SlideShare uma empresa Scribd logo
Desenvolvendo Uma
Consciência de Santidade
Lições Bíblicas Adultos 2° Trimestre 2024
CPAD, Revista: A CARREIRA QUE NOS
ESTÁ PROPOSTA: O Caminho da salvação,
santidade e perseverança para chegar ao céu.
Comentarista: Pr. Osiel Gomes
Apresentação: Missionário Celso Napoleon
O dia Pastor - 9 de junho de 2024
Lição 10
“Segui a paz com todos e a
santificação, sem a qual
ninguém verá o Senhor.”
(Hb 12.14)
TEXTO ÁUREO
2
Na jornada para o Céu, devemos estar
conscientes a respeito da necessidade de
ter uma vida santa para nos
encontrarmos com o Senhor.
VERDADE PRÁTICA
3
Segunda - Jo 17.17 A Palavra de Deus gera verdadeira
santidade
Terça - Rm 6.19-22 Um chamado para a santificação na
jornada
Quarta - Rm 8.29; 1 Jo 3.2 O propósito de ser como Jesus
Quinta - 1 Co 6.11 A santificação inicial na jornada
Sexta - Ef 4.20-24,27-30 A santificação progressiva na jornada
Sábado - 1 Ts 4.13-18 A glorificação final após a jornada da
vida cristã
LEITURA DIÁRIA
4
LEITURA BÍBLICA
EM CLASSE
5
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
1 Pedro 1.13-21
13 - Portanto, cingindo os lombos do vosso entendimento, sede
sóbrios e esperai inteiramente na graça que se vos ofereceu na
revelação de Jesus Cristo,
14 - como filhos obedientes, não vos conformando com as
concupiscências que antes havia em vossa ignorância;
15 - mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós
também santos em toda a vossa maneira de viver,
16 - porquanto escrito está: Sede santos, porque eu sou santo.
6
17 - E, se invocais por Pai aquele que, sem acepção de pessoas, julga
segundo a obra de cada um, andai em temor, durante o tempo da vossa
peregrinação,
18 - sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro,
que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que, por tradição,
recebestes dos vossos pais,
19 - mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro
imaculado e incontaminado,
20 - o qual, na verdade, em outro tempo, foi conhecido, ainda antes da
fundação do mundo, mas manifestado, nestes últimos tempos, por amor
de vós;
21 - e por ele credes em Deus, que o ressuscitou dos mortos e lhe deu
glória, para que a vossa fé e esperança estivessem em Deus. 7
INTRODUÇÃO
A palavra “consciência” nos remete a ideia de percepção a
respeito de algo que está em nossa volta, é o estado em
que estamos despertos, acordados e lúcidos no tempo
presente e, por isso, sabemos que existimos. Desse jeito, o
crente em Jesus, que iniciou a sua jornada de fé com
Cristo, deve estar consciente a respeito de viver uma vida
santa, sem a qual, a Bíblia afirma: “ninguém verá o
Senhor” (Hb 12.14). Nesta lição, estudaremos a
importância da santidade em nossa jornada para o Céu.
8
PALAVRA-CHAVE:
Santidade
9
10
I – A PERSPECTIVA BÍBLICA
DA SANTIFICAÇÃO
I – A PERSPECTIVA BÍBLICA DA
SANTIFICAÇÃO
1. Santificação no Antigo Testamento. Do hebraico qôdesh,
santidade é um substantivo masculino que significa “sacralidade”, “posto
à parte”, que pode se referir a Deus, aos lugares, coisas, algo à parte,
separado. Essa palavra deriva da raiz verbal hebraica qadash, que traz a
ideia de “consagrar”, “santificar”, “preparar”, “dedicar”, “ser
consagrado”, “ser santo”, “ser santificado”, “ser separado”. Nesse
sentido, a palavra qôdesh aparece cerca 469 vezes no Antigo Testamento
como santidade (Êx 15.11), coisa santa (Nm 4.15), santuário (Êx 36.4).
Outrossim, o adjetivo qâdôsh, muito presente no Pentateuco, os
primeiros livros da Bíblia, traz a ideia de um dia, uma pessoa ou uma
nação inteiramente consagrada, separada, santificada a Deus (Gn 2.3 Êx
19.6). 11
2. No Novo Testamento. O verbo grego hagiadzô, quer
dizer “santificar”, traz a ideia de “tornar santo”, “purificar
ou consagrar”, “venerar”, “ser santo”. Esse termo abrange
o sentido de o crente tornar-se puro, de modo a estar
purificado e santificado por obra graciosa do Espírito
Santo (1 Co 6.11). Nesse sentido, no Novo Testamento, a
santidade operada na vida do crente é uma obra autêntica
do alto (Ef 5.26; 1 Ts 5.23).
12
3. A santidade exigida pela Palavra. Em nossa jornada
cristã rumo ao Céu, a Palavra de Deus exige santidade em
todas as áreas de nossa vida. Isso porque a palavra da
verdade nos santifica (Jo 17.17). Desse modo, o crente em
Jesus não pode ter compromisso com o comportamento
pecaminoso, visto que em sua lida diária, ele tem um
compromisso de buscar um estilo de vida santo, pois sabe
que sem ele não podemos ver o Senhor (Hb 12.14).
13
A Palavra de Deus aponta o estilo
de vida santo sem o qual não
podemos agradar a Deus.
SINOPSE I
14
15
II – A SANTIFICAÇÃO E SEUS
ESTÁGIOS
16
1. A realidade da santificação. A partir do que estudamos sobre os
termos bíblicos a respeito da santificação, podemos afirmar que se trata
de um ato, um estado e um processo pelo qual o pecador se torna santo
(Rm 6.19-22; 1 Ts 4.1-7). Em primeiro lugar, a santificação é um ato de
separação do mundo. Em segundo, ela é um processo cujo propósito é
levar o cristão a se tornar semelhante ao nosso Senhor Jesus Cristo (Rm
8.29). Assim, a santificação busca aperfeiçoar o crente de modo que a
imagem de Cristo se reflita plenamente em sua vida (2 Co 7.1; Ef
4.12,13; 5.26). Nesse caso, a santificação bíblica é um processo que
abrange pelo menos três estágios: Santificação inicial (posicional),
Santificação Progressiva e Glorificação.
II – A SANTIFICAÇÃO E SEUS ESTÁGIOS
17
2. Três estágios da santificação. Em primeiro lugar, a
santificação do crente inicia com o Novo Nascimento, pois por
intermédio do Espírito Santo, o crente é declarado justo diante
de Deus, completamente regenerado, declarado sem pecado;
trata-se da santificação inicial ou posicional (1 Co 6.11). Em
segundo lugar, há o estágio progressivo da santificação neste
mundo, em que o crente se despoja do “velho homem” e vai se
revestindo do “novo homem” até alcançar a perfeita imagem de
Cristo (Gl 5.16-18; Ef 4.20-24,27-30). Esse estágio leva ao
último: o da glorificação. Esse é o momento em que o crente
será como Jesus é (Rm 8.29; 1Jo 3.2) e receberá um corpo
ressurreto tal qual o do nosso Senhor, por ocasião da sua
aparição após a ressureição (Jo 20.24-29; cf. 1 Ts 4.13-18).
18
3. O alvo da santificação. Segundo o estudo dos três
estágios da santificação, percebemos que o propósito da
santificação é tornar o crente perfeitamente coerente com
a plenitude do caráter divino (Mt 5.8). Nesse aspecto, todo
crente regenerado é chamado por Deus para ouvir,
guardar e praticar seus mandamentos, de modo que seja a
sua santa habitação de Deus (Jo 14.23).
A santificação trata-se de um ato, um estado e um
processo pelo qual o pecador se torna santo.
SINOPSE II
19
20
III – O JULGAMENTO DO
DEUS SANTO
21
III – O JULGAMENTO DO DEUS SANTO
1. O Deus Santo. A Bíblia revela Deus como o Santo de Israel
(Is 1.4), com um nome Santo (Is 57.15); os serafins declaram a
sua santidade (Is 6.3) e, em santidade, ninguém pode se igualar a
Deus (1 Sm 2.2). Desse modo, a Bíblia afirma enfaticamente que
Deus é Santo. Assim, Ele é o nosso parâmetro para uma vida de
santidade, conforme registra o texto bíblico: “Santos sereis,
porque eu, o Senhor, vosso Deus, sou santo” (Lv 19.2; cf. 1 Pe
1.16). Portanto, à luz da santidade de Deus, somos chamados a
ser santos em nossa jornada.
22
2. Santidade exigida a todos os crentes. A Igreja de
Cristo neste mundo é o santuário dedicado ao Senhor (Ef
2.21). Por meio do nosso amado Salvador, o Senhor Jesus
Cristo, a Igreja foi santificada para apresentar-se gloriosa,
santa e sem defeito diante de Deus (Ef 5.26,27). Por isso,
como membros do Corpo de Cristo neste mundo,
comprados pelo seu precioso sangue, somos exortados e
convocados a andar em santidade (Hb 12.14).
Empenhemo-nos a nos consagrarmos a Deus em
verdadeira santidade (Rm 12.1)!
23
3. Santidade e justiça de Deus. Biblicamente, a santidade e a
justiça são atributos divinos que se relacionam. Como vimos,
essa virtude aponta para a essência de Deus, que é totalmente
puro, como bem afirma João: “Ele é luz e nEle não há treva
alguma” (1 Jo 1.5). Tudo em Deus é santo, puro e verdadeiro. A
justiça dEle aponta para a sua retidão, para a harmonia de sua
justiça com a Lei. Desse modo, compreender a santidade e a
justiça de Deus como atributos é importante para
reconhecermos que Ele é santo, reto, justo e verdadeiro. E que,
por isso, jamais deixará o ser humano impune diante de sua
rebelião contra a sua santidade e justiça (Gn 6.12,13).
Nenhum ser humano ficará impune
diante da santidade e justiça de Deus.
SINOPSE III
24
25
CONCLUSÃO
Na jornada para o Céu, o cristão precisa desenvolver uma
consciência da santidade de Deus para que possa tomá-la como
o padrão perfeito de vida. Devemos sempre progredir em
santidade desde o momento em que iniciamos a vida com Cristo
até o final de nossa jornada (1Jo 2.3). Estamos no tempo de ser
conscientes de que Deus ama a todos e não deseja que ninguém
se perca. Todavia, os que rejeitam uma vida santa e se entregam
ao pecado sofrerão a condenação eterna, pois santidade e justiça
são atributos de Deus que não se contradizem.
1. O que a Palavra de Deus gera?
A Palavra de Deus santifica o crente.
2. Segundo a lição, o que queremos dizer com
santificação?
A partir do que estudamos sobre os termos bíblicos
a respeito da santificação, podemos afirmar que se
trata de um ato, um estado e um processo pelo qual
o pecador se torna santo (Rm 6.19-22; 1 Ts 4.1-7).
Revisando o conteúdo
26
3. Mencione os três estágios da santificação.
A santificação bíblica é um processo que abrange pelo
menos três estágios: Santificação inicial (posicional),
Santificação Progressiva e Glorificação.
4. Como a Bíblia revela Deus?
A Bíblia revela Deus como o Santo de Israel (Is 1.4), com
um nome Santo (Is 57.15); os serafins declaram a sua
santidade (Is 6.3) e, em santidade, ninguém pode se
igualar a Deus (1 Sm 2.2).
5. Para o que a Bíblia aponta a santidade de Deus?
Aponta para a essência de Deus, que é totalmente puro,
como bem afirma João: “Ele é luz e nEle não há treva
alguma” (1 Jo 1.5). 27
28
• Referências
CPAD. A CARREIRA QUE NOS ESTÁ PROPOSTA: O Caminho da Salvação,
Santidade e Perseverança para Chegar ao Céu. Rio de Janeiro: Casa
Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD), 2024. (Lições Bíblicas, Adultos
CPAD).
KAPLAN, Aryeh (ORG.). Bíblia Antigo Testamento: A Torá Viva - Os cinco
livros de Moisés e as Haftarot: uma tradução baseada em fontes judaicas
tradicionais, com comentários, introdução, mapas, tabelas, gravuras,
bibliografia e índice remissivo. 3a ed. São Paulo: Maayanot, 2000.
SOCIEDADE BÍBLICA DO BRASIL (ORG.). Bíblia De Estudo Pentecostal -
Almeida Revista e Corrigida. 6a ed. Rio de Janeiro, RJ: SBB, 2014.
SOCIEDADE BÍBLICA DO BRASIL (org.). Bíblia De Estudo Plenitude
Revista E Atualizada. Barueri, SP: SBB, 2005.
LIÇÕES:
• Lição 1- O Início da Caminhada
• Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga
• Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão
• Lição 4 - Como se Conduzir na Caminhada
• Lição 5 - Os Inimigos do Cristão
• Lição 6 - As nossas Armas Espirituais
• Lição 7 - O Perigo da Murmuração
• Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado
• Lição 9 - Resistindo à Tentação no Caminho
• Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade
• Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno
• Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão
• Lição 13 – A Cidade Celestial
29
EBD – Escola Bíblica
Dominical
Lições Bíblicas Adultos 2° trimestre 2024
CPAD
REVISTA: A CARREIRA QUE NOS
ESTÁ PROPOSTA: O Caminho da
Salvação, Santidade e Perseverança para
Chegar ao Céu
Comentarista: Pr. Osiel Gomes
Apresentação: Missionário Celso
Napoleon
Renovados na Graça
OBRIGADO
30
Celso Napoleon
• renovadosnagraca@gmail.com
• https://www.facebook.com/renovadosnagraca
• Renovados na Graça

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As manifestações do Espírito SantoLição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Éder Tomé
 
Conhecendo a salvação
Conhecendo a salvaçãoConhecendo a salvação
Conhecendo a salvação
Josue Lima
 
Lição 6 - As nossas Armas Espirituais.pptx
Lição 6 - As nossas Armas Espirituais.pptxLição 6 - As nossas Armas Espirituais.pptx
Lição 6 - As nossas Armas Espirituais.pptx
Celso Napoleon
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de CristoLição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Éder Tomé
 
Lição 1 - Duas Importantes Mulheres na História de um Povo.pptx
Lição 1 - Duas Importantes Mulheres na História de um Povo.pptxLição 1 - Duas Importantes Mulheres na História de um Povo.pptx
Lição 1 - Duas Importantes Mulheres na História de um Povo.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo JesusLição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Éder Tomé
 
Lição 1 - Uma promessa de salvação
Lição 1 - Uma promessa de salvaçãoLição 1 - Uma promessa de salvação
Lição 1 - Uma promessa de salvação
Erberson Pinheiro
 
Lição 6 - O temor a Deus e as atitudes corretas
Lição 6 - O temor a Deus e as atitudes corretasLição 6 - O temor a Deus e as atitudes corretas
Lição 6 - O temor a Deus e as atitudes corretas
Éder Tomé
 
Lição 12 a morte de jesus
Lição 12 a morte de jesusLição 12 a morte de jesus
Lição 12 a morte de jesus
José Nilson Virgino
 
Lição 7 - O Perigo da Murmuração - EBD.pptx
Lição 7 - O Perigo da Murmuração - EBD.pptxLição 7 - O Perigo da Murmuração - EBD.pptx
Lição 7 - O Perigo da Murmuração - EBD.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novoLição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novo
Éder Tomé
 
Slides Lição 7, CPAD, O Ministério da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Ministério da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Ministério da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Ministério da Igreja, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Lição 14 - Missões e a Volta do Senhor Jesus.pptx
Lição 14 - Missões e a Volta do Senhor Jesus.pptxLição 14 - Missões e a Volta do Senhor Jesus.pptx
Lição 14 - Missões e a Volta do Senhor Jesus.pptx
Celso Napoleon
 
Panorama do NT - 1João
Panorama do NT - 1JoãoPanorama do NT - 1João
Panorama do NT - 1João
Respirando Deus
 
4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Uma vida cristã equilibrada
Uma vida cristã equilibradaUma vida cristã equilibrada
Uma vida cristã equilibrada
Moisés Sampaio
 
Lição 13 – O Mundo de Deus no Mundo dos Homens.pptx
Lição 13 – O Mundo de Deus no Mundo dos Homens.pptxLição 13 – O Mundo de Deus no Mundo dos Homens.pptx
Lição 13 – O Mundo de Deus no Mundo dos Homens.pptx
Celso Napoleon
 
estudo biblico
estudo biblicoestudo biblico
estudo biblico
valmarques
 

Mais procurados (20)

Lição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As manifestações do Espírito SantoLição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As manifestações do Espírito Santo
 
Conhecendo a salvação
Conhecendo a salvaçãoConhecendo a salvação
Conhecendo a salvação
 
Lição 6 - As nossas Armas Espirituais.pptx
Lição 6 - As nossas Armas Espirituais.pptxLição 6 - As nossas Armas Espirituais.pptx
Lição 6 - As nossas Armas Espirituais.pptx
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de CristoLição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
 
Lição 1 - Duas Importantes Mulheres na História de um Povo.pptx
Lição 1 - Duas Importantes Mulheres na História de um Povo.pptxLição 1 - Duas Importantes Mulheres na História de um Povo.pptx
Lição 1 - Duas Importantes Mulheres na História de um Povo.pptx
 
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo JesusLição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
 
Lição 1 - Uma promessa de salvação
Lição 1 - Uma promessa de salvaçãoLição 1 - Uma promessa de salvação
Lição 1 - Uma promessa de salvação
 
Lição 6 - O temor a Deus e as atitudes corretas
Lição 6 - O temor a Deus e as atitudes corretasLição 6 - O temor a Deus e as atitudes corretas
Lição 6 - O temor a Deus e as atitudes corretas
 
Lição 12 a morte de jesus
Lição 12 a morte de jesusLição 12 a morte de jesus
Lição 12 a morte de jesus
 
Lição 7 - O Perigo da Murmuração - EBD.pptx
Lição 7 - O Perigo da Murmuração - EBD.pptxLição 7 - O Perigo da Murmuração - EBD.pptx
Lição 7 - O Perigo da Murmuração - EBD.pptx
 
Lição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novoLição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novo
 
Slides Lição 7, CPAD, O Ministério da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Ministério da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Ministério da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Ministério da Igreja, 1Tr24.pptx
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Lição 14 - Missões e a Volta do Senhor Jesus.pptx
Lição 14 - Missões e a Volta do Senhor Jesus.pptxLição 14 - Missões e a Volta do Senhor Jesus.pptx
Lição 14 - Missões e a Volta do Senhor Jesus.pptx
 
Panorama do NT - 1João
Panorama do NT - 1JoãoPanorama do NT - 1João
Panorama do NT - 1João
 
4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos
 
Uma vida cristã equilibrada
Uma vida cristã equilibradaUma vida cristã equilibrada
Uma vida cristã equilibrada
 
Lição 13 – O Mundo de Deus no Mundo dos Homens.pptx
Lição 13 – O Mundo de Deus no Mundo dos Homens.pptxLição 13 – O Mundo de Deus no Mundo dos Homens.pptx
Lição 13 – O Mundo de Deus no Mundo dos Homens.pptx
 
estudo biblico
estudo biblicoestudo biblico
estudo biblico
 

Semelhante a Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx

A Necessidade de Termos uma Vida Santa.
A Necessidade de Termos uma Vida Santa.A Necessidade de Termos uma Vida Santa.
A Necessidade de Termos uma Vida Santa.
Márcio Martins
 
Lição 3 - A vida do Novo Convertido
Lição 3 - A vida do Novo ConvertidoLição 3 - A vida do Novo Convertido
Lição 3 - A vida do Novo Convertido
Nilton Cesar Marcelino
 
Lição 3
Lição 3Lição 3
Lição 9 mortos para o pecado
Lição 9 mortos para o pecadoLição 9 mortos para o pecado
Lição 9 mortos para o pecado
boasnovassena
 
Santidade
SantidadeSantidade
Santidade
PR MARCIO
 
Lição 9 - A necessidade de Termos uma Vida Santa
Lição 9 - A necessidade de Termos uma Vida SantaLição 9 - A necessidade de Termos uma Vida Santa
Lição 9 - A necessidade de Termos uma Vida Santa
I.A.D.F.J - SAMAMABAIA SUL
 
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 9 - A necessidade de termos uma vida santa
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 9 - A necessidade de termos uma vida santaLBA 2017 3 TRI LIÇÃO 9 - A necessidade de termos uma vida santa
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 9 - A necessidade de termos uma vida santa
Natalino das Neves Neves
 
A necessidade de termos uma vida santa
A necessidade de termos uma vida santaA necessidade de termos uma vida santa
A necessidade de termos uma vida santa
Hamilton Souza
 
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 09
E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 09E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 09
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 09
Joel Silva
 
Lição 09 - A necessidade de termos uma vida santa
Lição 09 - A necessidade de termos uma vida santaLição 09 - A necessidade de termos uma vida santa
Lição 09 - A necessidade de termos uma vida santa
Éder Tomé
 
Lição 6 o batismo - folha grande
Lição 6   o batismo - folha grandeLição 6   o batismo - folha grande
Lição 6 o batismo - folha grande
csssss2012
 
Lição 6 - Santificação: Comprometidos com a Ética do Espírito (Windscreen)
Lição 6 - Santificação: Comprometidos com a Ética do Espírito (Windscreen)Lição 6 - Santificação: Comprometidos com a Ética do Espírito (Windscreen)
Lição 6 - Santificação: Comprometidos com a Ética do Espírito (Windscreen)
Éder Tomé
 
Os Sacramentos da Nova Lei Instituídos por Jesus
Os Sacramentos da Nova Lei Instituídos por JesusOs Sacramentos da Nova Lei Instituídos por Jesus
Os Sacramentos da Nova Lei Instituídos por Jesus
Walben
 
Institutogamaliel.com santificao exigncia-de_deus
Institutogamaliel.com santificao exigncia-de_deusInstitutogamaliel.com santificao exigncia-de_deus
Institutogamaliel.com santificao exigncia-de_deus
Instituto Teológico Gamaliel
 
Institutogamaliel.com teses sobre a doutrina da santificação
Institutogamaliel.com teses sobre a doutrina da santificaçãoInstitutogamaliel.com teses sobre a doutrina da santificação
Institutogamaliel.com teses sobre a doutrina da santificação
Instituto Teológico Gamaliel
 
O LEIGO ENQUANTO CRISTÃO
O LEIGO ENQUANTO CRISTÃOO LEIGO ENQUANTO CRISTÃO
O LEIGO ENQUANTO CRISTÃO
Pedro Francisco Moraes De
 
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxLição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
LICAO 7 - SANTIDADE.pdf
LICAO 7 - SANTIDADE.pdfLICAO 7 - SANTIDADE.pdf
LICAO 7 - SANTIDADE.pdf
AndersonCristianoPer
 
Porta fidei
Porta fideiPorta fidei
Porta fidei
Vanildo Zugno
 
Propósito com a santificação.
Propósito com a santificação.Propósito com a santificação.
Propósito com a santificação.
Quenia Damata
 

Semelhante a Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx (20)

A Necessidade de Termos uma Vida Santa.
A Necessidade de Termos uma Vida Santa.A Necessidade de Termos uma Vida Santa.
A Necessidade de Termos uma Vida Santa.
 
Lição 3 - A vida do Novo Convertido
Lição 3 - A vida do Novo ConvertidoLição 3 - A vida do Novo Convertido
Lição 3 - A vida do Novo Convertido
 
Lição 3
Lição 3Lição 3
Lição 3
 
Lição 9 mortos para o pecado
Lição 9 mortos para o pecadoLição 9 mortos para o pecado
Lição 9 mortos para o pecado
 
Santidade
SantidadeSantidade
Santidade
 
Lição 9 - A necessidade de Termos uma Vida Santa
Lição 9 - A necessidade de Termos uma Vida SantaLição 9 - A necessidade de Termos uma Vida Santa
Lição 9 - A necessidade de Termos uma Vida Santa
 
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 9 - A necessidade de termos uma vida santa
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 9 - A necessidade de termos uma vida santaLBA 2017 3 TRI LIÇÃO 9 - A necessidade de termos uma vida santa
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 9 - A necessidade de termos uma vida santa
 
A necessidade de termos uma vida santa
A necessidade de termos uma vida santaA necessidade de termos uma vida santa
A necessidade de termos uma vida santa
 
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 09
E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 09E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 09
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 09
 
Lição 09 - A necessidade de termos uma vida santa
Lição 09 - A necessidade de termos uma vida santaLição 09 - A necessidade de termos uma vida santa
Lição 09 - A necessidade de termos uma vida santa
 
Lição 6 o batismo - folha grande
Lição 6   o batismo - folha grandeLição 6   o batismo - folha grande
Lição 6 o batismo - folha grande
 
Lição 6 - Santificação: Comprometidos com a Ética do Espírito (Windscreen)
Lição 6 - Santificação: Comprometidos com a Ética do Espírito (Windscreen)Lição 6 - Santificação: Comprometidos com a Ética do Espírito (Windscreen)
Lição 6 - Santificação: Comprometidos com a Ética do Espírito (Windscreen)
 
Os Sacramentos da Nova Lei Instituídos por Jesus
Os Sacramentos da Nova Lei Instituídos por JesusOs Sacramentos da Nova Lei Instituídos por Jesus
Os Sacramentos da Nova Lei Instituídos por Jesus
 
Institutogamaliel.com santificao exigncia-de_deus
Institutogamaliel.com santificao exigncia-de_deusInstitutogamaliel.com santificao exigncia-de_deus
Institutogamaliel.com santificao exigncia-de_deus
 
Institutogamaliel.com teses sobre a doutrina da santificação
Institutogamaliel.com teses sobre a doutrina da santificaçãoInstitutogamaliel.com teses sobre a doutrina da santificação
Institutogamaliel.com teses sobre a doutrina da santificação
 
O LEIGO ENQUANTO CRISTÃO
O LEIGO ENQUANTO CRISTÃOO LEIGO ENQUANTO CRISTÃO
O LEIGO ENQUANTO CRISTÃO
 
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxLição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
 
LICAO 7 - SANTIDADE.pdf
LICAO 7 - SANTIDADE.pdfLICAO 7 - SANTIDADE.pdf
LICAO 7 - SANTIDADE.pdf
 
Porta fidei
Porta fideiPorta fidei
Porta fidei
 
Propósito com a santificação.
Propósito com a santificação.Propósito com a santificação.
Propósito com a santificação.
 

Mais de Celso Napoleon

Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 2 The Book of Ruth - Sunday Bible School .pptx
Lesson 2 The Book of Ruth - Sunday Bible School .pptxLesson 2 The Book of Ruth - Sunday Bible School .pptx
Lesson 2 The Book of Ruth - Sunday Bible School .pptx
Celso Napoleon
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 1 Two Important Women in the History of a People.pptx
Lesson 1 Two Important Women in the History of a People.pptxLesson 1 Two Important Women in the History of a People.pptx
Lesson 1 Two Important Women in the History of a People.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 13 – The Celestial City - CPAD.pptx
Lesson 13 – The Celestial City - CPAD.pptxLesson 13 – The Celestial City - CPAD.pptx
Lesson 13 – The Celestial City - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 12 - The Blessed Hope: The Mark of the Christian.pptx
Lesson 12 - The Blessed Hope: The Mark of the Christian.pptxLesson 12 - The Blessed Hope: The Mark of the Christian.pptx
Lesson 12 - The Blessed Hope: The Mark of the Christian.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 11 - The Biblical Reality of Hell.pptx
Lesson 11 - The Biblical Reality of Hell.pptxLesson 11 - The Biblical Reality of Hell.pptx
Lesson 11 - The Biblical Reality of Hell.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 10 - Developing a Consciousness of Holiness.pptx
Lesson 10 - Developing a Consciousness of Holiness.pptxLesson 10 - Developing a Consciousness of Holiness.pptx
Lesson 10 - Developing a Consciousness of Holiness.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 9 - Resisting Temptation Along the Way.pptx
Lesson 9 - Resisting Temptation Along the Way.pptxLesson 9 - Resisting Temptation Along the Way.pptx
Lesson 9 - Resisting Temptation Along the Way.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 8 - Confessing and Forsaking Sin.pptx
Lesson 8 - Confessing and Forsaking Sin.pptxLesson 8 - Confessing and Forsaking Sin.pptx
Lesson 8 - Confessing and Forsaking Sin.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 7 - The Danger of Murmuring - SBS.pptx
Lesson 7 - The Danger of Murmuring - SBS.pptxLesson 7 - The Danger of Murmuring - SBS.pptx
Lesson 7 - The Danger of Murmuring - SBS.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 6 - Our Spiritual Weapons - SBS.pptx
Lesson 6 - Our Spiritual Weapons - SBS.pptxLesson 6 - Our Spiritual Weapons - SBS.pptx
Lesson 6 - Our Spiritual Weapons - SBS.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 5 - The Enemies of the Christian.pptx
Lesson 5 - The Enemies of the Christian.pptxLesson 5 - The Enemies of the Christian.pptx
Lesson 5 - The Enemies of the Christian.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 4 - How to Conduct Yourself on a Walk.pptx
Lesson 4 - How to Conduct Yourself on a Walk.pptxLesson 4 - How to Conduct Yourself on a Walk.pptx
Lesson 4 - How to Conduct Yourself on a Walk.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 4 - Como se Conduzir na Caminhada.pptx
Lição 4 - Como se Conduzir na Caminhada.pptxLição 4 - Como se Conduzir na Caminhada.pptx
Lição 4 - Como se Conduzir na Caminhada.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 3 - Heaven - the Christian's Destiny.pptx
Lesson 3 - Heaven - the Christian's Destiny.pptxLesson 3 - Heaven - the Christian's Destiny.pptx
Lesson 3 - Heaven - the Christian's Destiny.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 2 - The Choice between the Narrow Gate and the Wide Gate.pptx
Lesson 2 - The Choice between the Narrow Gate and the Wide Gate.pptxLesson 2 - The Choice between the Narrow Gate and the Wide Gate.pptx
Lesson 2 - The Choice between the Narrow Gate and the Wide Gate.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 1- The Beginning of the Walk.pptx
Lesson 1- The Beginning of the Walk.pptxLesson 1- The Beginning of the Walk.pptx
Lesson 1- The Beginning of the Walk.pptx
Celso Napoleon
 

Mais de Celso Napoleon (18)

Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Lesson 2 The Book of Ruth - Sunday Bible School .pptx
Lesson 2 The Book of Ruth - Sunday Bible School .pptxLesson 2 The Book of Ruth - Sunday Bible School .pptx
Lesson 2 The Book of Ruth - Sunday Bible School .pptx
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
Lesson 1 Two Important Women in the History of a People.pptx
Lesson 1 Two Important Women in the History of a People.pptxLesson 1 Two Important Women in the History of a People.pptx
Lesson 1 Two Important Women in the History of a People.pptx
 
Lesson 13 – The Celestial City - CPAD.pptx
Lesson 13 – The Celestial City - CPAD.pptxLesson 13 – The Celestial City - CPAD.pptx
Lesson 13 – The Celestial City - CPAD.pptx
 
Lesson 12 - The Blessed Hope: The Mark of the Christian.pptx
Lesson 12 - The Blessed Hope: The Mark of the Christian.pptxLesson 12 - The Blessed Hope: The Mark of the Christian.pptx
Lesson 12 - The Blessed Hope: The Mark of the Christian.pptx
 
Lesson 11 - The Biblical Reality of Hell.pptx
Lesson 11 - The Biblical Reality of Hell.pptxLesson 11 - The Biblical Reality of Hell.pptx
Lesson 11 - The Biblical Reality of Hell.pptx
 
Lesson 10 - Developing a Consciousness of Holiness.pptx
Lesson 10 - Developing a Consciousness of Holiness.pptxLesson 10 - Developing a Consciousness of Holiness.pptx
Lesson 10 - Developing a Consciousness of Holiness.pptx
 
Lesson 9 - Resisting Temptation Along the Way.pptx
Lesson 9 - Resisting Temptation Along the Way.pptxLesson 9 - Resisting Temptation Along the Way.pptx
Lesson 9 - Resisting Temptation Along the Way.pptx
 
Lesson 8 - Confessing and Forsaking Sin.pptx
Lesson 8 - Confessing and Forsaking Sin.pptxLesson 8 - Confessing and Forsaking Sin.pptx
Lesson 8 - Confessing and Forsaking Sin.pptx
 
Lesson 7 - The Danger of Murmuring - SBS.pptx
Lesson 7 - The Danger of Murmuring - SBS.pptxLesson 7 - The Danger of Murmuring - SBS.pptx
Lesson 7 - The Danger of Murmuring - SBS.pptx
 
Lesson 6 - Our Spiritual Weapons - SBS.pptx
Lesson 6 - Our Spiritual Weapons - SBS.pptxLesson 6 - Our Spiritual Weapons - SBS.pptx
Lesson 6 - Our Spiritual Weapons - SBS.pptx
 
Lesson 5 - The Enemies of the Christian.pptx
Lesson 5 - The Enemies of the Christian.pptxLesson 5 - The Enemies of the Christian.pptx
Lesson 5 - The Enemies of the Christian.pptx
 
Lesson 4 - How to Conduct Yourself on a Walk.pptx
Lesson 4 - How to Conduct Yourself on a Walk.pptxLesson 4 - How to Conduct Yourself on a Walk.pptx
Lesson 4 - How to Conduct Yourself on a Walk.pptx
 
Lição 4 - Como se Conduzir na Caminhada.pptx
Lição 4 - Como se Conduzir na Caminhada.pptxLição 4 - Como se Conduzir na Caminhada.pptx
Lição 4 - Como se Conduzir na Caminhada.pptx
 
Lesson 3 - Heaven - the Christian's Destiny.pptx
Lesson 3 - Heaven - the Christian's Destiny.pptxLesson 3 - Heaven - the Christian's Destiny.pptx
Lesson 3 - Heaven - the Christian's Destiny.pptx
 
Lesson 2 - The Choice between the Narrow Gate and the Wide Gate.pptx
Lesson 2 - The Choice between the Narrow Gate and the Wide Gate.pptxLesson 2 - The Choice between the Narrow Gate and the Wide Gate.pptx
Lesson 2 - The Choice between the Narrow Gate and the Wide Gate.pptx
 
Lesson 1- The Beginning of the Walk.pptx
Lesson 1- The Beginning of the Walk.pptxLesson 1- The Beginning of the Walk.pptx
Lesson 1- The Beginning of the Walk.pptx
 

Último

8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.128 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
PIB Penha
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
AntonioMugiba
 
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdfauxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
EzeirAlvesdaSilva
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
nadeclarice
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
SanturioTacararu
 
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
OBrasilParaCristoRad
 
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
PIB Penha
 
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
PIB Penha
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
Marta Gomes
 
7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA
7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA
7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA
OBrasilParaCristoRad
 
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.pptA VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
FranciscoAudisio2
 
Angelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.ppt
Angelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.pptAngelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.ppt
Angelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.ppt
mfixa3824
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
Nilson Almeida
 
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptxO MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
valneirocha
 
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
PIB Penha
 
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
PIB Penha
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Ricardo Azevedo
 
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
PIB Penha
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
PIB Penha
 

Último (20)

8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.128 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
 
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdfauxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
 
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
 
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
 
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
 
7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA
7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA
7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA
 
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.pptA VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
 
Angelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.ppt
Angelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.pptAngelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.ppt
Angelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.ppt
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
 
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptxO MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
 
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
 
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
 
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
 

Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx

  • 1. Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade Lições Bíblicas Adultos 2° Trimestre 2024 CPAD, Revista: A CARREIRA QUE NOS ESTÁ PROPOSTA: O Caminho da salvação, santidade e perseverança para chegar ao céu. Comentarista: Pr. Osiel Gomes Apresentação: Missionário Celso Napoleon O dia Pastor - 9 de junho de 2024 Lição 10
  • 2. “Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor.” (Hb 12.14) TEXTO ÁUREO 2
  • 3. Na jornada para o Céu, devemos estar conscientes a respeito da necessidade de ter uma vida santa para nos encontrarmos com o Senhor. VERDADE PRÁTICA 3
  • 4. Segunda - Jo 17.17 A Palavra de Deus gera verdadeira santidade Terça - Rm 6.19-22 Um chamado para a santificação na jornada Quarta - Rm 8.29; 1 Jo 3.2 O propósito de ser como Jesus Quinta - 1 Co 6.11 A santificação inicial na jornada Sexta - Ef 4.20-24,27-30 A santificação progressiva na jornada Sábado - 1 Ts 4.13-18 A glorificação final após a jornada da vida cristã LEITURA DIÁRIA 4
  • 6. LEITURA BÍBLICA EM CLASSE 1 Pedro 1.13-21 13 - Portanto, cingindo os lombos do vosso entendimento, sede sóbrios e esperai inteiramente na graça que se vos ofereceu na revelação de Jesus Cristo, 14 - como filhos obedientes, não vos conformando com as concupiscências que antes havia em vossa ignorância; 15 - mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver, 16 - porquanto escrito está: Sede santos, porque eu sou santo. 6
  • 7. 17 - E, se invocais por Pai aquele que, sem acepção de pessoas, julga segundo a obra de cada um, andai em temor, durante o tempo da vossa peregrinação, 18 - sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que, por tradição, recebestes dos vossos pais, 19 - mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado, 20 - o qual, na verdade, em outro tempo, foi conhecido, ainda antes da fundação do mundo, mas manifestado, nestes últimos tempos, por amor de vós; 21 - e por ele credes em Deus, que o ressuscitou dos mortos e lhe deu glória, para que a vossa fé e esperança estivessem em Deus. 7
  • 8. INTRODUÇÃO A palavra “consciência” nos remete a ideia de percepção a respeito de algo que está em nossa volta, é o estado em que estamos despertos, acordados e lúcidos no tempo presente e, por isso, sabemos que existimos. Desse jeito, o crente em Jesus, que iniciou a sua jornada de fé com Cristo, deve estar consciente a respeito de viver uma vida santa, sem a qual, a Bíblia afirma: “ninguém verá o Senhor” (Hb 12.14). Nesta lição, estudaremos a importância da santidade em nossa jornada para o Céu. 8
  • 10. 10 I – A PERSPECTIVA BÍBLICA DA SANTIFICAÇÃO
  • 11. I – A PERSPECTIVA BÍBLICA DA SANTIFICAÇÃO 1. Santificação no Antigo Testamento. Do hebraico qôdesh, santidade é um substantivo masculino que significa “sacralidade”, “posto à parte”, que pode se referir a Deus, aos lugares, coisas, algo à parte, separado. Essa palavra deriva da raiz verbal hebraica qadash, que traz a ideia de “consagrar”, “santificar”, “preparar”, “dedicar”, “ser consagrado”, “ser santo”, “ser santificado”, “ser separado”. Nesse sentido, a palavra qôdesh aparece cerca 469 vezes no Antigo Testamento como santidade (Êx 15.11), coisa santa (Nm 4.15), santuário (Êx 36.4). Outrossim, o adjetivo qâdôsh, muito presente no Pentateuco, os primeiros livros da Bíblia, traz a ideia de um dia, uma pessoa ou uma nação inteiramente consagrada, separada, santificada a Deus (Gn 2.3 Êx 19.6). 11
  • 12. 2. No Novo Testamento. O verbo grego hagiadzô, quer dizer “santificar”, traz a ideia de “tornar santo”, “purificar ou consagrar”, “venerar”, “ser santo”. Esse termo abrange o sentido de o crente tornar-se puro, de modo a estar purificado e santificado por obra graciosa do Espírito Santo (1 Co 6.11). Nesse sentido, no Novo Testamento, a santidade operada na vida do crente é uma obra autêntica do alto (Ef 5.26; 1 Ts 5.23). 12
  • 13. 3. A santidade exigida pela Palavra. Em nossa jornada cristã rumo ao Céu, a Palavra de Deus exige santidade em todas as áreas de nossa vida. Isso porque a palavra da verdade nos santifica (Jo 17.17). Desse modo, o crente em Jesus não pode ter compromisso com o comportamento pecaminoso, visto que em sua lida diária, ele tem um compromisso de buscar um estilo de vida santo, pois sabe que sem ele não podemos ver o Senhor (Hb 12.14). 13
  • 14. A Palavra de Deus aponta o estilo de vida santo sem o qual não podemos agradar a Deus. SINOPSE I 14
  • 15. 15 II – A SANTIFICAÇÃO E SEUS ESTÁGIOS
  • 16. 16 1. A realidade da santificação. A partir do que estudamos sobre os termos bíblicos a respeito da santificação, podemos afirmar que se trata de um ato, um estado e um processo pelo qual o pecador se torna santo (Rm 6.19-22; 1 Ts 4.1-7). Em primeiro lugar, a santificação é um ato de separação do mundo. Em segundo, ela é um processo cujo propósito é levar o cristão a se tornar semelhante ao nosso Senhor Jesus Cristo (Rm 8.29). Assim, a santificação busca aperfeiçoar o crente de modo que a imagem de Cristo se reflita plenamente em sua vida (2 Co 7.1; Ef 4.12,13; 5.26). Nesse caso, a santificação bíblica é um processo que abrange pelo menos três estágios: Santificação inicial (posicional), Santificação Progressiva e Glorificação. II – A SANTIFICAÇÃO E SEUS ESTÁGIOS
  • 17. 17 2. Três estágios da santificação. Em primeiro lugar, a santificação do crente inicia com o Novo Nascimento, pois por intermédio do Espírito Santo, o crente é declarado justo diante de Deus, completamente regenerado, declarado sem pecado; trata-se da santificação inicial ou posicional (1 Co 6.11). Em segundo lugar, há o estágio progressivo da santificação neste mundo, em que o crente se despoja do “velho homem” e vai se revestindo do “novo homem” até alcançar a perfeita imagem de Cristo (Gl 5.16-18; Ef 4.20-24,27-30). Esse estágio leva ao último: o da glorificação. Esse é o momento em que o crente será como Jesus é (Rm 8.29; 1Jo 3.2) e receberá um corpo ressurreto tal qual o do nosso Senhor, por ocasião da sua aparição após a ressureição (Jo 20.24-29; cf. 1 Ts 4.13-18).
  • 18. 18 3. O alvo da santificação. Segundo o estudo dos três estágios da santificação, percebemos que o propósito da santificação é tornar o crente perfeitamente coerente com a plenitude do caráter divino (Mt 5.8). Nesse aspecto, todo crente regenerado é chamado por Deus para ouvir, guardar e praticar seus mandamentos, de modo que seja a sua santa habitação de Deus (Jo 14.23).
  • 19. A santificação trata-se de um ato, um estado e um processo pelo qual o pecador se torna santo. SINOPSE II 19
  • 20. 20 III – O JULGAMENTO DO DEUS SANTO
  • 21. 21 III – O JULGAMENTO DO DEUS SANTO 1. O Deus Santo. A Bíblia revela Deus como o Santo de Israel (Is 1.4), com um nome Santo (Is 57.15); os serafins declaram a sua santidade (Is 6.3) e, em santidade, ninguém pode se igualar a Deus (1 Sm 2.2). Desse modo, a Bíblia afirma enfaticamente que Deus é Santo. Assim, Ele é o nosso parâmetro para uma vida de santidade, conforme registra o texto bíblico: “Santos sereis, porque eu, o Senhor, vosso Deus, sou santo” (Lv 19.2; cf. 1 Pe 1.16). Portanto, à luz da santidade de Deus, somos chamados a ser santos em nossa jornada.
  • 22. 22 2. Santidade exigida a todos os crentes. A Igreja de Cristo neste mundo é o santuário dedicado ao Senhor (Ef 2.21). Por meio do nosso amado Salvador, o Senhor Jesus Cristo, a Igreja foi santificada para apresentar-se gloriosa, santa e sem defeito diante de Deus (Ef 5.26,27). Por isso, como membros do Corpo de Cristo neste mundo, comprados pelo seu precioso sangue, somos exortados e convocados a andar em santidade (Hb 12.14). Empenhemo-nos a nos consagrarmos a Deus em verdadeira santidade (Rm 12.1)!
  • 23. 23 3. Santidade e justiça de Deus. Biblicamente, a santidade e a justiça são atributos divinos que se relacionam. Como vimos, essa virtude aponta para a essência de Deus, que é totalmente puro, como bem afirma João: “Ele é luz e nEle não há treva alguma” (1 Jo 1.5). Tudo em Deus é santo, puro e verdadeiro. A justiça dEle aponta para a sua retidão, para a harmonia de sua justiça com a Lei. Desse modo, compreender a santidade e a justiça de Deus como atributos é importante para reconhecermos que Ele é santo, reto, justo e verdadeiro. E que, por isso, jamais deixará o ser humano impune diante de sua rebelião contra a sua santidade e justiça (Gn 6.12,13).
  • 24. Nenhum ser humano ficará impune diante da santidade e justiça de Deus. SINOPSE III 24
  • 25. 25 CONCLUSÃO Na jornada para o Céu, o cristão precisa desenvolver uma consciência da santidade de Deus para que possa tomá-la como o padrão perfeito de vida. Devemos sempre progredir em santidade desde o momento em que iniciamos a vida com Cristo até o final de nossa jornada (1Jo 2.3). Estamos no tempo de ser conscientes de que Deus ama a todos e não deseja que ninguém se perca. Todavia, os que rejeitam uma vida santa e se entregam ao pecado sofrerão a condenação eterna, pois santidade e justiça são atributos de Deus que não se contradizem.
  • 26. 1. O que a Palavra de Deus gera? A Palavra de Deus santifica o crente. 2. Segundo a lição, o que queremos dizer com santificação? A partir do que estudamos sobre os termos bíblicos a respeito da santificação, podemos afirmar que se trata de um ato, um estado e um processo pelo qual o pecador se torna santo (Rm 6.19-22; 1 Ts 4.1-7). Revisando o conteúdo 26
  • 27. 3. Mencione os três estágios da santificação. A santificação bíblica é um processo que abrange pelo menos três estágios: Santificação inicial (posicional), Santificação Progressiva e Glorificação. 4. Como a Bíblia revela Deus? A Bíblia revela Deus como o Santo de Israel (Is 1.4), com um nome Santo (Is 57.15); os serafins declaram a sua santidade (Is 6.3) e, em santidade, ninguém pode se igualar a Deus (1 Sm 2.2). 5. Para o que a Bíblia aponta a santidade de Deus? Aponta para a essência de Deus, que é totalmente puro, como bem afirma João: “Ele é luz e nEle não há treva alguma” (1 Jo 1.5). 27
  • 28. 28 • Referências CPAD. A CARREIRA QUE NOS ESTÁ PROPOSTA: O Caminho da Salvação, Santidade e Perseverança para Chegar ao Céu. Rio de Janeiro: Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD), 2024. (Lições Bíblicas, Adultos CPAD). KAPLAN, Aryeh (ORG.). Bíblia Antigo Testamento: A Torá Viva - Os cinco livros de Moisés e as Haftarot: uma tradução baseada em fontes judaicas tradicionais, com comentários, introdução, mapas, tabelas, gravuras, bibliografia e índice remissivo. 3a ed. São Paulo: Maayanot, 2000. SOCIEDADE BÍBLICA DO BRASIL (ORG.). Bíblia De Estudo Pentecostal - Almeida Revista e Corrigida. 6a ed. Rio de Janeiro, RJ: SBB, 2014. SOCIEDADE BÍBLICA DO BRASIL (org.). Bíblia De Estudo Plenitude Revista E Atualizada. Barueri, SP: SBB, 2005.
  • 29. LIÇÕES: • Lição 1- O Início da Caminhada • Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga • Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão • Lição 4 - Como se Conduzir na Caminhada • Lição 5 - Os Inimigos do Cristão • Lição 6 - As nossas Armas Espirituais • Lição 7 - O Perigo da Murmuração • Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado • Lição 9 - Resistindo à Tentação no Caminho • Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade • Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno • Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão • Lição 13 – A Cidade Celestial 29 EBD – Escola Bíblica Dominical Lições Bíblicas Adultos 2° trimestre 2024 CPAD REVISTA: A CARREIRA QUE NOS ESTÁ PROPOSTA: O Caminho da Salvação, Santidade e Perseverança para Chegar ao Céu Comentarista: Pr. Osiel Gomes Apresentação: Missionário Celso Napoleon Renovados na Graça
  • 30. OBRIGADO 30 Celso Napoleon • renovadosnagraca@gmail.com • https://www.facebook.com/renovadosnagraca • Renovados na Graça