SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 151
Baixar para ler offline
WORKSHOP
GESTÃO DE MARCAS
 EM MÍDIAS SOCIAIS
      @andretelles
   Social Media Explorer and Digital
    Marketing Addicted. Teacher and
   Lecturer. Author of 4 books, wrote
  the first brazilian' social media book.
          CEO Mentes Digitais.
ROI SM = ROE
Alguns KPIs (Indicadores-chave de
desempenho - Key Performance Indicator):

# followers no twitter
# facebookfans
# mentions
# retweets
# perguntas feitas
# respostas dadas
# clicks em URLs

ContentViews (Visualizações de conteúdo):

Influência dos indivíduos
Mapa de tópicos
Volume de tráfego gerado
Atividade (por horário)
Atividade (por localidade)
Sentimento de marca
Qualidade das interações
Qualidade dos tópicos
O ROI DAS MÍDIAS SOCIAIS

79% das maiores empresas da lista da Fortune 100 estão utilizando pelo
menos uma plataforma de mídia social como estratégia de marketing.
ROI SM = ROE




http://www.youtube.com/watch?v=x0EnhXn5boM
QUAIS AS DIFERENÇAS ENTRE
MÍDIAS DIGITAIS, MÍDIAS SOCIAIS
      E REDES SOCIAIS?
MÍDIAS DIGITAIS
        -Meios de comunicação eletrônicos baseados em tecnologia digital. Não requer
             necessariamente produção de conteúdo nem relações interpessoais.

    BANNERS, POP-UPS, MOBILE MARKETING, SEM, SEO, HOTSITES, BLOGS, MÍDIAS
   SOCIAIS, SOCIAL ADS, QR CODES, REALIDADE AUMENTADA, RFID, ADVERGAMING.


                           REDES SOCIAIS
       - Relacionamentos afetivos ou profissionais em forma de rede ou comunidade.



                           MÍDIAS SOCIAIS
- Criação colaborativa de conteúdo, compartilhamento de informações e interação social.
As redes sociais na internet são ambientes
    ao quais pessoas com interesses em
     comuns, ou não, se inscrevem e se
  expressam digitalmente através de fotos,
vídeos, áudio, mensagens e interações com
      outros membros, criando listas e
comunidades. Mídias sociais é produção de
      conteúdo de muitos para muitos.
CENÁRIOS
Cenários




Segundo a ComScore,
mesmo com banda
larga em evolução, o
Brasil ocupa a terceira
posição em páginas
visitadas nas mídias
sociais, atrás de EUA e
Rússia


                Fonte: Estadão
Cenários


Segundo o F/Nazca, somos
81,3 milhões de internautas
brasileiros (a partir de 12
anos). Destes internautas
segundo o Ibope mais de
90% fazem parte de alguma
mídia social.
Tempo         médio       de
navegação: A última marca
aferida foi de 69 horas/ mês
por pessoa em julho de
2011.
Cenários




Comércio Eletrônico:
2010 fechou com R$ 14,8
bilhões em vendas, o que
representa um terço de
todas as transações entre
varejo e consumidores
feitas no Brasil.
Mídias               Sociais
comprovadamente auxiliam
em conversões.
Cenários
COMPORTAMENTO DO
CONSUMIDOR ONLINE
COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR ONLINE

RELAÇÃO DO MARKETING TRADICIONAL COM O NOVO
CONSUMIDOR CONSUMIDOR. CONVERSAR X GRITAR.




http://www.youtube.com/watch?v=SQFQLQWgR7U
COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR ONLINE


   Pirâmide do engajamento
             90/9/1
       (Charlene Li, 2010).
Influência Social


Pirâmide do engajamento
        (LI, 2010).



                      HUBS
Influência Social

   Quanto os consumidores on-line confiam nas fontes de
informação sobre produtos e serviços. Fonte: LI, 2009, p.141
Influência Social



• De acordo com a McKinsey&Company,
  o “boca a boca” é responsável por 20 e
  50% das tomadas de decisão.
• Ao se considerar que cada área de
  conhecimento tem formadores de
  opinião valorizados e respeitados pela
  comunidade, identificar essas pessoas é
  aproveitar o potencial das redes sociais
  e buscadores para alavancar o
  conteúdo online.
Influência Social



• E por que influenciadores podem ser aliados em potencial?

• Citam o seu conteúdo como exemplo ou referência para um
  grande número de pessoas;
• Apresentam a sua marca a nichos de interesse;
• Ajudam a disseminar seu conteúdo para a audiência certa;
• Ampliam o alcance do seu conteúdo, fazendo-o reverberar
  por diversas camadas de contatos;
• Ajudam-no a identificar novas oportunidades de atuação
  online;
• Conectam você a pessoas que não saberia onde encontrá-
  lo;
• Promovem o relacionamento da sua marca com o público-
  alvo.
Influência Social



•   Ferramentas que o ajudarão a analisar influenciadores:

•   Klout
•   Twitalyzer
•   Flowtown

•   Comece a interagir com seus influenciadores:

•   Siga no Twitter influenciadores e solicite amizade no Facebook. Conectar
    com eles no LinkedIn.

•   Retweetar seus posts no Twitter e compartilhar conteúdo no Facebook e
    LinkedIn.

•   Ler seus posts e começar a comentar com informações, depois de
    compreender a sua perspectiva.
Influência Social




                                               = 0,96
SIM Score será entre -1 e 1, sendo que quanto mais próximo a 1,
mais positivo será o sentimento
Influência Social


Klout – mês 1
Influência Social



Klout – mês 2
Influência Social
Influência Social




O gráfico expressa o crescimento gradativo
da assiduidade dos visitantes e prova que
pessoas que não clicaram em “curtir”
também acompanham as publicações.
Influência Social
Influência Social
Influência Social

•Uma pesquisa feita pelas empresas
Chadwick Martin Bailey e iModerate
mostra que mais de 60%
dos usuários do Twitter ficam mais
interessados em comprar produtos
de marcas que eles seguem no
microblog.

•Já no Facebook, 50% dos usuários
pensam da mesma forma com relação
às marcas às quais são fãs.

•Além disso, o estudo ainda aponta
para o fato de que estes internautas
indicam os produtos e serviços 80% a
mais do que os consumidores em
geral.
VISÃO GERAL DAS
PRINCIPAIS MÍDIAS
SOCIAIS NO BRASIL
Facebook
Facebook


iFRAMES

Linguagem para criação de
Landing Page no Facebook é o
iFrames. Ele é um recurso que
permite a inserção de uma
página dentro de outra.

Cria-se uma página html dentro
do site/servidor. Monta-se o
conteúdo e hospeda-se no site.]

Procure pelo aplicativo Static HTML:
iFrame tabs. #ficadica
Facebook




Alguns aplicativos gratuitos que podem ajudar na construção de Fan Pages.
Facebook

                       APLICATIVOS F-COMMERCE
                       Likestore – E.LIKE - PAYVMENT
1- Cadastre os dados de sua loja
Você deve cadastrar o nome da sua loja, um breve descritivo e alguns dados de contato.
Cadastrar dados

2- Configure o seu meio de pagamento
Os pagamentos realizados na loja serão realizados através do MoIP. Para isso, você deve criar uma
conta MoIP para integrá-la à sua LikeStore.
Integrar conta MoIP

3- Associe uma loja a uma página do Facebook
A LikeStore funciona como um aplicativo associado à sua página do Facebook.
Associar à página

4- Escolha os métodos de entrega
Selecione quais métodos de entrega você vai deixar disponíveis para seus compradores.
Selecionar métodos de entrega

5- Adicione produtos
Tudo pronto? Agora é só adicionar seus produtos para começar a vender.
Adicionar produtos
Facebook

               F-Commerce




http://www.youtube.com/watch?v=_CZ-9HBCQUM
Facebook
F-Commerce
Facebook

                     APLICATIVOS FACEBOOK
                           INVOLVER




http://www.facebook.com/Involver?ref=ts&sk
=app_180041832054549
Facebook




http://www.youtube.com/watch?v=smO1onPkA3Q
Facebook – Social Plugins


              SOCIAL PLUGINS

Os Social Plugins, ou plug-in sociais, são pequenos programas de
XHTML que permitem aos desenvolvedores incorporar aspectos
sociais, do Facebook, por exemplo, em seus sites.

Entre eles:

Like Button: Permite que os usuários curtam um texto por meio de um
botão, gerando uma postagem no News Feed.

Login Button: Dá acesso ao site pelo botão de login do Facebook.

Comments: Com ele, os usuários podem postar comentários onde
quiserem.
Facebook




Não é mais permitido realizar campanhas e
ações promocionais no Facebook em que o
usuário seja solicitado de CURTIR tais ações
afim de validar sua participação.
#Facebook Promotions Guidelines
Twitter
Twitter



                       Humanização das marcas:
Dell – A empresa deixa claro com quem o usuário está conversando.
          No Twitter o usuário deixa de falar com uma marca
                     e fala com uma outra pessoa.
Twitter



                    Humanização das marcas:
Dell – Reparem que não é mais a EliseatDell, agora é a StefanieatDell.
Twitter
Twitter
Twitter




Esta ferramenta permite identificar contas que não enviaram
mensagens em um determinado espaço de tempo. Assim você
poderá dar unfollow em massa.

Para mensurar atividades no Twitter utilize o TweetStats.

Para determinar o impacto de seu canal no Twitter, utilize a
ferramenta Tweet Reach.

Submeta a URL do seu website no BackTweets para análise e
descubra quais tweets estão gerando visita a página da empresa.
Twitter




Tweepz: Ferramenta para encontrar usuários
do Twitter por cidade, palavras-chave na Bio
ou pelo nome.



Twitter Counter: Ferramenta de twitter para gerar num gráfico quantos seguidores
você tem/ganhou por dia, mês, ano e quando começou a tweetar.




Twibbon: Ferramenta de Twitter para criar uma campanha no Twitter. Coloque a
imagem no seu avatar.
Twitter




                 ENCURTADORES DE URLS’S:




Here are some hours Timely might have used to optimize those tweets:

• 3 PM Hora oficial do Brasil
• 6 PM Hora oficial do Brasil
• 11 AM Hora oficial do Brasil
• 2 PM Hora oficial do Brasil

Para saber que horário seus tweets tem mais resultado utilize o Timely.
Twitter Ads

http://business.twitter.com/


   Promoted Account
Twitter Ads

Promoted Trends
Twitter Ads




Promoted Tweets
Twitter




BUSCA AVANÇADA NO TWITTER:

http://search.twitter.com/advanced
Twitter




ADMINISTRADOR DE CONCURSOS NO TWITTER:

http://sorteie.me/
Twitter – Social Plugins


Botão Seguir




Botão Tweetar
Foursquare




http://www.youtube.com/watch?v=DFXzyJ8mUh4
Foursquare


Valorize seus clientes fiéis.

Desconto especial para os Mayors.

Desconto especial aos clientes que completam seu quinto ou décimo check-in, por exemplo.

As empresas também podem oferecer algo no primeiro check-in no seu estabelecimento,
focando no retorno do cliente.

Verifique suas tips.

Aproveite para convidar estes usuários para serem seus amigos.

Utilize o ‘Specials’.

Charity Deals: Os check-ins feitos por clientes no estabelecimento serão revertidos em doações
para institutos de caridade.

Friend Deals: Semelhante aos sites de compras coletivas. Promovida a campanha pela
empresa, o cliente convida seus amigos a um estabelecimento comercial e quando todos fazem
o check-in, poderão ter acesso a uma promoção especial.
Foursquare

GEOLOCALIZAÇÃO – YELP - FOURSQUARE




  Check-ins em bancas de jornal cadastradas,
 receberam informações da revista e
 concorreram a prêmios. Mais de 5.000
 usuários cadastrados.
Foursquare
Foursquare

GEOLOCALIZAÇÃO – YELP - FOURSQUARE




 Os estabelecimentos devem comunicar no
 offline suas ações online no Foursquare.
Foursquare
MONITORAMENTO
YouTube




     > Incorporar: Embute no seu site um video do Youtube com o player básico
fornecido pelo próprio site;
     http://code.google.com/intl/pt-BR/apis/youtube/player_parameters.html

    > Miniatura do vídeo: O Youtube oferecerá três opções de imagem inicial.
    Selecione a que for mais significativa para divulgar o seu vídeo. Lembre-se de
    que ele é a imagem estática que o internauta verá antes de assistir seu vídeo.

     > Um Tweet compartilhado resulta em 7 novas sessões youtube.com;
Google +



                Ícones Google+:
Circles, Hangouts, home, sparks, profile, photos.
Google +




Profile: é um avanço do Google Profile tradicional. o Profile também mostra
quem está nos seus círculos (mais abaixo), a lista dos +1 seus (caso vc não
saiba o que é um +1, lembra o “like” do Facebook) e os itens compartilhados.

Circles: O Circles permite agrupar os seus amigos. No Google+ isso foi feito
de uma forma bem fácil de ser usada, abusando de HTML5, drag-n-drop e
outros efeitos visuais.

Sparks: é uma mistura de Google Reader e Google News. Você pode definir
temas de seu interesse e eles aparecem numa timeline no formato similar ao
dos updates do Facebook ou do Twitter. A escolha do conteúdo que é feita
com base em uma busca em que conteúdo recente, Todos “sparks” podem ser
compartilhados com um ou mais grupos (ou para todo mundo) e, uma vez
compartilhados, podem receber comentários e +1′s como no Google Reader e
no Facebook.
Google +




Hangouts: Um canal de videochat com um dos seus círculos ou com pessoas
específicas.

Mobile features – Huddle: É um recurso de SMS em grupo, em que os
grupos podem ser os círculos do Circle e/ou pessoas dos seus contatos.

Mobile features – Instant Upload: um Instagram/PicPlz integrado ao Circles
com a facilidade de compartilhar fotos e vídeos sem nenhum esforço.

Guia completo do Google+: http://mashable.com/2011/07/16/google-plus-guide/
Google +
Orkut
Tumblr




Cresceu mais de 1540% em 2010.

Vale ressaltar que muitas empresas passaram a adotar o Tumblr como uma espécie de
segundo blog, onde as notícias ‘extra-oficiais’ como o happy hour dos funcionários é
compartilhado na web.
SlideShare - Blaving




http://www.slideshare.net/developers




Blaving é uma plataforma de Rede Social que permite gravar mensagens
de voz instantâneas e compartilhá-las (mais ou menos como um Twitter,
mas com voz ao invés de texto). Para publicar basta criar uma conta e
logo depois poderá gravar posts de até 2 minutos e publicá-los na web e
nas suas redes sociais preferidas. Cada post poderá acompanhar título,
o lugar de onde foi gravado, tags e uma imagem de identificação.
Também pode postar de dispositivos iPhone, iPod, iPad, Android e
BlackBerry e celulares JAVA
Compartilhamento de fotos




O Flickr brasileiro conta com mais de 2 milhões
de usuários, que, até agora, já efetuaram mais
de 35 milhões de uploads de fotos e vídeos
LinkedIn




O LinkedIn lançado em maio de 2003, é um
site que busca a criação de redes sociais
voltadas aos negócios.

Uma espécie de currículo profissional, no qual
consta sua posição atual, os cargos que
exerceu, sua escolaridade e o site da sua
empresa.

• No mundo: mais de 100 milhões de usuários.

http://idgnow.uol.com.br/blog/hashtag/2011/
03/16/novidades-para-potencializar-seu-perfil-
no-linkedin/

http://idgnow.uol.com.br/blog/hashtag/2010/
09/20/dicas-para-voce-construir-sua-marca-
pessoal-no-linkedin/
Agregador Mídias Sociais
PLANEJAMENTO
   ESTRATÉGICO
PARA SOCIAL MEDIA
PETER DRUCKER




“Planejamento de longo prazo não lida com decisões
  futuras, mas com o futuro de decisões presentes.”
PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO



Basicamente um briefing deve conter:

Objetivo e histórico da marca;

Produtos;

Perfil de público;

Principais concorrentes;

Comunicação da categoria;

Estratégias;

Pontos fortes da marca;

Quais as mídias pretendidas para fazer a campanha;

Prazo
                     http://www.youtube.com/watch?v=gZI8VpkeRQQ
PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO




Segundo Henry Mintzberg, a estratégia
é a forma de pensar no futuro,
integrada no processo decisório, com
base em um procedimento
formalizado e articulador de
resultados. A estratégia digital é
dividida em 4 P´S: Personalization,
Participation, Peer-to-peer e Predctive
Modeling.
PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO


                             OS 4 P’S DIGITAIS


     Personalização                      Participação
     Customização e                Aproximar a marca dos seus
   Marketing One-To-One;             consumidores para que
                                       compartilhem suas
                                          experiências;

 Pessoa-a-pessoa
 Potencializar a recomendação              Previsão
   pessoa-a-pessoa, tornar o               Monitorar o
conteúdo ‘compartilhável’ (Plug-       comportamento online.
           ins sociais);
PRODUÇÃO DE
CONTEÚDO PARA
 SOCIAL MEDIA
Produção de Conteúdo

         A estratégia de conteúdo planeja a
         criação, publicação e curadoria de
         conteúdos úteis”
                                            Kristina Halvorson, autora do
                                      livro Content Strategy for the Web




Coca-Cola:
http://www.youtube.com/watch?v=LerdMmWjU_E&feature=player_embedded#!
Produção de Conteúdo



Segundo a definição de Facis Filgueras (2008),
Transmídia Storytelling é:

“O suporte colaborativo de múltiplas mídias para
entregar uma única história ou tema, na qual a
narrativa direciona o receptor de um meio para o
próximo, conforme a força de cada meio para o
diálogo".




      Hunter: http://www.youtube.com/watch?v=4ba1BqJ4S2M
Produção de Conteúdo
CICLO DO CONTEÚDO ESTRATÉGICO
      1) Análise:

      1. Descobrir o segmento de conteúdo
         com que está lidando;

      2. Tirar as dúvidas e selecionar o que
         é conteúdo relevante para o
         público –alvo;

      3. QUEM SE IMPORTA? Se ninguém se
         importa com esse conteúdo… não
         publique.
Produção de Conteúdo
CICLO DO CONTEÚDO ESTRATÉGICO

          2) Coleta:

          1. Estabelecer os temas centrais
             do conteúdo;

          2. Definir o calendário editorial;

          3. Planejar a produção e a
             publicação de conteúdos ao
             longo do tempo, com base
             nos resultados da fase de
             análise.
Produção de Conteúdo
CICLO DO CONTEÚDO ESTRATÉGICO

       3) Publicação:

       1. Observar o conteúdo por meio do
          site;

       2. “Content Management”, ou seja,
          uma plataforma para gerenciar a
          criação e a disseminação do
          conteúdo;

       3. Relações    entre  conteúdo     e
          interação, baseados na estratégia
          de conteúdo;
Produção de Conteúdo
CICLO DO CONTEÚDO ESTRATÉGICO
        4) Gerenciamento:

        1. Analisar os dados, ver o que deu
           certo e o que não deu ;

        2. Traçar o próximo planejamento;

        3. Guias de estilo, que explicam as
           melhores práticas e políticas da
           estratégia de conteúdo.
           Ex: Manual de Redação.
Produção de Conteúdo
Produção de Conteúdo




Uma recente pesquisa da Millward Brown
mostra que o índice de reconhecimento
(recall) de marca de um comercial na TV fica
em 54%, enquanto na internet chega a 82%.
Produção de Conteúdo
Produção de Conteúdo
 EXEMPLO DE GERAÇÃO DE CONTEÚDO EM VÍDEO
           YOUTUBE - MERCENÁRIOS




http://www.youtube.com/user/expendables?blend=1&ob=5
RELACIONAMENTO
  E INTERAÇÃO
Relacionamento e Interação



   • Agilidade que a internet
     exige, imediatismo, real time;

   • Domínio       da       língua
     portuguesa;

   • Responsabilidade;

   • Habilidade               em
     comunicação               e
     relacionamento interpessoal.
Relacionamento e Interação
EXEMPLOS DE INTERAÇÃO
Relacionamento e Interação
Relacionamento e Interação
Relacionamento e Interação
CAMPANHAS
   SMM
Campanhas SMM



• A melhor campanha é aquela
  que consegue fazer com que
  os    usuários    participem e
  estimulem      os    amigos  a
  participarem também;

• Motivar e estimular a interação
  e envolvimento dos usuários
  com a marca;

• Aliar     interação          e
  monitoramento.
Campanhas/ Design

FORMSPRING - Importante para ser utilizada juntamente à outras redes. Não esperem
que o usuário pergunte, vá atrás dele em outras mídias sociais e diga coisas do tipo:

Quer saber qual o melhor horário para tomar proteína?
MONITORAMENTO
  MENSURAÇÃO,
MÉTRICAS E ANÁLISES.
Monitoramento


Netnografia ou etnografia



      A etnografia é um método de
     investigação oriundo da antropologia
     que reúne técnicas que munem o
     pesquisador para o trabalho de
     observação a partir da inserção em
     comunidades para pesquisa, onde o
     pesquisador entra em contato intra-
     subjetivo com o objeto de estudo.
Monitoramento

Monitoramentos Possíveis
  em Mídias Sociais
   • Monitoramento de Marca;

   • Monitoramento              de
     Concorrência;

   • Monitoramento de segmento de
     mercado;

   • Monitoramento do público-alvo.
Monitoramento

                MONITORAMENTO DE MARCA

É um serviço de coleta, classificação, categorização e análise de
todas as menções feitas à uma marca na web, sejam elas
positivas, negativas ou neutras.

Classificações dessas citações, os assuntos abordados,
comparações entre os índices de valor encontrados, avaliação
de campanhas, identificação de usuários influenciadores e
recomendações.
Monitoramento

                 MONITORAMENTO DE MARCA

• Mensurar o ROI e o ROE.

• Ponderar mudanças e um possível reposicionamento da marca;

• Prever crises através do que está sendo dito sobre a empresa nas
  redes sociais, blogs e sites;

• Descobrir se o público gostou ou não de um produto ou serviço
  lançado, da campanha ou do modo como a comunicação foi
  realizada.
Monitoramento


      MONITORAMENTO DE CONCORRÊNCIA,
            SEGMENTO E PÚBLICO




BENCHMARKING      NICHOS         COMPORTAMENTO
                                  COOLHUNTING
Monitoramento


Fases do monitoramento em
       Social Media:

         Coleta;

     Armazenamento;

      Classificação;

     Categorização;

  Adição de Informações;

   Análise de Menções.
Monitoramento



Em Dezembro do ano passado a Dell lançou seu centro
de monitoramento de mídias sociais em Austin, Texas
(EUA).
O centro faz parte
da     @Dellcares,  um
departamento         da
empresa dedicado a
dar apoio e suporte aos
consumidores.
Radian6 como principal
ferramenta           de
monitoramento
           http://www.youtube.com/watch?v=InrOvEE2v38
Monitoramento




                  Entre todos os canais que
                  existem hoje, a internet é a
                  mídia mais mensurável do
                  mundo.”


AVINASH KAUSHIK
Monitoramento


     Fatores essenciais para medir nas mídias sociais.
    Quais são os indicadores de performance?

• Volume
    • Fãs, followers, amigos, Tweets por minuto, Trending
    Topics...

• Engajamento:
    • Comentários, diálogos, sentimentos, tempo gasto...

• Conversão:
    • CTR, vendas, visitas ao site...
Monitoramento



• Medidas ‘Frias’ = dados técnicos e quantitativos;

• Pageviews + visitas + tempo = mais fácil.

• Medidas ‘Quentes’      =   dados    humanos    e
qualitativos;

• Sentimentos + ambiente = mais difícil.
Monitoramento




Com o Facebook insights os usuários podem acessar dados como a
popularidade de um post ou o engajamento causado por ele. Pode
avaliar a proporção entre as visitas e o número de vezes que um
conteúdo foi curtido.

Dados demográficos como idade, gênero, idioma e localização
também estão disponíveis na ferramenta.

developers.facebook.com/docs/insights
Monitoramento




Com o novo Facebook insights Os proprietários da página serão capazes de
acessar um preview do novo Insights, mudando a língua do seu Facebook
para English (US), navegando para o seu Insights (ver dados) e optando por testar o
novo produto, antes mesmo que seja implementado efetivamente.
Monitoramento




Amigos dos fãs


Seu anúncio só será mostrado para alguém que tem um amigo que é fã da sua
marca e é possível monitorá-los.
Monitoramento


Estão falando sobre isso


A ferramenta dá um valor do número de vezes que geraram mensagens sobre sua
página, incluindo links em perfis pessoais ou mensagens que você tenha sido
marcado no período de tempo que você selecionar.
Monitoramento




http://www.youtube.com/aceitams

http://h.overmediacast.com/
Monitoramento




  Com o Export.ly é possível exportar dados do Twitter, Facebook em uma
  planilha Excel ou arquivo CSV.




Com o RowFeeder é possível acompanhar uma marca nas mídias
sociais, uma hashtag ou uma palavra-chave.
Monitoramento




O Tweetreach é ideal para descobrir quantas vezes os seus tweets
estão sendo compartilhados e por quem.




            HowSociable mede as citações em cada rede.
Monitoramento




O Who’s Talkin faz uma “busca social”, encontrando citações das
marcas nas principais Mídias Sociais.
Monitoramento




           SocialMention
           Além da “busca social”,
           quantifica alguns dados
           importantes como
           principais seguidores e
           keywords.
Monitoramento




•   Namechk           •   Collecta
•   Social Mention    •   Topsy
•   48ers             •   Keotag
•   Backtype          •   Samepoint
•   Blekko            •   HowSociable
•   Whos talkin       •   Tweet Stats
•   Actionly          •   Touchgraph
Monitoramento



•   Scup            •   PostX
•   Livebuzz        •   Alterian
•   Socialmetrix    •   Aceita
•   Seekr           •   Kurrently
•   Trendrr         •   Youropenbook
•   Sharedlikes     •   Booshaka
•   Likebutton      •   Facepinch
•   Scoutlabs
•   Radian 6
CONCEITOS:
REDES VERTICAIS x
  HORIZONTAIS
Redes Verticais x Horizontais


As horizontais são generalistas, ou seja, não
   há um tema central na comunidade;
          Ex.: Orkut, Facebook, Hi5...
Redes Verticais x Horizontais

As verticais tratam de temas específicos e os
 usuários estão interessados no tema central
               da comunidade;

         Ex: Skoob, Filmow, Orangotag.
Redes Verticais x Horizontais


Criando uma rede social vertical
Redes Verticais



Geolocalização
Redes Verticais
Redes Verticais
GAMIFICATION
Gamification

    Processo do uso do pensamento e da mecânica
        de um jogo como uma forma para engajar
          consumidores de qualquer segmento.

•     Conquista de "badges"

•     "Quadros de líderes“

•     Barra de progresso ou medidor visual diferente
      para indicar como as pessoas estão próximas
      da conclusão de uma tarefa que uma empresa
      está tentando incentivar.

•     desafios entre os usuários.

•     incorporação de pequenos jogos inseridos em
      mídias sociais:


Gamification: http://www.youtube.com/watch?v=_JXlf_z_px4
Games


In-game advertising

          In-game Advertising nada mais é do que
replicar a propaganda do mundo real no mundo
virtual, usando faixas, pôsteres, spots de rádio e
outdoors. Por exemplo, o jogo de snowboard
SSX3 da Electronic Arts contém vários outdoors
da Honda e do refrigerante Seven Up.

Advergaming
         A idéia do advergaming é produzir todo
o jogo com o propósito de promover um produto
ou marca.


 Angry: http://www.youtube.com/watch?v=jzIBZQkj6SY
 Mc:
 http://www.youtube.com/watch?v=CIzLd8zRwXw&featur
 e=player_embedded#!
CO-CRIAÇÃO
CROWDSOURCING
CO-CRIAÇÃO - CROWDSOURCING


Co-criação é um termo criado por C.K.
Prahalad para descrever a nova
abordagem à inovação em que,
juntamente com toda a cadeia produtiva
envolvida, desde fornecedores e
distribuidores até os consumidores finais,
todos fazem parte das decisões e
escolhas, assim, todos os agentes tornam-
se atores para a criação de um valor,
produto ou serviço. Coimbatore Krishnarao
Prahalad, ou C.K. Prahalad, como ficou
conhecido, o indiano-americanizado,
doutor em Administração por Harvard, que
escreveu The multinational mission:
balancing local demands and global vision
e o best-seller Competindo pelo futuro,
com Gary Hamel.
CO-CRIAÇÃO - CROWDSOURCING




Em 2006, o jornalista Jeff Howe cunhou o termo crowdsourcing, no seu
livro "O poder das multidões", conceito muito similar ao de co-criação
de Prahalad. Segundo a Wikepedia, um dos maiores exemplos do
próprio termo, O crowdsourcing é um modelo de produção que utiliza a
inteligência e os conhecimentos coletivos e voluntários espalhados
pela internet para resolver problemas, criar conteúdo e soluções ou
desenvolver novas tecnologias.
CO-CRIAÇÃO - CROWDSOURCING




Um dos aspectos mais valiosos das mídias sociais é o feedback
instantâneo. O Yammer, plataforma em formato de microblogging
coorporativo, é uma forma de acompanhar toda a movimentação de
conversas entre colaboradores de uma empresa e muitas vezes do líder
entrar na conversa e dar a sua opinião ou direcionamento sobre um
determinado assunto.
CO-CRIAÇÃO - CROWDSOURCING
CO-CRIAÇÃO - CROWDSOURCING


Fiat Mio - 1,5 milhão de visitantes; 15,3 mil cadastrados de mais de 100 países,
          10 mil idéias enviadas; mais de 3 mil desenhos dos designers
                  da empresa até chegar ao projeto finalizado.
SMO
SOCIAL SEARCH E SMO




• A primeira preocupação é com o seu
  usuário;

• Títulos e Subtítulos devem ser baseados
  nas palavras-chave;

• Expor a informação em camadas
  sempre pensando na arquitetura da
  informação;

• Criar backlinks.
SOCIAL SEARCH E SMO
Mapear a marca nas mídias sociais e os domínios disponíveis.
                 http://namechk.com/
Gestão de Crises 2.0




Timeline de uma Crise
Gestão de Crises 2.0




  Exemplo de um resultado em que o famoso vídeo da
              Domino’s Pizza aparece.




 Exemplo de um resultado em que o vídeo da
Domino’s Pizza aparece na busca. SEO reverso.
AS NOVAS
TECNOLOGIAS
   E O SMM
RFID
RFID


APLICATIVOS MOBILE - RFID




 O Ushuaia Praia Hotel instalou cabines onde era possível o usuário
 se conectar com o seu perfil do facebook através de uma pulseira.
 Na cabine você podia tirar fotos, fazer comentários no status e
 postar sua localização – em tem real.
Realidade Aumentada




•Pode personalizar a busca         e   as   camadas      de
informações através de plugins

• Insere informação do digital no mundo real.

• Mostra fotos   e   preços   disponíveis   em   lojas    e
restaurantes.


http://www.youtube.com/watch?v=8UxWkZtUKaI&feature=player
_embedded
Tecnologias internet




Imagem do aplicativo Augmented ID reconhece o rosto
    da pessoa e mostra seu perfil em redes sociais.
QR Code


   Código QR é um código de barras em 2D que pode ser scaneado
utilizando-se de smartphones Esse código vai ser decriptografado em
                        texto e/ou uma url.
QR Code
CROSSMEDIA
Crossmedia




Google:
http://www.youtube.com/watch?v=Um-
WL7FRANM&feature=player_embedded#!
Indicação de sites sobre Social Media


1. Mashable
2. Techcrunch
3. AdAge
4. emarketer
5. Brandweek
6. MarketingProfs
7. SmartBrief
8. Altimeter Group
9. MarketingSherpa
10 ClickZ
“As plataformas e tecnologias são mutáveis,
as estratégias, métodos e inteligência estratégica são para sempre!”
OBRIGADO!




  @AndreTelles

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Blogs corporativos e Redes sociais
Blogs corporativos e Redes sociaisBlogs corporativos e Redes sociais
Blogs corporativos e Redes sociaisAdriana Taissun
 
Curso de Redes Sociais - Menos Conversa Mais resultados
Curso de Redes Sociais - Menos Conversa Mais resultadosCurso de Redes Sociais - Menos Conversa Mais resultados
Curso de Redes Sociais - Menos Conversa Mais resultadosKelli Lima
 
Oficina Métricas em Redes Sociais
Oficina Métricas em Redes SociaisOficina Métricas em Redes Sociais
Oficina Métricas em Redes SociaisAna Brambilla
 
Mídias sociais - estratégias para microempreendedores
Mídias sociais - estratégias para microempreendedoresMídias sociais - estratégias para microempreendedores
Mídias sociais - estratégias para microempreendedores42 Marketing Digital
 
Apresentação Mídias Sociais - Facebook
Apresentação Mídias Sociais - FacebookApresentação Mídias Sociais - Facebook
Apresentação Mídias Sociais - FacebookAlvaro Tadeu
 
Social CRM Estratégico
Social CRM EstratégicoSocial CRM Estratégico
Social CRM EstratégicoElife Brasil
 
Palestra Redes Sociais & Mundo Digital - Associação Comercial de SP março 2011
Palestra Redes Sociais & Mundo Digital - Associação Comercial de SP março 2011Palestra Redes Sociais & Mundo Digital - Associação Comercial de SP março 2011
Palestra Redes Sociais & Mundo Digital - Associação Comercial de SP março 2011Marcos Hiller
 
Publicidade Sólida e Líquida
Publicidade Sólida e LíquidaPublicidade Sólida e Líquida
Publicidade Sólida e LíquidaGustavo Fischer
 
Interminas percepção das redes sociais - cuidados e oportunidades
Interminas   percepção das redes sociais - cuidados e oportunidadesInterminas   percepção das redes sociais - cuidados e oportunidades
Interminas percepção das redes sociais - cuidados e oportunidadesEdney Souza
 
Como usar o twitter para vender pela internet
Como usar o twitter para vender pela internetComo usar o twitter para vender pela internet
Como usar o twitter para vender pela internetMarco Gomes
 
Novas Mídias e a Gestão da Reputação
Novas Mídias e a Gestão da ReputaçãoNovas Mídias e a Gestão da Reputação
Novas Mídias e a Gestão da ReputaçãoNosdaComunicacao
 
Novas Mídias - Impactos na Gestão da Comunicação e da Reputação
Novas Mídias - Impactos na Gestão da Comunicação e da ReputaçãoNovas Mídias - Impactos na Gestão da Comunicação e da Reputação
Novas Mídias - Impactos na Gestão da Comunicação e da ReputaçãoMarcelo Ivanovitch
 
Usos Das Plataformas Sociais Anhanguera 2009
Usos Das Plataformas Sociais   Anhanguera 2009Usos Das Plataformas Sociais   Anhanguera 2009
Usos Das Plataformas Sociais Anhanguera 2009Rafael Sbarai
 
Métricas De Sucesso De Redes Sociais
Métricas De Sucesso De Redes SociaisMétricas De Sucesso De Redes Sociais
Métricas De Sucesso De Redes SociaisEdney Souza
 
Marketing nas Redes Sociais – Uma abordagem prática
Marketing nas Redes Sociais – Uma abordagem práticaMarketing nas Redes Sociais – Uma abordagem prática
Marketing nas Redes Sociais – Uma abordagem práticaWesley Pinheiro
 
Redes Sociais: Relacionamento com foco no Engajamento
Redes Sociais: Relacionamento com foco no EngajamentoRedes Sociais: Relacionamento com foco no Engajamento
Redes Sociais: Relacionamento com foco no EngajamentoAna Brambilla
 

Mais procurados (20)

Blogs corporativos e Redes sociais
Blogs corporativos e Redes sociaisBlogs corporativos e Redes sociais
Blogs corporativos e Redes sociais
 
Curso de Redes Sociais - Menos Conversa Mais resultados
Curso de Redes Sociais - Menos Conversa Mais resultadosCurso de Redes Sociais - Menos Conversa Mais resultados
Curso de Redes Sociais - Menos Conversa Mais resultados
 
Gestão de marcas em Mídias Sociais por @GabrieLeite
Gestão de marcas em Mídias Sociais por @GabrieLeiteGestão de marcas em Mídias Sociais por @GabrieLeite
Gestão de marcas em Mídias Sociais por @GabrieLeite
 
Oficina Métricas em Redes Sociais
Oficina Métricas em Redes SociaisOficina Métricas em Redes Sociais
Oficina Métricas em Redes Sociais
 
Mídias sociais - estratégias para microempreendedores
Mídias sociais - estratégias para microempreendedoresMídias sociais - estratégias para microempreendedores
Mídias sociais - estratégias para microempreendedores
 
Apresentação Mídias Sociais - Facebook
Apresentação Mídias Sociais - FacebookApresentação Mídias Sociais - Facebook
Apresentação Mídias Sociais - Facebook
 
Social CRM Estratégico
Social CRM EstratégicoSocial CRM Estratégico
Social CRM Estratégico
 
Palestra Redes Sociais & Mundo Digital - Associação Comercial de SP março 2011
Palestra Redes Sociais & Mundo Digital - Associação Comercial de SP março 2011Palestra Redes Sociais & Mundo Digital - Associação Comercial de SP março 2011
Palestra Redes Sociais & Mundo Digital - Associação Comercial de SP março 2011
 
Publicidade Sólida e Líquida
Publicidade Sólida e LíquidaPublicidade Sólida e Líquida
Publicidade Sólida e Líquida
 
Redes Sociais para 2015
Redes Sociais para 2015Redes Sociais para 2015
Redes Sociais para 2015
 
Oficina senac 2013
Oficina senac 2013Oficina senac 2013
Oficina senac 2013
 
Interminas percepção das redes sociais - cuidados e oportunidades
Interminas   percepção das redes sociais - cuidados e oportunidadesInterminas   percepção das redes sociais - cuidados e oportunidades
Interminas percepção das redes sociais - cuidados e oportunidades
 
Como usar o twitter para vender pela internet
Como usar o twitter para vender pela internetComo usar o twitter para vender pela internet
Como usar o twitter para vender pela internet
 
Novas Mídias e a Gestão da Reputação
Novas Mídias e a Gestão da ReputaçãoNovas Mídias e a Gestão da Reputação
Novas Mídias e a Gestão da Reputação
 
Novas Mídias - Impactos na Gestão da Comunicação e da Reputação
Novas Mídias - Impactos na Gestão da Comunicação e da ReputaçãoNovas Mídias - Impactos na Gestão da Comunicação e da Reputação
Novas Mídias - Impactos na Gestão da Comunicação e da Reputação
 
Usos Das Plataformas Sociais Anhanguera 2009
Usos Das Plataformas Sociais   Anhanguera 2009Usos Das Plataformas Sociais   Anhanguera 2009
Usos Das Plataformas Sociais Anhanguera 2009
 
Estratégia de marketing para redes sociais nas empresas
Estratégia de marketing para redes sociais nas empresasEstratégia de marketing para redes sociais nas empresas
Estratégia de marketing para redes sociais nas empresas
 
Métricas De Sucesso De Redes Sociais
Métricas De Sucesso De Redes SociaisMétricas De Sucesso De Redes Sociais
Métricas De Sucesso De Redes Sociais
 
Marketing nas Redes Sociais – Uma abordagem prática
Marketing nas Redes Sociais – Uma abordagem práticaMarketing nas Redes Sociais – Uma abordagem prática
Marketing nas Redes Sociais – Uma abordagem prática
 
Redes Sociais: Relacionamento com foco no Engajamento
Redes Sociais: Relacionamento com foco no EngajamentoRedes Sociais: Relacionamento com foco no Engajamento
Redes Sociais: Relacionamento com foco no Engajamento
 

Destaque

Destaque (9)

20 de junio
20 de junio20 de junio
20 de junio
 
Conocimiento psicológico
Conocimiento psicológicoConocimiento psicológico
Conocimiento psicológico
 
Materiales intrinsecos
Materiales intrinsecosMateriales intrinsecos
Materiales intrinsecos
 
Producto inovador
Producto inovadorProducto inovador
Producto inovador
 
Sabuy Design Sprint #0: Process and Interview Guideline
Sabuy Design Sprint #0: Process and Interview GuidelineSabuy Design Sprint #0: Process and Interview Guideline
Sabuy Design Sprint #0: Process and Interview Guideline
 
100 diapositivas
100 diapositivas100 diapositivas
100 diapositivas
 
Fotos surrealistas...
Fotos surrealistas...Fotos surrealistas...
Fotos surrealistas...
 
vencendo a depressão (sequencia)
vencendo a depressão (sequencia)vencendo a depressão (sequencia)
vencendo a depressão (sequencia)
 
Rima menor
Rima menorRima menor
Rima menor
 

Semelhante a YOU Educação: Apresentação - André Telles

Como fazer campanhas em redes sociais?
Como fazer campanhas em redes sociais?Como fazer campanhas em redes sociais?
Como fazer campanhas em redes sociais?Tiago Cordeiro
 
Redes sociais e comunicação corporativa introdução
Redes sociais e comunicação corporativa   introduçãoRedes sociais e comunicação corporativa   introdução
Redes sociais e comunicação corporativa introduçãoPatricia Barão
 
Curso Gestão de Rede Sociais - Introdução e tendências das Redes Sociais
Curso Gestão de Rede Sociais - Introdução e tendências das Redes Sociais Curso Gestão de Rede Sociais - Introdução e tendências das Redes Sociais
Curso Gestão de Rede Sociais - Introdução e tendências das Redes Sociais Fernando Souza
 
Mídias Sociais para Jornalistas
Mídias Sociais para JornalistasMídias Sociais para Jornalistas
Mídias Sociais para Jornalistascomunicacursos
 
Gestão de Rede Sociais - Introdução as Redes Sociais
Gestão de Rede Sociais - Introdução as Redes SociaisGestão de Rede Sociais - Introdução as Redes Sociais
Gestão de Rede Sociais - Introdução as Redes SociaisFernando Souza
 
Gestão de Rede Sociais
Gestão de Rede SociaisGestão de Rede Sociais
Gestão de Rede SociaisFernando Souza
 
Palestras para Empresas Marketing Digital Flávio Muniz - Redes Sociais
Palestras para Empresas Marketing Digital Flávio Muniz - Redes Sociais Palestras para Empresas Marketing Digital Flávio Muniz - Redes Sociais
Palestras para Empresas Marketing Digital Flávio Muniz - Redes Sociais Flávio Muniz
 
Optime m sociais101_fasttrack-pt_9-22-2011
Optime m sociais101_fasttrack-pt_9-22-2011Optime m sociais101_fasttrack-pt_9-22-2011
Optime m sociais101_fasttrack-pt_9-22-2011optimedesign
 
Apresentação Social Media
 Apresentação Social Media Apresentação Social Media
Apresentação Social MediaHelena Montes
 
Palestra Engage Nocaute
Palestra Engage NocautePalestra Engage Nocaute
Palestra Engage NocauteClaudio Coelho
 
E-book: #gettingsocial
E-book: #gettingsocialE-book: #gettingsocial
E-book: #gettingsocialSoraia Lima
 
Cases empreendedores nas mídias sociais
Cases empreendedores nas mídias sociaisCases empreendedores nas mídias sociais
Cases empreendedores nas mídias sociaisRafael Galdino
 
Redes sociais alec
Redes sociais alecRedes sociais alec
Redes sociais alecMultifoco
 
Curso cultura e midias sociais 01o encontro
Curso cultura e midias sociais 01o encontroCurso cultura e midias sociais 01o encontro
Curso cultura e midias sociais 01o encontroThiago Fraga
 
O A Apresentacao O A Anglo Americano
O A  Apresentacao  O A  Anglo  AmericanoO A  Apresentacao  O A  Anglo  Americano
O A Apresentacao O A Anglo AmericanoOrganic Agency
 
Planejamento e Execução de Ações em Mídias Sociais
Planejamento e Execução de Ações em Mídias SociaisPlanejamento e Execução de Ações em Mídias Sociais
Planejamento e Execução de Ações em Mídias SociaisLucas VGR
 
Mídias Sociais Como Ferramenta de Marketing
Mídias Sociais Como Ferramenta de MarketingMídias Sociais Como Ferramenta de Marketing
Mídias Sociais Como Ferramenta de MarketingCaroline Resy Becker
 
[E-book] Como minha empresa pode explorar as redes sociais
[E-book] Como minha empresa pode explorar as redes sociais[E-book] Como minha empresa pode explorar as redes sociais
[E-book] Como minha empresa pode explorar as redes sociaisKingHost - Hospedagem de sites
 

Semelhante a YOU Educação: Apresentação - André Telles (20)

Como fazer campanhas em redes sociais?
Como fazer campanhas em redes sociais?Como fazer campanhas em redes sociais?
Como fazer campanhas em redes sociais?
 
Redes sociais e comunicação corporativa introdução
Redes sociais e comunicação corporativa   introduçãoRedes sociais e comunicação corporativa   introdução
Redes sociais e comunicação corporativa introdução
 
Curso Gestão de Rede Sociais - Introdução e tendências das Redes Sociais
Curso Gestão de Rede Sociais - Introdução e tendências das Redes Sociais Curso Gestão de Rede Sociais - Introdução e tendências das Redes Sociais
Curso Gestão de Rede Sociais - Introdução e tendências das Redes Sociais
 
Mídias Sociais para Jornalistas
Mídias Sociais para JornalistasMídias Sociais para Jornalistas
Mídias Sociais para Jornalistas
 
Gestão de Rede Sociais - Introdução as Redes Sociais
Gestão de Rede Sociais - Introdução as Redes SociaisGestão de Rede Sociais - Introdução as Redes Sociais
Gestão de Rede Sociais - Introdução as Redes Sociais
 
Gestão de Rede Sociais
Gestão de Rede SociaisGestão de Rede Sociais
Gestão de Rede Sociais
 
Palestras para Empresas Marketing Digital Flávio Muniz - Redes Sociais
Palestras para Empresas Marketing Digital Flávio Muniz - Redes Sociais Palestras para Empresas Marketing Digital Flávio Muniz - Redes Sociais
Palestras para Empresas Marketing Digital Flávio Muniz - Redes Sociais
 
Optime m sociais101_fasttrack-pt_9-22-2011
Optime m sociais101_fasttrack-pt_9-22-2011Optime m sociais101_fasttrack-pt_9-22-2011
Optime m sociais101_fasttrack-pt_9-22-2011
 
Apresentação Social Media
 Apresentação Social Media Apresentação Social Media
Apresentação Social Media
 
Palestra Engage Nocaute
Palestra Engage NocautePalestra Engage Nocaute
Palestra Engage Nocaute
 
Digitalks - BH
Digitalks - BHDigitalks - BH
Digitalks - BH
 
eBook 4
eBook 4eBook 4
eBook 4
 
E-book: #gettingsocial
E-book: #gettingsocialE-book: #gettingsocial
E-book: #gettingsocial
 
Cases empreendedores nas mídias sociais
Cases empreendedores nas mídias sociaisCases empreendedores nas mídias sociais
Cases empreendedores nas mídias sociais
 
Redes sociais alec
Redes sociais alecRedes sociais alec
Redes sociais alec
 
Curso cultura e midias sociais 01o encontro
Curso cultura e midias sociais 01o encontroCurso cultura e midias sociais 01o encontro
Curso cultura e midias sociais 01o encontro
 
O A Apresentacao O A Anglo Americano
O A  Apresentacao  O A  Anglo  AmericanoO A  Apresentacao  O A  Anglo  Americano
O A Apresentacao O A Anglo Americano
 
Planejamento e Execução de Ações em Mídias Sociais
Planejamento e Execução de Ações em Mídias SociaisPlanejamento e Execução de Ações em Mídias Sociais
Planejamento e Execução de Ações em Mídias Sociais
 
Mídias Sociais Como Ferramenta de Marketing
Mídias Sociais Como Ferramenta de MarketingMídias Sociais Como Ferramenta de Marketing
Mídias Sociais Como Ferramenta de Marketing
 
[E-book] Como minha empresa pode explorar as redes sociais
[E-book] Como minha empresa pode explorar as redes sociais[E-book] Como minha empresa pode explorar as redes sociais
[E-book] Como minha empresa pode explorar as redes sociais
 

Mais de YOU Núcleo de Inteligência Digital

Campanha tuite like por um livro - Leonardo da Vinci By @youvitoria
Campanha tuite like por um livro - Leonardo da Vinci By @youvitoriaCampanha tuite like por um livro - Leonardo da Vinci By @youvitoria
Campanha tuite like por um livro - Leonardo da Vinci By @youvitoriaYOU Núcleo de Inteligência Digital
 
VII Encontro de Secretárias: Mídias sociais no setor público | Grupo Esafi
VII Encontro de Secretárias: Mídias sociais no setor público | Grupo EsafiVII Encontro de Secretárias: Mídias sociais no setor público | Grupo Esafi
VII Encontro de Secretárias: Mídias sociais no setor público | Grupo EsafiYOU Núcleo de Inteligência Digital
 
Mídias sociais: como usá-las a seu favor? Ciclo de Palestras Data Point
Mídias sociais: como usá-las a seu favor? Ciclo de Palestras Data PointMídias sociais: como usá-las a seu favor? Ciclo de Palestras Data Point
Mídias sociais: como usá-las a seu favor? Ciclo de Palestras Data PointYOU Núcleo de Inteligência Digital
 

Mais de YOU Núcleo de Inteligência Digital (15)

Campanha tuite like por um livro - Leonardo da Vinci By @youvitoria
Campanha tuite like por um livro - Leonardo da Vinci By @youvitoriaCampanha tuite like por um livro - Leonardo da Vinci By @youvitoria
Campanha tuite like por um livro - Leonardo da Vinci By @youvitoria
 
VII Encontro de Secretárias: Mídias sociais no setor público | Grupo Esafi
VII Encontro de Secretárias: Mídias sociais no setor público | Grupo EsafiVII Encontro de Secretárias: Mídias sociais no setor público | Grupo Esafi
VII Encontro de Secretárias: Mídias sociais no setor público | Grupo Esafi
 
I #Sushimaniacos - Sushimar Vitória By @youvitoria
I #Sushimaniacos - Sushimar Vitória By @youvitoriaI #Sushimaniacos - Sushimar Vitória By @youvitoria
I #Sushimaniacos - Sushimar Vitória By @youvitoria
 
YOU Educação: Apresentação - Ivone Rocha
YOU Educação: Apresentação - Ivone RochaYOU Educação: Apresentação - Ivone Rocha
YOU Educação: Apresentação - Ivone Rocha
 
YOU Educação: Apresentação - Lígia Dutra
YOU Educação: Apresentação - Lígia DutraYOU Educação: Apresentação - Lígia Dutra
YOU Educação: Apresentação - Lígia Dutra
 
YOU Vitória - Núcleo de Inteligência Digital
YOU Vitória - Núcleo de Inteligência DigitalYOU Vitória - Núcleo de Inteligência Digital
YOU Vitória - Núcleo de Inteligência Digital
 
Workshop: Estratégias para mídias sociais - Recife/PE 17-09
Workshop: Estratégias para mídias sociais - Recife/PE 17-09Workshop: Estratégias para mídias sociais - Recife/PE 17-09
Workshop: Estratégias para mídias sociais - Recife/PE 17-09
 
YOU Educação: Apresentação - Euripedes Magalhães
YOU Educação: Apresentação - Euripedes MagalhãesYOU Educação: Apresentação - Euripedes Magalhães
YOU Educação: Apresentação - Euripedes Magalhães
 
Fórum de Logística 2011
Fórum de Logística 2011Fórum de Logística 2011
Fórum de Logística 2011
 
YOU Educação: Apresentação - Paulo Schiavon
YOU Educação: Apresentação - Paulo SchiavonYOU Educação: Apresentação - Paulo Schiavon
YOU Educação: Apresentação - Paulo Schiavon
 
YOU Educação: Apresentação - Gustavo Zanotto
YOU Educação: Apresentação - Gustavo ZanottoYOU Educação: Apresentação - Gustavo Zanotto
YOU Educação: Apresentação - Gustavo Zanotto
 
Relatório #ComunicaES e Prêmio Colibri 2010
Relatório #ComunicaES e Prêmio Colibri 2010Relatório #ComunicaES e Prêmio Colibri 2010
Relatório #ComunicaES e Prêmio Colibri 2010
 
Mídias sociais: como usá-las a seu favor? Ciclo de Palestras Data Point
Mídias sociais: como usá-las a seu favor? Ciclo de Palestras Data PointMídias sociais: como usá-las a seu favor? Ciclo de Palestras Data Point
Mídias sociais: como usá-las a seu favor? Ciclo de Palestras Data Point
 
YOU Educação: Apresentação - Marcelo Trevisani
YOU Educação: Apresentação - Marcelo TrevisaniYOU Educação: Apresentação - Marcelo Trevisani
YOU Educação: Apresentação - Marcelo Trevisani
 
YOU Educação: Apresentação - Felipe Morais
YOU Educação: Apresentação - Felipe MoraisYOU Educação: Apresentação - Felipe Morais
YOU Educação: Apresentação - Felipe Morais
 

Último

MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASyan1305goncalves
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdfLindinhaSilva1
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptxSanta Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptxMartin M Flynn
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasBibliotecaViatodos
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialDouglasVasconcelosMa
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptxSanta Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 

YOU Educação: Apresentação - André Telles

  • 1. WORKSHOP GESTÃO DE MARCAS EM MÍDIAS SOCIAIS @andretelles Social Media Explorer and Digital Marketing Addicted. Teacher and Lecturer. Author of 4 books, wrote the first brazilian' social media book. CEO Mentes Digitais.
  • 2. ROI SM = ROE Alguns KPIs (Indicadores-chave de desempenho - Key Performance Indicator): # followers no twitter # facebookfans # mentions # retweets # perguntas feitas # respostas dadas # clicks em URLs ContentViews (Visualizações de conteúdo): Influência dos indivíduos Mapa de tópicos Volume de tráfego gerado Atividade (por horário) Atividade (por localidade) Sentimento de marca Qualidade das interações Qualidade dos tópicos
  • 3. O ROI DAS MÍDIAS SOCIAIS 79% das maiores empresas da lista da Fortune 100 estão utilizando pelo menos uma plataforma de mídia social como estratégia de marketing.
  • 4. ROI SM = ROE http://www.youtube.com/watch?v=x0EnhXn5boM
  • 5. QUAIS AS DIFERENÇAS ENTRE MÍDIAS DIGITAIS, MÍDIAS SOCIAIS E REDES SOCIAIS?
  • 6. MÍDIAS DIGITAIS -Meios de comunicação eletrônicos baseados em tecnologia digital. Não requer necessariamente produção de conteúdo nem relações interpessoais. BANNERS, POP-UPS, MOBILE MARKETING, SEM, SEO, HOTSITES, BLOGS, MÍDIAS SOCIAIS, SOCIAL ADS, QR CODES, REALIDADE AUMENTADA, RFID, ADVERGAMING. REDES SOCIAIS - Relacionamentos afetivos ou profissionais em forma de rede ou comunidade. MÍDIAS SOCIAIS - Criação colaborativa de conteúdo, compartilhamento de informações e interação social.
  • 7. As redes sociais na internet são ambientes ao quais pessoas com interesses em comuns, ou não, se inscrevem e se expressam digitalmente através de fotos, vídeos, áudio, mensagens e interações com outros membros, criando listas e comunidades. Mídias sociais é produção de conteúdo de muitos para muitos.
  • 9. Cenários Segundo a ComScore, mesmo com banda larga em evolução, o Brasil ocupa a terceira posição em páginas visitadas nas mídias sociais, atrás de EUA e Rússia Fonte: Estadão
  • 10. Cenários Segundo o F/Nazca, somos 81,3 milhões de internautas brasileiros (a partir de 12 anos). Destes internautas segundo o Ibope mais de 90% fazem parte de alguma mídia social. Tempo médio de navegação: A última marca aferida foi de 69 horas/ mês por pessoa em julho de 2011.
  • 11. Cenários Comércio Eletrônico: 2010 fechou com R$ 14,8 bilhões em vendas, o que representa um terço de todas as transações entre varejo e consumidores feitas no Brasil. Mídias Sociais comprovadamente auxiliam em conversões.
  • 14. COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR ONLINE RELAÇÃO DO MARKETING TRADICIONAL COM O NOVO CONSUMIDOR CONSUMIDOR. CONVERSAR X GRITAR. http://www.youtube.com/watch?v=SQFQLQWgR7U
  • 15. COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR ONLINE Pirâmide do engajamento 90/9/1 (Charlene Li, 2010).
  • 16. Influência Social Pirâmide do engajamento (LI, 2010). HUBS
  • 17. Influência Social Quanto os consumidores on-line confiam nas fontes de informação sobre produtos e serviços. Fonte: LI, 2009, p.141
  • 18. Influência Social • De acordo com a McKinsey&Company, o “boca a boca” é responsável por 20 e 50% das tomadas de decisão. • Ao se considerar que cada área de conhecimento tem formadores de opinião valorizados e respeitados pela comunidade, identificar essas pessoas é aproveitar o potencial das redes sociais e buscadores para alavancar o conteúdo online.
  • 19. Influência Social • E por que influenciadores podem ser aliados em potencial? • Citam o seu conteúdo como exemplo ou referência para um grande número de pessoas; • Apresentam a sua marca a nichos de interesse; • Ajudam a disseminar seu conteúdo para a audiência certa; • Ampliam o alcance do seu conteúdo, fazendo-o reverberar por diversas camadas de contatos; • Ajudam-no a identificar novas oportunidades de atuação online; • Conectam você a pessoas que não saberia onde encontrá- lo; • Promovem o relacionamento da sua marca com o público- alvo.
  • 20. Influência Social • Ferramentas que o ajudarão a analisar influenciadores: • Klout • Twitalyzer • Flowtown • Comece a interagir com seus influenciadores: • Siga no Twitter influenciadores e solicite amizade no Facebook. Conectar com eles no LinkedIn. • Retweetar seus posts no Twitter e compartilhar conteúdo no Facebook e LinkedIn. • Ler seus posts e começar a comentar com informações, depois de compreender a sua perspectiva.
  • 21. Influência Social = 0,96 SIM Score será entre -1 e 1, sendo que quanto mais próximo a 1, mais positivo será o sentimento
  • 25. Influência Social O gráfico expressa o crescimento gradativo da assiduidade dos visitantes e prova que pessoas que não clicaram em “curtir” também acompanham as publicações.
  • 28. Influência Social •Uma pesquisa feita pelas empresas Chadwick Martin Bailey e iModerate mostra que mais de 60% dos usuários do Twitter ficam mais interessados em comprar produtos de marcas que eles seguem no microblog. •Já no Facebook, 50% dos usuários pensam da mesma forma com relação às marcas às quais são fãs. •Além disso, o estudo ainda aponta para o fato de que estes internautas indicam os produtos e serviços 80% a mais do que os consumidores em geral.
  • 29. VISÃO GERAL DAS PRINCIPAIS MÍDIAS SOCIAIS NO BRASIL
  • 31. Facebook iFRAMES Linguagem para criação de Landing Page no Facebook é o iFrames. Ele é um recurso que permite a inserção de uma página dentro de outra. Cria-se uma página html dentro do site/servidor. Monta-se o conteúdo e hospeda-se no site.] Procure pelo aplicativo Static HTML: iFrame tabs. #ficadica
  • 32. Facebook Alguns aplicativos gratuitos que podem ajudar na construção de Fan Pages.
  • 33. Facebook APLICATIVOS F-COMMERCE Likestore – E.LIKE - PAYVMENT 1- Cadastre os dados de sua loja Você deve cadastrar o nome da sua loja, um breve descritivo e alguns dados de contato. Cadastrar dados 2- Configure o seu meio de pagamento Os pagamentos realizados na loja serão realizados através do MoIP. Para isso, você deve criar uma conta MoIP para integrá-la à sua LikeStore. Integrar conta MoIP 3- Associe uma loja a uma página do Facebook A LikeStore funciona como um aplicativo associado à sua página do Facebook. Associar à página 4- Escolha os métodos de entrega Selecione quais métodos de entrega você vai deixar disponíveis para seus compradores. Selecionar métodos de entrega 5- Adicione produtos Tudo pronto? Agora é só adicionar seus produtos para começar a vender. Adicionar produtos
  • 34. Facebook F-Commerce http://www.youtube.com/watch?v=_CZ-9HBCQUM
  • 36. Facebook APLICATIVOS FACEBOOK INVOLVER http://www.facebook.com/Involver?ref=ts&sk =app_180041832054549
  • 38. Facebook – Social Plugins SOCIAL PLUGINS Os Social Plugins, ou plug-in sociais, são pequenos programas de XHTML que permitem aos desenvolvedores incorporar aspectos sociais, do Facebook, por exemplo, em seus sites. Entre eles: Like Button: Permite que os usuários curtam um texto por meio de um botão, gerando uma postagem no News Feed. Login Button: Dá acesso ao site pelo botão de login do Facebook. Comments: Com ele, os usuários podem postar comentários onde quiserem.
  • 39. Facebook Não é mais permitido realizar campanhas e ações promocionais no Facebook em que o usuário seja solicitado de CURTIR tais ações afim de validar sua participação. #Facebook Promotions Guidelines
  • 41. Twitter Humanização das marcas: Dell – A empresa deixa claro com quem o usuário está conversando. No Twitter o usuário deixa de falar com uma marca e fala com uma outra pessoa.
  • 42. Twitter Humanização das marcas: Dell – Reparem que não é mais a EliseatDell, agora é a StefanieatDell.
  • 45. Twitter Esta ferramenta permite identificar contas que não enviaram mensagens em um determinado espaço de tempo. Assim você poderá dar unfollow em massa. Para mensurar atividades no Twitter utilize o TweetStats. Para determinar o impacto de seu canal no Twitter, utilize a ferramenta Tweet Reach. Submeta a URL do seu website no BackTweets para análise e descubra quais tweets estão gerando visita a página da empresa.
  • 46. Twitter Tweepz: Ferramenta para encontrar usuários do Twitter por cidade, palavras-chave na Bio ou pelo nome. Twitter Counter: Ferramenta de twitter para gerar num gráfico quantos seguidores você tem/ganhou por dia, mês, ano e quando começou a tweetar. Twibbon: Ferramenta de Twitter para criar uma campanha no Twitter. Coloque a imagem no seu avatar.
  • 47. Twitter ENCURTADORES DE URLS’S: Here are some hours Timely might have used to optimize those tweets: • 3 PM Hora oficial do Brasil • 6 PM Hora oficial do Brasil • 11 AM Hora oficial do Brasil • 2 PM Hora oficial do Brasil Para saber que horário seus tweets tem mais resultado utilize o Timely.
  • 51. Twitter BUSCA AVANÇADA NO TWITTER: http://search.twitter.com/advanced
  • 52. Twitter ADMINISTRADOR DE CONCURSOS NO TWITTER: http://sorteie.me/
  • 53. Twitter – Social Plugins Botão Seguir Botão Tweetar
  • 55. Foursquare Valorize seus clientes fiéis. Desconto especial para os Mayors. Desconto especial aos clientes que completam seu quinto ou décimo check-in, por exemplo. As empresas também podem oferecer algo no primeiro check-in no seu estabelecimento, focando no retorno do cliente. Verifique suas tips. Aproveite para convidar estes usuários para serem seus amigos. Utilize o ‘Specials’. Charity Deals: Os check-ins feitos por clientes no estabelecimento serão revertidos em doações para institutos de caridade. Friend Deals: Semelhante aos sites de compras coletivas. Promovida a campanha pela empresa, o cliente convida seus amigos a um estabelecimento comercial e quando todos fazem o check-in, poderão ter acesso a uma promoção especial.
  • 56. Foursquare GEOLOCALIZAÇÃO – YELP - FOURSQUARE Check-ins em bancas de jornal cadastradas, receberam informações da revista e concorreram a prêmios. Mais de 5.000 usuários cadastrados.
  • 58. Foursquare GEOLOCALIZAÇÃO – YELP - FOURSQUARE Os estabelecimentos devem comunicar no offline suas ações online no Foursquare.
  • 60. YouTube > Incorporar: Embute no seu site um video do Youtube com o player básico fornecido pelo próprio site; http://code.google.com/intl/pt-BR/apis/youtube/player_parameters.html > Miniatura do vídeo: O Youtube oferecerá três opções de imagem inicial. Selecione a que for mais significativa para divulgar o seu vídeo. Lembre-se de que ele é a imagem estática que o internauta verá antes de assistir seu vídeo. > Um Tweet compartilhado resulta em 7 novas sessões youtube.com;
  • 61. Google + Ícones Google+: Circles, Hangouts, home, sparks, profile, photos.
  • 62. Google + Profile: é um avanço do Google Profile tradicional. o Profile também mostra quem está nos seus círculos (mais abaixo), a lista dos +1 seus (caso vc não saiba o que é um +1, lembra o “like” do Facebook) e os itens compartilhados. Circles: O Circles permite agrupar os seus amigos. No Google+ isso foi feito de uma forma bem fácil de ser usada, abusando de HTML5, drag-n-drop e outros efeitos visuais. Sparks: é uma mistura de Google Reader e Google News. Você pode definir temas de seu interesse e eles aparecem numa timeline no formato similar ao dos updates do Facebook ou do Twitter. A escolha do conteúdo que é feita com base em uma busca em que conteúdo recente, Todos “sparks” podem ser compartilhados com um ou mais grupos (ou para todo mundo) e, uma vez compartilhados, podem receber comentários e +1′s como no Google Reader e no Facebook.
  • 63. Google + Hangouts: Um canal de videochat com um dos seus círculos ou com pessoas específicas. Mobile features – Huddle: É um recurso de SMS em grupo, em que os grupos podem ser os círculos do Circle e/ou pessoas dos seus contatos. Mobile features – Instant Upload: um Instagram/PicPlz integrado ao Circles com a facilidade de compartilhar fotos e vídeos sem nenhum esforço. Guia completo do Google+: http://mashable.com/2011/07/16/google-plus-guide/
  • 65. Orkut
  • 66. Tumblr Cresceu mais de 1540% em 2010. Vale ressaltar que muitas empresas passaram a adotar o Tumblr como uma espécie de segundo blog, onde as notícias ‘extra-oficiais’ como o happy hour dos funcionários é compartilhado na web.
  • 67. SlideShare - Blaving http://www.slideshare.net/developers Blaving é uma plataforma de Rede Social que permite gravar mensagens de voz instantâneas e compartilhá-las (mais ou menos como um Twitter, mas com voz ao invés de texto). Para publicar basta criar uma conta e logo depois poderá gravar posts de até 2 minutos e publicá-los na web e nas suas redes sociais preferidas. Cada post poderá acompanhar título, o lugar de onde foi gravado, tags e uma imagem de identificação. Também pode postar de dispositivos iPhone, iPod, iPad, Android e BlackBerry e celulares JAVA
  • 68. Compartilhamento de fotos O Flickr brasileiro conta com mais de 2 milhões de usuários, que, até agora, já efetuaram mais de 35 milhões de uploads de fotos e vídeos
  • 69. LinkedIn O LinkedIn lançado em maio de 2003, é um site que busca a criação de redes sociais voltadas aos negócios. Uma espécie de currículo profissional, no qual consta sua posição atual, os cargos que exerceu, sua escolaridade e o site da sua empresa. • No mundo: mais de 100 milhões de usuários. http://idgnow.uol.com.br/blog/hashtag/2011/ 03/16/novidades-para-potencializar-seu-perfil- no-linkedin/ http://idgnow.uol.com.br/blog/hashtag/2010/ 09/20/dicas-para-voce-construir-sua-marca- pessoal-no-linkedin/
  • 71. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARA SOCIAL MEDIA
  • 72. PETER DRUCKER “Planejamento de longo prazo não lida com decisões futuras, mas com o futuro de decisões presentes.”
  • 73. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Basicamente um briefing deve conter: Objetivo e histórico da marca; Produtos; Perfil de público; Principais concorrentes; Comunicação da categoria; Estratégias; Pontos fortes da marca; Quais as mídias pretendidas para fazer a campanha; Prazo http://www.youtube.com/watch?v=gZI8VpkeRQQ
  • 74. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Segundo Henry Mintzberg, a estratégia é a forma de pensar no futuro, integrada no processo decisório, com base em um procedimento formalizado e articulador de resultados. A estratégia digital é dividida em 4 P´S: Personalization, Participation, Peer-to-peer e Predctive Modeling.
  • 75. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO OS 4 P’S DIGITAIS Personalização Participação Customização e Aproximar a marca dos seus Marketing One-To-One; consumidores para que compartilhem suas experiências; Pessoa-a-pessoa Potencializar a recomendação Previsão pessoa-a-pessoa, tornar o Monitorar o conteúdo ‘compartilhável’ (Plug- comportamento online. ins sociais);
  • 77. Produção de Conteúdo A estratégia de conteúdo planeja a criação, publicação e curadoria de conteúdos úteis” Kristina Halvorson, autora do livro Content Strategy for the Web Coca-Cola: http://www.youtube.com/watch?v=LerdMmWjU_E&feature=player_embedded#!
  • 78. Produção de Conteúdo Segundo a definição de Facis Filgueras (2008), Transmídia Storytelling é: “O suporte colaborativo de múltiplas mídias para entregar uma única história ou tema, na qual a narrativa direciona o receptor de um meio para o próximo, conforme a força de cada meio para o diálogo". Hunter: http://www.youtube.com/watch?v=4ba1BqJ4S2M
  • 79. Produção de Conteúdo CICLO DO CONTEÚDO ESTRATÉGICO 1) Análise: 1. Descobrir o segmento de conteúdo com que está lidando; 2. Tirar as dúvidas e selecionar o que é conteúdo relevante para o público –alvo; 3. QUEM SE IMPORTA? Se ninguém se importa com esse conteúdo… não publique.
  • 80. Produção de Conteúdo CICLO DO CONTEÚDO ESTRATÉGICO 2) Coleta: 1. Estabelecer os temas centrais do conteúdo; 2. Definir o calendário editorial; 3. Planejar a produção e a publicação de conteúdos ao longo do tempo, com base nos resultados da fase de análise.
  • 81. Produção de Conteúdo CICLO DO CONTEÚDO ESTRATÉGICO 3) Publicação: 1. Observar o conteúdo por meio do site; 2. “Content Management”, ou seja, uma plataforma para gerenciar a criação e a disseminação do conteúdo; 3. Relações entre conteúdo e interação, baseados na estratégia de conteúdo;
  • 82. Produção de Conteúdo CICLO DO CONTEÚDO ESTRATÉGICO 4) Gerenciamento: 1. Analisar os dados, ver o que deu certo e o que não deu ; 2. Traçar o próximo planejamento; 3. Guias de estilo, que explicam as melhores práticas e políticas da estratégia de conteúdo. Ex: Manual de Redação.
  • 84. Produção de Conteúdo Uma recente pesquisa da Millward Brown mostra que o índice de reconhecimento (recall) de marca de um comercial na TV fica em 54%, enquanto na internet chega a 82%.
  • 86. Produção de Conteúdo EXEMPLO DE GERAÇÃO DE CONTEÚDO EM VÍDEO YOUTUBE - MERCENÁRIOS http://www.youtube.com/user/expendables?blend=1&ob=5
  • 87. RELACIONAMENTO E INTERAÇÃO
  • 88. Relacionamento e Interação • Agilidade que a internet exige, imediatismo, real time; • Domínio da língua portuguesa; • Responsabilidade; • Habilidade em comunicação e relacionamento interpessoal.
  • 93. CAMPANHAS SMM
  • 94. Campanhas SMM • A melhor campanha é aquela que consegue fazer com que os usuários participem e estimulem os amigos a participarem também; • Motivar e estimular a interação e envolvimento dos usuários com a marca; • Aliar interação e monitoramento.
  • 95. Campanhas/ Design FORMSPRING - Importante para ser utilizada juntamente à outras redes. Não esperem que o usuário pergunte, vá atrás dele em outras mídias sociais e diga coisas do tipo: Quer saber qual o melhor horário para tomar proteína?
  • 97. Monitoramento Netnografia ou etnografia A etnografia é um método de investigação oriundo da antropologia que reúne técnicas que munem o pesquisador para o trabalho de observação a partir da inserção em comunidades para pesquisa, onde o pesquisador entra em contato intra- subjetivo com o objeto de estudo.
  • 98. Monitoramento Monitoramentos Possíveis em Mídias Sociais • Monitoramento de Marca; • Monitoramento de Concorrência; • Monitoramento de segmento de mercado; • Monitoramento do público-alvo.
  • 99. Monitoramento MONITORAMENTO DE MARCA É um serviço de coleta, classificação, categorização e análise de todas as menções feitas à uma marca na web, sejam elas positivas, negativas ou neutras. Classificações dessas citações, os assuntos abordados, comparações entre os índices de valor encontrados, avaliação de campanhas, identificação de usuários influenciadores e recomendações.
  • 100. Monitoramento MONITORAMENTO DE MARCA • Mensurar o ROI e o ROE. • Ponderar mudanças e um possível reposicionamento da marca; • Prever crises através do que está sendo dito sobre a empresa nas redes sociais, blogs e sites; • Descobrir se o público gostou ou não de um produto ou serviço lançado, da campanha ou do modo como a comunicação foi realizada.
  • 101. Monitoramento MONITORAMENTO DE CONCORRÊNCIA, SEGMENTO E PÚBLICO BENCHMARKING NICHOS COMPORTAMENTO COOLHUNTING
  • 102. Monitoramento Fases do monitoramento em Social Media: Coleta; Armazenamento; Classificação; Categorização; Adição de Informações; Análise de Menções.
  • 103. Monitoramento Em Dezembro do ano passado a Dell lançou seu centro de monitoramento de mídias sociais em Austin, Texas (EUA). O centro faz parte da @Dellcares, um departamento da empresa dedicado a dar apoio e suporte aos consumidores. Radian6 como principal ferramenta de monitoramento http://www.youtube.com/watch?v=InrOvEE2v38
  • 104. Monitoramento Entre todos os canais que existem hoje, a internet é a mídia mais mensurável do mundo.” AVINASH KAUSHIK
  • 105. Monitoramento Fatores essenciais para medir nas mídias sociais. Quais são os indicadores de performance? • Volume • Fãs, followers, amigos, Tweets por minuto, Trending Topics... • Engajamento: • Comentários, diálogos, sentimentos, tempo gasto... • Conversão: • CTR, vendas, visitas ao site...
  • 106. Monitoramento • Medidas ‘Frias’ = dados técnicos e quantitativos; • Pageviews + visitas + tempo = mais fácil. • Medidas ‘Quentes’ = dados humanos e qualitativos; • Sentimentos + ambiente = mais difícil.
  • 107. Monitoramento Com o Facebook insights os usuários podem acessar dados como a popularidade de um post ou o engajamento causado por ele. Pode avaliar a proporção entre as visitas e o número de vezes que um conteúdo foi curtido. Dados demográficos como idade, gênero, idioma e localização também estão disponíveis na ferramenta. developers.facebook.com/docs/insights
  • 108. Monitoramento Com o novo Facebook insights Os proprietários da página serão capazes de acessar um preview do novo Insights, mudando a língua do seu Facebook para English (US), navegando para o seu Insights (ver dados) e optando por testar o novo produto, antes mesmo que seja implementado efetivamente.
  • 109. Monitoramento Amigos dos fãs Seu anúncio só será mostrado para alguém que tem um amigo que é fã da sua marca e é possível monitorá-los.
  • 110. Monitoramento Estão falando sobre isso A ferramenta dá um valor do número de vezes que geraram mensagens sobre sua página, incluindo links em perfis pessoais ou mensagens que você tenha sido marcado no período de tempo que você selecionar.
  • 112. Monitoramento Com o Export.ly é possível exportar dados do Twitter, Facebook em uma planilha Excel ou arquivo CSV. Com o RowFeeder é possível acompanhar uma marca nas mídias sociais, uma hashtag ou uma palavra-chave.
  • 113. Monitoramento O Tweetreach é ideal para descobrir quantas vezes os seus tweets estão sendo compartilhados e por quem. HowSociable mede as citações em cada rede.
  • 114. Monitoramento O Who’s Talkin faz uma “busca social”, encontrando citações das marcas nas principais Mídias Sociais.
  • 115. Monitoramento SocialMention Além da “busca social”, quantifica alguns dados importantes como principais seguidores e keywords.
  • 116. Monitoramento • Namechk • Collecta • Social Mention • Topsy • 48ers • Keotag • Backtype • Samepoint • Blekko • HowSociable • Whos talkin • Tweet Stats • Actionly • Touchgraph
  • 117. Monitoramento • Scup • PostX • Livebuzz • Alterian • Socialmetrix • Aceita • Seekr • Kurrently • Trendrr • Youropenbook • Sharedlikes • Booshaka • Likebutton • Facepinch • Scoutlabs • Radian 6
  • 119. Redes Verticais x Horizontais As horizontais são generalistas, ou seja, não há um tema central na comunidade; Ex.: Orkut, Facebook, Hi5...
  • 120. Redes Verticais x Horizontais As verticais tratam de temas específicos e os usuários estão interessados no tema central da comunidade; Ex: Skoob, Filmow, Orangotag.
  • 121. Redes Verticais x Horizontais Criando uma rede social vertical
  • 126. Gamification Processo do uso do pensamento e da mecânica de um jogo como uma forma para engajar consumidores de qualquer segmento. • Conquista de "badges" • "Quadros de líderes“ • Barra de progresso ou medidor visual diferente para indicar como as pessoas estão próximas da conclusão de uma tarefa que uma empresa está tentando incentivar. • desafios entre os usuários. • incorporação de pequenos jogos inseridos em mídias sociais: Gamification: http://www.youtube.com/watch?v=_JXlf_z_px4
  • 127. Games In-game advertising In-game Advertising nada mais é do que replicar a propaganda do mundo real no mundo virtual, usando faixas, pôsteres, spots de rádio e outdoors. Por exemplo, o jogo de snowboard SSX3 da Electronic Arts contém vários outdoors da Honda e do refrigerante Seven Up. Advergaming A idéia do advergaming é produzir todo o jogo com o propósito de promover um produto ou marca. Angry: http://www.youtube.com/watch?v=jzIBZQkj6SY Mc: http://www.youtube.com/watch?v=CIzLd8zRwXw&featur e=player_embedded#!
  • 129. CO-CRIAÇÃO - CROWDSOURCING Co-criação é um termo criado por C.K. Prahalad para descrever a nova abordagem à inovação em que, juntamente com toda a cadeia produtiva envolvida, desde fornecedores e distribuidores até os consumidores finais, todos fazem parte das decisões e escolhas, assim, todos os agentes tornam- se atores para a criação de um valor, produto ou serviço. Coimbatore Krishnarao Prahalad, ou C.K. Prahalad, como ficou conhecido, o indiano-americanizado, doutor em Administração por Harvard, que escreveu The multinational mission: balancing local demands and global vision e o best-seller Competindo pelo futuro, com Gary Hamel.
  • 130. CO-CRIAÇÃO - CROWDSOURCING Em 2006, o jornalista Jeff Howe cunhou o termo crowdsourcing, no seu livro "O poder das multidões", conceito muito similar ao de co-criação de Prahalad. Segundo a Wikepedia, um dos maiores exemplos do próprio termo, O crowdsourcing é um modelo de produção que utiliza a inteligência e os conhecimentos coletivos e voluntários espalhados pela internet para resolver problemas, criar conteúdo e soluções ou desenvolver novas tecnologias.
  • 131. CO-CRIAÇÃO - CROWDSOURCING Um dos aspectos mais valiosos das mídias sociais é o feedback instantâneo. O Yammer, plataforma em formato de microblogging coorporativo, é uma forma de acompanhar toda a movimentação de conversas entre colaboradores de uma empresa e muitas vezes do líder entrar na conversa e dar a sua opinião ou direcionamento sobre um determinado assunto.
  • 133. CO-CRIAÇÃO - CROWDSOURCING Fiat Mio - 1,5 milhão de visitantes; 15,3 mil cadastrados de mais de 100 países, 10 mil idéias enviadas; mais de 3 mil desenhos dos designers da empresa até chegar ao projeto finalizado.
  • 134. SMO
  • 135. SOCIAL SEARCH E SMO • A primeira preocupação é com o seu usuário; • Títulos e Subtítulos devem ser baseados nas palavras-chave; • Expor a informação em camadas sempre pensando na arquitetura da informação; • Criar backlinks.
  • 136. SOCIAL SEARCH E SMO Mapear a marca nas mídias sociais e os domínios disponíveis. http://namechk.com/
  • 137. Gestão de Crises 2.0 Timeline de uma Crise
  • 138. Gestão de Crises 2.0 Exemplo de um resultado em que o famoso vídeo da Domino’s Pizza aparece. Exemplo de um resultado em que o vídeo da Domino’s Pizza aparece na busca. SEO reverso.
  • 140. RFID
  • 141. RFID APLICATIVOS MOBILE - RFID O Ushuaia Praia Hotel instalou cabines onde era possível o usuário se conectar com o seu perfil do facebook através de uma pulseira. Na cabine você podia tirar fotos, fazer comentários no status e postar sua localização – em tem real.
  • 142. Realidade Aumentada •Pode personalizar a busca e as camadas de informações através de plugins • Insere informação do digital no mundo real. • Mostra fotos e preços disponíveis em lojas e restaurantes. http://www.youtube.com/watch?v=8UxWkZtUKaI&feature=player _embedded
  • 143. Tecnologias internet Imagem do aplicativo Augmented ID reconhece o rosto da pessoa e mostra seu perfil em redes sociais.
  • 144. QR Code Código QR é um código de barras em 2D que pode ser scaneado utilizando-se de smartphones Esse código vai ser decriptografado em texto e/ou uma url.
  • 148. Indicação de sites sobre Social Media 1. Mashable 2. Techcrunch 3. AdAge 4. emarketer 5. Brandweek 6. MarketingProfs 7. SmartBrief 8. Altimeter Group 9. MarketingSherpa 10 ClickZ
  • 149.
  • 150. “As plataformas e tecnologias são mutáveis, as estratégias, métodos e inteligência estratégica são para sempre!”