SlideShare uma empresa Scribd logo
O maior de
todos os
males!
Qual a sua escolha?
2/38
vs
Sexta
Negra
Terça da
Doação
799. De que maneira pode o Espiritismo contribuir
para o progresso?
Destruindo o materialismo, que é uma das chagas
da sociedade, ele faz que os homens
compreendam onde se encontram seus
verdadeiros interesses.
Deixando a vida futura de estar velada pela dúvida, o homem
perceberá melhor que,
por meio do presente, lhe é dado preparar
o seu futuro. Abolindo os prejuízos de
seitas, castas e cores, ensina aos
homens a grande solidariedade
que os há de unir como irmãos.”
O Livro dos Espíritos – Capítulo VIII – Lei do Progresso3/38
O que é materialismo?
“Sistema que sustenta que a matéria é a
única realidade do universo, e que
todas as atividades são realmente da
matéria, não havendo substância
imaterial.
Considera a matéria como o motor do
universo”.
Dicionário Aurélio4/38
Para poder entender hoje, uma breve história
do materialismo
Como O TER ficou acima do SER?
5/38
O homem é naturalmente voltado para o
espiritual
O ser humano é naturalmente
mistico. A dificuldade de
entender o mundo levou
o primitivo a crer que tudo
vinha do sobrenatural.
Os fenômenos naturais
eram transformados em
divindades.
Pajés, sacerdotes e bruxos
eram mediadores entre o humano e divino.
MATERIALISMO E ESPIRITISMO – Palestra de Adenáuer Novaes6/38
O mundo era regido a partir de forças divinas:
Teocracia.
Fé como capacidade humana de conceber algo além
do material, transcendente.
No século IV, o Cristianismo foi
declarado a religião
oficial de Roma.
No ocidente a predominância é do Cristianismo para
explicar o sobrenatural
e o mundo.
MATERIALISMO E ESPIRITISMO – Palestra de Adenáuer Novaes7/38
Surgimento das grandes religiões para
explicar o mundo
As religiões se
multiplicaram
e as explicações do
divino,
transcendental e
místico era definido
de acordo com a
cultura e tradição de
um povo.
MATERIALISMO E ESPIRITISMO – Palestra de Adenáuer Novaes8/38
Idade Média - Sec. V ao XV
(Cruzadas + Inquisição + Peste + Fome)
Religião era mais um poder opressor do que
aquele que explicava o divino.
MATERIALISMO E ESPIRITISMO – Palestra de Adenáuer Novaes9/38
Renascimento – XIV a XVII
Chamou-se "Renascimento" em
virtude da redescoberta e
revalorização das referências
culturais da antiguidade clássica,
que nortearam as mudanças deste
período em direção a um ideal
humanista e naturalista.
O homem vitruviano de Leonardo da Vinci 10/38
No século XVII, Surgiu um pensamento
divergente...
Considerado o pai do Racionalismo.
A dúvida era o primeiro passo para se chegar ao
conhecimento.
11/38
Iluminismo – O século XVIII – O século das
luzes
O iluminismo representa a saída dos seres humanos
de uma tutelagem que estes mesmos se impuseram a
si.
12/38
Cientificismo e Materialismo – Século XIX
Todo o conhecimento ao invés de ser empírico ou
religioso deve ser científico. Baseado na
experimentação, obervação e repetição e
comprovação. Ciências se tornam propostas
materialistas.
Materialismo Dialético -
O Manifesto Comunista de Karl
Marx e Engels. A força deve vir
do trabalho e do confronto
constante de ideias pela luta
entre capital e trabalho.
13/38
Ateísmo – A autonomia da razão e a recusa
do sobrenatural
Luz demais
cega!
O que separa
o remédio do
veneno é a
dosagem!
14/38
Só um ressalva antes de continuarmos...
Não se pode associar o materialismo, como o
fazem muitos religiosos, à maldade, a
desregramentos e à falta de virtudes.
De modo algum, pois existem muitos materialistas
que são pessoas íntegras, virtuosas e altamente
éticas. Proponho que, para o caso negativos se
use o termo materializado...
Artigo MATERIALISMO, ESPIRITUALISMO E ESPIRITISMO, www.correioespirita.org.b
Será que o nosso mundo está mais
materialista?
Pesquisa Taxas e Padrões Contemporâneos, do sociólogo norte-americano Phil Zuckerman. 200
1o
. Suécia: 85%
2o
. Vietnã: 81%
3o
. Dinamarca: 80%
4o
. Noruega: 72%
5o
. Japão: 65%
8o
. França: 54%
Materialismo no Brasil
Católica Apostólica Romana: 64,6%
Evangélicas: 22,2%
Espírita: 2%
Umbanda e Candomblé: 0,3%
Sem religião: 8%,
sendo 2% de ateus (estimativa)
Outras religiosidades: 2,7%
Não sabe / não declarou: 0,1%
Dados do Censo do IBGE de 20117/38
Será que o nosso mundo está mais
materialista?
Qual o ministério mais importante de um país?
Economia! Não deveria ser a Educação?
Por quê o valor do dólar e da bolsa de valores é tão
noticiado?
O Brasil tem uma das piores formas de capitalismo o denominado
Capitalismo Rentista (Financeiro)
18/38
O Dinheiro
A vida tornou-se mais fácil com o dinheiro, mas, ao
mesmo tempo, fez do dinheiro um tipo de varinha de
condão, pelo poder que possui de transformar-se em
todas as coisas: casas,carros, viagens etc. Foi,
portanto, muito além de suprir necessidades básicas e
se especializou no supérfluo.
Pior: enquanto o básico é mais barato, o desnecessário
é caro, custa muito esforço e só satisfaz nossas
ilusões. Com mais um problema sério: o dinheiro
tornou-se banal. Trabalhe e gaste! Esse é o mantra do
consumismo.
Artigo: DÊ MAIS IMPORTÂNCIA E VALOR AO DINHEIRO, Roberto Tranjan, Metanói19/38
Consequências do Materialismo na nossa
sociedade
Indiferença
Vaidade
Orgulho
Egoísmo
Solidão
Imediatismo
Desesperança
Suicídio
Ostentação
20/38
O Suicídio
A incredulidade, a simples dúvida quanto ao futuro,
as ideias materialistas, em uma palavra, são os
maiores incentivadores do suicídio: elas produzem a
frouxidão moral.
Evangelho Segundo o Espiritismo – Suicídio e Loucura – Cap. 5 – Bem-aventurados os aflito
Pessoas materialistas são
mais infelizes e mais
suscetíveis a doenças
Pesquisa feita com jovens de 18 anos, que foram
reavaliados 12 anos depois.
Outra pesquisa na Islândia constatou que como o clima é
frio, muitas pessoas sofrem de depressão, e acabam
descontando todo o vazio em compras desnecessárias.
Estas pessoas, por sua vez, foram diagnosticadas com
baixos níveis de bem-estar, enquanto as que se dedicam à
família e a comunidade, têm altos níveis de bem-estar.
22/38
Materialismo
Espiritismo
x
23/38
Resposta a um Materialista
Antes de continuar,
vamos assistir um debate
entre um Materialista e o
Dr. Bezerra de Menezes.
Link YouTube:
https://www.youtube.com/watch?v=6WfxBhy02oE
Livro Estante da Vida, “Irmão X”, Psicografia Francisco C. Xavier24/38
Espiritismo – Século XIX
O Consolador Prometido por Jesus.
25/38
Aliança da Ciência e da Religião
São chegados os tempos em que os ensinamentos do Cristo
devem receber o seu complemento; em que o véu lançado
intencionalmente sobre algumas partes dos ensinos deve
ser levantado, em que a Ciência, deixando de ser
exclusivamente materialista, deve levar em conta o
elemento espiritual; e em que a Religião, deixando de
desconhecer
as leis orgânicas e imutáveis, essas
duas forças, apoiando-se mutuamente e
marchando juntas, sirvam uma de apoio
para a outra.
26/38
Aliança da Ciência e da Religião
ESPIRITÍSMO
MATERIALISMO
ESPIRITUALISMO - ESPIRITISMO - MATERIALISMO
O Espiritismo alarga a compreensão humana e
equilibra o Espiritualismo e o Materialismo.
27/38
Cientista brasileiro que mais perto chegou do Prêmio
Nobel
Cientistas costumam ter uma relação conturbada com a
religião. Como você lida com a fé?
Não tenho ligação com a religião. Tenho em casa algumas
bíblias que ganhei. São livros bonitos, mas com os quais
eu não tenho
qualquer relação. Não sei como
religião e ciência se aproximam.
Como um Deus onipotente deixa
acontecer um maremoto que mata
centenas de milhares de pessoas?
Artigo: Prêmio Nobel: Foi quase, Revista Superinteressant28/38
Cesar Lattes, 1924 a 2005
Anencefalia – Joanna de Angelis
Mesmo quando se vincula a alguma
doutrina religiosa, com as exceções
compreensíveis, o comportamento moral
permanece materialista, utilitarista, atado
às paixões defluentes
do egoísmo.
Joanna de Angelis, Psicografia de Divaldo Pereira Franc
Comportamento Materialista
Cole a sua foto aqui
30/38
Os Materialistas – Mensagem de Emmanuel
Temos, assim, a tarefa de conduzir para a frente a bandeira
da imortalidade, com o trabalho incessante que lhe é
consequente, mas, para atingirmos a meta, é imperioso
se disponha cada um de nós a viver em si mesmo os
princípios que prega, com a obrigação de servir e com o
dever de estudar.
Livro Religião dos Espíritos, Materialistas, Psicografia: Francisco Cândido Xavie
Os Materialistas – Mensagem de Emmanuel
Não podemos afirmar que os materialistas vêm vindo...
Estão nos tempos modernos, por toda parte, tentando
inconscientemente apagar a luz do espírito.
Asseveram que é preciso plasmar elites de condutores, e
dirigem-se à mocidade acadêmica subtraindo-lhe as noções
da alma, à feição de sorridentes carrascos da
responsabilidade moral.
Aconselham o respeito às religiões e, em vez de ajudá-las no
apostolado de amor pela extinção do sofrimento, solapam-
lhes a existência, a golpes de sarcasmos sutil.
Livro Religião dos Espíritos, Materialistas, Psicografia: Francisco Cândido Xavie
Mensagem Final de Bezerra de Menezes
O século XXI continua guindado à
mais alta tecnologia desbravando
os infindáveis horizontes da
ciência.
Antigos mistérios do conhecimento
são desvelados. Enigmas, que
permaneciam incompreensíveis,
são decifrados e o materialismo
sorri zombeteiro das mensagens
sublimes do amor.…
Psicografia de Dilvado P. Franco, Conselho Espírita Internacional, Varsóvi
Mensagem Final de Bezerra de Menezes
Poder-se-ia acreditar que o caos seria a conclusão final
inevitável, entretanto, a barca terrestre que singra os
horizontes imensos do cosmo
não se encontra à matroca.
Jesus está no leme e os
Seus arquitetos divinos
comandam os movimentos
que lhe produzem alteração
da massa geológica, enquanto
se operam as transformações
morais.
Psicografia de Dilvado P. Franco, Conselho Espírita Internacional, Varsóvi
Prece de Caritas - Encerramento
Deus, nosso Pai, que tendes Poder e Bondade,
dai a força aquele que passa pela provação,
dai a luz aquele que procura a verdade, ponde no coração do homem a
compaixão e a caridade.
DEUS! Dai ao viajor a estrela guia, ao aflito a consolação, ao doente o
repouso.
Pai! Dai ao culpado o arrependimento, ao Espírito a verdade, à criança o
guia, ao órfão o pai.
Senhor! Que Vossa bondade se estenda sobre tudo que criastes.
Piedade, Senhor, para aqueles que Vos não conhecem, esperança para
aqueles que sofrem.
Que a Vossa bondade permita aos Espíritos consoladores,
derramarem por toda parte a paz, a esperança e a fé.
DEUS! Um raio, uma faísca do Vosso amor, pode abrasar a Terra;
35/38
Prece de Caritas - Encerramento
deixai-nos beber na fonte dessa bondade fecunda e infinita,
e todas as lágrimas secarão, todas as dores acalmarão.
Um só coração, um só pensamento subirá até Vós,
como um grito de reconhecimento e de amor.
Como Moisés sobre a montanha, nós
Vos esperamos com os braços abertos,
oh! Bondade, oh! Beleza, oh! Perfeição,
e queremos de algum modo alcançar a Vossa misericórdia.
DEUS! Dai-nos a força de ajudar o progresso, a fim de subirmos até Vós,
dai-nos a caridade pura, dai-nos a fé e a razão;
dai-nos a simplicidade que fará de nossas almas o espelho onde se
refletirá a Vossa Santíssima Imagem.
Assim é, e assim será!
36/38
A Pergunta que fica….
Neste Natal, como posso
fortalecer e elevar
o meu espírito acima de tudo
que é transitório e material?
Referências Bibliográficas
O Livro dos Espíritos, Allan Kardec
O Evangelho Segundo o Espiritismo, Allan Kardec
Dicionário Aurélio
MATERIALISMO E ESPIRITISMO – Palestra no YouTube de Adenáuer Novaes
Wikipédia, a enciclopédia livre (Renascentismo, Racionalismo, Renne Decartes, Iluminismo,
Materialismo Dialético)
Livro Estante da Vida, “Irmão X”, Psicografia Francisco C. Xavier
Artigo MATERIALISMO, ESPIRITUALISMO E ESPIRITISMO,
www.correioespirita.org.br
Artigo: Prêmio Nobel: Foi quase, Revista Superinteressante
Mensagem Anencefalia, Joanna de Angelis, Psicografia de Divaldo Pereira
Franco
Livro Religião dos Espíritos, Materialistas, Psicografia: Francisco Cândido
Xavier
Mensagem Bezerra de Menezes, Psicografia Dilvado P. Franco, Conselho
Espírita Internacional, Varsóvia

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Os sete chakras no espiritismo e em nossa saúde
Os sete chakras no espiritismo e em nossa saúdeOs sete chakras no espiritismo e em nossa saúde
Os sete chakras no espiritismo e em nossa saúde
Marcel Jefferson Gonçalves
 
O livro dos médiuns
O livro dos médiunsO livro dos médiuns
O livro dos médiuns
Alfredo Lopes
 
Aula espiritos errantes
Aula espiritos errantesAula espiritos errantes
Aula espiritos errantes
Oribes Teixeira
 
Capítulo 4 ese ninguém pode ver o reino de deus
Capítulo 4 ese ninguém pode ver o reino de deusCapítulo 4 ese ninguém pode ver o reino de deus
Capítulo 4 ese ninguém pode ver o reino de deus
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Provas da existência de Deus - n.8
Provas da existência de Deus - n.8Provas da existência de Deus - n.8
Provas da existência de Deus - n.8
Graça Maciel
 
DESTINO, FATALIDADE E LIVRE-ARBÍTRIO
DESTINO, FATALIDADE E LIVRE-ARBÍTRIODESTINO, FATALIDADE E LIVRE-ARBÍTRIO
DESTINO, FATALIDADE E LIVRE-ARBÍTRIO
Jorge Luiz dos Santos
 
Imortalidade da alma
Imortalidade da almaImortalidade da alma
Imortalidade da alma
home
 
Mediunidade com Jesus - n.17
Mediunidade com Jesus - n.17Mediunidade com Jesus - n.17
Mediunidade com Jesus - n.17
Graça Maciel
 
Médiuns e mediunidade!
Médiuns e mediunidade!Médiuns e mediunidade!
Médiuns e mediunidade!
Leonardo Pereira
 
Elementos gerais do universo
Elementos gerais do universoElementos gerais do universo
Elementos gerais do universo
KATIA MARIA FARAH V DA SILVA
 
Finalidades da reencarnação.pptx2
Finalidades da reencarnação.pptx2Finalidades da reencarnação.pptx2
Finalidades da reencarnação.pptx2
sndteixeira
 
Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita
Tríplice Aspecto da Doutrina EspíritaTríplice Aspecto da Doutrina Espírita
Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita
Antonino Silva
 
Laboratorio do mundo invisivel
Laboratorio do mundo invisivel Laboratorio do mundo invisivel
Laboratorio do mundo invisivel
Ceile Bernardo
 
Palestra a reencarnacao
Palestra   a reencarnacaoPalestra   a reencarnacao
Palestra a reencarnacao
Victor Passos
 
Desdobramento
DesdobramentoDesdobramento
Desdobramento
cab3032
 
2.1.5 diferentes ordens de espiritos - escala espirita
2.1.5   diferentes ordens de espiritos - escala espirita2.1.5   diferentes ordens de espiritos - escala espirita
2.1.5 diferentes ordens de espiritos - escala espirita
Marta Gomes
 
Roteiro 3 formação dos mundos e dos seres vivos
Roteiro 3   formação dos mundos e dos seres vivosRoteiro 3   formação dos mundos e dos seres vivos
Roteiro 3 formação dos mundos e dos seres vivos
Bruno Cechinel Filho
 
O bem e o mal
O bem e o malO bem e o mal
O bem e o mal
Ponte de Luz ASEC
 
Obras básicas
Obras básicasObras básicas
Obras básicas
Levi Antonio Amancio
 
Magnetismo: conceito e aplicação
Magnetismo: conceito e aplicaçãoMagnetismo: conceito e aplicação
Magnetismo: conceito e aplicação
Núcleo de Promoção Humana Vinha de Luz
 

Mais procurados (20)

Os sete chakras no espiritismo e em nossa saúde
Os sete chakras no espiritismo e em nossa saúdeOs sete chakras no espiritismo e em nossa saúde
Os sete chakras no espiritismo e em nossa saúde
 
O livro dos médiuns
O livro dos médiunsO livro dos médiuns
O livro dos médiuns
 
Aula espiritos errantes
Aula espiritos errantesAula espiritos errantes
Aula espiritos errantes
 
Capítulo 4 ese ninguém pode ver o reino de deus
Capítulo 4 ese ninguém pode ver o reino de deusCapítulo 4 ese ninguém pode ver o reino de deus
Capítulo 4 ese ninguém pode ver o reino de deus
 
Provas da existência de Deus - n.8
Provas da existência de Deus - n.8Provas da existência de Deus - n.8
Provas da existência de Deus - n.8
 
DESTINO, FATALIDADE E LIVRE-ARBÍTRIO
DESTINO, FATALIDADE E LIVRE-ARBÍTRIODESTINO, FATALIDADE E LIVRE-ARBÍTRIO
DESTINO, FATALIDADE E LIVRE-ARBÍTRIO
 
Imortalidade da alma
Imortalidade da almaImortalidade da alma
Imortalidade da alma
 
Mediunidade com Jesus - n.17
Mediunidade com Jesus - n.17Mediunidade com Jesus - n.17
Mediunidade com Jesus - n.17
 
Médiuns e mediunidade!
Médiuns e mediunidade!Médiuns e mediunidade!
Médiuns e mediunidade!
 
Elementos gerais do universo
Elementos gerais do universoElementos gerais do universo
Elementos gerais do universo
 
Finalidades da reencarnação.pptx2
Finalidades da reencarnação.pptx2Finalidades da reencarnação.pptx2
Finalidades da reencarnação.pptx2
 
Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita
Tríplice Aspecto da Doutrina EspíritaTríplice Aspecto da Doutrina Espírita
Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita
 
Laboratorio do mundo invisivel
Laboratorio do mundo invisivel Laboratorio do mundo invisivel
Laboratorio do mundo invisivel
 
Palestra a reencarnacao
Palestra   a reencarnacaoPalestra   a reencarnacao
Palestra a reencarnacao
 
Desdobramento
DesdobramentoDesdobramento
Desdobramento
 
2.1.5 diferentes ordens de espiritos - escala espirita
2.1.5   diferentes ordens de espiritos - escala espirita2.1.5   diferentes ordens de espiritos - escala espirita
2.1.5 diferentes ordens de espiritos - escala espirita
 
Roteiro 3 formação dos mundos e dos seres vivos
Roteiro 3   formação dos mundos e dos seres vivosRoteiro 3   formação dos mundos e dos seres vivos
Roteiro 3 formação dos mundos e dos seres vivos
 
O bem e o mal
O bem e o malO bem e o mal
O bem e o mal
 
Obras básicas
Obras básicasObras básicas
Obras básicas
 
Magnetismo: conceito e aplicação
Magnetismo: conceito e aplicaçãoMagnetismo: conceito e aplicação
Magnetismo: conceito e aplicação
 

Destaque

Degraus da maturidade espiritual
Degraus da maturidade espiritualDegraus da maturidade espiritual
Degraus da maturidade espiritual
Eduardo Maciel
 
Compromisso Com A Consciência
Compromisso Com A ConsciênciaCompromisso Com A Consciência
Compromisso Com A Consciência
Grupo Espírita Cristão
 
Da Lei Do Progresso
Da Lei Do ProgressoDa Lei Do Progresso
Da Lei Do Progresso
Sergio Menezes
 
O despertar da consciência mirtzi
O despertar da consciência   mirtziO despertar da consciência   mirtzi
O despertar da consciência mirtzi
crismchmg
 
Pregação crescimento Espiritual
Pregação crescimento EspiritualPregação crescimento Espiritual
Pregação crescimento Espiritual
suzyanne2010
 
Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014
Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014
Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014
grupodepaisceb
 
Lei de Progresso - Instituto Espírita de Educação
Lei de Progresso - Instituto Espírita de EducaçãoLei de Progresso - Instituto Espírita de Educação
Lei de Progresso - Instituto Espírita de Educação
Instituto Espírita de Educação
 
Da Lei de Liberdade
Da Lei de LiberdadeDa Lei de Liberdade
Da Lei de Liberdade
home
 
Segundo Módulo - Aula 09 - Lei do progresso II
Segundo Módulo - Aula 09 - Lei do progresso IISegundo Módulo - Aula 09 - Lei do progresso II
Segundo Módulo - Aula 09 - Lei do progresso II
CeiClarencio
 
Liberdade
LiberdadeLiberdade
Liberdade
Edirlene Fraga
 
Lei Do Progresso Palestra
Lei Do Progresso PalestraLei Do Progresso Palestra
Lei Do Progresso Palestra
Dalila Melo
 
Evolução Espiritual
Evolução EspiritualEvolução Espiritual
Evolução Espiritual
Samuel Filho
 

Destaque (12)

Degraus da maturidade espiritual
Degraus da maturidade espiritualDegraus da maturidade espiritual
Degraus da maturidade espiritual
 
Compromisso Com A Consciência
Compromisso Com A ConsciênciaCompromisso Com A Consciência
Compromisso Com A Consciência
 
Da Lei Do Progresso
Da Lei Do ProgressoDa Lei Do Progresso
Da Lei Do Progresso
 
O despertar da consciência mirtzi
O despertar da consciência   mirtziO despertar da consciência   mirtzi
O despertar da consciência mirtzi
 
Pregação crescimento Espiritual
Pregação crescimento EspiritualPregação crescimento Espiritual
Pregação crescimento Espiritual
 
Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014
Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014
Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014
 
Lei de Progresso - Instituto Espírita de Educação
Lei de Progresso - Instituto Espírita de EducaçãoLei de Progresso - Instituto Espírita de Educação
Lei de Progresso - Instituto Espírita de Educação
 
Da Lei de Liberdade
Da Lei de LiberdadeDa Lei de Liberdade
Da Lei de Liberdade
 
Segundo Módulo - Aula 09 - Lei do progresso II
Segundo Módulo - Aula 09 - Lei do progresso IISegundo Módulo - Aula 09 - Lei do progresso II
Segundo Módulo - Aula 09 - Lei do progresso II
 
Liberdade
LiberdadeLiberdade
Liberdade
 
Lei Do Progresso Palestra
Lei Do Progresso PalestraLei Do Progresso Palestra
Lei Do Progresso Palestra
 
Evolução Espiritual
Evolução EspiritualEvolução Espiritual
Evolução Espiritual
 

Semelhante a Materialismo: O Maior de Todos os Males

Sugestão Material Encontro Bloco Leste
Sugestão Material Encontro Bloco LesteSugestão Material Encontro Bloco Leste
Sugestão Material Encontro Bloco Leste
Norberto Tomasini Jr
 
Filosofia clássica 2
Filosofia clássica 2Filosofia clássica 2
Filosofia clássica 2
Douglas Gregorio
 
Palestra Filantropica 2010
Palestra Filantropica 2010Palestra Filantropica 2010
Palestra Filantropica 2010
Instituto Espírita de Educação
 
Palestrafilantropica2010 100329170524-phpapp02
Palestrafilantropica2010 100329170524-phpapp02Palestrafilantropica2010 100329170524-phpapp02
Palestrafilantropica2010 100329170524-phpapp02
Alberto Barth
 
Dualismo ocidental e seus desafios (Nancy Pearcey)
Dualismo ocidental e seus desafios (Nancy Pearcey)Dualismo ocidental e seus desafios (Nancy Pearcey)
Dualismo ocidental e seus desafios (Nancy Pearcey)
Jean Francesco
 
Introdução fundamentos e bases da sociologia 2020
Introdução fundamentos e bases da sociologia 2020Introdução fundamentos e bases da sociologia 2020
Introdução fundamentos e bases da sociologia 2020
firminomaissociologiafilosofia2019
 
Jornal pioneiro
Jornal pioneiroJornal pioneiro
Jornal pioneiro
Anne Clea Lima
 
Niver_SEB_ Extinção.pptx
Niver_SEB_ Extinção.pptxNiver_SEB_ Extinção.pptx
Niver_SEB_ Extinção.pptx
Norberto Tomasini Jr
 
Espiritualidade
EspiritualidadeEspiritualidade
Espiritualidade
ACMelzer
 
Confessionalidade.pptx
Confessionalidade.pptxConfessionalidade.pptx
Confessionalidade.pptx
RenatoRBorges
 
Evolução da reflexão sobre a condição humana
Evolução da reflexão sobre a condição humanaEvolução da reflexão sobre a condição humana
Evolução da reflexão sobre a condição humana
LAISE RUAMA
 
A diferença entre religião e religiosidade
A diferença entre religião e religiosidadeA diferença entre religião e religiosidade
A diferença entre religião e religiosidade
Tarcillo Armindo Schmaedecke
 
2_Influência_do_espiritismo_no_progresso_da_humanidade_[-].ppt
2_Influência_do_espiritismo_no_progresso_da_humanidade_[-].ppt2_Influência_do_espiritismo_no_progresso_da_humanidade_[-].ppt
2_Influência_do_espiritismo_no_progresso_da_humanidade_[-].ppt
AnaLciaOliveira25
 
Sociologia introdução fundamentos e bases
Sociologia introdução fundamentos e basesSociologia introdução fundamentos e bases
Sociologia introdução fundamentos e bases
Celso Firmino Sociologia/Filosofia
 
023 - O Mestre Dos Mestres - Analise - Augusto Cury.pdf
023 - O Mestre Dos Mestres - Analise  - Augusto Cury.pdf023 - O Mestre Dos Mestres - Analise  - Augusto Cury.pdf
023 - O Mestre Dos Mestres - Analise - Augusto Cury.pdf
Rafael Monteiro Moyses
 
O homem integral livro!!!!!!!!!!!!!!!!! -1 - imprimir
O homem integral  livro!!!!!!!!!!!!!!!!! -1 - imprimirO homem integral  livro!!!!!!!!!!!!!!!!! -1 - imprimir
O homem integral livro!!!!!!!!!!!!!!!!! -1 - imprimir
Antonio SSantos
 
éTica Aula005
éTica Aula005éTica Aula005
éTica Aula005
Luiz
 
Criancasindigo(pedagogia espír.)
Criancasindigo(pedagogia espír.)Criancasindigo(pedagogia espír.)
Criancasindigo(pedagogia espír.)
Claudinha44
 
Apostila básica filosofia
Apostila básica   filosofiaApostila básica   filosofia
Apostila básica filosofia
aloirmd
 
Estudo do livro Roteiro lição 22
Estudo do livro Roteiro lição 22Estudo do livro Roteiro lição 22
Estudo do livro Roteiro lição 22
Candice Gunther
 

Semelhante a Materialismo: O Maior de Todos os Males (20)

Sugestão Material Encontro Bloco Leste
Sugestão Material Encontro Bloco LesteSugestão Material Encontro Bloco Leste
Sugestão Material Encontro Bloco Leste
 
Filosofia clássica 2
Filosofia clássica 2Filosofia clássica 2
Filosofia clássica 2
 
Palestra Filantropica 2010
Palestra Filantropica 2010Palestra Filantropica 2010
Palestra Filantropica 2010
 
Palestrafilantropica2010 100329170524-phpapp02
Palestrafilantropica2010 100329170524-phpapp02Palestrafilantropica2010 100329170524-phpapp02
Palestrafilantropica2010 100329170524-phpapp02
 
Dualismo ocidental e seus desafios (Nancy Pearcey)
Dualismo ocidental e seus desafios (Nancy Pearcey)Dualismo ocidental e seus desafios (Nancy Pearcey)
Dualismo ocidental e seus desafios (Nancy Pearcey)
 
Introdução fundamentos e bases da sociologia 2020
Introdução fundamentos e bases da sociologia 2020Introdução fundamentos e bases da sociologia 2020
Introdução fundamentos e bases da sociologia 2020
 
Jornal pioneiro
Jornal pioneiroJornal pioneiro
Jornal pioneiro
 
Niver_SEB_ Extinção.pptx
Niver_SEB_ Extinção.pptxNiver_SEB_ Extinção.pptx
Niver_SEB_ Extinção.pptx
 
Espiritualidade
EspiritualidadeEspiritualidade
Espiritualidade
 
Confessionalidade.pptx
Confessionalidade.pptxConfessionalidade.pptx
Confessionalidade.pptx
 
Evolução da reflexão sobre a condição humana
Evolução da reflexão sobre a condição humanaEvolução da reflexão sobre a condição humana
Evolução da reflexão sobre a condição humana
 
A diferença entre religião e religiosidade
A diferença entre religião e religiosidadeA diferença entre religião e religiosidade
A diferença entre religião e religiosidade
 
2_Influência_do_espiritismo_no_progresso_da_humanidade_[-].ppt
2_Influência_do_espiritismo_no_progresso_da_humanidade_[-].ppt2_Influência_do_espiritismo_no_progresso_da_humanidade_[-].ppt
2_Influência_do_espiritismo_no_progresso_da_humanidade_[-].ppt
 
Sociologia introdução fundamentos e bases
Sociologia introdução fundamentos e basesSociologia introdução fundamentos e bases
Sociologia introdução fundamentos e bases
 
023 - O Mestre Dos Mestres - Analise - Augusto Cury.pdf
023 - O Mestre Dos Mestres - Analise  - Augusto Cury.pdf023 - O Mestre Dos Mestres - Analise  - Augusto Cury.pdf
023 - O Mestre Dos Mestres - Analise - Augusto Cury.pdf
 
O homem integral livro!!!!!!!!!!!!!!!!! -1 - imprimir
O homem integral  livro!!!!!!!!!!!!!!!!! -1 - imprimirO homem integral  livro!!!!!!!!!!!!!!!!! -1 - imprimir
O homem integral livro!!!!!!!!!!!!!!!!! -1 - imprimir
 
éTica Aula005
éTica Aula005éTica Aula005
éTica Aula005
 
Criancasindigo(pedagogia espír.)
Criancasindigo(pedagogia espír.)Criancasindigo(pedagogia espír.)
Criancasindigo(pedagogia espír.)
 
Apostila básica filosofia
Apostila básica   filosofiaApostila básica   filosofia
Apostila básica filosofia
 
Estudo do livro Roteiro lição 22
Estudo do livro Roteiro lição 22Estudo do livro Roteiro lição 22
Estudo do livro Roteiro lição 22
 

Mais de Ricardo Azevedo

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 139 - Oferendas
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 139 - OferendasSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 139 - Oferendas
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 139 - Oferendas
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos IssoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Ricardo Azevedo
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - InimigosEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - Conflito
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - ConflitoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - Conflito
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - Conflito
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição EspiritualSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a CrençaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoramSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Ricardo Azevedo
 
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de RetornoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Ricardo Azevedo
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - EspinhosEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
Ricardo Azevedo
 
Sintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Sintonia - Escolha, Pensamento e ElevaçãoSintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Sintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - SeparaçãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não FaltaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição ComumSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e PecadorSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Ricardo Azevedo
 

Mais de Ricardo Azevedo (20)

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 139 - Oferendas
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 139 - OferendasSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 139 - Oferendas
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 139 - Oferendas
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos IssoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - InimigosEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - Conflito
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - ConflitoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - Conflito
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - Conflito
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição EspiritualSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a CrençaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoramSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
 
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de RetornoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - EspinhosEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
 
Sintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Sintonia - Escolha, Pensamento e ElevaçãoSintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Sintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - SeparaçãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não FaltaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição ComumSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e PecadorSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
 

Último

Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
HerverthRibeiro1
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
FernandoCavalcante48
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 

Último (10)

Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 

Materialismo: O Maior de Todos os Males

  • 1. O maior de todos os males!
  • 2. Qual a sua escolha? 2/38 vs Sexta Negra Terça da Doação
  • 3. 799. De que maneira pode o Espiritismo contribuir para o progresso? Destruindo o materialismo, que é uma das chagas da sociedade, ele faz que os homens compreendam onde se encontram seus verdadeiros interesses. Deixando a vida futura de estar velada pela dúvida, o homem perceberá melhor que, por meio do presente, lhe é dado preparar o seu futuro. Abolindo os prejuízos de seitas, castas e cores, ensina aos homens a grande solidariedade que os há de unir como irmãos.” O Livro dos Espíritos – Capítulo VIII – Lei do Progresso3/38
  • 4. O que é materialismo? “Sistema que sustenta que a matéria é a única realidade do universo, e que todas as atividades são realmente da matéria, não havendo substância imaterial. Considera a matéria como o motor do universo”. Dicionário Aurélio4/38
  • 5. Para poder entender hoje, uma breve história do materialismo Como O TER ficou acima do SER? 5/38
  • 6. O homem é naturalmente voltado para o espiritual O ser humano é naturalmente mistico. A dificuldade de entender o mundo levou o primitivo a crer que tudo vinha do sobrenatural. Os fenômenos naturais eram transformados em divindades. Pajés, sacerdotes e bruxos eram mediadores entre o humano e divino. MATERIALISMO E ESPIRITISMO – Palestra de Adenáuer Novaes6/38
  • 7. O mundo era regido a partir de forças divinas: Teocracia. Fé como capacidade humana de conceber algo além do material, transcendente. No século IV, o Cristianismo foi declarado a religião oficial de Roma. No ocidente a predominância é do Cristianismo para explicar o sobrenatural e o mundo. MATERIALISMO E ESPIRITISMO – Palestra de Adenáuer Novaes7/38
  • 8. Surgimento das grandes religiões para explicar o mundo As religiões se multiplicaram e as explicações do divino, transcendental e místico era definido de acordo com a cultura e tradição de um povo. MATERIALISMO E ESPIRITISMO – Palestra de Adenáuer Novaes8/38
  • 9. Idade Média - Sec. V ao XV (Cruzadas + Inquisição + Peste + Fome) Religião era mais um poder opressor do que aquele que explicava o divino. MATERIALISMO E ESPIRITISMO – Palestra de Adenáuer Novaes9/38
  • 10. Renascimento – XIV a XVII Chamou-se "Renascimento" em virtude da redescoberta e revalorização das referências culturais da antiguidade clássica, que nortearam as mudanças deste período em direção a um ideal humanista e naturalista. O homem vitruviano de Leonardo da Vinci 10/38
  • 11. No século XVII, Surgiu um pensamento divergente... Considerado o pai do Racionalismo. A dúvida era o primeiro passo para se chegar ao conhecimento. 11/38
  • 12. Iluminismo – O século XVIII – O século das luzes O iluminismo representa a saída dos seres humanos de uma tutelagem que estes mesmos se impuseram a si. 12/38
  • 13. Cientificismo e Materialismo – Século XIX Todo o conhecimento ao invés de ser empírico ou religioso deve ser científico. Baseado na experimentação, obervação e repetição e comprovação. Ciências se tornam propostas materialistas. Materialismo Dialético - O Manifesto Comunista de Karl Marx e Engels. A força deve vir do trabalho e do confronto constante de ideias pela luta entre capital e trabalho. 13/38
  • 14. Ateísmo – A autonomia da razão e a recusa do sobrenatural Luz demais cega! O que separa o remédio do veneno é a dosagem! 14/38
  • 15. Só um ressalva antes de continuarmos... Não se pode associar o materialismo, como o fazem muitos religiosos, à maldade, a desregramentos e à falta de virtudes. De modo algum, pois existem muitos materialistas que são pessoas íntegras, virtuosas e altamente éticas. Proponho que, para o caso negativos se use o termo materializado... Artigo MATERIALISMO, ESPIRITUALISMO E ESPIRITISMO, www.correioespirita.org.b
  • 16. Será que o nosso mundo está mais materialista? Pesquisa Taxas e Padrões Contemporâneos, do sociólogo norte-americano Phil Zuckerman. 200 1o . Suécia: 85% 2o . Vietnã: 81% 3o . Dinamarca: 80% 4o . Noruega: 72% 5o . Japão: 65% 8o . França: 54%
  • 17. Materialismo no Brasil Católica Apostólica Romana: 64,6% Evangélicas: 22,2% Espírita: 2% Umbanda e Candomblé: 0,3% Sem religião: 8%, sendo 2% de ateus (estimativa) Outras religiosidades: 2,7% Não sabe / não declarou: 0,1% Dados do Censo do IBGE de 20117/38
  • 18. Será que o nosso mundo está mais materialista? Qual o ministério mais importante de um país? Economia! Não deveria ser a Educação? Por quê o valor do dólar e da bolsa de valores é tão noticiado? O Brasil tem uma das piores formas de capitalismo o denominado Capitalismo Rentista (Financeiro) 18/38
  • 19. O Dinheiro A vida tornou-se mais fácil com o dinheiro, mas, ao mesmo tempo, fez do dinheiro um tipo de varinha de condão, pelo poder que possui de transformar-se em todas as coisas: casas,carros, viagens etc. Foi, portanto, muito além de suprir necessidades básicas e se especializou no supérfluo. Pior: enquanto o básico é mais barato, o desnecessário é caro, custa muito esforço e só satisfaz nossas ilusões. Com mais um problema sério: o dinheiro tornou-se banal. Trabalhe e gaste! Esse é o mantra do consumismo. Artigo: DÊ MAIS IMPORTÂNCIA E VALOR AO DINHEIRO, Roberto Tranjan, Metanói19/38
  • 20. Consequências do Materialismo na nossa sociedade Indiferença Vaidade Orgulho Egoísmo Solidão Imediatismo Desesperança Suicídio Ostentação 20/38
  • 21. O Suicídio A incredulidade, a simples dúvida quanto ao futuro, as ideias materialistas, em uma palavra, são os maiores incentivadores do suicídio: elas produzem a frouxidão moral. Evangelho Segundo o Espiritismo – Suicídio e Loucura – Cap. 5 – Bem-aventurados os aflito
  • 22. Pessoas materialistas são mais infelizes e mais suscetíveis a doenças Pesquisa feita com jovens de 18 anos, que foram reavaliados 12 anos depois. Outra pesquisa na Islândia constatou que como o clima é frio, muitas pessoas sofrem de depressão, e acabam descontando todo o vazio em compras desnecessárias. Estas pessoas, por sua vez, foram diagnosticadas com baixos níveis de bem-estar, enquanto as que se dedicam à família e a comunidade, têm altos níveis de bem-estar. 22/38
  • 24. Resposta a um Materialista Antes de continuar, vamos assistir um debate entre um Materialista e o Dr. Bezerra de Menezes. Link YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=6WfxBhy02oE Livro Estante da Vida, “Irmão X”, Psicografia Francisco C. Xavier24/38
  • 25. Espiritismo – Século XIX O Consolador Prometido por Jesus. 25/38
  • 26. Aliança da Ciência e da Religião São chegados os tempos em que os ensinamentos do Cristo devem receber o seu complemento; em que o véu lançado intencionalmente sobre algumas partes dos ensinos deve ser levantado, em que a Ciência, deixando de ser exclusivamente materialista, deve levar em conta o elemento espiritual; e em que a Religião, deixando de desconhecer as leis orgânicas e imutáveis, essas duas forças, apoiando-se mutuamente e marchando juntas, sirvam uma de apoio para a outra. 26/38
  • 27. Aliança da Ciência e da Religião ESPIRITÍSMO MATERIALISMO ESPIRITUALISMO - ESPIRITISMO - MATERIALISMO O Espiritismo alarga a compreensão humana e equilibra o Espiritualismo e o Materialismo. 27/38
  • 28. Cientista brasileiro que mais perto chegou do Prêmio Nobel Cientistas costumam ter uma relação conturbada com a religião. Como você lida com a fé? Não tenho ligação com a religião. Tenho em casa algumas bíblias que ganhei. São livros bonitos, mas com os quais eu não tenho qualquer relação. Não sei como religião e ciência se aproximam. Como um Deus onipotente deixa acontecer um maremoto que mata centenas de milhares de pessoas? Artigo: Prêmio Nobel: Foi quase, Revista Superinteressant28/38 Cesar Lattes, 1924 a 2005
  • 29. Anencefalia – Joanna de Angelis Mesmo quando se vincula a alguma doutrina religiosa, com as exceções compreensíveis, o comportamento moral permanece materialista, utilitarista, atado às paixões defluentes do egoísmo. Joanna de Angelis, Psicografia de Divaldo Pereira Franc
  • 30. Comportamento Materialista Cole a sua foto aqui 30/38
  • 31. Os Materialistas – Mensagem de Emmanuel Temos, assim, a tarefa de conduzir para a frente a bandeira da imortalidade, com o trabalho incessante que lhe é consequente, mas, para atingirmos a meta, é imperioso se disponha cada um de nós a viver em si mesmo os princípios que prega, com a obrigação de servir e com o dever de estudar. Livro Religião dos Espíritos, Materialistas, Psicografia: Francisco Cândido Xavie
  • 32. Os Materialistas – Mensagem de Emmanuel Não podemos afirmar que os materialistas vêm vindo... Estão nos tempos modernos, por toda parte, tentando inconscientemente apagar a luz do espírito. Asseveram que é preciso plasmar elites de condutores, e dirigem-se à mocidade acadêmica subtraindo-lhe as noções da alma, à feição de sorridentes carrascos da responsabilidade moral. Aconselham o respeito às religiões e, em vez de ajudá-las no apostolado de amor pela extinção do sofrimento, solapam- lhes a existência, a golpes de sarcasmos sutil. Livro Religião dos Espíritos, Materialistas, Psicografia: Francisco Cândido Xavie
  • 33. Mensagem Final de Bezerra de Menezes O século XXI continua guindado à mais alta tecnologia desbravando os infindáveis horizontes da ciência. Antigos mistérios do conhecimento são desvelados. Enigmas, que permaneciam incompreensíveis, são decifrados e o materialismo sorri zombeteiro das mensagens sublimes do amor.… Psicografia de Dilvado P. Franco, Conselho Espírita Internacional, Varsóvi
  • 34. Mensagem Final de Bezerra de Menezes Poder-se-ia acreditar que o caos seria a conclusão final inevitável, entretanto, a barca terrestre que singra os horizontes imensos do cosmo não se encontra à matroca. Jesus está no leme e os Seus arquitetos divinos comandam os movimentos que lhe produzem alteração da massa geológica, enquanto se operam as transformações morais. Psicografia de Dilvado P. Franco, Conselho Espírita Internacional, Varsóvi
  • 35. Prece de Caritas - Encerramento Deus, nosso Pai, que tendes Poder e Bondade, dai a força aquele que passa pela provação, dai a luz aquele que procura a verdade, ponde no coração do homem a compaixão e a caridade. DEUS! Dai ao viajor a estrela guia, ao aflito a consolação, ao doente o repouso. Pai! Dai ao culpado o arrependimento, ao Espírito a verdade, à criança o guia, ao órfão o pai. Senhor! Que Vossa bondade se estenda sobre tudo que criastes. Piedade, Senhor, para aqueles que Vos não conhecem, esperança para aqueles que sofrem. Que a Vossa bondade permita aos Espíritos consoladores, derramarem por toda parte a paz, a esperança e a fé. DEUS! Um raio, uma faísca do Vosso amor, pode abrasar a Terra; 35/38
  • 36. Prece de Caritas - Encerramento deixai-nos beber na fonte dessa bondade fecunda e infinita, e todas as lágrimas secarão, todas as dores acalmarão. Um só coração, um só pensamento subirá até Vós, como um grito de reconhecimento e de amor. Como Moisés sobre a montanha, nós Vos esperamos com os braços abertos, oh! Bondade, oh! Beleza, oh! Perfeição, e queremos de algum modo alcançar a Vossa misericórdia. DEUS! Dai-nos a força de ajudar o progresso, a fim de subirmos até Vós, dai-nos a caridade pura, dai-nos a fé e a razão; dai-nos a simplicidade que fará de nossas almas o espelho onde se refletirá a Vossa Santíssima Imagem. Assim é, e assim será! 36/38
  • 37. A Pergunta que fica…. Neste Natal, como posso fortalecer e elevar o meu espírito acima de tudo que é transitório e material?
  • 38. Referências Bibliográficas O Livro dos Espíritos, Allan Kardec O Evangelho Segundo o Espiritismo, Allan Kardec Dicionário Aurélio MATERIALISMO E ESPIRITISMO – Palestra no YouTube de Adenáuer Novaes Wikipédia, a enciclopédia livre (Renascentismo, Racionalismo, Renne Decartes, Iluminismo, Materialismo Dialético) Livro Estante da Vida, “Irmão X”, Psicografia Francisco C. Xavier Artigo MATERIALISMO, ESPIRITUALISMO E ESPIRITISMO, www.correioespirita.org.br Artigo: Prêmio Nobel: Foi quase, Revista Superinteressante Mensagem Anencefalia, Joanna de Angelis, Psicografia de Divaldo Pereira Franco Livro Religião dos Espíritos, Materialistas, Psicografia: Francisco Cândido Xavier Mensagem Bezerra de Menezes, Psicografia Dilvado P. Franco, Conselho Espírita Internacional, Varsóvia

Notas do Editor

  1. Todos conhecem a Black Friday, a Cyber Monday, mas alguém conhecem a Giving Tuesday?
  2. O espíritos deixam claro quem é o verdadeiro inimigo! Muitas vezes discutimos sobre as diferenças entre as religiões quando deveríamos discutir o que nos une e nos preocupar com o materialismo.
  3. Tradição mística e oculta que fugia do consciente e do concreto.
  4. A fé Cristã explica para o ocidente o surgimento do mundo, a cosmologia e o surgimento das pessoas. Teocracia: sistema de governo em que o poder político se encontra fundamentado no poder religioso, pela encarnação da divindade no governante, como no Egito dos faraós, ou por sua escolha direta, como nas monarquias absolutas.
  5. O poder da Igreja. O domínio religioso se opôs ao domínio político.
  6. As pessoas se sentiam oprimidas pela Teocracia.
  7. Descartes viveu numa época marcada pelas guerras religiosas entre Protestantes e Católicos na Europa. Descartes busca provar a existência do próprio eu (que duvida: portanto, é sujeito de algo. Ego cogito ergo sum, "eu que penso, logo existo") e de Deus. Fonte: Wikipédia
  8. Tutelados são aqueles que se encontram incapazes de fazer uso da própria razão independentemente da direção de outrem.
  9. E O Capital Marx define que tudo gera em torno da economia. Mesmo a Russia após um período de ateísmo comunista definido pelo estado a Rússia voltou a praticar o cristianismo, o que mostra que nada pode ser imposto pelo estado.
  10. Para combater a opressão da religião e retomar os conhecimentos da Antiguidade Clássica (gregos e romanos) os materialistas combatem a existência de Deus.
  11. O budismo e o taoísmo, religiões comuns por lá, são vistos como uma tradição, e não crença. Um levantamento da ONU aponta que países com boa taxa de alfabetização tendem a ser mais descrentes.
  12. A boa notícia que apesar dos espíritas serem apenas 2%, a maioria dos brasileiros tem simpatia pela religião e mais de 50% acreditam que exista reencarnação.
  13. Primeiro lugar do ENEM garante felicidade? ENEM mede a ética, solidariedade, o companheirismo e a valorização da família? Atitudes e posturas essencias para o trabalho em equipe.
  14. Precisamos compreender, com relação ao dinheiro, que ele existe para facilitar a vida no aqui. E, convenhamos, sua criação foi mesmo uma grande ideia! Antes, no tempo do escambo, quem plantava arroz tinha de trocar com quem criava ovelhas, e quem fundia o ferro, com quem tecia o pano. Dá para imaginar como essas negociações deviam ser complicadas.
  15. Tendências Materialistas: -Morar sozinho -Não constituir família -Não ter filhos -Refeições rápidas e solitárias -Amigos virtuais ao invés de reais -Uso exagerado da Tecnologia, olhar mais para as telinhas brilhantes do que para as pessoas e para a natureza.
  16. “A doutrina materialista é, pois, a sanção do egoísmo, origem de todos os vícios; a negação da caridade – origem de todas as virtudes e base da ordem social – e seria ainda, a justificação do suicídio.” Obras Póstumas – Allan Kardec
  17. O jornal The Guardian veiculou uma matéria sobre um estudo acerca do materialismo, onde um grupo de jovens de 18 anos foi submetido a avaliações. Doze anos depois, estas mesmas pessoas foram reavaliadas, e foi descoberto que as materialistas se tornaram mais suscetíveis a doenças, enquanto as menos materialistas levam uma vida mais feliz e são mais saudáveis.
  18. A única religião capaz de combater o Materialismo é o Espiritismo, por ser baseada na tríade: Ciência, Religião e Filosofia.
  19. Conta-se que o Dr. Adolfo Bezerra de Menezes orientava, no Rio, uma reunião de estudos espíritas, com a palavra livre para todos os circunstantes, quando, após comentários diversos, perguntou se mais alguém desejava expressar-se nos temas da noite. Foi então que renomado materialista, seu amigo pessoal, lhe dirigiu veemente provocação: - Bezerra, continuo ateu e, não somente por meus colegas mas também por mim, venho convidá-lo a debate público, a fim provarmos a inexpugnabilidade de Materialismo contra as pretensões do Espiritismo. E previno a você que o Materialismo já levantou extensa lista de médiuns fraudulentos; de chamados sensitivos que reconheceram os seus próprios enganos e desertaram das fileiras espíritas; dos que largaram em tempo o suposto desenvolvimento das forças psíquicas e fizeram declarações, quanto às mentiras piedosas de que se viram envoltos; dos ilusionistas que operam em nome de poderes imaginários da mente; e, com essa relação, apresentaremos outro rol de nomes que o Materialismo já reuniu, os nomes dos experimentadores que demostraram a inexistência da comunicação com os mortos; dos sábios que não puderam verificar as factícias ocorrências da mediunidade; dos observadores desencantados de qualquer testemunho da sobrevivência; e dos estudiosos ludibriados por vasta súcia de espertalhões... Esperamos que você e os espíritas aceitem o repto. Bezerra concentrou-se em preces, alguns instantes, e, em seguida, respondeu, aliando energia e brandura: - Aceitamos o desafio, mas tragam também ao debate aqueles que o Materialismo tenha soerguido moralmente no mundo; os malfeitores que ele tenha regenerado para a dignidade humana; os infelizes aos quais haja devolvido o ânimo de viver; os doentes da alma que tenha arrebatado às fronteiras da loucura; as vítimas de tentações escabrosas que haja restituído à paz do coração; as mulheres infortunadas que terá arrancado ao desequilíbrio; os irmãos desditosos de quem a morte roubou os entes mais caros, a a cujo sentimento enregelado na dor terá estendido o calor da esperança; as viúvas e os órfãos, cujas eneergias terá escorado para os caluniados aos quais terá ensinado o perdão das afrontas; os que foram prejudicados por atos de selvageria social mascarados de legalidade, a quem haverá proporcionado sustentação para que olvidem os ultrajes recebidos; os acusados injustamente, de cujo espírito rebelado terá subtraído o fel da revolta, substituindo-o pelo bálsamo da tolerância; os companheiros da Humanidade que vieram do berço cegos ou utilados, enfermos ou paralíticos, aos quais terá tranquilizado com princípios de justiça, para que aceitem pacificamente o quinhão de lágrimas que o mundo lhes reservou; os pais incompreendidos a quem deu força e compreensão para abençoarem os filhos ingratos e os filhos abandonados por aqueles mesmos que lhes deram a existência, aos quais auxiliou para continuarem honrando e amando os pais insensíveis que os atiraram em desprezo e desvalimento; os tristes que haja imunizado contra o suicídio; os que foram perseguidos sem causa aparente, cujo pranto terá enxugado nas longas noites de solidão e vigília, afastando-os da vingança e da criminalidade; os caídos de toda as procedências, a cujo martírio tenha ofertado apoio para que se levantem... Nesse ponto da resposta, o velho lidador fêz uma pausa, limpou as lágrimas que lhe deslizavam no rosto e terminou: - Ah! meu amigo, meu amigo!... Se vocês puderem trazer um só dos desventurados do mundo, a quem o Materialismo terá dado socorro moral para que se liberte do cipoal do sofrimento, nós, os espíritas, aceitaremos o repto. Profundo silêncio caiu na pequena assembléia, e, porque o autor da proposição baixasse a cabeça, Bezerra, em prece comovente, agradeceu a Deus as bênçãos da fé e encerrou a sessão.
  20. O Espiritismo, “a loucura do século dezenove”, segundo os que se obstinam em permanecer na margem terrena.
  21. Então a Religião, não mais desmentida pela Ciência, adquira uma potência indestrutível, porque estará de acordo com a razão e não se lhe poderá opor a lógica irresistível dos fatos.
  22. O Espiritismo é “O caminho do meio”, conforme um provérbio oriental.
  23. O que o materialismo tem a ver conosco? Nos nossos comportamentos e atitudes, na nossa relação com os filhos e com o trabalho.
  24. Referimo-nos aos epicuristas de todas as épocas, sejam eles autores de fulgurantes pensamentos destrutivos, em alentados livros sobre a Natureza,ou meros conversadores de salão,interessados nas sensações inferiores,a detrimento da sublimação íntima. … os mensageiros do Cristo explicaram que o Espiritismo contribuirá no aperfeiçoamento da Terra, anulando o materialismo, por ensinar aos homens a dignificação do futuro, mantendo-os livres de seitas e cores, castas e privilégios.
  25. Claro que não nos reportamos aos pesquisadores respeitáveis, porque a ciência - matriz do progresso - será sempre, no mundo, a interrogação vestida de luz, entesourando experiências, diante da verdade.
  26. Mensagem recebida quando um vulcão entrou em erupção na Islândia e trouxe problemas de vôos e comunicação em toda a Europa. Paradoxalmente, os avanços respeitáveis dessas áreas do intelecto não lograram modificar as ocorrências traumáticas que têm lugar no orbe, na atualidade. No auge das conquistas das inteligências, permanecem as convulsões sociais unidas às convulsões planetárias no momento da grande transição que passa a Terra amada por todos nós.
  27. A mensagem de Bezerra de Menezes termina em tom de otimismo e esperança, explicando que tudo segue um plano e que Jesus está no leme.
  28. Para continuarmos neste fluxo e reflexão, a Pergunta que fica...