SlideShare uma empresa Scribd logo
”Lute-se contra o crime, mas
ampare-se a criatura que se
lhe enredou nas malhas
tenebrosas.”
Emmanuel
Evangelho
122
PECADO E PECADOR
Livro Pão Nosso, espírito
Emmanuel, psicografia de
Francisco C. Xavier
Seara Espírita a Caminho do Mestre, Domingo as 9h da manhã
https://www.facebook.com/searaespiritaacaminhodomestre/
https://www.youtube.com/channel/UCiGuBtfdvPyz9fm_w9R5Xjg
Evangelho No Lar - Pão Nosso
A sociedade humana não deveria operar a divisão de si própria,
como sendo um campo em que se separam bons e maus, mas
sim viver qual grande família
em que se integram os espíritos
que começam a compreender
o Pai e os que ainda não
conseguiram pressenti-Lo.
Pecado e Pecador 1/4
“Amado, não sigas o mal, mas o bem. Quem faz o bem, é de
Deus; mas quem faz o mal, não tem visto a Deus.”
– (3ª Epístola de João, 1:11.)
Claro que as palavras “maldade” e “perversidade” ainda
comparecerão, por vastíssimos anos, no dicionário terrestre,
definindo certas atitudes mentais inferiores; todavia, é forçoso
convir que a questão do mal vai obtendo novas interpretações
na inteligência humana.
O evangelista apresenta conceito justo. João não nos diz que o
perverso está exilado de nosso Pai, nem que se conserva
ausente da Criação. Apenas afirma que “não tem visto a Deus”.
Pecado e Pecador 2/4
Isto não significa que devamos cruzar os braços, ante as ervas
venenosas e zonas pestilenciais do caminho; todavia, obriga-nos
a recordar que um lavrador não retira espinheiros e detritos do
solo, a fim de convertê-lo em precipícios.
Muita gente acredita que o “homem caído” é alguém que deve ser
aniquilado. Jesus, no entanto, não adotou essa diretriz.
Dirigindo-se, amorosamente, ao pecador, sabia-se, antes de
tudo, defrontado por enfermo infeliz, a quem não se poderia
subtrair as características de eternidade.
Pecado e Pecador 3/4
Lute-se contra o crime, mas ampare-se a criatura que se lhe
enredou nas malhas tenebrosas.
O Mestre indicou o
combate constante
contra o mal, contudo,
aguarda a fraternidade
legítima entre os
homens por marco
sublime do
Reino Celeste.
Pecado e Pecador 4/4
Esses são os Novos Alunos?
ou os Filhos Pródigos que retornam
a Casa do Pai?
Então, lhe
disse Jesus:
Nem eu
tampouco te
condeno;
vai e não
peques
mais.
(João, 8:3-11).
... O homem ainda não percebeu toda a extensão da
misericórdia divina, nos processos de resgate e reajustamento.
Entre os homens, o criminoso é enviado a penas cruéis, seja
pela condenação à morte ou aos sofrimentos prolongados.
A Providência, todavia, corrige, amando... Não encaminha os
réus a prisões infectas e úmidas. Determina somente que os
comparsas de dramas nefastos troquem a vestimenta
carnal e voltem ao palco da atividade humana, de modo
a se redimirem, uns à frente dos outros.
Vidas Sucessivas 1/2
Livro Caminho, Verdade e Vida, Emmanuel, psicografia Francisco C. Xavier
Para a Sabedoria Magnânima nem sempre o que errou é um
celerado, como nem sempre a vítima é pura e sincera. Deus
não vê apenas a maldade que surge à superfície do escândalo;
conhece o mecanismo sombrio de todas as circunstâncias que
provocaram um crime.
O algoz integral como a vítima integral são desconhecidos do
homem; o Pai, contudo, identifica as necessidades de seus
filhos e reúne-os, periodicamente, pelos laços de sangue ou na
rede dos compromissos edificantes, a fim de que aprendam a
lei do amor, entre as dificuldades e as dores do destino, com a
bênção de temporário esquecimento.
Vidas Sucessivas 2/2
Vinde a mim, vós que sofreis e vos achais sobrecarregados, e eu vos
aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei comigo, que sou brando e
humilde de coração, e achareis repouso para vossas almas, pois é suave
o meu jugo e leve o meu fardo.
Bem-aventurados os que choram e sofrem, porque serão
consolados.
Bem-aventurados os famintos e os sequiosos de justiça, pois que
serão saciados.
Bem-aventurados os que sofrem perseguição por amor à justiça,
pois que é deles o reino dos céus.
Bem-aventurados vós, que sois pobres, porque vosso é o reino dos
céus.
Yvonne A. Pereira costumava orar pelos suicidas e, preferencialmente, lia essas palavras que Jesus
pronunciou para os mais sofridos. Mensagem do Livro Doutrinação para Iniciantes, Luiz Gonzaga
Pinheiro.
Prece pelos que sofrem 1/3
Bem aventurados vós que agora tendes fome, porque sereis
saciados. Ditosos sois, vós que agora chorais, porque rireis.
Deus não quer a morte do pecador, mas que ele viva e se
arrependa.
O Filho de Deus veio buscar e salvar o que se havia perdido.
Das ovelhas que o Pai me confiou, nenhuma se perderá.
Se queres entrar no reino de Deus, vem, toma a tua cruz e segue-
me...
Eu sou o Grande Médico das almas e venho trazer-vos o remédio
que vos há de curar. Os fracos, os sofredores e os enfermos são os
meus filhos prediletos.
Venho salvá-los! Vinde pois a mim, vós que sofreis e vos achais
oprimidos, e sereis aliviados e consolados.
Venho instruir e consolar os pobres deserdados.
Prece pelos que sofrem 2/3
Venho dizer-lhes que elevem a sua resignação ao nível de suas
provas, que chorem, porquanto a dor foi sagrada no Jardim das
Oliveiras; mas que esperem, pois que também a eles os anjos
consoladores lhes virão enxugar as lágrimas.
Vossas almas não estão esquecidas; eu, o Divino Jardineiro, as
cultivo no silêncio dos vossos pensamentos.
Deus consola os humildes e dá força aos aflitos que lha pedem.
Seu poder cobre a Terra e, por toda a parte, junto de cada lágrima
colocou Ele um bálsamo que consola.
Nada fica perdido no reino do nosso Pai e os vossos suores e
misérias formam o tesouro que vos tornará ricos nas esferas superiores,
onde a luz substitui as trevas e onde o mais
desnudo dentre todos vós será talvez o mais resplandecente!
Prece pelos que sofrem 3/3
Lá está a terra prometida da paz e da esperança, que a
humanidade sonha desde os mais antigos mitos…
Lá está o mundo pacificado, sem as fronteiras do ódio e da
ambição; lá está a ilha da liberdade, cercada pelo universo,
tornado habitado pelas almas afins de outras galáxias; lá está
a fraternidade erigida em traço
comum da conduta de todos os
homens e mulheres...
Livro Educação Segundo o Espiritismo,
Dora Incontri, espírito do educador Comenius
Mundo regenerado
• Livro Pão Nosso, espírito Emmanuel, psicografia de Francisco C. Xavier
• O Evangelho Segundo o Espiritismo, Allan Kardec
• Livro Educação Segundo o Espiritismo, Dora Incontri
• Mensagem de Yvonne A. Pereira, do Livro Doutrinação para Iniciantes, Luiz Gonzaga
Pinheiro.
• Livro Caminho, Verdade e Vida, Emmanuel, psicografia Francisco C. Xavier
Slides da apresentação: https://pt.slideshare.net/ricardoazevedo9216
Referências Bibliográficas

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador

Ebook A Prece Segundo O Evangelho, por Allan Kardec, em pdf
Ebook  A Prece Segundo O Evangelho, por Allan Kardec, em pdfEbook  A Prece Segundo O Evangelho, por Allan Kardec, em pdf
Ebook A Prece Segundo O Evangelho, por Allan Kardec, em pdf
mestrix3
 
Allan kardec - a prece segundo o evangelho
Allan kardec - a prece segundo o evangelhoAllan kardec - a prece segundo o evangelho
Allan kardec - a prece segundo o evangelho
Elaine Cristina
 
Estudos do evangelho 8
Estudos do evangelho 8Estudos do evangelho 8
Estudos do evangelho 8
Leonardo Pereira
 
Livro A Prece Segundo O Evangelho
Livro A Prece Segundo O EvangelhoLivro A Prece Segundo O Evangelho
Livro A Prece Segundo O Evangelho
Nilson Almeida
 
Paraiso, inferno
Paraiso, infernoParaiso, inferno
Paraiso, inferno
Izabel Cristina Fonseca
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 21 - Tentações e Virtude
Série Evangelho no Lar - Cap. 21 - Tentações e VirtudeSérie Evangelho no Lar - Cap. 21 - Tentações e Virtude
Série Evangelho no Lar - Cap. 21 - Tentações e Virtude
Ricardo Azevedo
 
Missa do beato giácomo cusmano
Missa do beato giácomo cusmanoMissa do beato giácomo cusmano
Missa do beato giácomo cusmano
Gleison Servo
 
BEM E MAL SOFRER.ppsx
BEM E MAL SOFRER.ppsxBEM E MAL SOFRER.ppsx
BEM E MAL SOFRER.ppsx
RonaldoTavaresGomes
 
Indulgencia - Apresentação
Indulgencia - ApresentaçãoIndulgencia - Apresentação
Indulgencia - Apresentação
Lauro K. Saito
 
8 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp01
8 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp018 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp01
8 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp01
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
O homem a caminho da evolução
O homem a caminho da evoluçãoO homem a caminho da evolução
O homem a caminho da evolução
Helio Cruz
 
60º roteiro – a lei do amor
60º roteiro –  a lei do amor60º roteiro –  a lei do amor
60º roteiro – a lei do amor
Orlando Jorge
 
Bem aventurados os aflitos
Bem aventurados os aflitos Bem aventurados os aflitos
Bem aventurados os aflitos
Ponte de Luz ASEC
 
Paraiso, inferno
Paraiso, infernoParaiso, inferno
Paraiso, inferno
Izabel Cristina Fonseca
 
Inferno ApresentaçãO1
Inferno   ApresentaçãO1Inferno   ApresentaçãO1
Inferno ApresentaçãO1
Sergio Menezes
 
Na Intimidade Do Mestre
Na Intimidade Do MestreNa Intimidade Do Mestre
Na Intimidade Do Mestre
José Roberto Cordeiro
 
Bem aventurados os mansos e pacíficos
Bem aventurados os mansos e pacíficosBem aventurados os mansos e pacíficos
Bem aventurados os mansos e pacíficos
Eduardo Ottonelli Pithan
 
As Chaves do Paraiso
As Chaves do ParaisoAs Chaves do Paraiso
As Chaves do Paraiso
Editora EME
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - InimigosEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
Ricardo Azevedo
 
Evangelho Cap14 item9
Evangelho Cap14 item9 Evangelho Cap14 item9
Evangelho Cap14 item9
Patricia Farias
 

Semelhante a Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador (20)

Ebook A Prece Segundo O Evangelho, por Allan Kardec, em pdf
Ebook  A Prece Segundo O Evangelho, por Allan Kardec, em pdfEbook  A Prece Segundo O Evangelho, por Allan Kardec, em pdf
Ebook A Prece Segundo O Evangelho, por Allan Kardec, em pdf
 
Allan kardec - a prece segundo o evangelho
Allan kardec - a prece segundo o evangelhoAllan kardec - a prece segundo o evangelho
Allan kardec - a prece segundo o evangelho
 
Estudos do evangelho 8
Estudos do evangelho 8Estudos do evangelho 8
Estudos do evangelho 8
 
Livro A Prece Segundo O Evangelho
Livro A Prece Segundo O EvangelhoLivro A Prece Segundo O Evangelho
Livro A Prece Segundo O Evangelho
 
Paraiso, inferno
Paraiso, infernoParaiso, inferno
Paraiso, inferno
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 21 - Tentações e Virtude
Série Evangelho no Lar - Cap. 21 - Tentações e VirtudeSérie Evangelho no Lar - Cap. 21 - Tentações e Virtude
Série Evangelho no Lar - Cap. 21 - Tentações e Virtude
 
Missa do beato giácomo cusmano
Missa do beato giácomo cusmanoMissa do beato giácomo cusmano
Missa do beato giácomo cusmano
 
BEM E MAL SOFRER.ppsx
BEM E MAL SOFRER.ppsxBEM E MAL SOFRER.ppsx
BEM E MAL SOFRER.ppsx
 
Indulgencia - Apresentação
Indulgencia - ApresentaçãoIndulgencia - Apresentação
Indulgencia - Apresentação
 
8 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp01
8 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp018 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp01
8 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp01
 
O homem a caminho da evolução
O homem a caminho da evoluçãoO homem a caminho da evolução
O homem a caminho da evolução
 
60º roteiro – a lei do amor
60º roteiro –  a lei do amor60º roteiro –  a lei do amor
60º roteiro – a lei do amor
 
Bem aventurados os aflitos
Bem aventurados os aflitos Bem aventurados os aflitos
Bem aventurados os aflitos
 
Paraiso, inferno
Paraiso, infernoParaiso, inferno
Paraiso, inferno
 
Inferno ApresentaçãO1
Inferno   ApresentaçãO1Inferno   ApresentaçãO1
Inferno ApresentaçãO1
 
Na Intimidade Do Mestre
Na Intimidade Do MestreNa Intimidade Do Mestre
Na Intimidade Do Mestre
 
Bem aventurados os mansos e pacíficos
Bem aventurados os mansos e pacíficosBem aventurados os mansos e pacíficos
Bem aventurados os mansos e pacíficos
 
As Chaves do Paraiso
As Chaves do ParaisoAs Chaves do Paraiso
As Chaves do Paraiso
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - InimigosEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
 
Evangelho Cap14 item9
Evangelho Cap14 item9 Evangelho Cap14 item9
Evangelho Cap14 item9
 

Mais de Ricardo Azevedo

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos IssoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - Conflito
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - ConflitoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - Conflito
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - Conflito
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição EspiritualSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a CrençaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoramSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Ricardo Azevedo
 
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de RetornoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Ricardo Azevedo
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - EspinhosEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
Ricardo Azevedo
 
Sintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Sintonia - Escolha, Pensamento e ElevaçãoSintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Sintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - SeparaçãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não FaltaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição ComumSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Ricardo Azevedo
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - Monturo
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - MonturoEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - Monturo
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - Monturo
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 120 - Conciliação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 120 - ConciliaçãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 120 - Conciliação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 120 - Conciliação
Ricardo Azevedo
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 119 - Ajuda sempre
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 119 - Ajuda sempreEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 119 - Ajuda sempre
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 119 - Ajuda sempre
Ricardo Azevedo
 

Mais de Ricardo Azevedo (20)

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos IssoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - Conflito
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - ConflitoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - Conflito
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - Conflito
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição EspiritualSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a CrençaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoramSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
 
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de RetornoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - EspinhosEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
 
Sintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Sintonia - Escolha, Pensamento e ElevaçãoSintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Sintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - SeparaçãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não FaltaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição ComumSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - Monturo
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - MonturoEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - Monturo
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - Monturo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 120 - Conciliação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 120 - ConciliaçãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 120 - Conciliação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 120 - Conciliação
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 119 - Ajuda sempre
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 119 - Ajuda sempreEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 119 - Ajuda sempre
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 119 - Ajuda sempre
 

Último

Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxZacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
lindalva da cruz
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
ceciliafonseca16
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Janilson Noca
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhorCultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
MasaCalixto2
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsxBíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introduçãoEstudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 

Último (18)

Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxZacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhorCultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsxBíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
 
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introduçãoEstudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
 

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador

  • 1. ”Lute-se contra o crime, mas ampare-se a criatura que se lhe enredou nas malhas tenebrosas.” Emmanuel Evangelho 122 PECADO E PECADOR
  • 2.
  • 3. Livro Pão Nosso, espírito Emmanuel, psicografia de Francisco C. Xavier Seara Espírita a Caminho do Mestre, Domingo as 9h da manhã https://www.facebook.com/searaespiritaacaminhodomestre/ https://www.youtube.com/channel/UCiGuBtfdvPyz9fm_w9R5Xjg Evangelho No Lar - Pão Nosso
  • 4. A sociedade humana não deveria operar a divisão de si própria, como sendo um campo em que se separam bons e maus, mas sim viver qual grande família em que se integram os espíritos que começam a compreender o Pai e os que ainda não conseguiram pressenti-Lo. Pecado e Pecador 1/4 “Amado, não sigas o mal, mas o bem. Quem faz o bem, é de Deus; mas quem faz o mal, não tem visto a Deus.” – (3ª Epístola de João, 1:11.)
  • 5. Claro que as palavras “maldade” e “perversidade” ainda comparecerão, por vastíssimos anos, no dicionário terrestre, definindo certas atitudes mentais inferiores; todavia, é forçoso convir que a questão do mal vai obtendo novas interpretações na inteligência humana. O evangelista apresenta conceito justo. João não nos diz que o perverso está exilado de nosso Pai, nem que se conserva ausente da Criação. Apenas afirma que “não tem visto a Deus”. Pecado e Pecador 2/4
  • 6. Isto não significa que devamos cruzar os braços, ante as ervas venenosas e zonas pestilenciais do caminho; todavia, obriga-nos a recordar que um lavrador não retira espinheiros e detritos do solo, a fim de convertê-lo em precipícios. Muita gente acredita que o “homem caído” é alguém que deve ser aniquilado. Jesus, no entanto, não adotou essa diretriz. Dirigindo-se, amorosamente, ao pecador, sabia-se, antes de tudo, defrontado por enfermo infeliz, a quem não se poderia subtrair as características de eternidade. Pecado e Pecador 3/4
  • 7. Lute-se contra o crime, mas ampare-se a criatura que se lhe enredou nas malhas tenebrosas. O Mestre indicou o combate constante contra o mal, contudo, aguarda a fraternidade legítima entre os homens por marco sublime do Reino Celeste. Pecado e Pecador 4/4
  • 8. Esses são os Novos Alunos?
  • 9. ou os Filhos Pródigos que retornam a Casa do Pai?
  • 10. Então, lhe disse Jesus: Nem eu tampouco te condeno; vai e não peques mais. (João, 8:3-11).
  • 11. ... O homem ainda não percebeu toda a extensão da misericórdia divina, nos processos de resgate e reajustamento. Entre os homens, o criminoso é enviado a penas cruéis, seja pela condenação à morte ou aos sofrimentos prolongados. A Providência, todavia, corrige, amando... Não encaminha os réus a prisões infectas e úmidas. Determina somente que os comparsas de dramas nefastos troquem a vestimenta carnal e voltem ao palco da atividade humana, de modo a se redimirem, uns à frente dos outros. Vidas Sucessivas 1/2 Livro Caminho, Verdade e Vida, Emmanuel, psicografia Francisco C. Xavier
  • 12. Para a Sabedoria Magnânima nem sempre o que errou é um celerado, como nem sempre a vítima é pura e sincera. Deus não vê apenas a maldade que surge à superfície do escândalo; conhece o mecanismo sombrio de todas as circunstâncias que provocaram um crime. O algoz integral como a vítima integral são desconhecidos do homem; o Pai, contudo, identifica as necessidades de seus filhos e reúne-os, periodicamente, pelos laços de sangue ou na rede dos compromissos edificantes, a fim de que aprendam a lei do amor, entre as dificuldades e as dores do destino, com a bênção de temporário esquecimento. Vidas Sucessivas 2/2
  • 13. Vinde a mim, vós que sofreis e vos achais sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei comigo, que sou brando e humilde de coração, e achareis repouso para vossas almas, pois é suave o meu jugo e leve o meu fardo. Bem-aventurados os que choram e sofrem, porque serão consolados. Bem-aventurados os famintos e os sequiosos de justiça, pois que serão saciados. Bem-aventurados os que sofrem perseguição por amor à justiça, pois que é deles o reino dos céus. Bem-aventurados vós, que sois pobres, porque vosso é o reino dos céus. Yvonne A. Pereira costumava orar pelos suicidas e, preferencialmente, lia essas palavras que Jesus pronunciou para os mais sofridos. Mensagem do Livro Doutrinação para Iniciantes, Luiz Gonzaga Pinheiro. Prece pelos que sofrem 1/3
  • 14. Bem aventurados vós que agora tendes fome, porque sereis saciados. Ditosos sois, vós que agora chorais, porque rireis. Deus não quer a morte do pecador, mas que ele viva e se arrependa. O Filho de Deus veio buscar e salvar o que se havia perdido. Das ovelhas que o Pai me confiou, nenhuma se perderá. Se queres entrar no reino de Deus, vem, toma a tua cruz e segue- me... Eu sou o Grande Médico das almas e venho trazer-vos o remédio que vos há de curar. Os fracos, os sofredores e os enfermos são os meus filhos prediletos. Venho salvá-los! Vinde pois a mim, vós que sofreis e vos achais oprimidos, e sereis aliviados e consolados. Venho instruir e consolar os pobres deserdados. Prece pelos que sofrem 2/3
  • 15. Venho dizer-lhes que elevem a sua resignação ao nível de suas provas, que chorem, porquanto a dor foi sagrada no Jardim das Oliveiras; mas que esperem, pois que também a eles os anjos consoladores lhes virão enxugar as lágrimas. Vossas almas não estão esquecidas; eu, o Divino Jardineiro, as cultivo no silêncio dos vossos pensamentos. Deus consola os humildes e dá força aos aflitos que lha pedem. Seu poder cobre a Terra e, por toda a parte, junto de cada lágrima colocou Ele um bálsamo que consola. Nada fica perdido no reino do nosso Pai e os vossos suores e misérias formam o tesouro que vos tornará ricos nas esferas superiores, onde a luz substitui as trevas e onde o mais desnudo dentre todos vós será talvez o mais resplandecente! Prece pelos que sofrem 3/3
  • 16.
  • 17. Lá está a terra prometida da paz e da esperança, que a humanidade sonha desde os mais antigos mitos… Lá está o mundo pacificado, sem as fronteiras do ódio e da ambição; lá está a ilha da liberdade, cercada pelo universo, tornado habitado pelas almas afins de outras galáxias; lá está a fraternidade erigida em traço comum da conduta de todos os homens e mulheres... Livro Educação Segundo o Espiritismo, Dora Incontri, espírito do educador Comenius Mundo regenerado
  • 18.
  • 19. • Livro Pão Nosso, espírito Emmanuel, psicografia de Francisco C. Xavier • O Evangelho Segundo o Espiritismo, Allan Kardec • Livro Educação Segundo o Espiritismo, Dora Incontri • Mensagem de Yvonne A. Pereira, do Livro Doutrinação para Iniciantes, Luiz Gonzaga Pinheiro. • Livro Caminho, Verdade e Vida, Emmanuel, psicografia Francisco C. Xavier Slides da apresentação: https://pt.slideshare.net/ricardoazevedo9216 Referências Bibliográficas