SlideShare uma empresa Scribd logo
Revisão 7
É provável que você já
tenha vivido situações
comunicativas em que o
uso abusivo do
gerúndio tenha causado
certa estranheza ou
desconforto…
Gerundismo
Por exemplo, ao entrar em contato com Call Centers, é comum ouvir:
“Aguarde. Vamos estar transferindo sua ligação para o setor responsável”
O uso repetitivo do gerúndio
tem nome próprio: endorréia.
Sim, a palavra é parente da
diarréia, para alegria dos
humoristas. Mas a vítima do
gerundismo não é o gerúndio
isolado, in natura, é a estrutura
“vou estar + gerúndio”
(Luiz Costa Pereira Jr. ,revista Língua )
O gerúndio foi demitido!!
Reportagem exibida pelo
Jornal da Globo, em 15 de
Novembro de 2007.
Disponível em: http://br.youtube.com/watch?v=0DTp0pnI4-I
Existe uma falsa
impressão de que o
gerúndio traz
vantagens
estilísticas sobre
outros processos, o
que não é verdade.
Linguagem pseudo-intelectual
Este vício de linguagem
simula a formalidade e
evita compromisso com
a palavra dada.
Ao informar que vamos estar fazendo, nós
não dizemos quando vamos concluir o
processo, mas que ele está em andamento. Ao
ouvir um "vamos estar resolvendo o seu
problema", não sabemos quem vai resolver,
nem se vai fazê-lo.
Publicidade
Propaganda veiculada pela TV
aberta. Setembro, 2007.
Produzida por Invent Trade
(www.inventrade.com.br)
Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=EvTreCnI05Y
O gerúndio é uma praga da linguagem cotidiana
Reportagem da RedeTv! Exibida em
26 de Janeiro de 2009.
Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=UauI263bVvo&feature=related
O uso correto
O gerúndio só é corretamente usado
quando transmite a ideia de movimento,
progressão, duração, continuidade.
Veja exemplos em que o gerúndio é
empregado corretamente:
“Em virtude do atraso, estaremos
recebendo o pagamento em conta corrente
nos dias 08 e 09 de setembro”
“O que você vai fazer durante o fim de
semana? Vai estar viajando? ”
“Ele está fazendo a prova agora.”
(Por Tiago Dantas.Equipe Brasil Escola)
O uso adequado dá-se quando queremos comunicar ideia de eventos ou ações
simultâneas
Explique a circunstância que assegura a
adequação do uso do gerúndio nesse caso.
Evitar o uso do gerúndio traz clareza ao enunciado, observe:
(fonte: http://tudibao.com.br/2010/05/estaremos-falando-de-gerundismo-a-praga-do-portugues.html)
Leitura
Este artigo foi feito especialmente para que você possa estar recortando e possa estar deixando
discretamente sobre a mesa de alguém que não consiga estar falando sem estar espalhando essa
praga terrível da comunicação moderna, o gerundismo.
Você pode também estar passando por fax, estar mandando pelo correio ou estar enviando pela
Internet. O importante é estar garantindo que a pessoa em questão vá estar recebendo esta
mensagem, de modo que ela possa estar lendo e, quem sabe, consiga até mesmo estar se dando
conta da maneira comotudo o que ela costuma estar falando deve estar soando nos ouvidos de quem
precisa estar escutando.
Sinta-se livre para estar fazendo tantas cópias quantas você vá estar achando necessárias, de modo a
estar atingindo o maior número de pessoas infectadas por esta epidemia de transmissão oral.
Mais do que estar repreendendo ou estar caçoando, o objetivo deste movimento é estar fazendo com
que esteja caindo a ficha das pessoas que costumam estar falando desse jeito sem estar percebendo.
Nós temos que estar nos unindo para estar mostrando a nossos interlocutores que, sim!, pode estar
existindo uma maneira de estar aprendendo a estar parando de estar falando desse jeito.
Até porque, caso contrário, todos nós vamos estar sendo obrigados a estar emigrando para algum
lugar onde não vão estar nos obrigando a estar ouvindo frases assim o dia inteirinho.
Sinceramente: nossa paciência está estando a ponto de estar estourando. O próximo "Eu vou estar
transferindo a sua ligação" que eu vá estar ouvindo pode estar provocando alguma reação violenta da
minha parte. Eu não vou estar me responsabilizando pelos meus atos.
Manifesto Antigerundista
(Para você estar passando adiante)
As pessoas precisam estar entendendo a maneira como esse
vício maldito conseguiu estar entrando na linguagem do dia-a-
dia.
Tudo começou a estar acontecendo quando alguém precisou
estar traduzindo manuais de atendimento por telemarketing.
Daí a estar pensando que "We'll be sending it tomorrow" possa
estar tendo o mesmo significado que "Nós vamos estar
mandando isso amanhã" acabou por estar sendo só um passo.
Pouco a pouco a coisa deixou de estar acontecendo apenas no âmbito dos atendentes de
telemarketing para estar ganhando os escritórios. Todo mundo passou a estar marcando
reuniões, a estar considerando pedidos e a estar retornando ligações.
A gravidade da situação só começou a estar se evidenciando quando o diálogo mais coloquial
demonstrou estar sendo invadido inapelavelmente pelo gerundismo.
A primeira pessoa que inventou de estar falando "Eu vou tá pensando no seu caso" sem
querer acabou por estar escancarando uma porta para essa infelicidade lingüística estar se
instalando nas ruas e estar entrando em nossas vidas.
Você certamente já deve ter estado estando a estar ouvindo coisas como "O que cê vai tá
fazendo domingo?", ou "Quando que cê vai tá viajando pra praia?", ou "Me espera, que eu vou
tá te ligando assim que eu chegar em casa".
Deus. O que a gente pode tá fazendo pra que as pessoas tejam entendendo o que esse
negócio pode tá provocando no cérebro das novas gerações?
A única solução vai estar sendo submeter o gerundismo à mesma campanha de desmoralização
à qual precisaram estar sendo expostos seus coleguinhas contagiosos, como o "a nível de", o
"enquanto", o "pra se ter uma idéia" e outros menos votados.
A nível de linguagem, enquanto pessoa, o que você acha de tá insistindo em tá falando desse
jeito?"
Ricardo Freire.
Ricardo Freire é um publicitário e escritor. Desde 2005 dedica-
se apenas a matérias sobre turismo e Trabalhou na W/Brasil e
na Talent , São dele os bordões "Não é assim uma Brastemp" e
"Folha: não dá para não ler". É autor de livros e escreve
semanalmente para o jornal O Estado de S. Paulo.
Ambiguidade
É a possibilidade de dupla
interpretação da mensagem.
“Onde está a cachorra da sua mãe?"
(Que cachorra? A mãe ou a cadela criada pela mãe?)
"Este líder dirigiu bem sua nação”
("Sua"? Nação da 2ª ou 3ª pessoa (o líder)?).
Dica 1: O pronome possessivo "seu/sua" gera muita confusão
por ser geralmente associado ao receptor da mensagem.
Dica 2: A preposição "como" também gera confusão com o
verbo "comer" na 1ª pessoa do singular.
A ambiguidade normalmente é resultado da má
organização das palavras na frase.
Barbarismo
Quebrei a garrafa de vrido(vidro)
Fizesse as pazes com tua irmã? (Fizeste)
Os cobertores já estão drobados (dobrados)
Estou com um pobrema (problema)
Assine aqui com sua rúbrica (rubrica)
É a divergência entre pronúncia,
grafia e morfologia
Cacófato
"Ele beijou a boca dela.“
"Bata com um mamão para mim, por favor.”
"Deixe ir-me já, pois estou atrasado.”
"Instrumento para socar alho."
É um som desagradável ou obsceno
formado pela união das sílabas de
palavras contíguas.
No cume
No alto daquele cume
Plantei uma roseira
O vento no cume bate
A rosa no cume cheira
Quando vem a chuva fina
Salpicos no cume caem
Formigas no cume entram
Abelhas do cume saem
Quando cai a chuva grossa
A água do cume desce
O barro do cume escorre
o mato no cume cresce
Então quando cessa a chuva
No cume volta a alegria
Pois torna a brilhar de novo
O sol que no cume ardia
Falcão
Ouça em:
http://www.youtube.com/watch?v=wC6BQTZj2eg
Pleonasmo
(tautologia)
É a repetição inútil e desnecessária de
algum termo ou ideia na frase. Nesse
caso, não é uma figura de linguagem, e
sim um vício (defeito) de linguagem.
Também denominado pleonasmo estilístico, há o uso do pleonasmo como figura de
linguagem para enfatizar algo em um texto. Grandes autores usam muito deste recurso.
Nos seus textos os pleonasmos não são considerados defeitos de linguagem, e sim
pleonasmos literários.
humor
Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=1nJ-pRn-0m8
Observe o uso criativo dos
vícios de linguagem feito
pelos humoristas Leandro
Hassum e Marcius
Melhem, na temporada de
shows 2007/2008.
O sistema
Série escrita por Fernanda Young , por
(veiculada em 02/11/2007, pela Rede
Globo)
disponível em:
http://www.youtube.com/watch?v=KJseoedxnDE
Neste episódio, as personagens de Selton Mello
e Graziela Moretto satirizam a utilização de
vícios de linguagem no cotidiano:
• Barbarismo
• Pleonasmo
• Solecismo
• Cacófato
Identifique os vícios de linguagem
1
2
3
Organização e pesquisa
Profa. Cláudia Heloísa C. Andria
Contato: clauheloisa@yahoo.com.br
Fontes
revistalingua.uol.com.br
Google imagens
youtube.com
Kibeloco.com.br
Inventrade.com.br
jovemcurioso.com/2013/01/pleonasmo-vicioso-mais-usados-pelas.html

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

AULA 05 - DICAS DE REDAÇÃO - DETALHES QUE FARÃO DIFERENÇA NA SUA REDAÇÃO
AULA 05 - DICAS DE REDAÇÃO - DETALHES QUE FARÃO DIFERENÇA NA SUA REDAÇÃOAULA 05 - DICAS DE REDAÇÃO - DETALHES QUE FARÃO DIFERENÇA NA SUA REDAÇÃO
AULA 05 - DICAS DE REDAÇÃO - DETALHES QUE FARÃO DIFERENÇA NA SUA REDAÇÃO
Marcelo Cordeiro Souza
 
Redação enem
Redação enemRedação enem
Redação enem
Josi Motta
 
Vícios de linguagem
Vícios de linguagemVícios de linguagem
Vícios de linguagem
wagnerbera13
 
Semântica
Semântica Semântica
Semântica
7 de Setembro
 
Variações Linguísticas
Variações LinguísticasVariações Linguísticas
Variações Linguísticas
7 de Setembro
 
Texto e discurso
Texto e discursoTexto e discurso
Texto e discurso
Helia Coelho Mello
 
Coerencia e coesão
Coerencia e coesãoCoerencia e coesão
Coerencia e coesão
Rosana Mayer
 
Quiz português 9° ano
Quiz português 9° anoQuiz português 9° ano
Quiz português 9° ano
SMEdeItabaianinha
 
Pressuposto e subentendido
Pressuposto e subentendidoPressuposto e subentendido
Pressuposto e subentendido
Marília Magalhães
 
AMBIGUIDADE 23.08-converted.pptx.ppt
AMBIGUIDADE 23.08-converted.pptx.pptAMBIGUIDADE 23.08-converted.pptx.ppt
AMBIGUIDADE 23.08-converted.pptx.ppt
NeidianeCantarin
 
Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto
Cláudia Heloísa
 
Elementos de coesão
Elementos de coesãoElementos de coesão
Elementos de coesão
Cynthia Funchal
 
Vicios de linguagem
Vicios de linguagemVicios de linguagem
Vicios de linguagem
Bernadete Carrijo Oliveira
 
Aula intertextualidade
Aula intertextualidadeAula intertextualidade
Aula intertextualidade
Abrahão Costa de Freitas
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
Ivan Barreto Dos Santos
 
Compreensão e Interpretação de Textos
Compreensão e Interpretação de Textos Compreensão e Interpretação de Textos
Compreensão e Interpretação de Textos
Professor Rômulo Viana
 
Polissemia e ambiguidade
Polissemia e ambiguidadePolissemia e ambiguidade
Polissemia e ambiguidade
Lilian Hodgson
 
Figuras de Linguagem - Ironia
Figuras de Linguagem - IroniaFiguras de Linguagem - Ironia
Figuras de Linguagem - Ironia
Figuras de Linguagem
 
Artigo de opinião slides
Artigo de opinião slidesArtigo de opinião slides
Artigo de opinião slides
Isis Barros
 
REGÊNCIA VERBAL E NOMINAL
REGÊNCIA VERBAL E NOMINAL REGÊNCIA VERBAL E NOMINAL

Mais procurados (20)

AULA 05 - DICAS DE REDAÇÃO - DETALHES QUE FARÃO DIFERENÇA NA SUA REDAÇÃO
AULA 05 - DICAS DE REDAÇÃO - DETALHES QUE FARÃO DIFERENÇA NA SUA REDAÇÃOAULA 05 - DICAS DE REDAÇÃO - DETALHES QUE FARÃO DIFERENÇA NA SUA REDAÇÃO
AULA 05 - DICAS DE REDAÇÃO - DETALHES QUE FARÃO DIFERENÇA NA SUA REDAÇÃO
 
Redação enem
Redação enemRedação enem
Redação enem
 
Vícios de linguagem
Vícios de linguagemVícios de linguagem
Vícios de linguagem
 
Semântica
Semântica Semântica
Semântica
 
Variações Linguísticas
Variações LinguísticasVariações Linguísticas
Variações Linguísticas
 
Texto e discurso
Texto e discursoTexto e discurso
Texto e discurso
 
Coerencia e coesão
Coerencia e coesãoCoerencia e coesão
Coerencia e coesão
 
Quiz português 9° ano
Quiz português 9° anoQuiz português 9° ano
Quiz português 9° ano
 
Pressuposto e subentendido
Pressuposto e subentendidoPressuposto e subentendido
Pressuposto e subentendido
 
AMBIGUIDADE 23.08-converted.pptx.ppt
AMBIGUIDADE 23.08-converted.pptx.pptAMBIGUIDADE 23.08-converted.pptx.ppt
AMBIGUIDADE 23.08-converted.pptx.ppt
 
Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto
 
Elementos de coesão
Elementos de coesãoElementos de coesão
Elementos de coesão
 
Vicios de linguagem
Vicios de linguagemVicios de linguagem
Vicios de linguagem
 
Aula intertextualidade
Aula intertextualidadeAula intertextualidade
Aula intertextualidade
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Compreensão e Interpretação de Textos
Compreensão e Interpretação de Textos Compreensão e Interpretação de Textos
Compreensão e Interpretação de Textos
 
Polissemia e ambiguidade
Polissemia e ambiguidadePolissemia e ambiguidade
Polissemia e ambiguidade
 
Figuras de Linguagem - Ironia
Figuras de Linguagem - IroniaFiguras de Linguagem - Ironia
Figuras de Linguagem - Ironia
 
Artigo de opinião slides
Artigo de opinião slidesArtigo de opinião slides
Artigo de opinião slides
 
REGÊNCIA VERBAL E NOMINAL
REGÊNCIA VERBAL E NOMINAL REGÊNCIA VERBAL E NOMINAL
REGÊNCIA VERBAL E NOMINAL
 

Destaque

www.CentroApoio.com - Português - Vícios de Linguagem
www.CentroApoio.com - Português - Vícios de Linguagemwww.CentroApoio.com - Português - Vícios de Linguagem
www.CentroApoio.com - Português - Vícios de Linguagem
Vídeo Aulas Apoio
 
Vícios de linguagem
Vícios de linguagemVícios de linguagem
Vícios de linguagem
Sandra Campelo
 
Redação x vícios de linguagem
Redação x vícios de linguagemRedação x vícios de linguagem
Redação x vícios de linguagem
moraesbete
 
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Vícios de Linguagem
www.AulasDePortuguesApoio.com  - Português -  Vícios de Linguagemwww.AulasDePortuguesApoio.com  - Português -  Vícios de Linguagem
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Vícios de Linguagem
Videoaulas De Português Apoio
 
Revisão 4 regência
Revisão 4  regênciaRevisão 4  regência
Revisão 4 regência
Cláudia Heloísa
 
Funções de linguagem exercicios
Funções de linguagem exercicios Funções de linguagem exercicios
Funções de linguagem exercicios
Cláudia Heloísa
 
Trovadorismo I
Trovadorismo ITrovadorismo I
Trovadorismo I
Cláudia Heloísa
 
Figuras e vícios de linguagem
Figuras e vícios de linguagemFiguras e vícios de linguagem
Figuras e vícios de linguagem
Seduc/AM
 
PIVA- Aula 3 lógica
PIVA- Aula 3 lógicaPIVA- Aula 3 lógica
PIVA- Aula 3 lógica
Cláudia Heloísa
 
Aula 11 2016 problemas notacionais
Aula 11 2016 problemas notacionaisAula 11 2016 problemas notacionais
Aula 11 2016 problemas notacionais
Cláudia Heloísa
 
PIVA - Aula 1 2016
PIVA - Aula 1 2016PIVA - Aula 1 2016
PIVA - Aula 1 2016
Cláudia Heloísa
 
Revisao enem carmo 2015_aula 7
Revisao enem carmo 2015_aula 7Revisao enem carmo 2015_aula 7
Revisao enem carmo 2015_aula 7
Cláudia Heloísa
 
PIVA -Aula2 2016
PIVA -Aula2 2016 PIVA -Aula2 2016
PIVA -Aula2 2016
Cláudia Heloísa
 
Aula 4
Aula 4 Aula 4
Revisão6 concordância e problemas notacionais
Revisão6 concordância  e problemas notacionaisRevisão6 concordância  e problemas notacionais
Revisão6 concordância e problemas notacionais
Cláudia Heloísa
 
Aula 5 2016
Aula 5 2016Aula 5 2016
Aula 5 2016
Cláudia Heloísa
 
Piva aula 7 2016
Piva aula 7  2016Piva aula 7  2016
Piva aula 7 2016
Cláudia Heloísa
 
Aula 8 texto e discurso
Aula 8 texto e discursoAula 8 texto e discurso
Aula 8 texto e discurso
Cláudia Heloísa
 
Erros de Português!
Erros de Português!Erros de Português!
Erros de Português!
Elifrance França
 
Telemarketing
TelemarketingTelemarketing
Telemarketing
Enilson Resende
 

Destaque (20)

www.CentroApoio.com - Português - Vícios de Linguagem
www.CentroApoio.com - Português - Vícios de Linguagemwww.CentroApoio.com - Português - Vícios de Linguagem
www.CentroApoio.com - Português - Vícios de Linguagem
 
Vícios de linguagem
Vícios de linguagemVícios de linguagem
Vícios de linguagem
 
Redação x vícios de linguagem
Redação x vícios de linguagemRedação x vícios de linguagem
Redação x vícios de linguagem
 
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Vícios de Linguagem
www.AulasDePortuguesApoio.com  - Português -  Vícios de Linguagemwww.AulasDePortuguesApoio.com  - Português -  Vícios de Linguagem
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Vícios de Linguagem
 
Revisão 4 regência
Revisão 4  regênciaRevisão 4  regência
Revisão 4 regência
 
Funções de linguagem exercicios
Funções de linguagem exercicios Funções de linguagem exercicios
Funções de linguagem exercicios
 
Trovadorismo I
Trovadorismo ITrovadorismo I
Trovadorismo I
 
Figuras e vícios de linguagem
Figuras e vícios de linguagemFiguras e vícios de linguagem
Figuras e vícios de linguagem
 
PIVA- Aula 3 lógica
PIVA- Aula 3 lógicaPIVA- Aula 3 lógica
PIVA- Aula 3 lógica
 
Aula 11 2016 problemas notacionais
Aula 11 2016 problemas notacionaisAula 11 2016 problemas notacionais
Aula 11 2016 problemas notacionais
 
PIVA - Aula 1 2016
PIVA - Aula 1 2016PIVA - Aula 1 2016
PIVA - Aula 1 2016
 
Revisao enem carmo 2015_aula 7
Revisao enem carmo 2015_aula 7Revisao enem carmo 2015_aula 7
Revisao enem carmo 2015_aula 7
 
PIVA -Aula2 2016
PIVA -Aula2 2016 PIVA -Aula2 2016
PIVA -Aula2 2016
 
Aula 4
Aula 4 Aula 4
Aula 4
 
Revisão6 concordância e problemas notacionais
Revisão6 concordância  e problemas notacionaisRevisão6 concordância  e problemas notacionais
Revisão6 concordância e problemas notacionais
 
Aula 5 2016
Aula 5 2016Aula 5 2016
Aula 5 2016
 
Piva aula 7 2016
Piva aula 7  2016Piva aula 7  2016
Piva aula 7 2016
 
Aula 8 texto e discurso
Aula 8 texto e discursoAula 8 texto e discurso
Aula 8 texto e discurso
 
Erros de Português!
Erros de Português!Erros de Português!
Erros de Português!
 
Telemarketing
TelemarketingTelemarketing
Telemarketing
 

Semelhante a Revisão 7 vícios de linguagem

03 comunica cmyk
03 comunica cmyk03 comunica cmyk
03 comunica cmyk
rodrigobatistas
 
Dicas de portugues
Dicas de portuguesDicas de portugues
Aula 12 comuncação empresarial animada
Aula 12   comuncação empresarial animadaAula 12   comuncação empresarial animada
Aula 12 comuncação empresarial animada
Luiz Siles
 
AULA I COE.pptx
AULA I COE.pptxAULA I COE.pptx
AULA I COE.pptx
PabloGabrielKdabra
 
Live comunicação o_que_é_editado_versão_final
Live comunicação o_que_é_editado_versão_finalLive comunicação o_que_é_editado_versão_final
Live comunicação o_que_é_editado_versão_final
Juscelino Junior
 
Live_Comunicação_O_que_é_editado_versão_final.pptx
Live_Comunicação_O_que_é_editado_versão_final.pptxLive_Comunicação_O_que_é_editado_versão_final.pptx
Live_Comunicação_O_que_é_editado_versão_final.pptx
APARECIDOFUZETTO
 
Expressões idiomáticas
 Expressões idiomáticas Expressões idiomáticas
Expressões idiomáticas
Prof. Sonia Santana
 
Comunicação como instrumental nas empresas
Comunicação como instrumental nas empresasComunicação como instrumental nas empresas
Comunicação como instrumental nas empresas
WM Treinamentos Cursos e Palestras Ltda
 
Módulo a arte de argumentar (1)
Módulo a arte de argumentar (1)Módulo a arte de argumentar (1)
Módulo a arte de argumentar (1)
Renally Arruda
 
Módulo a arte de argumentar (1)
Módulo a arte de argumentar (1)Módulo a arte de argumentar (1)
Módulo a arte de argumentar (1)
Renally Arruda
 
Arte de falar_em_publico
Arte de falar_em_publicoArte de falar_em_publico
Arte de falar_em_publico
RazaoNota
 
Oratória - Qualidades Para Você Falar Muito Melhor de Forma Definitiva
Oratória - Qualidades Para Você Falar Muito Melhor de Forma DefinitivaOratória - Qualidades Para Você Falar Muito Melhor de Forma Definitiva
Oratória - Qualidades Para Você Falar Muito Melhor de Forma Definitiva
Edu Cunha
 
Gatilhos mentais. O guia completo. Tudo o que você precisa saber sobre influê...
Gatilhos mentais. O guia completo. Tudo o que você precisa saber sobre influê...Gatilhos mentais. O guia completo. Tudo o que você precisa saber sobre influê...
Gatilhos mentais. O guia completo. Tudo o que você precisa saber sobre influê...
Karlahayde
 
Módulo a arte de argumentar (1)
Módulo a arte de argumentar (1)Módulo a arte de argumentar (1)
Módulo a arte de argumentar (1)
Renally Arruda
 
Aula - Linguagem no ambiente de trabalho.pptx
Aula - Linguagem no ambiente de trabalho.pptxAula - Linguagem no ambiente de trabalho.pptx
Aula - Linguagem no ambiente de trabalho.pptx
Universidade Estadual de Maringá - UEM
 
Manual de oratória
Manual de oratóriaManual de oratória
Manual de oratória
Nani Rodrigues Tahoser Sharif
 
Linguagem, língua e variabilidade versão resumida
Linguagem, língua e variabilidade versão resumidaLinguagem, língua e variabilidade versão resumida
Linguagem, língua e variabilidade versão resumida
Raquel Souza
 
Apresentação melhorando a comunicação
Apresentação   melhorando a comunicaçãoApresentação   melhorando a comunicação
Apresentação melhorando a comunicação
damcita
 
MELHORANDO A COMUNCAÇÃO
MELHORANDO A COMUNCAÇÃOMELHORANDO A COMUNCAÇÃO
MELHORANDO A COMUNCAÇÃO
ELAINE PÉROLA
 
Os efeitos da
Os efeitos daOs efeitos da
Os efeitos da
Profissional Liberal
 

Semelhante a Revisão 7 vícios de linguagem (20)

03 comunica cmyk
03 comunica cmyk03 comunica cmyk
03 comunica cmyk
 
Dicas de portugues
Dicas de portuguesDicas de portugues
Dicas de portugues
 
Aula 12 comuncação empresarial animada
Aula 12   comuncação empresarial animadaAula 12   comuncação empresarial animada
Aula 12 comuncação empresarial animada
 
AULA I COE.pptx
AULA I COE.pptxAULA I COE.pptx
AULA I COE.pptx
 
Live comunicação o_que_é_editado_versão_final
Live comunicação o_que_é_editado_versão_finalLive comunicação o_que_é_editado_versão_final
Live comunicação o_que_é_editado_versão_final
 
Live_Comunicação_O_que_é_editado_versão_final.pptx
Live_Comunicação_O_que_é_editado_versão_final.pptxLive_Comunicação_O_que_é_editado_versão_final.pptx
Live_Comunicação_O_que_é_editado_versão_final.pptx
 
Expressões idiomáticas
 Expressões idiomáticas Expressões idiomáticas
Expressões idiomáticas
 
Comunicação como instrumental nas empresas
Comunicação como instrumental nas empresasComunicação como instrumental nas empresas
Comunicação como instrumental nas empresas
 
Módulo a arte de argumentar (1)
Módulo a arte de argumentar (1)Módulo a arte de argumentar (1)
Módulo a arte de argumentar (1)
 
Módulo a arte de argumentar (1)
Módulo a arte de argumentar (1)Módulo a arte de argumentar (1)
Módulo a arte de argumentar (1)
 
Arte de falar_em_publico
Arte de falar_em_publicoArte de falar_em_publico
Arte de falar_em_publico
 
Oratória - Qualidades Para Você Falar Muito Melhor de Forma Definitiva
Oratória - Qualidades Para Você Falar Muito Melhor de Forma DefinitivaOratória - Qualidades Para Você Falar Muito Melhor de Forma Definitiva
Oratória - Qualidades Para Você Falar Muito Melhor de Forma Definitiva
 
Gatilhos mentais. O guia completo. Tudo o que você precisa saber sobre influê...
Gatilhos mentais. O guia completo. Tudo o que você precisa saber sobre influê...Gatilhos mentais. O guia completo. Tudo o que você precisa saber sobre influê...
Gatilhos mentais. O guia completo. Tudo o que você precisa saber sobre influê...
 
Módulo a arte de argumentar (1)
Módulo a arte de argumentar (1)Módulo a arte de argumentar (1)
Módulo a arte de argumentar (1)
 
Aula - Linguagem no ambiente de trabalho.pptx
Aula - Linguagem no ambiente de trabalho.pptxAula - Linguagem no ambiente de trabalho.pptx
Aula - Linguagem no ambiente de trabalho.pptx
 
Manual de oratória
Manual de oratóriaManual de oratória
Manual de oratória
 
Linguagem, língua e variabilidade versão resumida
Linguagem, língua e variabilidade versão resumidaLinguagem, língua e variabilidade versão resumida
Linguagem, língua e variabilidade versão resumida
 
Apresentação melhorando a comunicação
Apresentação   melhorando a comunicaçãoApresentação   melhorando a comunicação
Apresentação melhorando a comunicação
 
MELHORANDO A COMUNCAÇÃO
MELHORANDO A COMUNCAÇÃOMELHORANDO A COMUNCAÇÃO
MELHORANDO A COMUNCAÇÃO
 
Os efeitos da
Os efeitos daOs efeitos da
Os efeitos da
 

Mais de Cláudia Heloísa

Dom Casmurro
Dom CasmurroDom Casmurro
Dom Casmurro
Cláudia Heloísa
 
Quincas Borba
Quincas BorbaQuincas Borba
Quincas Borba
Cláudia Heloísa
 
Angústia, de Graciliano Ramos
Angústia, de Graciliano RamosAngústia, de Graciliano Ramos
Angústia, de Graciliano Ramos
Cláudia Heloísa
 
A relíquia - Eça de Queirós
A relíquia - Eça de QueirósA relíquia - Eça de Queirós
A relíquia - Eça de Queirós
Cláudia Heloísa
 
Enem 2018 informações
Enem 2018 informaçõesEnem 2018 informações
Enem 2018 informações
Cláudia Heloísa
 
Mayombe
MayombeMayombe
Minha vida de menina - Helena Morley
Minha vida de menina - Helena MorleyMinha vida de menina - Helena Morley
Minha vida de menina - Helena Morley
Cláudia Heloísa
 
Iracema - José de Alencar
Iracema - José de AlencarIracema - José de Alencar
Iracema - José de Alencar
Cláudia Heloísa
 
Aula 1 P.I.V.A
Aula 1 P.I.V.AAula 1 P.I.V.A
Aula 1 P.I.V.A
Cláudia Heloísa
 
Variedades linguísticas- exercício
Variedades linguísticas-  exercícioVariedades linguísticas-  exercício
Variedades linguísticas- exercício
Cláudia Heloísa
 
Álvares de Azevedo
Álvares de AzevedoÁlvares de Azevedo
Álvares de Azevedo
Cláudia Heloísa
 
Romantismo 2a geracao
Romantismo 2a geracaoRomantismo 2a geracao
Romantismo 2a geracao
Cláudia Heloísa
 
Figuras de linguagem em propagandas
Figuras de linguagem em propagandasFiguras de linguagem em propagandas
Figuras de linguagem em propagandas
Cláudia Heloísa
 
Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.
Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.
Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.
Cláudia Heloísa
 
Revisão 5 crase
Revisão 5 craseRevisão 5 crase
Revisão 5 crase
Cláudia Heloísa
 
Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
Cláudia Heloísa
 
Lusofonia
Lusofonia Lusofonia
Lusofonia
Cláudia Heloísa
 
Vanguarda I - Surrealismo
Vanguarda I - SurrealismoVanguarda I - Surrealismo
Vanguarda I - Surrealismo
Cláudia Heloísa
 

Mais de Cláudia Heloísa (18)

Dom Casmurro
Dom CasmurroDom Casmurro
Dom Casmurro
 
Quincas Borba
Quincas BorbaQuincas Borba
Quincas Borba
 
Angústia, de Graciliano Ramos
Angústia, de Graciliano RamosAngústia, de Graciliano Ramos
Angústia, de Graciliano Ramos
 
A relíquia - Eça de Queirós
A relíquia - Eça de QueirósA relíquia - Eça de Queirós
A relíquia - Eça de Queirós
 
Enem 2018 informações
Enem 2018 informaçõesEnem 2018 informações
Enem 2018 informações
 
Mayombe
MayombeMayombe
Mayombe
 
Minha vida de menina - Helena Morley
Minha vida de menina - Helena MorleyMinha vida de menina - Helena Morley
Minha vida de menina - Helena Morley
 
Iracema - José de Alencar
Iracema - José de AlencarIracema - José de Alencar
Iracema - José de Alencar
 
Aula 1 P.I.V.A
Aula 1 P.I.V.AAula 1 P.I.V.A
Aula 1 P.I.V.A
 
Variedades linguísticas- exercício
Variedades linguísticas-  exercícioVariedades linguísticas-  exercício
Variedades linguísticas- exercício
 
Álvares de Azevedo
Álvares de AzevedoÁlvares de Azevedo
Álvares de Azevedo
 
Romantismo 2a geracao
Romantismo 2a geracaoRomantismo 2a geracao
Romantismo 2a geracao
 
Figuras de linguagem em propagandas
Figuras de linguagem em propagandasFiguras de linguagem em propagandas
Figuras de linguagem em propagandas
 
Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.
Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.
Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.
 
Revisão 5 crase
Revisão 5 craseRevisão 5 crase
Revisão 5 crase
 
Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
 
Lusofonia
Lusofonia Lusofonia
Lusofonia
 
Vanguarda I - Surrealismo
Vanguarda I - SurrealismoVanguarda I - Surrealismo
Vanguarda I - Surrealismo
 

Último

Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
Manuais Formação
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Centro Jacques Delors
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
KarollayneRodriguesV1
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Maurício Bratz
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdfNorma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Pastor Robson Colaço
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.pptLITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
EdimaresSilvestre
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptxCLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
Deiciane Chaves
 

Último (20)

Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdfNorma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.pptLITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptxCLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
 

Revisão 7 vícios de linguagem

  • 2. É provável que você já tenha vivido situações comunicativas em que o uso abusivo do gerúndio tenha causado certa estranheza ou desconforto… Gerundismo Por exemplo, ao entrar em contato com Call Centers, é comum ouvir: “Aguarde. Vamos estar transferindo sua ligação para o setor responsável”
  • 3.
  • 4. O uso repetitivo do gerúndio tem nome próprio: endorréia. Sim, a palavra é parente da diarréia, para alegria dos humoristas. Mas a vítima do gerundismo não é o gerúndio isolado, in natura, é a estrutura “vou estar + gerúndio” (Luiz Costa Pereira Jr. ,revista Língua )
  • 5. O gerúndio foi demitido!! Reportagem exibida pelo Jornal da Globo, em 15 de Novembro de 2007. Disponível em: http://br.youtube.com/watch?v=0DTp0pnI4-I
  • 6. Existe uma falsa impressão de que o gerúndio traz vantagens estilísticas sobre outros processos, o que não é verdade.
  • 8. Este vício de linguagem simula a formalidade e evita compromisso com a palavra dada. Ao informar que vamos estar fazendo, nós não dizemos quando vamos concluir o processo, mas que ele está em andamento. Ao ouvir um "vamos estar resolvendo o seu problema", não sabemos quem vai resolver, nem se vai fazê-lo.
  • 9.
  • 10.
  • 11. Publicidade Propaganda veiculada pela TV aberta. Setembro, 2007. Produzida por Invent Trade (www.inventrade.com.br) Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=EvTreCnI05Y
  • 12.
  • 13. O gerúndio é uma praga da linguagem cotidiana Reportagem da RedeTv! Exibida em 26 de Janeiro de 2009. Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=UauI263bVvo&feature=related
  • 14. O uso correto O gerúndio só é corretamente usado quando transmite a ideia de movimento, progressão, duração, continuidade. Veja exemplos em que o gerúndio é empregado corretamente: “Em virtude do atraso, estaremos recebendo o pagamento em conta corrente nos dias 08 e 09 de setembro” “O que você vai fazer durante o fim de semana? Vai estar viajando? ” “Ele está fazendo a prova agora.” (Por Tiago Dantas.Equipe Brasil Escola) O uso adequado dá-se quando queremos comunicar ideia de eventos ou ações simultâneas
  • 15. Explique a circunstância que assegura a adequação do uso do gerúndio nesse caso.
  • 16. Evitar o uso do gerúndio traz clareza ao enunciado, observe:
  • 18. Leitura Este artigo foi feito especialmente para que você possa estar recortando e possa estar deixando discretamente sobre a mesa de alguém que não consiga estar falando sem estar espalhando essa praga terrível da comunicação moderna, o gerundismo. Você pode também estar passando por fax, estar mandando pelo correio ou estar enviando pela Internet. O importante é estar garantindo que a pessoa em questão vá estar recebendo esta mensagem, de modo que ela possa estar lendo e, quem sabe, consiga até mesmo estar se dando conta da maneira comotudo o que ela costuma estar falando deve estar soando nos ouvidos de quem precisa estar escutando. Sinta-se livre para estar fazendo tantas cópias quantas você vá estar achando necessárias, de modo a estar atingindo o maior número de pessoas infectadas por esta epidemia de transmissão oral. Mais do que estar repreendendo ou estar caçoando, o objetivo deste movimento é estar fazendo com que esteja caindo a ficha das pessoas que costumam estar falando desse jeito sem estar percebendo. Nós temos que estar nos unindo para estar mostrando a nossos interlocutores que, sim!, pode estar existindo uma maneira de estar aprendendo a estar parando de estar falando desse jeito. Até porque, caso contrário, todos nós vamos estar sendo obrigados a estar emigrando para algum lugar onde não vão estar nos obrigando a estar ouvindo frases assim o dia inteirinho. Sinceramente: nossa paciência está estando a ponto de estar estourando. O próximo "Eu vou estar transferindo a sua ligação" que eu vá estar ouvindo pode estar provocando alguma reação violenta da minha parte. Eu não vou estar me responsabilizando pelos meus atos. Manifesto Antigerundista (Para você estar passando adiante)
  • 19. As pessoas precisam estar entendendo a maneira como esse vício maldito conseguiu estar entrando na linguagem do dia-a- dia. Tudo começou a estar acontecendo quando alguém precisou estar traduzindo manuais de atendimento por telemarketing. Daí a estar pensando que "We'll be sending it tomorrow" possa estar tendo o mesmo significado que "Nós vamos estar mandando isso amanhã" acabou por estar sendo só um passo. Pouco a pouco a coisa deixou de estar acontecendo apenas no âmbito dos atendentes de telemarketing para estar ganhando os escritórios. Todo mundo passou a estar marcando reuniões, a estar considerando pedidos e a estar retornando ligações. A gravidade da situação só começou a estar se evidenciando quando o diálogo mais coloquial demonstrou estar sendo invadido inapelavelmente pelo gerundismo. A primeira pessoa que inventou de estar falando "Eu vou tá pensando no seu caso" sem querer acabou por estar escancarando uma porta para essa infelicidade lingüística estar se instalando nas ruas e estar entrando em nossas vidas.
  • 20. Você certamente já deve ter estado estando a estar ouvindo coisas como "O que cê vai tá fazendo domingo?", ou "Quando que cê vai tá viajando pra praia?", ou "Me espera, que eu vou tá te ligando assim que eu chegar em casa". Deus. O que a gente pode tá fazendo pra que as pessoas tejam entendendo o que esse negócio pode tá provocando no cérebro das novas gerações? A única solução vai estar sendo submeter o gerundismo à mesma campanha de desmoralização à qual precisaram estar sendo expostos seus coleguinhas contagiosos, como o "a nível de", o "enquanto", o "pra se ter uma idéia" e outros menos votados. A nível de linguagem, enquanto pessoa, o que você acha de tá insistindo em tá falando desse jeito?" Ricardo Freire. Ricardo Freire é um publicitário e escritor. Desde 2005 dedica- se apenas a matérias sobre turismo e Trabalhou na W/Brasil e na Talent , São dele os bordões "Não é assim uma Brastemp" e "Folha: não dá para não ler". É autor de livros e escreve semanalmente para o jornal O Estado de S. Paulo.
  • 21. Ambiguidade É a possibilidade de dupla interpretação da mensagem. “Onde está a cachorra da sua mãe?" (Que cachorra? A mãe ou a cadela criada pela mãe?) "Este líder dirigiu bem sua nação” ("Sua"? Nação da 2ª ou 3ª pessoa (o líder)?). Dica 1: O pronome possessivo "seu/sua" gera muita confusão por ser geralmente associado ao receptor da mensagem. Dica 2: A preposição "como" também gera confusão com o verbo "comer" na 1ª pessoa do singular. A ambiguidade normalmente é resultado da má organização das palavras na frase.
  • 22.
  • 23. Barbarismo Quebrei a garrafa de vrido(vidro) Fizesse as pazes com tua irmã? (Fizeste) Os cobertores já estão drobados (dobrados) Estou com um pobrema (problema) Assine aqui com sua rúbrica (rubrica) É a divergência entre pronúncia, grafia e morfologia
  • 24.
  • 25.
  • 26. Cacófato "Ele beijou a boca dela.“ "Bata com um mamão para mim, por favor.” "Deixe ir-me já, pois estou atrasado.” "Instrumento para socar alho." É um som desagradável ou obsceno formado pela união das sílabas de palavras contíguas.
  • 27. No cume No alto daquele cume Plantei uma roseira O vento no cume bate A rosa no cume cheira Quando vem a chuva fina Salpicos no cume caem Formigas no cume entram Abelhas do cume saem Quando cai a chuva grossa A água do cume desce O barro do cume escorre o mato no cume cresce Então quando cessa a chuva No cume volta a alegria Pois torna a brilhar de novo O sol que no cume ardia Falcão Ouça em: http://www.youtube.com/watch?v=wC6BQTZj2eg
  • 28. Pleonasmo (tautologia) É a repetição inútil e desnecessária de algum termo ou ideia na frase. Nesse caso, não é uma figura de linguagem, e sim um vício (defeito) de linguagem. Também denominado pleonasmo estilístico, há o uso do pleonasmo como figura de linguagem para enfatizar algo em um texto. Grandes autores usam muito deste recurso. Nos seus textos os pleonasmos não são considerados defeitos de linguagem, e sim pleonasmos literários.
  • 29.
  • 30. humor Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=1nJ-pRn-0m8 Observe o uso criativo dos vícios de linguagem feito pelos humoristas Leandro Hassum e Marcius Melhem, na temporada de shows 2007/2008.
  • 31.
  • 32. O sistema Série escrita por Fernanda Young , por (veiculada em 02/11/2007, pela Rede Globo) disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=KJseoedxnDE Neste episódio, as personagens de Selton Mello e Graziela Moretto satirizam a utilização de vícios de linguagem no cotidiano: • Barbarismo • Pleonasmo • Solecismo • Cacófato
  • 33. Identifique os vícios de linguagem 1
  • 34. 2
  • 35. 3
  • 36. Organização e pesquisa Profa. Cláudia Heloísa C. Andria Contato: clauheloisa@yahoo.com.br Fontes revistalingua.uol.com.br Google imagens youtube.com Kibeloco.com.br Inventrade.com.br jovemcurioso.com/2013/01/pleonasmo-vicioso-mais-usados-pelas.html