Prova de Aptidão 
Profissional/Papel do 
Professor Orientador 
Filipe Mathusso Lunavo
O QUE É A PAP? 
Segundo a Diploma Ministerial nº 4/2006 de 11/1 publicado no 
BR no que concerne ao regulamento de avaliaç...
OBJECTIVOS da PAP 
 Aplicar, desenvolver e avaliar as competências 
individuais do aluno, face à utilização de 
conhecimen...
Momentos de realização da PAP 
1ª Fase - concepção 
despertar das ideias – ante-projecto 
análise e aprovação do ante-proj...
Faseamento da PAP e Avaliação 
Concepção Execução Apresentação 
PAP 
Projecto 
Produto 
(material ou intelectual) 
Interve...
Despertar de IDEIAS 
• Partindo... 
– dos objectivos da prova; 
– percurso académico do aluno; 
– e da sua trajectória / p...
Concepção do PROJECTO da PAP 
É a expressão da sua CRIATIVIDADE sob a forma de projecto 
É a planificação do trabalho a de...
A PAP como Projecto de Formação e de 
exploração das capacidades 
necessidades/oportunidades 
concepção/montagem de projec...
Compete ao Professor 
Orientador 
Perfil Profissional Orientar 
Plano Curricular Negociar 
Natureza do Curso Avaliar, Arti...
Intervenientes na PAP 
Figuras Papéis 
1. Aluno ---------------------------------- Autor e Actor 
2. Professor Acompanhant...
Júri da PAP 
O júri tripartido de avaliação da PAP é designado pela direcção da 
escola e constituído por, pelo menos 3 el...
Classificação Final do Curso
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O papel do professor/formador orientador da PAP ( Prova de Aptidão Profissional) nas Escolas Profissionais Familiares Rurais de Mçambique

705 visualizações

Publicada em

O papel do professor/formador orientador da PAP ( Prova de Aptidão Profissional) nas Escolas Profissionais Familiares Rurais de Mçambique

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
705
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O papel do professor/formador orientador da PAP ( Prova de Aptidão Profissional) nas Escolas Profissionais Familiares Rurais de Mçambique

  1. 1. Prova de Aptidão Profissional/Papel do Professor Orientador Filipe Mathusso Lunavo
  2. 2. O QUE É A PAP? Segundo a Diploma Ministerial nº 4/2006 de 11/1 publicado no BR no que concerne ao regulamento de avaliação refere que: projecto pessoal - aptidões, interesses, motivações, criatividade transdisciplinar –– tteemmaass ee pprroobblleemmaass integrador de saberes e competências: para além dos conteúdos estruturante do futuro profissional do aluno – ligação com contextos profissionais
  3. 3. OBJECTIVOS da PAP Aplicar, desenvolver e avaliar as competências individuais do aluno, face à utilização de conhecimentos adquiridos e aprendizagens desenvolvidas ao longo da vida, nomeadamente ao longo do curso e durante a realização do projecto PAP. Aproximar e alargar as relações entre a Escola/Aluno e o Mundo do Trabalho/Saídas Profissionais. Prova de Aptidão Profissional
  4. 4. Momentos de realização da PAP 1ª Fase - concepção despertar das ideias – ante-projecto análise e aprovação do ante-projecto construção do projecto 2ª Fase - execução desenvolvimento ffaasseeaaddoo ddoo pprroojjeeccttoo a auto-avaliação do aluno elaboração de relatório final 3ª Fase - avaliação/relatório final discussão/defesa perante o júri avaliação sumativa final
  5. 5. Faseamento da PAP e Avaliação Concepção Execução Apresentação PAP Projecto Produto (material ou intelectual) Intervenção Actuação Ante-projecto Etapas do Projecto Ideias Relatório Final PROCESSO PRODUTO Avaliação Contínua e Formativa Avaliação com Classificação
  6. 6. Despertar de IDEIAS • Partindo... – dos objectivos da prova; – percurso académico do aluno; – e da sua trajectória / projecto de vida (reflexão – consciencialização de ser portador das condições e dos desafios que se lhe coloca) • o aluno propõe TTeemmaass//PPrroobblleemmaass (indicação proposta temática relacionada com o perfil profissional do curso) • e apresenta uma descrição sumária do que se propõe projectar. ponto de partida da sua CRIATIVIDADE
  7. 7. Concepção do PROJECTO da PAP É a expressão da sua CRIATIVIDADE sob a forma de projecto É a planificação do trabalho a desenvolver Elementos a conter: – a identificação (e. g., o título do projecto – identificador e apelativo) – a fundamentação • a descrição do tema (define com clareza o problema/ccaammppoo ddee ttrraabbaallhhoo)) • a justificação da escolha (nomeadamente a motivação pessoal do aluno) • a aplicabilidade do projecto • a adequação ao perfil profissional • os obstáculos e condicionantes previstos • e perspectivam os possíveis impactos – os objectivos – e a metodologia • as estratégias • o cronograma • os relação com os contextos profissionais/de aplicação
  8. 8. A PAP como Projecto de Formação e de exploração das capacidades necessidades/oportunidades concepção/montagem de projecto planeamento/organização OBSERVAR ANALISAR implementação/acompanhamento regulação/avaliação produção/impactos TEORIZAR SINTETIZAR APLICAR
  9. 9. Compete ao Professor Orientador Perfil Profissional Orientar Plano Curricular Negociar Natureza do Curso Avaliar, Articular Fases do Processo Supervisionar Procedimentos de Avaliação Encaminhar Normativos Gerais e Específicos Produzir instrumentos de suporte
  10. 10. Intervenientes na PAP Figuras Papéis 1. Aluno ---------------------------------- Autor e Actor 2. Professor Acompanhante ---------- Orientador 3. Director de Curso ------------------- Supervisor 4. Orientador Educativo da Turma -- Observador 5. Director Pedagógico ---------------- Gestor 6. Elementos Externos do Júri ------- Certificador
  11. 11. Júri da PAP O júri tripartido de avaliação da PAP é designado pela direcção da escola e constituído por, pelo menos 3 elementos (1+1+1) dos abaixo indicados: - Director Pedagógico (Preside) - Director de Departamento -- DDiirreeccttoorr ddee CCuurrssoo - Orientador Educativo/Director de Turma - Professor Orientador do projecto (obrigatório) - Representante da Associações Empresariais ou Empresas - Representante das Associações Sindicais dos sectores de actividades - Uma personalidade de reconhecido mérito na área profissional ou sector de actividade afim
  12. 12. Classificação Final do Curso

×