SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
PROF:LÚCIO BRAGA
 A partir do século XIX, a vida social passou a ser um

“problema” para as pessoas. Percebeu-se que era
preciso entender o que se passava com a sociedade
para explicar como as pessoas viviam e se posicionar
diante do que estava acontecendo.
 O desenvolvimento da ciência (cujas origens
remontam ao século XV) foi fundamental para o
surgimento da sociologia. Afinal, a sociologia é uma
interpretação científica da realidade social
 Pensadores franceses da época (como Saint-Simon, Le

Play, Augusto Comte e alguns outros) concentrarão
suas reflexões sobre a natureza e as conseqüências do
surgimento do capitalismo. Em seus trabalhos,
utilizarão expressões como “anarquia”, “perturbação”,
“crise”, “desordem”, para julgar a nova realidade.
 A tarefa desses pensadores é racionalizar a nova ordem

política, econômica e cultural, encontrando soluções
para o estado de desorganização então existente.
 A burguesia, uma vez instalada no poder, se assusta

com os resultados da revolução industrial.
 Embora seja considerado fundador da sociologia, não

desenvolveu nenhum método de estudo sociológico.
 Pensava que, assim como a natureza, a sociedade
também possuiria leis. Assim como as leis naturais
trazem o equilíbrio para a Natureza, as leis sociais
também trariam equilíbrio para a sociedade. Para
restabelecer a ordem e a paz, para encontrar um estado
de equilíbrio na sociedade capitalista que surgia, seria
necessário, segundo eles, conhecer as leis que regem os
fenômenos sociais.
 A sociologia seria a ciência que descobriria as leis da

sociedade.
 Para Comte, a sociedade moderna modificou o mundo
feudal baseado na aliança entre o poder espiritual
(igreja) e o poder temporal (militar). A reorganização
da sociedade moderna exigia a união entre a ciência
(novo poder espiritual) e os empresários (novo poder
temporal) para o pleno desenvolvimento e equilíbrio
do mundo industrial nascente. Assim, o mundo dos
conflitos militares da sociedade medieval seria
substituído pela união pacífica de todos na sociedade
industrial.
 Lei dos três estados: a evolução da humanidade está

condicionada pelo progresso do conhecimento, que
acontece em três fases:
 Estado teológico: Neste momento, explicam-se os

fenômenos pelos deuses (fetichismo: o homem confere
vida, ação e poder sobrenaturais aos seres inanimados
e aos animais; politeísmo, monoteísmo
 Estado metafísico (filosófico) – As causas divinas são

substituídas por causas mais gerais, entidades
abstratas (ideias); o princípio da causalidade é
atribuído às essências das coisas.
 Estado

positivo (científico). O homem tenta
compreender as relações entre coisas e acontecimentos
através da observação e experimentação científica.
 A evolução do conhecimento é comparada à evolução

do ser humano. Religião (infância), Filosofia
(adolescência), ciência (vida adulta).
 Para Comte, as ciências não evoluíram todas ao mesmo
tempo. Quando a humanidade chegou ao estado
positivo foi necessário que elas se desenvolvessem de
acordo com a complexidade de seus objetos,
começando pelos mais simples até chegar aos mais
complexos.
 A sociologia seria a última das ciências, aquela que

completaria o quadro geral do conhecimento positivo:
matemática = astronomia = física = química = biologia
= sociologia.
Como a sociologia representa uma
continuidade quase natural em relação aos
outros tipos de ciência, Comte achava que
ela teria que proceder da mesma forma que
estas ciências, ou seja, sua função seria
estabelecer um sistema completo de leis
que explicassem o comportamento dos
homens na sociedade. Para realizar esta
tarefa, Comte afirmava que a sociologia,
que ele também chamava de “física social”,
dividia-se em dois campos essenciais: a
estática e a dinâmica.
 Estática social: estuda as condições

constantes da sociedade ou
ordem;
 Dinâmica social: estuda as leis
desenvolvimento
histórico
qualquer sociedade, ou seja,
progresso.

a
de
de
o
 A sociedade é regida por leis naturais, isto é, leis

invariáveis, independentes da vontade e da ação
humanas; na vida social reina uma harmonia
natural.
A
sociedade
pode,
portanto,
ser
epistemologicamente assimilada pela natureza (o
que classificaremos como naturalismo positivista)
e ser estudada pelos menos métodos e processos
empregados pelas ciências naturais.
 As ciência da sociedade, assim como as da

natureza, devem limitar-se à observação e à
explicação causal dos fenômenos, de forma
objetiva, neutra, livre de julgamentos de
valor ou ideologia, descartando previamente
todas as noções e preconceitos.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Quadro resumo dos autores clássicos em sociologia
Quadro resumo dos autores clássicos em sociologiaQuadro resumo dos autores clássicos em sociologia
Quadro resumo dos autores clássicos em sociologia
Rudi Lemos
 
Video aula -Sociologia
Video aula -SociologiaVideo aula -Sociologia
Video aula -Sociologia
Alan Rodrigues
 
O Processo de Construção do Saber Sociológico
O Processo de Construção do Saber SociológicoO Processo de Construção do Saber Sociológico
O Processo de Construção do Saber Sociológico
SociologoDeMarte
 
201 sociologia
201 sociologia201 sociologia
201 sociologia
rosilane32
 
Introdução à Sociologia
Introdução à SociologiaIntrodução à Sociologia
Introdução à Sociologia
Alison Nunes
 
O objeto da sociologia e a objetividade do
O objeto da sociologia e a objetividade doO objeto da sociologia e a objetividade do
O objeto da sociologia e a objetividade do
Davi Islabao
 
Sociologia da Educação - Max Weber Sociologia compreensiva, Desencantamento e...
Sociologia da Educação - Max Weber Sociologia compreensiva, Desencantamento e...Sociologia da Educação - Max Weber Sociologia compreensiva, Desencantamento e...
Sociologia da Educação - Max Weber Sociologia compreensiva, Desencantamento e...
Flávia De Mattos Motta
 

Mais procurados (20)

Augusto comte e o positivismo
Augusto comte e o positivismoAugusto comte e o positivismo
Augusto comte e o positivismo
 
Quadro resumo dos autores clássicos em sociologia
Quadro resumo dos autores clássicos em sociologiaQuadro resumo dos autores clássicos em sociologia
Quadro resumo dos autores clássicos em sociologia
 
Video aula -Sociologia
Video aula -SociologiaVideo aula -Sociologia
Video aula -Sociologia
 
Precursores da sociologia
Precursores da sociologiaPrecursores da sociologia
Precursores da sociologia
 
Revolução e história da sociologia
Revolução e história da sociologiaRevolução e história da sociologia
Revolução e história da sociologia
 
O QUE É SOCIOLOGIA?
O QUE É SOCIOLOGIA?O QUE É SOCIOLOGIA?
O QUE É SOCIOLOGIA?
 
Sociologia
SociologiaSociologia
Sociologia
 
Sociologia da Educação. Durkheim,Marx & weber -Prof.Altair Aguilar.
 Sociologia da Educação. Durkheim,Marx & weber -Prof.Altair Aguilar. Sociologia da Educação. Durkheim,Marx & weber -Prof.Altair Aguilar.
Sociologia da Educação. Durkheim,Marx & weber -Prof.Altair Aguilar.
 
O Processo de Construção do Saber Sociológico
O Processo de Construção do Saber SociológicoO Processo de Construção do Saber Sociológico
O Processo de Construção do Saber Sociológico
 
201 sociologia
201 sociologia201 sociologia
201 sociologia
 
Introdução à Sociologia
Introdução à SociologiaIntrodução à Sociologia
Introdução à Sociologia
 
O objeto da sociologia e a objetividade do
O objeto da sociologia e a objetividade doO objeto da sociologia e a objetividade do
O objeto da sociologia e a objetividade do
 
O que é sociologia
O que é sociologiaO que é sociologia
O que é sociologia
 
O que é Sociologia?
O que é Sociologia?O que é Sociologia?
O que é Sociologia?
 
Sociologia da Educação - Max Weber Sociologia compreensiva, Desencantamento e...
Sociologia da Educação - Max Weber Sociologia compreensiva, Desencantamento e...Sociologia da Educação - Max Weber Sociologia compreensiva, Desencantamento e...
Sociologia da Educação - Max Weber Sociologia compreensiva, Desencantamento e...
 
SOCIOLOGIA GERAL
SOCIOLOGIA GERALSOCIOLOGIA GERAL
SOCIOLOGIA GERAL
 
Teorias Sociológicas
Teorias SociológicasTeorias Sociológicas
Teorias Sociológicas
 
introdução e métodos sociológicos da sociologia
introdução e métodos sociológicos da sociologiaintrodução e métodos sociológicos da sociologia
introdução e métodos sociológicos da sociologia
 
Revisão de sociologia
Revisão de sociologiaRevisão de sociologia
Revisão de sociologia
 
Sociologia Introdutória
Sociologia Introdutória Sociologia Introdutória
Sociologia Introdutória
 

Destaque

Surgimento sociologia i
Surgimento sociologia iSurgimento sociologia i
Surgimento sociologia i
Lucio Braga
 
A sociologia de max weber
A sociologia de max weberA sociologia de max weber
A sociologia de max weber
Lucio Braga
 
Os classicos da_sociologia_durkheim
Os classicos da_sociologia_durkheimOs classicos da_sociologia_durkheim
Os classicos da_sociologia_durkheim
Lucio Braga
 
A sociologia de max weber - CEI
A sociologia de max weber - CEIA sociologia de max weber - CEI
A sociologia de max weber - CEI
Lucio Braga
 

Destaque (20)

Surgimento sociologia i
Surgimento sociologia iSurgimento sociologia i
Surgimento sociologia i
 
Métodos de investigação das ciências sociais
Métodos de investigação  das ciências sociaisMétodos de investigação  das ciências sociais
Métodos de investigação das ciências sociais
 
A sociologia de max weber
A sociologia de max weberA sociologia de max weber
A sociologia de max weber
 
Movimentos sociais
Movimentos sociaisMovimentos sociais
Movimentos sociais
 
Marx
MarxMarx
Marx
 
Os Tipos de Dominação para Weber- 1o.ano - CSB
Os Tipos de Dominação para Weber- 1o.ano - CSBOs Tipos de Dominação para Weber- 1o.ano - CSB
Os Tipos de Dominação para Weber- 1o.ano - CSB
 
A sociologia compreensiva de weber
A sociologia compreensiva de weber  A sociologia compreensiva de weber
A sociologia compreensiva de weber
 
Os classicos da_sociologia_durkheim
Os classicos da_sociologia_durkheimOs classicos da_sociologia_durkheim
Os classicos da_sociologia_durkheim
 
Mares y océanos (1)
Mares y océanos (1)Mares y océanos (1)
Mares y océanos (1)
 
Tema 1. a crise do antigo réxime
Tema 1. a crise do antigo réximeTema 1. a crise do antigo réxime
Tema 1. a crise do antigo réxime
 
El antiguo régimen
El antiguo régimenEl antiguo régimen
El antiguo régimen
 
Representación de la tierra
Representación de la tierra Representación de la tierra
Representación de la tierra
 
A sociologia de max weber - CEI
A sociologia de max weber - CEIA sociologia de max weber - CEI
A sociologia de max weber - CEI
 
Auguste comte e o positivismo 2
Auguste comte e o positivismo 2Auguste comte e o positivismo 2
Auguste comte e o positivismo 2
 
A sociologia de max weber
A sociologia de max weberA sociologia de max weber
A sociologia de max weber
 
Giddens, anthony manual de sociologia
Giddens, anthony   manual de sociologiaGiddens, anthony   manual de sociologia
Giddens, anthony manual de sociologia
 
Max weber
Max weberMax weber
Max weber
 
Positivismo
PositivismoPositivismo
Positivismo
 
Sociologia: Uma Ciência Social
Sociologia: Uma Ciência SocialSociologia: Uma Ciência Social
Sociologia: Uma Ciência Social
 
Power Point Sobre Auguste Comte
Power Point Sobre Auguste ComtePower Point Sobre Auguste Comte
Power Point Sobre Auguste Comte
 

Semelhante a Positivismo e a sociologia em augusto comte st

2014 aula dois auguste comte
2014 aula dois auguste comte2014 aula dois auguste comte
2014 aula dois auguste comte
Felipe Hiago
 
Aula sobre sociologia clássica
Aula sobre sociologia clássicaAula sobre sociologia clássica
Aula sobre sociologia clássica
josiwedig1
 
Sociologia unidade II
Sociologia unidade IISociologia unidade II
Sociologia unidade II
joao paulo
 
Sociologia geral e jurídica - Perspectivas Teóricas 2014
Sociologia geral e jurídica - Perspectivas Teóricas 2014Sociologia geral e jurídica - Perspectivas Teóricas 2014
Sociologia geral e jurídica - Perspectivas Teóricas 2014
Douglas Barreto
 
O que é sociologia- Jéssica Markline
O que é sociologia- Jéssica MarklineO que é sociologia- Jéssica Markline
O que é sociologia- Jéssica Markline
Marklin's lady
 

Semelhante a Positivismo e a sociologia em augusto comte st (20)

Augusto Conte
Augusto ConteAugusto Conte
Augusto Conte
 
6. apostila de sociologia
6. apostila de sociologia6. apostila de sociologia
6. apostila de sociologia
 
Fundamentos de Sociologia Unidade II
Fundamentos de Sociologia Unidade IIFundamentos de Sociologia Unidade II
Fundamentos de Sociologia Unidade II
 
Aula - Conceito Geral da Sociologia.pptx
Aula - Conceito Geral da Sociologia.pptxAula - Conceito Geral da Sociologia.pptx
Aula - Conceito Geral da Sociologia.pptx
 
Clássicos da sociologia 2
Clássicos da sociologia 2Clássicos da sociologia 2
Clássicos da sociologia 2
 
Comte
ComteComte
Comte
 
Sociologia auguste comte e o positivismo-2019-e6bc2d32e51a3c42b46ec0afb1a959d7
Sociologia auguste comte e o positivismo-2019-e6bc2d32e51a3c42b46ec0afb1a959d7Sociologia auguste comte e o positivismo-2019-e6bc2d32e51a3c42b46ec0afb1a959d7
Sociologia auguste comte e o positivismo-2019-e6bc2d32e51a3c42b46ec0afb1a959d7
 
2014 aula dois auguste comte
2014 aula dois auguste comte2014 aula dois auguste comte
2014 aula dois auguste comte
 
AUGUSTO COMTE -APRESENTAÇ]AO ENSINO MÉDIO
AUGUSTO COMTE -APRESENTAÇ]AO ENSINO MÉDIOAUGUSTO COMTE -APRESENTAÇ]AO ENSINO MÉDIO
AUGUSTO COMTE -APRESENTAÇ]AO ENSINO MÉDIO
 
O advento da teoria social
O advento da teoria socialO advento da teoria social
O advento da teoria social
 
A pré história da sociologia
A pré história da sociologiaA pré história da sociologia
A pré história da sociologia
 
Aula sobre sociologia clássica
Aula sobre sociologia clássicaAula sobre sociologia clássica
Aula sobre sociologia clássica
 
Sociologia unidade II
Sociologia unidade IISociologia unidade II
Sociologia unidade II
 
Sociologia geral e jurídica - Perspectivas Teóricas 2014
Sociologia geral e jurídica - Perspectivas Teóricas 2014Sociologia geral e jurídica - Perspectivas Teóricas 2014
Sociologia geral e jurídica - Perspectivas Teóricas 2014
 
O que é sociologia- Jéssica Markline
O que é sociologia- Jéssica MarklineO que é sociologia- Jéssica Markline
O que é sociologia- Jéssica Markline
 
O que é sociologia- Jéssica Markline
O que é sociologia- Jéssica MarklineO que é sociologia- Jéssica Markline
O que é sociologia- Jéssica Markline
 
Augusto comte e o positivismo 2020
Augusto comte e o positivismo 2020Augusto comte e o positivismo 2020
Augusto comte e o positivismo 2020
 
Auguste comte e o positivismo 2
Auguste comte e o positivismo 2Auguste comte e o positivismo 2
Auguste comte e o positivismo 2
 
6
66
6
 
Apostila sociologia geral
Apostila sociologia geralApostila sociologia geral
Apostila sociologia geral
 

Mais de Lucio Braga

Cidadania e direitos humanos
Cidadania e direitos humanosCidadania e direitos humanos
Cidadania e direitos humanos
Lucio Braga
 
Consumo e cidadania
Consumo  e cidadaniaConsumo  e cidadania
Consumo e cidadania
Lucio Braga
 
Estado liberal e contratualismo
Estado liberal e contratualismoEstado liberal e contratualismo
Estado liberal e contratualismo
Lucio Braga
 
Questões terceiro ano ensino médio
Questões terceiro ano ensino médioQuestões terceiro ano ensino médio
Questões terceiro ano ensino médio
Lucio Braga
 
Estrutura e mobilidade social conecte
Estrutura e mobilidade social   conecteEstrutura e mobilidade social   conecte
Estrutura e mobilidade social conecte
Lucio Braga
 
Mobilidade social link
Mobilidade social linkMobilidade social link
Mobilidade social link
Lucio Braga
 
A divisão social do trabalho émile durkheim
A divisão social do trabalho  émile durkheimA divisão social do trabalho  émile durkheim
A divisão social do trabalho émile durkheim
Lucio Braga
 
Fato patologico e anomia
Fato patologico e anomiaFato patologico e anomia
Fato patologico e anomia
Lucio Braga
 
Raízes do brasil – sergio buarque de holanda
Raízes do brasil – sergio buarque de holandaRaízes do brasil – sergio buarque de holanda
Raízes do brasil – sergio buarque de holanda
Lucio Braga
 
Norbert elias processo civilizador
Norbert elias  processo civilizadorNorbert elias  processo civilizador
Norbert elias processo civilizador
Lucio Braga
 
Os sertões euclides_da_cunha
Os sertões euclides_da_cunhaOs sertões euclides_da_cunha
Os sertões euclides_da_cunha
Lucio Braga
 
Tramitacao- Marco Civil da Internet
Tramitacao- Marco Civil da InternetTramitacao- Marco Civil da Internet
Tramitacao- Marco Civil da Internet
Lucio Braga
 
Metodos e pesquisa em ciências sociais aula 2
Metodos e pesquisa em ciências sociais aula 2Metodos e pesquisa em ciências sociais aula 2
Metodos e pesquisa em ciências sociais aula 2
Lucio Braga
 
Metodos e tecnicas em ciencias sociais
Metodos e tecnicas  em ciencias sociaisMetodos e tecnicas  em ciencias sociais
Metodos e tecnicas em ciencias sociais
Lucio Braga
 
A sociologia de max weber
A sociologia de max weberA sociologia de max weber
A sociologia de max weber
Lucio Braga
 
Indviduo e sociedade
Indviduo e sociedadeIndviduo e sociedade
Indviduo e sociedade
Lucio Braga
 

Mais de Lucio Braga (20)

Cidadania e direitos humanos
Cidadania e direitos humanosCidadania e direitos humanos
Cidadania e direitos humanos
 
Consumo e cidadania
Consumo  e cidadaniaConsumo  e cidadania
Consumo e cidadania
 
Mídia e Poder na Sociedade espetáculo- Guy Dèbord
Mídia e Poder na Sociedade espetáculo- Guy DèbordMídia e Poder na Sociedade espetáculo- Guy Dèbord
Mídia e Poder na Sociedade espetáculo- Guy Dèbord
 
teoria Crítica e Escola de Frankfurt
teoria Crítica e Escola de Frankfurtteoria Crítica e Escola de Frankfurt
teoria Crítica e Escola de Frankfurt
 
Estado liberal e contratualismo
Estado liberal e contratualismo  Estado liberal e contratualismo
Estado liberal e contratualismo
 
Estado liberal e contratualismo
Estado liberal e contratualismoEstado liberal e contratualismo
Estado liberal e contratualismo
 
Questões terceiro ano ensino médio
Questões terceiro ano ensino médioQuestões terceiro ano ensino médio
Questões terceiro ano ensino médio
 
Estrutura e mobilidade social conecte
Estrutura e mobilidade social   conecteEstrutura e mobilidade social   conecte
Estrutura e mobilidade social conecte
 
Mobilidade social link
Mobilidade social linkMobilidade social link
Mobilidade social link
 
A divisão social do trabalho émile durkheim
A divisão social do trabalho  émile durkheimA divisão social do trabalho  émile durkheim
A divisão social do trabalho émile durkheim
 
Fato patologico e anomia
Fato patologico e anomiaFato patologico e anomia
Fato patologico e anomia
 
Raízes do brasil – sergio buarque de holanda
Raízes do brasil – sergio buarque de holandaRaízes do brasil – sergio buarque de holanda
Raízes do brasil – sergio buarque de holanda
 
Atividade elias
Atividade eliasAtividade elias
Atividade elias
 
Norbert elias processo civilizador
Norbert elias  processo civilizadorNorbert elias  processo civilizador
Norbert elias processo civilizador
 
Os sertões euclides_da_cunha
Os sertões euclides_da_cunhaOs sertões euclides_da_cunha
Os sertões euclides_da_cunha
 
Tramitacao- Marco Civil da Internet
Tramitacao- Marco Civil da InternetTramitacao- Marco Civil da Internet
Tramitacao- Marco Civil da Internet
 
Metodos e pesquisa em ciências sociais aula 2
Metodos e pesquisa em ciências sociais aula 2Metodos e pesquisa em ciências sociais aula 2
Metodos e pesquisa em ciências sociais aula 2
 
Metodos e tecnicas em ciencias sociais
Metodos e tecnicas  em ciencias sociaisMetodos e tecnicas  em ciencias sociais
Metodos e tecnicas em ciencias sociais
 
A sociologia de max weber
A sociologia de max weberA sociologia de max weber
A sociologia de max weber
 
Indviduo e sociedade
Indviduo e sociedadeIndviduo e sociedade
Indviduo e sociedade
 

Positivismo e a sociologia em augusto comte st

  • 2.  A partir do século XIX, a vida social passou a ser um “problema” para as pessoas. Percebeu-se que era preciso entender o que se passava com a sociedade para explicar como as pessoas viviam e se posicionar diante do que estava acontecendo.  O desenvolvimento da ciência (cujas origens remontam ao século XV) foi fundamental para o surgimento da sociologia. Afinal, a sociologia é uma interpretação científica da realidade social
  • 3.
  • 4.  Pensadores franceses da época (como Saint-Simon, Le Play, Augusto Comte e alguns outros) concentrarão suas reflexões sobre a natureza e as conseqüências do surgimento do capitalismo. Em seus trabalhos, utilizarão expressões como “anarquia”, “perturbação”, “crise”, “desordem”, para julgar a nova realidade.
  • 5.  A tarefa desses pensadores é racionalizar a nova ordem política, econômica e cultural, encontrando soluções para o estado de desorganização então existente.  A burguesia, uma vez instalada no poder, se assusta com os resultados da revolução industrial.
  • 6.
  • 7.  Embora seja considerado fundador da sociologia, não desenvolveu nenhum método de estudo sociológico.  Pensava que, assim como a natureza, a sociedade também possuiria leis. Assim como as leis naturais trazem o equilíbrio para a Natureza, as leis sociais também trariam equilíbrio para a sociedade. Para restabelecer a ordem e a paz, para encontrar um estado de equilíbrio na sociedade capitalista que surgia, seria necessário, segundo eles, conhecer as leis que regem os fenômenos sociais.
  • 8.  A sociologia seria a ciência que descobriria as leis da sociedade.  Para Comte, a sociedade moderna modificou o mundo feudal baseado na aliança entre o poder espiritual (igreja) e o poder temporal (militar). A reorganização da sociedade moderna exigia a união entre a ciência (novo poder espiritual) e os empresários (novo poder temporal) para o pleno desenvolvimento e equilíbrio do mundo industrial nascente. Assim, o mundo dos conflitos militares da sociedade medieval seria substituído pela união pacífica de todos na sociedade industrial.
  • 9.  Lei dos três estados: a evolução da humanidade está condicionada pelo progresso do conhecimento, que acontece em três fases:  Estado teológico: Neste momento, explicam-se os fenômenos pelos deuses (fetichismo: o homem confere vida, ação e poder sobrenaturais aos seres inanimados e aos animais; politeísmo, monoteísmo
  • 10.  Estado metafísico (filosófico) – As causas divinas são substituídas por causas mais gerais, entidades abstratas (ideias); o princípio da causalidade é atribuído às essências das coisas.  Estado positivo (científico). O homem tenta compreender as relações entre coisas e acontecimentos através da observação e experimentação científica.
  • 11.  A evolução do conhecimento é comparada à evolução do ser humano. Religião (infância), Filosofia (adolescência), ciência (vida adulta).  Para Comte, as ciências não evoluíram todas ao mesmo tempo. Quando a humanidade chegou ao estado positivo foi necessário que elas se desenvolvessem de acordo com a complexidade de seus objetos, começando pelos mais simples até chegar aos mais complexos.
  • 12.  A sociologia seria a última das ciências, aquela que completaria o quadro geral do conhecimento positivo: matemática = astronomia = física = química = biologia = sociologia.
  • 13. Como a sociologia representa uma continuidade quase natural em relação aos outros tipos de ciência, Comte achava que ela teria que proceder da mesma forma que estas ciências, ou seja, sua função seria estabelecer um sistema completo de leis que explicassem o comportamento dos homens na sociedade. Para realizar esta tarefa, Comte afirmava que a sociologia, que ele também chamava de “física social”, dividia-se em dois campos essenciais: a estática e a dinâmica.
  • 14.  Estática social: estuda as condições constantes da sociedade ou ordem;  Dinâmica social: estuda as leis desenvolvimento histórico qualquer sociedade, ou seja, progresso. a de de o
  • 15.  A sociedade é regida por leis naturais, isto é, leis invariáveis, independentes da vontade e da ação humanas; na vida social reina uma harmonia natural. A sociedade pode, portanto, ser epistemologicamente assimilada pela natureza (o que classificaremos como naturalismo positivista) e ser estudada pelos menos métodos e processos empregados pelas ciências naturais.
  • 16.  As ciência da sociedade, assim como as da natureza, devem limitar-se à observação e à explicação causal dos fenômenos, de forma objetiva, neutra, livre de julgamentos de valor ou ideologia, descartando previamente todas as noções e preconceitos.