SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 72
Baixar para ler offline
inovação
Cultura de
Comunicação
Dando direção e conduzindo
o processo de mudança num cenário
caótico, confuso, veloz e complexo
Principais referências bibliográficas
• Práticas Sociais, Cultura e Inovação: três conceitos associados.
[SOUZA, LUCAS, TORRES]
• Construindo a organização inovadora. [TIDD, BESSANT,
PAVITT]
• Cultura de inovação. [TIDD, BESSANT, PAVITT]
• How to create a cultura of innovation. [SHAPIRO]
• Design Think, Inovação em Negócios. [MAURÍCIO VIANNA YSMAR
VIANNA ISABEL K. ADLER BRENDA LUCENA BEATRIZ RUSSO]
Práticas sociais
Cultura e Inovação
Cultura Nacional
O que ela traz de bom ou ruim
para a inovação
Conhecimento e
aprendizagem
O ato do brincar
O primeiro contato do ser humano
com o mundo social
Tarja branca
Trailer
A importância das brincadeiras
na evolução dos processos
de desenvolvimento humano.
SANTOS, Santa Marli Pires dos - Brinquedoteca: a criança, o adulto e o lúdico. Vozes, 2ª. Ed. RJ, 2000.
A LUDICIDADE está sendo estudada como
um processo de suma importância no
desenvolvimento humano.
Na opinião de SANTOS (2000, p. 18), tanto
PIAGET, como WALLON, VTGOTSKY e
outros, atribuíram ao brincar da criança
um papel decisivo na evolução dos
processos de desenvolvimento humano,
como maturação e aprendizagem, embora
com enfoques diferentes.
CUNHA, Nylse Helena Silva. Brinquedoteca, um mergulho no brincar. 3ª. ed. Vetor, S. Paulo, Brasil, 2001.
CUNHA (2001, p. 14) constata que
atualmente as crianças não têm um
pátio para brincar. Superfamiliarizadas
com videogames, televisão e
computador, não conhecem o prazer de
CRIAR brinquedos com caixinhas e
latas, botões e madeirinhas.
Nem mesmo jogos de montar.
“as emoções dependem
fundamentalmente da organização dos
espaços para se manifestarem”
A construção do “EU” na teoria de Wallon
depende essencialmente do outro.
Seja para ser referência, seja para ser negado.
Ferrari, Márcio (2014), "Henri Wallon, o educador integral
" Página consultada em 10 de Março de 2015, <http://revistaescola.abril.com.br/formacao/educador-integral-423298.shtml?page=0>.
Inovação
Ideias
Mas afinal,
de onde vem as boas ideias?
Inovação é como uma equação.
Ela seria a soma de ideias com ações
que acaba desencadeando uma repercussão prática.
De onde vem as boas idéias?
Steven Jonhson
Borba, Gustavo (2013), "A escola deveria ser um laboratório de falhas" Página consultada em 10 de Março de 2015,
<http://porvir.org/porpensar/a-escola-deveria-ser-um-laboratorio-de-falhas/20131009>.
Inovação # Invenção
É comum pessoas confundirem inovação com invenção.
A principal diferença, no entanto, é que,
enquanto a invenção é representada por uma ideia
sem resultado prático, a inovação pressupõe um ciclo mais amplo.
Ela interliga a ideia à ação, desdobrando-se num resultado.
Ex: Gutemberg
Conhecimento
é a matéria prima
das novas ideias
O que você faz com o seu?
Gutemberg associou dois princípios independentes:
A PRENSA DE VINHO e o CUNHO DE IMPRIMIR
MOEDAS para criar uma ideia nova.
O cunho tinha por finalidade imprimir uma superfície
pequena como a de uma moeda de ouro. A função da
prensa de vinho era e ainda é, fazer pressão sobre uma
grande superfície a fim de extrair o suco de uvas.
Um dia, Gutemberg se perguntou:
e se eu pegasse esses cunhos de moedas e colocasse
vários sob pressão na prensa de vinho?
SERÁ QUE A IMAGEM FICARIA IMPRESSA NO PAPEL?
Oech, Roger Von – Um Toc Toc na Cuca “Tecnicas para quem quer ter mais criatividade na vida”, p. 18 Ed. Cultura – 1988.
+
=
Alguns exemplos de invenções de Thomas Edison
que ainda utilizamos hoje
INFORMAÇÃO + CONHECIMENTO
são os passaportes essenciais para a
INOVAÇÃO
Lâmpada
Elétrica
Incandescente
Um artigo relativamente
simples, mas que causou (e
ainda causa) um enorme
impacto em nossas vidas.
Não importa que tipo de
lâmpada você usa em sua
casa, o fato é que o
ancestral delas é a criação
do cientista
estadunidense.
Estrada
de ferro
eletromagnética
Apesar de relativamente
pouco utilizadas no Brasil,
as estradas de ferros
eletromagnéticas surgem
como alternativa eficaz e
limpa para a mobilidade
urbana e também para o
trânsito entre cidades,
estados e países em várias
partes do mundo.
Rodas
de borracha
A roda é provavelmente a
mais revolucionária das
invenções humanas, mas
antes de Thomas Edison
ninguém havia registrado a
intenção de cobri-las de
borracha. Em sua época, os
veículos utilizavam rodas
de madeira sem nenhum
tipo de cobertura, o que,
convenhamos, causava
sérios riscos à segurança
dos passageiros.
Gravador
de voto
eletrográfico
A nossa urna eletrônica e outros
sistemas digitais de votação têm
como antepassado comum o
gravador de voto eletrográfico de
Thomas Edison, patenteado em
1869, quando ele tinha apenas 22
anos. Essa invenção, que foi sua
primeira patente, era conectada à
mesa do escriturário, e o eleitor
podia mover um tipo de metal
para marcar uma das
duas colunas (“sim” ou “não”)
em cada candidato.
O sinal elétrico era enviado à
mesa do escriturário e, em contato
com as substâncias químicas,
registrava o voto.
Caneta elétrica
de estêncil
Marcações e desenhos
na pele são coisas comuns na
história das mais diversas
sociedades humanas, nas
mais variadas épocas da
humanidade. Atualmente,
isso é feito com máquinas
modernas que riscam a pele
de forma precisa, mas talvez
você não saiba que isso
começou há 137 anos
justamente
com Thomas Edison.
“Eu aprendi muito mais
com os meus erros
do que com meus
acertos”
Thomas Edison
Mudança de Cultura
ou Cultura de Mudança?
As principais barreiras
Tecnologia
Economia
Pessoas
Gestão de inovação: O quê propor?
• De natureza TECNOLÓGICA
a tecnologia necessária para a produção ainda não está
suficientemente desenvolvida ou ainda não existe;
• De natureza ECONÔMICO-FINANCEIRA
a tecnologia existe no mercado, mas é dispendiosa,
a empresa não tem recursos financeiros que lhe
permitam investir na inovação, etc.;
• De natureza HUMANA
aspectos mais sutis onde estão intimamente
relacionados os processos internos da empresa
e a forma de operar seus recursos humanos.
https://www.portal-gestao.com/item/2713-barreiras-%C3%A0-inova%C3%A7%C3%A3o.html
“Organizações ainda consideram
pessoas como parte do problema,
em vez de a chave para solução”
(TIDD, BESSANT, PAVITT. Construindo a Organização Inovadora)
Como criar uma cultura
de inovação?
É necessário:
Focar os desafios “certos”;
Encontrar as soluções adequadas;
implementar as melhores soluções.
Capacidade de uma organização para mudar (ou seja,
inovar) depende da sua capacidade de identificar e
resolver os desafios [Stephen Shapiro].
Como criar uma cultura
de inovação?
03 portfólios:
Desafios;
Soluções;
Projetos;
Capacidade de uma organização para mudar (ou seja,
inovar) depende da sua capacidade de identificar e
resolver os desafios [Stephen Shapiro].
Para cada desafio, você precisa primeiro determinar qual o
mecanismo seria melhor produzir uma solução viável.
Eles podem ser desafios do marketing sobre a melhor forma
de descrever o seu produto para aumentar a quota de mercado.
Eles podem ser desafios de RH em torno de melhorar
o engajamento dos funcionários
Desafios
Reuniões com equipes internas ou individualmente
Brainstorming é muitas vezes a ferramenta de escolha.
Outsourcing
Terceirização da gestão para atuar em desafios que exigem
uma demanda mais específica.
Ex: Lançamento de um produto no mercado
Crowdsourcing interno/externo:
Modelo de produção que utiliza a inteligência
e os conhecimentos coletivos e voluntários,
para resolver problemas, criar conteúdo e soluções
ou desenvolver novas tecnologias,
assim como gerar fluxo de informação.
Soluções
Capacidade de tomar todas as soluções selecionadas
e transformá-los em programas ou projetos, de modo que eles
podem ser convertidos a partir de ideias em realidade.
Uma maneira de fazer isso acontecer é construindo,
experimentando e corrigindo.
Um processo onde você aprende fazendo.
Projetos
“(...) as ideias que desafiam
o status quo enfrentam uma luta árdua
para ganhar aceitação;
a inovação exige energia
e entusiasmo considerável
para superar barreiras desse tipo”
(TIDD, BESSANT, PAVITT. Construindo a Organização Inovadora)
Alexandre Graham Bell
A invenção do telefone (1975)
Alexandre Graham Bell
A inovação - fruto da ideia inicial
Gestão de inovação
em 08 dimensões
O octógono da inovação.
[Felipe Sherer, 25 dicas para tornar sua empresa mais inovadora,
portal Exame.com].
1. ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO
Coloque a inovação como uma prioridade estratégica;
Pense sua estratégia de inovação além dos produtos;
2. LIDERANÇA
Mobilize a liderança para potencializar a criatividade das equipes;
Faça das lideranças embaixadores da inovação;
3. CULTURA DE INOVAÇÃO
Esteja preparado para o fracasso e saiba administrar os erros;
Aprenda com as inovadoras;
Comece utilizando a abordagem “enxuta” - lean innovation;
Não desanime quando os problemas começarem a aparecer;
Dedique tempo para as atividades de inovação;
Crie um ambiente favorável para inovar;
4. PESSOAS
Sensibilize os colaboradores para a inovação;
Mapeie as competências dos inovadores em sua empresa;
5. PROCESSO DE INOVAÇÃO
Estabeleça o processo com etapas e critérios customizados para o negócio
da empresa;
Esteja ligado nos early adopters na hora de buscar novas oportunidades;
Busque inspiração em outros setores;
Estabeleça uma proposta de valor que resolva algum problema ou
potencialize um benefício ao consumidor;
Use ferramentas específicas para estruturar os projetos de inovação;
Trabalhe na qualificação das ideias recebidas;
Dê atenção a como comunicar para o mercado
as inovações desenvolvidas;
6. ESTRUTURA
Estabeleça um modelo de governança de acordo
com a estratégia de inovação;
Faça a gestão do portfolio de projetos inovadores;
Meça os resultados e outros indicadores de inovação;
7. PROCESSO DE INOVAÇÃO
Monte uma campanha de inovação aberta;
Inovação aberta também pode ser utilizada por e com PMEs;
8. FUNDING
Dedique-se a otimizar os investimentos em inovação;
#desafios
#aceitação
#envolvimento
#insistência
#renovação organizacional
#visão compartilhada
#comprometimento
#empoderamento
#aprendizado
#conhecimento
#processos
#cultura
#pessoas
#soluções#criatividade
#ideias
#projetos
#organizações
#comunicação
Os desafios da
Comunicação colaborativa
Lideranças
São incapazes de transmitir mensagens claras
sobre o direcionamento e a importância dos
projetos para as suas equipes
Indicadores de gestão organizacional apontam para a comunicação
como um dos principais fatores de insucesso em projetos e uma das
maiores barreiras à eficiência das organizações [Aberge (2008), PMI
(2007), Watson Wyat (2008)].
A mobilidade
da Comunicação
A capilaridade dos meios digitais, - a globalização, as novas
tecnologias da comunicação e um conjunto de outras mudanças
sociais, parecem conduzir à emergência de novos problemas
humanos, que por sua vez requerem uma nova maneira de pensar o
seu papel nas organizações.
Conquistas sociais
Tecnologias de informação
Poder de se comunicar / flexibilização
Interdependência / Produção de conteúdo
Em uma economia baseada em conhecimento,
em que a criatividade está em alta, as pessoas
são, realmente, o ativo mais importante
que uma empresa possui.
O desafio está então, em como iniciar a
construção de organizações em que tal
comportamento possa prosperar.
(TIDD, BESSANT, PAVITT. Construindo a Organização Inovadora)
Na prática
aborda problemas
tradicionais de negócio
sob multiplas
perspectivas, ajudando a
solucioná-los de maneira
mais efetiva, que conduz
a novos caminhos.
Design
Thinking
Significa levantar da cadeira, ir para a rua, trabalhar em
grupos, co-criar, ouvir o outro, construir sobre a ideia
dos outros e é claro, arriscar e experimentar.
Empatia é um conceito em ascensão, que é muito falado,
porém pouco praticado. Isso porque ser empático não é
fácil. Empatia significa se colocar no lugar da outra pessoa.
Ou seja, compreender a perspectiva psicológica do outro
como se fosse a sua.
Colaboração significa pensar conjuntamente, co-criar em
equipes multidisciplinares para que nosso pensamento e
capacidade de entendimento e acerto se multiplique.
Experimentação significa sair do campo das ideias, da fala.
Significa testar soluções, experimentá-las para evitar
problemas na fase de implementação.
O design Thinking
oferece um espaço para as ideias
emergirem sem pré-julgamentos, fazendo
com que o nosso cérebro seja forçado a
sair da sua zona de conforto, e, a partir daí,
enxergar futuros desejáveis…
Projeto Andorinha:
Uma experiência muito além do avião.
Gameficação:
Empresas encontram caminho para eficiência através de jogos.
A partir do tempo: 11min25seg até 15min40seg
A iniciativa do Fiat Mio mostrou, na prática, o quanto é importante desenvolver
canais eficientes de comunicação com os consumidores, capazes de ‘escutar’
e ‘dialogar’ com cada um deles.
“Meu Fiat”
Inovação aberta
O tema gestão inovação oferece um ângulo
desafiador para reflexão. É mais difícil evitar o
confronto em questões difíceis (mas
importantes) se existir um grupo de pares
estimulando e desafiando as respostas.
A importância da
aprendizagem nisso tudo
As transformações do mundo
É preciso estar atento!
O aprendizado em uma organização significa entender, compreender
e aprender com o passado e discuti-lo, com a finalidade de orientar
ações futuras. A ideia é difundir um conjunto de iniciativas, de
técnicas e de formas novas de comunicação que permita à
organização, ao entender o passado, antecipar o futuro.
[Fleury e Fleury, A GESTÃO DE COMPETÊNCIAS NAS ORGANIZAÇÕES
(1995, p.19)]
Novos materiais, virtualização,
mobilidade, etc
Tecnológica
Tendências de consumo,
novos modelos de negócio.
Mercadológica
Famílias menores, mais escolaridade,
maior renda, maior expectativa de vida.
Demográficas
O papel da mulher na sociedade,
casais homoafetivos, preocupação com a
segurança, culto ao corpo, preocupação
com a saúde, etc.
Sócio-culturais
“Não basta saber ler que Eva viu a uva.
É preciso compreender qual a posição
que Eva ocupa no seu contexto social,
quem trabalha para produzir a uva e
quem lucra com esse trabalho”
“Antes de ler as palavras é preciso ler o
mundo, compreendê-lo e interpretá-lo”
Paulo Freire
O Futuro Digital está aqui
Vídeos apresentados
Tarja Branca:
https://www.youtube.com/watch?v=dadvMzBqIdI
De onde vem as Boas ideias
https://www.youtube.com/watch?v=ICxBDZDQ7LQ
Projeto Andorinha:
https://www.youtube.com/watch?v=U2T0UhyQJjg
Gameficação
https://www.youtube.com/watch?v=6NWb6CVGA_M
Projeto Fiat Mio
https://www.youtube.com/watch?v=30MvxOoT2eM
O Futuro Digital está aqui
https://www.youtube.com/watch?v=jRwj6m2v654

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Empreendedorismo aula 1
Empreendedorismo   aula 1Empreendedorismo   aula 1
Empreendedorismo aula 1
 
Pós Marketing Competitivo, Criatividade e Inovação
Pós Marketing Competitivo, Criatividade e InovaçãoPós Marketing Competitivo, Criatividade e Inovação
Pós Marketing Competitivo, Criatividade e Inovação
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
Treinamento Liderança - Embali
Treinamento Liderança - EmbaliTreinamento Liderança - Embali
Treinamento Liderança - Embali
 
Treinamento sobre liderança
Treinamento sobre liderançaTreinamento sobre liderança
Treinamento sobre liderança
 
Oratória
OratóriaOratória
Oratória
 
Empreendedorismo 1 e 2
Empreendedorismo 1 e 2Empreendedorismo 1 e 2
Empreendedorismo 1 e 2
 
Palestra Inovação e Criatividade
Palestra Inovação e CriatividadePalestra Inovação e Criatividade
Palestra Inovação e Criatividade
 
Conceito de Inovação
Conceito de InovaçãoConceito de Inovação
Conceito de Inovação
 
O que são Startups?
O que são Startups? O que são Startups?
O que são Startups?
 
Aula 01 empreendedorismo
Aula 01 empreendedorismoAula 01 empreendedorismo
Aula 01 empreendedorismo
 
Aula 01 - INTRODUCAO - EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.ppt
Aula 01 - INTRODUCAO - EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.pptAula 01 - INTRODUCAO - EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.ppt
Aula 01 - INTRODUCAO - EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.ppt
 
Aula gestão da inovação
Aula gestão da inovaçãoAula gestão da inovação
Aula gestão da inovação
 
Jogos de criatividade
Jogos de criatividadeJogos de criatividade
Jogos de criatividade
 
Criatividade e Inovaçao
Criatividade e InovaçaoCriatividade e Inovaçao
Criatividade e Inovaçao
 
Trabalho em equipe
Trabalho em equipeTrabalho em equipe
Trabalho em equipe
 
Relacionamento interpessoal e equipes de trabalho
Relacionamento interpessoal e equipes de trabalhoRelacionamento interpessoal e equipes de trabalho
Relacionamento interpessoal e equipes de trabalho
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
Apostilha Empreendedorismo senai
Apostilha Empreendedorismo senaiApostilha Empreendedorismo senai
Apostilha Empreendedorismo senai
 
Analise swot
Analise swotAnalise swot
Analise swot
 

Destaque

Framework de Inovação (e Roadmap) para Gestão Estratégica da Inovação
Framework de Inovação (e Roadmap)  para Gestão Estratégica da Inovação Framework de Inovação (e Roadmap)  para Gestão Estratégica da Inovação
Framework de Inovação (e Roadmap) para Gestão Estratégica da Inovação PROF YOGUI, R
 
Estrategia de Inovação e Empreendedorismos - Gestão Estratégica de Negocios
Estrategia de Inovação e Empreendedorismos - Gestão Estratégica de NegociosEstrategia de Inovação e Empreendedorismos - Gestão Estratégica de Negocios
Estrategia de Inovação e Empreendedorismos - Gestão Estratégica de Negociosmolina_bruna
 
O Processo de Inovação nas Organizações - Inovar para Crescer
O Processo de Inovação nas Organizações - Inovar para CrescerO Processo de Inovação nas Organizações - Inovar para Crescer
O Processo de Inovação nas Organizações - Inovar para CrescerJoão Gretzitz
 
Inovação Disruptiva - Conceitos Essenciais
Inovação Disruptiva - Conceitos EssenciaisInovação Disruptiva - Conceitos Essenciais
Inovação Disruptiva - Conceitos EssenciaisHudson Augusto
 
Marcelo salgado case @alobradesco
Marcelo salgado   case @alobradescoMarcelo salgado   case @alobradesco
Marcelo salgado case @alobradescoVarejo 2.0
 
Inovação e empreendedorismo na gestão governamental
Inovação e empreendedorismo  na gestão governamentalInovação e empreendedorismo  na gestão governamental
Inovação e empreendedorismo na gestão governamentalFernando Alcoforado
 
Plano de Produção, RH e Contabilidade
Plano de Produção, RH e ContabilidadePlano de Produção, RH e Contabilidade
Plano de Produção, RH e ContabilidadeCelso Afonso
 
Meio Ambiente e Sustentabilidade em debate: Qual é o papel da igreja?
Meio Ambiente e Sustentabilidade em debate: Qual é o papel da igreja?Meio Ambiente e Sustentabilidade em debate: Qual é o papel da igreja?
Meio Ambiente e Sustentabilidade em debate: Qual é o papel da igreja?Luiz Henrique Campanha
 
WDL cartão de visitas tamanhos e medidas
WDL cartão de visitas tamanhos e medidasWDL cartão de visitas tamanhos e medidas
WDL cartão de visitas tamanhos e medidasWe Do Logos
 
Gestao da Inovacao - Processo e Projeto de Inovacao
Gestao da Inovacao - Processo e Projeto de InovacaoGestao da Inovacao - Processo e Projeto de Inovacao
Gestao da Inovacao - Processo e Projeto de InovacaoKenneth Corrêa
 
Aula 04 - Inovação e Criatividade
Aula 04 - Inovação e CriatividadeAula 04 - Inovação e Criatividade
Aula 04 - Inovação e CriatividadeGustavo Zanotto
 
Inovação
InovaçãoInovação
Inovaçãogmktipam
 
Apresentação sobre Gestão da Inovação e da Criatividade
Apresentação sobre Gestão da Inovação e da CriatividadeApresentação sobre Gestão da Inovação e da Criatividade
Apresentação sobre Gestão da Inovação e da CriatividadeLevi Tancredo
 
Conceitos e Modelos de Inovação
Conceitos e Modelos de InovaçãoConceitos e Modelos de Inovação
Conceitos e Modelos de InovaçãoCarlos Yukimura
 
Palestra criatividade
Palestra criatividadePalestra criatividade
Palestra criatividadeKaduLima
 
Técnicas para geração de ideias
Técnicas para geração de ideiasTécnicas para geração de ideias
Técnicas para geração de ideiasJosé Henrique Lopes
 
Aula 11 Criatividade e Inovação
Aula 11 Criatividade e InovaçãoAula 11 Criatividade e Inovação
Aula 11 Criatividade e InovaçãoCarlos Alves
 

Destaque (20)

10 Faces da Inovação
10 Faces da Inovação10 Faces da Inovação
10 Faces da Inovação
 
Framework de Inovação (e Roadmap) para Gestão Estratégica da Inovação
Framework de Inovação (e Roadmap)  para Gestão Estratégica da Inovação Framework de Inovação (e Roadmap)  para Gestão Estratégica da Inovação
Framework de Inovação (e Roadmap) para Gestão Estratégica da Inovação
 
Estrategia de Inovação e Empreendedorismos - Gestão Estratégica de Negocios
Estrategia de Inovação e Empreendedorismos - Gestão Estratégica de NegociosEstrategia de Inovação e Empreendedorismos - Gestão Estratégica de Negocios
Estrategia de Inovação e Empreendedorismos - Gestão Estratégica de Negocios
 
O Processo de Inovação nas Organizações - Inovar para Crescer
O Processo de Inovação nas Organizações - Inovar para CrescerO Processo de Inovação nas Organizações - Inovar para Crescer
O Processo de Inovação nas Organizações - Inovar para Crescer
 
Inovação social
Inovação socialInovação social
Inovação social
 
Inovação Disruptiva - Conceitos Essenciais
Inovação Disruptiva - Conceitos EssenciaisInovação Disruptiva - Conceitos Essenciais
Inovação Disruptiva - Conceitos Essenciais
 
Marcelo salgado case @alobradesco
Marcelo salgado   case @alobradescoMarcelo salgado   case @alobradesco
Marcelo salgado case @alobradesco
 
Inovação e empreendedorismo na gestão governamental
Inovação e empreendedorismo  na gestão governamentalInovação e empreendedorismo  na gestão governamental
Inovação e empreendedorismo na gestão governamental
 
Plano de Produção, RH e Contabilidade
Plano de Produção, RH e ContabilidadePlano de Produção, RH e Contabilidade
Plano de Produção, RH e Contabilidade
 
Meio Ambiente e Sustentabilidade em debate: Qual é o papel da igreja?
Meio Ambiente e Sustentabilidade em debate: Qual é o papel da igreja?Meio Ambiente e Sustentabilidade em debate: Qual é o papel da igreja?
Meio Ambiente e Sustentabilidade em debate: Qual é o papel da igreja?
 
WDL cartão de visitas tamanhos e medidas
WDL cartão de visitas tamanhos e medidasWDL cartão de visitas tamanhos e medidas
WDL cartão de visitas tamanhos e medidas
 
Gestao da Inovacao - Processo e Projeto de Inovacao
Gestao da Inovacao - Processo e Projeto de InovacaoGestao da Inovacao - Processo e Projeto de Inovacao
Gestao da Inovacao - Processo e Projeto de Inovacao
 
Aula 04 - Inovação e Criatividade
Aula 04 - Inovação e CriatividadeAula 04 - Inovação e Criatividade
Aula 04 - Inovação e Criatividade
 
Inovação
InovaçãoInovação
Inovação
 
Apresentação sobre Gestão da Inovação e da Criatividade
Apresentação sobre Gestão da Inovação e da CriatividadeApresentação sobre Gestão da Inovação e da Criatividade
Apresentação sobre Gestão da Inovação e da Criatividade
 
Conceitos e Modelos de Inovação
Conceitos e Modelos de InovaçãoConceitos e Modelos de Inovação
Conceitos e Modelos de Inovação
 
Palestra criatividade
Palestra criatividadePalestra criatividade
Palestra criatividade
 
Técnicas para geração de ideias
Técnicas para geração de ideiasTécnicas para geração de ideias
Técnicas para geração de ideias
 
Aula 11 Criatividade e Inovação
Aula 11 Criatividade e InovaçãoAula 11 Criatividade e Inovação
Aula 11 Criatividade e Inovação
 
Inovação e Competitividade
Inovação e CompetitividadeInovação e Competitividade
Inovação e Competitividade
 

Semelhante a Cultura de Inovação - Comunicação organizacional e digital: aportes para inovação

FGV/EAESP - Caderno de Inovacao | Vol. 13 - Março de 2014
FGV/EAESP - Caderno de Inovacao | Vol. 13 - Março de 2014FGV/EAESP - Caderno de Inovacao | Vol. 13 - Março de 2014
FGV/EAESP - Caderno de Inovacao | Vol. 13 - Março de 2014FGV | Fundação Getulio Vargas
 
Open ideo OutPost - SP
Open ideo OutPost - SPOpen ideo OutPost - SP
Open ideo OutPost - SPNatalia Lion
 
Toolkit de design thinking Nestea
Toolkit de design thinking NesteaToolkit de design thinking Nestea
Toolkit de design thinking NesteaColaborativismo
 
Crowdsourcing e empresas
Crowdsourcing e empresasCrowdsourcing e empresas
Crowdsourcing e empresasAndrei Scheiner
 
De onde vêm as boas ideias de negocio?
De onde vêm as boas ideias de negocio?De onde vêm as boas ideias de negocio?
De onde vêm as boas ideias de negocio?Giba Canto
 
Como os Banco Inovam. Tendências, Ideias e Oportunidades
Como os Banco Inovam. Tendências, Ideias e OportunidadesComo os Banco Inovam. Tendências, Ideias e Oportunidades
Como os Banco Inovam. Tendências, Ideias e OportunidadesRildo (@rildosan) Santos
 
Empreendedorismo e Ecoempreededorismo
Empreendedorismo e EcoempreededorismoEmpreendedorismo e Ecoempreededorismo
Empreendedorismo e EcoempreededorismoFernando Vasconcelos
 
A disciplina da inovacao
A disciplina da inovacaoA disciplina da inovacao
A disciplina da inovacaoLuca Bastos
 
Apresentação 'Como inovar?' Evento Youth2Business AIESEC - Maio 2012
Apresentação 'Como inovar?' Evento Youth2Business AIESEC - Maio 2012Apresentação 'Como inovar?' Evento Youth2Business AIESEC - Maio 2012
Apresentação 'Como inovar?' Evento Youth2Business AIESEC - Maio 2012Carolina de Andrade
 
Novas Tecnologias
Novas TecnologiasNovas Tecnologias
Novas Tecnologiasspidi_pt
 
Hub Escola: O que há por trás das grandes comunidades?
Hub Escola: O que há por trás das grandes comunidades?Hub Escola: O que há por trás das grandes comunidades?
Hub Escola: O que há por trás das grandes comunidades?1+1>2 Marketing Digital
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
EmpreendedorismoClara Simao
 
Projeto de GC no chão de fábrica
Projeto de GC no chão de fábricaProjeto de GC no chão de fábrica
Projeto de GC no chão de fábricainovaDay .
 
Empreendedorismo gerando valor com a inovação
Empreendedorismo gerando valor com a inovaçãoEmpreendedorismo gerando valor com a inovação
Empreendedorismo gerando valor com a inovaçãoNelson Brazys
 

Semelhante a Cultura de Inovação - Comunicação organizacional e digital: aportes para inovação (20)

Semana de MKT: Marketing ou Inovação, qual surgiu primeiro?
Semana de MKT: Marketing ou Inovação, qual surgiu primeiro?Semana de MKT: Marketing ou Inovação, qual surgiu primeiro?
Semana de MKT: Marketing ou Inovação, qual surgiu primeiro?
 
FGV/EAESP - Caderno de Inovacao | Vol. 13 - Março de 2014
FGV/EAESP - Caderno de Inovacao | Vol. 13 - Março de 2014FGV/EAESP - Caderno de Inovacao | Vol. 13 - Março de 2014
FGV/EAESP - Caderno de Inovacao | Vol. 13 - Março de 2014
 
Open ideo OutPost - SP
Open ideo OutPost - SPOpen ideo OutPost - SP
Open ideo OutPost - SP
 
Aula Curso Gerente de E-Commerce
Aula Curso Gerente de E-CommerceAula Curso Gerente de E-Commerce
Aula Curso Gerente de E-Commerce
 
Toolkit de design thinking Nestea
Toolkit de design thinking NesteaToolkit de design thinking Nestea
Toolkit de design thinking Nestea
 
Crowdsourcing e empresas
Crowdsourcing e empresasCrowdsourcing e empresas
Crowdsourcing e empresas
 
De onde vêm as boas ideias de negocio?
De onde vêm as boas ideias de negocio?De onde vêm as boas ideias de negocio?
De onde vêm as boas ideias de negocio?
 
Inovação
InovaçãoInovação
Inovação
 
Como os Banco Inovam. Tendências, Ideias e Oportunidades
Como os Banco Inovam. Tendências, Ideias e OportunidadesComo os Banco Inovam. Tendências, Ideias e Oportunidades
Como os Banco Inovam. Tendências, Ideias e Oportunidades
 
7trab criatividade
7trab criatividade7trab criatividade
7trab criatividade
 
Empreendedorismo e Ecoempreededorismo
Empreendedorismo e EcoempreededorismoEmpreendedorismo e Ecoempreededorismo
Empreendedorismo e Ecoempreededorismo
 
Trab inovação
Trab inovaçãoTrab inovação
Trab inovação
 
A disciplina da inovacao
A disciplina da inovacaoA disciplina da inovacao
A disciplina da inovacao
 
Apresentação 'Como inovar?' Evento Youth2Business AIESEC - Maio 2012
Apresentação 'Como inovar?' Evento Youth2Business AIESEC - Maio 2012Apresentação 'Como inovar?' Evento Youth2Business AIESEC - Maio 2012
Apresentação 'Como inovar?' Evento Youth2Business AIESEC - Maio 2012
 
Novas Tecnologias
Novas TecnologiasNovas Tecnologias
Novas Tecnologias
 
Hub Escola: O que há por trás das grandes comunidades?
Hub Escola: O que há por trás das grandes comunidades?Hub Escola: O que há por trás das grandes comunidades?
Hub Escola: O que há por trás das grandes comunidades?
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
Projeto de GC no chão de fábrica
Projeto de GC no chão de fábricaProjeto de GC no chão de fábrica
Projeto de GC no chão de fábrica
 
Apresentação Daniel 18/07/2014
Apresentação Daniel 18/07/2014Apresentação Daniel 18/07/2014
Apresentação Daniel 18/07/2014
 
Empreendedorismo gerando valor com a inovação
Empreendedorismo gerando valor com a inovaçãoEmpreendedorismo gerando valor com a inovação
Empreendedorismo gerando valor com a inovação
 

Último

"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdf
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdfO que é literatura - Marisa Lajolo com.pdf
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdfGisellySobral
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docCarolineWaitman
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASricardo644666
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...Eró Cunha
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024azulassessoria9
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxKeslleyAFerreira
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...marioeugenio8
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja Mary Alvarenga
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfGisellySobral
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Pauloririg29454
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 

Último (20)

"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdf
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdfO que é literatura - Marisa Lajolo com.pdf
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdf
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 

Cultura de Inovação - Comunicação organizacional e digital: aportes para inovação

  • 2.
  • 3.
  • 4. Comunicação Dando direção e conduzindo o processo de mudança num cenário caótico, confuso, veloz e complexo
  • 5. Principais referências bibliográficas • Práticas Sociais, Cultura e Inovação: três conceitos associados. [SOUZA, LUCAS, TORRES] • Construindo a organização inovadora. [TIDD, BESSANT, PAVITT] • Cultura de inovação. [TIDD, BESSANT, PAVITT] • How to create a cultura of innovation. [SHAPIRO] • Design Think, Inovação em Negócios. [MAURÍCIO VIANNA YSMAR VIANNA ISABEL K. ADLER BRENDA LUCENA BEATRIZ RUSSO]
  • 6. Práticas sociais Cultura e Inovação Cultura Nacional O que ela traz de bom ou ruim para a inovação
  • 7. Conhecimento e aprendizagem O ato do brincar O primeiro contato do ser humano com o mundo social
  • 9. A importância das brincadeiras na evolução dos processos de desenvolvimento humano.
  • 10. SANTOS, Santa Marli Pires dos - Brinquedoteca: a criança, o adulto e o lúdico. Vozes, 2ª. Ed. RJ, 2000. A LUDICIDADE está sendo estudada como um processo de suma importância no desenvolvimento humano. Na opinião de SANTOS (2000, p. 18), tanto PIAGET, como WALLON, VTGOTSKY e outros, atribuíram ao brincar da criança um papel decisivo na evolução dos processos de desenvolvimento humano, como maturação e aprendizagem, embora com enfoques diferentes.
  • 11. CUNHA, Nylse Helena Silva. Brinquedoteca, um mergulho no brincar. 3ª. ed. Vetor, S. Paulo, Brasil, 2001. CUNHA (2001, p. 14) constata que atualmente as crianças não têm um pátio para brincar. Superfamiliarizadas com videogames, televisão e computador, não conhecem o prazer de CRIAR brinquedos com caixinhas e latas, botões e madeirinhas. Nem mesmo jogos de montar.
  • 12. “as emoções dependem fundamentalmente da organização dos espaços para se manifestarem” A construção do “EU” na teoria de Wallon depende essencialmente do outro. Seja para ser referência, seja para ser negado. Ferrari, Márcio (2014), "Henri Wallon, o educador integral " Página consultada em 10 de Março de 2015, <http://revistaescola.abril.com.br/formacao/educador-integral-423298.shtml?page=0>.
  • 13. Inovação Ideias Mas afinal, de onde vem as boas ideias? Inovação é como uma equação. Ela seria a soma de ideias com ações que acaba desencadeando uma repercussão prática.
  • 14. De onde vem as boas idéias? Steven Jonhson
  • 15. Borba, Gustavo (2013), "A escola deveria ser um laboratório de falhas" Página consultada em 10 de Março de 2015, <http://porvir.org/porpensar/a-escola-deveria-ser-um-laboratorio-de-falhas/20131009>. Inovação # Invenção É comum pessoas confundirem inovação com invenção. A principal diferença, no entanto, é que, enquanto a invenção é representada por uma ideia sem resultado prático, a inovação pressupõe um ciclo mais amplo. Ela interliga a ideia à ação, desdobrando-se num resultado.
  • 16. Ex: Gutemberg Conhecimento é a matéria prima das novas ideias O que você faz com o seu?
  • 17. Gutemberg associou dois princípios independentes: A PRENSA DE VINHO e o CUNHO DE IMPRIMIR MOEDAS para criar uma ideia nova. O cunho tinha por finalidade imprimir uma superfície pequena como a de uma moeda de ouro. A função da prensa de vinho era e ainda é, fazer pressão sobre uma grande superfície a fim de extrair o suco de uvas. Um dia, Gutemberg se perguntou: e se eu pegasse esses cunhos de moedas e colocasse vários sob pressão na prensa de vinho? SERÁ QUE A IMAGEM FICARIA IMPRESSA NO PAPEL? Oech, Roger Von – Um Toc Toc na Cuca “Tecnicas para quem quer ter mais criatividade na vida”, p. 18 Ed. Cultura – 1988.
  • 18. + =
  • 19.
  • 20.
  • 21. Alguns exemplos de invenções de Thomas Edison que ainda utilizamos hoje INFORMAÇÃO + CONHECIMENTO são os passaportes essenciais para a INOVAÇÃO
  • 22. Lâmpada Elétrica Incandescente Um artigo relativamente simples, mas que causou (e ainda causa) um enorme impacto em nossas vidas. Não importa que tipo de lâmpada você usa em sua casa, o fato é que o ancestral delas é a criação do cientista estadunidense.
  • 23. Estrada de ferro eletromagnética Apesar de relativamente pouco utilizadas no Brasil, as estradas de ferros eletromagnéticas surgem como alternativa eficaz e limpa para a mobilidade urbana e também para o trânsito entre cidades, estados e países em várias partes do mundo.
  • 24. Rodas de borracha A roda é provavelmente a mais revolucionária das invenções humanas, mas antes de Thomas Edison ninguém havia registrado a intenção de cobri-las de borracha. Em sua época, os veículos utilizavam rodas de madeira sem nenhum tipo de cobertura, o que, convenhamos, causava sérios riscos à segurança dos passageiros.
  • 25. Gravador de voto eletrográfico A nossa urna eletrônica e outros sistemas digitais de votação têm como antepassado comum o gravador de voto eletrográfico de Thomas Edison, patenteado em 1869, quando ele tinha apenas 22 anos. Essa invenção, que foi sua primeira patente, era conectada à mesa do escriturário, e o eleitor podia mover um tipo de metal para marcar uma das duas colunas (“sim” ou “não”) em cada candidato. O sinal elétrico era enviado à mesa do escriturário e, em contato com as substâncias químicas, registrava o voto.
  • 26. Caneta elétrica de estêncil Marcações e desenhos na pele são coisas comuns na história das mais diversas sociedades humanas, nas mais variadas épocas da humanidade. Atualmente, isso é feito com máquinas modernas que riscam a pele de forma precisa, mas talvez você não saiba que isso começou há 137 anos justamente com Thomas Edison.
  • 27. “Eu aprendi muito mais com os meus erros do que com meus acertos” Thomas Edison
  • 28. Mudança de Cultura ou Cultura de Mudança? As principais barreiras Tecnologia Economia Pessoas Gestão de inovação: O quê propor?
  • 29. • De natureza TECNOLÓGICA a tecnologia necessária para a produção ainda não está suficientemente desenvolvida ou ainda não existe; • De natureza ECONÔMICO-FINANCEIRA a tecnologia existe no mercado, mas é dispendiosa, a empresa não tem recursos financeiros que lhe permitam investir na inovação, etc.; • De natureza HUMANA aspectos mais sutis onde estão intimamente relacionados os processos internos da empresa e a forma de operar seus recursos humanos. https://www.portal-gestao.com/item/2713-barreiras-%C3%A0-inova%C3%A7%C3%A3o.html
  • 30. “Organizações ainda consideram pessoas como parte do problema, em vez de a chave para solução” (TIDD, BESSANT, PAVITT. Construindo a Organização Inovadora)
  • 31. Como criar uma cultura de inovação? É necessário: Focar os desafios “certos”; Encontrar as soluções adequadas; implementar as melhores soluções. Capacidade de uma organização para mudar (ou seja, inovar) depende da sua capacidade de identificar e resolver os desafios [Stephen Shapiro].
  • 32. Como criar uma cultura de inovação? 03 portfólios: Desafios; Soluções; Projetos; Capacidade de uma organização para mudar (ou seja, inovar) depende da sua capacidade de identificar e resolver os desafios [Stephen Shapiro].
  • 33. Para cada desafio, você precisa primeiro determinar qual o mecanismo seria melhor produzir uma solução viável. Eles podem ser desafios do marketing sobre a melhor forma de descrever o seu produto para aumentar a quota de mercado. Eles podem ser desafios de RH em torno de melhorar o engajamento dos funcionários Desafios
  • 34. Reuniões com equipes internas ou individualmente Brainstorming é muitas vezes a ferramenta de escolha. Outsourcing Terceirização da gestão para atuar em desafios que exigem uma demanda mais específica. Ex: Lançamento de um produto no mercado Crowdsourcing interno/externo: Modelo de produção que utiliza a inteligência e os conhecimentos coletivos e voluntários, para resolver problemas, criar conteúdo e soluções ou desenvolver novas tecnologias, assim como gerar fluxo de informação. Soluções
  • 35.
  • 36. Capacidade de tomar todas as soluções selecionadas e transformá-los em programas ou projetos, de modo que eles podem ser convertidos a partir de ideias em realidade. Uma maneira de fazer isso acontecer é construindo, experimentando e corrigindo. Um processo onde você aprende fazendo. Projetos
  • 37. “(...) as ideias que desafiam o status quo enfrentam uma luta árdua para ganhar aceitação; a inovação exige energia e entusiasmo considerável para superar barreiras desse tipo” (TIDD, BESSANT, PAVITT. Construindo a Organização Inovadora)
  • 38. Alexandre Graham Bell A invenção do telefone (1975)
  • 39. Alexandre Graham Bell A inovação - fruto da ideia inicial
  • 40.
  • 41.
  • 42. Gestão de inovação em 08 dimensões O octógono da inovação. [Felipe Sherer, 25 dicas para tornar sua empresa mais inovadora, portal Exame.com].
  • 43. 1. ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO Coloque a inovação como uma prioridade estratégica; Pense sua estratégia de inovação além dos produtos;
  • 44. 2. LIDERANÇA Mobilize a liderança para potencializar a criatividade das equipes; Faça das lideranças embaixadores da inovação;
  • 45. 3. CULTURA DE INOVAÇÃO Esteja preparado para o fracasso e saiba administrar os erros; Aprenda com as inovadoras; Comece utilizando a abordagem “enxuta” - lean innovation; Não desanime quando os problemas começarem a aparecer; Dedique tempo para as atividades de inovação; Crie um ambiente favorável para inovar;
  • 46. 4. PESSOAS Sensibilize os colaboradores para a inovação; Mapeie as competências dos inovadores em sua empresa;
  • 47. 5. PROCESSO DE INOVAÇÃO Estabeleça o processo com etapas e critérios customizados para o negócio da empresa; Esteja ligado nos early adopters na hora de buscar novas oportunidades; Busque inspiração em outros setores; Estabeleça uma proposta de valor que resolva algum problema ou potencialize um benefício ao consumidor; Use ferramentas específicas para estruturar os projetos de inovação; Trabalhe na qualificação das ideias recebidas; Dê atenção a como comunicar para o mercado as inovações desenvolvidas;
  • 48. 6. ESTRUTURA Estabeleça um modelo de governança de acordo com a estratégia de inovação; Faça a gestão do portfolio de projetos inovadores; Meça os resultados e outros indicadores de inovação;
  • 49. 7. PROCESSO DE INOVAÇÃO Monte uma campanha de inovação aberta; Inovação aberta também pode ser utilizada por e com PMEs;
  • 50. 8. FUNDING Dedique-se a otimizar os investimentos em inovação;
  • 52. Os desafios da Comunicação colaborativa Lideranças São incapazes de transmitir mensagens claras sobre o direcionamento e a importância dos projetos para as suas equipes Indicadores de gestão organizacional apontam para a comunicação como um dos principais fatores de insucesso em projetos e uma das maiores barreiras à eficiência das organizações [Aberge (2008), PMI (2007), Watson Wyat (2008)].
  • 53. A mobilidade da Comunicação A capilaridade dos meios digitais, - a globalização, as novas tecnologias da comunicação e um conjunto de outras mudanças sociais, parecem conduzir à emergência de novos problemas humanos, que por sua vez requerem uma nova maneira de pensar o seu papel nas organizações. Conquistas sociais Tecnologias de informação Poder de se comunicar / flexibilização Interdependência / Produção de conteúdo
  • 54. Em uma economia baseada em conhecimento, em que a criatividade está em alta, as pessoas são, realmente, o ativo mais importante que uma empresa possui. O desafio está então, em como iniciar a construção de organizações em que tal comportamento possa prosperar. (TIDD, BESSANT, PAVITT. Construindo a Organização Inovadora)
  • 56. aborda problemas tradicionais de negócio sob multiplas perspectivas, ajudando a solucioná-los de maneira mais efetiva, que conduz a novos caminhos. Design Thinking
  • 57. Significa levantar da cadeira, ir para a rua, trabalhar em grupos, co-criar, ouvir o outro, construir sobre a ideia dos outros e é claro, arriscar e experimentar. Empatia é um conceito em ascensão, que é muito falado, porém pouco praticado. Isso porque ser empático não é fácil. Empatia significa se colocar no lugar da outra pessoa. Ou seja, compreender a perspectiva psicológica do outro como se fosse a sua. Colaboração significa pensar conjuntamente, co-criar em equipes multidisciplinares para que nosso pensamento e capacidade de entendimento e acerto se multiplique. Experimentação significa sair do campo das ideias, da fala. Significa testar soluções, experimentá-las para evitar problemas na fase de implementação.
  • 58. O design Thinking oferece um espaço para as ideias emergirem sem pré-julgamentos, fazendo com que o nosso cérebro seja forçado a sair da sua zona de conforto, e, a partir daí, enxergar futuros desejáveis…
  • 59. Projeto Andorinha: Uma experiência muito além do avião.
  • 60. Gameficação: Empresas encontram caminho para eficiência através de jogos. A partir do tempo: 11min25seg até 15min40seg
  • 61.
  • 62. A iniciativa do Fiat Mio mostrou, na prática, o quanto é importante desenvolver canais eficientes de comunicação com os consumidores, capazes de ‘escutar’ e ‘dialogar’ com cada um deles.
  • 64. O tema gestão inovação oferece um ângulo desafiador para reflexão. É mais difícil evitar o confronto em questões difíceis (mas importantes) se existir um grupo de pares estimulando e desafiando as respostas.
  • 65. A importância da aprendizagem nisso tudo As transformações do mundo É preciso estar atento! O aprendizado em uma organização significa entender, compreender e aprender com o passado e discuti-lo, com a finalidade de orientar ações futuras. A ideia é difundir um conjunto de iniciativas, de técnicas e de formas novas de comunicação que permita à organização, ao entender o passado, antecipar o futuro. [Fleury e Fleury, A GESTÃO DE COMPETÊNCIAS NAS ORGANIZAÇÕES (1995, p.19)]
  • 67. Tendências de consumo, novos modelos de negócio. Mercadológica
  • 68. Famílias menores, mais escolaridade, maior renda, maior expectativa de vida. Demográficas
  • 69. O papel da mulher na sociedade, casais homoafetivos, preocupação com a segurança, culto ao corpo, preocupação com a saúde, etc. Sócio-culturais
  • 70. “Não basta saber ler que Eva viu a uva. É preciso compreender qual a posição que Eva ocupa no seu contexto social, quem trabalha para produzir a uva e quem lucra com esse trabalho” “Antes de ler as palavras é preciso ler o mundo, compreendê-lo e interpretá-lo” Paulo Freire
  • 71. O Futuro Digital está aqui
  • 72. Vídeos apresentados Tarja Branca: https://www.youtube.com/watch?v=dadvMzBqIdI De onde vem as Boas ideias https://www.youtube.com/watch?v=ICxBDZDQ7LQ Projeto Andorinha: https://www.youtube.com/watch?v=U2T0UhyQJjg Gameficação https://www.youtube.com/watch?v=6NWb6CVGA_M Projeto Fiat Mio https://www.youtube.com/watch?v=30MvxOoT2eM O Futuro Digital está aqui https://www.youtube.com/watch?v=jRwj6m2v654