Cartas Comerciais

4.236 visualizações

Publicada em

Catarina Marques & Sónia Martins

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.236
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
78
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Beginning course details and/or books/materials needed for a class/project.
  • A schedule design for optional periods of time/objectives.
  • Introductory notes.
  • Objectives for instruction and expected results and/or skills developed from learning.
  • Relative vocabulary list.
  • A list of procedures and steps, or a lecture slide with media.
  • Example graph/chart.
  • Example graph/chart.
  • Conclusion to course, lecture, et al.
  • Conclusion to course, lecture, et al.
  • An opportunity for questions and discussions.
  • An opportunity for questions and discussions.
  • An opportunity for questions and discussions.
  • An opportunity for questions and discussions.
  • Cartas Comerciais

    1. 1. Agrupamento de Escolas de Mem Martins Carta comercial Trabalho realizado por: Catarina Marques nº 3 Sónia Martins nº13
    2. 2. O que é ?  Uma carta comercial é um documento escrito, trocado por empresas entre si ou com seus clientes e vice-versa, visando iniciar, manter ou encerrar transações.
    3. 3. Como elaborar uma carta comercial com eficácia!   As empresas recebem diariamente dezenas de cartas que são correspondência em particular. Atingir o alvo definido não é uma tarefa fácil como se pode pensar à primeira vista.
    4. 4. Para elaborar uma carta é preciso seguir os seguintes passos.  Passo 1 - Escolher a linguagem correcta de uma carta.  Passo 2 - Estruturar a carta  Passo 3 - Escrever a carta  Passo 4 - Escolher o papel apropriado  Passo 5 - Preencher o envelope  Passo 6 - Dobrar e inserir a carta no envelope  Ponto 7 - Avaliar a eficácia económica de uma carta
    5. 5. Passo 1 - Escolher a linguagem correcta de uma carta. Simples Devemos evitar cair no erro do excesso de confiança. A carta é um meio de transmitir uma mensagem que substitui a presença física dos interlocutores. Se na presença física se utiliza um tom mais pessoal, na carta deve fazerse o mesmo. Original A originalidade é essencial para seduzir o interlocutor. A linguagem utilizada deve ter a capacidade de surpreender o destinatário. É importante criar uma empatia imediata com o recetor.
    6. 6. Erros e correcções da carta comercial. É essencial a carta não conter  Erros ortográficos ou gralhas.  O uso de palavras com força que transmitam a ideia de acção.  Falta de pontuação. “expressões“ que deverá conter uma carta  Damos seguimento à sua carta...  Espero a sua resposta...  Agradeço...  Juntamos...  Espero...  Acuso a recepção...  Saudamo-los atentamente...
    7. 7. O que não se deve fazer na carta comercial ! Devemos evitar a utilização de expressões qualificativas tais como: atenta, amável, grato, cordiais e sinceros. E também devemos evitar o uso frequente do gerúndio, um erro frequente na linguagem comercial; assim é incorreto escrever: Dando curso à sua carta... Esperando a sua resposta... Dando-lhe os mais expressivos agradecimentos... Juntando à presente... Ficando à espera... Acusando a recepção... Saudando-os atentamente...
    8. 8. Para que uma carta ganhe eficácia deverá ter o cuidado de não cair nos seguintes erros!      Excesso de familiaridade. A verbosidade e a adulação. Vocabulário vulgar ou limitado. Excesso de confiança. Mencionar a sua exclusiva conveniência.
    9. 9. Excesso de familiaridade e a verbosidade e a adulação! Excesso de familiaridade. Tentar escapar à rigidez e excesso de formalidade não caia no erro oposto. Mesmo que conheça o destinatário, lembre-se que a correspondência poderá ter que ser lida por terceiros. A verbosidade e a adulação A primeira esconde o verdadeiro conteúdo da carta, enquanto a segunda provoca uma rejeição instantânea do leitor. Seja sincero e direto mesmo quando a mensagem é desagradável.
    10. 10. Vocabulário vulgar ou limitado e excesso de confiança ! Vocabulário vulgar ou limitado É preciso aprender a distinguir entre linguagem popular e vulgar. Uma expressão popular poderá enriquecer a mensagem, mas uma carta repleta de frases comuns poderá ter um efeito negativo. Em caso de dúvida é preferível abster-se de utilizála. Excesso de confiança Nunca antecipe a atitude do leitor. Frases como "agradecemos antecipadamente", "sabemos que podemos contar convosco", "estou seguro de que..." impõem um critério ou uma decisão ao leitor.
    11. 11. Mencionar a sua exclusiva conveniência! Mencionar a sua exclusiva conveniência Evite mencionar o que lhe convém a si, dando sempre ênfase ao que pode interessar ao leitor.
    12. 12. Passo 2 - Estruturar a carta Para estruturar uma carta é preciso seguir os seguintes elementos Assunto Cabeçalho Corpo da carta Data Dados do destinatário Despedida Saudação 
    13. 13. Os elementos deverá conter Cabeçalho Logótipo (optativo) Nome completo da empresa Breve identificação da atividade(consultoria, fornecimento de serviços de telecomunicações. . . ) Morada Contactos (telefone, fax). Data  escreve-se exatamente por baixo do cabeçalho Dados do destinatário Nome Título ou cargo Morada
    14. 14. Continuação … Assunto Neste ponto deve incluir-se uma breve alusão ao assunto da carta. Saudação Escreve-se sempre á esquerda Despedida Do nome completo da pessoa que escreve, Do seu título ou cargo, A assinatura: sempre feita à mão, imediatamente a seguir à despedida.
    15. 15. Passo 3- Escrever a carta Fiquem atentos á explicação…. 
    16. 16. Passo 4 - Escolher o papel apropriado Fiquem atentos á explicação … O tamanho da folha deve ter em conta a dimensão do sobrescrito. A carta dobrada, no máximo em três, deverá caber comodamente no sobrescrito. A cor do papel também é importante. Os tons pastel são os mais adequados. O grafismo do cabeçalho é primordial, devendo apostar na simplicidade. 
    17. 17. Passo 5- Preencher o envelope Dados do remetente  Logotipo  Morada  contacto (telefone, fax) Dados do destinatário  nome e função do destinatário  nome da empresa  Morada 
    18. 18. Passo 6 - Dobrar e inserir a carta no  envelope Devemos utilizar o tamanho de envelope comum para cartas comerciais (11x22cm); Verificar sempre se a morada da carta coincide com a morada do envelope;  Se a carta está devidamente assinada; Dobrar o terço inferior da folha para cima, tendo o cuidado de verificar se o vinco não fica torto; Finalmente, basta inserir a carta no envelope.
    19. 19. Ponto 7 - Avaliar a eficácia económica de uma carta  Calcular o montante investido no mailing, durante um determinado período. Verificar se houve ou não um aumento das vendas nesse período. Comparar o aumento das receitas com os custos efetuados com o mailing. Se as receitas compensarem os custos, então a mensagem da carta foi eficaz e o método poderá ser aplicado em futuros mailings. 
    20. 20. Fim

    ×