SlideShare uma empresa Scribd logo
Aspectos legais dos PCN
   Há Constituição Federal de 1988, que impõe que a
    Educação é um direito de todos, visando "o pleno
    desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício
    da cidadania e sua qualificação para o trabalho." A
    Constituição também diz que Educação é dever comum
    da União, Estados e Municípios. Além disso, a Lei de
    Diretrizes e Bases criou, para o ensino fundamental e
    médio, um núcleo comum obrigatório no âmbito nacional,
    que inclui o estudo de língua portuguesa, matemática, do
    mundo físico, da realidade política e social, da arte e
    educação física


                         Professora: Cristina Torres Ferreira
O processo de elaboração dos PCN
   Começou em 1995, sendo que no fim daquele ano já havia
a versão preliminar, que foi apresentada a diferentes
instituições e especialistas. Em resposta, o MEC recebeu
cerca de 700 pareceres, que foram catalogados por áreas
temáticas e embasaram a revisão do texto. Para completar,
Delegacias do MEC promoveram reuniões com suas
equipes técnicas, o Conselho Federal de Educação
organizou debates regionais e algumas universidades se
mobilizaram.
   Tudo isso subsidiou a produção da versão final dos PCN
para 1ª a 4ª série, aprovada pelo Conselho Federal de
Educação em 1997.
  Os PCNs foram transformados num conjunto de dez
livros, cujo lançamento ocorreu em 15 de outubro de 1997,
Dia do Professor, em Brasília. Enquanto isso, o MEC iniciou a
elaboração dos PCN para 5ª a 8ª série.
                       Professora: Cristina Torres Ferreira
Os PCN não surgiram com o intuito de resolver
  todos os problemas que afetam a qualidade de ensino
  e da aprendizagem no nosso Pais, mesmo porque ela
  foi elaborada pelo homem, e ninguém é perfeito, mas
  veio com a intenção de contribuir, servem como:
  “referência, ponto de partida, ponto de chegada ou
  linha de fronteira” (BRASIL, 2006c, p. 8).
           A igualdade de direitos entre os cidadãos e o
           respeito aos princípios      democráticos, o
Objetivo   conjunto de proposições expressas nos PCN
           pretendeu possibilitar o acesso aos bens
           públicos por meio do acesso ao conjunto de
           conhecimentos socialmente relevantes.
                      Professora: Cristina Torres Ferreira
1ª à 4ª séries – 1º e 2º Ciclos            INTRODUÇ
                                              ÃO
                                                                   LINGUA
                            ARTE                                  PORTUGUE
                                                                      SA



                                                                          MATEMÁTI
               CIÊNCIAS                                                      CA
               NATURAIS


                                             PCNs
                                                                           HISTÓRIA
                                                                               E
               ED. FÍSICA
                                                                           GEOGRAF
                                  Temas transversais                          IA


                                                                        MEIO
                     Apresentação                                    AMBIENTE
                      dos Temas                                       E SAÚDE
                     Transversais           Pluralidade
                                             Cultural e
                                            Orientação
                                    Professora:Sexual
                                               Cristina Torres Ferreira
5ª a 8ª séries –                   INTRODUÇÃ
3º e 4º Ciclos                         O
                                                               LINGUA
                     ARTES                                   PORTUGUES
                                                                  A




                                                                    MATEMÁTIC
          CIÊNCIAS                                                      A


                                      PCNs

          GEOGRAFIA                                                 HISTÓRIA




                                                     TEMAS
                     ED. FÍSICA                   TRANSVERSAIS

                             Professora: Cristina Torres Ferreira
Quem participou da elaboração dos PCN
   Mais de 400 consultores: docentes das universidades
    públicas e particulares, técnicas das secretarias estaduais e
    municipais de educação, especialistas e educadores, e
    representantes de outras instituições significativas em
    diferentes campos do conhecimento. O MEC realizou
    encontros regionais para ouvir os professores do ensino
    fundamental, técnicos educacionais e representantes de
    sindicatos.




                           Professora: Cristina Torres Ferreira
ENSINO MÉDIO: um volume que se
organiza em quatro partes.

                             Parte I - Bases Legais




   Parte III - Ciências da                                 Parte II - Linguagens,
   Natureza, Matemática                                      Códigos e suas
    e suas Tecnologias                                         Tecnologias




                              Parte IV - Ciências
                               Humanas e suas
                                  Tecnologias
                              Professora: Cristina Torres Ferreira
Distinção entre Diretrizes Curriculares
  Nacionais dos Parâmetros Curriculares
  Nacionais

         Os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN)

• são diretrizes elaboradas pelo Governo Federal que orientam a
  educação no Brasil e são separados por disciplinas e não são
  obrigatórios por lei.
•     Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN)
• são normas obrigatórias para a Educação Básica, que orientam o
  planejamento curricular das escolas e sistemas de ensino,
  norteando seus currículos e conteúdos mínimos, de modo a
  assegurar a formação básica, com origem na Lei de Diretrizes e
  Bases da Educação (LDB) estabelecendo competências e
  diretrizes para a educação infantil, o ensino fundamental e o
  ensino médio              Professora: Cristina Torres Ferreira
PARA QUE SERVE
lutar para que prevaleça a autonomia da escola, noção
presente nos PCN, e que se vê ameaçada quando o
Parecer sobre o Substitutivo ao Projeto de Lei nº
4.173/1998, que aprova o PNE, quer ver assegurado
que num prazo de três anos as escolas tenham
elaborado seus projetos pedagógicos com base nos
PCN.




                    Professora: Cristina Torres Ferreira
QUESTÕES SOBRE O TEXTOS
   O texto apresenta a posição da Faculdade de Educação da
  Universidade Federal do Rio Grande do Sul em relação ao
  documento “Parâmetros Curriculares Nacionais”.Tendo em vista
  que foi apresentado a aula expositiva a cerca do que é e qual a
  funcionalidade dos PCN, responda embasados na aula e no texto
  10 :
1)O que motivou o MEC na elaboração do documento ?
2) Quais foram os atores do processo de construção?
3) Qual a importância dos PCN para o professor?
4) Os PCN implicam na qualidade da educação? De quais forma?
5) Quais os pontos positivos e negativos dos PCN.
6) Estabeleça a diferença entre As Diretrizes Curriculares
    Nacionais (DCN) e os PCN .


                         Professora: Cristina Torres Ferreira
Referência

  Brasil. Secretaria de Educação Fundamental Parâmetros curriculares
 nacionais : terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental:
 introdução aos parâmetros curriculares nacionais / Secretaria de
 Educação Fundamental. – Brasília : MEC/SEF, 1998.174 p.




                          Professora: Cristina Torres Ferreira

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ldb Resumo
Ldb ResumoLdb Resumo
Ldb Resumo
Karina Reimberg
 
4. avaliação
4. avaliação4. avaliação
4. avaliação
Lilian Moreira
 
Projeto Político Pedagógico - PPP
Projeto Político Pedagógico - PPPProjeto Político Pedagógico - PPP
Projeto Político Pedagógico - PPP
Hebert Arcanjo
 
Formação história
Formação históriaFormação história
Formação história
Magda Marques
 
PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO -PNE
PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO -PNEPLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO -PNE
PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO -PNE
Julhinha Camara
 
Ldb lei 9394 de 1996 - resumaoo 1
Ldb lei 9394 de 1996 - resumaoo 1Ldb lei 9394 de 1996 - resumaoo 1
Ldb lei 9394 de 1996 - resumaoo 1
Manim Edições
 
Ppt avaliação
Ppt avaliaçãoPpt avaliação
Ppt avaliação
Editora Moderna
 
Pcns.
Pcns.Pcns.
História da educação resumo
História da educação resumoHistória da educação resumo
História da educação resumo
zildamisseno
 
Políticas Públicas Educacionais
Políticas Públicas EducacionaisPolíticas Públicas Educacionais
Políticas Públicas Educacionais
Alairton Luis Araujo Soares
 
Educação Inclusiva
Educação Inclusiva Educação Inclusiva
Educação Inclusiva
Heilane Santos
 
O processo de alfabetização
O processo de alfabetizaçãoO processo de alfabetização
O processo de alfabetização
Rosemary Batista
 
HistóRia Da EducaçãO No Brasil Da Colonia Ao ImpéRio
HistóRia Da  EducaçãO No  Brasil  Da Colonia Ao ImpéRioHistóRia Da  EducaçãO No  Brasil  Da Colonia Ao ImpéRio
HistóRia Da EducaçãO No Brasil Da Colonia Ao ImpéRio
Nila Michele Bastos Santos
 
Alfabetização e letramento
Alfabetização e letramentoAlfabetização e letramento
Alfabetização e letramento
Elizabet Tramontin Silveira Camargo
 
BNCC na prática
BNCC na práticaBNCC na prática
BNCC na prática
Grasiela Dourado
 
Portfólio pronto
Portfólio prontoPortfólio pronto
Portfólio pronto
familiaestagio
 
Organização e gestão da escola
Organização e gestão da escolaOrganização e gestão da escola
Organização e gestão da escola
Ulisses Vakirtzis
 
Alfabetização e letramento
Alfabetização e letramentoAlfabetização e letramento
Alfabetização e letramento
Helena Zanotto
 
MPEMC AULA 9: Ciências na BNCC
MPEMC AULA 9: Ciências na BNCCMPEMC AULA 9: Ciências na BNCC
MPEMC AULA 9: Ciências na BNCC
profamiriamnavarro
 
AlfabetizaçãO E Letramento
AlfabetizaçãO E LetramentoAlfabetizaçãO E Letramento
AlfabetizaçãO E Letramento
henriqueocarvalho
 

Mais procurados (20)

Ldb Resumo
Ldb ResumoLdb Resumo
Ldb Resumo
 
4. avaliação
4. avaliação4. avaliação
4. avaliação
 
Projeto Político Pedagógico - PPP
Projeto Político Pedagógico - PPPProjeto Político Pedagógico - PPP
Projeto Político Pedagógico - PPP
 
Formação história
Formação históriaFormação história
Formação história
 
PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO -PNE
PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO -PNEPLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO -PNE
PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO -PNE
 
Ldb lei 9394 de 1996 - resumaoo 1
Ldb lei 9394 de 1996 - resumaoo 1Ldb lei 9394 de 1996 - resumaoo 1
Ldb lei 9394 de 1996 - resumaoo 1
 
Ppt avaliação
Ppt avaliaçãoPpt avaliação
Ppt avaliação
 
Pcns.
Pcns.Pcns.
Pcns.
 
História da educação resumo
História da educação resumoHistória da educação resumo
História da educação resumo
 
Políticas Públicas Educacionais
Políticas Públicas EducacionaisPolíticas Públicas Educacionais
Políticas Públicas Educacionais
 
Educação Inclusiva
Educação Inclusiva Educação Inclusiva
Educação Inclusiva
 
O processo de alfabetização
O processo de alfabetizaçãoO processo de alfabetização
O processo de alfabetização
 
HistóRia Da EducaçãO No Brasil Da Colonia Ao ImpéRio
HistóRia Da  EducaçãO No  Brasil  Da Colonia Ao ImpéRioHistóRia Da  EducaçãO No  Brasil  Da Colonia Ao ImpéRio
HistóRia Da EducaçãO No Brasil Da Colonia Ao ImpéRio
 
Alfabetização e letramento
Alfabetização e letramentoAlfabetização e letramento
Alfabetização e letramento
 
BNCC na prática
BNCC na práticaBNCC na prática
BNCC na prática
 
Portfólio pronto
Portfólio prontoPortfólio pronto
Portfólio pronto
 
Organização e gestão da escola
Organização e gestão da escolaOrganização e gestão da escola
Organização e gestão da escola
 
Alfabetização e letramento
Alfabetização e letramentoAlfabetização e letramento
Alfabetização e letramento
 
MPEMC AULA 9: Ciências na BNCC
MPEMC AULA 9: Ciências na BNCCMPEMC AULA 9: Ciências na BNCC
MPEMC AULA 9: Ciências na BNCC
 
AlfabetizaçãO E Letramento
AlfabetizaçãO E LetramentoAlfabetizaçãO E Letramento
AlfabetizaçãO E Letramento
 

Semelhante a Parâmetros curriculares nacionais

Monografia os conhecimentos históricos e o exame nacional do ensino médio
Monografia   os conhecimentos históricos e o exame nacional do ensino médioMonografia   os conhecimentos históricos e o exame nacional do ensino médio
Monografia os conhecimentos históricos e o exame nacional do ensino médio
Monike Moura
 
Artigo revisão biibliografica de Relações
Artigo revisão biibliografica de RelaçõesArtigo revisão biibliografica de Relações
Artigo revisão biibliografica de Relações
Jessika Sobrinho
 
Orientações curriculares para o Ensino Médio
Orientações curriculares para o Ensino MédioOrientações curriculares para o Ensino Médio
Orientações curriculares para o Ensino Médio
Mauro Uchoa
 
Orientações curriclares para o ensino médio
Orientações curriclares para o ensino médioOrientações curriclares para o ensino médio
Orientações curriclares para o ensino médio
Gabriela Everton Martins
 
Ocem linguagens
Ocem linguagensOcem linguagens
Ocem linguagens
pibidteatroufpel
 
Orientações Curriculares para o Ensino Médio
Orientações Curriculares para o Ensino MédioOrientações Curriculares para o Ensino Médio
Orientações Curriculares para o Ensino Médio
Italo Malta
 
ORIENTAÇÕES CURRICULARES PARA O ENSINO MÉDIO
ORIENTAÇÕES CURRICULARES PARA O ENSINO MÉDIOORIENTAÇÕES CURRICULARES PARA O ENSINO MÉDIO
ORIENTAÇÕES CURRICULARES PARA O ENSINO MÉDIO
wil
 
Livro portugues falado
Livro portugues faladoLivro portugues falado
Livro portugues falado
Claudiene Diniz da Silva
 
Edital ppg linguagens_e_saberes_na_amazônia_.2012.doc
Edital ppg linguagens_e_saberes_na_amazônia_.2012.docEdital ppg linguagens_e_saberes_na_amazônia_.2012.doc
Edital ppg linguagens_e_saberes_na_amazônia_.2012.doc
JR
 
Introduoaosparmetroscurricularesnacionais 110202191924-phpapp02
Introduoaosparmetroscurricularesnacionais 110202191924-phpapp02Introduoaosparmetroscurricularesnacionais 110202191924-phpapp02
Introduoaosparmetroscurricularesnacionais 110202191924-phpapp02
educacaomesquita
 
01. pcn introdução vol i
01. pcn introdução vol i01. pcn introdução vol i
01. pcn introdução vol i
celikennedy
 
Introdução aos parâmetros curriculares nacionais
Introdução aos parâmetros curriculares nacionaisIntrodução aos parâmetros curriculares nacionais
Introdução aos parâmetros curriculares nacionais
FAETEC - ETESC
 
Formação de professor e o ensino de ciencias
Formação de professor e o ensino de cienciasFormação de professor e o ensino de ciencias
Formação de professor e o ensino de ciencias
Arminda Almeida da Rosa
 
Plano quinzenal 5 rosely
Plano quinzenal 5  roselyPlano quinzenal 5  rosely
Plano quinzenal 5 rosely
David Rosely
 
Proposta Curricular Linguagens final -1
Proposta Curricular Linguagens final -1Proposta Curricular Linguagens final -1
Proposta Curricular Linguagens final -1
Johnnie B. Souza
 
23064236 portugues-iniciais
23064236 portugues-iniciais23064236 portugues-iniciais
23064236 portugues-iniciais
Eduardo Lopes
 
Ativ port1 descritores l. portuguesa
Ativ port1  descritores l. portuguesaAtiv port1  descritores l. portuguesa
Ativ port1 descritores l. portuguesa
Edileusa Camargo
 
Catalogo de-unidades-curriculares-v05
Catalogo de-unidades-curriculares-v05Catalogo de-unidades-curriculares-v05
Catalogo de-unidades-curriculares-v05
Franciele Barboza Neves
 
Relacoes etnicorraciais na_escola.livro_2011doc
Relacoes etnicorraciais na_escola.livro_2011docRelacoes etnicorraciais na_escola.livro_2011doc
Relacoes etnicorraciais na_escola.livro_2011doc
Ricardo Costa
 
Simulado 2
Simulado 2Simulado 2

Semelhante a Parâmetros curriculares nacionais (20)

Monografia os conhecimentos históricos e o exame nacional do ensino médio
Monografia   os conhecimentos históricos e o exame nacional do ensino médioMonografia   os conhecimentos históricos e o exame nacional do ensino médio
Monografia os conhecimentos históricos e o exame nacional do ensino médio
 
Artigo revisão biibliografica de Relações
Artigo revisão biibliografica de RelaçõesArtigo revisão biibliografica de Relações
Artigo revisão biibliografica de Relações
 
Orientações curriculares para o Ensino Médio
Orientações curriculares para o Ensino MédioOrientações curriculares para o Ensino Médio
Orientações curriculares para o Ensino Médio
 
Orientações curriclares para o ensino médio
Orientações curriclares para o ensino médioOrientações curriclares para o ensino médio
Orientações curriclares para o ensino médio
 
Ocem linguagens
Ocem linguagensOcem linguagens
Ocem linguagens
 
Orientações Curriculares para o Ensino Médio
Orientações Curriculares para o Ensino MédioOrientações Curriculares para o Ensino Médio
Orientações Curriculares para o Ensino Médio
 
ORIENTAÇÕES CURRICULARES PARA O ENSINO MÉDIO
ORIENTAÇÕES CURRICULARES PARA O ENSINO MÉDIOORIENTAÇÕES CURRICULARES PARA O ENSINO MÉDIO
ORIENTAÇÕES CURRICULARES PARA O ENSINO MÉDIO
 
Livro portugues falado
Livro portugues faladoLivro portugues falado
Livro portugues falado
 
Edital ppg linguagens_e_saberes_na_amazônia_.2012.doc
Edital ppg linguagens_e_saberes_na_amazônia_.2012.docEdital ppg linguagens_e_saberes_na_amazônia_.2012.doc
Edital ppg linguagens_e_saberes_na_amazônia_.2012.doc
 
Introduoaosparmetroscurricularesnacionais 110202191924-phpapp02
Introduoaosparmetroscurricularesnacionais 110202191924-phpapp02Introduoaosparmetroscurricularesnacionais 110202191924-phpapp02
Introduoaosparmetroscurricularesnacionais 110202191924-phpapp02
 
01. pcn introdução vol i
01. pcn introdução vol i01. pcn introdução vol i
01. pcn introdução vol i
 
Introdução aos parâmetros curriculares nacionais
Introdução aos parâmetros curriculares nacionaisIntrodução aos parâmetros curriculares nacionais
Introdução aos parâmetros curriculares nacionais
 
Formação de professor e o ensino de ciencias
Formação de professor e o ensino de cienciasFormação de professor e o ensino de ciencias
Formação de professor e o ensino de ciencias
 
Plano quinzenal 5 rosely
Plano quinzenal 5  roselyPlano quinzenal 5  rosely
Plano quinzenal 5 rosely
 
Proposta Curricular Linguagens final -1
Proposta Curricular Linguagens final -1Proposta Curricular Linguagens final -1
Proposta Curricular Linguagens final -1
 
23064236 portugues-iniciais
23064236 portugues-iniciais23064236 portugues-iniciais
23064236 portugues-iniciais
 
Ativ port1 descritores l. portuguesa
Ativ port1  descritores l. portuguesaAtiv port1  descritores l. portuguesa
Ativ port1 descritores l. portuguesa
 
Catalogo de-unidades-curriculares-v05
Catalogo de-unidades-curriculares-v05Catalogo de-unidades-curriculares-v05
Catalogo de-unidades-curriculares-v05
 
Relacoes etnicorraciais na_escola.livro_2011doc
Relacoes etnicorraciais na_escola.livro_2011docRelacoes etnicorraciais na_escola.livro_2011doc
Relacoes etnicorraciais na_escola.livro_2011doc
 
Simulado 2
Simulado 2Simulado 2
Simulado 2
 

Mais de CRIS TORRES

Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...
Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...
Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...
CRIS TORRES
 
Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...
Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...
Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...
CRIS TORRES
 
Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2
Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2 Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2
Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2
CRIS TORRES
 
Palestra aula da saudade Curso PEDAGOGIA
Palestra aula da saudade Curso PEDAGOGIAPalestra aula da saudade Curso PEDAGOGIA
Palestra aula da saudade Curso PEDAGOGIA
CRIS TORRES
 
Aula da saudade pedagogia
Aula da saudade pedagogiaAula da saudade pedagogia
Aula da saudade pedagogia
CRIS TORRES
 
DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE”
DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE” DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE”
DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE”
CRIS TORRES
 
50 dicas para 2014
50 dicas para 201450 dicas para 2014
50 dicas para 2014
CRIS TORRES
 
Reflexão e atitude
Reflexão e atitudeReflexão e atitude
Reflexão e atitude
CRIS TORRES
 
Orientações para projeto de pesquisa
Orientações para projeto de pesquisaOrientações para projeto de pesquisa
Orientações para projeto de pesquisa
CRIS TORRES
 
As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...
As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...
As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...
CRIS TORRES
 
Aula da saudade Ed.Física Grajaú - MA
Aula da saudade Ed.Física   Grajaú - MA Aula da saudade Ed.Física   Grajaú - MA
Aula da saudade Ed.Física Grajaú - MA
CRIS TORRES
 
Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...
Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...
Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...
CRIS TORRES
 
Dicas importantes para escrever resumo de trabalho
Dicas importantes para escrever resumo de trabalhoDicas importantes para escrever resumo de trabalho
Dicas importantes para escrever resumo de trabalho
CRIS TORRES
 
O PARFOR no Estado do Maranhão
O PARFOR  no Estado do MaranhãoO PARFOR  no Estado do Maranhão
O PARFOR no Estado do Maranhão
CRIS TORRES
 
SALVE O LIVRO
SALVE O LIVROSALVE O LIVRO
SALVE O LIVRO
CRIS TORRES
 
História e politica educacional percurso
História e politica educacional   percursoHistória e politica educacional   percurso
História e politica educacional percurso
CRIS TORRES
 
COMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRE
COMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRECOMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRE
COMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRE
CRIS TORRES
 
Psicologia genética piaget
Psicologia genética   piagetPsicologia genética   piaget
Psicologia genética piaget
CRIS TORRES
 
Não há docência sem discência
Não há docência sem discênciaNão há docência sem discência
Não há docência sem discência
CRIS TORRES
 
Os professores diante do saber
Os professores diante do saberOs professores diante do saber
Os professores diante do saber
CRIS TORRES
 

Mais de CRIS TORRES (20)

Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...
Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...
Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...
 
Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...
Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...
Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...
 
Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2
Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2 Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2
Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2
 
Palestra aula da saudade Curso PEDAGOGIA
Palestra aula da saudade Curso PEDAGOGIAPalestra aula da saudade Curso PEDAGOGIA
Palestra aula da saudade Curso PEDAGOGIA
 
Aula da saudade pedagogia
Aula da saudade pedagogiaAula da saudade pedagogia
Aula da saudade pedagogia
 
DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE”
DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE” DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE”
DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE”
 
50 dicas para 2014
50 dicas para 201450 dicas para 2014
50 dicas para 2014
 
Reflexão e atitude
Reflexão e atitudeReflexão e atitude
Reflexão e atitude
 
Orientações para projeto de pesquisa
Orientações para projeto de pesquisaOrientações para projeto de pesquisa
Orientações para projeto de pesquisa
 
As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...
As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...
As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...
 
Aula da saudade Ed.Física Grajaú - MA
Aula da saudade Ed.Física   Grajaú - MA Aula da saudade Ed.Física   Grajaú - MA
Aula da saudade Ed.Física Grajaú - MA
 
Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...
Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...
Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...
 
Dicas importantes para escrever resumo de trabalho
Dicas importantes para escrever resumo de trabalhoDicas importantes para escrever resumo de trabalho
Dicas importantes para escrever resumo de trabalho
 
O PARFOR no Estado do Maranhão
O PARFOR  no Estado do MaranhãoO PARFOR  no Estado do Maranhão
O PARFOR no Estado do Maranhão
 
SALVE O LIVRO
SALVE O LIVROSALVE O LIVRO
SALVE O LIVRO
 
História e politica educacional percurso
História e politica educacional   percursoHistória e politica educacional   percurso
História e politica educacional percurso
 
COMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRE
COMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRECOMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRE
COMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRE
 
Psicologia genética piaget
Psicologia genética   piagetPsicologia genética   piaget
Psicologia genética piaget
 
Não há docência sem discência
Não há docência sem discênciaNão há docência sem discência
Não há docência sem discência
 
Os professores diante do saber
Os professores diante do saberOs professores diante do saber
Os professores diante do saber
 

Último

UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
Manuais Formação
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
FernandaOliveira758273
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
MarceloMonteiro213738
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 

Último (20)

UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 

Parâmetros curriculares nacionais

  • 1. Aspectos legais dos PCN  Há Constituição Federal de 1988, que impõe que a Educação é um direito de todos, visando "o pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho." A Constituição também diz que Educação é dever comum da União, Estados e Municípios. Além disso, a Lei de Diretrizes e Bases criou, para o ensino fundamental e médio, um núcleo comum obrigatório no âmbito nacional, que inclui o estudo de língua portuguesa, matemática, do mundo físico, da realidade política e social, da arte e educação física Professora: Cristina Torres Ferreira
  • 2. O processo de elaboração dos PCN Começou em 1995, sendo que no fim daquele ano já havia a versão preliminar, que foi apresentada a diferentes instituições e especialistas. Em resposta, o MEC recebeu cerca de 700 pareceres, que foram catalogados por áreas temáticas e embasaram a revisão do texto. Para completar, Delegacias do MEC promoveram reuniões com suas equipes técnicas, o Conselho Federal de Educação organizou debates regionais e algumas universidades se mobilizaram. Tudo isso subsidiou a produção da versão final dos PCN para 1ª a 4ª série, aprovada pelo Conselho Federal de Educação em 1997. Os PCNs foram transformados num conjunto de dez livros, cujo lançamento ocorreu em 15 de outubro de 1997, Dia do Professor, em Brasília. Enquanto isso, o MEC iniciou a elaboração dos PCN para 5ª a 8ª série. Professora: Cristina Torres Ferreira
  • 3. Os PCN não surgiram com o intuito de resolver todos os problemas que afetam a qualidade de ensino e da aprendizagem no nosso Pais, mesmo porque ela foi elaborada pelo homem, e ninguém é perfeito, mas veio com a intenção de contribuir, servem como: “referência, ponto de partida, ponto de chegada ou linha de fronteira” (BRASIL, 2006c, p. 8). A igualdade de direitos entre os cidadãos e o respeito aos princípios democráticos, o Objetivo conjunto de proposições expressas nos PCN pretendeu possibilitar o acesso aos bens públicos por meio do acesso ao conjunto de conhecimentos socialmente relevantes. Professora: Cristina Torres Ferreira
  • 4. 1ª à 4ª séries – 1º e 2º Ciclos INTRODUÇ ÃO LINGUA ARTE PORTUGUE SA MATEMÁTI CIÊNCIAS CA NATURAIS PCNs HISTÓRIA E ED. FÍSICA GEOGRAF Temas transversais IA MEIO Apresentação AMBIENTE dos Temas E SAÚDE Transversais Pluralidade Cultural e Orientação Professora:Sexual Cristina Torres Ferreira
  • 5. 5ª a 8ª séries – INTRODUÇÃ 3º e 4º Ciclos O LINGUA ARTES PORTUGUES A MATEMÁTIC CIÊNCIAS A PCNs GEOGRAFIA HISTÓRIA TEMAS ED. FÍSICA TRANSVERSAIS Professora: Cristina Torres Ferreira
  • 6. Quem participou da elaboração dos PCN  Mais de 400 consultores: docentes das universidades públicas e particulares, técnicas das secretarias estaduais e municipais de educação, especialistas e educadores, e representantes de outras instituições significativas em diferentes campos do conhecimento. O MEC realizou encontros regionais para ouvir os professores do ensino fundamental, técnicos educacionais e representantes de sindicatos. Professora: Cristina Torres Ferreira
  • 7. ENSINO MÉDIO: um volume que se organiza em quatro partes. Parte I - Bases Legais Parte III - Ciências da Parte II - Linguagens, Natureza, Matemática Códigos e suas e suas Tecnologias Tecnologias Parte IV - Ciências Humanas e suas Tecnologias Professora: Cristina Torres Ferreira
  • 8. Distinção entre Diretrizes Curriculares Nacionais dos Parâmetros Curriculares Nacionais Os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) • são diretrizes elaboradas pelo Governo Federal que orientam a educação no Brasil e são separados por disciplinas e não são obrigatórios por lei. • Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN) • são normas obrigatórias para a Educação Básica, que orientam o planejamento curricular das escolas e sistemas de ensino, norteando seus currículos e conteúdos mínimos, de modo a assegurar a formação básica, com origem na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) estabelecendo competências e diretrizes para a educação infantil, o ensino fundamental e o ensino médio Professora: Cristina Torres Ferreira
  • 9. PARA QUE SERVE lutar para que prevaleça a autonomia da escola, noção presente nos PCN, e que se vê ameaçada quando o Parecer sobre o Substitutivo ao Projeto de Lei nº 4.173/1998, que aprova o PNE, quer ver assegurado que num prazo de três anos as escolas tenham elaborado seus projetos pedagógicos com base nos PCN. Professora: Cristina Torres Ferreira
  • 10. QUESTÕES SOBRE O TEXTOS O texto apresenta a posição da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul em relação ao documento “Parâmetros Curriculares Nacionais”.Tendo em vista que foi apresentado a aula expositiva a cerca do que é e qual a funcionalidade dos PCN, responda embasados na aula e no texto 10 : 1)O que motivou o MEC na elaboração do documento ? 2) Quais foram os atores do processo de construção? 3) Qual a importância dos PCN para o professor? 4) Os PCN implicam na qualidade da educação? De quais forma? 5) Quais os pontos positivos e negativos dos PCN. 6) Estabeleça a diferença entre As Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN) e os PCN . Professora: Cristina Torres Ferreira
  • 11. Referência Brasil. Secretaria de Educação Fundamental Parâmetros curriculares nacionais : terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental: introdução aos parâmetros curriculares nacionais / Secretaria de Educação Fundamental. – Brasília : MEC/SEF, 1998.174 p. Professora: Cristina Torres Ferreira