Ressonancia magnetica

39.913 visualizações

Publicada em

Resonancia Magnetica
Ressonancia Magnetica

Publicada em: Educação
2 comentários
30 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
39.913
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.201
Comentários
2
Gostaram
30
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ressonancia magnetica

  1. 1. RESSONÂNCIA MAGNÉTICA Técnico em Radiologia Prof. Fábio Marques wallace.radiologia@hotmail.com
  2. 2. PAINEL DE COMANDO E PLANEJAMENTO
  3. 3. A ressonância magnética é um exame com bastante precisão, onde se visualizam órgãos específicos utilizando um campo magnético e ondas de radiofrequência. Não emite radiações como o RX ou TAC. É muito importante para detectar ou confirmar diagnósticos de algumas doenças ou lesões.Realização do exame:O exame demora normalmente 20 a 40 minutos e não causa dor.O aparelho e constituído por um tubo comprido e largo, aberto em ambos os extremos, à volta do qual se apresenta um campo magnético e ondas de radiofrequência.Para doentes que sintam claustrofobia (medo de lugares fechados) ou estejam muito ansiosos, o médico pode prescrever algum medicamento suave. Os bebés são sedados ou anestesiados.Existe no interior do aparelho um botão próprio para poder comunicar com os profissionais de saúde. O aparelho tem luz e ar durante todo o exame e é normal fazer um barulho como se estivessem a bater.O doente veste uma bata e deita-se na maca do aparelho. Quando for para iniciar, a maca entra no tubo e o doente deve ficar imóvel durante o exame para se conseguir efectuar sem ser necessário repeti-lo.
  4. 4. Conceito básicoSe você já viu um aparelho de ressonância magnética, deve saber que o design básico damaioria deles é quase um cubo gigante.O cubo de um aparelho comum deve ter 2 m de altura x 2 m de largura x 3 m decomprimento, embora os modelos mais novos estejam ficando cada vez menores. Há umtubo horizontal que atravessa o magneto (ímã) da parte dianteira até a traseira. Esse tubo éuma espécie de vão do magneto.O paciente, deitado de costas, desliza para dentro do vão por meio de uma mesa especial. Oque vai determinar se o paciente vai entrar primeiro com a cabeça ou com os pés, ou atéonde o magneto irá, é o tipo de exame que será realizado.
  5. 5. SISTEMA DEGRADIENTES
  6. 6. AQUISIÇÃO MULTIPLANAR
  7. 7. Historico O conceito por trás de RNM existe desde o início do século 20. E no início da década de 30, Isidor Isaac Rabi, físico da Universidade de Columbia, fez experimentos com as propriedades magnéticas dos átomos. Ele descobriu que um campo magnético associado a ondas de rádio fazia com que os núcleos dos átomos "se movessem", umapropriedade conhecida hoje como ressonância magnética. Em 1944, Rabi ganhou o Prêmio Nobel de Física por seu trabalho pioneiro.
  8. 8. Na década de 70, Paul Lauterbur, professor de química da Universidade Estadual de Nova PRIMEIRO APARELHOIorque, e Peter Mansfield, professor de física da Universidade de Nottingham, na Inglaterra,usaram individualmente a ressonância magnética como base para o desenvolvimento deuma nova técnica diagnóstica chamada de ressonância nuclear magnética.O primeiro scanner de RNM comercial foi produzido em 1980.
  9. 9. Em 1990 e inaugurado o primeiro centro de ressonância magnética em hospital público do Brasil, levando o HOSPITALDAS CLÍNICAS da FACULDADE de MEDICINA da UNIVERSIDADEde SÃO PAULO à condição de hospital da rede pública mais bem equipado do País.
  10. 10. Tipos de diagnosticoPor que o seu médico pediria uma ressonância magnética?Porque a única maneira melhor de ver seu corpo por dentro é abri-lo. A tomografia porressonância magnética é ideal para:•Diagnosticar: esclerose múltipla•Diagnosticar: tumores na glândula pituitária e no cérebro•Diagnosticar: infecções no cérebro, medula espinal ou articulações•Visualizar: ligamentos rompidos no pulso, joelho e tornozelo•Visualizar: lesões no ombro•Diagnosticar: tendinite•avaliar massas nos tecidos macios do corpo•avaliar tumores ósseos, cistos e hérnias de disco na coluna•diagnosticar: derrames em seus estágios iniciaisE essas são apenas algumas das muitas razões pelas quais um exame de ressonância deveser realizado.
  11. 11. ESTUDO DE TUMORES
  12. 12. SENSIBILIDADE EMLESÕES MUSCULARES
  13. 13. RM DO CORAÇÃO
  14. 14. LOCALIZAÇÃO ESPACIAL
  15. 15. VantagensVantagensO fato de os aparelhos de ressonância não usarem radiação ionizante é umconforto para muitos pacientes, assim como o fato de os materiais de contrasteterem uma incidência de efeitos colaterais muito pequena.Outra grande vantagem da ressonância magnética é sua capacidade de gerarimagens de qualquer plano.A tomografia é limitada a um só plano, o plano axial (na analogia do pão, o planoaxial seria a maneira que normalmente fatiamos pães para fazer torradas).Já um aparelho de ressonância magnética é capaz de criar imagens axiais eimagens no plano sagital (como se o pão fosse cortado no sentido de suaextensão) e coronal (imagine as camadas de um bolo) ou qualquer nível entreesses. E o que é melhor, o paciente não precisa fazer nenhum movimento. Sevocê já fez um exame de raio X, sabe que cada vez que eles tiram uma fotodiferente, você tem de se mexer.Os 3 magnetos gradientes de que já falamos permitem que o aparelho deressonância escolha a parte exata do corpo da qual se quer gerar uma imagem eoriente o corte das "fatias".
  16. 16. RM DAS MAMAS
  17. 17. DesvantagensEmbora esse tipo de exame seja ideal para diagnosticar e avaliar váriosproblemas, ele tem suas desvantagens.Há muitas pessoas que não podem fazer esse exame por questões de segurança(por exemplo, pessoas com marca-passos) e há pessoas que são grandes demaispara entrar na máquina.O número de pessoas com claustrofobia no mundo é muito grande. E estar emum aparelho de ressonância magnética é uma experiência muito incômoda paraelas.
  18. 18. Durante o exame, a máquina faz muito barulho. São sons de batidas contínuas erápidas. Por isso, os pacientes recebem protetores ou fones de ouvido paraabafar o barulho (na maioria dos centros de exame de ressonância magnética,você pode até levar uma fita cassete ou Cd para ouvir).O barulho é criado pelo aumento da corrente elétrica nos fios dos magnetosgradientes que estão enfrentando a resistência do campo magnético principal.Quanto mais forte o campo principal, mais alto o barulho dos magnetosgradientes.
  19. 19. RM FUNCIONAL
  20. 20. Os pacientes devem ficar completamente imóveis durante longos períodos detempo. Estes exames podem durar de 20 a 90 minutos ou mais. E mesmo o menormovimento da parte do corpo sendo examinada pode fazer com que as imagensfiquem completamente distorcidas e tenham de ser refeitas.Equipamentos ortopédicos (pinos, placas, articulações artificiais) na área doexame podem causar graves distorções nas imagens. Isso porque o equipamentocria uma alteração significativa no campo magnético principal. Lembre-se, éessencial que haja um campo uniforme na hora de gerar boas imagens.Os equipamentos de ressonância são extremamente caros, o que acaba deixandoos exames caros também.Os benefícios quase que ilimitados da ressonância magnética para a maior partedos pacientes batem de longe suas poucas desvantagens.
  21. 21. ANGIO RM capacidade de visualizar o sistemaarterial e venoso melhora a cada dia.
  22. 22. Como funciona Intensidade MagneticaPara entender como o aparelho de tomografia por ressonância magnéticafunciona, vamos começar pela palavra "magnética". O maior e mais importantecomponente em um sistema de ressonância magnética é o magneto.O magneto de um sistema de ressonância magnética é classificado por umaunidade de medida conhecida como tesla.Outra unidade de medida normalmente usada com magnetos é o gauss (1 tesla =10 mil gauss). Os magnetos utilizados nos sistemas de ressonância magnéticaatualmente estão dentro da faixa de 0,5 a 2 tesla, ou de 5 mil a 20 mil gauss.Os campos magnéticos maiores do que 2 tesla não foram aprovados para usomédico, apesar de haver magnetos muito mais poderosos (até 60 tesla) sendoutilizados em pesquisas. Comparado com o campo magnético de 0,5 graus daTerra, dá para ver a força desses magnetos.Números assim ajudam a compreender racionalmente a força magnética, mas osexemplos diários também são úteis. O local do aparelho de tomografia porressonância magnética pode ser um lugar perigoso se não tomarmos precauçõesmuito severas.
  23. 23. Objetos de metal podem se tornar projéteis perigosos se forem levados à sala deexames.Por exemplo, clipes de papel, canetas, chaves, tesouras, termostatos,estetoscópios e quaisquer outros objetos pequenos podem ser puxados debolsos e do corpo de repente, voando para a abertura do magneto (onde opaciente fica) a velocidades muito altas e ameaçando qualquer um que esteja nasala.Além disso, cartões de crédito, cartões de banco e qualquer outra coisa comtarjas magnéticas terão seus dados apagados pela maioria dos sistemas deressonância magnética.
  24. 24. PreçoO aparelho de ressonância magnética é uma parte cara do equipamento (custaentre US$ 500.000 e US$ 2 milhões), que visualiza o cérebro usando umacombinação de ondas de rádio e um campo magnético incrivelmente poderoso[fonte: Pesquisa de Frost & Sullivan (em inglês)].O típico scanner de RNM da pesquisa possui uma força de três teslas - cerca de50 mil vezes mais forte que o campo magnético da Terra [fonte: Universidade deOxford (em inglês)].
  25. 25. RM DO FETO
  26. 26. TRACTO RM
  27. 27. O futuro do exame de ressonância magnética Conclusão:Para o grupo a principal vantagem da RM é que o futuro desse exame parece ser limitadoapenas pela nossa imaginação. Esta tecnologia ainda está engatinhando, se compararmoscom outras. Ela tem sido usada em larga escala por menos de 20 anos (quandocomparamos com os mais de 100 anos dos raios X).Há muitos aparelhos menores em desenvolvimento para gerar imagens de partesespecíficas do corpo. Por exemplo, um aparelho no qual você simplesmente coloca o seubraço, joelho ou pé já são utilizados em algumas áreas.Nossa capacidade de visualizar o sistema arterial e venoso melhora a cada dia.O mapeamento das funções do cérebro (examinar o cérebro de uma pessoa enquanto elarealiza uma tarefa física específica, como apertar uma bola ou olhar um tipo específico defoto) está ajudando os pesquisadores a compreender melhor como funciona o cérebro.Prever o futuro dos exames de ressonância magnética é um mero exercício de especulação,mas não temos dúvidas de que será um futuro bastante empolgante para nós quetrabalhamos na área e benéfico para os pacientes de quem cuidamos. A tomografia porressonância magnética é um campo com futuro virtualmente ilimitado.
  28. 28. Insanidade é continuar fazendosempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes.” Albert Einstein

×