SlideShare uma empresa Scribd logo
Sistematizador da Sociologia enquanto ciência
Ambiente intelectual: positivismo
Grande esforço para delimitação do campo social
frente à outras áreas (quim., bio. e etc):
H2 + O Água
+
Coletividade
(social)
Coletividade
(social)
=
Área de
estudo da
Sociologia
Objeto de
estudo
= Fato Social
Coercitividade
Exterioridade
Generalidade
• Coercitividade
Impõe-se às consciências individuais.
• Exterioridade
Ocorre fora das consciências individuais, independente
de suas vontades.
Atinge se não todos os indivíduos, boa parte
deles. É portanto, social e não individual.
• Generalidade
Tipologia de fatos sociais:
Fato Social Normal
Repete-se em todas as sociedades da mesma espécie e
é “aceito” por seus membros dentro de determinados
níveis.
Fato Social Patológico
É aquele que rompe com os limites aceitáveis e de
convivência rotineira dos membros de uma sociedade.
Regra
Exceção
Será o crime um fato social normal ou patológico?
• O crime é um fato social porque se repete em
todas as sociedades.Existe uma “aceitação” de
determinados níveis deste acontecimento,
portanto, podemos entendê-lo como normal.
Critério para distinção entre normal e patológico:
Regular ou
excepcional Mau ou bom
Taxa de incidência
Método de análise:
Sociedade:
Fatos Sociais
( coisas)
Neutralidade e objetividade
Principais tipos de processos sociais
O que contribui para gerar coesão entre esses
trabalhadores?
Principais processos sociais associativos:
1) cooperação: interação entre pessoas que
trabalham juntos para um mesmo fim.
2) acomodação: Subordinação de vencidos.
3) e assimilação: ajustamento de um grupo a um
modo de pensar e agir em uma cultura.
Principais processos sociais dissociativos:
1) Competição: quando um indivíduos ou grupo
busca um lugar social mais elevado agindo um
contra o outro (busca por emprego-
alimentação – necessidades existenciais).
2) Conflito: quando a competição assume uma
característica de grande tensão social, que
pode causar uma instabilidade social
generalizada (racismo-xenofobismo)
• Consciência coletiva
Será a soma das consciências individuais?
Consciência
individual 1
Consciência
individual 2
Consciência
individual N
ou
Consciência
individual 1
Consciência
individual 2
Consciência
individual N
N
=
Valores,
sentimentos e
percepções
comuns
+ +
+ +
Síntese Consciência Coletiva
• “Corresponde ao conjunto das crenças e dos
sentimentos comuns à média dos membros de
uma sociedade.Este conjunto forma um sistema
determinado e com vida própria.”
Tipologia de Solidariedades:
Solidariedade Mecânica
Solidariedade Orgânica
Solidariedade MECÂNICA
Solidariedade ORGÂNICA
Preponderância progressiva da
solidariedade orgânica
• sociedades primitivas
• direito punitivo
• coesão por semelhança
• forte CC
• sociedades avançadas
• direito restitutivo
• coesão por interdependência
• fraca CC

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estratificação e Desigualdade Social
Estratificação e Desigualdade SocialEstratificação e Desigualdade Social
Estratificação e Desigualdade Social
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Genero e sexualidade - Aula Completa de Sociologia
Genero e sexualidade - Aula Completa de SociologiaGenero e sexualidade - Aula Completa de Sociologia
Genero e sexualidade - Aula Completa de Sociologia
Saulo Lucena
 
Relações de poder
Relações de poderRelações de poder
Relações de poder
José Amaral
 
Emile durkheim
Emile durkheimEmile durkheim
Emile durkheim
Portal do Vestibulando
 
Movimentos sociais
Movimentos sociaisMovimentos sociais
Movimentos sociais
Juliana Corvino de Araújo
 
Instituições sociais
Instituições sociaisInstituições sociais
Max Weber - Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo
Max Weber - Ética Protestante e o Espírito do CapitalismoMax Weber - Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo
Max Weber - Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo
Vitor Vieira Vasconcelos
 
ESCOLA DE FRANKFURT
ESCOLA DE FRANKFURTESCOLA DE FRANKFURT
ESCOLA DE FRANKFURT
Marcioveras
 
Clássicos da sociologia
Clássicos da sociologiaClássicos da sociologia
Clássicos da sociologia
Luciano Carvalho
 
Sociologia Contemporânea
Sociologia ContemporâneaSociologia Contemporânea
Sociologia Contemporânea
Paula Meyer Piagentini
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
Jhonatan Max
 
Aulão ENEM filosofia e sociologia
Aulão ENEM filosofia e sociologiaAulão ENEM filosofia e sociologia
Aulão ENEM filosofia e sociologia
Gerson Coppes
 
Sobre viver em sociedade
Sobre viver em sociedadeSobre viver em sociedade
Sobre viver em sociedade
Mara Salvucci
 
Emile Durkheim
Emile DurkheimEmile Durkheim
Emile Durkheim
Vitor Vieira Vasconcelos
 
1 ano sociologia as relações entre indivíduo e sociedade
1 ano sociologia as relações entre indivíduo e sociedade1 ano sociologia as relações entre indivíduo e sociedade
1 ano sociologia as relações entre indivíduo e sociedade
homago
 
Filosofia Política
Filosofia PolíticaFilosofia Política
Filosofia Política
José Ferreira Júnior
 
Os modos de produção
Os modos de produçãoOs modos de produção
Os modos de produção
Davi Gonçalves Valério
 
Mudanças sociais
Mudanças sociaisMudanças sociais
Mudanças sociais
Colegio GGE
 
Sociologia e Sociedade
Sociologia e SociedadeSociologia e Sociedade
Sociologia e Sociedade
Rosane Domingues
 
Sociologia: Principais correntes
Sociologia: Principais correntes Sociologia: Principais correntes
Sociologia: Principais correntes
Edenilson Morais
 

Mais procurados (20)

Estratificação e Desigualdade Social
Estratificação e Desigualdade SocialEstratificação e Desigualdade Social
Estratificação e Desigualdade Social
 
Genero e sexualidade - Aula Completa de Sociologia
Genero e sexualidade - Aula Completa de SociologiaGenero e sexualidade - Aula Completa de Sociologia
Genero e sexualidade - Aula Completa de Sociologia
 
Relações de poder
Relações de poderRelações de poder
Relações de poder
 
Emile durkheim
Emile durkheimEmile durkheim
Emile durkheim
 
Movimentos sociais
Movimentos sociaisMovimentos sociais
Movimentos sociais
 
Instituições sociais
Instituições sociaisInstituições sociais
Instituições sociais
 
Max Weber - Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo
Max Weber - Ética Protestante e o Espírito do CapitalismoMax Weber - Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo
Max Weber - Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo
 
ESCOLA DE FRANKFURT
ESCOLA DE FRANKFURTESCOLA DE FRANKFURT
ESCOLA DE FRANKFURT
 
Clássicos da sociologia
Clássicos da sociologiaClássicos da sociologia
Clássicos da sociologia
 
Sociologia Contemporânea
Sociologia ContemporâneaSociologia Contemporânea
Sociologia Contemporânea
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
 
Aulão ENEM filosofia e sociologia
Aulão ENEM filosofia e sociologiaAulão ENEM filosofia e sociologia
Aulão ENEM filosofia e sociologia
 
Sobre viver em sociedade
Sobre viver em sociedadeSobre viver em sociedade
Sobre viver em sociedade
 
Emile Durkheim
Emile DurkheimEmile Durkheim
Emile Durkheim
 
1 ano sociologia as relações entre indivíduo e sociedade
1 ano sociologia as relações entre indivíduo e sociedade1 ano sociologia as relações entre indivíduo e sociedade
1 ano sociologia as relações entre indivíduo e sociedade
 
Filosofia Política
Filosofia PolíticaFilosofia Política
Filosofia Política
 
Os modos de produção
Os modos de produçãoOs modos de produção
Os modos de produção
 
Mudanças sociais
Mudanças sociaisMudanças sociais
Mudanças sociais
 
Sociologia e Sociedade
Sociologia e SociedadeSociologia e Sociedade
Sociologia e Sociedade
 
Sociologia: Principais correntes
Sociologia: Principais correntes Sociologia: Principais correntes
Sociologia: Principais correntes
 

Destaque

weber
 weber  weber
weber
Matias Silva
 
Ação social 7
Ação social 7Ação social 7
Ação social 7
insararas
 
Durkheim, marx, weber
Durkheim, marx, weberDurkheim, marx, weber
Durkheim, marx, weber
Arinaldo Martins
 
Weber 2 acao social refr
Weber 2 acao social refrWeber 2 acao social refr
Weber 2 acao social refr
Flávia De Mattos Motta
 
Aula durkheim
Aula durkheimAula durkheim
Aula durkheim
roberto mosca junior
 
A sociologia de Max Weber
A  sociologia de Max WeberA  sociologia de Max Weber
A sociologia de Max Weber
Alison Nunes
 

Destaque (6)

weber
 weber  weber
weber
 
Ação social 7
Ação social 7Ação social 7
Ação social 7
 
Durkheim, marx, weber
Durkheim, marx, weberDurkheim, marx, weber
Durkheim, marx, weber
 
Weber 2 acao social refr
Weber 2 acao social refrWeber 2 acao social refr
Weber 2 acao social refr
 
Aula durkheim
Aula durkheimAula durkheim
Aula durkheim
 
A sociologia de Max Weber
A  sociologia de Max WeberA  sociologia de Max Weber
A sociologia de Max Weber
 

Semelhante a Fatos sociais

Durkheim ADM
 Durkheim  ADM Durkheim  ADM
Durkheim ADM
Matias Silva
 
Aula durkheim 2011
Aula durkheim 2011Aula durkheim 2011
Aula durkheim 2011
Matias Silva
 
Durkheim
DurkheimDurkheim
Durkheim
direitounimonte
 
Aula durkheim
Aula durkheimAula durkheim
Aula durkheim
roberto mosca junior
 
Cap 03 durkheim
Cap 03 durkheimCap 03 durkheim
Cap 03 durkheim
Péricles Penuel
 
Cap 03 durkheim
Cap 03 durkheimCap 03 durkheim
Cap 03 durkheim
Péricles Penuel
 
Durkheim sociologia
Durkheim sociologiaDurkheim sociologia
Durkheim sociologia
mundica broda
 
Durkheim sociologia
Durkheim sociologiaDurkheim sociologia
Durkheim sociologia
Colegio GGE
 
Durkheim sociologia
Durkheim sociologiaDurkheim sociologia
Durkheim sociologia
mundica broda
 
Durkheim sociologia
Durkheim sociologiaDurkheim sociologia
Durkheim sociologia
Colégio Monteiro Lobato
 
4.-Emile-Durkheim-e-a-integracao-social.ppt
4.-Emile-Durkheim-e-a-integracao-social.ppt4.-Emile-Durkheim-e-a-integracao-social.ppt
4.-Emile-Durkheim-e-a-integracao-social.ppt
Régio Quirino
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
aulasgege
 
Material de sociologia i
Material de sociologia iMaterial de sociologia i
Material de sociologia i
gabriela_eiras
 
Émile durkheim
Émile durkheimÉmile durkheim
Émile durkheim
professorleo1989
 
Durkhein
DurkheinDurkhein
Durkhein
Over Lane
 
Indivíduo e Sociedade
Indivíduo e SociedadeIndivíduo e Sociedade
Indivíduo e Sociedade
carlosbidu
 
Os classicos da_sociologia_ completo
Os classicos da_sociologia_ completoOs classicos da_sociologia_ completo
Os classicos da_sociologia_ completo
Marcus Vinicius
 
Modulo I A comunidade Partilha e Pertença.pptx
Modulo I A comunidade Partilha e Pertença.pptxModulo I A comunidade Partilha e Pertença.pptx
Modulo I A comunidade Partilha e Pertença.pptx
Paula138045
 
apresentação sociologia do direito SLIDES_DURKHEIM.pdf
apresentação sociologia do direito SLIDES_DURKHEIM.pdfapresentação sociologia do direito SLIDES_DURKHEIM.pdf
apresentação sociologia do direito SLIDES_DURKHEIM.pdf
LuizAcosta83
 
Aula 2 - Formas de organização social
Aula 2 - Formas de organização socialAula 2 - Formas de organização social
Aula 2 - Formas de organização social
Fábio Nogueira, PhD
 

Semelhante a Fatos sociais (20)

Durkheim ADM
 Durkheim  ADM Durkheim  ADM
Durkheim ADM
 
Aula durkheim 2011
Aula durkheim 2011Aula durkheim 2011
Aula durkheim 2011
 
Durkheim
DurkheimDurkheim
Durkheim
 
Aula durkheim
Aula durkheimAula durkheim
Aula durkheim
 
Cap 03 durkheim
Cap 03 durkheimCap 03 durkheim
Cap 03 durkheim
 
Cap 03 durkheim
Cap 03 durkheimCap 03 durkheim
Cap 03 durkheim
 
Durkheim sociologia
Durkheim sociologiaDurkheim sociologia
Durkheim sociologia
 
Durkheim sociologia
Durkheim sociologiaDurkheim sociologia
Durkheim sociologia
 
Durkheim sociologia
Durkheim sociologiaDurkheim sociologia
Durkheim sociologia
 
Durkheim sociologia
Durkheim sociologiaDurkheim sociologia
Durkheim sociologia
 
4.-Emile-Durkheim-e-a-integracao-social.ppt
4.-Emile-Durkheim-e-a-integracao-social.ppt4.-Emile-Durkheim-e-a-integracao-social.ppt
4.-Emile-Durkheim-e-a-integracao-social.ppt
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Material de sociologia i
Material de sociologia iMaterial de sociologia i
Material de sociologia i
 
Émile durkheim
Émile durkheimÉmile durkheim
Émile durkheim
 
Durkhein
DurkheinDurkhein
Durkhein
 
Indivíduo e Sociedade
Indivíduo e SociedadeIndivíduo e Sociedade
Indivíduo e Sociedade
 
Os classicos da_sociologia_ completo
Os classicos da_sociologia_ completoOs classicos da_sociologia_ completo
Os classicos da_sociologia_ completo
 
Modulo I A comunidade Partilha e Pertença.pptx
Modulo I A comunidade Partilha e Pertença.pptxModulo I A comunidade Partilha e Pertença.pptx
Modulo I A comunidade Partilha e Pertença.pptx
 
apresentação sociologia do direito SLIDES_DURKHEIM.pdf
apresentação sociologia do direito SLIDES_DURKHEIM.pdfapresentação sociologia do direito SLIDES_DURKHEIM.pdf
apresentação sociologia do direito SLIDES_DURKHEIM.pdf
 
Aula 2 - Formas de organização social
Aula 2 - Formas de organização socialAula 2 - Formas de organização social
Aula 2 - Formas de organização social
 

Fatos sociais

  • 1. Sistematizador da Sociologia enquanto ciência Ambiente intelectual: positivismo
  • 2. Grande esforço para delimitação do campo social frente à outras áreas (quim., bio. e etc): H2 + O Água + Coletividade (social) Coletividade (social) = Área de estudo da Sociologia
  • 3. Objeto de estudo = Fato Social Coercitividade Exterioridade Generalidade • Coercitividade Impõe-se às consciências individuais.
  • 4. • Exterioridade Ocorre fora das consciências individuais, independente de suas vontades. Atinge se não todos os indivíduos, boa parte deles. É portanto, social e não individual. • Generalidade
  • 5. Tipologia de fatos sociais: Fato Social Normal Repete-se em todas as sociedades da mesma espécie e é “aceito” por seus membros dentro de determinados níveis. Fato Social Patológico É aquele que rompe com os limites aceitáveis e de convivência rotineira dos membros de uma sociedade. Regra Exceção
  • 6. Será o crime um fato social normal ou patológico?
  • 7. • O crime é um fato social porque se repete em todas as sociedades.Existe uma “aceitação” de determinados níveis deste acontecimento, portanto, podemos entendê-lo como normal. Critério para distinção entre normal e patológico: Regular ou excepcional Mau ou bom Taxa de incidência
  • 8. Método de análise: Sociedade: Fatos Sociais ( coisas) Neutralidade e objetividade
  • 9. Principais tipos de processos sociais O que contribui para gerar coesão entre esses trabalhadores?
  • 10. Principais processos sociais associativos: 1) cooperação: interação entre pessoas que trabalham juntos para um mesmo fim. 2) acomodação: Subordinação de vencidos. 3) e assimilação: ajustamento de um grupo a um modo de pensar e agir em uma cultura.
  • 11. Principais processos sociais dissociativos: 1) Competição: quando um indivíduos ou grupo busca um lugar social mais elevado agindo um contra o outro (busca por emprego- alimentação – necessidades existenciais). 2) Conflito: quando a competição assume uma característica de grande tensão social, que pode causar uma instabilidade social generalizada (racismo-xenofobismo)
  • 12. • Consciência coletiva Será a soma das consciências individuais? Consciência individual 1 Consciência individual 2 Consciência individual N ou Consciência individual 1 Consciência individual 2 Consciência individual N N = Valores, sentimentos e percepções comuns + + + +
  • 13. Síntese Consciência Coletiva • “Corresponde ao conjunto das crenças e dos sentimentos comuns à média dos membros de uma sociedade.Este conjunto forma um sistema determinado e com vida própria.” Tipologia de Solidariedades: Solidariedade Mecânica Solidariedade Orgânica
  • 14. Solidariedade MECÂNICA Solidariedade ORGÂNICA Preponderância progressiva da solidariedade orgânica • sociedades primitivas • direito punitivo • coesão por semelhança • forte CC • sociedades avançadas • direito restitutivo • coesão por interdependência • fraca CC