SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
Aula 8
Texto e discurso
Análise do Discurso
“analisar (... ) discursos (... ) não se limita a um estudo puramente linguístico
(... ), mas leva em conta outros aspectos externos à língua, mas que fazem
parte essencial de uma abordagem discursiva: os elementos históricos,
sociais, culturais, ideológicos que cercam a produção de um discurso e nele se
refletem; o espaço que esse discurso ocupa em relação a outros discursos
produzidos e que circulam na comunidade.”
Ideologia no discurso
“ O discurso é como um
jogo estratégico que
provoca ação e reação, é
como uma arena de lutas
(verbais, que se dão pela
palavra) em que ocorre
um jogo de dominação
ou aliança, de submissão
ou resistência, o discurso
é o lugar em que se
travam as polêmicas. ”
“ Se no lugar de “o segurança” a agência
tivesse utilizado “a segurança”, por certo
a polêmica não existiria. Insinuar que
todo segurança é negro é uma forma
camuflada de racismo, por mais que no
mundo dos chamados guarda-costas
prevaleçam os afro-descendentes, pelo
menos no Brasil. A comparação
desnecessária que a campanha faz é
semelhante ao pensamento de muitas
autoridades, que entendem que todos os
motociclistas são bandidos, apenas
porque alguns marginais utilizam
motocicletas para facilitar a fuga.
Detalhes como esse podem colocar por
terra décadas dedicadas à construção
de uma marca mundialmente conhecida.
(Com informações do AdNews) ”
Disponivel em http://ucho.info/azeite-da-discordia-
campanha-publicitaria-do-portugues-gallo-e-suspeita-de-
racismo
campanha criada em 2011 pela agência de propaganda
AlmapBBDO para a marca de azeite Gallo
Em 2011, a modelo Gisele Bündchen foi alvo de ruidosa polêmica por causa da fabricante
de lingerie Hope, que levou aos consumidores a campanha “Certo” e “Errado”.
Na campanha da Hope, a modelo ensinava às mulheres diferentes formas de
comportamento para amenizar possíveis reações negativas dos maridos diante de
incidentes do cotidiano. A Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) não gostou e a
então ministra Iriny Lopes (PT-ES), que deixou o cargo para disputar a prefeitura de Vitória,
disse que o apelo “promove o reforço do estereótipo equivocado da mulher como objeto
sexual de seu marido”.
Disponivel em http://ucho.info/azeite-da-discordia-campanha-publicitaria-do-portugues-gallo-e-suspeita-de-racismo
“ A polêmica está no ar. A última campanha
publicitária da Caixa Econômica Federal, em
comemoração aos seus 150 anos, pôs um ator
branco interpretando o escritor (e mulato)
Machado de Assis (1839-1908). O comercial,
de um minuto, está sendo veiculado em canais
de televisão abertos e fechados.
O erro histórico virou assunto nas mídias
sociais. O escritor Haroldo Costa lamentou o
“grande equívoco” – principalmente porque,
segundo ele, esta não foi a primeira vez que
Machado foi “branqueado”.
“É lamentável que uma instituição do governo
deixe passar esse erro histórico. E o pior é que
não foi a primeira vez que tal equívoco
aconteceu. Muitas publicações já
‘branquearam’ o escritor de tal forma que, em
algumas fotografias, ele pareceu quase loiro”,
comentou Haroldo, que pede a manifestação
das entidades em defesa do movimento negro
diante da questão.”
Disponivel em
http://www.revistadehistoria.com.br/secao/nota/machado-de-
assis-branqueado-1
Assista no youtube:
https://www.youtube.com/watch?v=10P8fZ5I1Wk
Campanha publicitária da Caixa
Econômica Federal veiculada em 2011
“ toda formação discursiva traz
dentro de si, outras formações
discursivas com que dialoga,
contestando, replicando ou
aliando-se a elas para dar força a
sua fala. Por outro lado, um
mesmo enunciado pode aparecer
em formações discursivas
diferentes, acarretando com isso
sentidos diferentes conforme a
posição sócio-ideológica de quem
fala. Isso porque apesar de a
língua ser a mesma
gramaticalmente, ela não é a
mesma do ponto de vista
discursivo, isto é, da sua
realização, por causa da
interferência desses fatores
externos: quem fala, para quem
se fala, de que posição social e
ideológica se fala. ”
Atividade de análise e debate em grupo
1.Formação de grupos (sugestão: 5 ou 6 alunos).
2.Distribuição aleatória de flashcards ( charges )para discussão em cada grupo.
3.Apresentação oral de cada grupo sobre:
•os aspectos ideológicos em cada charge
•Posicionamento a respeito do texto, da mensagem: contestar, reforçar, dialogar.
Fontes
BRANDAO,Helena Hathsue Nagamine. Analise do Discurso: um itinerario
historico. Disponivel em:
http://www.museudalinguaportuguesa.org.br/files/mlp/texto_1.pdf
BAKHTIN Mikhail (Voloshinov, 1929). 1979. Marxismo e filosofia da linguagem.
Trad. Lahud, Michel; Vieira, Yara F. São Paulo: Ed. Hucitec. ORLANDI, Eni P.
1983. A linguagem e seu funcionamento. As formas do discurso. São Paulo: Ed.
Brasiliense
http://www.vestibular1.com.br/noticias/noticia_1/interpretacao_de_texto.htm
Pesquisa , organização e layout
Profa. Claudia Heloisa C. Andria
Contato: clauheloisa@yahoo.com.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagemValeria Nunes
 
Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto Cláudia Heloísa
 
Funções da Linguagem
Funções da LinguagemFunções da Linguagem
Funções da Linguagemborges15
 
Concepções de linguagem, língua, gramática e
Concepções de linguagem, língua, gramática eConcepções de linguagem, língua, gramática e
Concepções de linguagem, língua, gramática eThiago Soares
 
Intertextualidade
Intertextualidade Intertextualidade
Intertextualidade Denise
 
Análise de gêneros do discurso na teoria bakhtiniana
Análise de gêneros do discurso na teoria bakhtinianaAnálise de gêneros do discurso na teoria bakhtiniana
Análise de gêneros do discurso na teoria bakhtinianaAmábile Piacentine
 
Vícios de linguagem
Vícios de linguagemVícios de linguagem
Vícios de linguagemwagnerbera13
 
Gêneros de discurso e gêneros de texto ppt
Gêneros de discurso e gêneros de texto pptGêneros de discurso e gêneros de texto ppt
Gêneros de discurso e gêneros de texto pptpnaicdertsis
 
Variação linguistica slide
Variação linguistica   slideVariação linguistica   slide
Variação linguistica slideIvana Serrano
 
Conotacao e denotacao
Conotacao e denotacaoConotacao e denotacao
Conotacao e denotacaobubble13
 

Mais procurados (20)

Teorias da enunciação
Teorias da enunciaçãoTeorias da enunciação
Teorias da enunciação
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
 
Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto
 
Vícios de linguagem
Vícios de linguagemVícios de linguagem
Vícios de linguagem
 
Funções da Linguagem
Funções da LinguagemFunções da Linguagem
Funções da Linguagem
 
Concepções de linguagem, língua, gramática e
Concepções de linguagem, língua, gramática eConcepções de linguagem, língua, gramática e
Concepções de linguagem, língua, gramática e
 
Intertextualidade
Intertextualidade Intertextualidade
Intertextualidade
 
português instrumental
  português instrumental  português instrumental
português instrumental
 
Intertextualidade
IntertextualidadeIntertextualidade
Intertextualidade
 
Análise de gêneros do discurso na teoria bakhtiniana
Análise de gêneros do discurso na teoria bakhtinianaAnálise de gêneros do discurso na teoria bakhtiniana
Análise de gêneros do discurso na teoria bakhtiniana
 
Estratégias argumentativas1
Estratégias argumentativas1Estratégias argumentativas1
Estratégias argumentativas1
 
Vícios de linguagem
Vícios de linguagemVícios de linguagem
Vícios de linguagem
 
Sociolinguística
SociolinguísticaSociolinguística
Sociolinguística
 
Gêneros de discurso e gêneros de texto ppt
Gêneros de discurso e gêneros de texto pptGêneros de discurso e gêneros de texto ppt
Gêneros de discurso e gêneros de texto ppt
 
Oficina de Redação
Oficina de RedaçãoOficina de Redação
Oficina de Redação
 
Variação linguistica slide
Variação linguistica   slideVariação linguistica   slide
Variação linguistica slide
 
Semantica
SemanticaSemantica
Semantica
 
Língua e linguagem 1
Língua e linguagem 1Língua e linguagem 1
Língua e linguagem 1
 
Conotacao e denotacao
Conotacao e denotacaoConotacao e denotacao
Conotacao e denotacao
 

Destaque (20)

Variedades linguísticas- exercício
Variedades linguísticas-  exercícioVariedades linguísticas-  exercício
Variedades linguísticas- exercício
 
Figuras de linguagem em propagandas
Figuras de linguagem em propagandasFiguras de linguagem em propagandas
Figuras de linguagem em propagandas
 
PIVA - Aula 1 2016
PIVA - Aula 1 2016PIVA - Aula 1 2016
PIVA - Aula 1 2016
 
Revisão 4 regência
Revisão 4  regênciaRevisão 4  regência
Revisão 4 regência
 
Aula 5 2016
Aula 5 2016Aula 5 2016
Aula 5 2016
 
PIVA -Aula2 2016
PIVA -Aula2 2016 PIVA -Aula2 2016
PIVA -Aula2 2016
 
Aula 4
Aula 4 Aula 4
Aula 4
 
Revisão6 concordância e problemas notacionais
Revisão6 concordância  e problemas notacionaisRevisão6 concordância  e problemas notacionais
Revisão6 concordância e problemas notacionais
 
Piva aula 7 2016
Piva aula 7  2016Piva aula 7  2016
Piva aula 7 2016
 
Funções de linguagem exercicios
Funções de linguagem exercicios Funções de linguagem exercicios
Funções de linguagem exercicios
 
Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.
Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.
Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.
 
PIVA- Aula 3 lógica
PIVA- Aula 3 lógicaPIVA- Aula 3 lógica
PIVA- Aula 3 lógica
 
Aula 11 2016 problemas notacionais
Aula 11 2016 problemas notacionaisAula 11 2016 problemas notacionais
Aula 11 2016 problemas notacionais
 
Revisao enem carmo 2015_aula 7
Revisao enem carmo 2015_aula 7Revisao enem carmo 2015_aula 7
Revisao enem carmo 2015_aula 7
 
Revisão 7 vícios de linguagem
Revisão 7 vícios de linguagemRevisão 7 vícios de linguagem
Revisão 7 vícios de linguagem
 
Revisão 5 crase
Revisão 5 craseRevisão 5 crase
Revisão 5 crase
 
Romantismo 2a geracao
Romantismo 2a geracaoRomantismo 2a geracao
Romantismo 2a geracao
 
Figuras de linguagem exercício
Figuras de linguagem exercícioFiguras de linguagem exercício
Figuras de linguagem exercício
 
Álvares de Azevedo
Álvares de AzevedoÁlvares de Azevedo
Álvares de Azevedo
 
Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
 

Semelhante a Análise Discursiva Textos Ideologia

Análise - Propaganda Ideológica no vídeo "Roda De Samba" da Havaianas
Análise - Propaganda Ideológica no vídeo "Roda De Samba" da HavaianasAnálise - Propaganda Ideológica no vídeo "Roda De Samba" da Havaianas
Análise - Propaganda Ideológica no vídeo "Roda De Samba" da HavaianasJean Michel Gallo Soldatelli
 
Resenha crítica do livro "Linguagem e Ideologia" de José Luiz Fiorin
Resenha crítica do livro "Linguagem e Ideologia" de José Luiz FiorinResenha crítica do livro "Linguagem e Ideologia" de José Luiz Fiorin
Resenha crítica do livro "Linguagem e Ideologia" de José Luiz FiorinJean Michel Gallo Soldatelli
 
Apresentação de Dissertação - Da brancura à sujeira
Apresentação de Dissertação - Da brancura à sujeiraApresentação de Dissertação - Da brancura à sujeira
Apresentação de Dissertação - Da brancura à sujeiraBreno Brito
 
Folheto5 politicamente incorreto_prova
Folheto5 politicamente incorreto_provaFolheto5 politicamente incorreto_prova
Folheto5 politicamente incorreto_provaFernando Santos
 
Texto argumentativo exercício
Texto argumentativo exercícioTexto argumentativo exercício
Texto argumentativo exercícioJosé Roberto
 
Resumo paulo freire biobibliografia
Resumo paulo freire biobibliografiaResumo paulo freire biobibliografia
Resumo paulo freire biobibliografiaNovautos Noticias
 
MP-SP Documento antissemita SEI/MPSP n. 29.0001.0034944.2023-24
MP-SP Documento antissemita SEI/MPSP n. 29.0001.0034944.2023-24MP-SP Documento antissemita SEI/MPSP n. 29.0001.0034944.2023-24
MP-SP Documento antissemita SEI/MPSP n. 29.0001.0034944.2023-24Editora 247
 
G:\Gru Ger Form Pes Ace\ Gt Form 2010\Projetos\Aprimoramento Profissional...
G:\Gru Ger Form Pes Ace\ Gt   Form   2010\Projetos\Aprimoramento Profissional...G:\Gru Ger Form Pes Ace\ Gt   Form   2010\Projetos\Aprimoramento Profissional...
G:\Gru Ger Form Pes Ace\ Gt Form 2010\Projetos\Aprimoramento Profissional...ElenitaPimentel
 
A fala de muitos gumes as formas do silêncio orlandi
A fala de muitos gumes as formas do silêncio orlandiA fala de muitos gumes as formas do silêncio orlandi
A fala de muitos gumes as formas do silêncio orlandiFrank Junior
 
HOMENS QUE SÃO HOMENS NÃO CHORAM: A CONSTITUIÇÃO DISCURSIVA DA IDENTIDADE MAS...
HOMENS QUE SÃO HOMENS NÃO CHORAM: A CONSTITUIÇÃO DISCURSIVA DA IDENTIDADE MAS...HOMENS QUE SÃO HOMENS NÃO CHORAM: A CONSTITUIÇÃO DISCURSIVA DA IDENTIDADE MAS...
HOMENS QUE SÃO HOMENS NÃO CHORAM: A CONSTITUIÇÃO DISCURSIVA DA IDENTIDADE MAS...Denize Carneiro
 
A REPRESENTAÇÃO DA EDUCAÇÃO NAS CHARGES VIRTUAIS DE MAURÍCIO RICARDO
A REPRESENTAÇÃO DA EDUCAÇÃO NAS CHARGES VIRTUAIS DE MAURÍCIO RICARDOA REPRESENTAÇÃO DA EDUCAÇÃO NAS CHARGES VIRTUAIS DE MAURÍCIO RICARDO
A REPRESENTAÇÃO DA EDUCAÇÃO NAS CHARGES VIRTUAIS DE MAURÍCIO RICARDOGisele Souza
 
A REPRESENTAÇÃO DA EDUCAÇÃO NAS CHARGES VIRTUAIS DE MAURÍCIO RICARDO
A REPRESENTAÇÃO DA EDUCAÇÃO NAS CHARGES VIRTUAIS DE MAURÍCIO RICARDOA REPRESENTAÇÃO DA EDUCAÇÃO NAS CHARGES VIRTUAIS DE MAURÍCIO RICARDO
A REPRESENTAÇÃO DA EDUCAÇÃO NAS CHARGES VIRTUAIS DE MAURÍCIO RICARDOGisele Souza
 
Ensaios Ideológicos - Discursos Dialéticos da Ideologia.docx
Ensaios Ideológicos - Discursos Dialéticos da Ideologia.docxEnsaios Ideológicos - Discursos Dialéticos da Ideologia.docx
Ensaios Ideológicos - Discursos Dialéticos da Ideologia.docxRoosevelt F. Abrantes
 
Ensaios Ideologicos - Discursos Dialeticos da Ideologia.docx
Ensaios Ideologicos - Discursos Dialeticos da Ideologia.docxEnsaios Ideologicos - Discursos Dialeticos da Ideologia.docx
Ensaios Ideologicos - Discursos Dialeticos da Ideologia.docxRooseveltFAbrantes2
 
Nocoes de analise do discurso
Nocoes de analise do discursoNocoes de analise do discurso
Nocoes de analise do discursoMaxwel Lima
 
Identidade Cultura Surda e Produção de Subjetividades e Educação.pdf
Identidade Cultura Surda e Produção de Subjetividades e Educação.pdfIdentidade Cultura Surda e Produção de Subjetividades e Educação.pdf
Identidade Cultura Surda e Produção de Subjetividades e Educação.pdfMarcia Sandra Santos
 

Semelhante a Análise Discursiva Textos Ideologia (20)

Análise do Discurso
Análise do DiscursoAnálise do Discurso
Análise do Discurso
 
Análise - Propaganda Ideológica no vídeo "Roda De Samba" da Havaianas
Análise - Propaganda Ideológica no vídeo "Roda De Samba" da HavaianasAnálise - Propaganda Ideológica no vídeo "Roda De Samba" da Havaianas
Análise - Propaganda Ideológica no vídeo "Roda De Samba" da Havaianas
 
Resenha crítica do livro "Linguagem e Ideologia" de José Luiz Fiorin
Resenha crítica do livro "Linguagem e Ideologia" de José Luiz FiorinResenha crítica do livro "Linguagem e Ideologia" de José Luiz Fiorin
Resenha crítica do livro "Linguagem e Ideologia" de José Luiz Fiorin
 
Resenha
ResenhaResenha
Resenha
 
Apresentação de Dissertação - Da brancura à sujeira
Apresentação de Dissertação - Da brancura à sujeiraApresentação de Dissertação - Da brancura à sujeira
Apresentação de Dissertação - Da brancura à sujeira
 
Folheto5 politicamente incorreto_prova
Folheto5 politicamente incorreto_provaFolheto5 politicamente incorreto_prova
Folheto5 politicamente incorreto_prova
 
Texto argumentativo exercício
Texto argumentativo exercícioTexto argumentativo exercício
Texto argumentativo exercício
 
Tipologia textual
Tipologia textualTipologia textual
Tipologia textual
 
Resumo paulo freire biobibliografia
Resumo paulo freire biobibliografiaResumo paulo freire biobibliografia
Resumo paulo freire biobibliografia
 
Paulo Freire: Educação e Conscientização
Paulo Freire: Educação e ConscientizaçãoPaulo Freire: Educação e Conscientização
Paulo Freire: Educação e Conscientização
 
MP-SP Documento antissemita SEI/MPSP n. 29.0001.0034944.2023-24
MP-SP Documento antissemita SEI/MPSP n. 29.0001.0034944.2023-24MP-SP Documento antissemita SEI/MPSP n. 29.0001.0034944.2023-24
MP-SP Documento antissemita SEI/MPSP n. 29.0001.0034944.2023-24
 
G:\Gru Ger Form Pes Ace\ Gt Form 2010\Projetos\Aprimoramento Profissional...
G:\Gru Ger Form Pes Ace\ Gt   Form   2010\Projetos\Aprimoramento Profissional...G:\Gru Ger Form Pes Ace\ Gt   Form   2010\Projetos\Aprimoramento Profissional...
G:\Gru Ger Form Pes Ace\ Gt Form 2010\Projetos\Aprimoramento Profissional...
 
A fala de muitos gumes as formas do silêncio orlandi
A fala de muitos gumes as formas do silêncio orlandiA fala de muitos gumes as formas do silêncio orlandi
A fala de muitos gumes as formas do silêncio orlandi
 
HOMENS QUE SÃO HOMENS NÃO CHORAM: A CONSTITUIÇÃO DISCURSIVA DA IDENTIDADE MAS...
HOMENS QUE SÃO HOMENS NÃO CHORAM: A CONSTITUIÇÃO DISCURSIVA DA IDENTIDADE MAS...HOMENS QUE SÃO HOMENS NÃO CHORAM: A CONSTITUIÇÃO DISCURSIVA DA IDENTIDADE MAS...
HOMENS QUE SÃO HOMENS NÃO CHORAM: A CONSTITUIÇÃO DISCURSIVA DA IDENTIDADE MAS...
 
A REPRESENTAÇÃO DA EDUCAÇÃO NAS CHARGES VIRTUAIS DE MAURÍCIO RICARDO
A REPRESENTAÇÃO DA EDUCAÇÃO NAS CHARGES VIRTUAIS DE MAURÍCIO RICARDOA REPRESENTAÇÃO DA EDUCAÇÃO NAS CHARGES VIRTUAIS DE MAURÍCIO RICARDO
A REPRESENTAÇÃO DA EDUCAÇÃO NAS CHARGES VIRTUAIS DE MAURÍCIO RICARDO
 
A REPRESENTAÇÃO DA EDUCAÇÃO NAS CHARGES VIRTUAIS DE MAURÍCIO RICARDO
A REPRESENTAÇÃO DA EDUCAÇÃO NAS CHARGES VIRTUAIS DE MAURÍCIO RICARDOA REPRESENTAÇÃO DA EDUCAÇÃO NAS CHARGES VIRTUAIS DE MAURÍCIO RICARDO
A REPRESENTAÇÃO DA EDUCAÇÃO NAS CHARGES VIRTUAIS DE MAURÍCIO RICARDO
 
Ensaios Ideológicos - Discursos Dialéticos da Ideologia.docx
Ensaios Ideológicos - Discursos Dialéticos da Ideologia.docxEnsaios Ideológicos - Discursos Dialéticos da Ideologia.docx
Ensaios Ideológicos - Discursos Dialéticos da Ideologia.docx
 
Ensaios Ideologicos - Discursos Dialeticos da Ideologia.docx
Ensaios Ideologicos - Discursos Dialeticos da Ideologia.docxEnsaios Ideologicos - Discursos Dialeticos da Ideologia.docx
Ensaios Ideologicos - Discursos Dialeticos da Ideologia.docx
 
Nocoes de analise do discurso
Nocoes de analise do discursoNocoes de analise do discurso
Nocoes de analise do discurso
 
Identidade Cultura Surda e Produção de Subjetividades e Educação.pdf
Identidade Cultura Surda e Produção de Subjetividades e Educação.pdfIdentidade Cultura Surda e Produção de Subjetividades e Educação.pdf
Identidade Cultura Surda e Produção de Subjetividades e Educação.pdf
 

Mais de Cláudia Heloísa (11)

Dom Casmurro
Dom CasmurroDom Casmurro
Dom Casmurro
 
Quincas Borba
Quincas BorbaQuincas Borba
Quincas Borba
 
Angústia, de Graciliano Ramos
Angústia, de Graciliano RamosAngústia, de Graciliano Ramos
Angústia, de Graciliano Ramos
 
A relíquia - Eça de Queirós
A relíquia - Eça de QueirósA relíquia - Eça de Queirós
A relíquia - Eça de Queirós
 
Enem 2018 informações
Enem 2018 informaçõesEnem 2018 informações
Enem 2018 informações
 
Mayombe
MayombeMayombe
Mayombe
 
Minha vida de menina - Helena Morley
Minha vida de menina - Helena MorleyMinha vida de menina - Helena Morley
Minha vida de menina - Helena Morley
 
Iracema - José de Alencar
Iracema - José de AlencarIracema - José de Alencar
Iracema - José de Alencar
 
Aula 1 P.I.V.A
Aula 1 P.I.V.AAula 1 P.I.V.A
Aula 1 P.I.V.A
 
Lusofonia
Lusofonia Lusofonia
Lusofonia
 
Vanguarda I - Surrealismo
Vanguarda I - SurrealismoVanguarda I - Surrealismo
Vanguarda I - Surrealismo
 

Último

O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira partecoletivoddois
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadoA população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadodanieligomes4
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 

Último (20)

O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadoA população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 

Análise Discursiva Textos Ideologia

  • 1. Aula 8 Texto e discurso
  • 2. Análise do Discurso “analisar (... ) discursos (... ) não se limita a um estudo puramente linguístico (... ), mas leva em conta outros aspectos externos à língua, mas que fazem parte essencial de uma abordagem discursiva: os elementos históricos, sociais, culturais, ideológicos que cercam a produção de um discurso e nele se refletem; o espaço que esse discurso ocupa em relação a outros discursos produzidos e que circulam na comunidade.”
  • 3. Ideologia no discurso “ O discurso é como um jogo estratégico que provoca ação e reação, é como uma arena de lutas (verbais, que se dão pela palavra) em que ocorre um jogo de dominação ou aliança, de submissão ou resistência, o discurso é o lugar em que se travam as polêmicas. ”
  • 4. “ Se no lugar de “o segurança” a agência tivesse utilizado “a segurança”, por certo a polêmica não existiria. Insinuar que todo segurança é negro é uma forma camuflada de racismo, por mais que no mundo dos chamados guarda-costas prevaleçam os afro-descendentes, pelo menos no Brasil. A comparação desnecessária que a campanha faz é semelhante ao pensamento de muitas autoridades, que entendem que todos os motociclistas são bandidos, apenas porque alguns marginais utilizam motocicletas para facilitar a fuga. Detalhes como esse podem colocar por terra décadas dedicadas à construção de uma marca mundialmente conhecida. (Com informações do AdNews) ” Disponivel em http://ucho.info/azeite-da-discordia- campanha-publicitaria-do-portugues-gallo-e-suspeita-de- racismo campanha criada em 2011 pela agência de propaganda AlmapBBDO para a marca de azeite Gallo
  • 5. Em 2011, a modelo Gisele Bündchen foi alvo de ruidosa polêmica por causa da fabricante de lingerie Hope, que levou aos consumidores a campanha “Certo” e “Errado”. Na campanha da Hope, a modelo ensinava às mulheres diferentes formas de comportamento para amenizar possíveis reações negativas dos maridos diante de incidentes do cotidiano. A Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) não gostou e a então ministra Iriny Lopes (PT-ES), que deixou o cargo para disputar a prefeitura de Vitória, disse que o apelo “promove o reforço do estereótipo equivocado da mulher como objeto sexual de seu marido”. Disponivel em http://ucho.info/azeite-da-discordia-campanha-publicitaria-do-portugues-gallo-e-suspeita-de-racismo
  • 6. “ A polêmica está no ar. A última campanha publicitária da Caixa Econômica Federal, em comemoração aos seus 150 anos, pôs um ator branco interpretando o escritor (e mulato) Machado de Assis (1839-1908). O comercial, de um minuto, está sendo veiculado em canais de televisão abertos e fechados. O erro histórico virou assunto nas mídias sociais. O escritor Haroldo Costa lamentou o “grande equívoco” – principalmente porque, segundo ele, esta não foi a primeira vez que Machado foi “branqueado”. “É lamentável que uma instituição do governo deixe passar esse erro histórico. E o pior é que não foi a primeira vez que tal equívoco aconteceu. Muitas publicações já ‘branquearam’ o escritor de tal forma que, em algumas fotografias, ele pareceu quase loiro”, comentou Haroldo, que pede a manifestação das entidades em defesa do movimento negro diante da questão.” Disponivel em http://www.revistadehistoria.com.br/secao/nota/machado-de- assis-branqueado-1 Assista no youtube: https://www.youtube.com/watch?v=10P8fZ5I1Wk Campanha publicitária da Caixa Econômica Federal veiculada em 2011
  • 7. “ toda formação discursiva traz dentro de si, outras formações discursivas com que dialoga, contestando, replicando ou aliando-se a elas para dar força a sua fala. Por outro lado, um mesmo enunciado pode aparecer em formações discursivas diferentes, acarretando com isso sentidos diferentes conforme a posição sócio-ideológica de quem fala. Isso porque apesar de a língua ser a mesma gramaticalmente, ela não é a mesma do ponto de vista discursivo, isto é, da sua realização, por causa da interferência desses fatores externos: quem fala, para quem se fala, de que posição social e ideológica se fala. ”
  • 8. Atividade de análise e debate em grupo 1.Formação de grupos (sugestão: 5 ou 6 alunos). 2.Distribuição aleatória de flashcards ( charges )para discussão em cada grupo. 3.Apresentação oral de cada grupo sobre: •os aspectos ideológicos em cada charge •Posicionamento a respeito do texto, da mensagem: contestar, reforçar, dialogar.
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14. Fontes BRANDAO,Helena Hathsue Nagamine. Analise do Discurso: um itinerario historico. Disponivel em: http://www.museudalinguaportuguesa.org.br/files/mlp/texto_1.pdf BAKHTIN Mikhail (Voloshinov, 1929). 1979. Marxismo e filosofia da linguagem. Trad. Lahud, Michel; Vieira, Yara F. São Paulo: Ed. Hucitec. ORLANDI, Eni P. 1983. A linguagem e seu funcionamento. As formas do discurso. São Paulo: Ed. Brasiliense http://www.vestibular1.com.br/noticias/noticia_1/interpretacao_de_texto.htm Pesquisa , organização e layout Profa. Claudia Heloisa C. Andria Contato: clauheloisa@yahoo.com.br