SlideShare uma empresa Scribd logo
Aspectos legais dos PCN
   Há Constituição Federal de 1988, que impõe que a
    Educação é um direito de todos, visando "o pleno
    desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício
    da cidadania e sua qualificação para o trabalho." A
    Constituição também diz que Educação é dever comum
    da União, Estados e Municípios. Além disso, a Lei de
    Diretrizes e Bases criou, para o ensino fundamental e
    médio, um núcleo comum obrigatório no âmbito nacional,
    que inclui o estudo de língua portuguesa, matemática, do
    mundo físico, da realidade política e social, da arte e
    educação física


                         Professora: Cristina Torres Ferreira
O processo de elaboração dos PCN
   Começou em 1995, sendo que no fim daquele ano já havia
a versão preliminar, que foi apresentada a diferentes
instituições e especialistas. Em resposta, o MEC recebeu
cerca de 700 pareceres, que foram catalogados por áreas
temáticas e embasaram a revisão do texto. Para completar,
Delegacias do MEC promoveram reuniões com suas
equipes técnicas, o Conselho Federal de Educação
organizou debates regionais e algumas universidades se
mobilizaram.
   Tudo isso subsidiou a produção da versão final dos PCN
para 1ª a 4ª série, aprovada pelo Conselho Federal de
Educação em 1997.
  Os PCNs foram transformados num conjunto de dez
livros, cujo lançamento ocorreu em 15 de outubro de 1997,
Dia do Professor, em Brasília. Enquanto isso, o MEC iniciou a
elaboração dos PCN para 5ª a 8ª série.
                       Professora: Cristina Torres Ferreira
Os PCN não surgiram com o intuito de resolver
  todos os problemas que afetam a qualidade de ensino
  e da aprendizagem no nosso Pais, mesmo porque ela
  foi elaborada pelo homem, e ninguém é perfeito, mas
  veio com a intenção de contribuir, servem como:
  “referência, ponto de partida, ponto de chegada ou
  linha de fronteira” (BRASIL, 2006c, p. 8).
           A igualdade de direitos entre os cidadãos e o
           respeito aos princípios      democráticos, o
Objetivo   conjunto de proposições expressas nos PCN
           pretendeu possibilitar o acesso aos bens
           públicos por meio do acesso ao conjunto de
           conhecimentos socialmente relevantes.
                      Professora: Cristina Torres Ferreira
1ª à 4ª séries – 1º e 2º Ciclos            INTRODUÇ
                                              ÃO
                                                                   LINGUA
                            ARTE                                  PORTUGUE
                                                                      SA



                                                                          MATEMÁTI
               CIÊNCIAS                                                      CA
               NATURAIS


                                             PCNs
                                                                           HISTÓRIA
                                                                               E
               ED. FÍSICA
                                                                           GEOGRAF
                                  Temas transversais                          IA


                                                                        MEIO
                     Apresentação                                    AMBIENTE
                      dos Temas                                       E SAÚDE
                     Transversais           Pluralidade
                                             Cultural e
                                            Orientação
                                    Professora:Sexual
                                               Cristina Torres Ferreira
5ª a 8ª séries –                   INTRODUÇÃ
3º e 4º Ciclos                         O
                                                               LINGUA
                     ARTES                                   PORTUGUES
                                                                  A




                                                                    MATEMÁTIC
          CIÊNCIAS                                                      A


                                      PCNs

          GEOGRAFIA                                                 HISTÓRIA




                                                     TEMAS
                     ED. FÍSICA                   TRANSVERSAIS

                             Professora: Cristina Torres Ferreira
Quem participou da elaboração dos PCN
   Mais de 400 consultores: docentes das universidades
    públicas e particulares, técnicas das secretarias estaduais e
    municipais de educação, especialistas e educadores, e
    representantes de outras instituições significativas em
    diferentes campos do conhecimento. O MEC realizou
    encontros regionais para ouvir os professores do ensino
    fundamental, técnicos educacionais e representantes de
    sindicatos.




                           Professora: Cristina Torres Ferreira
ENSINO MÉDIO: um volume que se
organiza em quatro partes.

                             Parte I - Bases Legais




   Parte III - Ciências da                                 Parte II - Linguagens,
   Natureza, Matemática                                      Códigos e suas
    e suas Tecnologias                                         Tecnologias




                              Parte IV - Ciências
                               Humanas e suas
                                  Tecnologias
                              Professora: Cristina Torres Ferreira
Distinção entre Diretrizes Curriculares
  Nacionais dos Parâmetros Curriculares
  Nacionais

         Os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN)

• são diretrizes elaboradas pelo Governo Federal que orientam a
  educação no Brasil e são separados por disciplinas e não são
  obrigatórios por lei.
•     Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN)
• são normas obrigatórias para a Educação Básica, que orientam o
  planejamento curricular das escolas e sistemas de ensino,
  norteando seus currículos e conteúdos mínimos, de modo a
  assegurar a formação básica, com origem na Lei de Diretrizes e
  Bases da Educação (LDB) estabelecendo competências e
  diretrizes para a educação infantil, o ensino fundamental e o
  ensino médio              Professora: Cristina Torres Ferreira
PARA QUE SERVE
lutar para que prevaleça a autonomia da escola, noção
presente nos PCN, e que se vê ameaçada quando o
Parecer sobre o Substitutivo ao Projeto de Lei nº
4.173/1998, que aprova o PNE, quer ver assegurado
que num prazo de três anos as escolas tenham
elaborado seus projetos pedagógicos com base nos
PCN.




                    Professora: Cristina Torres Ferreira
QUESTÕES SOBRE O TEXTOS
   O texto apresenta a posição da Faculdade de Educação da
  Universidade Federal do Rio Grande do Sul em relação ao
  documento “Parâmetros Curriculares Nacionais”.Tendo em vista
  que foi apresentado a aula expositiva a cerca do que é e qual a
  funcionalidade dos PCN, responda embasados na aula e no texto
  10 :
1)O que motivou o MEC na elaboração do documento ?
2) Quais foram os atores do processo de construção?
3) Qual a importância dos PCN para o professor?
4) Os PCN implicam na qualidade da educação? De quais forma?
5) Quais os pontos positivos e negativos dos PCN.
6) Estabeleça a diferença entre As Diretrizes Curriculares
    Nacionais (DCN) e os PCN .


                         Professora: Cristina Torres Ferreira
Referência

  Brasil. Secretaria de Educação Fundamental Parâmetros curriculares
 nacionais : terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental:
 introdução aos parâmetros curriculares nacionais / Secretaria de
 Educação Fundamental. – Brasília : MEC/SEF, 1998.174 p.




                          Professora: Cristina Torres Ferreira

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lei de diretriçes educação nacional n. 9394 96
Lei de diretriçes educação nacional n. 9394 96Lei de diretriçes educação nacional n. 9394 96
Lei de diretriçes educação nacional n. 9394 96
Español al Día
 
Política e Organização da Educação Brasileira
Política e Organização da Educação BrasileiraPolítica e Organização da Educação Brasileira
Política e Organização da Educação Brasileira
Edneide Lima
 
Teorias do curriculo
Teorias do curriculoTeorias do curriculo
Teorias do curriculo
Natália Luz
 
Projeto Político Pedagógico - PPP
Projeto Político Pedagógico - PPPProjeto Político Pedagógico - PPP
Projeto Político Pedagógico - PPP
Hebert Arcanjo
 
LDB - 9394/96
LDB - 9394/96LDB - 9394/96
LDB - 9394/96
Marcelo Assis
 
Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação Infantil
Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação InfantilDiretrizes Curriculares Nacionais para Educação Infantil
Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação Infantil
Carina
 
Formacao humanas bncc
Formacao humanas   bnccFormacao humanas   bncc
A função Social da Escola
A função Social da EscolaA função Social da Escola
A função Social da Escola
nadjelena
 
DIRETRIZES EDUCACIONAIS PARA A EDUCAÇÃO ÍNDIGENA
DIRETRIZES EDUCACIONAIS PARA A EDUCAÇÃO ÍNDIGENADIRETRIZES EDUCACIONAIS PARA A EDUCAÇÃO ÍNDIGENA
DIRETRIZES EDUCACIONAIS PARA A EDUCAÇÃO ÍNDIGENA
Joel Soares
 
Base Nacional Comum Curricular
Base Nacional Comum CurricularBase Nacional Comum Curricular
Base Nacional Comum Curricular
CÉSAR TAVARES
 
Estrutura e funcionamento do ensino
Estrutura e funcionamento do ensino Estrutura e funcionamento do ensino
Estrutura e funcionamento do ensino
Darlan Campos
 
Organização do sistema de educação brasileiro
Organização do sistema de educação brasileiroOrganização do sistema de educação brasileiro
Organização do sistema de educação brasileiro
Jaqueline Lira
 
Projeto politico pedagogico
Projeto politico pedagogicoProjeto politico pedagogico
Projeto politico pedagogico
Heles Souza
 
Oficina Guia de Educacao Integral
Oficina Guia de Educacao IntegralOficina Guia de Educacao Integral
Oficina Guia de Educacao Integral
guiaeducacaointegral
 
Currículo - Pedagogia para Concursos
Currículo - Pedagogia para ConcursosCurrículo - Pedagogia para Concursos
Currículo - Pedagogia para Concursos
Adriano Martins
 
3. Gestão escolar democrática e gestão escolar participativa - Prof. Dr. Paul...
3. Gestão escolar democrática e gestão escolar participativa - Prof. Dr. Paul...3. Gestão escolar democrática e gestão escolar participativa - Prof. Dr. Paul...
3. Gestão escolar democrática e gestão escolar participativa - Prof. Dr. Paul...
Paulo Lima
 
Fundamentos e metodologia do ensino de matemática.pptx
Fundamentos e metodologia do ensino de matemática.pptxFundamentos e metodologia do ensino de matemática.pptx
Fundamentos e metodologia do ensino de matemática.pptx
Glacemi Loch
 
Currículo e construção do conhecimento
Currículo e construção do conhecimentoCurrículo e construção do conhecimento
Currículo e construção do conhecimento
Paulo Alves de Araujo
 
Organização e gestão da escola
Organização e gestão da escolaOrganização e gestão da escola
Organização e gestão da escola
Ulisses Vakirtzis
 
AULA 01 - POLÍTICAS PÚBLICAS DE EDUCAÇÃO.ppt
AULA 01 - POLÍTICAS PÚBLICAS DE EDUCAÇÃO.pptAULA 01 - POLÍTICAS PÚBLICAS DE EDUCAÇÃO.ppt
AULA 01 - POLÍTICAS PÚBLICAS DE EDUCAÇÃO.ppt
JuarezNeto13
 

Mais procurados (20)

Lei de diretriçes educação nacional n. 9394 96
Lei de diretriçes educação nacional n. 9394 96Lei de diretriçes educação nacional n. 9394 96
Lei de diretriçes educação nacional n. 9394 96
 
Política e Organização da Educação Brasileira
Política e Organização da Educação BrasileiraPolítica e Organização da Educação Brasileira
Política e Organização da Educação Brasileira
 
Teorias do curriculo
Teorias do curriculoTeorias do curriculo
Teorias do curriculo
 
Projeto Político Pedagógico - PPP
Projeto Político Pedagógico - PPPProjeto Político Pedagógico - PPP
Projeto Político Pedagógico - PPP
 
LDB - 9394/96
LDB - 9394/96LDB - 9394/96
LDB - 9394/96
 
Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação Infantil
Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação InfantilDiretrizes Curriculares Nacionais para Educação Infantil
Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação Infantil
 
Formacao humanas bncc
Formacao humanas   bnccFormacao humanas   bncc
Formacao humanas bncc
 
A função Social da Escola
A função Social da EscolaA função Social da Escola
A função Social da Escola
 
DIRETRIZES EDUCACIONAIS PARA A EDUCAÇÃO ÍNDIGENA
DIRETRIZES EDUCACIONAIS PARA A EDUCAÇÃO ÍNDIGENADIRETRIZES EDUCACIONAIS PARA A EDUCAÇÃO ÍNDIGENA
DIRETRIZES EDUCACIONAIS PARA A EDUCAÇÃO ÍNDIGENA
 
Base Nacional Comum Curricular
Base Nacional Comum CurricularBase Nacional Comum Curricular
Base Nacional Comum Curricular
 
Estrutura e funcionamento do ensino
Estrutura e funcionamento do ensino Estrutura e funcionamento do ensino
Estrutura e funcionamento do ensino
 
Organização do sistema de educação brasileiro
Organização do sistema de educação brasileiroOrganização do sistema de educação brasileiro
Organização do sistema de educação brasileiro
 
Projeto politico pedagogico
Projeto politico pedagogicoProjeto politico pedagogico
Projeto politico pedagogico
 
Oficina Guia de Educacao Integral
Oficina Guia de Educacao IntegralOficina Guia de Educacao Integral
Oficina Guia de Educacao Integral
 
Currículo - Pedagogia para Concursos
Currículo - Pedagogia para ConcursosCurrículo - Pedagogia para Concursos
Currículo - Pedagogia para Concursos
 
3. Gestão escolar democrática e gestão escolar participativa - Prof. Dr. Paul...
3. Gestão escolar democrática e gestão escolar participativa - Prof. Dr. Paul...3. Gestão escolar democrática e gestão escolar participativa - Prof. Dr. Paul...
3. Gestão escolar democrática e gestão escolar participativa - Prof. Dr. Paul...
 
Fundamentos e metodologia do ensino de matemática.pptx
Fundamentos e metodologia do ensino de matemática.pptxFundamentos e metodologia do ensino de matemática.pptx
Fundamentos e metodologia do ensino de matemática.pptx
 
Currículo e construção do conhecimento
Currículo e construção do conhecimentoCurrículo e construção do conhecimento
Currículo e construção do conhecimento
 
Organização e gestão da escola
Organização e gestão da escolaOrganização e gestão da escola
Organização e gestão da escola
 
AULA 01 - POLÍTICAS PÚBLICAS DE EDUCAÇÃO.ppt
AULA 01 - POLÍTICAS PÚBLICAS DE EDUCAÇÃO.pptAULA 01 - POLÍTICAS PÚBLICAS DE EDUCAÇÃO.ppt
AULA 01 - POLÍTICAS PÚBLICAS DE EDUCAÇÃO.ppt
 

Semelhante a Parâmetros curriculares nacionais

Monografia os conhecimentos históricos e o exame nacional do ensino médio
Monografia   os conhecimentos históricos e o exame nacional do ensino médioMonografia   os conhecimentos históricos e o exame nacional do ensino médio
Monografia os conhecimentos históricos e o exame nacional do ensino médio
Monike Moura
 
Artigo revisão biibliografica de Relações
Artigo revisão biibliografica de RelaçõesArtigo revisão biibliografica de Relações
Artigo revisão biibliografica de Relações
Jessika Sobrinho
 
Orientações curriculares para o Ensino Médio
Orientações curriculares para o Ensino MédioOrientações curriculares para o Ensino Médio
Orientações curriculares para o Ensino Médio
Mauro Uchoa
 
Orientações curriclares para o ensino médio
Orientações curriclares para o ensino médioOrientações curriclares para o ensino médio
Orientações curriclares para o ensino médio
Gabriela Everton Martins
 
Ocem linguagens
Ocem linguagensOcem linguagens
Ocem linguagens
pibidteatroufpel
 
Orientações Curriculares para o Ensino Médio
Orientações Curriculares para o Ensino MédioOrientações Curriculares para o Ensino Médio
Orientações Curriculares para o Ensino Médio
Italo Malta
 
ORIENTAÇÕES CURRICULARES PARA O ENSINO MÉDIO
ORIENTAÇÕES CURRICULARES PARA O ENSINO MÉDIOORIENTAÇÕES CURRICULARES PARA O ENSINO MÉDIO
ORIENTAÇÕES CURRICULARES PARA O ENSINO MÉDIO
wil
 
Livro portugues falado
Livro portugues faladoLivro portugues falado
Livro portugues falado
Claudiene Diniz da Silva
 
Edital ppg linguagens_e_saberes_na_amazônia_.2012.doc
Edital ppg linguagens_e_saberes_na_amazônia_.2012.docEdital ppg linguagens_e_saberes_na_amazônia_.2012.doc
Edital ppg linguagens_e_saberes_na_amazônia_.2012.doc
JR
 
Introduoaosparmetroscurricularesnacionais 110202191924-phpapp02
Introduoaosparmetroscurricularesnacionais 110202191924-phpapp02Introduoaosparmetroscurricularesnacionais 110202191924-phpapp02
Introduoaosparmetroscurricularesnacionais 110202191924-phpapp02
educacaomesquita
 
01. pcn introdução vol i
01. pcn introdução vol i01. pcn introdução vol i
01. pcn introdução vol i
celikennedy
 
Introdução aos parâmetros curriculares nacionais
Introdução aos parâmetros curriculares nacionaisIntrodução aos parâmetros curriculares nacionais
Introdução aos parâmetros curriculares nacionais
FAETEC - ETESC
 
Formação de professor e o ensino de ciencias
Formação de professor e o ensino de cienciasFormação de professor e o ensino de ciencias
Formação de professor e o ensino de ciencias
Arminda Almeida da Rosa
 
Plano quinzenal 5 rosely
Plano quinzenal 5  roselyPlano quinzenal 5  rosely
Plano quinzenal 5 rosely
David Rosely
 
METODOLOFIA DO ENSINO CIENCIAS NATURAIS.pdf
METODOLOFIA DO ENSINO CIENCIAS NATURAIS.pdfMETODOLOFIA DO ENSINO CIENCIAS NATURAIS.pdf
METODOLOFIA DO ENSINO CIENCIAS NATURAIS.pdf
KaylaVicenteMaxlhuza
 
Proposta Curricular Linguagens final -1
Proposta Curricular Linguagens final -1Proposta Curricular Linguagens final -1
Proposta Curricular Linguagens final -1
Johnnie B. Souza
 
23064236 portugues-iniciais
23064236 portugues-iniciais23064236 portugues-iniciais
23064236 portugues-iniciais
Eduardo Lopes
 
Ativ port1 descritores l. portuguesa
Ativ port1  descritores l. portuguesaAtiv port1  descritores l. portuguesa
Ativ port1 descritores l. portuguesa
Edileusa Camargo
 
Catalogo de-unidades-curriculares-v05
Catalogo de-unidades-curriculares-v05Catalogo de-unidades-curriculares-v05
Catalogo de-unidades-curriculares-v05
Franciele Barboza Neves
 
Relacoes etnicorraciais na_escola.livro_2011doc
Relacoes etnicorraciais na_escola.livro_2011docRelacoes etnicorraciais na_escola.livro_2011doc
Relacoes etnicorraciais na_escola.livro_2011doc
Ricardo Costa
 

Semelhante a Parâmetros curriculares nacionais (20)

Monografia os conhecimentos históricos e o exame nacional do ensino médio
Monografia   os conhecimentos históricos e o exame nacional do ensino médioMonografia   os conhecimentos históricos e o exame nacional do ensino médio
Monografia os conhecimentos históricos e o exame nacional do ensino médio
 
Artigo revisão biibliografica de Relações
Artigo revisão biibliografica de RelaçõesArtigo revisão biibliografica de Relações
Artigo revisão biibliografica de Relações
 
Orientações curriculares para o Ensino Médio
Orientações curriculares para o Ensino MédioOrientações curriculares para o Ensino Médio
Orientações curriculares para o Ensino Médio
 
Orientações curriclares para o ensino médio
Orientações curriclares para o ensino médioOrientações curriclares para o ensino médio
Orientações curriclares para o ensino médio
 
Ocem linguagens
Ocem linguagensOcem linguagens
Ocem linguagens
 
Orientações Curriculares para o Ensino Médio
Orientações Curriculares para o Ensino MédioOrientações Curriculares para o Ensino Médio
Orientações Curriculares para o Ensino Médio
 
ORIENTAÇÕES CURRICULARES PARA O ENSINO MÉDIO
ORIENTAÇÕES CURRICULARES PARA O ENSINO MÉDIOORIENTAÇÕES CURRICULARES PARA O ENSINO MÉDIO
ORIENTAÇÕES CURRICULARES PARA O ENSINO MÉDIO
 
Livro portugues falado
Livro portugues faladoLivro portugues falado
Livro portugues falado
 
Edital ppg linguagens_e_saberes_na_amazônia_.2012.doc
Edital ppg linguagens_e_saberes_na_amazônia_.2012.docEdital ppg linguagens_e_saberes_na_amazônia_.2012.doc
Edital ppg linguagens_e_saberes_na_amazônia_.2012.doc
 
Introduoaosparmetroscurricularesnacionais 110202191924-phpapp02
Introduoaosparmetroscurricularesnacionais 110202191924-phpapp02Introduoaosparmetroscurricularesnacionais 110202191924-phpapp02
Introduoaosparmetroscurricularesnacionais 110202191924-phpapp02
 
01. pcn introdução vol i
01. pcn introdução vol i01. pcn introdução vol i
01. pcn introdução vol i
 
Introdução aos parâmetros curriculares nacionais
Introdução aos parâmetros curriculares nacionaisIntrodução aos parâmetros curriculares nacionais
Introdução aos parâmetros curriculares nacionais
 
Formação de professor e o ensino de ciencias
Formação de professor e o ensino de cienciasFormação de professor e o ensino de ciencias
Formação de professor e o ensino de ciencias
 
Plano quinzenal 5 rosely
Plano quinzenal 5  roselyPlano quinzenal 5  rosely
Plano quinzenal 5 rosely
 
METODOLOFIA DO ENSINO CIENCIAS NATURAIS.pdf
METODOLOFIA DO ENSINO CIENCIAS NATURAIS.pdfMETODOLOFIA DO ENSINO CIENCIAS NATURAIS.pdf
METODOLOFIA DO ENSINO CIENCIAS NATURAIS.pdf
 
Proposta Curricular Linguagens final -1
Proposta Curricular Linguagens final -1Proposta Curricular Linguagens final -1
Proposta Curricular Linguagens final -1
 
23064236 portugues-iniciais
23064236 portugues-iniciais23064236 portugues-iniciais
23064236 portugues-iniciais
 
Ativ port1 descritores l. portuguesa
Ativ port1  descritores l. portuguesaAtiv port1  descritores l. portuguesa
Ativ port1 descritores l. portuguesa
 
Catalogo de-unidades-curriculares-v05
Catalogo de-unidades-curriculares-v05Catalogo de-unidades-curriculares-v05
Catalogo de-unidades-curriculares-v05
 
Relacoes etnicorraciais na_escola.livro_2011doc
Relacoes etnicorraciais na_escola.livro_2011docRelacoes etnicorraciais na_escola.livro_2011doc
Relacoes etnicorraciais na_escola.livro_2011doc
 

Mais de CRIS TORRES

Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...
Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...
Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...
CRIS TORRES
 
Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...
Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...
Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...
CRIS TORRES
 
Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2
Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2 Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2
Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2
CRIS TORRES
 
Palestra aula da saudade Curso PEDAGOGIA
Palestra aula da saudade Curso PEDAGOGIAPalestra aula da saudade Curso PEDAGOGIA
Palestra aula da saudade Curso PEDAGOGIA
CRIS TORRES
 
Aula da saudade pedagogia
Aula da saudade pedagogiaAula da saudade pedagogia
Aula da saudade pedagogia
CRIS TORRES
 
DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE”
DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE” DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE”
DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE”
CRIS TORRES
 
50 dicas para 2014
50 dicas para 201450 dicas para 2014
50 dicas para 2014
CRIS TORRES
 
Reflexão e atitude
Reflexão e atitudeReflexão e atitude
Reflexão e atitude
CRIS TORRES
 
Orientações para projeto de pesquisa
Orientações para projeto de pesquisaOrientações para projeto de pesquisa
Orientações para projeto de pesquisa
CRIS TORRES
 
As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...
As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...
As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...
CRIS TORRES
 
Aula da saudade Ed.Física Grajaú - MA
Aula da saudade Ed.Física   Grajaú - MA Aula da saudade Ed.Física   Grajaú - MA
Aula da saudade Ed.Física Grajaú - MA
CRIS TORRES
 
Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...
Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...
Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...
CRIS TORRES
 
Dicas importantes para escrever resumo de trabalho
Dicas importantes para escrever resumo de trabalhoDicas importantes para escrever resumo de trabalho
Dicas importantes para escrever resumo de trabalho
CRIS TORRES
 
O PARFOR no Estado do Maranhão
O PARFOR  no Estado do MaranhãoO PARFOR  no Estado do Maranhão
O PARFOR no Estado do Maranhão
CRIS TORRES
 
SALVE O LIVRO
SALVE O LIVROSALVE O LIVRO
SALVE O LIVRO
CRIS TORRES
 
História e politica educacional percurso
História e politica educacional   percursoHistória e politica educacional   percurso
História e politica educacional percurso
CRIS TORRES
 
COMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRE
COMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRECOMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRE
COMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRE
CRIS TORRES
 
Psicologia genética piaget
Psicologia genética   piagetPsicologia genética   piaget
Psicologia genética piaget
CRIS TORRES
 
Não há docência sem discência
Não há docência sem discênciaNão há docência sem discência
Não há docência sem discência
CRIS TORRES
 
Os professores diante do saber
Os professores diante do saberOs professores diante do saber
Os professores diante do saber
CRIS TORRES
 

Mais de CRIS TORRES (20)

Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...
Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...
Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...
 
Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...
Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...
Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...
 
Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2
Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2 Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2
Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2
 
Palestra aula da saudade Curso PEDAGOGIA
Palestra aula da saudade Curso PEDAGOGIAPalestra aula da saudade Curso PEDAGOGIA
Palestra aula da saudade Curso PEDAGOGIA
 
Aula da saudade pedagogia
Aula da saudade pedagogiaAula da saudade pedagogia
Aula da saudade pedagogia
 
DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE”
DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE” DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE”
DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE”
 
50 dicas para 2014
50 dicas para 201450 dicas para 2014
50 dicas para 2014
 
Reflexão e atitude
Reflexão e atitudeReflexão e atitude
Reflexão e atitude
 
Orientações para projeto de pesquisa
Orientações para projeto de pesquisaOrientações para projeto de pesquisa
Orientações para projeto de pesquisa
 
As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...
As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...
As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...
 
Aula da saudade Ed.Física Grajaú - MA
Aula da saudade Ed.Física   Grajaú - MA Aula da saudade Ed.Física   Grajaú - MA
Aula da saudade Ed.Física Grajaú - MA
 
Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...
Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...
Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...
 
Dicas importantes para escrever resumo de trabalho
Dicas importantes para escrever resumo de trabalhoDicas importantes para escrever resumo de trabalho
Dicas importantes para escrever resumo de trabalho
 
O PARFOR no Estado do Maranhão
O PARFOR  no Estado do MaranhãoO PARFOR  no Estado do Maranhão
O PARFOR no Estado do Maranhão
 
SALVE O LIVRO
SALVE O LIVROSALVE O LIVRO
SALVE O LIVRO
 
História e politica educacional percurso
História e politica educacional   percursoHistória e politica educacional   percurso
História e politica educacional percurso
 
COMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRE
COMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRECOMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRE
COMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRE
 
Psicologia genética piaget
Psicologia genética   piagetPsicologia genética   piaget
Psicologia genética piaget
 
Não há docência sem discência
Não há docência sem discênciaNão há docência sem discência
Não há docência sem discência
 
Os professores diante do saber
Os professores diante do saberOs professores diante do saber
Os professores diante do saber
 

Último

Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
marcos oliveira
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 

Último (20)

Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 

Parâmetros curriculares nacionais

  • 1. Aspectos legais dos PCN  Há Constituição Federal de 1988, que impõe que a Educação é um direito de todos, visando "o pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho." A Constituição também diz que Educação é dever comum da União, Estados e Municípios. Além disso, a Lei de Diretrizes e Bases criou, para o ensino fundamental e médio, um núcleo comum obrigatório no âmbito nacional, que inclui o estudo de língua portuguesa, matemática, do mundo físico, da realidade política e social, da arte e educação física Professora: Cristina Torres Ferreira
  • 2. O processo de elaboração dos PCN Começou em 1995, sendo que no fim daquele ano já havia a versão preliminar, que foi apresentada a diferentes instituições e especialistas. Em resposta, o MEC recebeu cerca de 700 pareceres, que foram catalogados por áreas temáticas e embasaram a revisão do texto. Para completar, Delegacias do MEC promoveram reuniões com suas equipes técnicas, o Conselho Federal de Educação organizou debates regionais e algumas universidades se mobilizaram. Tudo isso subsidiou a produção da versão final dos PCN para 1ª a 4ª série, aprovada pelo Conselho Federal de Educação em 1997. Os PCNs foram transformados num conjunto de dez livros, cujo lançamento ocorreu em 15 de outubro de 1997, Dia do Professor, em Brasília. Enquanto isso, o MEC iniciou a elaboração dos PCN para 5ª a 8ª série. Professora: Cristina Torres Ferreira
  • 3. Os PCN não surgiram com o intuito de resolver todos os problemas que afetam a qualidade de ensino e da aprendizagem no nosso Pais, mesmo porque ela foi elaborada pelo homem, e ninguém é perfeito, mas veio com a intenção de contribuir, servem como: “referência, ponto de partida, ponto de chegada ou linha de fronteira” (BRASIL, 2006c, p. 8). A igualdade de direitos entre os cidadãos e o respeito aos princípios democráticos, o Objetivo conjunto de proposições expressas nos PCN pretendeu possibilitar o acesso aos bens públicos por meio do acesso ao conjunto de conhecimentos socialmente relevantes. Professora: Cristina Torres Ferreira
  • 4. 1ª à 4ª séries – 1º e 2º Ciclos INTRODUÇ ÃO LINGUA ARTE PORTUGUE SA MATEMÁTI CIÊNCIAS CA NATURAIS PCNs HISTÓRIA E ED. FÍSICA GEOGRAF Temas transversais IA MEIO Apresentação AMBIENTE dos Temas E SAÚDE Transversais Pluralidade Cultural e Orientação Professora:Sexual Cristina Torres Ferreira
  • 5. 5ª a 8ª séries – INTRODUÇÃ 3º e 4º Ciclos O LINGUA ARTES PORTUGUES A MATEMÁTIC CIÊNCIAS A PCNs GEOGRAFIA HISTÓRIA TEMAS ED. FÍSICA TRANSVERSAIS Professora: Cristina Torres Ferreira
  • 6. Quem participou da elaboração dos PCN  Mais de 400 consultores: docentes das universidades públicas e particulares, técnicas das secretarias estaduais e municipais de educação, especialistas e educadores, e representantes de outras instituições significativas em diferentes campos do conhecimento. O MEC realizou encontros regionais para ouvir os professores do ensino fundamental, técnicos educacionais e representantes de sindicatos. Professora: Cristina Torres Ferreira
  • 7. ENSINO MÉDIO: um volume que se organiza em quatro partes. Parte I - Bases Legais Parte III - Ciências da Parte II - Linguagens, Natureza, Matemática Códigos e suas e suas Tecnologias Tecnologias Parte IV - Ciências Humanas e suas Tecnologias Professora: Cristina Torres Ferreira
  • 8. Distinção entre Diretrizes Curriculares Nacionais dos Parâmetros Curriculares Nacionais Os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) • são diretrizes elaboradas pelo Governo Federal que orientam a educação no Brasil e são separados por disciplinas e não são obrigatórios por lei. • Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN) • são normas obrigatórias para a Educação Básica, que orientam o planejamento curricular das escolas e sistemas de ensino, norteando seus currículos e conteúdos mínimos, de modo a assegurar a formação básica, com origem na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) estabelecendo competências e diretrizes para a educação infantil, o ensino fundamental e o ensino médio Professora: Cristina Torres Ferreira
  • 9. PARA QUE SERVE lutar para que prevaleça a autonomia da escola, noção presente nos PCN, e que se vê ameaçada quando o Parecer sobre o Substitutivo ao Projeto de Lei nº 4.173/1998, que aprova o PNE, quer ver assegurado que num prazo de três anos as escolas tenham elaborado seus projetos pedagógicos com base nos PCN. Professora: Cristina Torres Ferreira
  • 10. QUESTÕES SOBRE O TEXTOS O texto apresenta a posição da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul em relação ao documento “Parâmetros Curriculares Nacionais”.Tendo em vista que foi apresentado a aula expositiva a cerca do que é e qual a funcionalidade dos PCN, responda embasados na aula e no texto 10 : 1)O que motivou o MEC na elaboração do documento ? 2) Quais foram os atores do processo de construção? 3) Qual a importância dos PCN para o professor? 4) Os PCN implicam na qualidade da educação? De quais forma? 5) Quais os pontos positivos e negativos dos PCN. 6) Estabeleça a diferença entre As Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN) e os PCN . Professora: Cristina Torres Ferreira
  • 11. Referência Brasil. Secretaria de Educação Fundamental Parâmetros curriculares nacionais : terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental: introdução aos parâmetros curriculares nacionais / Secretaria de Educação Fundamental. – Brasília : MEC/SEF, 1998.174 p. Professora: Cristina Torres Ferreira