SlideShare uma empresa Scribd logo
Métodos Ágeis para
Gestão de Projetos
Yuri Morais yuri.morais@senado.leg.br
slideshare.net/yurimorais
Apresentação
Yuri Morais
• Analista de TI no Senado
• Líder de projetos ágeis
• Mestre em Computação (UFPB)
Certificações: Scrum Master, Product Manager, ITIL, Java
Professor
Ex Auditor
Métodos Ágeis e Scrum - Introdução
Gestão tradicional
Comando e controle
Planejar X Executar
Áreas especializadas
Gerente
Gestão Ágil
Autonomia e
alinhamento
Ciclos curtos
(adaptações constantes)
Times
multidisciplinares
Dono do produto
(ou processo)
Ágil é uma metodologia ?
Desafios: quantidade de servidores
• Enxugamento do Serviço Público é uma realidade
‐ Hoje  576 mil servidores da ativa (executivo federal)
‐ 40% poderão se aposentar nos próximos 4 anos
Fonte:
Desafios: servidores do Senado
• Atualmente temos 2068 servidores efetivos
• Até 2021 mais 787 poderão se aposentar
Desafios: adequar o papel do servidor
• Decreto-Lei nº 200/67:
‐ Adm. deve focar em tarefas de planejamento, coordenação,
supervisão e controle
‐ desobrigar-se da realização material de tarefas executivas 
recorrer ao mercado
• desde que exista iniciativa privada desenvolvida e capacitada
• Instrução Normativa 05/2017
‐ tomada de decisão ou posicionamento institucional
‐ atividades estratégicas
‐ controle de processos e de conhecimentos e tecnologias
Métodos Ágeis e Scrum - Introdução
GOV.UK – Serviços Públicos
Princípios do Governo do Reino Unido nos projetos de
reengenharia de serviços
1. Work in the open / Show the thing
‐ Transparência (dentro e fora)
2. Share, not send
‐ Quadro, post-its, Kanban
3. Right people, same room
‐ Comunicação constante, face a face
‐ Equipe qualificada
https://dwpdigital.blog.gov.uk/2017/07/07/building-a-digital-culture-in-dwp/
Ambiente de Transparência e Compartilhamento
Métodos Ágeis e Scrum - Introdução
GOV.UK – Serviços Públicos
4. Less process, more progress
‐ Foco nas entregas, ao invés do %
5. Don’t wait for permission
‐ “Peça desculpas, não permissão”
6. Fail fast and learn
‐ Ponha nas mãos de quem vai usar (rápido!)
https://www.theguardian.com/public-leaders-network/2014/sep/11/global-digital-public-
services-livechat
Método prescritivo
Método Ágil
Design Thinking
• Projetar com foco no usuário
Lean para projetos
MVP
1
2
3
4
Scrum
• Entrega de Valor durante o projeto
‐ Ciclos curtos: até 4 semanas
‐ Antecipação das entregas
• Comunicação face a face
‐ Reuniões diárias
‐ Trabalho visível
• Mudanças são bem vindas
‐ Perseguimos uma visão
‐ A forma de chegar lá não é totalmente
conhecida
• Pessoas são a principal fonte de valor
‐ Time trabalha junto
‐ Todos fazem um pouco de gestão
Métodos Ágeis e Scrum - Introdução
Transformação digital requer gestão ágil...
Gestão de Projetos “tradicional”
PMBoK
Controle
Gerenciamento Tradicional
• Cria-se o plano de forma detalhada e todo o projeto é
guiado através deste plano (“Plan-Driven Process”).
• Mudanças no “Plano” são desvios
‐ Devem ser controladas por um comitê
• Sucesso = aderência ao plano (escopo, custo,
cronograma)
Sucesso do Projeto (segundo o PMBOK 5)
“Conclusão dentro das restrições de escopo, tempo, custo,
qualidade, recursos e risco, conforme aprovado entre os
gerentes de projetos e a equipe sênior de gerenciamento.”
Como o sucesso é medido no Ágil?
Escopo era citado
por 40% na pesquisa
de 3 anos antes
13th annual State of Agile survey
https://www.stateofagile.com/#ufh-i-521251909-13th-annual-state-of-agile-report/473508
Monitoramento do Projeto (tradicional)
Monitoramento com métodos Ágeis
Gestão de Projetos “tradicional”
• Plano é definido no início
‐ projetos podem durar anos
• Gestão centralizada
‐ Gerente faz o “Plano” e as estimativas
‐ Equipe não participa
‐ Define as tarefas e atribui às pessoas
• Resultados são entregues somente no final
‐ O mundo está mudando muito rápido, não?!
Gestão Ágil – novas premissas
Gestão Ágil - O que muda?
• Envolve descoberta e investigação
‐ Parte de uma VISÃO
‐ Evolução do planejamento ao longo do desenvolvimento do
produto
• Entrega Valor em ciclos curtos
‐ Planos e premissas são reavaliados (sempre)
‐ Entregas funcionais são o principal indicador
• Engaja clientes  interações frequentes e propriedade
compartilhada
• Equipe faz parte da Gestão
‐ Define “Como fazer” e faz as Estimativas
Entrega de Valor com métodos Ágeis
Gestão Ágil
• Onde a Gestão Ágil é aplicável?
‐ Criação de Produtos ou Serviços
‐ Transformação de processos
organizacionais
• Exemplos:
‐ Desenvolver um novo sistema
‐ Reformular os processos de RH do Senado
‐ Campanha institucional em redes sociais
‐ Implantar uma nova metodologia de avaliação dos
servidores do Senado
Gestão Ágil
• Onde NÃO é aplicável ou recomendável?
‐ Produto a ser entregue é bem conhecido
‐ Ambiente estável, previsível
• Exemplos:
‐ Obras de Engenharia
‐ Planejamento de uma Licitação
Visão do Produto
• É um dos principais artefatos do projeto
• Não sabemos todos os passos (tarefas) para criar
algo novo
‐ Sabemos o objetivo, onde queremos chegar
• Visão = Descrição concisa das principais
características do produto
‐ Feita na linguagem do cliente (quem usará o produto)
• É o artefato de planejamento de mais alto nível
‐ Deve ser entendido e compartilhado entre equipe,
cliente e patrocinador
Elaborando a Visão = Caixa do produto
Princípios da Gestão Ágil
Processos e
Ferramentas
Indivíduos e
Interações
sobre
Seguir um Plano
Resposta a
mudanças
sobre
Documentação
detalhada
Produto funcional sobre
Negociação de
contratos
Colaboração com o
cliente
sobre
“Mesmo havendo valor nos itens à direita, valorizamos mais os itens à
esquerda.” (Manifesto Ágil)
Gestão Ágil em resumo
• Pessoas são o foco do Ágil
‐ Indivíduos qualificados e motivados
• Entregar o que tem maior valor primeiro
• O Cliente participa ativamente
‐ (re)Prioriza a cada ciclo
‐ Dá feedback constante
• Gestão Ágil tem planejamento constante
‐ Diferente de seguir um plano pré-estabelecido
Introdução ao Scrum
+
Experiência do Prodasen (COSTIC)
Métodos Ágeis e Scrum - Introdução
Características do Scrum
 É um framework de Gestão de Projetos
– Outras técnicas e ferramentas podem ser acopladas
– Scrum é um dos “métodos ágeis” de gestão
 O produto evolui em uma série de “Sprints”
mensais
– O mais importante é entregue primeiro
 Equipes multidisciplinares e auto-organizadas
– As atividades de “Gestão” ficam divididas entre
diferentes papéis da equipe
Pilares do Scrum
• Transparência
– Tudo deve estar visível
• Inspeção
– O trabalho é acompanhado
regularmente
• Adaptação
– Ajustes necessários
Processo Scrum em resumo
Sprints
• Projetos Scrum progridem em uma série
de “sprints” (iterações)
– Atividades entregáveis são iniciadas e
finalizadas durante a sprint
• Sprints devem ter no máximo 1 mês
– O período deve ser fixo (time-box)
– Um período constante leva a um
melhor “ritmo”
Sprints
Framework Scrum
• Dono do produto
• ScrumMaster
• Equipe
Papéis
• Planejamento da Sprint
• Revisão da Sprint
• Retrospectiva da Sprint
• Reunião diária
Cerimônias
• Product backlog
• Sprint backlog
• Quadro Kanban
Artefatos
Gestão é muito importante!
• Define O QUE será feito (entregas)
• Ponto de contato entre Stakeholders
Product
Owner
• Garante o Processo Scrum
• Acompanha o desempenho do Time
Scrum
Master
• Organiza/Planeja seu próprio trabalho
• Define COMO será feito
Equipe
Gestão é muito importante!
Não dá pra ficar com uma única pessoa!
Dono do Produto (Product Owner – PO)
• Representa o(s) cliente(s)
– Faz parte da equipe
• É o “embaixador” do produto
• Define as funcionalidades do produto
– Garante que todos entendem o escopo
– Define as entregas do Projeto
– Aceita, rejeita e/ou pede ajustes (feedback constante)
• Decide datas de lançamento e conteúdo
• Responsável pela retorno sobre o investimento
– Prioriza funcionalidades de acordo com o valor de
negócio
O quanto você acredita em
alguma coisa pode se
manifestar somente por meio
do que você está disposto a
arriscar por ela.
Mantenha simples!
Tudo que é projetado
por quem não será
impactado pelo
trabalho tende a ficar
cada dia mais
complicado.
Scrum Master
• Representa a Equipe
– Ajuda o time a aplicar o processo Scrum
– Também chamado de Coach, Líder técnico...
• Remove obstáculos, mantém o foco
• Garante a plena produtividade da equipe
• Garante a colaboração entre os diversos
envolvidos
• É um escudo para interferências externas
• Desempenha outras atividades na equipe
Equipe Scrum
• Auto-organizada e Multifuncional
Equipe Scrum
• Auto organizável
• Multifuncional
– cross-functional
• Conhecem o produto/projeto por inteiro
– Compartilham uma visão!
• Qualidade do trabalho é responsabilidade
de todos
• Define a melhor “forma de fazer” aquilo
que foi priorizado pelo PO
Preparação para início de projetos
Definir PO e Líder
técnico
Visão do produto
Primeiras entregas com
requisitos claros
PO é “treinado” no
processo Scrum
Impactos mapeados
(mudanças organizacionais)
Tecnologia
conhecida
Baseado no
Durante o projeto – mantendo o ritmo
Sprint 1 Sprint 2 Sprint X
Requisito
preparado
(ready)
Requisito
preparado
(ready)
Projeto = Sequência de Sprints (entregas incrementais)
PO
Backlog
Visão
Roadmap
Framework Scrum
•Dono do produto
•ScrumMaster
•Equipe
Papéis
•Planejamento da Sprint
•Revisão da Sprint
•Retrospectiva da Sprint
•Reunião diária
Cerimônias
• Product backlog
• Sprint backlog
• Quadro Kanban
Artefatos
Planejamento da Sprint
• A equipe seleciona itens do Backlog do
Produto com os quais compromete-se a
concluir
• O Sprint Backlog é criado
– Tarefas identificadas e estimadas
– De forma colaborativa
– Equipe refina, subdivide ou agrupa tarefas
• Feito com base no Planejamento de alto
nível (Roadmap do produto)
• Reunião com duração de até 8 horas
Processo Scrum em resumo
Reunião Diária
• Todos os dias
– No mesmo local e horário
– Até 15 minutos
• Todos em pé!
• Não é para a solução de problemas
– Todo mundo é convidado
– Apenas os membros da equipe podem falar
• Ajuda a evitar reuniões adicionais
desnecessárias
Métodos Ágeis e Scrum - Introdução
Reunião Diária
1. O que eu fiz desde ontem?
2. O que vou fazer hoje?
3. Há algum impedimento?
• A reunião é DA equipe e PARA a equipe
– Não é um relatório para a gerência
• Elas são COMPROMISSOS perante os
pares
Revisão ou Demonstração da Sprint
• Equipe apresenta os resultados obtidos
durante o Sprint
• Demonstração do que está sendo
entregue
– Novas funcionalidades ou capacidades
• Informal, sem slides, “ao vivo”
• Até 4 horas
• Todo a equipe participa
• Todo mundo é convidado
– Momento de coletar feedback
Inspeção do Produto
Métodos Ágeis e Scrum - Introdução
Retrospectiva da Sprint
• Ao final de cada Sprint
• Analisa como está o Processo
– o que funciona e o que não funciona
• Até 3 horas (geralmente dura menos de 1h)
• Substitui as DRs
• Apenas a equipe participa
• Scrum Master
• Dono do Produto
• Membros da Equipe
Framework Scrum
• Dono do produto
• ScrumMaster
• Equipe
Papéis
• Planejamento da Sprint
• Revisão da Sprint
• Retrospectiva da Sprint
• Reunião diária
Cerimônias
• Product backlog
• Sprint backlog
• Quadro Kanban
Artefatos
Backlog do Produto
• São os requisitos
– O que tem que ser feito
• Uma lista de todo o trabalho desejado no
projeto
• Idealmente, na forma em que cada item
tenha seu peso de acordo com a vontade
do cliente ou usuários
• Priorizado pelo Dono do Produto
• Repriorizado no início de cada Sprint
Gestão Ágil - planejamento
(3º mês)
(6º mês)
(9º mês)
(1º mês)
(2º mês)
(3º mês)
Métodos Ágeis e Scrum - Introdução
Mais sobre Scrum
• Artigo com conceitos básicos
– http://www.mindmaster.com.br/scrum/
• TedTalks - Jeff Sutherland, em inglês
– https://www.youtube.com/watch?v=s4thQcg
LCqk
• Curso online (R$ 150,00)
– https://descola.org/curso/met
odos-ageis
Melhor Livro
yuri.morais@senado.leg.br
/in/yuri-morais/
slideshare.net/yurimorais

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Treinamento de Scrum
Treinamento de ScrumTreinamento de Scrum
Treinamento de Scrum
Luiz Duarte
 
Scrum - Fundamentos, teorias e práticas!
Scrum - Fundamentos, teorias e práticas!Scrum - Fundamentos, teorias e práticas!
Scrum - Fundamentos, teorias e práticas!
Annelise Gripp
 
Kanban
KanbanKanban
O Método Kanban
O Método KanbanO Método Kanban
O Método Kanban
Adriel Viana
 
Gestão Ágil de Projetos
Gestão Ágil de ProjetosGestão Ágil de Projetos
Gestão Ágil de Projetos
Rildo (@rildosan) Santos
 
Scrum
ScrumScrum
Gestão de Projetos
Gestão de ProjetosGestão de Projetos
Gestão de Projetos
HealthMinds Academy
 
Metodologia Ágil
Metodologia ÁgilMetodologia Ágil
Metodologia Ágil
Elaine Cecília Gatto
 
Scrum - As Regras do Jogo segundo o Guia do Scrum
Scrum - As Regras do Jogo segundo o Guia do ScrumScrum - As Regras do Jogo segundo o Guia do Scrum
Scrum - As Regras do Jogo segundo o Guia do Scrum
André Borgonovo
 
Metricas ageis
Metricas ageisMetricas ageis
Gestão de Projetos Ágeis
Gestão de Projetos ÁgeisGestão de Projetos Ágeis
Gestão de Projetos Ágeis
Rildo (@rildosan) Santos
 
Aula05 - Metodologias Ágeis
Aula05 - Metodologias ÁgeisAula05 - Metodologias Ágeis
Aula05 - Metodologias Ágeis
Daniela Brauner
 
Kerzner gerenciamento de projetos uma abordagem sistêmica para o planejamen...
Kerzner gerenciamento de projetos   uma abordagem sistêmica para o planejamen...Kerzner gerenciamento de projetos   uma abordagem sistêmica para o planejamen...
Kerzner gerenciamento de projetos uma abordagem sistêmica para o planejamen...
Tatiana Jatobá
 
Gerenciamento de projetos - Iniciação
Gerenciamento de projetos - IniciaçãoGerenciamento de projetos - Iniciação
Gerenciamento de projetos - Iniciação
Paulo Junior
 
Gerenciamento de Projetos
Gerenciamento de ProjetosGerenciamento de Projetos
Gerenciamento de Projetos
Marcos Abreu
 
Prototipagem
PrototipagemPrototipagem
Prototipagem
Robson Santos
 
Metricas lean
Metricas leanMetricas lean
Gestao agil de projetos com Scrum
Gestao agil de projetos com ScrumGestao agil de projetos com Scrum
Gestao agil de projetos com Scrum
Igor Macaubas
 
Scrum Master em ação
Scrum Master em açãoScrum Master em ação
Scrum Master em ação
Rildo (@rildosan) Santos
 
Gerenciamento de projetos - Tempo, Recursos e Custo
Gerenciamento de projetos - Tempo, Recursos e CustoGerenciamento de projetos - Tempo, Recursos e Custo
Gerenciamento de projetos - Tempo, Recursos e Custo
Claudio Barbosa
 

Mais procurados (20)

Treinamento de Scrum
Treinamento de ScrumTreinamento de Scrum
Treinamento de Scrum
 
Scrum - Fundamentos, teorias e práticas!
Scrum - Fundamentos, teorias e práticas!Scrum - Fundamentos, teorias e práticas!
Scrum - Fundamentos, teorias e práticas!
 
Kanban
KanbanKanban
Kanban
 
O Método Kanban
O Método KanbanO Método Kanban
O Método Kanban
 
Gestão Ágil de Projetos
Gestão Ágil de ProjetosGestão Ágil de Projetos
Gestão Ágil de Projetos
 
Scrum
ScrumScrum
Scrum
 
Gestão de Projetos
Gestão de ProjetosGestão de Projetos
Gestão de Projetos
 
Metodologia Ágil
Metodologia ÁgilMetodologia Ágil
Metodologia Ágil
 
Scrum - As Regras do Jogo segundo o Guia do Scrum
Scrum - As Regras do Jogo segundo o Guia do ScrumScrum - As Regras do Jogo segundo o Guia do Scrum
Scrum - As Regras do Jogo segundo o Guia do Scrum
 
Metricas ageis
Metricas ageisMetricas ageis
Metricas ageis
 
Gestão de Projetos Ágeis
Gestão de Projetos ÁgeisGestão de Projetos Ágeis
Gestão de Projetos Ágeis
 
Aula05 - Metodologias Ágeis
Aula05 - Metodologias ÁgeisAula05 - Metodologias Ágeis
Aula05 - Metodologias Ágeis
 
Kerzner gerenciamento de projetos uma abordagem sistêmica para o planejamen...
Kerzner gerenciamento de projetos   uma abordagem sistêmica para o planejamen...Kerzner gerenciamento de projetos   uma abordagem sistêmica para o planejamen...
Kerzner gerenciamento de projetos uma abordagem sistêmica para o planejamen...
 
Gerenciamento de projetos - Iniciação
Gerenciamento de projetos - IniciaçãoGerenciamento de projetos - Iniciação
Gerenciamento de projetos - Iniciação
 
Gerenciamento de Projetos
Gerenciamento de ProjetosGerenciamento de Projetos
Gerenciamento de Projetos
 
Prototipagem
PrototipagemPrototipagem
Prototipagem
 
Metricas lean
Metricas leanMetricas lean
Metricas lean
 
Gestao agil de projetos com Scrum
Gestao agil de projetos com ScrumGestao agil de projetos com Scrum
Gestao agil de projetos com Scrum
 
Scrum Master em ação
Scrum Master em açãoScrum Master em ação
Scrum Master em ação
 
Gerenciamento de projetos - Tempo, Recursos e Custo
Gerenciamento de projetos - Tempo, Recursos e CustoGerenciamento de projetos - Tempo, Recursos e Custo
Gerenciamento de projetos - Tempo, Recursos e Custo
 

Semelhante a Métodos Ágeis e Scrum - Introdução

Scrum
ScrumScrum
Scrum
ScrumScrum
Scrum e Plataforma Microsoft
Scrum e Plataforma MicrosoftScrum e Plataforma Microsoft
Scrum e Plataforma Microsoft
Fernando Ferreira
 
Métodos Ágeis de Gestão de Projetos aplicados à Gestão do Conhecimento
Métodos Ágeis de Gestão de Projetos aplicados à Gestão do ConhecimentoMétodos Ágeis de Gestão de Projetos aplicados à Gestão do Conhecimento
Métodos Ágeis de Gestão de Projetos aplicados à Gestão do Conhecimento
Claudia Hofart Guzzo
 
Palestra sobre Fundamentos do Scrum e Kanban.
Palestra sobre Fundamentos do Scrum e Kanban.Palestra sobre Fundamentos do Scrum e Kanban.
Palestra sobre Fundamentos do Scrum e Kanban.
Rafael de Oliveira
 
Gerenciamento de equipes no desenvolvimento de software
Gerenciamento de equipes no desenvolvimento de softwareGerenciamento de equipes no desenvolvimento de software
Gerenciamento de equipes no desenvolvimento de software
Roberto Brandini
 
Gerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOK
Gerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOKGerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOK
Gerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOK
Claudio Barbosa
 
Conceitos basicos
Conceitos basicosConceitos basicos
Conceitos basicos
Wescley Sena
 
Gerência de Projetos de Software - Aula1
Gerência de Projetos de Software - Aula1Gerência de Projetos de Software - Aula1
Gerência de Projetos de Software - Aula1
Adson Cunha, MSc, PMP®
 
Apresentação Scrum + Gerenciamento de Portfólio
Apresentação Scrum + Gerenciamento de PortfólioApresentação Scrum + Gerenciamento de Portfólio
Apresentação Scrum + Gerenciamento de Portfólio
Plinio Tulio
 
Metodologias ageis
Metodologias ageisMetodologias ageis
Metodologias ageis
Charles Fortes
 
Aplicando Scrum na prática para times ágeis
Aplicando Scrum na prática para times ágeisAplicando Scrum na prática para times ágeis
Aplicando Scrum na prática para times ágeis
fayrusm
 
Treinamento em gestão de projetos
Treinamento em gestão de projetosTreinamento em gestão de projetos
Oficina de Metodologias Ágeis
Oficina de Metodologias ÁgeisOficina de Metodologias Ágeis
Oficina de Metodologias Ágeis
Profa Karen Borges
 
Gerenciamento de projetos #1
Gerenciamento de projetos   #1Gerenciamento de projetos   #1
Gerenciamento de projetos #1
Claudio Barbosa
 
Scrum - Gerenciamento de Projetos
Scrum - Gerenciamento de ProjetosScrum - Gerenciamento de Projetos
Scrum - Gerenciamento de Projetos
William Lima
 
Slides da Aula de Gestão de Projetos Digitais
Slides da Aula de Gestão de Projetos DigitaisSlides da Aula de Gestão de Projetos Digitais
Slides da Aula de Gestão de Projetos Digitais
Márcio Oya
 
Fundamentos da Gerência de Projetos - Nova Versão
Fundamentos da Gerência de Projetos - Nova VersãoFundamentos da Gerência de Projetos - Nova Versão
Fundamentos da Gerência de Projetos - Nova Versão
Paulo Rogério Antiquera
 
Scrum em 1h.
Scrum em 1h.Scrum em 1h.
Scrum em 1h.
Márcio Oya
 
anhanguera _ gestao de projetos _ u4 s2 _ projetos ágeis.pptx
anhanguera _ gestao de projetos _ u4 s2 _ projetos ágeis.pptxanhanguera _ gestao de projetos _ u4 s2 _ projetos ágeis.pptx
anhanguera _ gestao de projetos _ u4 s2 _ projetos ágeis.pptx
Alisson Batista
 

Semelhante a Métodos Ágeis e Scrum - Introdução (20)

Scrum
ScrumScrum
Scrum
 
Scrum
ScrumScrum
Scrum
 
Scrum e Plataforma Microsoft
Scrum e Plataforma MicrosoftScrum e Plataforma Microsoft
Scrum e Plataforma Microsoft
 
Métodos Ágeis de Gestão de Projetos aplicados à Gestão do Conhecimento
Métodos Ágeis de Gestão de Projetos aplicados à Gestão do ConhecimentoMétodos Ágeis de Gestão de Projetos aplicados à Gestão do Conhecimento
Métodos Ágeis de Gestão de Projetos aplicados à Gestão do Conhecimento
 
Palestra sobre Fundamentos do Scrum e Kanban.
Palestra sobre Fundamentos do Scrum e Kanban.Palestra sobre Fundamentos do Scrum e Kanban.
Palestra sobre Fundamentos do Scrum e Kanban.
 
Gerenciamento de equipes no desenvolvimento de software
Gerenciamento de equipes no desenvolvimento de softwareGerenciamento de equipes no desenvolvimento de software
Gerenciamento de equipes no desenvolvimento de software
 
Gerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOK
Gerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOKGerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOK
Gerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOK
 
Conceitos basicos
Conceitos basicosConceitos basicos
Conceitos basicos
 
Gerência de Projetos de Software - Aula1
Gerência de Projetos de Software - Aula1Gerência de Projetos de Software - Aula1
Gerência de Projetos de Software - Aula1
 
Apresentação Scrum + Gerenciamento de Portfólio
Apresentação Scrum + Gerenciamento de PortfólioApresentação Scrum + Gerenciamento de Portfólio
Apresentação Scrum + Gerenciamento de Portfólio
 
Metodologias ageis
Metodologias ageisMetodologias ageis
Metodologias ageis
 
Aplicando Scrum na prática para times ágeis
Aplicando Scrum na prática para times ágeisAplicando Scrum na prática para times ágeis
Aplicando Scrum na prática para times ágeis
 
Treinamento em gestão de projetos
Treinamento em gestão de projetosTreinamento em gestão de projetos
Treinamento em gestão de projetos
 
Oficina de Metodologias Ágeis
Oficina de Metodologias ÁgeisOficina de Metodologias Ágeis
Oficina de Metodologias Ágeis
 
Gerenciamento de projetos #1
Gerenciamento de projetos   #1Gerenciamento de projetos   #1
Gerenciamento de projetos #1
 
Scrum - Gerenciamento de Projetos
Scrum - Gerenciamento de ProjetosScrum - Gerenciamento de Projetos
Scrum - Gerenciamento de Projetos
 
Slides da Aula de Gestão de Projetos Digitais
Slides da Aula de Gestão de Projetos DigitaisSlides da Aula de Gestão de Projetos Digitais
Slides da Aula de Gestão de Projetos Digitais
 
Fundamentos da Gerência de Projetos - Nova Versão
Fundamentos da Gerência de Projetos - Nova VersãoFundamentos da Gerência de Projetos - Nova Versão
Fundamentos da Gerência de Projetos - Nova Versão
 
Scrum em 1h.
Scrum em 1h.Scrum em 1h.
Scrum em 1h.
 
anhanguera _ gestao de projetos _ u4 s2 _ projetos ágeis.pptx
anhanguera _ gestao de projetos _ u4 s2 _ projetos ágeis.pptxanhanguera _ gestao de projetos _ u4 s2 _ projetos ágeis.pptx
anhanguera _ gestao de projetos _ u4 s2 _ projetos ágeis.pptx
 

Mais de Yuri Morais

Como acertar na contratação de fábrica de software - Agile Trends
Como acertar na contratação de fábrica de software - Agile TrendsComo acertar na contratação de fábrica de software - Agile Trends
Como acertar na contratação de fábrica de software - Agile Trends
Yuri Morais
 
Transformação Digital e o papel do Servidor Público da área de TI
Transformação Digital e o papel do Servidor Público da área de TITransformação Digital e o papel do Servidor Público da área de TI
Transformação Digital e o papel do Servidor Público da área de TI
Yuri Morais
 
Transformação Digital na Administração Pública
Transformação Digital na Administração PúblicaTransformação Digital na Administração Pública
Transformação Digital na Administração Pública
Yuri Morais
 
Sustentabilidade na Administração Pública
Sustentabilidade na Administração PúblicaSustentabilidade na Administração Pública
Sustentabilidade na Administração Pública
Yuri Morais
 
Institucionalizando a Gestão de Projetos - métodos e ferramentas
Institucionalizando a Gestão de Projetos - métodos e ferramentasInstitucionalizando a Gestão de Projetos - métodos e ferramentas
Institucionalizando a Gestão de Projetos - métodos e ferramentas
Yuri Morais
 
Gestão de Riscos na administração pública
Gestão de Riscos na administração públicaGestão de Riscos na administração pública
Gestão de Riscos na administração pública
Yuri Morais
 
Gestão Estratégica: Governança e Planejamento
Gestão Estratégica: Governança e PlanejamentoGestão Estratégica: Governança e Planejamento
Gestão Estratégica: Governança e Planejamento
Yuri Morais
 
Desafios da gestão de projetos na administração pública.
Desafios da gestão de projetos na administração pública.Desafios da gestão de projetos na administração pública.
Desafios da gestão de projetos na administração pública.
Yuri Morais
 

Mais de Yuri Morais (8)

Como acertar na contratação de fábrica de software - Agile Trends
Como acertar na contratação de fábrica de software - Agile TrendsComo acertar na contratação de fábrica de software - Agile Trends
Como acertar na contratação de fábrica de software - Agile Trends
 
Transformação Digital e o papel do Servidor Público da área de TI
Transformação Digital e o papel do Servidor Público da área de TITransformação Digital e o papel do Servidor Público da área de TI
Transformação Digital e o papel do Servidor Público da área de TI
 
Transformação Digital na Administração Pública
Transformação Digital na Administração PúblicaTransformação Digital na Administração Pública
Transformação Digital na Administração Pública
 
Sustentabilidade na Administração Pública
Sustentabilidade na Administração PúblicaSustentabilidade na Administração Pública
Sustentabilidade na Administração Pública
 
Institucionalizando a Gestão de Projetos - métodos e ferramentas
Institucionalizando a Gestão de Projetos - métodos e ferramentasInstitucionalizando a Gestão de Projetos - métodos e ferramentas
Institucionalizando a Gestão de Projetos - métodos e ferramentas
 
Gestão de Riscos na administração pública
Gestão de Riscos na administração públicaGestão de Riscos na administração pública
Gestão de Riscos na administração pública
 
Gestão Estratégica: Governança e Planejamento
Gestão Estratégica: Governança e PlanejamentoGestão Estratégica: Governança e Planejamento
Gestão Estratégica: Governança e Planejamento
 
Desafios da gestão de projetos na administração pública.
Desafios da gestão de projetos na administração pública.Desafios da gestão de projetos na administração pública.
Desafios da gestão de projetos na administração pública.
 

Métodos Ágeis e Scrum - Introdução

  • 1. Métodos Ágeis para Gestão de Projetos Yuri Morais yuri.morais@senado.leg.br slideshare.net/yurimorais
  • 2. Apresentação Yuri Morais • Analista de TI no Senado • Líder de projetos ágeis • Mestre em Computação (UFPB) Certificações: Scrum Master, Product Manager, ITIL, Java Professor Ex Auditor
  • 4. Gestão tradicional Comando e controle Planejar X Executar Áreas especializadas Gerente Gestão Ágil Autonomia e alinhamento Ciclos curtos (adaptações constantes) Times multidisciplinares Dono do produto (ou processo) Ágil é uma metodologia ?
  • 5. Desafios: quantidade de servidores • Enxugamento do Serviço Público é uma realidade ‐ Hoje  576 mil servidores da ativa (executivo federal) ‐ 40% poderão se aposentar nos próximos 4 anos Fonte:
  • 6. Desafios: servidores do Senado • Atualmente temos 2068 servidores efetivos • Até 2021 mais 787 poderão se aposentar
  • 7. Desafios: adequar o papel do servidor • Decreto-Lei nº 200/67: ‐ Adm. deve focar em tarefas de planejamento, coordenação, supervisão e controle ‐ desobrigar-se da realização material de tarefas executivas  recorrer ao mercado • desde que exista iniciativa privada desenvolvida e capacitada • Instrução Normativa 05/2017 ‐ tomada de decisão ou posicionamento institucional ‐ atividades estratégicas ‐ controle de processos e de conhecimentos e tecnologias
  • 9. GOV.UK – Serviços Públicos Princípios do Governo do Reino Unido nos projetos de reengenharia de serviços 1. Work in the open / Show the thing ‐ Transparência (dentro e fora) 2. Share, not send ‐ Quadro, post-its, Kanban 3. Right people, same room ‐ Comunicação constante, face a face ‐ Equipe qualificada https://dwpdigital.blog.gov.uk/2017/07/07/building-a-digital-culture-in-dwp/
  • 10. Ambiente de Transparência e Compartilhamento
  • 12. GOV.UK – Serviços Públicos 4. Less process, more progress ‐ Foco nas entregas, ao invés do % 5. Don’t wait for permission ‐ “Peça desculpas, não permissão” 6. Fail fast and learn ‐ Ponha nas mãos de quem vai usar (rápido!) https://www.theguardian.com/public-leaders-network/2014/sep/11/global-digital-public- services-livechat
  • 14. Design Thinking • Projetar com foco no usuário
  • 16. Scrum • Entrega de Valor durante o projeto ‐ Ciclos curtos: até 4 semanas ‐ Antecipação das entregas • Comunicação face a face ‐ Reuniões diárias ‐ Trabalho visível • Mudanças são bem vindas ‐ Perseguimos uma visão ‐ A forma de chegar lá não é totalmente conhecida • Pessoas são a principal fonte de valor ‐ Time trabalha junto ‐ Todos fazem um pouco de gestão
  • 18. Transformação digital requer gestão ágil...
  • 19. Gestão de Projetos “tradicional” PMBoK Controle
  • 20. Gerenciamento Tradicional • Cria-se o plano de forma detalhada e todo o projeto é guiado através deste plano (“Plan-Driven Process”). • Mudanças no “Plano” são desvios ‐ Devem ser controladas por um comitê • Sucesso = aderência ao plano (escopo, custo, cronograma)
  • 21. Sucesso do Projeto (segundo o PMBOK 5) “Conclusão dentro das restrições de escopo, tempo, custo, qualidade, recursos e risco, conforme aprovado entre os gerentes de projetos e a equipe sênior de gerenciamento.”
  • 22. Como o sucesso é medido no Ágil? Escopo era citado por 40% na pesquisa de 3 anos antes 13th annual State of Agile survey https://www.stateofagile.com/#ufh-i-521251909-13th-annual-state-of-agile-report/473508
  • 23. Monitoramento do Projeto (tradicional)
  • 25. Gestão de Projetos “tradicional” • Plano é definido no início ‐ projetos podem durar anos • Gestão centralizada ‐ Gerente faz o “Plano” e as estimativas ‐ Equipe não participa ‐ Define as tarefas e atribui às pessoas • Resultados são entregues somente no final ‐ O mundo está mudando muito rápido, não?!
  • 26. Gestão Ágil – novas premissas
  • 27. Gestão Ágil - O que muda? • Envolve descoberta e investigação ‐ Parte de uma VISÃO ‐ Evolução do planejamento ao longo do desenvolvimento do produto • Entrega Valor em ciclos curtos ‐ Planos e premissas são reavaliados (sempre) ‐ Entregas funcionais são o principal indicador • Engaja clientes  interações frequentes e propriedade compartilhada • Equipe faz parte da Gestão ‐ Define “Como fazer” e faz as Estimativas
  • 28. Entrega de Valor com métodos Ágeis
  • 29. Gestão Ágil • Onde a Gestão Ágil é aplicável? ‐ Criação de Produtos ou Serviços ‐ Transformação de processos organizacionais • Exemplos: ‐ Desenvolver um novo sistema ‐ Reformular os processos de RH do Senado ‐ Campanha institucional em redes sociais ‐ Implantar uma nova metodologia de avaliação dos servidores do Senado
  • 30. Gestão Ágil • Onde NÃO é aplicável ou recomendável? ‐ Produto a ser entregue é bem conhecido ‐ Ambiente estável, previsível • Exemplos: ‐ Obras de Engenharia ‐ Planejamento de uma Licitação
  • 31. Visão do Produto • É um dos principais artefatos do projeto • Não sabemos todos os passos (tarefas) para criar algo novo ‐ Sabemos o objetivo, onde queremos chegar • Visão = Descrição concisa das principais características do produto ‐ Feita na linguagem do cliente (quem usará o produto) • É o artefato de planejamento de mais alto nível ‐ Deve ser entendido e compartilhado entre equipe, cliente e patrocinador
  • 32. Elaborando a Visão = Caixa do produto
  • 33. Princípios da Gestão Ágil Processos e Ferramentas Indivíduos e Interações sobre Seguir um Plano Resposta a mudanças sobre Documentação detalhada Produto funcional sobre Negociação de contratos Colaboração com o cliente sobre “Mesmo havendo valor nos itens à direita, valorizamos mais os itens à esquerda.” (Manifesto Ágil)
  • 34. Gestão Ágil em resumo • Pessoas são o foco do Ágil ‐ Indivíduos qualificados e motivados • Entregar o que tem maior valor primeiro • O Cliente participa ativamente ‐ (re)Prioriza a cada ciclo ‐ Dá feedback constante • Gestão Ágil tem planejamento constante ‐ Diferente de seguir um plano pré-estabelecido
  • 35. Introdução ao Scrum + Experiência do Prodasen (COSTIC)
  • 37. Características do Scrum  É um framework de Gestão de Projetos – Outras técnicas e ferramentas podem ser acopladas – Scrum é um dos “métodos ágeis” de gestão  O produto evolui em uma série de “Sprints” mensais – O mais importante é entregue primeiro  Equipes multidisciplinares e auto-organizadas – As atividades de “Gestão” ficam divididas entre diferentes papéis da equipe
  • 38. Pilares do Scrum • Transparência – Tudo deve estar visível • Inspeção – O trabalho é acompanhado regularmente • Adaptação – Ajustes necessários
  • 40. Sprints • Projetos Scrum progridem em uma série de “sprints” (iterações) – Atividades entregáveis são iniciadas e finalizadas durante a sprint • Sprints devem ter no máximo 1 mês – O período deve ser fixo (time-box) – Um período constante leva a um melhor “ritmo”
  • 42. Framework Scrum • Dono do produto • ScrumMaster • Equipe Papéis • Planejamento da Sprint • Revisão da Sprint • Retrospectiva da Sprint • Reunião diária Cerimônias • Product backlog • Sprint backlog • Quadro Kanban Artefatos
  • 43. Gestão é muito importante! • Define O QUE será feito (entregas) • Ponto de contato entre Stakeholders Product Owner • Garante o Processo Scrum • Acompanha o desempenho do Time Scrum Master • Organiza/Planeja seu próprio trabalho • Define COMO será feito Equipe Gestão é muito importante! Não dá pra ficar com uma única pessoa!
  • 44. Dono do Produto (Product Owner – PO) • Representa o(s) cliente(s) – Faz parte da equipe • É o “embaixador” do produto • Define as funcionalidades do produto – Garante que todos entendem o escopo – Define as entregas do Projeto – Aceita, rejeita e/ou pede ajustes (feedback constante) • Decide datas de lançamento e conteúdo • Responsável pela retorno sobre o investimento – Prioriza funcionalidades de acordo com o valor de negócio
  • 45. O quanto você acredita em alguma coisa pode se manifestar somente por meio do que você está disposto a arriscar por ela. Mantenha simples! Tudo que é projetado por quem não será impactado pelo trabalho tende a ficar cada dia mais complicado.
  • 46. Scrum Master • Representa a Equipe – Ajuda o time a aplicar o processo Scrum – Também chamado de Coach, Líder técnico... • Remove obstáculos, mantém o foco • Garante a plena produtividade da equipe • Garante a colaboração entre os diversos envolvidos • É um escudo para interferências externas • Desempenha outras atividades na equipe
  • 48. Equipe Scrum • Auto organizável • Multifuncional – cross-functional • Conhecem o produto/projeto por inteiro – Compartilham uma visão! • Qualidade do trabalho é responsabilidade de todos • Define a melhor “forma de fazer” aquilo que foi priorizado pelo PO
  • 49. Preparação para início de projetos Definir PO e Líder técnico Visão do produto Primeiras entregas com requisitos claros PO é “treinado” no processo Scrum Impactos mapeados (mudanças organizacionais) Tecnologia conhecida Baseado no
  • 50. Durante o projeto – mantendo o ritmo Sprint 1 Sprint 2 Sprint X Requisito preparado (ready) Requisito preparado (ready) Projeto = Sequência de Sprints (entregas incrementais) PO Backlog Visão Roadmap
  • 51. Framework Scrum •Dono do produto •ScrumMaster •Equipe Papéis •Planejamento da Sprint •Revisão da Sprint •Retrospectiva da Sprint •Reunião diária Cerimônias • Product backlog • Sprint backlog • Quadro Kanban Artefatos
  • 52. Planejamento da Sprint • A equipe seleciona itens do Backlog do Produto com os quais compromete-se a concluir • O Sprint Backlog é criado – Tarefas identificadas e estimadas – De forma colaborativa – Equipe refina, subdivide ou agrupa tarefas • Feito com base no Planejamento de alto nível (Roadmap do produto) • Reunião com duração de até 8 horas
  • 54. Reunião Diária • Todos os dias – No mesmo local e horário – Até 15 minutos • Todos em pé! • Não é para a solução de problemas – Todo mundo é convidado – Apenas os membros da equipe podem falar • Ajuda a evitar reuniões adicionais desnecessárias
  • 56. Reunião Diária 1. O que eu fiz desde ontem? 2. O que vou fazer hoje? 3. Há algum impedimento? • A reunião é DA equipe e PARA a equipe – Não é um relatório para a gerência • Elas são COMPROMISSOS perante os pares
  • 57. Revisão ou Demonstração da Sprint • Equipe apresenta os resultados obtidos durante o Sprint • Demonstração do que está sendo entregue – Novas funcionalidades ou capacidades • Informal, sem slides, “ao vivo” • Até 4 horas • Todo a equipe participa • Todo mundo é convidado – Momento de coletar feedback Inspeção do Produto
  • 59. Retrospectiva da Sprint • Ao final de cada Sprint • Analisa como está o Processo – o que funciona e o que não funciona • Até 3 horas (geralmente dura menos de 1h) • Substitui as DRs • Apenas a equipe participa • Scrum Master • Dono do Produto • Membros da Equipe
  • 60. Framework Scrum • Dono do produto • ScrumMaster • Equipe Papéis • Planejamento da Sprint • Revisão da Sprint • Retrospectiva da Sprint • Reunião diária Cerimônias • Product backlog • Sprint backlog • Quadro Kanban Artefatos
  • 61. Backlog do Produto • São os requisitos – O que tem que ser feito • Uma lista de todo o trabalho desejado no projeto • Idealmente, na forma em que cada item tenha seu peso de acordo com a vontade do cliente ou usuários • Priorizado pelo Dono do Produto • Repriorizado no início de cada Sprint
  • 62. Gestão Ágil - planejamento (3º mês) (6º mês) (9º mês) (1º mês) (2º mês) (3º mês)
  • 64. Mais sobre Scrum • Artigo com conceitos básicos – http://www.mindmaster.com.br/scrum/ • TedTalks - Jeff Sutherland, em inglês – https://www.youtube.com/watch?v=s4thQcg LCqk • Curso online (R$ 150,00) – https://descola.org/curso/met odos-ageis Melhor Livro