SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 37
PSICOPEDAGOGIA CLÍNICA EPSICOPEDAGOGIA CLÍNICA E
INSTITUCIONALINSTITUCIONAL
FUNDAMENTOS BÁSICOS da PSICOPEDAGOGIAFUNDAMENTOS BÁSICOS da PSICOPEDAGOGIA
PROFª. Me. Edileide AntoninoPROFª. Me. Edileide Antonino
USO DIDÁTICO:
SENTAÇÃO DO GRUPO
SENTAÇÃO DO CURSO: DISCIPLINAS, DOCENTES, REL
AÇÕES BIBLIOGRÁFICAS
EITUAÇÃO E HISTÓRICO DA PSICOPEDAGOGIA
SOBRE A PSICOPEDAGOGIA
E
ÃO DO DISCENTE
MO ESTRELAS NA TERRA
MÓDULO DATA DISCIPLINA DOCENTE
1º 07/Fevereiro Fundamentos da Psicopedagogia Profª Msc. Edileide Antonino
Leideantonino@yahoo.com.br
2º 07/Março Psicologia do Desenvolvimento e da
Aprendizagem
Prof. Esp. Bionor Brandão
bionorbrandao@gmail.com
3º 21/Março Psicopedagogia, Psicanálise e Psicodrama Profª Msc. Telma Cortizo
telmalcortizo@uol.com.br
4º 11/Abril Neuropsicologia e Psicopedagogia Profª Esp. Thiana Costa
Thiana.rochacosta@gmail.com
5º 25/Abril Aquisição e Desenvolvimento da
Linguagem, Leitura e Escrita
Profª Dra. Vivian Antonino
viviantonino@gmail.com
6º 23/Maio A Psicopedagogia e o Desenvolvimento
Lógico Matemático
Profª Esp. Daniele Lima
Danielelima.lima@gmail.com
7º 13/Junho Deficiência Auditiva, Surdez e Libras Profª Msc. Joseane do Espirito
Santo – josyls06@yahoo.com.br
8º 11/Julho Dificuldades, Distúrbios e Transtornos de
Aprendizagem
Profª Msc. Daniela Radel
Daniela.radel@gmail.com
9º 25/Julho Psicomotricidade e Psicopedagogia Prof. Msc. Lázaro Fonseca
lazarofonseca@yahoo.com.br
10º 22/Agosto Metodologia da Pesquisa Profº Dra. Carla Verônica
Cva0507@gmail.com
Especial 12 e 26/
Setembro
Prática Clínica Supervisionada Profª Msc. Edileide Antonino
CRONOGRAMA DE AULAS
CURSO: Psicopedagogia Institucional e Clínica
(SÁBADOS: 08:00 ÀS 12:00 h e 13:30 ÀS 17:30 h)
Obs: Caso seja necessário, para o bom andamento do curso, as datas definidas acima
poderão sofrer eventuais alterações, bem como, por motivo de força maior, o docente
convidado poderá ser substituído por outro.
O que é aprendizagem?
TEMPESTADE DE IDEIAS
FOCO DO TRABALHO DO PSICOPEDAGOGO
A RELAÇÃO COM A APRENDIZAGEM E OS
PROBLEMAS INERENTES AO SEU PROCESSO
 A aprendizagem constitui-se em um processo, uma
função, que vai além da aprendizagem escolar e que
não se circunscreve exclusivamente à
criança(Chamat,2007)
 É um processo onde estão articulados a inteligência,
o desejo, o organismo e o corpo em um determinado
equilíbrio.
 SUJEITO DA APRENDIZAGEM (Fernandéz)
 Penso o sujeito aprendente como aquela articulação
que vai armando o sujeito cognoscente e o sujeito
desejante sobre o organismo herdado, construindo
um corpo sempre em intersecção com o
outro(conhecimento-cultura...) e com os outros( pais,
professores, meios de comunicação).
 O aprendente situa-se na articulação entre o
conhecer e o saber
 O sujeito ensinante: pais, professores, propiciam um
espaço saudável de aprendizagem quando conseguem
apelar aos sujeitos ensinantes dos aprendentes
Perspectivas de Análise do Fracasso Escolar
 PERSPECTIVA DA SOCIEDADE
 Tipo de cultura, as condições e relações político, sociais e
econômicas vigentes, tipos de estrutura social, ideológica
dominante e suas relações implícitas ou explícitas com a
educação (Weiss,1999)
 PERSPECTIVA DA INSTITUIÇÃO ESCOLAR
 Ensino
 Professor
 Qualidade e quantidade das informações
 Relação
Na perspectiva do aluno
As condições internas da aprendizagem relacionadas a
construção da subjetividade
História pessoal e familiar
Aspectos cognitivos ligados ao desenvolvimento e
funcionamento das estruturas cognoscitivas
Aspectos orgânicos relacionados a construção biofisiológicas
 A INIBIÇÃO NA APRENDIZAGEM LEVA AO
FRACASSO ESCOLAR E, GERALMENTE, É...
 ... uma resposta insuficiente do aluno a
uma exigência ou demanda da escola
 ... uma resposta reativa à situação
escolar
 ... o sistema escolar
 ... associado a ética do êxito
QUEM É O SUJEITO DA PSICOPEDAGOGIA?
HISTÓRICO
A preocupação em entender os problemas de
aprendizagem, surge na Europa ainda no século XX
com a consolidação do capitalismo industrial
No século XX, com o avanço das ciências médicas e
biológicas, especialmente a psiquiatria, são
estimulados os estudos da neurologia, fisiologia e
neuropsiquiatria.
Estendem-se as escolas, para identificar as causa da
não aprendizagem das crianças das classes
populares, atribuindo o fracasso da aprendizagem
a anomalias
 Em 2005 foi reconhecido o primeiro curso de
graduação em psicopedagogia, oferecido pela
PUC/RS. Nessa época o Brasil já contava com
outros cursos em andamento: no Centro
Universitário La Salle,(Canoas, RS) , no Centro
Universitário FIEO (Osasco, São Paulo).
 Além desses , em 2006 foi recomendado pela
CAPES o primeiro mestrado acadêmico com
área de concentração em psicopedagogia
 A regulamentação brasileira tem avançado a
partir do Projeto de Lei nº 128/2000 e da Lei
nº 10.891. Entretanto, a regulamentação de
qualquer nova profissão, a exemplo das
tentativas de regulamentação da psicanálise
no Brasil, têm encontrado uma forte barreira
constitucional, pois o Art. 5º da Constituição
Brasileira prevê o "livre exercício
profissional", sendo entendido que é
desnecessário e oneroso para o Estado a
regulamentação de profissões, exceto quando
há risco eminente para a sociedade.
 A Psicopedagogia defende que
“para que haja aprendizagem,
intervêm o nível cognitivo e o
desejante, além do organismo e
do corpo” (A. Fernandez, 1991,
p.74), por isso aproxima-se dos
referenciais teóricos do
construtivismo, pois foca a
subjetivação, enfatizando
ointeracionismo (Vygotsky).
 O ato de aprender é uma interação,
crença esta fundamentada nas idéias
de Pichon Rivière e Vygosky.
 Relevância da simbolização no
processo de aprendizagem baseada nos
estudos psicanalíticos (Freud).
 Cabe ao psicopedagogo voltar seu olhar
para os sujeitos ensinantes e aprendentes,
como para os vínculos e a circulação do
saber entre eles.
 Como afirma sara Paín, uma tarefa
primordial no diagnóstico é resgatar o
amor. Em geral, os terapeutas tendem a
carregar nas tintas sobre o desamor, sobre o
que falta, e poucas vezes se evidencia o
que se tem e onde o amor é resgatável.
Sem dúvida, isto é o que nos importa no
caminho da cura (Paín, 1989, p.35).
 Segundo Nádia Bossa (2000, p.23)
A psicopedagogia nasceu da necessidade de uma melhor
compreensão do processo de aprendizagem e se
tornou uma área de estudo específica que busca
conhecimento em outros campos e cria seu próprio
objeto de estudo.
 No Brasil a psicopedagogia surge influenciada
pela Argentina por volta dos anos setenta,
trabalhando com o enfoque da reeducação
 Hoje a psicopedagogia busca a construção do
seu objeto de estudo , centrando-se nos
problemas de aprendizagem, tendo o homem
como centro do seu processo de aprender,
constituído através de relações vinculares
Campo de atuação do psicopedagogo
 Clínica – avaliação - intervenção
 Institucional – escola - empresa
 Hospitalar - hospital
Preventiva
 Processos ensino aprendizagem
 Intervenção nas relações educativas
 Orientação metodológica
 Pesquisa
DIMENSÕES NO PROCESSO DE
APRENDIZAGEM
 AFETIVOAFETIVO
 COGNITIVOCOGNITIVO
 ORGANICOORGANICO
 SOCIAL E PEDAGOGICOSOCIAL E PEDAGOGICO
 Sujeitos com alteração nos
órgãos sensoriais terão o
processo de aprendizagem
diferente de outros, pois
precisam desenvolver outros
recursos para captar material
para processar as
informações.
PSICOPEDAGOGO CLÍNICO
 Reelabora o processo de aprendizagem
 Propicia a construção do saber
 Devolve ao sujeito o prazer de aprender
 Resgate da autonomia
 Plano individual e flexível
 Desejo
 Meta
 História do sujeito e relações familiares
PSICOPEDAGOGO
INSTITUCIONAL
 Administra ansiedades
 Harmonia nos grupos de trabalho
 Colabora com a construção do
conhecimento
 Identifica obstáculos no processo de
aprendizagem e desenvolvimento
 Recursos preventivos, conscientizando os
conflitos de fragmentação do conteúdo e
da não formação de grupos
 Clareia papéis e tarefas no grupo
“O objeto da psicopedagogia não é
então, no meu ponto de vista, o
conteúdo ensinado ou o conteúdo
apreendido ou não-aprendido. São os
posicionamento ensinantes e
aprendentes e a intersecção
problemática (nunca harmônica),
mas necessária, entre
o conhecer e o saber.”
(Fernàndez, 2001, p.55)
inteligência
desejo
corpo
APRENDIZAGEM
Uma dificuldade
de aprendizagem não é vista
como patogenia e sim como um
obstáculo que pode estar
dificultando este processo
Estes obstáculos são
classificados como epistêmico,
epistemofílico,
epistemológico e funcional.
 Obstáculo Epistêmico - refere-se a estrutura cognitiva
do aprendiz, que deriva do nível de operatividade da
estrutura cognitiva alcançada, ou seja ninguém pode
aprender além do que sua estrutura cognitiva permite.
 Obstáculo Epistemofílico - é utilizado para designar o
vínculo afetivo que o aprendiz estabelece com os
objetos e situações de aprendizagem.
 Obstáculo Epistemológico - está relacionado ao meio
cultural em que o aprendiz está inserido. Quando uma
criança de um meio cultural desfavorecido é inserida em
outro com melhores condições, poderá apresentar o que
denominamos de obstáculo epistemológico.
ENTÃO A PSICOPEDAGOGIA
 Identifica os aspectos que poderão
estar obstacularizando a aprendizagem
e planeja e executa o processo de
modificação destes obstáculos.
leideantonino@yahoo.com.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Diagnostico psicopedagogico
Diagnostico psicopedagogicoDiagnostico psicopedagogico
Diagnostico psicopedagogico
Sinara Duarte
 
Psicologia da Educação
Psicologia da EducaçãoPsicologia da Educação
Psicologia da Educação
unieubra
 
Teorias de aprendizagem
Teorias de aprendizagemTeorias de aprendizagem
Teorias de aprendizagem
normaquilino
 
Histório e contextualização da Psicopedagogia
Histório e contextualização da PsicopedagogiaHistório e contextualização da Psicopedagogia
Histório e contextualização da Psicopedagogia
janpsicoped
 
Fundamentos epistemológicos da psicopedagogia
Fundamentos epistemológicos da psicopedagogiaFundamentos epistemológicos da psicopedagogia
Fundamentos epistemológicos da psicopedagogia
Vanessa Casaro
 
Fundamentos da Psicopedagogia
Fundamentos da PsicopedagogiaFundamentos da Psicopedagogia
Fundamentos da Psicopedagogia
psicologiainside
 
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagemPsicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
Débora Silveira
 

Mais procurados (20)

Psicologia da Educação
Psicologia da Educação Psicologia da Educação
Psicologia da Educação
 
Introducao a psicopedagogia_definicao_14-08-10
Introducao a psicopedagogia_definicao_14-08-10Introducao a psicopedagogia_definicao_14-08-10
Introducao a psicopedagogia_definicao_14-08-10
 
Diagnostico psicopedagogico
Diagnostico psicopedagogicoDiagnostico psicopedagogico
Diagnostico psicopedagogico
 
Vygotsky e a Teoria da Zona de Desenvolvimento Proximal
Vygotsky e a Teoria da Zona de Desenvolvimento ProximalVygotsky e a Teoria da Zona de Desenvolvimento Proximal
Vygotsky e a Teoria da Zona de Desenvolvimento Proximal
 
Psicologia da Educação
Psicologia da EducaçãoPsicologia da Educação
Psicologia da Educação
 
Introdução a neuropsicopedagogia
Introdução a neuropsicopedagogiaIntrodução a neuropsicopedagogia
Introdução a neuropsicopedagogia
 
Teorias de aprendizagem
Teorias de aprendizagemTeorias de aprendizagem
Teorias de aprendizagem
 
Histório e contextualização da Psicopedagogia
Histório e contextualização da PsicopedagogiaHistório e contextualização da Psicopedagogia
Histório e contextualização da Psicopedagogia
 
Psicologia E EducaçãO
Psicologia E EducaçãOPsicologia E EducaçãO
Psicologia E EducaçãO
 
Psicologia Da EducaçãO Aula IntrodutóRia
Psicologia Da EducaçãO  Aula IntrodutóRiaPsicologia Da EducaçãO  Aula IntrodutóRia
Psicologia Da EducaçãO Aula IntrodutóRia
 
PSICOLOGIA ESCOLAR
PSICOLOGIA ESCOLARPSICOLOGIA ESCOLAR
PSICOLOGIA ESCOLAR
 
Fundamentos epistemológicos da psicopedagogia
Fundamentos epistemológicos da psicopedagogiaFundamentos epistemológicos da psicopedagogia
Fundamentos epistemológicos da psicopedagogia
 
Fundamentos da Psicopedagogia
Fundamentos da PsicopedagogiaFundamentos da Psicopedagogia
Fundamentos da Psicopedagogia
 
Currículo escolar
Currículo escolarCurrículo escolar
Currículo escolar
 
Piaget x Vygotsky
Piaget x VygotskyPiaget x Vygotsky
Piaget x Vygotsky
 
Educação inclusiva
Educação inclusivaEducação inclusiva
Educação inclusiva
 
Neuroeducação
NeuroeducaçãoNeuroeducação
Neuroeducação
 
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagemPsicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
 
Teorias e praticas da psicopedagogia
Teorias e praticas da psicopedagogiaTeorias e praticas da psicopedagogia
Teorias e praticas da psicopedagogia
 
Psicologia escolar e educacional
Psicologia escolar e educacionalPsicologia escolar e educacional
Psicologia escolar e educacional
 

Destaque

A trajetória da psicopedagogia
A trajetória da psicopedagogiaA trajetória da psicopedagogia
A trajetória da psicopedagogia
Jamille Araújo
 
Slides psicopedagogico
Slides psicopedagogicoSlides psicopedagogico
Slides psicopedagogico
mocabarros
 
Livro Psicopedagogia ClíNica Marcia Siqueira De Andrade[1]
Livro Psicopedagogia ClíNica   Marcia Siqueira De Andrade[1]Livro Psicopedagogia ClíNica   Marcia Siqueira De Andrade[1]
Livro Psicopedagogia ClíNica Marcia Siqueira De Andrade[1]
SILVANA Fernandes
 

Destaque (15)

História da psicopedagogia
História da psicopedagogiaHistória da psicopedagogia
História da psicopedagogia
 
Psicopedagogia institucional slides 04-para o blog
Psicopedagogia institucional  slides 04-para o blogPsicopedagogia institucional  slides 04-para o blog
Psicopedagogia institucional slides 04-para o blog
 
Ética Profissional do Psicopedagogo
Ética Profissional do PsicopedagogoÉtica Profissional do Psicopedagogo
Ética Profissional do Psicopedagogo
 
Traços Históricos da Psicopedagogia
Traços Históricos da PsicopedagogiaTraços Históricos da Psicopedagogia
Traços Históricos da Psicopedagogia
 
A trajetória da psicopedagogia
A trajetória da psicopedagogiaA trajetória da psicopedagogia
A trajetória da psicopedagogia
 
Testes psicopedagógicos
Testes psicopedagógicosTestes psicopedagógicos
Testes psicopedagógicos
 
Slides psicopedagogico
Slides psicopedagogicoSlides psicopedagogico
Slides psicopedagogico
 
Teorias Psicopedagógicas do Ensino Aprendizagem
Teorias Psicopedagógicas do Ensino AprendizagemTeorias Psicopedagógicas do Ensino Aprendizagem
Teorias Psicopedagógicas do Ensino Aprendizagem
 
História da psicopedagogia
História da psicopedagogiaHistória da psicopedagogia
História da psicopedagogia
 
Psicopedagogia clínica
Psicopedagogia clínicaPsicopedagogia clínica
Psicopedagogia clínica
 
Apresentação do curso de Psicopedagogia
Apresentação do curso de PsicopedagogiaApresentação do curso de Psicopedagogia
Apresentação do curso de Psicopedagogia
 
Apostila o psicopedagogo e a educação especial pdf
Apostila o psicopedagogo e a educação especial   pdfApostila o psicopedagogo e a educação especial   pdf
Apostila o psicopedagogo e a educação especial pdf
 
Psicopedagogia hospitalar
Psicopedagogia hospitalarPsicopedagogia hospitalar
Psicopedagogia hospitalar
 
Princípios da neuropsicologia
Princípios da neuropsicologiaPrincípios da neuropsicologia
Princípios da neuropsicologia
 
Livro Psicopedagogia ClíNica Marcia Siqueira De Andrade[1]
Livro Psicopedagogia ClíNica   Marcia Siqueira De Andrade[1]Livro Psicopedagogia ClíNica   Marcia Siqueira De Andrade[1]
Livro Psicopedagogia ClíNica Marcia Siqueira De Andrade[1]
 

Semelhante a Psicopedagogia fundamentos basicos

vdocuments.mx_psicopedagogia-clinica-e-institucional.ppt
vdocuments.mx_psicopedagogia-clinica-e-institucional.pptvdocuments.mx_psicopedagogia-clinica-e-institucional.ppt
vdocuments.mx_psicopedagogia-clinica-e-institucional.ppt
Binho36
 
Artigo edinalva aimportância do psicopedagogo nos anos iniciais do ensino fun...
Artigo edinalva aimportância do psicopedagogo nos anos iniciais do ensino fun...Artigo edinalva aimportância do psicopedagogo nos anos iniciais do ensino fun...
Artigo edinalva aimportância do psicopedagogo nos anos iniciais do ensino fun...
Bene1979
 
A psicanalise e o educador
A psicanalise e o educadorA psicanalise e o educador
A psicanalise e o educador
cefaprodematupa
 
Avaliação psicopedagógica protocolo breve
Avaliação psicopedagógica   protocolo breveAvaliação psicopedagógica   protocolo breve
Avaliação psicopedagógica protocolo breve
Nanci Barillo
 

Semelhante a Psicopedagogia fundamentos basicos (20)

vdocuments.mx_psicopedagogia-clinica-e-institucional.ppt
vdocuments.mx_psicopedagogia-clinica-e-institucional.pptvdocuments.mx_psicopedagogia-clinica-e-institucional.ppt
vdocuments.mx_psicopedagogia-clinica-e-institucional.ppt
 
Introdução à psicologia capa
Introdução à psicologia capaIntrodução à psicologia capa
Introdução à psicologia capa
 
Fundamentos da Psicopedagogia
Fundamentos da PsicopedagogiaFundamentos da Psicopedagogia
Fundamentos da Psicopedagogia
 
Fundamentos básicos da psicopedagogia: uma introdução
Fundamentos básicos da psicopedagogia: uma introduçãoFundamentos básicos da psicopedagogia: uma introdução
Fundamentos básicos da psicopedagogia: uma introdução
 
O planejamento de uma intervenção psicopedagógica para a melhoria das dificul...
O planejamento de uma intervenção psicopedagógica para a melhoria das dificul...O planejamento de uma intervenção psicopedagógica para a melhoria das dificul...
O planejamento de uma intervenção psicopedagógica para a melhoria das dificul...
 
Artigo carolinakopschina
Artigo carolinakopschinaArtigo carolinakopschina
Artigo carolinakopschina
 
Aula10 08-claudia
Aula10 08-claudiaAula10 08-claudia
Aula10 08-claudia
 
Fundamentos da Psicopedagogia Valdiana (1).ppt
Fundamentos da Psicopedagogia Valdiana (1).pptFundamentos da Psicopedagogia Valdiana (1).ppt
Fundamentos da Psicopedagogia Valdiana (1).ppt
 
Artigo edinalva aimportância do psicopedagogo nos anos iniciais do ensino fun...
Artigo edinalva aimportância do psicopedagogo nos anos iniciais do ensino fun...Artigo edinalva aimportância do psicopedagogo nos anos iniciais do ensino fun...
Artigo edinalva aimportância do psicopedagogo nos anos iniciais do ensino fun...
 
Artigo a psicopedagogia e intervenção na dislexia
Artigo   a psicopedagogia e intervenção na dislexiaArtigo   a psicopedagogia e intervenção na dislexia
Artigo a psicopedagogia e intervenção na dislexia
 
Artigo - Psicopedagogia e intervenção na dislexia
Artigo - Psicopedagogia e intervenção na dislexiaArtigo - Psicopedagogia e intervenção na dislexia
Artigo - Psicopedagogia e intervenção na dislexia
 
Artigo dislexia
Artigo   dislexiaArtigo   dislexia
Artigo dislexia
 
A psicanalise e o educador
A psicanalise e o educadorA psicanalise e o educador
A psicanalise e o educador
 
Psicopedagogia, introodução, o que é como seguir
Psicopedagogia, introodução, o que é como seguirPsicopedagogia, introodução, o que é como seguir
Psicopedagogia, introodução, o que é como seguir
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
 
Objeto de Estudo da Psicopedagogia
Objeto de Estudo da PsicopedagogiaObjeto de Estudo da Psicopedagogia
Objeto de Estudo da Psicopedagogia
 
Objeto de Estudo da Psicopedagogia
Objeto de Estudo da PsicopedagogiaObjeto de Estudo da Psicopedagogia
Objeto de Estudo da Psicopedagogia
 
Trabalho de psicologia escolar ifrn
Trabalho de psicologia escolar ifrnTrabalho de psicologia escolar ifrn
Trabalho de psicologia escolar ifrn
 
Avaliação psicopedagógica protocolo breve
Avaliação psicopedagógica   protocolo breveAvaliação psicopedagógica   protocolo breve
Avaliação psicopedagógica protocolo breve
 
01. manual do psi. escolar
01. manual do psi. escolar01. manual do psi. escolar
01. manual do psi. escolar
 

Último

TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
FLAVIA LEZAN
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
aulasgege
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
sfwsoficial
 
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdfAPOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
lbgsouza
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
LindinhaSilva1
 

Último (20)

Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
 
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdfAPOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
 
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoasInsegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 

Psicopedagogia fundamentos basicos

  • 1. PSICOPEDAGOGIA CLÍNICA EPSICOPEDAGOGIA CLÍNICA E INSTITUCIONALINSTITUCIONAL FUNDAMENTOS BÁSICOS da PSICOPEDAGOGIAFUNDAMENTOS BÁSICOS da PSICOPEDAGOGIA PROFª. Me. Edileide AntoninoPROFª. Me. Edileide Antonino
  • 2. USO DIDÁTICO: SENTAÇÃO DO GRUPO SENTAÇÃO DO CURSO: DISCIPLINAS, DOCENTES, REL AÇÕES BIBLIOGRÁFICAS EITUAÇÃO E HISTÓRICO DA PSICOPEDAGOGIA SOBRE A PSICOPEDAGOGIA E ÃO DO DISCENTE MO ESTRELAS NA TERRA
  • 3. MÓDULO DATA DISCIPLINA DOCENTE 1º 07/Fevereiro Fundamentos da Psicopedagogia Profª Msc. Edileide Antonino Leideantonino@yahoo.com.br 2º 07/Março Psicologia do Desenvolvimento e da Aprendizagem Prof. Esp. Bionor Brandão bionorbrandao@gmail.com 3º 21/Março Psicopedagogia, Psicanálise e Psicodrama Profª Msc. Telma Cortizo telmalcortizo@uol.com.br 4º 11/Abril Neuropsicologia e Psicopedagogia Profª Esp. Thiana Costa Thiana.rochacosta@gmail.com 5º 25/Abril Aquisição e Desenvolvimento da Linguagem, Leitura e Escrita Profª Dra. Vivian Antonino viviantonino@gmail.com 6º 23/Maio A Psicopedagogia e o Desenvolvimento Lógico Matemático Profª Esp. Daniele Lima Danielelima.lima@gmail.com 7º 13/Junho Deficiência Auditiva, Surdez e Libras Profª Msc. Joseane do Espirito Santo – josyls06@yahoo.com.br 8º 11/Julho Dificuldades, Distúrbios e Transtornos de Aprendizagem Profª Msc. Daniela Radel Daniela.radel@gmail.com 9º 25/Julho Psicomotricidade e Psicopedagogia Prof. Msc. Lázaro Fonseca lazarofonseca@yahoo.com.br 10º 22/Agosto Metodologia da Pesquisa Profº Dra. Carla Verônica Cva0507@gmail.com Especial 12 e 26/ Setembro Prática Clínica Supervisionada Profª Msc. Edileide Antonino CRONOGRAMA DE AULAS CURSO: Psicopedagogia Institucional e Clínica (SÁBADOS: 08:00 ÀS 12:00 h e 13:30 ÀS 17:30 h) Obs: Caso seja necessário, para o bom andamento do curso, as datas definidas acima poderão sofrer eventuais alterações, bem como, por motivo de força maior, o docente convidado poderá ser substituído por outro.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10. O que é aprendizagem? TEMPESTADE DE IDEIAS
  • 11. FOCO DO TRABALHO DO PSICOPEDAGOGO A RELAÇÃO COM A APRENDIZAGEM E OS PROBLEMAS INERENTES AO SEU PROCESSO
  • 12.  A aprendizagem constitui-se em um processo, uma função, que vai além da aprendizagem escolar e que não se circunscreve exclusivamente à criança(Chamat,2007)  É um processo onde estão articulados a inteligência, o desejo, o organismo e o corpo em um determinado equilíbrio.  SUJEITO DA APRENDIZAGEM (Fernandéz)
  • 13.  Penso o sujeito aprendente como aquela articulação que vai armando o sujeito cognoscente e o sujeito desejante sobre o organismo herdado, construindo um corpo sempre em intersecção com o outro(conhecimento-cultura...) e com os outros( pais, professores, meios de comunicação).  O aprendente situa-se na articulação entre o conhecer e o saber  O sujeito ensinante: pais, professores, propiciam um espaço saudável de aprendizagem quando conseguem apelar aos sujeitos ensinantes dos aprendentes
  • 14. Perspectivas de Análise do Fracasso Escolar  PERSPECTIVA DA SOCIEDADE  Tipo de cultura, as condições e relações político, sociais e econômicas vigentes, tipos de estrutura social, ideológica dominante e suas relações implícitas ou explícitas com a educação (Weiss,1999)  PERSPECTIVA DA INSTITUIÇÃO ESCOLAR  Ensino  Professor  Qualidade e quantidade das informações  Relação
  • 15. Na perspectiva do aluno As condições internas da aprendizagem relacionadas a construção da subjetividade História pessoal e familiar Aspectos cognitivos ligados ao desenvolvimento e funcionamento das estruturas cognoscitivas Aspectos orgânicos relacionados a construção biofisiológicas
  • 16.  A INIBIÇÃO NA APRENDIZAGEM LEVA AO FRACASSO ESCOLAR E, GERALMENTE, É...  ... uma resposta insuficiente do aluno a uma exigência ou demanda da escola  ... uma resposta reativa à situação escolar  ... o sistema escolar  ... associado a ética do êxito
  • 17. QUEM É O SUJEITO DA PSICOPEDAGOGIA?
  • 18. HISTÓRICO A preocupação em entender os problemas de aprendizagem, surge na Europa ainda no século XX com a consolidação do capitalismo industrial No século XX, com o avanço das ciências médicas e biológicas, especialmente a psiquiatria, são estimulados os estudos da neurologia, fisiologia e neuropsiquiatria. Estendem-se as escolas, para identificar as causa da não aprendizagem das crianças das classes populares, atribuindo o fracasso da aprendizagem a anomalias
  • 19.  Em 2005 foi reconhecido o primeiro curso de graduação em psicopedagogia, oferecido pela PUC/RS. Nessa época o Brasil já contava com outros cursos em andamento: no Centro Universitário La Salle,(Canoas, RS) , no Centro Universitário FIEO (Osasco, São Paulo).  Além desses , em 2006 foi recomendado pela CAPES o primeiro mestrado acadêmico com área de concentração em psicopedagogia
  • 20.  A regulamentação brasileira tem avançado a partir do Projeto de Lei nº 128/2000 e da Lei nº 10.891. Entretanto, a regulamentação de qualquer nova profissão, a exemplo das tentativas de regulamentação da psicanálise no Brasil, têm encontrado uma forte barreira constitucional, pois o Art. 5º da Constituição Brasileira prevê o "livre exercício profissional", sendo entendido que é desnecessário e oneroso para o Estado a regulamentação de profissões, exceto quando há risco eminente para a sociedade.
  • 21.  A Psicopedagogia defende que “para que haja aprendizagem, intervêm o nível cognitivo e o desejante, além do organismo e do corpo” (A. Fernandez, 1991, p.74), por isso aproxima-se dos referenciais teóricos do construtivismo, pois foca a subjetivação, enfatizando ointeracionismo (Vygotsky).
  • 22.  O ato de aprender é uma interação, crença esta fundamentada nas idéias de Pichon Rivière e Vygosky.  Relevância da simbolização no processo de aprendizagem baseada nos estudos psicanalíticos (Freud).
  • 23.  Cabe ao psicopedagogo voltar seu olhar para os sujeitos ensinantes e aprendentes, como para os vínculos e a circulação do saber entre eles.  Como afirma sara Paín, uma tarefa primordial no diagnóstico é resgatar o amor. Em geral, os terapeutas tendem a carregar nas tintas sobre o desamor, sobre o que falta, e poucas vezes se evidencia o que se tem e onde o amor é resgatável. Sem dúvida, isto é o que nos importa no caminho da cura (Paín, 1989, p.35).
  • 24.  Segundo Nádia Bossa (2000, p.23) A psicopedagogia nasceu da necessidade de uma melhor compreensão do processo de aprendizagem e se tornou uma área de estudo específica que busca conhecimento em outros campos e cria seu próprio objeto de estudo.
  • 25.  No Brasil a psicopedagogia surge influenciada pela Argentina por volta dos anos setenta, trabalhando com o enfoque da reeducação  Hoje a psicopedagogia busca a construção do seu objeto de estudo , centrando-se nos problemas de aprendizagem, tendo o homem como centro do seu processo de aprender, constituído através de relações vinculares
  • 26.
  • 27. Campo de atuação do psicopedagogo  Clínica – avaliação - intervenção  Institucional – escola - empresa  Hospitalar - hospital Preventiva  Processos ensino aprendizagem  Intervenção nas relações educativas  Orientação metodológica  Pesquisa
  • 28. DIMENSÕES NO PROCESSO DE APRENDIZAGEM  AFETIVOAFETIVO  COGNITIVOCOGNITIVO  ORGANICOORGANICO  SOCIAL E PEDAGOGICOSOCIAL E PEDAGOGICO
  • 29.  Sujeitos com alteração nos órgãos sensoriais terão o processo de aprendizagem diferente de outros, pois precisam desenvolver outros recursos para captar material para processar as informações.
  • 30. PSICOPEDAGOGO CLÍNICO  Reelabora o processo de aprendizagem  Propicia a construção do saber  Devolve ao sujeito o prazer de aprender  Resgate da autonomia  Plano individual e flexível  Desejo  Meta  História do sujeito e relações familiares
  • 31. PSICOPEDAGOGO INSTITUCIONAL  Administra ansiedades  Harmonia nos grupos de trabalho  Colabora com a construção do conhecimento  Identifica obstáculos no processo de aprendizagem e desenvolvimento  Recursos preventivos, conscientizando os conflitos de fragmentação do conteúdo e da não formação de grupos  Clareia papéis e tarefas no grupo
  • 32. “O objeto da psicopedagogia não é então, no meu ponto de vista, o conteúdo ensinado ou o conteúdo apreendido ou não-aprendido. São os posicionamento ensinantes e aprendentes e a intersecção problemática (nunca harmônica), mas necessária, entre o conhecer e o saber.” (Fernàndez, 2001, p.55)
  • 34. Uma dificuldade de aprendizagem não é vista como patogenia e sim como um obstáculo que pode estar dificultando este processo Estes obstáculos são classificados como epistêmico, epistemofílico, epistemológico e funcional.
  • 35.  Obstáculo Epistêmico - refere-se a estrutura cognitiva do aprendiz, que deriva do nível de operatividade da estrutura cognitiva alcançada, ou seja ninguém pode aprender além do que sua estrutura cognitiva permite.  Obstáculo Epistemofílico - é utilizado para designar o vínculo afetivo que o aprendiz estabelece com os objetos e situações de aprendizagem.  Obstáculo Epistemológico - está relacionado ao meio cultural em que o aprendiz está inserido. Quando uma criança de um meio cultural desfavorecido é inserida em outro com melhores condições, poderá apresentar o que denominamos de obstáculo epistemológico.
  • 36. ENTÃO A PSICOPEDAGOGIA  Identifica os aspectos que poderão estar obstacularizando a aprendizagem e planeja e executa o processo de modificação destes obstáculos.