SlideShare uma empresa Scribd logo
”Por que assumir posição de
mestre infalível, quando não
passamos de simples
aprendizes?”
Emmanuel
Evangelho
126
O ESPINHO
Livro Pão Nosso, espírito
Emmanuel, psicografia de
Francisco C. Xavier
Seara Espírita a Caminho do Mestre, Domingo as 9h da manhã
https://www.facebook.com/searaespiritaacaminhodomestre/
https://www.youtube.com/channel/UCiGuBtfdvPyz9fm_w9R5Xjg
Evangelho No Lar - Pão Nosso
Atitude sumamente perigosa louvar o homem a si mesmo,
presumindo desconhecer que se encontra em plano de serviço
árduo, dentro do qual lhe compete emitir diariamente
testemunhos difíceis. É posição mental não somente
ameaçadora, quanto falsa, porque lá vem um momento
inesperado em que o espinho do coração aparece.
O Espinho 1/4
“E para que me não exaltasse pelas excelências das revelações,
foi-me dado um espinho na carne, mensageiro de Satanás.” –
Paulo. (2ª Epístola aos Coríntios, 12:7.)
O discípulo prudente alimentará a confiança sem bazófia1,
revelando-se corajoso sem ser metediço2. Reconhece a extensão
de suas dívidas para com o Mestre e não encontra glória em si
mesmo, por verificar que toda a glória pertence a Ele mesmo, o
Senhor.
Não são poucos os homens do mundo, invigilantes e inquietos,
que, após receberem o incenso da multidão, passam a curtir as
amarguras da soledade; muitos deles se comprazem nos galarins3
da fama, qual se estivessem convertidos em ídolos eternos, para
chorarem, mais tarde, a sós, com o seu espinho ignorado nos
recessos do ser.
O Espinho 2/4
1. vaidade exacerbada e infundada; vanglória, presunção. / 2. que se intromete
onde não o chamam; intrometido. / 3. grande riqueza; opulência; ostentação.
Por que assumir posição de mestre infalível, quando não
passamos de simples aprendizes?
Não será mais justo servir ao
Senhor, na mocidade ou na velhice,
na abundância ou na escassez, na
administração ou na subalternidade,
com o espírito de ponderação,
observando os nossos pontos
vulneráveis, na insuficiência e
imperfeição do que temos sido,
até agora?
O Espinho 3/4
Lembremo-nos de que Paulo de Tarso esteve com Jesus
pessoalmente; foi indicado para o serviço divino em Antioquia
pelas próprias vozes do Céu; lutou, trabalhou e sofreu pelo
Evangelho do Reino e, escrevendo aos coríntios, já
envelhecido e
cansado, ainda se
referiu ao espinho que
lhe foi dado para que
se não exaltasse no
sublime trabalho
das revelações.
O Espinho 4/4
Indagado sobre problemas de relacionamento
humano, disse Chico Xavier:
“Existem pessoas que se sentem ofendidas,
magoadas por qualquer coisa: à mais leve
contrariedade, se sentem humilhadas... Ora, nós não viemos a
este mundo para nos banhar em águas de rosas... Somos
Espíritos altamente endividados - dentro de nós o passado ainda
fala mais alto... Não podemos ser tão suscetíveis assim...”
Francisco Candido Xavier, citado no artigo Melindres de Richard Simonetti
Não podemos ser tão suscetíveis..
Na execução das tarefas que o Senhor nos concede na seara
espírita, encontramos obstáculos de todo gênero:
aqueles que procedem das circunstâncias, como sejam:
• os empecilhos do tempo;
• a condução difícil;
• as exigências sociais;
• as atividades extras da profissão.
Obstáculos 1/4
Livro Rumo Certo, Emmanuel,
psicografia de Francisco C. Xavier
Aqueles que nascem de casa:
• a festa imprevista;
• o parente enfermo;
• a visita inesperada;
• o impedimento doméstico.
Muitos que nos chegam dos entes queridos, quais estes:
• a oposição dos pontos de vista;
• a incompreensão;
• o apelo insistente a regozijos menos felizes;
• a dificuldade, em comum, que exige apoio.
Obstáculos 2/4
Os que se originam no grupo de trabalho:
• o azedume dos companheiros;
• a ausência de concurso fraterno;
• a crítica destrutiva;
• a falta de entendimento.
E aqueles outros dos piores, os que nascem de nós mesmos:
• o desânimo;
• a irritação;
• a rebeldia;
• a intemperança mental;
• a doença de gravidade imaginária;
• o cansaço suposto invencível.
Obstáculos 3/4
Toda vez que obstáculos se nos interponham entre o dever da ação
e a necessidade da cooperação no serviço do bem aos
semelhantes, que redundará sempre em benefício a nós mesmos,
peçamos o Auxílio Divino, através da prece silenciosa, e
atendamos a todos aqueles que nos digam respeito à tranqüilidade
da consciência, mas, à frente de quaisquer outros, sem qualquer
fundamento sério na vida espiritual, tenhamos suficiente coragem
para romper com eles, na certeza de que, com a Bênção de Deus,
saberemos atravessar todas as crises e empeços da luta cotidiana,
se nos dispusermos a trabalhar.
Livro Rumo Certo, Emmanuel, psicografia de Francisco C. Xavier
Obstáculos 4/4
”Desperta, ó tu
que dormes,
levanta-te
dentre os
mortos e o
Cristo te
esclarecerá.”
Paulo.
(Efésios,5:14.))
13
O apóstolo Paulo estava tão certo do valor do despertamento
da consciência, que em memorável carta aos Efésios,
conclamou: Desperta, ó tu que dormes, levanta-te entre os
mortos e o Cristo te esclarecera.
Isso porque, sono é forma de morte, de desperdício da
oportunidade educativa, esclarecedora, terapêutica,
enriquecedora. E nesse sentido, quando se está desperto,
Jesus o esclarece, a fim de que avance corajosamente na
busca da sua autoidentificação.
Desperta e Anda
Livro Vida: Desafios e Soluções, Joanna de Angelis, psicografia de Divaldo P. Franco
919. Qual o meio prático mais eficaz que tem o homem de se
melhorar nesta vida e de resistir à atração do mal?
“Um sábio da antiguidade vo-lo disse: Conhece-te a ti mesmo.”
a) … Qual o meio de consegui-lo?
“Fazei o que eu fazia, quando vivi na Terra: ao fim do dia, interrogava a
minha consciência, passava revista ao que fizera e perguntava a mim
mesmo se não faltara a algum dever, se ninguém tivera
motivo para de mim se queixar. Foi assim que cheguei a me
conhecer e a ver o que em mim precisava de reforma.
O Livro dos Espíritos, Da Perfeição Moral, Allan Kardec
Espírito de Ponderação 1/3
Aquele que, todas as noites, evocasse todas as ações que praticara
durante o dia e inquirisse de si mesmo o bem ou o mal que houvera
feito, rogando a Deus e ao seu anjo de guarda que o esclarecessem,
grande força adquiriria para se aperfeiçoar, porque, crede-me, Deus o
assistiria. Dirigi, pois, a vós mesmos perguntas, interrogai-vos sobre o
que tendes feito e com que objetivo procedestes em tal ou tal
circunstância, sobre se fizestes alguma coisa que, feita por outrem,
censuraríeis, sobre se obrastes alguma ação que não ousaríeis
confessar. Perguntai ainda mais: “Se aprouvesse a Deus chamar-me
neste momento, teria que temer o olhar de alguém, ao entrar de novo no
mundo dos Espíritos, onde nada pode ser ocultado?”
Santo Agostinho
Espírito de Ponderação 2/3
Espírito de Ponderação 3/3
“Examinai o que pudestes ter obrado contra
Deus, depois contra o vosso próximo e,
finalmente, contra vós mesmos. As respostas
vos darão, ou o descanso para a vossa
consciência, ou a indicação de um mal que
precise ser curado.”
Santo Agostinho
• Livro Pão Nosso, espírito Emmanuel, psicografia de Francisco C. Xavier
• O Livro dos Espíritos, Allan Kardec
• O Evangelho Segundo o Espiritismo, Allan Kardec
• Francisco Candido Xavier, citado no artigo Melindres de Richard Simonetti
• Livro Rumo Certo, Emmanuel, psicografia de Francisco C. Xavier
• Livro Vida: Desafios e Soluções, Joanna de Angelis, psicografia de Divaldo P. Franco
Slides da apresentação: https://pt.slideshare.net/ricardoazevedo9216
Referências Bibliográficas

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 8 - Ansiedades
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 8 - AnsiedadesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 8 - Ansiedades
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 8 - Ansiedades
Ricardo Azevedo
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 82 - Em Espírito
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 82 - Em EspíritoEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 82 - Em Espírito
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 82 - Em Espírito
Ricardo Azevedo
 
Como orar pelos perdidos
Como orar pelos perdidosComo orar pelos perdidos
Como orar pelos perdidos
MarceloeOtilia Sales
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 60 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 60 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 60 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 60 - Lógica da Providência
Ricardo Azevedo
 
Seminário Paulo e Estevão 5 de maio 2013
Seminário Paulo e Estevão 5 de maio 2013Seminário Paulo e Estevão 5 de maio 2013
Seminário Paulo e Estevão 5 de maio 2013
Anderson Santos
 
A Travessia - Reforma Íntima
A Travessia - Reforma ÍntimaA Travessia - Reforma Íntima
A Travessia - Reforma Íntima
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 19 - Falsas Alegações
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 19 - Falsas AlegaçõesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 19 - Falsas Alegações
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 19 - Falsas Alegações
Ricardo Azevedo
 
Avive o seu dom.
Avive o seu dom.Avive o seu dom.
Avive o seu dom.
Wilton Oliveira
 
Boletim 77
Boletim 77Boletim 77
Boletim 77
CEJG
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Ricardo Azevedo
 
Livro com título de Legião - Anegelo Inácio.pdf
Livro com título de Legião - Anegelo Inácio.pdfLivro com título de Legião - Anegelo Inácio.pdf
Livro com título de Legião - Anegelo Inácio.pdf
Paulo Russel
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 56 - Êxitos e Insucessos
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 56 - Êxitos e InsucessosSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 56 - Êxitos e Insucessos
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 56 - Êxitos e Insucessos
Ricardo Azevedo
 
As Provas e Expiações - como lidar
As Provas e Expiações  - como lidarAs Provas e Expiações  - como lidar
As Provas e Expiações - como lidar
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 80 - O "não" e a luta
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 80 - O "não" e a lutaEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 80 - O "não" e a luta
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 80 - O "não" e a luta
Ricardo Azevedo
 
Os Mensageiros - A vida no Mundo espiritual Cap 06
Os Mensageiros - A vida no Mundo espiritual Cap 06Os Mensageiros - A vida no Mundo espiritual Cap 06
Os Mensageiros - A vida no Mundo espiritual Cap 06
Patricia Farias
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 16 - Inquietação e Renovação
Série Evangelho no Lar - Cap. 16 - Inquietação e RenovaçãoSérie Evangelho no Lar - Cap. 16 - Inquietação e Renovação
Série Evangelho no Lar - Cap. 16 - Inquietação e Renovação
Ricardo Azevedo
 
Boletim 85
Boletim 85Boletim 85
Boletim 85
CEJG
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 104 - Direito Sagrado
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 104 - Direito SagradoEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 104 - Direito Sagrado
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 104 - Direito Sagrado
Ricardo Azevedo
 
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 34 a 50
Estudando André Luiz   Nosso Lar cap.  34 a 50Estudando André Luiz   Nosso Lar cap.  34 a 50
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 34 a 50
Jose Luiz Maio
 

Semelhante a Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos (20)

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 8 - Ansiedades
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 8 - AnsiedadesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 8 - Ansiedades
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 8 - Ansiedades
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 82 - Em Espírito
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 82 - Em EspíritoEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 82 - Em Espírito
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 82 - Em Espírito
 
Como orar pelos perdidos
Como orar pelos perdidosComo orar pelos perdidos
Como orar pelos perdidos
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 60 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 60 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 60 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 60 - Lógica da Providência
 
Seminário Paulo e Estevão 5 de maio 2013
Seminário Paulo e Estevão 5 de maio 2013Seminário Paulo e Estevão 5 de maio 2013
Seminário Paulo e Estevão 5 de maio 2013
 
A Travessia - Reforma Íntima
A Travessia - Reforma ÍntimaA Travessia - Reforma Íntima
A Travessia - Reforma Íntima
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 19 - Falsas Alegações
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 19 - Falsas AlegaçõesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 19 - Falsas Alegações
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 19 - Falsas Alegações
 
Avive o seu dom.
Avive o seu dom.Avive o seu dom.
Avive o seu dom.
 
Boletim 77
Boletim 77Boletim 77
Boletim 77
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
 
Livro com título de Legião - Anegelo Inácio.pdf
Livro com título de Legião - Anegelo Inácio.pdfLivro com título de Legião - Anegelo Inácio.pdf
Livro com título de Legião - Anegelo Inácio.pdf
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 56 - Êxitos e Insucessos
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 56 - Êxitos e InsucessosSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 56 - Êxitos e Insucessos
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 56 - Êxitos e Insucessos
 
As Provas e Expiações - como lidar
As Provas e Expiações  - como lidarAs Provas e Expiações  - como lidar
As Provas e Expiações - como lidar
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 80 - O "não" e a luta
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 80 - O "não" e a lutaEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 80 - O "não" e a luta
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 80 - O "não" e a luta
 
Os Mensageiros - A vida no Mundo espiritual Cap 06
Os Mensageiros - A vida no Mundo espiritual Cap 06Os Mensageiros - A vida no Mundo espiritual Cap 06
Os Mensageiros - A vida no Mundo espiritual Cap 06
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 16 - Inquietação e Renovação
Série Evangelho no Lar - Cap. 16 - Inquietação e RenovaçãoSérie Evangelho no Lar - Cap. 16 - Inquietação e Renovação
Série Evangelho no Lar - Cap. 16 - Inquietação e Renovação
 
Boletim 85
Boletim 85Boletim 85
Boletim 85
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 104 - Direito Sagrado
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 104 - Direito SagradoEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 104 - Direito Sagrado
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 104 - Direito Sagrado
 
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 34 a 50
Estudando André Luiz   Nosso Lar cap.  34 a 50Estudando André Luiz   Nosso Lar cap.  34 a 50
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 34 a 50
 

Mais de Ricardo Azevedo

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 139 - Oferendas
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 139 - OferendasSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 139 - Oferendas
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 139 - Oferendas
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos IssoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Ricardo Azevedo
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - InimigosEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição EspiritualSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a CrençaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoramSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Ricardo Azevedo
 
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de RetornoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Ricardo Azevedo
 
Sintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Sintonia - Escolha, Pensamento e ElevaçãoSintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Sintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - SeparaçãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não FaltaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição ComumSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e PecadorSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Ricardo Azevedo
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - Monturo
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - MonturoEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - Monturo
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - Monturo
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 120 - Conciliação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 120 - ConciliaçãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 120 - Conciliação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 120 - Conciliação
Ricardo Azevedo
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 119 - Ajuda sempre
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 119 - Ajuda sempreEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 119 - Ajuda sempre
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 119 - Ajuda sempre
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 118 - É para isto
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 118 - É para istoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 118 - É para isto
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 118 - É para isto
Ricardo Azevedo
 

Mais de Ricardo Azevedo (20)

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 139 - Oferendas
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 139 - OferendasSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 139 - Oferendas
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 139 - Oferendas
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos IssoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - InimigosEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição EspiritualSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a CrençaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoramSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
 
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de RetornoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
 
Sintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Sintonia - Escolha, Pensamento e ElevaçãoSintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Sintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - SeparaçãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não FaltaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição ComumSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e PecadorSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - Monturo
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - MonturoEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - Monturo
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - Monturo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 120 - Conciliação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 120 - ConciliaçãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 120 - Conciliação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 120 - Conciliação
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 119 - Ajuda sempre
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 119 - Ajuda sempreEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 119 - Ajuda sempre
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 119 - Ajuda sempre
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 118 - É para isto
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 118 - É para istoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 118 - É para isto
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 118 - É para isto
 

Último

Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
marcobueno2024
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
Oziete SS
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
GABRIELADIASDUTRA1
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Elton Zanoni
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 

Último (10)

Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 

Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos

  • 1. ”Por que assumir posição de mestre infalível, quando não passamos de simples aprendizes?” Emmanuel Evangelho 126 O ESPINHO
  • 2.
  • 3. Livro Pão Nosso, espírito Emmanuel, psicografia de Francisco C. Xavier Seara Espírita a Caminho do Mestre, Domingo as 9h da manhã https://www.facebook.com/searaespiritaacaminhodomestre/ https://www.youtube.com/channel/UCiGuBtfdvPyz9fm_w9R5Xjg Evangelho No Lar - Pão Nosso
  • 4. Atitude sumamente perigosa louvar o homem a si mesmo, presumindo desconhecer que se encontra em plano de serviço árduo, dentro do qual lhe compete emitir diariamente testemunhos difíceis. É posição mental não somente ameaçadora, quanto falsa, porque lá vem um momento inesperado em que o espinho do coração aparece. O Espinho 1/4 “E para que me não exaltasse pelas excelências das revelações, foi-me dado um espinho na carne, mensageiro de Satanás.” – Paulo. (2ª Epístola aos Coríntios, 12:7.)
  • 5. O discípulo prudente alimentará a confiança sem bazófia1, revelando-se corajoso sem ser metediço2. Reconhece a extensão de suas dívidas para com o Mestre e não encontra glória em si mesmo, por verificar que toda a glória pertence a Ele mesmo, o Senhor. Não são poucos os homens do mundo, invigilantes e inquietos, que, após receberem o incenso da multidão, passam a curtir as amarguras da soledade; muitos deles se comprazem nos galarins3 da fama, qual se estivessem convertidos em ídolos eternos, para chorarem, mais tarde, a sós, com o seu espinho ignorado nos recessos do ser. O Espinho 2/4 1. vaidade exacerbada e infundada; vanglória, presunção. / 2. que se intromete onde não o chamam; intrometido. / 3. grande riqueza; opulência; ostentação.
  • 6. Por que assumir posição de mestre infalível, quando não passamos de simples aprendizes? Não será mais justo servir ao Senhor, na mocidade ou na velhice, na abundância ou na escassez, na administração ou na subalternidade, com o espírito de ponderação, observando os nossos pontos vulneráveis, na insuficiência e imperfeição do que temos sido, até agora? O Espinho 3/4
  • 7. Lembremo-nos de que Paulo de Tarso esteve com Jesus pessoalmente; foi indicado para o serviço divino em Antioquia pelas próprias vozes do Céu; lutou, trabalhou e sofreu pelo Evangelho do Reino e, escrevendo aos coríntios, já envelhecido e cansado, ainda se referiu ao espinho que lhe foi dado para que se não exaltasse no sublime trabalho das revelações. O Espinho 4/4
  • 8. Indagado sobre problemas de relacionamento humano, disse Chico Xavier: “Existem pessoas que se sentem ofendidas, magoadas por qualquer coisa: à mais leve contrariedade, se sentem humilhadas... Ora, nós não viemos a este mundo para nos banhar em águas de rosas... Somos Espíritos altamente endividados - dentro de nós o passado ainda fala mais alto... Não podemos ser tão suscetíveis assim...” Francisco Candido Xavier, citado no artigo Melindres de Richard Simonetti Não podemos ser tão suscetíveis..
  • 9. Na execução das tarefas que o Senhor nos concede na seara espírita, encontramos obstáculos de todo gênero: aqueles que procedem das circunstâncias, como sejam: • os empecilhos do tempo; • a condução difícil; • as exigências sociais; • as atividades extras da profissão. Obstáculos 1/4 Livro Rumo Certo, Emmanuel, psicografia de Francisco C. Xavier
  • 10. Aqueles que nascem de casa: • a festa imprevista; • o parente enfermo; • a visita inesperada; • o impedimento doméstico. Muitos que nos chegam dos entes queridos, quais estes: • a oposição dos pontos de vista; • a incompreensão; • o apelo insistente a regozijos menos felizes; • a dificuldade, em comum, que exige apoio. Obstáculos 2/4
  • 11. Os que se originam no grupo de trabalho: • o azedume dos companheiros; • a ausência de concurso fraterno; • a crítica destrutiva; • a falta de entendimento. E aqueles outros dos piores, os que nascem de nós mesmos: • o desânimo; • a irritação; • a rebeldia; • a intemperança mental; • a doença de gravidade imaginária; • o cansaço suposto invencível. Obstáculos 3/4
  • 12. Toda vez que obstáculos se nos interponham entre o dever da ação e a necessidade da cooperação no serviço do bem aos semelhantes, que redundará sempre em benefício a nós mesmos, peçamos o Auxílio Divino, através da prece silenciosa, e atendamos a todos aqueles que nos digam respeito à tranqüilidade da consciência, mas, à frente de quaisquer outros, sem qualquer fundamento sério na vida espiritual, tenhamos suficiente coragem para romper com eles, na certeza de que, com a Bênção de Deus, saberemos atravessar todas as crises e empeços da luta cotidiana, se nos dispusermos a trabalhar. Livro Rumo Certo, Emmanuel, psicografia de Francisco C. Xavier Obstáculos 4/4
  • 13. ”Desperta, ó tu que dormes, levanta-te dentre os mortos e o Cristo te esclarecerá.” Paulo. (Efésios,5:14.)) 13
  • 14. O apóstolo Paulo estava tão certo do valor do despertamento da consciência, que em memorável carta aos Efésios, conclamou: Desperta, ó tu que dormes, levanta-te entre os mortos e o Cristo te esclarecera. Isso porque, sono é forma de morte, de desperdício da oportunidade educativa, esclarecedora, terapêutica, enriquecedora. E nesse sentido, quando se está desperto, Jesus o esclarece, a fim de que avance corajosamente na busca da sua autoidentificação. Desperta e Anda Livro Vida: Desafios e Soluções, Joanna de Angelis, psicografia de Divaldo P. Franco
  • 15. 919. Qual o meio prático mais eficaz que tem o homem de se melhorar nesta vida e de resistir à atração do mal? “Um sábio da antiguidade vo-lo disse: Conhece-te a ti mesmo.” a) … Qual o meio de consegui-lo? “Fazei o que eu fazia, quando vivi na Terra: ao fim do dia, interrogava a minha consciência, passava revista ao que fizera e perguntava a mim mesmo se não faltara a algum dever, se ninguém tivera motivo para de mim se queixar. Foi assim que cheguei a me conhecer e a ver o que em mim precisava de reforma. O Livro dos Espíritos, Da Perfeição Moral, Allan Kardec Espírito de Ponderação 1/3
  • 16. Aquele que, todas as noites, evocasse todas as ações que praticara durante o dia e inquirisse de si mesmo o bem ou o mal que houvera feito, rogando a Deus e ao seu anjo de guarda que o esclarecessem, grande força adquiriria para se aperfeiçoar, porque, crede-me, Deus o assistiria. Dirigi, pois, a vós mesmos perguntas, interrogai-vos sobre o que tendes feito e com que objetivo procedestes em tal ou tal circunstância, sobre se fizestes alguma coisa que, feita por outrem, censuraríeis, sobre se obrastes alguma ação que não ousaríeis confessar. Perguntai ainda mais: “Se aprouvesse a Deus chamar-me neste momento, teria que temer o olhar de alguém, ao entrar de novo no mundo dos Espíritos, onde nada pode ser ocultado?” Santo Agostinho Espírito de Ponderação 2/3
  • 17. Espírito de Ponderação 3/3 “Examinai o que pudestes ter obrado contra Deus, depois contra o vosso próximo e, finalmente, contra vós mesmos. As respostas vos darão, ou o descanso para a vossa consciência, ou a indicação de um mal que precise ser curado.” Santo Agostinho
  • 18.
  • 19.
  • 20. • Livro Pão Nosso, espírito Emmanuel, psicografia de Francisco C. Xavier • O Livro dos Espíritos, Allan Kardec • O Evangelho Segundo o Espiritismo, Allan Kardec • Francisco Candido Xavier, citado no artigo Melindres de Richard Simonetti • Livro Rumo Certo, Emmanuel, psicografia de Francisco C. Xavier • Livro Vida: Desafios e Soluções, Joanna de Angelis, psicografia de Divaldo P. Franco Slides da apresentação: https://pt.slideshare.net/ricardoazevedo9216 Referências Bibliográficas

Notas do Editor

  1. Quem olha para fora sonha, quem olha para dentro desperta. Carl Jung