SlideShare uma empresa Scribd logo
Utilização da Tomografia Computadorizada no Planejamento Cirúrgico de Colocação de  Implantes Dentários
Artigo Científico apresentado como um dos  requisitos à conclusão da Pós-Graduação do  Curso de Imagenologia da  Universidade Nove de Julho. ,[object Object],[object Object],[object Object]
Introdução ,[object Object],[object Object],[object Object]
Introdução ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Introdução O planejamento pré-cirurgico em implantodontia – Importância fundamental. Até então, as imagens obtidas com a utilização dos raios-x eram em apenas dois planos, atravessando quase um século até que novas tecnologias abrissem os horizontes, como a almejada conquista da terceira dimensão.
Metodologia Utilizada Devido a importância do planejamento cirúrgico em implantodontia, foi realizada uma pesquisa em bases de dados, livros e artigos retirados de revistas especializadas e realizada uma revisão bibliográfica com o objetivo de avaliar a importância da utilização da tomografia computadorizada no planejamento cirúrgico em implantodontia, comparando-se com outros métodos também utilizados para o mesmo fim, sendo que, um planejamento mal elaborado pode acarretar graves conseqüências ao paciente.
Revisão da Literatura ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Revisão da Literatura O que se busca nas imagens radiológicas no planejamento cirúrgico em implantodontia? As imagens radiográficas representam um valioso recurso para o planejamento cirúrgico em implantodontia, fornecendo imagens em 2 ou 3 dimensões, com imagens cada vez mais próximas da realidade, fornecendo informações sobre a região anatômica que será submetida ao ato cirúrgico, informações como a altura e espessura do processo alveolar e espessura do osso cortical em cada sítio anatômico, considerando-se que a densidade óssea e o parâmetro mais importante para a fixação inicial do implante e ausência de movimento durante o primeiro estágio de cicatrização e reduzindo ao máximo a margem de erro.
Revisão da Literatura ,[object Object],[object Object],[object Object]
Revisão da Literatura Em um estudo realizado por SANTIAGO  et al , onde 15 pacientes tiveram a região da maxila avaliada por tomografia computadorizada, em 12 pacientes foram observadas diferenças significativas de densidade entre o lado direito e esquerdo, sendo encontrado maior valor de densidade no lado direito destes 12 pacientes.
Revisão da Literatura Devem ser avaliadas também as estruturas circunvizinhas, tais como a posição e contorno da fossa nasal, orientação do canal incisivo, o contorno e a extensão do assoalho da cavidade sinusial, e avaliar possíveis alterações ou variações anatômicas.
Revisão da Literatura Em estudo realizado por COELHO  et al , comparando-se as imagens de radiografias periapicais, panorâmicas e de tomografia computadorizada, com vistas à mensuração óssea do canal mandibular, avaliando-se o grau de distorção em cada método de imagem, verificou-se que a radiografia panorâmica obteve o maior grau de distorção em ralação a medida anatômica 23,67%, frente a 3,03% da radiografia periapical e apenas 0,91% da tomografia computadorizada.
Revisão da Literatura Em outro estudo realizado por BRAMANTE  et al , foram produzidos defeitos ósseos experimentais em mandíbulas secas com brocas n o  2, 6 e 10,  e posteriormente analisadas em radiografias convencionais, digitais e por tomografia computadorizada. Após a análise dos dados obtidos, foi constatado que nas imagens de radiografias convencionais e digitais não foi possível detectar os defeitos ósseos produzidos com nenhuma das brocas, já na tomografia computadorizada, foi possível detectar os defeitos ósseos produzidos com a broca n o  2 e com as brocas n o  6 e 10, foi possível visualizar os defeitos ósseos e todo o seu contorno.
Revisão da Literatura Um  fator muito importante para obtenção de imagens de boa qualidade em exames de tomografia computadorizada em implantodontia, é o correto posicionamento do paciente na mesa de exame, onde erros de mensuração, ocorridos em imagens de tomografia computadorizada, podem estar relacionados a falhas de posicionamento da cabeça do paciente, de modo que as imagens ortogonais obtidas por reformatação multiplanar, não se encontram absolutamente perpendiculares à borda inferior da mandíbula.
Revisão da Literatura Fig. 1 – Corte axial da mandíbula com traçado da linha de referência através do rebordo alveolar. Fig. 2 – Demarcação das linhas perpendiculares através da linha de referência central.
Revisão da Literatura Fig. 3 – Imagem demonstrando a forma do rebordo alveolar e a localização do canal mandibular.
Revisão da Literatura Fig. 4 -  Reconstrução panorâmica demonstrando o canal mandibular e a qualidade do tecido ósseo.
Revisão da Literatura Fig. 5 -  Seqüência de aquisição de imagens em tomografia computadorizada desde o planejamento, com reconstruções panorâmicas, demonstrando a qualidade do tecido ósseo, canal  mandibular e reconstruções transversais, com traçado em linha vermelha demonstrando o ponto de corte.
Revisão da Literatura Em estudo realizado por CHOI (2002)  et al , e demonstrado em DANTAS(2002), com o propósito de avaliar a relação da mudança de ângulo de inclinação do  gantry   e alterações em imagens reformatadas em tomografia computadorizada, foram avaliadas mandíbulas secas com variação de inclinação do  gantry  em 0 o  e 30 0 . Chegou-se a conclusão de que certos programas de reformatação de imagens de tomografia computadorizada distorciam a imagem final quando o  gantry  não se encontrava a 0 0  , mesmo que o posicionamento do paciente acompanhasse a inclinação do  gantry , evidenciando a importância do correto posicionamento do paciente na mesa de exame.
Revisão da Literatura ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Revisão da Literatura Em um estudo realizado por ZENÓBIO e SILVA, comparando-se a dose de radiação absorvida em diversos órgãos, chegou-se ao seguinte resultado: Tabela 1: Valor de dose absorvida em diferentes órgãos de pacientes submetidos a exames de radiografia panorâmica e TC Helicoidal  40,8 0,23 Submandibular Direita 39,0 0,21 Submandibular Esquerda 0,75 0,08 Cristalino 35,4 1,89 Parótida Esquerda 38,3 1,56 Parótida direita 1,7 0,17 Tireóide Tomografia Helicoidal (mGy) Radiografia Panorâmica  (mGy)
Revisão da Literatura Os dados obtidos  podem servir como parâmetro no ato da requisição dos exames radiográficos para o planejamento cirúrgico, onde o profissional deve conhecer as vantagens e limitações de cada técnica considerando-se as necessidades do paciente e os objetivos do tratamento.
Revisão da Literatura Fato este demonstrado em um estudo realizado por TAL e MOSES (1991) e citado em BAHLIS (2006) com o propósito de comparar a exatidão nas medidas verticais da tomografia computadorizada com a radiografia panorâmica, onde foram avaliados 17 pacientes com necessidade de implantes na região de segundo pré- molar inferior..  Os resultados obtidos foram de uma diferença de 0,1 mm para a tomografia computadorizada e de 0,4mm para a radiografia panorâmica.
Revisão da Literatura Segundo a Academia Americana de Radiologia Oral e Maxilo-facial, o profissional antes de solicitar exames de tomografia computadorizada, deve procurar se familiarizar e se especializar para obter a informação necessária sobre esta modalidade de exame.
Considerações Finais ,[object Object],[object Object],[object Object]
Considerações Finais ,[object Object],[object Object],[object Object]

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

EQUIPAMENTOS E ACESSÓRIOS DE RADIOLOGIA
EQUIPAMENTOS E ACESSÓRIOS DE RADIOLOGIAEQUIPAMENTOS E ACESSÓRIOS DE RADIOLOGIA
EQUIPAMENTOS E ACESSÓRIOS DE RADIOLOGIA
Willian R. Bandeira
 
Processamento Radiográfico
Processamento RadiográficoProcessamento Radiográfico
Processamento Radiográfico
arianepenna
 
Tomografia+CONE-BEAM+para+Odontologia.pdf
Tomografia+CONE-BEAM+para+Odontologia.pdfTomografia+CONE-BEAM+para+Odontologia.pdf
Tomografia+CONE-BEAM+para+Odontologia.pdf
prof karla sao luis
 
Incidencias de mamografia
Incidencias de mamografiaIncidencias de mamografia
Incidencias de mamografia
Escola Técnica Destake NI
 
Tomografia computadorizada em Odontologia
Tomografia computadorizada em OdontologiaTomografia computadorizada em Odontologia
Tomografia computadorizada em Odontologia
Lorem Morais
 
Traumatologia Buco Maxilo Facial 2013
Traumatologia Buco Maxilo Facial 2013Traumatologia Buco Maxilo Facial 2013
Traumatologia Buco Maxilo Facial 2013
Guilherme Terra
 
Apostila de radiologia odontológica
Apostila de radiologia odontológicaApostila de radiologia odontológica
Apostila de radiologia odontológica
Kery Albuquerque
 
RADIOLOGIA PEDIÁTRICA
RADIOLOGIA PEDIÁTRICARADIOLOGIA PEDIÁTRICA
RADIOLOGIA PEDIÁTRICA
Herculys Douglas Clímaco Marques
 
Tecido Ósseo - Caracteristicas e Classificação
Tecido Ósseo - Caracteristicas e ClassificaçãoTecido Ósseo - Caracteristicas e Classificação
Tecido Ósseo - Caracteristicas e Classificação
Thaysa F Pinto
 
Tomografia computadorizada
Tomografia computadorizadaTomografia computadorizada
Tomografia computadorizada
Profissão Professor
 
Tomografia Computadorizada - Introdução
Tomografia Computadorizada - IntroduçãoTomografia Computadorizada - Introdução
Tomografia Computadorizada - Introdução
celais0814
 
GEOMETRIA E FORMAÇÃO DA IMAGEM
GEOMETRIA E FORMAÇÃO DA IMAGEMGEOMETRIA E FORMAÇÃO DA IMAGEM
GEOMETRIA E FORMAÇÃO DA IMAGEM
Herculys Douglas Clímaco Marques
 
20 radiologia-odontologica
20 radiologia-odontologica20 radiologia-odontologica
20 radiologia-odontologica
Rafael Yoshimura Haikawa
 
Tecnica radiografica
Tecnica radiograficaTecnica radiografica
Tecnica radiografica
Lucas Almeida Sá
 
Meios de Contraste em Tomografia
Meios de Contraste em Tomografia Meios de Contraste em Tomografia
Meios de Contraste em Tomografia
Rodrigo Ribeiro Jr.
 
Aula filmes radiográficos
Aula   filmes radiográficosAula   filmes radiográficos
Aula filmes radiográficos
Lucas Pereira
 
FILMES E ECRÁNS
FILMES E ECRÁNSFILMES E ECRÁNS
Aula de tomografia 2019
Aula de tomografia   2019Aula de tomografia   2019
Aula de tomografia 2019
FLAVIO LOBATO
 
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICAEXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
Herculys Douglas Clímaco Marques
 
Apostila sobre a aula de incidências do ombro
Apostila sobre a aula de incidências do ombroApostila sobre a aula de incidências do ombro
Apostila sobre a aula de incidências do ombro
Robson Rocha
 

Mais procurados (20)

EQUIPAMENTOS E ACESSÓRIOS DE RADIOLOGIA
EQUIPAMENTOS E ACESSÓRIOS DE RADIOLOGIAEQUIPAMENTOS E ACESSÓRIOS DE RADIOLOGIA
EQUIPAMENTOS E ACESSÓRIOS DE RADIOLOGIA
 
Processamento Radiográfico
Processamento RadiográficoProcessamento Radiográfico
Processamento Radiográfico
 
Tomografia+CONE-BEAM+para+Odontologia.pdf
Tomografia+CONE-BEAM+para+Odontologia.pdfTomografia+CONE-BEAM+para+Odontologia.pdf
Tomografia+CONE-BEAM+para+Odontologia.pdf
 
Incidencias de mamografia
Incidencias de mamografiaIncidencias de mamografia
Incidencias de mamografia
 
Tomografia computadorizada em Odontologia
Tomografia computadorizada em OdontologiaTomografia computadorizada em Odontologia
Tomografia computadorizada em Odontologia
 
Traumatologia Buco Maxilo Facial 2013
Traumatologia Buco Maxilo Facial 2013Traumatologia Buco Maxilo Facial 2013
Traumatologia Buco Maxilo Facial 2013
 
Apostila de radiologia odontológica
Apostila de radiologia odontológicaApostila de radiologia odontológica
Apostila de radiologia odontológica
 
RADIOLOGIA PEDIÁTRICA
RADIOLOGIA PEDIÁTRICARADIOLOGIA PEDIÁTRICA
RADIOLOGIA PEDIÁTRICA
 
Tecido Ósseo - Caracteristicas e Classificação
Tecido Ósseo - Caracteristicas e ClassificaçãoTecido Ósseo - Caracteristicas e Classificação
Tecido Ósseo - Caracteristicas e Classificação
 
Tomografia computadorizada
Tomografia computadorizadaTomografia computadorizada
Tomografia computadorizada
 
Tomografia Computadorizada - Introdução
Tomografia Computadorizada - IntroduçãoTomografia Computadorizada - Introdução
Tomografia Computadorizada - Introdução
 
GEOMETRIA E FORMAÇÃO DA IMAGEM
GEOMETRIA E FORMAÇÃO DA IMAGEMGEOMETRIA E FORMAÇÃO DA IMAGEM
GEOMETRIA E FORMAÇÃO DA IMAGEM
 
20 radiologia-odontologica
20 radiologia-odontologica20 radiologia-odontologica
20 radiologia-odontologica
 
Tecnica radiografica
Tecnica radiograficaTecnica radiografica
Tecnica radiografica
 
Meios de Contraste em Tomografia
Meios de Contraste em Tomografia Meios de Contraste em Tomografia
Meios de Contraste em Tomografia
 
Aula filmes radiográficos
Aula   filmes radiográficosAula   filmes radiográficos
Aula filmes radiográficos
 
FILMES E ECRÁNS
FILMES E ECRÁNSFILMES E ECRÁNS
FILMES E ECRÁNS
 
Aula de tomografia 2019
Aula de tomografia   2019Aula de tomografia   2019
Aula de tomografia 2019
 
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICAEXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
 
Apostila sobre a aula de incidências do ombro
Apostila sobre a aula de incidências do ombroApostila sobre a aula de incidências do ombro
Apostila sobre a aula de incidências do ombro
 

Semelhante a Utilização da Tomografia Computadorizada no Planejamento de Colocação de Implantes Dentários

Tomografia feixe conico
Tomografia feixe conicoTomografia feixe conico
Tomografia feixe conico
Gabriel da Cruz
 
Planejamento e previsibilidade diagnóstica antes da reintervenção endodôntica...
Planejamento e previsibilidade diagnóstica antes da reintervenção endodôntica...Planejamento e previsibilidade diagnóstica antes da reintervenção endodôntica...
Planejamento e previsibilidade diagnóstica antes da reintervenção endodôntica...
J Edgar Valdivia C
 
Radiografia de Cavum
Radiografia de CavumRadiografia de Cavum
Radiografia de Cavum
Ellen Patricia
 
Teste de utilidade e acurácia.pdf
Teste de utilidade e acurácia.pdfTeste de utilidade e acurácia.pdf
Teste de utilidade e acurácia.pdf
JoseuricoVFilho
 
Radiografia panorâmica
Radiografia panorâmicaRadiografia panorâmica
Radiografia panorâmica
Waldenei Dias
 
Riscos ocupacionaisradiologicos
Riscos ocupacionaisradiologicosRiscos ocupacionaisradiologicos
Riscos ocupacionaisradiologicos
Diogenes Guilherme
 
Artigo - Novas Tecnologias de Imagem na Odontologia
Artigo - Novas Tecnologias de Imagem na OdontologiaArtigo - Novas Tecnologias de Imagem na Odontologia
Artigo - Novas Tecnologias de Imagem na Odontologia
Indor - Inst de Doc Ortod e Radiodiagnostico
 
CONARAD-A-evolucao-tecnologica-e-o-estado-da-arte-em-Tomografia-Computadoriza...
CONARAD-A-evolucao-tecnologica-e-o-estado-da-arte-em-Tomografia-Computadoriza...CONARAD-A-evolucao-tecnologica-e-o-estado-da-arte-em-Tomografia-Computadoriza...
CONARAD-A-evolucao-tecnologica-e-o-estado-da-arte-em-Tomografia-Computadoriza...
KarlosEduardo30
 
IMPLANTES CURTOS EM REABILITAÇÃO POSTERIOR DE MANDÍBULA ATRÓFICA
IMPLANTES CURTOS EM REABILITAÇÃO POSTERIOR DE MANDÍBULA ATRÓFICAIMPLANTES CURTOS EM REABILITAÇÃO POSTERIOR DE MANDÍBULA ATRÓFICA
IMPLANTES CURTOS EM REABILITAÇÃO POSTERIOR DE MANDÍBULA ATRÓFICA
Amanda25673
 
ECOTIN.pdf
ECOTIN.pdfECOTIN.pdf
ECOTIN.pdf
ssusere4a4eb1
 
Rp Bs Ind Ex
Rp Bs Ind ExRp Bs Ind Ex
Rp Bs Ind Ex
Vania Fontanella
 
Radioterapia no Cancro da Próstata
Radioterapia no Cancro da PróstataRadioterapia no Cancro da Próstata
Radioterapia no Cancro da Próstata
Rui P Rodrigues
 
PIC.pptx
PIC.pptxPIC.pptx
Enxerto osseo particulado modificado
Enxerto osseo particulado modificadoEnxerto osseo particulado modificado
Enxerto osseo particulado modificado
Gino Kopp
 
Enxerto Ósseo Particulado Modificado. Reconstrução Maxila Atrófica.
Enxerto Ósseo Particulado Modificado. Reconstrução Maxila Atrófica.Enxerto Ósseo Particulado Modificado. Reconstrução Maxila Atrófica.
Enxerto Ósseo Particulado Modificado. Reconstrução Maxila Atrófica.
Gino Kopp
 
Aula 4 articuladores
Aula 4  articuladoresAula 4  articuladores
Aula 4 articuladores
willian pessoa
 
Artigo dentalpress-cicatrização-de-áreas-doadoras-de-enxerto-rogério-velasco
Artigo dentalpress-cicatrização-de-áreas-doadoras-de-enxerto-rogério-velascoArtigo dentalpress-cicatrização-de-áreas-doadoras-de-enxerto-rogério-velasco
Artigo dentalpress-cicatrização-de-áreas-doadoras-de-enxerto-rogério-velasco
Claudio Britto
 
Técnica radiológica médica básica e avançada - luiz fernando boisson- 2007
Técnica radiológica médica   básica e avançada - luiz fernando boisson- 2007Técnica radiológica médica   básica e avançada - luiz fernando boisson- 2007
Técnica radiológica médica básica e avançada - luiz fernando boisson- 2007
cezarlima35
 
Avaliação da tomografia computadorizada dos efeitos dos dispositivos de avanç...
Avaliação da tomografia computadorizada dos efeitos dos dispositivos de avanç...Avaliação da tomografia computadorizada dos efeitos dos dispositivos de avanç...
Avaliação da tomografia computadorizada dos efeitos dos dispositivos de avanç...
lya Botler
 
Periimplantite
PeriimplantitePeriimplantite

Semelhante a Utilização da Tomografia Computadorizada no Planejamento de Colocação de Implantes Dentários (20)

Tomografia feixe conico
Tomografia feixe conicoTomografia feixe conico
Tomografia feixe conico
 
Planejamento e previsibilidade diagnóstica antes da reintervenção endodôntica...
Planejamento e previsibilidade diagnóstica antes da reintervenção endodôntica...Planejamento e previsibilidade diagnóstica antes da reintervenção endodôntica...
Planejamento e previsibilidade diagnóstica antes da reintervenção endodôntica...
 
Radiografia de Cavum
Radiografia de CavumRadiografia de Cavum
Radiografia de Cavum
 
Teste de utilidade e acurácia.pdf
Teste de utilidade e acurácia.pdfTeste de utilidade e acurácia.pdf
Teste de utilidade e acurácia.pdf
 
Radiografia panorâmica
Radiografia panorâmicaRadiografia panorâmica
Radiografia panorâmica
 
Riscos ocupacionaisradiologicos
Riscos ocupacionaisradiologicosRiscos ocupacionaisradiologicos
Riscos ocupacionaisradiologicos
 
Artigo - Novas Tecnologias de Imagem na Odontologia
Artigo - Novas Tecnologias de Imagem na OdontologiaArtigo - Novas Tecnologias de Imagem na Odontologia
Artigo - Novas Tecnologias de Imagem na Odontologia
 
CONARAD-A-evolucao-tecnologica-e-o-estado-da-arte-em-Tomografia-Computadoriza...
CONARAD-A-evolucao-tecnologica-e-o-estado-da-arte-em-Tomografia-Computadoriza...CONARAD-A-evolucao-tecnologica-e-o-estado-da-arte-em-Tomografia-Computadoriza...
CONARAD-A-evolucao-tecnologica-e-o-estado-da-arte-em-Tomografia-Computadoriza...
 
IMPLANTES CURTOS EM REABILITAÇÃO POSTERIOR DE MANDÍBULA ATRÓFICA
IMPLANTES CURTOS EM REABILITAÇÃO POSTERIOR DE MANDÍBULA ATRÓFICAIMPLANTES CURTOS EM REABILITAÇÃO POSTERIOR DE MANDÍBULA ATRÓFICA
IMPLANTES CURTOS EM REABILITAÇÃO POSTERIOR DE MANDÍBULA ATRÓFICA
 
ECOTIN.pdf
ECOTIN.pdfECOTIN.pdf
ECOTIN.pdf
 
Rp Bs Ind Ex
Rp Bs Ind ExRp Bs Ind Ex
Rp Bs Ind Ex
 
Radioterapia no Cancro da Próstata
Radioterapia no Cancro da PróstataRadioterapia no Cancro da Próstata
Radioterapia no Cancro da Próstata
 
PIC.pptx
PIC.pptxPIC.pptx
PIC.pptx
 
Enxerto osseo particulado modificado
Enxerto osseo particulado modificadoEnxerto osseo particulado modificado
Enxerto osseo particulado modificado
 
Enxerto Ósseo Particulado Modificado. Reconstrução Maxila Atrófica.
Enxerto Ósseo Particulado Modificado. Reconstrução Maxila Atrófica.Enxerto Ósseo Particulado Modificado. Reconstrução Maxila Atrófica.
Enxerto Ósseo Particulado Modificado. Reconstrução Maxila Atrófica.
 
Aula 4 articuladores
Aula 4  articuladoresAula 4  articuladores
Aula 4 articuladores
 
Artigo dentalpress-cicatrização-de-áreas-doadoras-de-enxerto-rogério-velasco
Artigo dentalpress-cicatrização-de-áreas-doadoras-de-enxerto-rogério-velascoArtigo dentalpress-cicatrização-de-áreas-doadoras-de-enxerto-rogério-velasco
Artigo dentalpress-cicatrização-de-áreas-doadoras-de-enxerto-rogério-velasco
 
Técnica radiológica médica básica e avançada - luiz fernando boisson- 2007
Técnica radiológica médica   básica e avançada - luiz fernando boisson- 2007Técnica radiológica médica   básica e avançada - luiz fernando boisson- 2007
Técnica radiológica médica básica e avançada - luiz fernando boisson- 2007
 
Avaliação da tomografia computadorizada dos efeitos dos dispositivos de avanç...
Avaliação da tomografia computadorizada dos efeitos dos dispositivos de avanç...Avaliação da tomografia computadorizada dos efeitos dos dispositivos de avanç...
Avaliação da tomografia computadorizada dos efeitos dos dispositivos de avanç...
 
Periimplantite
PeriimplantitePeriimplantite
Periimplantite
 

Mais de Alex Eduardo Ribeiro

Apresentaçao fe
Apresentaçao feApresentaçao fe
Apresentaçao fe
Alex Eduardo Ribeiro
 
Pneumonia Hospitalar
Pneumonia HospitalarPneumonia Hospitalar
Pneumonia Hospitalar
Alex Eduardo Ribeiro
 
Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo
Síndrome do Desconforto Respiratório AgudoSíndrome do Desconforto Respiratório Agudo
Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo
Alex Eduardo Ribeiro
 
Risco Cirúrgico Em Pneumonia
Risco Cirúrgico Em PneumoniaRisco Cirúrgico Em Pneumonia
Risco Cirúrgico Em Pneumonia
Alex Eduardo Ribeiro
 
Pneumotórax
PneumotóraxPneumotórax
Pneumotórax
Alex Eduardo Ribeiro
 
Pneumonia Intersticial
Pneumonia IntersticialPneumonia Intersticial
Pneumonia Intersticial
Alex Eduardo Ribeiro
 
Pneumonia Hospitalar
Pneumonia HospitalarPneumonia Hospitalar
Pneumonia Hospitalar
Alex Eduardo Ribeiro
 
Pneumonia Com Derrame Pleural
Pneumonia Com Derrame PleuralPneumonia Com Derrame Pleural
Pneumonia Com Derrame Pleural
Alex Eduardo Ribeiro
 
Pneumonia Adquirida Na Comunidade
Pneumonia Adquirida Na ComunidadePneumonia Adquirida Na Comunidade
Pneumonia Adquirida Na Comunidade
Alex Eduardo Ribeiro
 
Nódulo Pulmonar Solitário
Nódulo Pulmonar SolitárioNódulo Pulmonar Solitário
Nódulo Pulmonar Solitário
Alex Eduardo Ribeiro
 
Sdra - Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo
Sdra - Síndrome do Desconforto Respiratório AgudoSdra - Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo
Sdra - Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo
Alex Eduardo Ribeiro
 
Manual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia parte 4 - INCA/RJ
Manual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia parte 4 - INCA/RJManual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia parte 4 - INCA/RJ
Manual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia parte 4 - INCA/RJ
Alex Eduardo Ribeiro
 
Manual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia parte 3 - INCA/RJ
Manual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia parte 3 - INCA/RJManual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia parte 3 - INCA/RJ
Manual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia parte 3 - INCA/RJ
Alex Eduardo Ribeiro
 
Manual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia parte 2 - INCA/RJ
Manual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia parte 2 - INCA/RJManual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia parte 2 - INCA/RJ
Manual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia parte 2 - INCA/RJ
Alex Eduardo Ribeiro
 
Progrma de Qualidade em Radioterapia - INCA/RJ
Progrma de Qualidade em Radioterapia - INCA/RJProgrma de Qualidade em Radioterapia - INCA/RJ
Progrma de Qualidade em Radioterapia - INCA/RJ
Alex Eduardo Ribeiro
 
Manual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia - INCA/RJ
Manual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia - INCA/RJManual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia - INCA/RJ
Manual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia - INCA/RJ
Alex Eduardo Ribeiro
 
Prova ENAD Tecnologia em Radiologia Médica - 2007
Prova ENAD Tecnologia em Radiologia Médica - 2007Prova ENAD Tecnologia em Radiologia Médica - 2007
Prova ENAD Tecnologia em Radiologia Médica - 2007
Alex Eduardo Ribeiro
 
Coração Artificial
Coração ArtificialCoração Artificial
Coração Artificial
Alex Eduardo Ribeiro
 
Radiação e a Vida
Radiação e a VidaRadiação e a Vida
Radiação e a Vida
Alex Eduardo Ribeiro
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
Alex Eduardo Ribeiro
 

Mais de Alex Eduardo Ribeiro (20)

Apresentaçao fe
Apresentaçao feApresentaçao fe
Apresentaçao fe
 
Pneumonia Hospitalar
Pneumonia HospitalarPneumonia Hospitalar
Pneumonia Hospitalar
 
Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo
Síndrome do Desconforto Respiratório AgudoSíndrome do Desconforto Respiratório Agudo
Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo
 
Risco Cirúrgico Em Pneumonia
Risco Cirúrgico Em PneumoniaRisco Cirúrgico Em Pneumonia
Risco Cirúrgico Em Pneumonia
 
Pneumotórax
PneumotóraxPneumotórax
Pneumotórax
 
Pneumonia Intersticial
Pneumonia IntersticialPneumonia Intersticial
Pneumonia Intersticial
 
Pneumonia Hospitalar
Pneumonia HospitalarPneumonia Hospitalar
Pneumonia Hospitalar
 
Pneumonia Com Derrame Pleural
Pneumonia Com Derrame PleuralPneumonia Com Derrame Pleural
Pneumonia Com Derrame Pleural
 
Pneumonia Adquirida Na Comunidade
Pneumonia Adquirida Na ComunidadePneumonia Adquirida Na Comunidade
Pneumonia Adquirida Na Comunidade
 
Nódulo Pulmonar Solitário
Nódulo Pulmonar SolitárioNódulo Pulmonar Solitário
Nódulo Pulmonar Solitário
 
Sdra - Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo
Sdra - Síndrome do Desconforto Respiratório AgudoSdra - Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo
Sdra - Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo
 
Manual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia parte 4 - INCA/RJ
Manual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia parte 4 - INCA/RJManual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia parte 4 - INCA/RJ
Manual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia parte 4 - INCA/RJ
 
Manual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia parte 3 - INCA/RJ
Manual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia parte 3 - INCA/RJManual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia parte 3 - INCA/RJ
Manual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia parte 3 - INCA/RJ
 
Manual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia parte 2 - INCA/RJ
Manual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia parte 2 - INCA/RJManual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia parte 2 - INCA/RJ
Manual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia parte 2 - INCA/RJ
 
Progrma de Qualidade em Radioterapia - INCA/RJ
Progrma de Qualidade em Radioterapia - INCA/RJProgrma de Qualidade em Radioterapia - INCA/RJ
Progrma de Qualidade em Radioterapia - INCA/RJ
 
Manual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia - INCA/RJ
Manual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia - INCA/RJManual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia - INCA/RJ
Manual de Radioterapia para Técnicos em Radiologia - INCA/RJ
 
Prova ENAD Tecnologia em Radiologia Médica - 2007
Prova ENAD Tecnologia em Radiologia Médica - 2007Prova ENAD Tecnologia em Radiologia Médica - 2007
Prova ENAD Tecnologia em Radiologia Médica - 2007
 
Coração Artificial
Coração ArtificialCoração Artificial
Coração Artificial
 
Radiação e a Vida
Radiação e a VidaRadiação e a Vida
Radiação e a Vida
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
 

Último

4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
AmaroAlmeidaChimbala
 
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptxSíndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
marjoguedes1
 
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
sula31
 
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
Luiz Henrique Pimentel Novais Silva
 
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do TrabalhoApostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
CatieleAlmeida1
 
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdfHistória da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
JandersonGeorgeGuima
 
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptxDESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
Klaisn
 

Último (8)

4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
 
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptxSíndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
 
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
 
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
 
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
 
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do TrabalhoApostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
 
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdfHistória da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
 
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptxDESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
 

Utilização da Tomografia Computadorizada no Planejamento de Colocação de Implantes Dentários

  • 1. Utilização da Tomografia Computadorizada no Planejamento Cirúrgico de Colocação de Implantes Dentários
  • 2.
  • 3.
  • 4.
  • 5. Introdução O planejamento pré-cirurgico em implantodontia – Importância fundamental. Até então, as imagens obtidas com a utilização dos raios-x eram em apenas dois planos, atravessando quase um século até que novas tecnologias abrissem os horizontes, como a almejada conquista da terceira dimensão.
  • 6. Metodologia Utilizada Devido a importância do planejamento cirúrgico em implantodontia, foi realizada uma pesquisa em bases de dados, livros e artigos retirados de revistas especializadas e realizada uma revisão bibliográfica com o objetivo de avaliar a importância da utilização da tomografia computadorizada no planejamento cirúrgico em implantodontia, comparando-se com outros métodos também utilizados para o mesmo fim, sendo que, um planejamento mal elaborado pode acarretar graves conseqüências ao paciente.
  • 7.
  • 8. Revisão da Literatura O que se busca nas imagens radiológicas no planejamento cirúrgico em implantodontia? As imagens radiográficas representam um valioso recurso para o planejamento cirúrgico em implantodontia, fornecendo imagens em 2 ou 3 dimensões, com imagens cada vez mais próximas da realidade, fornecendo informações sobre a região anatômica que será submetida ao ato cirúrgico, informações como a altura e espessura do processo alveolar e espessura do osso cortical em cada sítio anatômico, considerando-se que a densidade óssea e o parâmetro mais importante para a fixação inicial do implante e ausência de movimento durante o primeiro estágio de cicatrização e reduzindo ao máximo a margem de erro.
  • 9.
  • 10. Revisão da Literatura Em um estudo realizado por SANTIAGO et al , onde 15 pacientes tiveram a região da maxila avaliada por tomografia computadorizada, em 12 pacientes foram observadas diferenças significativas de densidade entre o lado direito e esquerdo, sendo encontrado maior valor de densidade no lado direito destes 12 pacientes.
  • 11. Revisão da Literatura Devem ser avaliadas também as estruturas circunvizinhas, tais como a posição e contorno da fossa nasal, orientação do canal incisivo, o contorno e a extensão do assoalho da cavidade sinusial, e avaliar possíveis alterações ou variações anatômicas.
  • 12. Revisão da Literatura Em estudo realizado por COELHO et al , comparando-se as imagens de radiografias periapicais, panorâmicas e de tomografia computadorizada, com vistas à mensuração óssea do canal mandibular, avaliando-se o grau de distorção em cada método de imagem, verificou-se que a radiografia panorâmica obteve o maior grau de distorção em ralação a medida anatômica 23,67%, frente a 3,03% da radiografia periapical e apenas 0,91% da tomografia computadorizada.
  • 13. Revisão da Literatura Em outro estudo realizado por BRAMANTE et al , foram produzidos defeitos ósseos experimentais em mandíbulas secas com brocas n o 2, 6 e 10, e posteriormente analisadas em radiografias convencionais, digitais e por tomografia computadorizada. Após a análise dos dados obtidos, foi constatado que nas imagens de radiografias convencionais e digitais não foi possível detectar os defeitos ósseos produzidos com nenhuma das brocas, já na tomografia computadorizada, foi possível detectar os defeitos ósseos produzidos com a broca n o 2 e com as brocas n o 6 e 10, foi possível visualizar os defeitos ósseos e todo o seu contorno.
  • 14. Revisão da Literatura Um fator muito importante para obtenção de imagens de boa qualidade em exames de tomografia computadorizada em implantodontia, é o correto posicionamento do paciente na mesa de exame, onde erros de mensuração, ocorridos em imagens de tomografia computadorizada, podem estar relacionados a falhas de posicionamento da cabeça do paciente, de modo que as imagens ortogonais obtidas por reformatação multiplanar, não se encontram absolutamente perpendiculares à borda inferior da mandíbula.
  • 15. Revisão da Literatura Fig. 1 – Corte axial da mandíbula com traçado da linha de referência através do rebordo alveolar. Fig. 2 – Demarcação das linhas perpendiculares através da linha de referência central.
  • 16. Revisão da Literatura Fig. 3 – Imagem demonstrando a forma do rebordo alveolar e a localização do canal mandibular.
  • 17. Revisão da Literatura Fig. 4 - Reconstrução panorâmica demonstrando o canal mandibular e a qualidade do tecido ósseo.
  • 18. Revisão da Literatura Fig. 5 - Seqüência de aquisição de imagens em tomografia computadorizada desde o planejamento, com reconstruções panorâmicas, demonstrando a qualidade do tecido ósseo, canal mandibular e reconstruções transversais, com traçado em linha vermelha demonstrando o ponto de corte.
  • 19. Revisão da Literatura Em estudo realizado por CHOI (2002) et al , e demonstrado em DANTAS(2002), com o propósito de avaliar a relação da mudança de ângulo de inclinação do gantry e alterações em imagens reformatadas em tomografia computadorizada, foram avaliadas mandíbulas secas com variação de inclinação do gantry em 0 o e 30 0 . Chegou-se a conclusão de que certos programas de reformatação de imagens de tomografia computadorizada distorciam a imagem final quando o gantry não se encontrava a 0 0 , mesmo que o posicionamento do paciente acompanhasse a inclinação do gantry , evidenciando a importância do correto posicionamento do paciente na mesa de exame.
  • 20.
  • 21. Revisão da Literatura Em um estudo realizado por ZENÓBIO e SILVA, comparando-se a dose de radiação absorvida em diversos órgãos, chegou-se ao seguinte resultado: Tabela 1: Valor de dose absorvida em diferentes órgãos de pacientes submetidos a exames de radiografia panorâmica e TC Helicoidal 40,8 0,23 Submandibular Direita 39,0 0,21 Submandibular Esquerda 0,75 0,08 Cristalino 35,4 1,89 Parótida Esquerda 38,3 1,56 Parótida direita 1,7 0,17 Tireóide Tomografia Helicoidal (mGy) Radiografia Panorâmica (mGy)
  • 22. Revisão da Literatura Os dados obtidos podem servir como parâmetro no ato da requisição dos exames radiográficos para o planejamento cirúrgico, onde o profissional deve conhecer as vantagens e limitações de cada técnica considerando-se as necessidades do paciente e os objetivos do tratamento.
  • 23. Revisão da Literatura Fato este demonstrado em um estudo realizado por TAL e MOSES (1991) e citado em BAHLIS (2006) com o propósito de comparar a exatidão nas medidas verticais da tomografia computadorizada com a radiografia panorâmica, onde foram avaliados 17 pacientes com necessidade de implantes na região de segundo pré- molar inferior.. Os resultados obtidos foram de uma diferença de 0,1 mm para a tomografia computadorizada e de 0,4mm para a radiografia panorâmica.
  • 24. Revisão da Literatura Segundo a Academia Americana de Radiologia Oral e Maxilo-facial, o profissional antes de solicitar exames de tomografia computadorizada, deve procurar se familiarizar e se especializar para obter a informação necessária sobre esta modalidade de exame.
  • 25.
  • 26.