SlideShare uma empresa Scribd logo

Revisão 5 crase

1 de 47
REVISÃO 5
Crase
Pra começo de conversa…
CRASE ( em grego krasis) significa
fusão, ou união; neste caso, é a fusão de duas vogais
iguais e contíguas.
Crase não é acento!
O nome deste sinal é acento grave!
Regra geral
termo que rege
preposição A
palavra feminina
(que aceita artigo A)
Gostaria de ir praia.
à
aa
1.Preposição a + aquele, aquela, aquilo
2.Preposição a + a qual, as quais
Domingo iremos àquele teatro recém-inaugurado.
iremos a + aquele teatro
A moça à qual me referi está chegando.
3.na indicação de horas (determinadas)
4. em locuções adverbiais (femininas):
Chegamos às duas horas.
Chegamos às dez horas.
Saímos à noite.
Sentiu-se à vontade.
Respondeu às pressas.
5.em locuções prepositivas (femininas):
6.em locuções conjuntivas (femininas):
à beira de
à custa de
à força de
à sombra de
À medida em que
À proporção que
à moda de
Sempre que a expressão “à moda de” estiver
subentendida, ocorre crase:
Bife à parmegiana/ vestido à Carmem Miranda

Recomendados

Regência nominal e verbal
Regência nominal e verbalRegência nominal e verbal
Regência nominal e verbalSadrak Silva
 
Orações Subordinadas Adverbiais
Orações Subordinadas AdverbiaisOrações Subordinadas Adverbiais
Orações Subordinadas AdverbiaisFábio Guimarães
 
Acentuação gráfica
Acentuação gráficaAcentuação gráfica
Acentuação gráficaMara dalto
 
Concordância verbal
Concordância verbalConcordância verbal
Concordância verbalRita Cunha
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Crase
CraseCrase
Crase
 
Tempos e modos do verbo
Tempos e modos do verboTempos e modos do verbo
Tempos e modos do verbo
 
Concordância Verbal e Nominal
Concordância Verbal e NominalConcordância Verbal e Nominal
Concordância Verbal e Nominal
 
Preposição
PreposiçãoPreposição
Preposição
 
Apresentação Adverbios
Apresentação AdverbiosApresentação Adverbios
Apresentação Adverbios
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Substantivo
SubstantivoSubstantivo
Substantivo
 
Período Composto
Período CompostoPeríodo Composto
Período Composto
 
Classes de palavras
Classes de palavrasClasses de palavras
Classes de palavras
 
Regência e crase
Regência e craseRegência e crase
Regência e crase
 
Transitividade verbal
Transitividade verbalTransitividade verbal
Transitividade verbal
 
Conjunções subordinativas.pptx
Conjunções subordinativas.pptxConjunções subordinativas.pptx
Conjunções subordinativas.pptx
 
Sinônimos e antônimos
Sinônimos e antônimosSinônimos e antônimos
Sinônimos e antônimos
 
Estrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavrasEstrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavras
 
Período composto por coordenação
Período composto por coordenaçãoPeríodo composto por coordenação
Período composto por coordenação
 
Adverbio
AdverbioAdverbio
Adverbio
 
Polissemia e ambiguidade
Polissemia e ambiguidadePolissemia e ambiguidade
Polissemia e ambiguidade
 
Semântica
SemânticaSemântica
Semântica
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Complemento nominal
Complemento nominalComplemento nominal
Complemento nominal
 

Destaque (20)

PIVA- Aula 3 lógica
PIVA- Aula 3 lógicaPIVA- Aula 3 lógica
PIVA- Aula 3 lógica
 
Aula 11 2016 problemas notacionais
Aula 11 2016 problemas notacionaisAula 11 2016 problemas notacionais
Aula 11 2016 problemas notacionais
 
PIVA - Aula 1 2016
PIVA - Aula 1 2016PIVA - Aula 1 2016
PIVA - Aula 1 2016
 
Orações sub adverbiais 2015
Orações sub adverbiais   2015Orações sub adverbiais   2015
Orações sub adverbiais 2015
 
Revisao enem carmo 2015_aula 7
Revisao enem carmo 2015_aula 7Revisao enem carmo 2015_aula 7
Revisao enem carmo 2015_aula 7
 
PIVA -Aula2 2016
PIVA -Aula2 2016 PIVA -Aula2 2016
PIVA -Aula2 2016
 
Aula 4
Aula 4 Aula 4
Aula 4
 
Revisão6 concordância e problemas notacionais
Revisão6 concordância  e problemas notacionaisRevisão6 concordância  e problemas notacionais
Revisão6 concordância e problemas notacionais
 
Revisão 4 regência
Revisão 4  regênciaRevisão 4  regência
Revisão 4 regência
 
Orações subordinadas adverbiais
Orações subordinadas adverbiaisOrações subordinadas adverbiais
Orações subordinadas adverbiais
 
Piva aula 7 2016
Piva aula 7  2016Piva aula 7  2016
Piva aula 7 2016
 
Aula 5 2016
Aula 5 2016Aula 5 2016
Aula 5 2016
 
Revisão 7 vícios de linguagem
Revisão 7 vícios de linguagemRevisão 7 vícios de linguagem
Revisão 7 vícios de linguagem
 
Aula 8 texto e discurso
Aula 8 texto e discursoAula 8 texto e discurso
Aula 8 texto e discurso
 
Conjugação de verbos: exercícios
Conjugação de verbos: exercíciosConjugação de verbos: exercícios
Conjugação de verbos: exercícios
 
Funções de linguagem exercicios
Funções de linguagem exercicios Funções de linguagem exercicios
Funções de linguagem exercicios
 
Romantismo 2a geracao
Romantismo 2a geracaoRomantismo 2a geracao
Romantismo 2a geracao
 
Álvares de Azevedo
Álvares de AzevedoÁlvares de Azevedo
Álvares de Azevedo
 
Variedades linguísticas- exercício
Variedades linguísticas-  exercícioVariedades linguísticas-  exercício
Variedades linguísticas- exercício
 
Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.
Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.
Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.
 

Semelhante a Revisão 5 crase

Uso da crase
Uso da craseUso da crase
Uso da craseLeYa
 
41777304 crase-atividades
41777304 crase-atividades41777304 crase-atividades
41777304 crase-atividadesAnielle Alves
 
Gramática aula 11 - crase
Gramática   aula 11 - craseGramática   aula 11 - crase
Gramática aula 11 - crasemfmpafatima
 
Concordancia verbal
Concordancia verbalConcordancia verbal
Concordancia verbalRita Andrade
 
Emprego de palavras_expressoes
Emprego de palavras_expressoesEmprego de palavras_expressoes
Emprego de palavras_expressoesSocorroINSS
 
Apostila eja 1ª e 2º periodo tipos e generos textuais
Apostila eja 1ª  e 2º  periodo   tipos e generos textuaisApostila eja 1ª  e 2º  periodo   tipos e generos textuais
Apostila eja 1ª e 2º periodo tipos e generos textuaisVera Oliveira
 
Exercício sobre adjetivo,pronome e numeral
Exercício sobre adjetivo,pronome e numeralExercício sobre adjetivo,pronome e numeral
Exercício sobre adjetivo,pronome e numeralNivea Neves
 
atividade crase - Copia.pptx
atividade crase - Copia.pptxatividade crase - Copia.pptx
atividade crase - Copia.pptxgeroboaosouza
 
Exercícios sobre crase
Exercícios sobre craseExercícios sobre crase
Exercícios sobre craseCarmen Tereza
 
Atividades complementares 6º ano substantivo e adjetivos
Atividades complementares 6º ano substantivo e adjetivos Atividades complementares 6º ano substantivo e adjetivos
Atividades complementares 6º ano substantivo e adjetivos Anna Vaz Boechat
 
Estrutura verbal - exercícios com gabarito - Tales - Professor Jason Lima
Estrutura verbal - exercícios com gabarito - Tales - Professor Jason LimaEstrutura verbal - exercícios com gabarito - Tales - Professor Jason Lima
Estrutura verbal - exercícios com gabarito - Tales - Professor Jason Limajasonrplima
 
7ano 2bim_gramatica_
7ano 2bim_gramatica_7ano 2bim_gramatica_
7ano 2bim_gramatica_Nivea Neves
 
Exercícios concordância verbal
Exercícios concordância verbalExercícios concordância verbal
Exercícios concordância verbalAndriane Cursino
 

Semelhante a Revisão 5 crase (20)

Exercícios Crase
Exercícios CraseExercícios Crase
Exercícios Crase
 
Uso da crase
Uso da craseUso da crase
Uso da crase
 
41777304 crase-atividades
41777304 crase-atividades41777304 crase-atividades
41777304 crase-atividades
 
Gramática aula 11 - crase
Gramática   aula 11 - craseGramática   aula 11 - crase
Gramática aula 11 - crase
 
Concordancia verbal
Concordancia verbalConcordancia verbal
Concordancia verbal
 
Emprego de palavras_expressoes
Emprego de palavras_expressoesEmprego de palavras_expressoes
Emprego de palavras_expressoes
 
Apostila eja 1ª e 2º periodo tipos e generos textuais
Apostila eja 1ª  e 2º  periodo   tipos e generos textuaisApostila eja 1ª  e 2º  periodo   tipos e generos textuais
Apostila eja 1ª e 2º periodo tipos e generos textuais
 
Verbos
Verbos Verbos
Verbos
 
Exercício sobre adjetivo,pronome e numeral
Exercício sobre adjetivo,pronome e numeralExercício sobre adjetivo,pronome e numeral
Exercício sobre adjetivo,pronome e numeral
 
18.1.pdf
18.1.pdf18.1.pdf
18.1.pdf
 
atividade crase - Copia.pptx
atividade crase - Copia.pptxatividade crase - Copia.pptx
atividade crase - Copia.pptx
 
Exercícios sobre crase
Exercícios sobre craseExercícios sobre crase
Exercícios sobre crase
 
Atividades complementares 6º ano substantivo e adjetivos
Atividades complementares 6º ano substantivo e adjetivos Atividades complementares 6º ano substantivo e adjetivos
Atividades complementares 6º ano substantivo e adjetivos
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
1
11
1
 
Estrutura verbal - exercícios com gabarito - Tales - Professor Jason Lima
Estrutura verbal - exercícios com gabarito - Tales - Professor Jason LimaEstrutura verbal - exercícios com gabarito - Tales - Professor Jason Lima
Estrutura verbal - exercícios com gabarito - Tales - Professor Jason Lima
 
7ano 2bim_gramatica_
7ano 2bim_gramatica_7ano 2bim_gramatica_
7ano 2bim_gramatica_
 
Exercícios concordância verbal
Exercícios concordância verbalExercícios concordância verbal
Exercícios concordância verbal
 
Caderno exercicios verbos portugueses
Caderno exercicios verbos portuguesesCaderno exercicios verbos portugueses
Caderno exercicios verbos portugueses
 
Verbo
VerboVerbo
Verbo
 

Mais de Cláudia Heloísa (13)

Dom Casmurro
Dom CasmurroDom Casmurro
Dom Casmurro
 
Quincas Borba
Quincas BorbaQuincas Borba
Quincas Borba
 
Angústia, de Graciliano Ramos
Angústia, de Graciliano RamosAngústia, de Graciliano Ramos
Angústia, de Graciliano Ramos
 
A relíquia - Eça de Queirós
A relíquia - Eça de QueirósA relíquia - Eça de Queirós
A relíquia - Eça de Queirós
 
Enem 2018 informações
Enem 2018 informaçõesEnem 2018 informações
Enem 2018 informações
 
Mayombe
MayombeMayombe
Mayombe
 
Minha vida de menina - Helena Morley
Minha vida de menina - Helena MorleyMinha vida de menina - Helena Morley
Minha vida de menina - Helena Morley
 
Iracema - José de Alencar
Iracema - José de AlencarIracema - José de Alencar
Iracema - José de Alencar
 
Aula 1 P.I.V.A
Aula 1 P.I.V.AAula 1 P.I.V.A
Aula 1 P.I.V.A
 
Figuras de linguagem em propagandas
Figuras de linguagem em propagandasFiguras de linguagem em propagandas
Figuras de linguagem em propagandas
 
Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
 
Lusofonia
Lusofonia Lusofonia
Lusofonia
 
Vanguarda I - Surrealismo
Vanguarda I - SurrealismoVanguarda I - Surrealismo
Vanguarda I - Surrealismo
 

Último

4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...excellenceeducaciona
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...apoioacademicoead
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...azulassessoriaacadem3
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfRuannSolza
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...azulassessoriaacadem3
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...azulassessoriaacadem3
 
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...azulassessoriaacadem3
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Jean Carlos Nunes Paixão
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoriaAtividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
 
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
 
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
 
Namorar não és ser don .
Namorar não és ser don                  .Namorar não és ser don                  .
Namorar não és ser don .
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 

Revisão 5 crase

  • 2. Pra começo de conversa… CRASE ( em grego krasis) significa fusão, ou união; neste caso, é a fusão de duas vogais iguais e contíguas. Crase não é acento! O nome deste sinal é acento grave!
  • 3. Regra geral termo que rege preposição A palavra feminina (que aceita artigo A) Gostaria de ir praia. à aa
  • 4. 1.Preposição a + aquele, aquela, aquilo 2.Preposição a + a qual, as quais Domingo iremos àquele teatro recém-inaugurado. iremos a + aquele teatro A moça à qual me referi está chegando.
  • 5. 3.na indicação de horas (determinadas) 4. em locuções adverbiais (femininas): Chegamos às duas horas. Chegamos às dez horas. Saímos à noite. Sentiu-se à vontade. Respondeu às pressas.
  • 6. 5.em locuções prepositivas (femininas): 6.em locuções conjuntivas (femininas): à beira de à custa de à força de à sombra de À medida em que À proporção que à moda de Sempre que a expressão “à moda de” estiver subentendida, ocorre crase: Bife à parmegiana/ vestido à Carmem Miranda
  • 7. 7. à distância Ocorre crase diante da palavra distância quando esta vier especificada: Achava-se à distância de cem metros No caso de indeterminação, não haverá crase: O trem passava a pouca distância da casa. É necessário vê-los a distância.
  • 8. 8.a palavra casa Ocorre crase antes da palavra casa quando estiver adjetivada, especificada: Voltou à casa paterna. Dirigi-me à casa de Pedro. O mesmo acontece com a palavra terra: Voltei à terra dos papagaios.
  • 9. Quando vou e volto “de” Crase pra quê? Quando vou e volto “da” Crase haverá! Vou a Brasília. (e volto de Brasília) Vou à África. (e volto da África) Diante de nomes de lugares…pense assim:
  • 10. Casos em que não ocorre crase 1) Antes de substantivos masculinos: Andou a cavalo. 2) Antes de verbos: A partir de amanhã, serei outra pessoa. 3) Antes de substantivos no plural estando o A no singular. Referia-se a cidades pequenas. 4) Antes de pronomes pessoais: Dirigiu a palavra a ela. 5) Antes de pronomes demonstrativos (este, esse e flexões) Não foi a esta festa. 6) Antes de pronomes indefinidos (todos, nenhum, algum): Obedecia a todos. 7) Antes de pronomes de tratamento ou interrogativos (com exceção de senhora, senhorita). Obedeci a Vossa Senhoria. Falaste a que pessoa? 8) Antes de artigo indefinido (um, uma, uns, umas): Obedeci a uma velha senhora. 9) Antes dos pronomes relativos (que, quem): Referia-se a quem falava. Esta é a vida a que aspiramos.
  • 11. 10) Quando já houver outra preposição: Viajou para a Itália. 11) Diante de substantivos femininos usados em sentido geral e indeterminado: Não vai a festas nem a reuniões. (qualquer festa) A FUNAI decidiu fechar o parque indígena a visitas. (qualquer visita) 12) Diante de nomes de parentescos, precedidos de pronomes possessivos: Recorri a minha mãe. Faremos uma visita a sua mãe. 15) Diante de numerais cardinais Chanceler inicia visita a oito países africanos Crase
  • 12. Casos facultativos (opcionais) • Antes de nomes próprios femininos: Referiu-se à Luísa ou Referiu-se a Luísa • Antes de pronomes possessivos femininos: (tua, sua, minha) Referiu-se a tua mãe ou Referiu-se à tua mãe
  • 13. Observe os usos do acento grave a seguir, e determine certo ou errado na ocorrência de crase.
  • 15. No caso de indeterminação da palavra distância, não haverá crase
  • 19. Em à luz de velas temos uma locução prepositiva feminina.
  • 21. Antes de substantivos masculinos, não há crase
  • 23. Diante de substantivos femininos usados em sentido geral e indeterminado, não há crase.
  • 26. Locuções adverbiais femininas aceitam artigo a, portanto, o correto é: à direita.
  • 27. Observe a mudança de sentido determinada pela crase em uma frase
  • 28. As análises a seguir foram feitas pelo prof Sérgio Nogueira para o portal G1 Crase no cotidiano Matéria completa disponível em: g1.globo.com/vestibular-e-educacao/fotos/2012/03/veja-fotos-com-exemplos-do-uso-da-crase.html
  • 37. Exercícios corrigidos 1.Em qual das alternativas o uso do acento indicativo de crase é facultativo? a)Minhas idéias são semelhantes às suas. b) Ele tem um estilo à Eça de Queirós c) Dei um presente à Mariana. d) Fizemos alusão à mesma teoria. e) Cortou o cabelo à Gal Costa. 2. Quanto _____ suas exigências, recuso-me _____ levá-las _____ sério. a) às - à - a b) a - a - a c) as - à - à d) à - a - à e) as - a - a
  • 38. 3. "A casa fica ___ direita de quem sobe a rua, __ duas quadras da Avenida Central". a) à - há b) a - à c) a - há d) à - a e) à – à 4. "O grupo obedece ___ comando de um pernambucano, radicado ___ tempos em São Paulo, e se exibe diariamente ___ hora do almoço". a) o - à - a b) ao - há - à c) ao - a - a d) o - há - a e) o - a – a 5. "Nesta oportunidade, volto ___ referir-me ___ problemas já expostos ___ V. Sª ___ alguns dias". a) à - àqueles - a - há b) a - àqueles - a - há c) a - aqueles - à - a d) à - àqueles - a - a e) a - aqueles - à - há
  • 39. 6. Assinale a frase gramaticalmente correta: a) O Papa caminhava à passo firme. b) Dirigiu-se ao tribunal disposto à falar ao juiz. c) Chegou à noite, precisamente as dez horas. d) Esta é a casa à qual me referi ontem às pressas. e) Ora aspirava a isto, ora aquilo, ora a nada. 7. O Ministro informou que iria resistir _____ pressões contrárias _____ modificações relativas _____ aquisição da casa própria. a) às - àquelas _ à b) as - aquelas - a c) às àquelas - a d) às - aquelas - à e) as - àquelas – à 8. A alusão _____ lembranças da casa materna trazia _____ tona uma vivência _____ qual já havia renunciado. a) às - a - a b) as - à - há c) as - a - à d) às - à - à e) às - a - há
  • 40. 9. Use a chave ao sair ou entrar __________ 20 horas. a) após às b) após as c) após das d) após a e) após à 10. _____ dias não se consegue chegar _____ nenhuma das localidades _____ que os socorros se destinam. a) Há - à - a b) A - a - a c) À - à - a d) Há - a - a e) À - a – a 11. Fique _____ vontade; estou _____ seu inteiro dispor para ouvir o que tem _____ dizer. a) a - à - a b) à - a - a c) à - à - a d) à - à - à e) a - a - a
  • 41. 12. No tocante _____ empresa _____ que nos propusemos _____ dois meses, nada foi possível fazer. a) àquela - à - à b) aquela - a - a c) àquela - à - há d) aquela - à - à e) àquela - a – há 13. Chegou-se _____ conclusão de que a escola também é importante devido _____ merenda escolar que é distribuída gratuitamente _____ todas as crianças. a) à - à - à b) a - à - a c) a - à - à d) à - à - a e) à - a - a 14. A tese _____ aderimos não é aquela _____ defendêramos no debate sobre os resultados da pesquisa. a) a qual - que b) a que - que c) à que - a que d) a que - a que e) a qual a que
  • 42. 15. Em relação _____ mímica, deve-se dizer que ela exerce função paralela _____ da linguagem. a) a - a b) à - à c) a - à d) à - aquela e) a - àquela 16. Foi _____ mais de um século que, numa reunião de escritores, se propôs a maldição do cientista que reduzira o arco-íris _____ simples matéria: era uma ameaça _____ poesia. a) a - a - à b) há - à - a c) há - à - à d) a - a - a e) há - a - à 17. A estrela fica _____ uma distância enorme, _____ milhares de anos-luz, e não é visível _____ olho nu. a) a - à - à b) a - a - a c) à - a - a d) à - à - a e) à - a – à
  • 43. 18. Estava __________ na vida, vivia _____ expensas dos amigos. a) atoa - as b) a toa - à c) a tôa - às d) à toa - às e) à toa – as 19. Estavam _____ apenas quatro dias do início das aulas, mas ele não estava disposto _____ retomar os estudos. a) há - à b) a - a c) à - a d) há - a e) a - à 20. Disse _____ ela que não insistisse em amar _____ quem não _____ queria. a) a - a - a b) a - a - à c) à - a - a d) à - à - à e) a - à - à
  • 44. 21. . _____ alguns meses o Ministro revelou-se disposto _____ abrir _____ discussões em torno do acesso dos candidatos e dos partidos _____ televisão. a) A - a - as - à b) Há - a - às - a c) A - à - às - a d) Há - à - as - à e) Há - a - as - à 22. _____ Igreja cabe propugnar pelos princípios éticos e morais que devem reger _____ vida das comunidades, enquanto _____ política deve visar ao bem comum. a) A - à - à b) À - a - a c) À - à - a d) À - à - à e) A - a - a 23. A lâmpada _____ cuja volta estavam mariposas _____ voar, emitia luz _____ grande distância. a) a - à - à b) à - a - à c) a - à - a d) a - a - a e) à - a - a
  • 45. 24. Aquela candidata _____ rainha de beleza, quando foi _____ televisão, pôs-se _____ roer as unhas. a) à - à - a b) à - a - à c) a - a - à d) à - à - à e) a - à - a 25. Eis o lema _____ sempre obedecia: ódio _____ guerra e aversão _____ injustiças. a) à que - à - as b) à que - à - às c) a que - à - às d) a que - à - as e) a que - a – as 26. Faltou _____ todas as reuniões e recusou-se _____ obedecer _____ decisões da assembléia. a) a - a - as b) a - a - às c) a - à - às d) à - a - às e) à - à - às
  • 46. 27. Expunha-se _____ uma severa punição, porque as ordens _____ quais se opunha eram rigorosas e destinavam-se _____ funcionárias daquele setor. a) a - as - às b) à - às - as c) à - as - às d) à - às - às e) a - às - às
  • 47. Fontes PASCHOALIN, Maria Aparecida. Gramática: teoria e exercícios/Paschoalin & Spadoto. Ed. Renovada. São Paulo: FTD, 2008. http://www.jangadeiroonline.com.br/redacao-fisica/redacao-fisica-aquela-crase http://apalavraemacao.blogspot.com.br/2010/08/crase.html http://www.grupoescolar.com/pesquisa/crase.html http://g1.globo.com/vestibular-e-educacao/noticia/2012/03/terror-da-gramatica- crase-atormenta-estudantes-e-ganha-rock-didatico.html Pesquisa e organização Profa. Cláudia Heloísa Cunha Andria Licenciada em Letras – Unisantos Contato: clauheloisa@yahoo.com.br