Modernidade

574 visualizações

Publicada em

Algumas diferentes concepções sobre o conceito de modernidade na ótica de diferentes filósofos/sociólogos.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
574
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Modernidade

  1. 1. Surgimento da Sociologia A Sociologia nasce e desenvolve-se com o Mundo Moderno. Reflete suas principais épocas, revoluções e transformações. •Criação do Estado Burguês => nova configuração social e colapso do sistema feudal. •Consolidação do capitalismo como modo de produção e declínio do feudalismo. ( Fases do capitalismo: mercantil, industrial e financeiro)
  2. 2. Revoluções Burguesas (1789) "É uma revolta?" "Não, Majestade, é uma revolução." (diálogo entre Luis XVI e o duque de Liancourt, após a queda da Bastilha) (Séc. XVII – XVIII) Transformações no aspecto POLÍTICO, ECONÔMICO E CULTURAL.
  3. 3. •A grande função da modernidade, segundo filósofos como Descartes, Bacon, Kant e os iluministas em geral, era de trazer ao ser humano melhoras nas condições sociais, como avanços tecnológicos, maiores condições de igualdade, entre outros aspectos.
  4. 4. O mundo globalizado •A globalização significa que cada vez mais estamos vivendo num único mundo, em que os indivíduos, os grupos e nações tornaram-se mais interdependentes. •AS CAUSAS DA CRESCENTE GLOBALIZAÇÃO •Mudanças políticas: uma das mais significantes foi o colapso do comunismo soviético. Desde a queda do comunismo, países do antigo bloco soviético mudaram para os sistemas político e econômico do Ocidente, e portanto, não estão mais isolados da comunidade global. •Um segundo fator importante é o crescimento dos mecanismos regionais e internacionais de governo, como as Nações Unidas e a União Europeia, que são uma associação de estados-nação individuais, na qual a soberania nacional é abdicada pelos seus estados membros.
  5. 5. •As corporações transnacionais: as corporações transnacionais são companhias que produzem bens ou serviços comerciais em mais de um país, e mesmo quando essas CTs têm uma base claramente nacional, elas são orientadas aos mercados e lucros globais. •As CTs contabilizam 2/3 da globalização econômica e são as principais protagonistas dos mercados financeiros internacionais.
  6. 6. Consequências da Modernidade •O fim do produtor independente; •Êxodo rural e explosão demográfica urbana; •Desastres ambientais; •Processo de proletarização e Miséria; •Manifestações operárias; •Cria-se uma sociedade altamente competitiva e individualista; •Crescimento da desigualdade social.
  7. 7. A visão de Durkheim
  8. 8. •O grande mal da modernidade é o EGOÍSMO. •Após a Revolução Industrial, o homem passou a ser cada vez mais individualista, perdendo aos poucos o que o autor denomina como CONSCIÊNCIA COLETIVA. •Durkheim divide a sociedade em 2 tipos distintos: •SOCIEDADE DE SOLIDARIEDADE MECÂNICA: soc. simples, poucos papéis sociais, baixa divisão social do trabalho, consciência coletiva. •SOCIEDADE DE SOLIDARIEDADE ORGÂNICA: soc. complexas, muitos papéis sociais, alta divisão social do trabalho, ausência da consciência coletiva. ANOMIA.
  9. 9. A visão de Marx
  10. 10. •Responsável em promover uma discussão crítica da sociedade capitalista que se consolidava, bem como da origem dos problemas sociais que este tipo de organização social originou. •Nas sociedades de tipo capitalista a forma principal de conflito ocorre entre suas 2 classes sociais fundamentais: a burguesia versus o proletariado. •O Estado moderno é um “Escritório burguês”. •A relação de trabalho leva ao estado de alienação.
  11. 11. A visão de Bauman
  12. 12. Pós Modernidade •Descrito certa vez como "profeta da pós-modernidade" por suas reflexões sobre as condições do mundo da "modernidade líquida. •Antigamente, o homem vivia sem consciência de sustentabilidade e cuidado com o planeta, apenas se mantendo, tirando recursos do mundo e o usando como abrigo, como um caçador. •Hoje, temos em mente que para que o nosso mundo prospere, precisamos dar atenção ao próprio e cuidar para que ele não se deteriore, nos deixando, assim, sem um lar.
  13. 13. Modernidade Líquida O conceito de modernidade líquida foi criado para explicar a fragilidade da sustentação do mundo hoje. Desde a economia, que é baseada em consumo cego e desenfreado, até o conhecimento geral, que é fragmentado em matérias e conceitos, deixando-o, apesar de mais acessível, pobre. Isso tudo caracteriza uma sociedade fraca e propensa a falhar.
  14. 14. •Com a Modernidade, as relações entre as pessoas se modificaram. •O conceito de liquidez diz respeito ao fato de que no mundo moderno, tudo é instável e passageiro: o tempo, o amor, os bens. •Se no mundo antigo as pessoas eram infelizes pela falta de opções, segundo o autor, no mundo moderno, as pessoas são infelizes pelo excesso de possibilidades. •As pessoas deixam de ser produtoras e passam a ser consumidoras. •O homem vive em comunidade, mas precisou criar a rede para que suas relações correspondem suas expectativas: na vida em rede é fácil ter e desfazer amigos com extrema rapidez e fluidez, sem gerar sofrimento, sem gerar ligações.

×