SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 21
É a possibilidade de dupla
                                          interpretação da mensagem




              “Onde está a cachorra da sua mãe?"
            (Que cachorra? A mãe ou a cadela criada pela mãe?)


                "Este líder dirigiu bem sua nação”
               ("Sua"? Nação da 2ª ou 3ª pessoa (o líder)?).


Obs 1: O pronome possessivo "seu(ua)(s)" gera muita confusão por ser
geralmente associado ao receptor da mensagem.
Obs 2: A preposição "como" também gera confusão com o verbo "comer" na 1ª
pessoa do singular.


              A ambiguidade normalmente é
             resultado da má organização das
                     palavras na frase.
É a divergência entre
                                              pronúncia, grafia, e
                                                   morfologia
Quebrei a garrafa de vrido (vidro)
Fizesse as pazes com tua irmã? (Fizeste)
Os cobertores já estão drobados (dobrados)
Estou com um pobrema (problema)
Assine aqui com sua rúbrica (rubrica)
É um som desagradável ou
                            obsceno formado pela união das
                             sílabas de palavras contíguas.




"Ele beijou a boca dela.“


"Bata com um mamão para mim, por
favor.“


"Deixe ir-me já, pois estou atrasado.“

"Instrumento para socar alho."
No alto daquele Cume
Plantei uma roseira
O vento no Cume bate
A rosa no Cume cheira
Quando vem a chuva fina
Salpicos no Cume caem
Formigas no Cume entram
Abelhas do Cume saem
Quando cai a Chuva grossa
A água do Cume desce
O barro do Cume escorre
o mato no Cume cresce
Então quando cessa a chuva
No Cume volta a alegria
Pois torna a brilhar de novo
O sol que no Cume ardia        Ouça em:
                               http://www.youtube.com/watch?v=wC6BQTZj2eg
É a repetição inútil e desnecessária
                                      de algum termo ou ideia na frase.
                                           Esse não é uma figura de
                                     linguagem, e sim um vício (defeito)
                                                 de linguagem.




Também denominado pleonasmo de reforço, estilístico ou
semântico, é o uso do pleonasmo como figura de linguagem para
enfatizar algo em um texto. Grandes autores usam muito deste
recurso. Nos seus textos os pleonasmos não são considerados
vícios de linguagem, e sim pleonasmos literários.
Assista em:
http://www.youtube.com/watch?v=7aE6IANa2MU
A grande questão ligada ao uso do gerúndio é que esta forma
 verbal é amplamente usada de forma incorreta, principalmente em
 serviços de telemarketing e atendimento ao consumidor.


Todos nós já nos
deparamos com
situações nas
quais um
atendente de
uma empresa usa
o gerúndio de
forma abusiva:
“O senhor pode
estar
respondendo a
um
questionário?”;
 “Nossa empresa
vai estar lhe
informando”, etc.
Vídeo disponível em:

http://www.youtube.com/watch?v=KJseoedxnDE


Série escrita por Fernanda
Young , por Selton Mello e
Graziela Moretto

(veiculada em 2007, pela
Rede Globo)
Esse vício de linguagem tem suas origens na língua inglesa. Seria uma tradução literal do
emprego da construção “going to”.

Ex: “I am going to do something” (Estou indo fazer algo).
O uso repetitivo do gerúndio
tem nome próprio: endorréia.
Sim, a palavra é parente da
diarréia, para alegria dos
humoristas. Mas a vítima do
gerundismo não é o gerúndio
isolado, in natura, é a
estrutura
"vou estar + gerúndio“
uma perífrase (locução com
duas ou três palavras).
(Luiz Costa Pereira Jr. ,revista Língua / )
Vídeo do Jornal da Globo,
                                Edição de 15 de Novembro
                                de 2007




Disponível em: http://br.youtube.com/watch?v=0DTp0pnI4-I
Existe uma falsa
impressão de que o
gerúndio traz
vantagens
estilísticas sobre
outros processos, o
que não é verdade.
Este vício de linguagem
 simula a formalidade e
 evita compromisso com
 a palavra dada.


Ao informar que vamos estar fazendo,
nós não dizemos quando vamos concluir
o processo, mas que ele está em
andamento. Ao ouvir um "vamos estar
resolvendo o seu problema", não
sabemos quem vai resolver, nem se vai
fazê-lo.
Propaganda veiculada pela TV aberta
Setembro, 2007




http://www.youtube.com/watch?v=EvTreCnI05Y
O uso adequado dá-se quando queremos comunicar ideia de eventos ou
                         ações simultâneas

O gerúndio só é corretamente usado
quando transmite a ideia de
movimento, progressão, duração, conti
nuidade. Alguns casos em que o
gerúndio é empregado corretamente:

- “Em virtude do atraso, estaremos
recebendo o pagamento em conta
corrente nos dias 08 e 09 de setembro”

- “O que você vai fazer durante o fim
de semana? Vai estar viajando?”
- “Ele está fazendo a prova agora.”
                                            (Por Tiago Dantas
                                            Equipe Brasil Escola)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Coesão e coerencia
Coesão e coerenciaCoesão e coerencia
Coesão e coerencia
silnog
 
Ppt texto literário e texto não literário
Ppt texto literário e texto não literárioPpt texto literário e texto não literário
Ppt texto literário e texto não literário
Eugénia Soares
 
Versificação
VersificaçãoVersificação
Versificação
ISJ
 
ColocaçãO Pronominal
ColocaçãO PronominalColocaçãO Pronominal
ColocaçãO Pronominal
guest0cbfe
 

Mais procurados (20)

Coesão e coerencia
Coesão e coerenciaCoesão e coerencia
Coesão e coerencia
 
Conjunções
ConjunçõesConjunções
Conjunções
 
Figuras de Linguagem - Ironia
Figuras de Linguagem - IroniaFiguras de Linguagem - Ironia
Figuras de Linguagem - Ironia
 
Aula Figuras de Linguagem
Aula    Figuras de Linguagem Aula    Figuras de Linguagem
Aula Figuras de Linguagem
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Conotacao e denotacao
Conotacao e denotacaoConotacao e denotacao
Conotacao e denotacao
 
Ppt texto literário e texto não literário
Ppt texto literário e texto não literárioPpt texto literário e texto não literário
Ppt texto literário e texto não literário
 
Aula intertextualidade
Aula intertextualidadeAula intertextualidade
Aula intertextualidade
 
Paráfrase
ParáfraseParáfrase
Paráfrase
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagem Figuras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Versificação
VersificaçãoVersificação
Versificação
 
Cronica argumentativa 9 ano
Cronica argumentativa 9 anoCronica argumentativa 9 ano
Cronica argumentativa 9 ano
 
Metrificação e escansão
Metrificação e escansãoMetrificação e escansão
Metrificação e escansão
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
ColocaçãO Pronominal
ColocaçãO PronominalColocaçãO Pronominal
ColocaçãO Pronominal
 
Apresentação Adverbios
Apresentação AdverbiosApresentação Adverbios
Apresentação Adverbios
 
Período Composto por Coordenação e Subordinação
Período Composto por Coordenação e SubordinaçãoPeríodo Composto por Coordenação e Subordinação
Período Composto por Coordenação e Subordinação
 
1.3 ortografia
1.3   ortografia1.3   ortografia
1.3 ortografia
 
Adjetivos
AdjetivosAdjetivos
Adjetivos
 

Destaque

Vícios de linguagem
Vícios de linguagemVícios de linguagem
Vícios de linguagem
wagnerbera13
 
Revisão 7 vícios de linguagem
Revisão 7 vícios de linguagemRevisão 7 vícios de linguagem
Revisão 7 vícios de linguagem
Cláudia Heloísa
 
Erros comuns e vícios de linguagem
Erros comuns e vícios de linguagemErros comuns e vícios de linguagem
Erros comuns e vícios de linguagem
Helia Coelho Mello
 
Figuras e vícios de linguagem
Figuras e vícios de linguagemFiguras e vícios de linguagem
Figuras e vícios de linguagem
Seduc/AM
 
Telemarketing e atendimento a clientes
Telemarketing e atendimento a clientesTelemarketing e atendimento a clientes
Telemarketing e atendimento a clientes
Caius Marins
 
Figuras De Linguagem 1
Figuras De Linguagem 1Figuras De Linguagem 1
Figuras De Linguagem 1
Vania
 

Destaque (20)

Vícios de linguagem
Vícios de linguagemVícios de linguagem
Vícios de linguagem
 
Vícios de linguagem
Vícios de linguagemVícios de linguagem
Vícios de linguagem
 
www.CentroApoio.com - Português - Vícios de Linguagem
www.CentroApoio.com - Português - Vícios de Linguagemwww.CentroApoio.com - Português - Vícios de Linguagem
www.CentroApoio.com - Português - Vícios de Linguagem
 
Redação x vícios de linguagem
Redação x vícios de linguagemRedação x vícios de linguagem
Redação x vícios de linguagem
 
Revisão 7 vícios de linguagem
Revisão 7 vícios de linguagemRevisão 7 vícios de linguagem
Revisão 7 vícios de linguagem
 
Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
 
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Vícios de Linguagem
www.AulasDePortuguesApoio.com  - Português -  Vícios de Linguagemwww.AulasDePortuguesApoio.com  - Português -  Vícios de Linguagem
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Vícios de Linguagem
 
Romantismo 2a geracao
Romantismo 2a geracaoRomantismo 2a geracao
Romantismo 2a geracao
 
Álvares de Azevedo
Álvares de AzevedoÁlvares de Azevedo
Álvares de Azevedo
 
Variedades linguísticas- exercício
Variedades linguísticas-  exercícioVariedades linguísticas-  exercício
Variedades linguísticas- exercício
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Erros comuns e vícios de linguagem
Erros comuns e vícios de linguagemErros comuns e vícios de linguagem
Erros comuns e vícios de linguagem
 
Figuras e vícios de linguagem
Figuras e vícios de linguagemFiguras e vícios de linguagem
Figuras e vícios de linguagem
 
PIVA- Aula 3 lógica
PIVA- Aula 3 lógicaPIVA- Aula 3 lógica
PIVA- Aula 3 lógica
 
PIVA - Aula 1 2016
PIVA - Aula 1 2016PIVA - Aula 1 2016
PIVA - Aula 1 2016
 
Aula 11 2016 problemas notacionais
Aula 11 2016 problemas notacionaisAula 11 2016 problemas notacionais
Aula 11 2016 problemas notacionais
 
Revisao enem carmo 2015_aula 7
Revisao enem carmo 2015_aula 7Revisao enem carmo 2015_aula 7
Revisao enem carmo 2015_aula 7
 
PIVA -Aula2 2016
PIVA -Aula2 2016 PIVA -Aula2 2016
PIVA -Aula2 2016
 
Telemarketing e atendimento a clientes
Telemarketing e atendimento a clientesTelemarketing e atendimento a clientes
Telemarketing e atendimento a clientes
 
Figuras De Linguagem 1
Figuras De Linguagem 1Figuras De Linguagem 1
Figuras De Linguagem 1
 

Semelhante a Vícios de linguagem

Módulo de verbos e gêneros humorísticos
Módulo de verbos e gêneros humorísticosMódulo de verbos e gêneros humorísticos
Módulo de verbos e gêneros humorísticos
Renally Arruda
 
Módulo de verbos e gêneros humorísticos
Módulo de verbos e gêneros humorísticosMódulo de verbos e gêneros humorísticos
Módulo de verbos e gêneros humorísticos
Renally Arruda
 
Vicios de linguagem
Vicios de linguagemVicios de linguagem
Vicios de linguagem
Lucas pk'
 
Os mecanismos de coesão e coerência textuais
Os mecanismos de coesão e coerência textuais Os mecanismos de coesão e coerência textuais
Os mecanismos de coesão e coerência textuais
Marcia Oliveira
 

Semelhante a Vícios de linguagem (20)

Slides ap..
Slides ap..Slides ap..
Slides ap..
 
Aula 5 2016
Aula 5 2016Aula 5 2016
Aula 5 2016
 
Módulo de verbos e gêneros humorísticos
Módulo de verbos e gêneros humorísticosMódulo de verbos e gêneros humorísticos
Módulo de verbos e gêneros humorísticos
 
Módulo de verbos e gêneros humorísticos
Módulo de verbos e gêneros humorísticosMódulo de verbos e gêneros humorísticos
Módulo de verbos e gêneros humorísticos
 
Expressões idiomáticas
 Expressões idiomáticas Expressões idiomáticas
Expressões idiomáticas
 
Flexão e Conjugação de Verbos
Flexão e Conjugação de VerbosFlexão e Conjugação de Verbos
Flexão e Conjugação de Verbos
 
apostila_lingua_portuguesa.pdf
apostila_lingua_portuguesa.pdfapostila_lingua_portuguesa.pdf
apostila_lingua_portuguesa.pdf
 
LIVRO PROPRIETÁRIO - LÍNGUA PORTUGUESA
LIVRO PROPRIETÁRIO - LÍNGUA PORTUGUESALIVRO PROPRIETÁRIO - LÍNGUA PORTUGUESA
LIVRO PROPRIETÁRIO - LÍNGUA PORTUGUESA
 
Definicao de verbo_e_a_ formas_nominais
Definicao de verbo_e_a_ formas_nominaisDefinicao de verbo_e_a_ formas_nominais
Definicao de verbo_e_a_ formas_nominais
 
Aula 12 verbo i
Aula 12   verbo iAula 12   verbo i
Aula 12 verbo i
 
O gênero gramatical na língua grega
O gênero gramatical na língua gregaO gênero gramatical na língua grega
O gênero gramatical na língua grega
 
Desenvolvimento vocabulario1
Desenvolvimento vocabulario1Desenvolvimento vocabulario1
Desenvolvimento vocabulario1
 
Vicios de linguagem
Vicios de linguagemVicios de linguagem
Vicios de linguagem
 
www.videoaulagratisapoio.com.br - Português - Vícios de Linguagem
www.videoaulagratisapoio.com.br - Português -  Vícios de Linguagemwww.videoaulagratisapoio.com.br - Português -  Vícios de Linguagem
www.videoaulagratisapoio.com.br - Português - Vícios de Linguagem
 
A Comunicação Escrita Através da Abordagem Gramatical
A Comunicação Escrita Através da Abordagem GramaticalA Comunicação Escrita Através da Abordagem Gramatical
A Comunicação Escrita Através da Abordagem Gramatical
 
Trabalho de fundamentos e metod. lingua portuguesa
Trabalho de fundamentos e metod. lingua portuguesaTrabalho de fundamentos e metod. lingua portuguesa
Trabalho de fundamentos e metod. lingua portuguesa
 
livro proprietario - lingua portuguesa.pdf
livro proprietario - lingua portuguesa.pdflivro proprietario - lingua portuguesa.pdf
livro proprietario - lingua portuguesa.pdf
 
Os mecanismos de coesão e coerência textuais
Os mecanismos de coesão e coerência textuais Os mecanismos de coesão e coerência textuais
Os mecanismos de coesão e coerência textuais
 
666
666666
666
 
FACELI - D1 - Zilda Maria Fantin Moreira - Linguagem Jurídica - AULA 06
FACELI - D1 - Zilda Maria Fantin Moreira  -  Linguagem Jurídica - AULA 06FACELI - D1 - Zilda Maria Fantin Moreira  -  Linguagem Jurídica - AULA 06
FACELI - D1 - Zilda Maria Fantin Moreira - Linguagem Jurídica - AULA 06
 

Mais de Cláudia Heloísa

Mais de Cláudia Heloísa (19)

Dom Casmurro
Dom CasmurroDom Casmurro
Dom Casmurro
 
Quincas Borba
Quincas BorbaQuincas Borba
Quincas Borba
 
Angústia, de Graciliano Ramos
Angústia, de Graciliano RamosAngústia, de Graciliano Ramos
Angústia, de Graciliano Ramos
 
A relíquia - Eça de Queirós
A relíquia - Eça de QueirósA relíquia - Eça de Queirós
A relíquia - Eça de Queirós
 
Enem 2018 informações
Enem 2018 informaçõesEnem 2018 informações
Enem 2018 informações
 
Mayombe
MayombeMayombe
Mayombe
 
Minha vida de menina - Helena Morley
Minha vida de menina - Helena MorleyMinha vida de menina - Helena Morley
Minha vida de menina - Helena Morley
 
Iracema - José de Alencar
Iracema - José de AlencarIracema - José de Alencar
Iracema - José de Alencar
 
Aula 1 P.I.V.A
Aula 1 P.I.V.AAula 1 P.I.V.A
Aula 1 P.I.V.A
 
Aula 8 texto e discurso
Aula 8 texto e discursoAula 8 texto e discurso
Aula 8 texto e discurso
 
Piva aula 7 2016
Piva aula 7  2016Piva aula 7  2016
Piva aula 7 2016
 
Aula 4
Aula 4 Aula 4
Aula 4
 
Funções de linguagem exercicios
Funções de linguagem exercicios Funções de linguagem exercicios
Funções de linguagem exercicios
 
Figuras de linguagem em propagandas
Figuras de linguagem em propagandasFiguras de linguagem em propagandas
Figuras de linguagem em propagandas
 
Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.
Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.
Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.
 
Revisão6 concordância e problemas notacionais
Revisão6 concordância  e problemas notacionaisRevisão6 concordância  e problemas notacionais
Revisão6 concordância e problemas notacionais
 
Revisão 5 crase
Revisão 5 craseRevisão 5 crase
Revisão 5 crase
 
Revisão 4 regência
Revisão 4  regênciaRevisão 4  regência
Revisão 4 regência
 
Lusofonia
Lusofonia Lusofonia
Lusofonia
 

Vícios de linguagem

  • 1.
  • 2. É a possibilidade de dupla interpretação da mensagem “Onde está a cachorra da sua mãe?" (Que cachorra? A mãe ou a cadela criada pela mãe?) "Este líder dirigiu bem sua nação” ("Sua"? Nação da 2ª ou 3ª pessoa (o líder)?). Obs 1: O pronome possessivo "seu(ua)(s)" gera muita confusão por ser geralmente associado ao receptor da mensagem. Obs 2: A preposição "como" também gera confusão com o verbo "comer" na 1ª pessoa do singular. A ambiguidade normalmente é resultado da má organização das palavras na frase.
  • 3.
  • 4. É a divergência entre pronúncia, grafia, e morfologia Quebrei a garrafa de vrido (vidro) Fizesse as pazes com tua irmã? (Fizeste) Os cobertores já estão drobados (dobrados) Estou com um pobrema (problema) Assine aqui com sua rúbrica (rubrica)
  • 5.
  • 6.
  • 7. É um som desagradável ou obsceno formado pela união das sílabas de palavras contíguas. "Ele beijou a boca dela.“ "Bata com um mamão para mim, por favor.“ "Deixe ir-me já, pois estou atrasado.“ "Instrumento para socar alho."
  • 8. No alto daquele Cume Plantei uma roseira O vento no Cume bate A rosa no Cume cheira Quando vem a chuva fina Salpicos no Cume caem Formigas no Cume entram Abelhas do Cume saem Quando cai a Chuva grossa A água do Cume desce O barro do Cume escorre o mato no Cume cresce Então quando cessa a chuva No Cume volta a alegria Pois torna a brilhar de novo O sol que no Cume ardia Ouça em: http://www.youtube.com/watch?v=wC6BQTZj2eg
  • 9. É a repetição inútil e desnecessária de algum termo ou ideia na frase. Esse não é uma figura de linguagem, e sim um vício (defeito) de linguagem. Também denominado pleonasmo de reforço, estilístico ou semântico, é o uso do pleonasmo como figura de linguagem para enfatizar algo em um texto. Grandes autores usam muito deste recurso. Nos seus textos os pleonasmos não são considerados vícios de linguagem, e sim pleonasmos literários.
  • 11. A grande questão ligada ao uso do gerúndio é que esta forma verbal é amplamente usada de forma incorreta, principalmente em serviços de telemarketing e atendimento ao consumidor. Todos nós já nos deparamos com situações nas quais um atendente de uma empresa usa o gerúndio de forma abusiva: “O senhor pode estar respondendo a um questionário?”; “Nossa empresa vai estar lhe informando”, etc.
  • 12. Vídeo disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=KJseoedxnDE Série escrita por Fernanda Young , por Selton Mello e Graziela Moretto (veiculada em 2007, pela Rede Globo)
  • 13. Esse vício de linguagem tem suas origens na língua inglesa. Seria uma tradução literal do emprego da construção “going to”. Ex: “I am going to do something” (Estou indo fazer algo).
  • 14. O uso repetitivo do gerúndio tem nome próprio: endorréia. Sim, a palavra é parente da diarréia, para alegria dos humoristas. Mas a vítima do gerundismo não é o gerúndio isolado, in natura, é a estrutura "vou estar + gerúndio“ uma perífrase (locução com duas ou três palavras). (Luiz Costa Pereira Jr. ,revista Língua / )
  • 15. Vídeo do Jornal da Globo, Edição de 15 de Novembro de 2007 Disponível em: http://br.youtube.com/watch?v=0DTp0pnI4-I
  • 16. Existe uma falsa impressão de que o gerúndio traz vantagens estilísticas sobre outros processos, o que não é verdade.
  • 17. Este vício de linguagem simula a formalidade e evita compromisso com a palavra dada. Ao informar que vamos estar fazendo, nós não dizemos quando vamos concluir o processo, mas que ele está em andamento. Ao ouvir um "vamos estar resolvendo o seu problema", não sabemos quem vai resolver, nem se vai fazê-lo.
  • 18.
  • 19. Propaganda veiculada pela TV aberta Setembro, 2007 http://www.youtube.com/watch?v=EvTreCnI05Y
  • 20.
  • 21. O uso adequado dá-se quando queremos comunicar ideia de eventos ou ações simultâneas O gerúndio só é corretamente usado quando transmite a ideia de movimento, progressão, duração, conti nuidade. Alguns casos em que o gerúndio é empregado corretamente: - “Em virtude do atraso, estaremos recebendo o pagamento em conta corrente nos dias 08 e 09 de setembro” - “O que você vai fazer durante o fim de semana? Vai estar viajando?” - “Ele está fazendo a prova agora.” (Por Tiago Dantas Equipe Brasil Escola)