Estruturação de um rh (1)

775 visualizações

Publicada em

Como estruturar um RH

Publicada em: Recrutamento e RH
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
775
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
31
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • RESPEITAR OS PONTOS DE VISTAS
  • Estruturação de um rh (1)

    1. 1. Indicadores de RH e metas Organizacionais Vanessa Godói
    2. 2. Planejamento estratégico  Construção de medição de desempenho e de níveis de indicadores;  Construção de medição de desempenho e de níveis de indicadores;  Objetivos estratégicos do RH alinhados com estratégia da corporação;  Indicadores de RH e referencias de benchmarking “pró atividade, operacional”;  Divulgação e acompanhamento de resultados.
    3. 3. CONCEITOS FUNDAMENTAIS RESPEITAR OS PONTOS DE VISTAS
    4. 4. CONCEITOS FUNDAMENTAIS Ater-se aos conceitos
    5. 5. CONCEITOS FUNDAMENTAIS ESTUDAR O TODO E EM PARTES PARA ANALISAR
    6. 6. CONCEITOS FUNDAMENTAIS O que não se avalia e mede não se gerência AVALIAR E MEDIR
    7. 7. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E PERSPECTIVAS DE NEGÓCIO  QUAL A CULTURA DA ORGANIZAÇÃO?  MAPEAMENTO DA ORGANIZAÇÃO;  PESQUISA ORGANIZACIONAL 360°;  QUAL A PROGRAMAÇÃO PARA OS PRÓXIMOS 2, 4 E 5 ANOS PARA A ORGANIZAÇÃO;  METAS E OBJETIVOS A DEFINIR...
    8. 8. FINANCEIRO ITENS DE CONTROLE 2011 2012 2013 2014 RESPONSÁVEL 1) Garantir rentabilidade e lucratividade para a organização FATURAMENTO 2) Reduzir o ciclo financeiro, deslocando a estratégia de INADIMPLÊNCIA Financiamento de clientes, como cheques pré RENTABILIDADE MARKETING/ COMERCIAL ITENS DE CONTROLE 1) Desenvolvimento de novos produtos e serviços afins, para Satisfação do cliente garantir a estabilidade do faturamento Faturamento 2) Aumentar as vendas no segmentos de mercado Devolução estratégico Vendas direta 3) Intensificar a atuação em novas regiões Vendas de malhas 4) Atenção na reestruturação do departamento comercial. Loja Própria 5) Atendimento e pós vendas OPERAÇÕES ITENS DE CONTROLE 1) Modernizar nossos processos, serviços e produtos Produto não conforme 2) Reestruturar nosso processos fabris com novos sistemas Produtividade de produção Perdas 3) Fazer a gestão de processo em todos os departamentos Prazo de entrega Indice de qualidade Tempo de processo por PESSOAS produto 1) Treinamento das equipes internas e externas para atender Rotatividade os objetivos da empresa Absenteísmo 2) Promover a comprometimento dos colaboradores nos Horas extras novos objetivos, fortalecendo o ambiente interno Horas treinamento OBJETIVOS, ITENS DE CONTROLE, METAS E RESPONSÁVEIS
    9. 9. NEGÓCIO Analise do ambiente externo MISSÃO Análise do ambiente interno VISÃOVALORES OBJETIVOS ESTRATÉGICOS PLANO DE AÇÃO CONTRATO DE GESTÃO RAM REUNIÃO DE ACOMPANHAMEN TO MENSAL METAS ITENS DE CONTROLE RESPONSÁVEIS ETAPAS RESULTADOS GLOBAL INDIVIDUAL PLANO PILOTO AVALIAÇÃO E CORREÇÃO
    10. 10. OBJETIVOS METAS X PROJETOS DETALHAMENTO DO PROJETO O QUE QUEM QUANDO ONDE COMO POR QUÊ
    11. 11. DIVISÃO EM PERSPECTIVAS DO NEGÓCIO
    12. 12. INDICADORES  Motivação  Funcionam como ferramentas que conduzem ao comportamento desejado;  Fornecem às pessoas o direcionamento que precisam para atingir a estratégia da empresa;  Avaliação da Estratégia e do Aprendizado;  Gestores utilizam indicadores para avaliar o progresso da empresa em direção aos objetivos estratégicos;  Os indicadores mostram a relação entre os objetivos estratégicos e são um teste permanente da validade;
    13. 13. INDICADORES  Metas;  Estabelecer e comunicar o nível esperado de desempenho à empresa ;  Possibilitar que as pessoas compreendam qual é a sua contribuição à estratégia geral da empresa;  Concentrar as atenções da empresa em melhorias;  Determinar o grau de esforço necessário para atingir o objetivo estratégico.
    14. 14. GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS
    15. 15. OBJETIVOS ESTRATÉGICOS  Obsessão de vencer, localizada em todos os níveis da organização;  Focaliza a atenção de todos na essência da conquista;  Permanece estável através do longo tempo que envolve o trabalho;  Merece considerável esforço e compromisso pessoal  É claro com respeito aos fins, flexível quanto aos meios e deixa espaço para inovação;  Requer ampla divulgação para construção da motivação do pessoal .
    16. 16. DEFINIÇÃO DOS OBJETIVOS EM CAMPOS DE RESULTADOS Econômico Financeiro Financeira Financeira Mercado e Imagem Mercado e Clientes Clientes Qualidade para o Cliente Inovação Aprendizagem Tecnologia e Processos Processos Interna Patrimônio Humano Pessoas Aquisição e fornecedores
    17. 17. OBJETIVOS ESTRATÉGICOS  ECONÔMICO FINANCEIRO –  Garantir rentabilidade e lucratividade para os acionistas  Reduzir o ciclo financeiro, deslocando a estratégia de financiamento de clientes  Aplicar ações mais rigorosas na concessão de crédito e na cobrança das duplicatas em carteira  MERCADO / IMAGEM –  Desenvolvimento de novos produtos e serviços afins, para garantir a estabilidade do faturamento  Aumentar as vendas no segmentos de mercado estratégico  Intensificar a atuação em novas regiões  Atenção na reestruturação do departamento comercial,
    18. 18.  QUALIDADE P/ CLIENTE –  Manter o nível de qualidade sempre crescente, utilizá-lo como argumento em todas as nossas ações (compras, vendas ou serviços)  Certificar nossas linhas de produto  Parceiros que ofereçam produtos e serviços afins com qualidade  Atendimento  TECNOLOGIA E PROCESSO  Através do compartilhamento de empresas afins, nacionais e internacionais, modernizar nossos processos, serviços e produtos  Reestruturar nosso processos fabris com novos sistemas de produção  Fazer a gestão de processo em todos os departamentos  PATRIMÔNIO HUMANO –  Treinamento das equipes internas e externas para atender os objetivos da empresa  Promover o comprometimento dos colaboradores nos novos objetivos, fortalecendo o ambiente interno participativo e reconhecendo as contribuições individuais.
    19. 19. DEFINIÇÕES DA ORGANIZAÇÃO  DEFINIR OBJETIVOS;  ESTABELECER METAS E INDICADORES;  CRIAR AÇÃOES ESTRATÉGICAS;  ELABORAÇÃO DE PLANO DE AÇÃO;
    20. 20. COMO FAZER  OBJETIVOS  São alvos ou situações que a empresa pretende atingir.  Determina para onde a empresa deve dirigir seus esforços  Deve atender todas as perspectivas ou campo de resultados  ESTABELECER METAS E INDICADORES  META é a quantificação mensurável das etapas dos objetivos. • INDICADOR: serve avaliar e verificar os efeitos das ações. 
    21. 21. COMO FAZER  CRIAR AÇÕES ESTRATÉGICAS  É decidir onde a empresa vai aplicar os recursos.  Focar nas oportunidades identificadas, neutralizar os pontos fracos, Reduzir os impactos das ameaças,  Aproveitar os pontos fortes da empresas.  ELABORAR PLANO DE AÇÃO  Documento formal, simples e imprescindível para a implementação do Planejamento  Estratégico da empresa. • Especificar as ações para cada estratégia definida, com prazos, recursos e responsáveis.
    22. 22. INDICADORES DE RH E REFERENCIA EM BENCHMARKETING  Benchmarking  O Benchmarking é um método utilizado pelas empresas para melhorar a sua gestão, mediante a realização contínua e sistemática de levantamentos, comparações e análises de práticas, processos, produtos e serviços prestados por outras empresas, normalmente reconhecidas como representantes das melhores práticas.  O processo gera informações importantes para que as empresas conheçam diferentes maneiras de lidar com situações e problemas semelhantes e, desta forma, contribui para que possam aperfeiçoar os seus próprios processos de trabalho e determinar as "melhores" práticas para um processo ou produto em particular.  Consciente do potencial do benchmarking enquanto ferramenta de apoio à gestão
    23. 23. QUAIS SÃO OS INDICADORES PARA ACOMPANHAR O DESEMPENHO DO RH  Rotatividade  Absenteísmo  Horas extras  Horas treinamento Satisfação  1) Garantir rentabilidade e lucratividade  2) Reduzir o ciclo financeiro
    24. 24. ESTRATÉGIA  QUADRO DE PESSOAL  TREINAMENTO  TUNOVER  CUSTO DO CAPITAL HUMANO  SATISFAÇÃO DO COLABORADOR  CUSTO FUNÇÃO RH  PAGAMENTO ADEQUADO COM MERCADO  RETENÇÃO  PRODUTIVIDADE  OUTROS  ADVERSIDADE Vendas
    25. 25. PLANILHA DE INDICADORES DE DESEMPENHO DO RH A planilha contém 105 indicadores de desempenho divididos em:  Indicadores para Eficácia Organizacional  (13 indicadores);  Indicadores para a Estrutura do RH  (14 indicadores);  Indicadores para Remuneração (19 indicadores);  Indicadores para Benefícios (09 indicadores);
    26. 26. PLANILHA DE INDICADORES DE DESEMPENHO DO RH  Indicadores para Absenteísmo e Rotatividade (06 indicadores);  Indicadores de Recrutamento e Seleção (15 indicadores);  Indicadores de Treinamento e Desenvolvimento (10 indicadores);  Indicadores para Saúde e Segurança no Trabalho (07 indicadores);  Indicadores para Relações Trabalhistas e Sindicais indicadores;  Indicadores para Perfil dos Recursos Humanos (07 indicadores).
    27. 27. DIFERENÇAS  1. Diferença entre indicador e meta  2. O que podem ser os indicadores de RH e como eles influenciam na organização como um todo  3. O que é estratégico e o que é indicador de manutenção  4. Como acontece este processo de definição de indicadores nas empresas e a apresentação  5. Quando é a hora de mudar o indicador, qual a disciplina  6. Que competências precisam se adquiridas pelo profissional de RH para lidar com isto

    ×