engenheiro – Mor do
  Reino
• Eugénio dos Santos – Engenheiro Militar
• Carlos Mardel – Engenheiro Militar e
  Arquitecto.
                Prof.Sílvia de Mendonça
Sebastião José de Carvalho e Melo




     In, http://luminescencias.blogspot.com/2005/06/enterrar-os-mortos-e-cuidar-dos-vivos.html



                                   Prof.Sílvia de Mendonça
Eugénio dos Santos
                                                      Busto de Manuel da Maia
   In, http://www.eb23-eugenio-
 santos.rcts.pt/escola/escola.htm
                                                        In, http://revelarlx.cm-lisboa.pt/gca/?id=1214



                                    Prof.Sílvia de Mendonça
Cidade Pombalina

                                                     Edifícios
                                                       com
 Ruas Largas
                                                     fachadas
                                                   semelhantes


                                       Andares superiores –
   A Cidade de Lisboa                  situavam – se as residências
                                       Pisos térreos – lojas dos
                                       Comerciantes

 Passeios
para Peões
                                            Edifícios
                                           Uniformes

                 Prof.Sílvia de Mendonça
Estrutura de Madeira - Gaiola
                              quot;A armação de madeira
                               utilizada nas paredes
                               mistas dos edifícios da
                           Baixa pombalina, a gaiola
                                   ou esqueleto, é
                                 constituída por um
                           elevado número de peças
                               verticais, horizontais e
                             inclinadas, devidamente
                           ligadas entre si, formando
                           as cruzes de Santo André
                                 que constituem um
                                sistema sólido e com
                                grande estabilidade”.
                       •   In, http://www-
                           ext.lnec.pt/LNEC/DE/NESDE/divulgacao/gaiol_const_sism.html



          Prof.Sílvia de Mendonça
Maquetas da Estrutura em gaiola




                A gaiola é assim considerada uma invenção do urbanismo
       pombalino, embora não se conheça nenhum documento da época que
       especifique a sua constituição ou estabeleça a sua obrigatoriedadequot;.
In, http://www-ext.lnec.pt/LNEC/DE/NESDE/divulgacao/gaiol_const_sism.html


                                                                 Prof.Sílvia de Mendonça
In, http://blogbeta.uncovering.org/archives/2005/11/engenharia_pomb.html




                                  Prof.Sílvia de Mendonça
Traçado
                                                                                   Da
                                                                                  Baixa
                                                                                Pombalina




In, http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=226087
                                                      Prof.Sílvia de Mendonça
Antigo Terreiro do Paço
• Agora Praça do Comércio.
• No centro, passa a ter a estátua
  representando o Rei, montado num cavalo
  que esmaga as víboras que tentam
  impedir – lhe o caminho.
• Esta estátua representa o poder absoluto.



                Prof.Sílvia de Mendonça
In, http://farm3.static.flickr.com/2231/2233180377_70e382647f_o.jpg




                                              Estátua do Rei D. José I


                                               Prof.Sílvia de Mendonça
Fundação de Outras Terras

No Algarve foi fundada uma nova cidade


      Vila Real de Santo António

  Segundo o novo projecto de cidade

        Urbanismo Pombalino

             Prof.Sílvia de Mendonça
Vila Real de Santo António
    Estrutura Pombalina




        In, http://www.cm-vrsa.pt/portal_autarquico/vila_real_sto_antonio/v_pt-
    PT/menu_turista/concelho/freguesias/Vila+Real+de+Santo+Ant%C3%B3nio.htm




                       Prof.Sílvia de Mendonça
Bibliografia
• OLIVEIRA, Ana – Novo História 8,
                  volume I, Texto
                  Editores, pág. 108,
                  Lisboa,1ª edição, 1ª
                  tiragem, ISBN,978-972-
                  47-3297-8.



               Prof.Sílvia de Mendonça

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

As grandes ruturas no início do seculo xx
As grandes ruturas no início do seculo xxAs grandes ruturas no início do seculo xx
As grandes ruturas no início do seculo xx
Ana Barreiros
 
Arquitetura renascentista
Arquitetura renascentistaArquitetura renascentista
Arquitetura renascentista
Ana Barreiros
 
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
Ana Barreiros
 
Arte do renascimento - arquitetura
Arte do renascimento - arquiteturaArte do renascimento - arquitetura
Arte do renascimento - arquitetura
Carlos Vieira
 
Context a cultura do salão o rococó
Context a cultura do salão   o rococóContext a cultura do salão   o rococó
Context a cultura do salão o rococó
cattonia
 
Arte ao redor de 1900
Arte ao redor de 1900Arte ao redor de 1900
Arte ao redor de 1900
Ana Barreiros
 
A arte românica
A arte românicaA arte românica
A arte românica
becresforte
 
Maneirismo
ManeirismoManeirismo
Maneirismo
cattonia
 

Mais procurados (20)

Lisboa Pombalina
Lisboa PombalinaLisboa Pombalina
Lisboa Pombalina
 
As grandes ruturas no início do seculo xx
As grandes ruturas no início do seculo xxAs grandes ruturas no início do seculo xx
As grandes ruturas no início do seculo xx
 
Arquitetura renascentista
Arquitetura renascentistaArquitetura renascentista
Arquitetura renascentista
 
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
 
Barroco em portugal
Barroco em portugalBarroco em portugal
Barroco em portugal
 
Soutode moura
Soutode mouraSoutode moura
Soutode moura
 
Arte do renascimento - arquitetura
Arte do renascimento - arquiteturaArte do renascimento - arquitetura
Arte do renascimento - arquitetura
 
Módulo 5 - Caso Prático Inicial (Helena Almeida)
Módulo 5 - Caso Prático Inicial (Helena Almeida)Módulo 5 - Caso Prático Inicial (Helena Almeida)
Módulo 5 - Caso Prático Inicial (Helena Almeida)
 
Módulo 7 caso prático inicial
Módulo 7   caso prático inicialMódulo 7   caso prático inicial
Módulo 7 caso prático inicial
 
Neoclassicismo
NeoclassicismoNeoclassicismo
Neoclassicismo
 
03 1 cultura_do_mosteiro
03 1 cultura_do_mosteiro03 1 cultura_do_mosteiro
03 1 cultura_do_mosteiro
 
Palácio da Pena - caso prático
Palácio da Pena - caso práticoPalácio da Pena - caso prático
Palácio da Pena - caso prático
 
Context a cultura do salão o rococó
Context a cultura do salão   o rococóContext a cultura do salão   o rococó
Context a cultura do salão o rococó
 
Módulo 6 caso prático 3 trono de são pedro
Módulo 6   caso prático 3 trono de são pedroMódulo 6   caso prático 3 trono de são pedro
Módulo 6 caso prático 3 trono de são pedro
 
Arte ao redor de 1900
Arte ao redor de 1900Arte ao redor de 1900
Arte ao redor de 1900
 
Baixa Pombalina
Baixa PombalinaBaixa Pombalina
Baixa Pombalina
 
Módulo 9 HCA contexto
Módulo 9 HCA contextoMódulo 9 HCA contexto
Módulo 9 HCA contexto
 
A arte românica
A arte românicaA arte românica
A arte românica
 
Cultura do mosteiro
Cultura do mosteiroCultura do mosteiro
Cultura do mosteiro
 
Maneirismo
ManeirismoManeirismo
Maneirismo
 

Mais de Sílvia Mendonça

Mais de Sílvia Mendonça (20)

Pirâmide do sistema capitalista
Pirâmide do sistema capitalistaPirâmide do sistema capitalista
Pirâmide do sistema capitalista
 
Primeiros ministros da 1ª república
Primeiros ministros da 1ª repúblicaPrimeiros ministros da 1ª república
Primeiros ministros da 1ª república
 
O Culto Dos Mortos
O Culto Dos MortosO Culto Dos Mortos
O Culto Dos Mortos
 
Governo Do Farao
Governo Do FaraoGoverno Do Farao
Governo Do Farao
 
Estratificacao Egipto
Estratificacao EgiptoEstratificacao Egipto
Estratificacao Egipto
 
As Actividades Economicas No Egipto
As Actividades Economicas No EgiptoAs Actividades Economicas No Egipto
As Actividades Economicas No Egipto
 
A Vida Quotidiana No Egipto
A Vida Quotidiana No EgiptoA Vida Quotidiana No Egipto
A Vida Quotidiana No Egipto
 
A Civilizacao Egipcia Geografia
A Civilizacao Egipcia GeografiaA Civilizacao Egipcia Geografia
A Civilizacao Egipcia Geografia
 
Religiao Egipcia
Religiao EgipciaReligiao Egipcia
Religiao Egipcia
 
Barcos Dos Descobrimentos
Barcos Dos DescobrimentosBarcos Dos Descobrimentos
Barcos Dos Descobrimentos
 
Instrumentos NáUticos
Instrumentos NáUticosInstrumentos NáUticos
Instrumentos NáUticos
 
ComparaçãO Entre A Vida Medieval E A Renascentista 2
ComparaçãO Entre A Vida Medieval E A Renascentista 2ComparaçãO Entre A Vida Medieval E A Renascentista 2
ComparaçãO Entre A Vida Medieval E A Renascentista 2
 
CondiçõEs Da ExpansãO
CondiçõEs Da ExpansãOCondiçõEs Da ExpansãO
CondiçõEs Da ExpansãO
 
A RevoluçãO SoviéTica
A RevoluçãO SoviéTicaA RevoluçãO SoviéTica
A RevoluçãO SoviéTica
 
A RevoluçãO SoviéTica
A RevoluçãO SoviéTicaA RevoluçãO SoviéTica
A RevoluçãO SoviéTica
 
O Antigo Regime PortuguêS
O Antigo Regime PortuguêSO Antigo Regime PortuguêS
O Antigo Regime PortuguêS
 
ReforçO Do Estado Absolutismo
ReforçO Do Estado   AbsolutismoReforçO Do Estado   Absolutismo
ReforçO Do Estado Absolutismo
 
O Mercantilismo
O MercantilismoO Mercantilismo
O Mercantilismo
 
O Ouro Brasileiro
O Ouro BrasileiroO Ouro Brasileiro
O Ouro Brasileiro
 
O Poder Absoluto Em Portugal
O Poder Absoluto Em PortugalO Poder Absoluto Em Portugal
O Poder Absoluto Em Portugal
 

Último

PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
carlaOliveira438
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Pastor Robson Colaço
 

Último (20)

PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 

Urbanismo Pombalino

  • 1. Urbanismo Pombalino A Cidade como Imagem de Poder Prof.Sílvia de Mendonça
  • 2. Projecto de Reconstrução da Cidade de Lisboa Após o Terramoto de 1755, Sebastião e Melo entregou o Projecto de Reconstrução da cidade de Lisboa a Engenheiros e Arquitectos: • Manuel da Maia – Engenheiro – Mor do Reino • Eugénio dos Santos – Engenheiro Militar • Carlos Mardel – Engenheiro Militar e Arquitecto. Prof.Sílvia de Mendonça
  • 3. Sebastião José de Carvalho e Melo In, http://luminescencias.blogspot.com/2005/06/enterrar-os-mortos-e-cuidar-dos-vivos.html Prof.Sílvia de Mendonça
  • 4. Eugénio dos Santos Busto de Manuel da Maia In, http://www.eb23-eugenio- santos.rcts.pt/escola/escola.htm In, http://revelarlx.cm-lisboa.pt/gca/?id=1214 Prof.Sílvia de Mendonça
  • 5. Cidade Pombalina Edifícios com Ruas Largas fachadas semelhantes Andares superiores – A Cidade de Lisboa situavam – se as residências Pisos térreos – lojas dos Comerciantes Passeios para Peões Edifícios Uniformes Prof.Sílvia de Mendonça
  • 6. Estrutura de Madeira - Gaiola quot;A armação de madeira utilizada nas paredes mistas dos edifícios da Baixa pombalina, a gaiola ou esqueleto, é constituída por um elevado número de peças verticais, horizontais e inclinadas, devidamente ligadas entre si, formando as cruzes de Santo André que constituem um sistema sólido e com grande estabilidade”. • In, http://www- ext.lnec.pt/LNEC/DE/NESDE/divulgacao/gaiol_const_sism.html Prof.Sílvia de Mendonça
  • 7. Maquetas da Estrutura em gaiola A gaiola é assim considerada uma invenção do urbanismo pombalino, embora não se conheça nenhum documento da época que especifique a sua constituição ou estabeleça a sua obrigatoriedadequot;. In, http://www-ext.lnec.pt/LNEC/DE/NESDE/divulgacao/gaiol_const_sism.html Prof.Sílvia de Mendonça
  • 9. Traçado Da Baixa Pombalina In, http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=226087 Prof.Sílvia de Mendonça
  • 10. Antigo Terreiro do Paço • Agora Praça do Comércio. • No centro, passa a ter a estátua representando o Rei, montado num cavalo que esmaga as víboras que tentam impedir – lhe o caminho. • Esta estátua representa o poder absoluto. Prof.Sílvia de Mendonça
  • 11. In, http://farm3.static.flickr.com/2231/2233180377_70e382647f_o.jpg Estátua do Rei D. José I Prof.Sílvia de Mendonça
  • 12. Fundação de Outras Terras No Algarve foi fundada uma nova cidade Vila Real de Santo António Segundo o novo projecto de cidade Urbanismo Pombalino Prof.Sílvia de Mendonça
  • 13. Vila Real de Santo António Estrutura Pombalina In, http://www.cm-vrsa.pt/portal_autarquico/vila_real_sto_antonio/v_pt- PT/menu_turista/concelho/freguesias/Vila+Real+de+Santo+Ant%C3%B3nio.htm Prof.Sílvia de Mendonça
  • 14. Bibliografia • OLIVEIRA, Ana – Novo História 8, volume I, Texto Editores, pág. 108, Lisboa,1ª edição, 1ª tiragem, ISBN,978-972- 47-3297-8. Prof.Sílvia de Mendonça