Variedades linguísticas

23.905 visualizações

Publicada em

Ilustração do estudo sobre variedades linguísticas

Publicada em: Educação
3 comentários
89 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
23.905
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
25
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
3
Gostaram
89
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Variedades linguísticas

  1. 1. VariedadesLinguísticas
  2. 2. Idiomas e variaçõesTodo idioma sofre a ação óxentedos seus falantes, que macaxeira Bah!acabam transformando sua Meulíngua ao longo do tempo e bróderdo espaço. tchê!Esse fenômeno detransformação pode ser Meuobservado a partir de muitas rei!influências, e algumas vezessão responsáveis pelo Arre!surgimento de dialetos e Tremlinguagens particulares a bãopartir da mesma língua. Orra, meu! pingoleta
  3. 3. Idioma Oficial do BrasilEm agosto de 1758, a línguaportuguesa torna-se o idiomaoficial do Brasil, através de umdecreto do Marquês de Pombal,que também proíbe o uso dalíngua geral.Língua geral era o nome dadoà linguagem que misturava oportuguês e as línguasindígenas faladas aqui naépoca da colonização
  4. 4. Variedade diatópica* É o mesmo que variedade geográfica; especificamente refere-se à variaçãoexistente entre o idioma original e o idioma “transplantado” para outro território. Éuma língua com características próprias de um país. “Pode-se então falar de desterritorialização. É o caso, por exemplo, do português no Brasil ou do francês no Canadá.” (Milton Santos)
  5. 5. Ricardo Pereira dá aulas de português de Portugal a Bruno De Luca “para ensinar um pouquinho do português de Portugal para Bruno De Luca, Pereira voltou às origens. Bruno aprendeu palavras e gírias lusitanas como telemóvel, boleia, gira e várias outras! Ficou curioso? Assista a matéria completa no vídeo! ”http://tvg.globo.com/programas/video-show/v2011/VideoShow/Noticias/0,,MUL165659
  6. 6. CURIOSIDADE!! Variedade diatópicaEste material foi divulgado pelo mc donald’s em suas bandejas
  7. 7. Reprodução da capa do jornal português “O Jogo”, que afirma que Portugal foi prejudicado pela arbitragem.Em tempo, “Puto” em português lusitano é “garoto” .
  8. 8. RegionalismoÉ a variedade que agrupa termos próprios de uma região dentro do mesmo país. Essavariedade vai além da pronúncia diferente; refere-se ao vocabulário próprio de cadaregião. Também conhecido como dialeto regional.
  9. 9. Regionalismo na publicidade Porto Alegre:Brasília: http://www.youtube.com/watch?v=weJhDRC-V0I http://www.youtube.com/watch?NR=1&v=avFhpY9H42I&feature=enBelo Horizonte: http://www.youtube.com/watch?v=S-MwPAU_p2k&list=PL7B93E24ED1http://www.youtube.com/watch?v=vR4AV1yntBQ
  10. 10. SotaqueÉ a diferença que se observa na pronúncia e no ritmo de um mesmo idioma. Hásotaques diatópicos, e há sotaques regionais ( dentro do mesmo país), por isso mesmo,o sotaque combina-se com o regionalismo, formando um dialeto.
  11. 11. Jargão “Jargão é o modo de falar específico de um grupo, geralmente ligado à profissão. Existe, por exemplo, o jargão dos médicos, o jargão dos especialistas em informática, etc.” (NERY, Alfredina)http://martaabrodrigues.blogspot.com.br/2010/05/estitlistica-e-jargao.html
  12. 12. Gírias“são as palavras que entram e saem da moda, de tempos em tempos. A gíria teve sua origem namaneira de falar de grupos marginalizados que não queriam ser entendidos por quem nãopertencesse ao grupo. Hoje, entende-se a gíria como uma linguagem específica de gruposespecíficos, como os jovens. ” (NERY, Alfredina)
  13. 13. Variedade histórica“As línguas não sãoestáticas, fixas, imutáveis.Elas se alteram com o passardo tempo e com o uso. Mudaa forma de falar, mudam aspalavras, a grafia e o sentidodelas. Essas alteraçõesrecebem o nomede variações históricas.”(http://variacaolinguistica-historico-o.blogspot.com.br/2010/04/variacao-linguistica-historico.html)
  14. 14. Assista Trecho da série “Palavra Puxa Palavra” da MultiRio. Educopédia - SME/RJhttp://www.youtube.com/watch?v=_Y1-ibJcXW0&feature=related
  15. 15. Fontes NERY,Alfredina. Variações linguísticas: O modo de falar do brasileiro. Disponível em:. http://educacao.uol.com.br/disciplinas/portugues/variacoes-linguisticas-o-modo-de falar-do-brasileiro.htm NERY,Alfredina. Gíria e jargão: a língua muda conforme a situação,2007. Disponível em: http://educacao.uol.com.br/disciplinas/portugues/giria-e-jargao-a-lingua-muda-conforme-situacao.htm SANTOS, Milton. O tempo despótico da língua universalizante. Folha de S. Paulo,novembro de 2000. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/mais/fs0511200007.htm http://www.teiaportuguesa.com http://cienciaecultura.bvs.br www.inep.com.br Pesquisa e organizaçãoProfa. Cláudia Heloísa C. AndriaGraduada em Letras – Unisantos.Contato: clauheloisa@yahoo.com.br

×