SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Baixar para ler offline
Acção de Formação: O Modelo de Auto-Avaliação das
Bibliotecas Escolares
1
REFLEXÃO
FINAL
Formanda:
Ana Paula Lima Rodrigues
Dezembro 2010
Acção de Formação: O Modelo de Auto-Avaliação das
Bibliotecas Escolares
2
Neste momento de reflexão final e pessoal, considero que a realização desta
oficina de Formação foi útil e pertinente. Pertinente, quanto à sua realização
temporal, uma vez que ao decorrer no 1º período, possibilita ainda a integração
dos conhecimentos adquiridos na planificação e execução do processo, no
presente ano lectivo. Pertinente, quanto aos objectivos propostos e conteúdos
abordados que vieram de encontro, em larga medida, às necessidades sentidas
da sua implementação, sobretudo em Escolas do Primeiro Ciclo do Ensino
Básico onde o modelo ainda não foi aplicado, sendo pouco conhecido pelos
professores bibliotecários que aí exercem funções e totalmente desconhecido
pelo restante corpo docente.
Tendo em conta o ponto de partida e o ponto de chegada, sinto-me, agora, mais
conhecedora do modelo e melhor preparada para o implementar, podendo
assim concluir que os objectivos propostos para esta acção foram globalmente
atingidos. Foi um momento de construção de mais e melhor conhecimento, que
deu respostas às minhas necessidades de formação.
Saliento como aspectos mais positivos da Formação, os seguintes:
 A boa estrutura (alinhamento) das Sessões - A metodologia
utilizada, partindo de aspectos mais gerais, atingindo, progressivamente
aspectos mais concretos contribuiu para que a realização das tarefas propostas
estivessem, devidamente enquadradas;
 A qualidade dos recursos disponibilizados - A bibliografia proposta,
os textos elaborados pelas formadoras foram bons pontos de referência para o
desenvolvimento das actividades;
 A pertinência das tarefas propostas - Na sua generalidade,
proporcionaram aliciantes desafios para a reflexão sobre a temática da Auto-
Avaliação das Bibliotecas Escolares e para a produção de trabalhos que serão
Acção de Formação: O Modelo de Auto-Avaliação das
Bibliotecas Escolares
3
bons recursos a ver e a rever ao longo da implementação do processo nas
escolas onde exerço funções de professora bibliotecária.
As tarefas foram também um incentivo ao rigor e à qualidade, estimulando-me
a ultrapassar as dificuldades, que por vezes surgiam, nomeadamente a
complexidade de algumas em função do tempo disponível para as realizar;
 A Aprendizagem Colaborativa – A disponibilização em algumas
sessões das actividades elaboradas por todos os formandos na Plataforma,
foram contributos interessantes e de qualidade, que nos possibilitou o contacto
com diferentes formas de fazer, que nos enriqueceram;
 A Interacção entre os Formandos – Apesar de algumas queixas sobre
o pouco tempo disponível e algumas vezes até passarmos esses “desabafos”
para o fórum de discussão, considero que a atitude do grupo foi sempre
construtiva com intervenções valorativas que nos incentivaram a continuar e
nos acrescentaram conhecimento;
 O aprofundamento das competências no âmbito da formação
online – Apesar da formação online ter as suas desvantagens, considero que foi
muito importante, porque me permitiu aprofundar os meus conhecimentos e
competências e proceder a uma gestão do tempo disponível mais eficaz.
A organização do portfólio foi uma experiência útil, pois proporcionou-me a
experiência de trabalhar com o Blogger e o Slideshare e assim, poder nas
bibliotecas que dinamizo construir blogues e saber como poderei importar
informação em texto, de tabelas, quadros e gráficos, powerpoint e até registos
visuais.
A transposição de vídeos ocasionou uma oportunidade de “partir alguma pedra”
e de evidenciar a minha teimosia (particularmente para os meus familiares, que
achavam que estava a ter trabalho em demasia), ou a demonstrar a minha
perseverança (segundo o meu ponto de vista).
Acção de Formação: O Modelo de Auto-Avaliação das
Bibliotecas Escolares
4
Como constrangimentos desta acção de formação saliento:
 O ritmo intenso da formação – Como atrás já referi, as leituras foram
sempre úteis e interessantes, bem como as actividades propostas. No entanto,
o meu tempo disponível não era proporcional ao tempo necessário para a
execução das mesmas. Tentei ultrapassar esta dificuldade gerindo melhor o
tempo e trabalhar a um ritmo muito intenso, o qual não sei se aguentaria por
muito mais tempo. Mas, agora, sinto-me satisfeita por ter conseguido vencer os
obstáculos e ter chegado ao final. Este ritmo de formação, associado ao
trabalho que já desenvolvemos nas escolas, dificultou, pelo menos para mim,
uma maior interacção entre os restantes formandos e entre eu e as formadoras,
porque numa das escolas ainda não se encontra instalada a rede de internet e
em casa, muitas vezes à noite não tenho rede, suponho eu devido à sobrecarga
da mesma.
Em jeito de uma breve auto-avaliação...
 Participei em todas as sessões de formação;
 Realizei com empenho e seguindo as orientações dadas, todas as
actividades propostas;
 Tentei fazer uma exploração adequada dos recursos disponibilizados
na plataforma, procedendo à leitura da Bibliografia obrigatória e efectuando
pesquisas sobre os assuntos em análise;
 Participei com regularidade nos fóruns e acedi à plataforma de forma
continuada;
 Cumpri todos os prazos definidos para as actividades a realizar;
 Gostei de participar nesta acção e penso ter atingido os objectivos a
que me propus.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Relatório final oficina de formação isabel ricardo
Relatório final  oficina de formação isabel ricardoRelatório final  oficina de formação isabel ricardo
Relatório final oficina de formação isabel ricardo
João Alves Ribeiro Ferreira
 
relatorio-critico-auto-avaliacao
 relatorio-critico-auto-avaliacao relatorio-critico-auto-avaliacao
relatorio-critico-auto-avaliacao
7f14_15
 
Reflexão módulo 0 - Vera Oliveira
Reflexão módulo 0 - Vera OliveiraReflexão módulo 0 - Vera Oliveira
Reflexão módulo 0 - Vera Oliveira
Vera Oliveira
 
ReflexãO Individual Ana Santos
ReflexãO Individual   Ana SantosReflexãO Individual   Ana Santos
ReflexãO Individual Ana Santos
AnaSAnaO
 
Reflexão crítica fátima pedro
Reflexão crítica   fátima pedroReflexão crítica   fátima pedro
Reflexão crítica fátima pedro
Fatimapedro
 
Metodos e tecnicas_pedagogicos
Metodos e tecnicas_pedagogicosMetodos e tecnicas_pedagogicos
Metodos e tecnicas_pedagogicos
Veronica Gur Be
 
Reflexão de helena frança
Reflexão de helena françaReflexão de helena frança
Reflexão de helena frança
helena frança
 
Relatório formação-plataforma moodle-1
Relatório formação-plataforma moodle-1Relatório formação-plataforma moodle-1
Relatório formação-plataforma moodle-1
fatimaneves28
 
Reflexao Crítica da Accao
Reflexao Crítica da AccaoReflexao Crítica da Accao
Reflexao Crítica da Accao
salamagica
 
Relatório crítico final
Relatório crítico finalRelatório crítico final
Relatório crítico final
Luisa1959
 

Mais procurados (20)

Reflexao critica formacao_fa_avaliacao_web_artur_ramisio
Reflexao critica formacao_fa_avaliacao_web_artur_ramisioReflexao critica formacao_fa_avaliacao_web_artur_ramisio
Reflexao critica formacao_fa_avaliacao_web_artur_ramisio
 
Relatório final oficina de formação isabel ricardo
Relatório final  oficina de formação isabel ricardoRelatório final  oficina de formação isabel ricardo
Relatório final oficina de formação isabel ricardo
 
relatorio-critico-auto-avaliacao
 relatorio-critico-auto-avaliacao relatorio-critico-auto-avaliacao
relatorio-critico-auto-avaliacao
 
Reflexão módulo 0 - Vera Oliveira
Reflexão módulo 0 - Vera OliveiraReflexão módulo 0 - Vera Oliveira
Reflexão módulo 0 - Vera Oliveira
 
ReflexãO Individual Ana Santos
ReflexãO Individual   Ana SantosReflexãO Individual   Ana Santos
ReflexãO Individual Ana Santos
 
Reflexão crítica fátima pedro
Reflexão crítica   fátima pedroReflexão crítica   fátima pedro
Reflexão crítica fátima pedro
 
Relatorio de Auto-avaliação Docente 2015
Relatorio de Auto-avaliação Docente 2015Relatorio de Auto-avaliação Docente 2015
Relatorio de Auto-avaliação Docente 2015
 
Metodos e tecnicas_pedagogicos
Metodos e tecnicas_pedagogicosMetodos e tecnicas_pedagogicos
Metodos e tecnicas_pedagogicos
 
Relatór reflexcrític.sandramarques
Relatór reflexcrític.sandramarquesRelatór reflexcrític.sandramarques
Relatór reflexcrític.sandramarques
 
Relatorio auto avaliacao_filipe pires
Relatorio auto avaliacao_filipe piresRelatorio auto avaliacao_filipe pires
Relatorio auto avaliacao_filipe pires
 
Reflexão de helena frança
Reflexão de helena françaReflexão de helena frança
Reflexão de helena frança
 
Portefolio reflexivo de_aprendizagem
Portefolio reflexivo de_aprendizagemPortefolio reflexivo de_aprendizagem
Portefolio reflexivo de_aprendizagem
 
Relatório formação-plataforma moodle-1
Relatório formação-plataforma moodle-1Relatório formação-plataforma moodle-1
Relatório formação-plataforma moodle-1
 
Relatório da Ação de Integração das TIC no ensino-aprendizagem
Relatório da Ação de Integração das TIC no ensino-aprendizagemRelatório da Ação de Integração das TIC no ensino-aprendizagem
Relatório da Ação de Integração das TIC no ensino-aprendizagem
 
Relatór reflexcrític.ana aleixo
Relatór reflexcrític.ana aleixoRelatór reflexcrític.ana aleixo
Relatór reflexcrític.ana aleixo
 
Reflexão crítica módulo 3
Reflexão crítica módulo 3Reflexão crítica módulo 3
Reflexão crítica módulo 3
 
Rel auto avaliacao-2013_henrique_santos
Rel auto avaliacao-2013_henrique_santosRel auto avaliacao-2013_henrique_santos
Rel auto avaliacao-2013_henrique_santos
 
Reflexao Crítica da Accao
Reflexao Crítica da AccaoReflexao Crítica da Accao
Reflexao Crítica da Accao
 
Relatório crítico final
Relatório crítico finalRelatório crítico final
Relatório crítico final
 
Relatorio auto avaliacao_filipe pires
Relatorio auto avaliacao_filipe piresRelatorio auto avaliacao_filipe pires
Relatorio auto avaliacao_filipe pires
 

Destaque

Escrita criativa biblioteca_ebism
Escrita criativa biblioteca_ebismEscrita criativa biblioteca_ebism
Escrita criativa biblioteca_ebism
luiscontente
 
Ficheiro de lingua port-histórias através de imagens
Ficheiro de lingua port-histórias através de imagensFicheiro de lingua port-histórias através de imagens
Ficheiro de lingua port-histórias através de imagens
Ana Paula Santos
 

Destaque (11)

Escrita criativa biblioteca_ebism
Escrita criativa biblioteca_ebismEscrita criativa biblioteca_ebism
Escrita criativa biblioteca_ebism
 
Dicionário das emoções
Dicionário das emoçõesDicionário das emoções
Dicionário das emoções
 
Como construir uma história
Como construir uma históriaComo construir uma história
Como construir uma história
 
Como escrever um texto?
Como escrever um texto?Como escrever um texto?
Como escrever um texto?
 
Vol.2 dislexia exercícios
Vol.2 dislexia exercíciosVol.2 dislexia exercícios
Vol.2 dislexia exercícios
 
Ficheiro de lingua port-histórias através de imagens
Ficheiro de lingua port-histórias através de imagensFicheiro de lingua port-histórias através de imagens
Ficheiro de lingua port-histórias através de imagens
 
Histórias desenv escrita criativa
Histórias desenv escrita criativaHistórias desenv escrita criativa
Histórias desenv escrita criativa
 
Projecto escrita criativa
Projecto escrita criativaProjecto escrita criativa
Projecto escrita criativa
 
Oficina-de-Escrita_Leya
Oficina-de-Escrita_LeyaOficina-de-Escrita_Leya
Oficina-de-Escrita_Leya
 
Cartões para construir histórias - Escrita criativa
Cartões para construir histórias - Escrita criativaCartões para construir histórias - Escrita criativa
Cartões para construir histórias - Escrita criativa
 
Jogo de escrita criativa
Jogo de escrita criativaJogo de escrita criativa
Jogo de escrita criativa
 

Semelhante a Reflexão final e pessoal (20)

Reflexão Final
Reflexão FinalReflexão Final
Reflexão Final
 
Maabe reflexão final paula de oliveira
Maabe reflexão final paula de oliveiraMaabe reflexão final paula de oliveira
Maabe reflexão final paula de oliveira
 
ReflexãO Final
ReflexãO FinalReflexãO Final
ReflexãO Final
 
Reflexão final 1
Reflexão final 1Reflexão final 1
Reflexão final 1
 
Reflexão final 1
Reflexão final 1Reflexão final 1
Reflexão final 1
 
Reflexão final 1
Reflexão final 1Reflexão final 1
Reflexão final 1
 
Reflexão final 1
Reflexão final 1Reflexão final 1
Reflexão final 1
 
Análise síntese final
Análise síntese finalAnálise síntese final
Análise síntese final
 
Com 2 Trab
Com 2 TrabCom 2 Trab
Com 2 Trab
 
Sessão 4 reflexao
Sessão 4 reflexaoSessão 4 reflexao
Sessão 4 reflexao
 
Sintese da sessao_3-_drelvt3
Sintese da sessao_3-_drelvt3Sintese da sessao_3-_drelvt3
Sintese da sessao_3-_drelvt3
 
Reflexão final - Ana S.
Reflexão final - Ana S.Reflexão final - Ana S.
Reflexão final - Ana S.
 
Reflexão final Ana S.
Reflexão final Ana S.Reflexão final Ana S.
Reflexão final Ana S.
 
Sintese sessao 3
Sintese sessao 3Sintese sessao 3
Sintese sessao 3
 
Reflexão Final
Reflexão Final Reflexão Final
Reflexão Final
 
Reflexao final
Reflexao finalReflexao final
Reflexao final
 
24344660 relatorio-critico-auto-avaliacao
24344660 relatorio-critico-auto-avaliacao24344660 relatorio-critico-auto-avaliacao
24344660 relatorio-critico-auto-avaliacao
 
Sintese sessao 4
Sintese sessao 4Sintese sessao 4
Sintese sessao 4
 
Sintese T3 Sessao 4
Sintese T3 Sessao 4Sintese T3 Sessao 4
Sintese T3 Sessao 4
 
Sintese sessao 5
Sintese sessao 5Sintese sessao 5
Sintese sessao 5
 

Mais de Anaigreja

Mais de Anaigreja (20)

Regulamento-AMLM-2022-2023.pdf
Regulamento-AMLM-2022-2023.pdfRegulamento-AMLM-2022-2023.pdf
Regulamento-AMLM-2022-2023.pdf
 
Guia referencias bibliográficas normas apa_dicas direitos autor
Guia referencias bibliográficas normas apa_dicas direitos autorGuia referencias bibliográficas normas apa_dicas direitos autor
Guia referencias bibliográficas normas apa_dicas direitos autor
 
Fazer radio
Fazer radioFazer radio
Fazer radio
 
Revista ler agustina a_indomavel
Revista ler agustina a_indomavelRevista ler agustina a_indomavel
Revista ler agustina a_indomavel
 
Tutorial khan academy
Tutorial khan academyTutorial khan academy
Tutorial khan academy
 
Lista manuais out17
Lista manuais out17Lista manuais out17
Lista manuais out17
 
Listagem recursos filosofia psicologia set2017
Listagem recursos filosofia psicologia set2017Listagem recursos filosofia psicologia set2017
Listagem recursos filosofia psicologia set2017
 
Listagem recursos geografia set2017
Listagem recursos geografia set2017Listagem recursos geografia set2017
Listagem recursos geografia set2017
 
Listagem recursos história set2017
Listagem recursos história set2017Listagem recursos história set2017
Listagem recursos história set2017
 
Listagem recursos línguas set2017
Listagem recursos línguas set2017Listagem recursos línguas set2017
Listagem recursos línguas set2017
 
Como fazer uma apresentação oral trabalhos
Como fazer uma apresentação oral trabalhosComo fazer uma apresentação oral trabalhos
Como fazer uma apresentação oral trabalhos
 
Folheto segurança dispositivo móvel
Folheto  segurança dispositivo móvelFolheto  segurança dispositivo móvel
Folheto segurança dispositivo móvel
 
Regulamento concurso milagre de natal
Regulamento concurso milagre de natalRegulamento concurso milagre de natal
Regulamento concurso milagre de natal
 
Programa bad jobs
Programa bad jobsPrograma bad jobs
Programa bad jobs
 
Ancient origins of halloween
Ancient origins of halloweenAncient origins of halloween
Ancient origins of halloween
 
Regulamento do peddy paper 3 aniv aepap-2016-final
Regulamento do peddy paper 3 aniv aepap-2016-finalRegulamento do peddy paper 3 aniv aepap-2016-final
Regulamento do peddy paper 3 aniv aepap-2016-final
 
Programa dia mundial da poesia 2016
Programa dia mundial da poesia 2016Programa dia mundial da poesia 2016
Programa dia mundial da poesia 2016
 
Regulamento concurso um conto até ao fim
Regulamento concurso um conto até ao fimRegulamento concurso um conto até ao fim
Regulamento concurso um conto até ao fim
 
Regulamento concurso conto de natal
Regulamento concurso conto de natalRegulamento concurso conto de natal
Regulamento concurso conto de natal
 
Regulamento concurso um dia na vida de um refugiado
Regulamento concurso um dia na vida de um refugiadoRegulamento concurso um dia na vida de um refugiado
Regulamento concurso um dia na vida de um refugiado
 

Último

Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
sfwsoficial
 
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
FLAVIA LEZAN
 
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdfAPOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
lbgsouza
 

Último (20)

Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
 
BENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacional
BENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacionalBENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacional
BENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacional
 
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdfAPOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 

Reflexão final e pessoal

  • 1. Acção de Formação: O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares 1 REFLEXÃO FINAL Formanda: Ana Paula Lima Rodrigues Dezembro 2010
  • 2. Acção de Formação: O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares 2 Neste momento de reflexão final e pessoal, considero que a realização desta oficina de Formação foi útil e pertinente. Pertinente, quanto à sua realização temporal, uma vez que ao decorrer no 1º período, possibilita ainda a integração dos conhecimentos adquiridos na planificação e execução do processo, no presente ano lectivo. Pertinente, quanto aos objectivos propostos e conteúdos abordados que vieram de encontro, em larga medida, às necessidades sentidas da sua implementação, sobretudo em Escolas do Primeiro Ciclo do Ensino Básico onde o modelo ainda não foi aplicado, sendo pouco conhecido pelos professores bibliotecários que aí exercem funções e totalmente desconhecido pelo restante corpo docente. Tendo em conta o ponto de partida e o ponto de chegada, sinto-me, agora, mais conhecedora do modelo e melhor preparada para o implementar, podendo assim concluir que os objectivos propostos para esta acção foram globalmente atingidos. Foi um momento de construção de mais e melhor conhecimento, que deu respostas às minhas necessidades de formação. Saliento como aspectos mais positivos da Formação, os seguintes:  A boa estrutura (alinhamento) das Sessões - A metodologia utilizada, partindo de aspectos mais gerais, atingindo, progressivamente aspectos mais concretos contribuiu para que a realização das tarefas propostas estivessem, devidamente enquadradas;  A qualidade dos recursos disponibilizados - A bibliografia proposta, os textos elaborados pelas formadoras foram bons pontos de referência para o desenvolvimento das actividades;  A pertinência das tarefas propostas - Na sua generalidade, proporcionaram aliciantes desafios para a reflexão sobre a temática da Auto- Avaliação das Bibliotecas Escolares e para a produção de trabalhos que serão
  • 3. Acção de Formação: O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares 3 bons recursos a ver e a rever ao longo da implementação do processo nas escolas onde exerço funções de professora bibliotecária. As tarefas foram também um incentivo ao rigor e à qualidade, estimulando-me a ultrapassar as dificuldades, que por vezes surgiam, nomeadamente a complexidade de algumas em função do tempo disponível para as realizar;  A Aprendizagem Colaborativa – A disponibilização em algumas sessões das actividades elaboradas por todos os formandos na Plataforma, foram contributos interessantes e de qualidade, que nos possibilitou o contacto com diferentes formas de fazer, que nos enriqueceram;  A Interacção entre os Formandos – Apesar de algumas queixas sobre o pouco tempo disponível e algumas vezes até passarmos esses “desabafos” para o fórum de discussão, considero que a atitude do grupo foi sempre construtiva com intervenções valorativas que nos incentivaram a continuar e nos acrescentaram conhecimento;  O aprofundamento das competências no âmbito da formação online – Apesar da formação online ter as suas desvantagens, considero que foi muito importante, porque me permitiu aprofundar os meus conhecimentos e competências e proceder a uma gestão do tempo disponível mais eficaz. A organização do portfólio foi uma experiência útil, pois proporcionou-me a experiência de trabalhar com o Blogger e o Slideshare e assim, poder nas bibliotecas que dinamizo construir blogues e saber como poderei importar informação em texto, de tabelas, quadros e gráficos, powerpoint e até registos visuais. A transposição de vídeos ocasionou uma oportunidade de “partir alguma pedra” e de evidenciar a minha teimosia (particularmente para os meus familiares, que achavam que estava a ter trabalho em demasia), ou a demonstrar a minha perseverança (segundo o meu ponto de vista).
  • 4. Acção de Formação: O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares 4 Como constrangimentos desta acção de formação saliento:  O ritmo intenso da formação – Como atrás já referi, as leituras foram sempre úteis e interessantes, bem como as actividades propostas. No entanto, o meu tempo disponível não era proporcional ao tempo necessário para a execução das mesmas. Tentei ultrapassar esta dificuldade gerindo melhor o tempo e trabalhar a um ritmo muito intenso, o qual não sei se aguentaria por muito mais tempo. Mas, agora, sinto-me satisfeita por ter conseguido vencer os obstáculos e ter chegado ao final. Este ritmo de formação, associado ao trabalho que já desenvolvemos nas escolas, dificultou, pelo menos para mim, uma maior interacção entre os restantes formandos e entre eu e as formadoras, porque numa das escolas ainda não se encontra instalada a rede de internet e em casa, muitas vezes à noite não tenho rede, suponho eu devido à sobrecarga da mesma. Em jeito de uma breve auto-avaliação...  Participei em todas as sessões de formação;  Realizei com empenho e seguindo as orientações dadas, todas as actividades propostas;  Tentei fazer uma exploração adequada dos recursos disponibilizados na plataforma, procedendo à leitura da Bibliografia obrigatória e efectuando pesquisas sobre os assuntos em análise;  Participei com regularidade nos fóruns e acedi à plataforma de forma continuada;  Cumpri todos os prazos definidos para as actividades a realizar;  Gostei de participar nesta acção e penso ter atingido os objectivos a que me propus.