O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Hub Escola: O que há por trás das grandes comunidades?

667 visualizações

Publicada em

Apresentação feita no Hub Escola de Inverno, no dia 26/jul/2011, em São Paulo.

Publicada em: Negócios
  • Seja o primeiro a comentar

Hub Escola: O que há por trás das grandes comunidades?

  1. 1. O que há por trás das grandes comunidades?<br />Tiago Amaral<br />26/julho/2011<br />
  2. 2. Qual a primeira coisa que vem à sua cabeça quando alguém fala “comunidade”?<br />
  3. 3.
  4. 4. Pra quê servem as comunidades?<br />
  5. 5. Para compartilhar<br />
  6. 6. EcoBici, sistema de compartilhamento de bicicletasnaCidade do México.<br />https://www.ecobici.df.gob.mx/<br />
  7. 7. Couchsurfing<br />
  8. 8. Acelerar a INOVAÇÃO<br />http://gri3v3r.deviantart.com/art/Innovation-80707124?q=boost%3Apopular%20innovation&qo=12<br />
  9. 9. “Portoda a História, a inovaçãosurgiuquandogrupos de cientistas, empreendedoresouintelectuais se conectaramregularmente.”<br />Chris Anderson<br />Curador do TED<br />3000 a.C.<br />Rotas de Comércio<br />1900<br />Grandes Cidades<br />1500<br />Revolução Científica<br />1990<br />Código Aberto<br />1600<br />Casas de Café<br />2010<br />Vídeos Online<br />http://www.wired.com/magazine/2010/12/ff_tedvideos/all/1<br />
  10. 10. The Hub! <br />
  11. 11. Competir<br />Competir contra uma comunidade <br />é muito mais difícil... <br />http://www.flickr.com/photos/emayoh/2352693056/<br />
  12. 12.
  13. 13. Liberar a PAIXÃO das pessoas! <br />Criar uma organização em que <br />todos dão o melhor de si. <br />
  14. 14. http://legendas.tv<br />
  15. 15. “Os legenders não ganham nada, além da satisfação de um trabalho bem feito e de poder disponibilizar legendas para que as pessoas possam assistir séries  mesmo sem saber falar inglês. A nossa motivação é o retorno que temos do fãs, que sempre nos apoiam e nos dão força para continuar.”<br />flaviamar<br />Legendadores InSUBS<br />http://1mais1maiorque2.com.br/2011/02/17/entrevista-com-a-comunidade-de-legendadores-insubs/<br />
  16. 16. DarSUPER PODERESàs pessoas<br />Mais pessoas estão descobrindo que podem fazer coisas que antes eram impossíveis...<br />http://disney.go.com/disneyvideos/animatedfilms/incredibles/<br />
  17. 17. ...como criar uma enciclopédia grátis e gigantesca<br />http://www.wikipedia.org/<br />
  18. 18. Clube de Autores<br />http://www.clubedeautores.com.br<br />
  19. 19. O que é uma comunidade?<br />
  20. 20. O que é uma comunidade?<br />Um grupo de pessoas que compartilham algo importante e interagempara alcançar interesses comuns.<br />
  21. 21.
  22. 22.
  23. 23. ComunidadeXAudiência<br />Membros<br />Baseado na Interação<br />O importante é a participação ativa<br />Chave: senso de propriedade e relacionamento entre os membros<br /><ul><li>Seguidores, multidão, espectadores
  24. 24. Baseado na Participação
  25. 25. A quantidade é mais importante que a participação
  26. 26. Chave: Conteúdo e a mecânica de participação </li></li></ul><li>ComunidadesXPlataformas<br />Twitter, Facebook, Orkut não são comunidades<br />Mídias Sociais são ferramentas para criar audiências<br />Redes Sociais não dependem de plataformas<br />
  27. 27. O que há por trás das grandes comunidades?<br />
  28. 28. #1.<br />Tempo e Massa Crítica<br />
  29. 29. O que acontece frequentemente<br />As empresas lançam uma comunidade como fariam com um produto<br />
  30. 30. Ovo ou Galinha?<br />Conteúdo e Atividades<br /> Interessantes<br />Mais<br /> Membros<br />
  31. 31. Massa Crítica<br />“Atingir a massa crítica é alcançar um número a partir do qual o crescimento se torna auto sustentável”<br />Porém, esse número não é relativo à quantidade de membros, mas sim, ao volume de atividades numa comunidade.<br />
  32. 32. Como acelerar esse processo?<br />Toda comunidade tem um grupo central de membros<br />Uma forma de acelerar esse processo é contar com Membros Fundadores<br />Ao invés de criar uma comunidade para os membros, você a cria com os membros.<br />Os benefícios para estes membros são diferentes<br />Você garante que sua contribuição excepcional seja recompensada com um status diferenciado<br />
  33. 33. #2.<br />A “cola” que une as pessoas<br />
  34. 34. Forte Interesse em Comum<br />Coisasemque as pessoas:<br />Investemmuito tempo<br />Investemmuitodinheiro<br />Provocamuma forte reaçãoemocional (causa)<br />Representasuaidentidade (grupo, status)<br />Buscamumaresposta a um problemaespecífico (suporte, reclamação, reinvidicação)<br />
  35. 35. Ex de comunidade com um motivador relevante (harley davidson, apple)<br />o<br />
  36. 36. O que fazer se esse não é o caso da sua organização?<br />Desenvolva uma comunidade com base:<br />No benefício<br />No segmento, nicho de mercado<br />Alie-se a outras organizações!<br />
  37. 37.
  38. 38. Se Juntar X Participar<br />Muitas vezes, as organizações se concentram no número de membros que se registraram<br />O que realmente cria valor na comunidade são aqueles que participam ativamente<br />Por que as pessoas participam:<br />Eficiência<br />Afiliação<br />Reconhecimento<br />Reputação<br />
  39. 39. #3.<br />As estrelas são os membros<br />
  40. 40. “Não é o que a comunidadepodefazerporvocê, mas o quevocêpodefazerpelosmembrosdasuacomunidade”<br />As Estrelas são os Membros<br />
  41. 41.
  42. 42. “Nosso trabalho não é vender camiseta, nosso trabalho é mostrar pro mercado o quanto esses caras sabem desenhar e sabem fazer design de uma forma absolutamente fantástica. Vender camiseta é só o meio que a gente descobriu pra fazer isso.”<br />Fábio Seixas<br />Fundador do Camiseteria<br />
  43. 43. Ex: Microsoft MVP<br />
  44. 44. #4.<br />Frequência em ser relevante<br />
  45. 45. Frequência em ser Relevante<br />Ter uma agenda de atividades é fundamental<br />Ela deve ser: <br />Relevante<br />Atraente <br />Frequente<br />
  46. 46. Natura - Ciclos<br />
  47. 47. Cuidados com o conteúdo<br />Conteúdo não gera participação<br />Paradoxalmente, o objetivo do conteúdo não é informar, mas sim, ajudar a criar vínculos entre os membros e gerar um sentimento de pertencimento àquele grupo.<br />Por isso, o principal é produzir conteúdo SOBRE as pessoas na sua comunidade.<br />
  48. 48.
  49. 49. #5.<br />A importância da diversidade<br />
  50. 50. A importância da diversidade<br />Assim como tem um nascimento, as comunidades também entram em decadência<br />É importante contar com uma rotatividade de membros que pensem de forma diferente<br />
  51. 51. Agora é com vocês!<br />
  52. 52. 6 projetos:<br />Vamos ajudá-los a montar uma estratégia para suas comunidades!<br />Atividade Prática<br />
  53. 53. Divisão em grupos aleatórios<br />Apresentação dos projetos (2 min. cada)<br />Discussão entre os grupos (15 minutos)<br />Apresentação (5 min cada)<br />Atividade Prática<br />
  54. 54. Cada grupo deve responder:<br />1. O projeto deseja criar uma <br />comunidade ou uma audiência?<br />Comunidade:<br />2. Qual será o interesse em comum entre os membros (motivos para se JUNTAR e PARTICIPAR?<br />3. Qual a estratégia para atingir uma massa crítica rapidamente?<br />4. Quais serão os principais conteúdos e atividades?<br />Audiência:<br />2. O que você vai oferecer (conteúdo, dicas, status) para atrair seus seguidores?<br />3. Qual será sua principal plataforma de participação?<br />4. Que valor/conteúdo relevante você vai oferecer? Com que frequência?<br />
  55. 55. Obrigado!<br />Para saber mais:<br />www.1mais1maiorque2.com.br<br />Twitter: @tg_amaral<br />E-mail: tiago.tarzia@gmail.com<br />Indicações são bem-vindas! <br />

×