ASSOCIAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DO PIAUÍ
CURSO:ENFERMAGEM
DISCIPLINA:ATENÇÃO A SAÚDE DA PESSOA/FAMÍLIA
EM SITUAÇÃO DE RISCO
...
FUNÇÕES DO SISTEMA DIGESTIVO
 Ingestão:leva comida e bebida ao corpo através
da boca
 Propulsão:move a comida e os resíd...
COMPONENTES E ORGÃOS ANEXOS
Componentes:
 Boca
 Esôfago
 Estômago
 Intestino delgado
 Intestino grosso
 Reto e anos
...
ESTÔMAGO
 Divisão:
─ Cárdia
─ Fundo
─ Corpo
─ Antro
 Constituído por:
─ Mucosa
─ Submucosa
─ Camada muscular
─ serosa
DOENÇA ULCEROSA PÉPTICA
 A ulcera péptica é
uma erosão que se da
no estômago ou na
primeira parte do
intestino
delgado(du...
ETIOLOGIA
 Helicobacter pylori
 AINES:aspirina,ibuprofeno.
5 a 10%
o Hipersecreção ácida
o Tabagismo
o Estresse
o Consum...
MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS
 Úlcera duodenal:
• Hipersecreção HCL
• Dor dentro 2 a 3 hr
depois de uma refeição
• Vômitos raros...
DIAGNÓSTICO
 Para detecção da úlcera
 Exame físico
 Endoscopia
 Para infecção por H.pylori
• Exame histológico
• Teste...
TRATAMENTO
 Farmacológico
• Ranitidina,cimetidina nizatidina
• Omeprazol,lansoprazol
 Não farmacológico
• Redução do est...
PROCESSO DE ENFERMAGEM
 Histórico
• Avaliar sinais vitais
• Dor descrita como queimação ou lancinante
• Formas de alívio ...
PROCESSO DE ENFERMAGEM
 Diagnóstico
Com base nos dados,os diagnósticos de
enfermagem para o paciente podem incluir:
• Dor...
PROCESSO DE ENFERMAGEM
 Planejamento
As metas podem incluir:
• Alívio da dor
• Redução da ansiedade
• Manutenção das nece...
PROCESSO DE ENFERMAGEM
 Prescrição de enfermagem
O alívio da dor pode ser obtido com
medicamentos prescritos.o paciente d...
PROCESSO DE ENFERMAGEM
 Prescrição de enfermagem
• Redução da ansiedade:explicar exames
complementares e administrar os m...
PROCESSO DE ENFERMAGEM
 Evolução
Os resultados esperados incluem:
• Relata a ausência de dor entre as refeições
• Relata ...
APENDICITE
 Apendicite é a
inflamação do apêndice,
um pequeno órgão
linfático parecido com o
dedo de uma luva,
localizado...
Obstrução
da luz do
apêndice
Aumento da
pressão
intraluminal
e congestão
venosa
Isquemia e
invasão
bacteriana
Necrose e
pr...
MANIFESTAÇÕES CLINICAS
 Falta de apetite
 Dor intensa na parte inferior do abdome
 Náuseas
 Vômitos
 Febre insistente...
ETIOLOGIA
 Alimentação pobre em fibras
 Obstrução por fecalito
 Hiperplasia dos folículos linfoides
 Corpos estranhos,...
DIAGNÓSTICO
 Exame físico:
• Ponto de Mc Burney
• Sinal de Rosving
• Sinal de Blumberg
• Sinal de Psoas
 Exames de image...
PONTO DE MCBURNEY SINAL DE BLUMBERG
TRATAMENTO
 Cirúrgico
 Hidratação parenteral
e reposição eletrolítica
apendicectomia
laparotomia
laparoscopia
CUIDADOS DE ENFERMAGEM
 Aliviar a dor
 Evitar o déficit de volume de líquidos
 Reduzir ansiedade
 Eliminar infecção em...
CUIDADOS DE ENFERMAGEM
 Preparar paciente para cirurgia quando
estabelecido o diagnóstico
 Avaliar os sons intestinais
...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Úlceras pepticas e apendicite e o processo de enfermagem

7.512 visualizações

Publicada em

É um trabalho que descreve a sintomatologia,etiologia,tratamentos e diagnósticos relacionados a alguns dos principais distúrbios que afetam sistema gastrintestinal sendo abordado especificadamente as úlceras duodenais e pepticas a apendicite,visando relaciona-las com o processo de enfermagem

Publicada em: Educação
0 comentários
9 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.512
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
147
Comentários
0
Gostaram
9
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Úlceras pepticas e apendicite e o processo de enfermagem

  1. 1. ASSOCIAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DO PIAUÍ CURSO:ENFERMAGEM DISCIPLINA:ATENÇÃO A SAÚDE DA PESSOA/FAMÍLIA EM SITUAÇÃO DE RISCO Assistência de enfermagem as pessoas portadoras de afecções dos sistema gastrointestinal:úlceras gástricas e duodenais e apendicite
  2. 2. FUNÇÕES DO SISTEMA DIGESTIVO  Ingestão:leva comida e bebida ao corpo através da boca  Propulsão:move a comida e os resíduos ingeridos pelo trato alimentário através de contrações musculares(peristaltise)  Digestão química:usa enzimas para separar moléculas  Absorção:o alimento digerido passa do canal alimentário para a corrente sanguínea e sistema linfático atingindo as células.  Excreção:ao defecar
  3. 3. COMPONENTES E ORGÃOS ANEXOS Componentes:  Boca  Esôfago  Estômago  Intestino delgado  Intestino grosso  Reto e anos Orgãos glandulares:  Língua  Glândulas salivares  Pâncreas  Fígado  Vesícula biliar
  4. 4. ESTÔMAGO  Divisão: ─ Cárdia ─ Fundo ─ Corpo ─ Antro  Constituído por: ─ Mucosa ─ Submucosa ─ Camada muscular ─ serosa
  5. 5. DOENÇA ULCEROSA PÉPTICA  A ulcera péptica é uma erosão que se da no estômago ou na primeira parte do intestino delgado(duodeno)  Tem mais a tendência de ocorrer no duodeno que no estômago  Podem ser única ou múltipla
  6. 6. ETIOLOGIA  Helicobacter pylori  AINES:aspirina,ibuprofeno. 5 a 10% o Hipersecreção ácida o Tabagismo o Estresse o Consumo de álcool o Herança familiar(tipagem sanguinea))
  7. 7. MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS  Úlcera duodenal: • Hipersecreção HCL • Dor dentro 2 a 3 hr depois de uma refeição • Vômitos raros • Hemorragia menos provável,porem quando presente a melena é mais comum • Maior tendência a perfurar  Úlcera gástrica • Hipossecreção de HCL ou secreção normal • A dor aparece depois de 1 hr de uma refeição • Vômitos comuns • A hemorragia tem mais tendência a ocorrer do que na úlcera duodenal
  8. 8. DIAGNÓSTICO  Para detecção da úlcera  Exame físico  Endoscopia  Para infecção por H.pylori • Exame histológico • Teste de urease rápido da amostra de biopsia • Testes sorológicos para anticorpos contra o antígeno do H.pylori • Teste do antígeno fecal
  9. 9. TRATAMENTO  Farmacológico • Ranitidina,cimetidina nizatidina • Omeprazol,lansoprazol  Não farmacológico • Redução do estresse e repouso • Abandono do tabagismo • Modificação da dieta  Cirúrgico • Piloroplastia • Antrectomia • Vagotomia seletiva
  10. 10. PROCESSO DE ENFERMAGEM  Histórico • Avaliar sinais vitais • Dor descrita como queimação ou lancinante • Formas de alívio da dor • Se constatado vômito,descrever frequência e características • Estilo de vida e hábitos alimentares • Se utiliza AINE,fuma ou bebe • Nível de estresse do paciente
  11. 11. PROCESSO DE ENFERMAGEM  Diagnóstico Com base nos dados,os diagnósticos de enfermagem para o paciente podem incluir: • Dor aguda relacionada com o efeito de secreção ácido gástrico sobre tecido lesionado. • Ansiedade relacionada a doença aguda. • Nutrição alterada relacionada com as modificações na dieta. • Déficit de conhecimento sobre as prevenções dos sintomas e o tratamento da condição.
  12. 12. PROCESSO DE ENFERMAGEM  Planejamento As metas podem incluir: • Alívio da dor • Redução da ansiedade • Manutenção das necessidades nutricionais • Conhecimento a respeito do tratamento • Ausência de complicações
  13. 13. PROCESSO DE ENFERMAGEM  Prescrição de enfermagem O alívio da dor pode ser obtido com medicamentos prescritos.o paciente deve evitar o ácido acetilsalicílico,alimentos e bebidas contendo cafeína e café descafeinado.Alem disso,as refeições devem ser ingeridas a intervalos regulares,em um ambiente tranquilo.
  14. 14. PROCESSO DE ENFERMAGEM  Prescrição de enfermagem • Redução da ansiedade:explicar exames complementares e administrar os medicamentos nos horários certos ajuda a reduzir a ansiedade. • Interagir com o paciente assim como participação da família. • Manutenção do estado nutricional ótimo. • O enfermeiro avalia o paciente quanto à desnutrição e perda de peso. • Paciente é aconselhado sobre a importância de aderir ao esquema medicamentoso.
  15. 15. PROCESSO DE ENFERMAGEM  Evolução Os resultados esperados incluem: • Relata a ausência de dor entre as refeições • Relata a sensação de menos ansiedade • Adere ao esquema terapêutico a.Evita alimentos e bebidas irritantes b.Ingere as refeições em horários regulares • Mantém o peso • Não apresenta complicações
  16. 16. APENDICITE  Apendicite é a inflamação do apêndice, um pequeno órgão linfático parecido com o dedo de uma luva, localizado no ceco, a primeira porção do intestino grosso É a causa mais comum de abdome cirúrgico agudo nos EUA e o motivo mais frequente para cirurgia abdominal de emergência
  17. 17. Obstrução da luz do apêndice Aumento da pressão intraluminal e congestão venosa Isquemia e invasão bacteriana Necrose e prefuração fisiopatologia
  18. 18. MANIFESTAÇÕES CLINICAS  Falta de apetite  Dor intensa na parte inferior do abdome  Náuseas  Vômitos  Febre insistente entre 37,5°C e 38°C
  19. 19. ETIOLOGIA  Alimentação pobre em fibras  Obstrução por fecalito  Hiperplasia dos folículos linfoides  Corpos estranhos,tumores,ascaris  Decorre da obstrução do lumen apendicular
  20. 20. DIAGNÓSTICO  Exame físico: • Ponto de Mc Burney • Sinal de Rosving • Sinal de Blumberg • Sinal de Psoas  Exames de imagem  Hemograma completo:elevação dos neutrófilos e leucócitos  Radiografia,ultrasonografia e TC do abdome
  21. 21. PONTO DE MCBURNEY SINAL DE BLUMBERG
  22. 22. TRATAMENTO  Cirúrgico  Hidratação parenteral e reposição eletrolítica apendicectomia laparotomia laparoscopia
  23. 23. CUIDADOS DE ENFERMAGEM  Aliviar a dor  Evitar o déficit de volume de líquidos  Reduzir ansiedade  Eliminar infecção em consequência da ruptura potencial do trato GI  Manter integridade da pele  Obter uma nutrição ótima  Monitorar frequentemente sinais e sintomas de agravamento da condição,indicando perfuração,abscesso ou peritonite
  24. 24. CUIDADOS DE ENFERMAGEM  Preparar paciente para cirurgia quando estabelecido o diagnóstico  Avaliar os sons intestinais  Avaliar a ocorrência de anorexia,calafrios,febre e sudorese  Corrigir desidratação conforme prescrição  Aplicar bolsa de gelo no abdome para conforto  Pos cirurgia colocar paciente em posição de fowler alta  Ensinar família e paciente a cuidar da incisão e a realizar as trocas de curativos após a alta

×