SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 67
Introdução à administração
Professora
Fernanda Araujo
Fernanda.araujo@estacio.br
87663160
PLANO DE ENSINO
Contextualização
O mundo empresarial dinâmico e complexo em que vivemos exige
resultados crescentes de todos os profissionais, seja em que ramo atuam ou
vierem a trabalhar. Organizações de todos os portes e segmentos
econômicos, quer públicas, privadas ou sem fins lucrativos, tornam-se perenes
na medida em que adotam modelos de gestão que embora tenham
identidades particulares baseiam-se em princípios administrativos universais.
Além das habilidades, competências e atributos inerentes a cada um, há pelo
menos uma característica que é reconhecidamente comum a qualquer
profissional: a administração eficiente e eficaz de seus empreendimentos, seja
na qualidade de empregado ou de empresário. Conhecer os conceitos básicos
que devem presidir a gestão de qualquer negócio, as funções da
administração e as áreas organizacionais que comumente interagem para o
alcance dos objetivos gerais e da missão das organizações é condição essencial
para a formação desses profissionais que garantirão a efetividade na prestação
dos serviços oferecidos à sociedade.
EMENTA
Fundamentos da Administração.
O processo administrativo.
Áreas funcionais da Administração.
OBJETIVO GERAL
Oferecer aos alunos o contato com os
conceitos básicos nos quais se ampara o
funcionamento das organizações, as funções
administrativas que são inerentes a quaisquer
empreendimentos no mundo e as áreas em
que tradicionalmente se estruturam as
empresas.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
• Apresentar o conceito de Administração;
• Analisar os níveis hierárquicos da empresa;
• Apresentar e analisar as funções que
compõem o processo administrativo;
• Apresentar uma visão geral das principais
áreas funcionais da Administração.
CONTEUDO PROGRAMATICO
Unidade I - Fundamentos da Administração.
1.1 - As empresas e o conceito de Administração
1.2 - As organizações e seus níveis
1.3 - Os recursos das empresa.
Unidade II - O processo administrativo.
2.1 - Planejamento
2.2 - Organização
2.3 - Direção
2.4 - Controle.
Unidade III - Áreas funcionais da Administração.
3.1 - Operações
3.2 - Marketing
3.3 - Recursos Humanos
3.4 – Finanças.
PROCEDIMENTOS DE ENSINO
• Aulas Teóricas: o conteúdo programático será
desenvolvido por meio de exposições
dialogadas, estudos dirigidos, estudo de casos
e trabalhos práticos
RECURSOS
• Livros, vídeos, data-show e quadro branco.
PROCEDIMENTO AVALIAÇÃO
• O processo de avaliação será composto de três
etapas, Avaliação 1 (AV1), Avaliação 2 (AV2) e Avaliação 3
(AV3).
• A AV1 contemplará o conteúdo da disciplina até a sua
realização, incluindo o das atividades estruturadas.
• As AV2 e AV3 abrangerão todo o conteúdo da
disciplina, incluindo o das atividades estruturadas.
• Para aprovação na disciplina o aluno deverá:
• 1.Atingir resultado igual ou superior a 6,0
• 2.Obter grau igual ou superior a 4,0 em, pelo menos, duas
das três avaliações.
• 3. Frequentar, no mínimo, 75% das aulas ministradas.
l
BIBLIOGRAFIA BÁSICA
• 1. SOBRAL, Filipe; PECI, Alketa. Administração: teoria e prática no contexto
brasileiro. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2008.
• 2. KWASNICKA, Eunice Lacava. Introdução à administração. 6. ed. São
Paulo: Editora Atlas, 2004.
• 3. LACOMBE, Francisco José Massed; HEILBORN, Gilberto. Administração:
princípios e tendencies. 2. ed. rev. e actualized. São Paulo: Sarnia, 2008.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR
• 1. CHIAVENATO, Delbert. Administração: teoria, processo e prática. Campus
Elsevier: São Paulo, 2007.
• 2. NOGUEIRA, Renaldo José France Maze. Teoria Geral da Administração
para o secular XXI. São Paulo: Attica, 2007.
• 3. STONER, James Arthur Finch; FREEMAN, R. Edward. Administração. 5. ed.
Rio de Janeiro: LTC, 1999.
• 4. MAXIMIANO, Antonio César Amour. Introdução à administração. 6. ed. rev.
e ample. São Paulo: Atlas, 2007.
• 5. MAXIMIANO, Antonio Cesar Amour. Administração para empreendedores:
Fundamentos de criação e da gestão de novas negócio. São Paulo: Pearson
Prentice Hall, 2006.
Administração
e às organizações
Objetivos de aprendizagem
• Definir os conceitos de administração e de organização.
• Contrastar os conceitos de eficácia e eficiência.
• Identificar e descrever as atividades básicas do
processo de administração.
• Identificar e descrever as principais áreas funcionais
das organizações.
• Definir os papéis, as habilidades e as competências de
um administrador.
• Descrever as características do estilo brasileiro de
administração.
• Analisar os principais desafios e recompensas da
atividade de um administrador.
O que e uma organização?
• As organizações são grupos estruturados de pessoas que se juntam
para alcançar objetivos comuns.
• Características comuns a todas as organizações:
– Têm um propósito ou uma finalidade que lhe conferem uma
razão para existir.
– São compostas por pessoas.
– Têm uma estrutura que define e delimita qual é o
comportamento e as responsabilidades de cada um de seus
membros.
Organização é ......
“... a instituição legalmente constituída, com a
finalidade de oferecer produtos e/ou serviços
para outras organizações e/ou para
consumidores do mercado em geral”
(Oliveira, 2008)
O que é Administração?
Administração é um processo que consiste na
coordenação do trabalho dos membros da
organização e na alocação dos recursos
organizacionais para alcançar os objetivos
estabelecidos de uma forma eficaz e eficiente.
(Sobral, 2008)
Administração é
• “...o sistema estruturado e intuitivo que consolida
um conjunto de princípios, processos e funções
para alavancar, harmoniosamente, o processo de
planejamento de situações futuras desejadas e
seu posterior controle e avaliação de
eficiência, eficácia e efetividade bem como a
organização, estruturação e a direção dos
recursos das organizações para os resultados
esperados, com a minimização dos conflitos
interpessoais”. (Oliveira, 2008)
EFICIÊNCIA, EFICÁCIA e EETIVIDADE
“EFICIÊNCIA é o meio (....). a EFICÁCIA é o
resultado (...) e a EFETIVIDADE sua
continuidade ao longo do tempo.”
Insumos diversos
Organização
Transformações e utilização dos recursos
com: - eficiência
- eficácia
- efetividade
Recursos humanos
Recursos administrativos
Recursos
financeiros
Recursos
tecnológicos
Recursos
informacio
nais
Recursos
materiais
(Suprimentos,energia,
informações, pessoas
Resultados
(objetivos e metas)
Organizações e
utilização de recursos
Sistema organizacional e o meio
ambiente
• Sistema organizacional – corresponde a um
sistema que contem elementos humanos e
materiais
empenhados, coordenadamente, em
atividades orientadas para resultados ligados
por sistemas de informação e influenciados
por um ambiente externo, com o qual o
sistema organizacional interage
permanentemente
Macroambiente
• Científicos e tecnológicos – conhecimentos
acumulados pela humanidade que
influenciam na maneira de realizar as tarefas e
operações.
• Políticos – Padrões de organização e
funcionamento do Estado e da sociedade civil
e dos seus mecanismos de interação e
regulação (inclusive a opinião publica).
• Econômicos – política econômica, PNB e per
capita, perfis de distribuição de riqueza; taxas
inflacionarias e níveis de emprego etc.
• Institucionais – contextos de normas legais
que regulamentam comportamentos
individuais e coletivos.
• Sociais – tradições culturais, valores
ideologias, pressões sociais e mitos, entre
outros.
• Demográficos – crescimento
demográfico,, densidade
demográfica, distribuição
espacial, composição etária e étnica, entre
outros.
• Ecológicos – meio ambiente físico e natural
que circunda o sistema organizacional
Microambiente
• Consumidores
• Fornecedores
• Concorrentes
• Reguladores – entidades que contém
controles, limites e restrições a ação da
organização: governo, meios de comunição d
massa, sindicatos, associações empresariais e
de classe e organizações não governamentais.
Atividades executadas na organização
• Materiais (compras e armazenamento)
• Transportes
• Recursos humanos
• Finanças
• Organizações sistemas e métodos
• Serviços administrativos
• Engenharia do produto
• Engenharia de fabricação
• Programação e controle de produção
• Manutenção e serviços fabris
• Marketing e vendas
• Direção geral
Contabilidade e Orçamento
• Contabilidade geral
• Auditoria interna
• Contabilidade fiscal
• Orçamento e custo de produtos já fabricados
anteriormente
• Analise dos resultados contábeis
• Planejamento e controle orçamentário
• Plano de contas e normas contábeis
• Demonstrativos financeiros e contábeis
• Estudo das margens de contribuição de cada
produto e serviço.
Classificação das atividades ao nível
Atividades de direção
• Formulação das políticas da organização
• Aprovação do orçamento geral
• Aprovação de aquisições e investimentos
acima de determinado valor
• Extinção ou criação de ramos de negócios e de
subsidiarias
• Relações com autoridades publicas de alto
nível, com as organizações patronais e a mídia
• Aprovação dos valores dos salários acima de
determinado nível
• Estabelecimento da estrutura organizacional básica
• Seleção e aprovação das admissões de empregados
acima de determinado nível
• Controle geral dos resultados e aprovação dos
demonstrativos financeiros
• Relações com as bolsas de valores e a comissão de
valores mobiliários
• Elaboração do planejamento estratégico da empresa
• Relações com acionistas minoritários
• Aprovação de avais e fianças
Atividades de níveis gerenciais
• Gerencia geral – comando geral do processo
produtivo e acionamento dos recursos
disponíveis para a realização dos objetivos
fixados pelo nível de direção.
• Gerencia media ou funcional – comando das
atividades de operação
especializada, finanças,marketing, RH e
operações.
• Supervisão imediata – comando da
realização, propriamente dita, das
tarifas, implicando o contato direto com os
executivos .
Níveis organizacionais
Processo de Administração
Funções da administração
• Planejar – definir objetivos e desenvolver
estratégias e ações para alcança-los, e no
desenvolvimento de planos que integrem e
coordenem as atividades da organização.
• Organizar – determinar o que deve ser
feito,como deve ser feito e quem deve fazer. A
estrutura organizacional.
Funções da administração
• Dirigir – liderar, motivar e coordenar os
membros da organização no desenvolvimento
das tarefas e atividades.
• Dirigir significa selecionar canal de
comunicação mais adequado e resolver
conflitos entre os subordinados
• Controlar – monitorar o desempenho para
garantir que os objetivos sejam alcançados.
Funções da administração
e níveis organizacionais
Áreas funcionais
da organização
Áreas funcionais da organização
Produção ou de operações.
• Planejamento do produto
• Instalações
• Processo produtivo
• Organização do trabalho
• Planejamento da produção
• Administração de estoques
• Controle
• compras
Comercial e de marketing
• Pesquisa de mercado
• Produto
• Preço
• Distribuição
• Comunicação
• vendas
Financeira
• Informação de gestão
• Analise
• Investimento
• Financiamento
• Distribuição de dividendos
Recursos humanos
• Implementação de políticas de procedimentos
• Planejamento de recursos humanos
• Recrutamento e seleção
• Treinamento e desenvolvimento
• Avaliação de desempenho
• Remuneração e compensação
• Melhoria das condições no local de trabalho.
Papéis do administrador
Descrição do papel
Interpessoais
• Símbolo – atuando como uma referencia
• Ex. Apresentação da organização em
cerimônias e solenidades; assinaturas de
documentos legais; acompanhamento de
visitantes.
• Líder – direção das atividades dos
subordinados a realização dos objetivos
• Ex. Persuasão, motivação, orientação etc.
• Elo de ligação – teia de relações que permita
o intercambio de informação.
• Ex. redes de contatos, construção de alianças.
Informacionais
• Monitor – coleta e analise de informação
sobre a organização e seu ambiente.
• Ex. leitura de periódicos e relatórios;
manutenção de contatos pessoais;
participação em eventos e conferencias.
• Disseminador – partilha de informação com os
subordinados por meio de redes de
comunicação interna.
• Ex. reuniões formais e informais com
grupos, telefonemas , e-mails e outros meios.
• Porta voz – transmissão para o exterior das
estratégias, políticas, atividades e resultados
da organização.
• Ex. Comunicados de imprensa, entrevistas
em mídia, participação em reuniões de
acionistas ou com outros grupos de interesse
da organização.
Decisórios
• Empreendedor – indicação de oportunidades que
potencialize o desenvolvimento da organização.
• Ex. implementação de projetos, desenvolvimento
de novas iniciativas empresariais, reuniões de
brainstorming com os subordinados.
• Solucionador de conflitos – resolução de conflitos
que impeçam o desenvolvimento normal da
atividade.
• Ex. ações corretivas em disputas ou
crises, auxílios aos subordinados nos períodos de
mudanças.
• Administrador de recursos – alocação dos
recursos organizacionais em função dos
objetivos e necessidades.
• Ex. realização de todas as atividades que
envolvam o orçamento e a programação do
trabalho dos subordinados.
• Negociador – representação da organização
ou grupos nas principais negociações.
Ex. negociação com
sindicatos, fornecedores, clientes ou
instituições financeiras.
Papéis do administrador
e níveis organizacionais
Habilidades do administrador
Competências dos Níveis
Estratégico
• Manter uma rede de contatos pessoais que permita o acesso a
informação e aos recursos que a organização necessita.
• Liderar a organização, comunicando o propósito, os valores e a
visão da empresa.
• Mapear o ambiente no qual a organização opera.
• Encorajar a inovação na organização.
• Desenvolver e implementar uma estratégia para a organização
• Desenvolver a cultura da organização de acordo com sua visão e
estratégia.
• Planejar as necessidades d recursos humanos para que a
organização atinja seus objetivos.
• Promover o uso de novas tecnologias na organização.
• Criar e incentivar uma orientação para o cliente em toda a
organização.
• Monitorar, avaliar e melhorar o desempenho organizacional.
Tático
Manter uma rede de contatos pessoais que permita o acesso a
informação e aos recursos que a organização necessita.
Desenvolver e implementar planos operacionais para a sua
unidade ou departamento.
Assegurar o cumprimento de requisitos
legais, regulatórios, éticos e sociais na sua unidade.
Encorajar a inovação em sua unidade de ou departamento
Planejar, liderar e implementar a mudança em produtos, serviços
ou processos
Recrutar, selecionar e manter trabalhadores motivados.
Planejar , alocar e avaliar o progresso e a qualidade do trabalho
em sua unidade ou departamento.
Desenvolver e manter relações de trabalho produtivas com os
subordinados e stakeholders.
Administrar as relações com os clientes de forma a alcançar sua
satisfação.
Desenhar e gerir os processos de negocio para sua unidade.
Operacional
Administrar os recursos pessoais e seu desenvolvimento profissional.
Liderar sua área de responsabilidade, motivando os subordinados.
Promover a igualdade de oportunidades e diversidade na sua área de
responsabilidade.
Encorajar a inovação na sua área de responsabilidade.
Administrar os orçamentos para sua área de responsabilidade.
Implementar a mudança em produtos, serviços ou processos
Administrar os orçamentos para sua área de responsabilidade.
Planejar, alocar e avaliar o progresso e da qualidade do trabalho em
sua área de responsabilidade.
Assegurar o cumprimento de requisitos de segurança e saúde em sua
área de responsabilidade.
Monitorar e resolver problemas relacionados com o serviço aos
clientes.
Administrar projetos para a sumária de responsabilidade.
Administração no Brasil
Estilo brasileiro de administrar
Ambiente organizacional brasileiro
• Elevada carga tributária – o Brasil é um dos países com maior carga
tributária no mundo (37,4% do PIB).
• Elevados custos de financiamento – a taxa de juro real brasileira é
uma das maiores do mundo, o que torna o custo do financiamento
muito elevado para as empresas.
• Burocracia ineficaz – a burocracia brasileira obriga os
administradores a estarem mais concentrados em formalidades do
que na condução de seus negócios.
• Produtividade reduzida. Tem como consequência uma forte
diminuição na competitividade das organizações brasileiras e
crescimento da chamada economia informal.
Importância da administração
• No Brasil, 50% dos novos negócios falham nos dois
primeiros anos de atividade, e entre as principais razões
dessa elevada mortalidade empresarial estão as falhas
gerenciais na condução dos negócios.
• Os custos de uma administração ruim não se limitam a
um desperdício de recursos financeiros e materiais, mas
também acarretam elevados custos para a sociedade.
• Além disso, uma vez que quase todas as pessoas
trabalham em organizações, em algum momento de sua
vida elas serão administradas ou administrarão o
trabalho de outros.
Desafios de trabalhar com
administração
• É um trabalho complexo e difícil.
• É preciso lidar com pessoas com diferentes
experiências, personalidades, conhecimentos, ambições...
• É preciso saber motivar os subordinados em ambientes de
incerteza e em permanente mudança.
• É necessário tomar decisões difíceis no que tange à
distribuição de recursos escassos.
• O sucesso de um administrador depende do desempenho
de outros, o que pode ser estressante e, por vezes, ingrato.
Administração no
contexto contemporâneo
• Os administradores precisam desenvolver uma visão global
do mundo de negócios.
• Os administradores necessitam entender diferentes
modelos culturais.
• As organizações devem ter uma estrutura flexível e devem
ser rápidas na tomada de decisões.
• As redes e o trabalho em equipe tendem a substituir a
tradicional hierarquia rígida.
• Necessidade de uma força de trabalho mais qualificada.
• Foco na satisfação dos clientes.
• A ética nos negócios é cada vez mais importante.
O estilo brasileiro de administrar
Concentração de poder
• Autoridade e vista como forma de estabelecer
e manter a ordem;
• Estilo de liderança autocrático;
• Dificuldade de interpretação de praticas
participativas
Personalismo
• Força das relações pessoais e redes de
contato;
• Importância do pertencimento a um grupo;
• Estilo de liderança carismática;
• Mediação entre o individualismo e o
coletivismo.
Postura de expectador
• Medo da mudança
• Transferência de responsabilidade
• Reduzida capacidade de assumir riscos reduzido
espírito de iniciativa
• Praticas empresariais introspectivas.
Aversão ao conflito
• Não-participaçao de situaçao de confronto;
• Resolução de conflitos pela intermediação
• Processo de relações são mais relevantes que a
realização
• Ênfase na competição cooperativa ou imediata.
Formalismo
• Controle da incerteza por meio de leis e
regras;
• Excessiva dependência de normas e
regulamentos;
• Organizações com relativa formalização e
normalização;
• Maior estabilidade na relação entre lideres e
liderados;
Lealdade pessoal
• Líder faz a interligação entre os grupos coesão
social obtida com a lealdade pessoal;
• Informação e comunicação seguem os canais
da lealdade;
• Relações pessoais preferíveis ao desempenho
e a realização.
paternalismo
• Líder reproduz o papel do pai protetor;
• Aceitação da desigualdade de poder;
• Preenchimento de cargos por confiança ou
relações pessoais
• Distancia hierárquica percebida como alta.
Flexibilidade
• Jeitinho brasileiro de resolver problemas;
• Agilidade para si ajustar as mudanças do
ambiente;
• Criatividade;
• Adaptabilidade perante novas situações.
Impunidade
• Não-puniçao dos ineficientes ou
transgressores;
• Não- premiação dos mais merecedores;
• Tolerância para com os que pertencem ao
mesmo grupo social
• Clima organizacional de baixa motivação e
permissividade.
Características dos administradores
brasileiros
• Visão imediatista, com priorização de curto prazo;
• Desvalorização do planejamento, em geral, e do
planejamento estratégico , em particular;
• Adoção de estruturas organizacionais
piramidais, com uma elevada distancia
hierárquica;
• Adoção de sistemas de tomada de decisão
centralizados e autocráticos;
• Uso de sistemas de controle episódico, de caráter
punitivo;
• Pratica de relações interpessoais baseadas na
localidade e no poder constituído;
• Prevalência de um estilo gerencial marcado
por grande distancia entre discurso e pratica;
disfarce das formas autoritárias de poder com
uma retórica de participação e envolvimento;
• Domínio de uma conduta gerencia lsensivel a
moda e modismos gerenciais.
Desafios da administração
• Constantes mudanças no ambiente
organizacional alterando constantemente o
trabalho dos administradores
• A informação e as ideias substituíram as
maquinas e os ativos físicos;
• A globalização ampliou os
mercados, aumentando a concorrência
• Clientes mais exigentes
• Novas tecnologias
• A sociedade passou a exigir um
comprometimento das organizações com a
responsabilidade social e a ética.
Responda:
Organização é ....
Administração é ....
Perguntas?
Funções administrativas
Planejamento
Introduçao  a administraçao para a contabilidade

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2Wandick Rocha de Aquino
 
Gestão de pessoas
Gestão de pessoasGestão de pessoas
Gestão de pessoasFillipe Lobo
 
TÉCNICAS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO
TÉCNICAS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃOTÉCNICAS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO
TÉCNICAS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃOPriscila Cembranel
 
Gestão de Pessoas- Introdução
Gestão de Pessoas- IntroduçãoGestão de Pessoas- Introdução
Gestão de Pessoas- IntroduçãoMarcos Alves
 
Recrutamento e Seleção
Recrutamento e SeleçãoRecrutamento e Seleção
Recrutamento e SeleçãoCaroline Ricci
 
Planejamento e Organização no Ambiente de Trabalho
Planejamento e Organização no Ambiente de TrabalhoPlanejamento e Organização no Ambiente de Trabalho
Planejamento e Organização no Ambiente de TrabalhoBenjamim Garcia Netto
 
Gestão de Pessoas
Gestão de PessoasGestão de Pessoas
Gestão de PessoasLuis Cunha
 
Introdução à adminstração revisão para av 1
Introdução à adminstração revisão para av 1Introdução à adminstração revisão para av 1
Introdução à adminstração revisão para av 1Cariocabear
 
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10Wandick Rocha de Aquino
 
Introdução à Teoria Geral da Administração
Introdução à Teoria Geral da AdministraçãoIntrodução à Teoria Geral da Administração
Introdução à Teoria Geral da AdministraçãoRubens Vinicius Conte
 
Aula: TEORIAS da ADMINISTRAÇÃO
Aula: TEORIAS da ADMINISTRAÇÃOAula: TEORIAS da ADMINISTRAÇÃO
Aula: TEORIAS da ADMINISTRAÇÃOAlexandre Conte
 
A carreira profissional do auxiliar administrativo
A carreira profissional do auxiliar administrativoA carreira profissional do auxiliar administrativo
A carreira profissional do auxiliar administrativoBenjamim Garcia Netto
 

Mais procurados (20)

Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2
 
Gestão de pessoas
Gestão de pessoasGestão de pessoas
Gestão de pessoas
 
TÉCNICAS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO
TÉCNICAS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃOTÉCNICAS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO
TÉCNICAS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO
 
Gestão de Pessoas- Introdução
Gestão de Pessoas- IntroduçãoGestão de Pessoas- Introdução
Gestão de Pessoas- Introdução
 
Recrutamento e Seleção
Recrutamento e SeleçãoRecrutamento e Seleção
Recrutamento e Seleção
 
Gestão de Pessoas - Aula 1
Gestão de Pessoas - Aula 1Gestão de Pessoas - Aula 1
Gestão de Pessoas - Aula 1
 
Introdução a administração 2012_01
Introdução a administração 2012_01Introdução a administração 2012_01
Introdução a administração 2012_01
 
Fundamentos da Administração
Fundamentos da AdministraçãoFundamentos da Administração
Fundamentos da Administração
 
Noções de Cultura Organizacional
Noções de Cultura OrganizacionalNoções de Cultura Organizacional
Noções de Cultura Organizacional
 
Aula 1 adm - Introdução ADM
Aula 1 adm - Introdução ADMAula 1 adm - Introdução ADM
Aula 1 adm - Introdução ADM
 
Planejamento e Organização no Ambiente de Trabalho
Planejamento e Organização no Ambiente de TrabalhoPlanejamento e Organização no Ambiente de Trabalho
Planejamento e Organização no Ambiente de Trabalho
 
Organização do trabalho
Organização do trabalhoOrganização do trabalho
Organização do trabalho
 
Gestão de Pessoas
Gestão de PessoasGestão de Pessoas
Gestão de Pessoas
 
Introdução de rh
Introdução de rhIntrodução de rh
Introdução de rh
 
Introdução à adminstração revisão para av 1
Introdução à adminstração revisão para av 1Introdução à adminstração revisão para av 1
Introdução à adminstração revisão para av 1
 
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
 
Introdução à Teoria Geral da Administração
Introdução à Teoria Geral da AdministraçãoIntrodução à Teoria Geral da Administração
Introdução à Teoria Geral da Administração
 
Aula: TEORIAS da ADMINISTRAÇÃO
Aula: TEORIAS da ADMINISTRAÇÃOAula: TEORIAS da ADMINISTRAÇÃO
Aula: TEORIAS da ADMINISTRAÇÃO
 
A carreira profissional do auxiliar administrativo
A carreira profissional do auxiliar administrativoA carreira profissional do auxiliar administrativo
A carreira profissional do auxiliar administrativo
 
Planejamento empresarial p1
Planejamento empresarial p1Planejamento empresarial p1
Planejamento empresarial p1
 

Semelhante a Introduçao a administraçao para a contabilidade

Apostila gestão e análise de processos organizacional
Apostila gestão e análise de processos organizacionalApostila gestão e análise de processos organizacional
Apostila gestão e análise de processos organizacionalRizia Santos
 
Administração de empresas
Administração de empresasAdministração de empresas
Administração de empresasIFGe
 
Aula 6 - Gestão do Conhecimento.pptx
Aula 6 - Gestão do Conhecimento.pptxAula 6 - Gestão do Conhecimento.pptx
Aula 6 - Gestão do Conhecimento.pptxAlexandreLisboadaSil
 
as-principais-vertentes-da-gestao-de-pessoas.pptx
as-principais-vertentes-da-gestao-de-pessoas.pptxas-principais-vertentes-da-gestao-de-pessoas.pptx
as-principais-vertentes-da-gestao-de-pessoas.pptxNaceVanssadeSousaBez
 
Pratica da Administracao nas organizações
Pratica da Administracao nas organizaçõesPratica da Administracao nas organizações
Pratica da Administracao nas organizaçõesartelajeans
 
Apostila recursoshumanos01 (1)
Apostila recursoshumanos01 (1)Apostila recursoshumanos01 (1)
Apostila recursoshumanos01 (1)anA byanA
 
Iso9005conceitos
Iso9005conceitosIso9005conceitos
Iso9005conceitosclagarinhos
 
Fundamentos da Administação Contemporânea
Fundamentos da Administação ContemporâneaFundamentos da Administação Contemporânea
Fundamentos da Administação ContemporâneaGeorge Maia
 
Desafio profissional ii
Desafio profissional iiDesafio profissional ii
Desafio profissional iiThais Soares
 
Tecnologias de gestão paulo rogério de oliveira
Tecnologias de gestão   paulo rogério de oliveiraTecnologias de gestão   paulo rogério de oliveira
Tecnologias de gestão paulo rogério de oliveiraCisco Kunsagi
 
Conceitos básicos e o profissional de o,s e m
Conceitos básicos e o profissional de o,s e mConceitos básicos e o profissional de o,s e m
Conceitos básicos e o profissional de o,s e mCorreios
 
Aula de Modelos de Gestão.pptx
Aula de Modelos de Gestão.pptxAula de Modelos de Gestão.pptx
Aula de Modelos de Gestão.pptxPedro Luis Moraes
 
Caderno - Processos Organizacionais
Caderno - Processos OrganizacionaisCaderno - Processos Organizacionais
Caderno - Processos OrganizacionaisCadernos PPT
 
Giovanna administracaopublica-modulo01-001
Giovanna administracaopublica-modulo01-001Giovanna administracaopublica-modulo01-001
Giovanna administracaopublica-modulo01-001MGS High School
 
Unidade 02 14-03-21 - 21 ppts -a função planejamento 01 slide por folha
Unidade 02   14-03-21 - 21 ppts -a função planejamento 01 slide por folhaUnidade 02   14-03-21 - 21 ppts -a função planejamento 01 slide por folha
Unidade 02 14-03-21 - 21 ppts -a função planejamento 01 slide por folhaAlex Casañas
 

Semelhante a Introduçao a administraçao para a contabilidade (20)

Apostila gestão e análise de processos organizacional
Apostila gestão e análise de processos organizacionalApostila gestão e análise de processos organizacional
Apostila gestão e análise de processos organizacional
 
Administração de empresas
Administração de empresasAdministração de empresas
Administração de empresas
 
Aula 6 - Gestão do Conhecimento.pptx
Aula 6 - Gestão do Conhecimento.pptxAula 6 - Gestão do Conhecimento.pptx
Aula 6 - Gestão do Conhecimento.pptx
 
as-principais-vertentes-da-gestao-de-pessoas.pptx
as-principais-vertentes-da-gestao-de-pessoas.pptxas-principais-vertentes-da-gestao-de-pessoas.pptx
as-principais-vertentes-da-gestao-de-pessoas.pptx
 
Aula Téc. Comércio APP
Aula Téc. Comércio APPAula Téc. Comércio APP
Aula Téc. Comércio APP
 
Pratica da Administracao nas organizações
Pratica da Administracao nas organizaçõesPratica da Administracao nas organizações
Pratica da Administracao nas organizações
 
Apostila recursoshumanos01 (1)
Apostila recursoshumanos01 (1)Apostila recursoshumanos01 (1)
Apostila recursoshumanos01 (1)
 
Iso9005conceitos
Iso9005conceitosIso9005conceitos
Iso9005conceitos
 
Fundamentos da Administação Contemporânea
Fundamentos da Administação ContemporâneaFundamentos da Administação Contemporânea
Fundamentos da Administação Contemporânea
 
Desafio profissional ii
Desafio profissional iiDesafio profissional ii
Desafio profissional ii
 
Tecnologias de gestão paulo rogério de oliveira
Tecnologias de gestão   paulo rogério de oliveiraTecnologias de gestão   paulo rogério de oliveira
Tecnologias de gestão paulo rogério de oliveira
 
Conceitos básicos e o profissional de o,s e m
Conceitos básicos e o profissional de o,s e mConceitos básicos e o profissional de o,s e m
Conceitos básicos e o profissional de o,s e m
 
Etapa
Etapa Etapa
Etapa
 
Aula de Modelos de Gestão.pptx
Aula de Modelos de Gestão.pptxAula de Modelos de Gestão.pptx
Aula de Modelos de Gestão.pptx
 
Caderno - Processos Organizacionais
Caderno - Processos OrganizacionaisCaderno - Processos Organizacionais
Caderno - Processos Organizacionais
 
Aula6
Aula6  Aula6
Aula6
 
FUNCOES.pptx
FUNCOES.pptxFUNCOES.pptx
FUNCOES.pptx
 
Giovanna administracaopublica-modulo01-001
Giovanna administracaopublica-modulo01-001Giovanna administracaopublica-modulo01-001
Giovanna administracaopublica-modulo01-001
 
Gestão de Pessoas
Gestão de PessoasGestão de Pessoas
Gestão de Pessoas
 
Unidade 02 14-03-21 - 21 ppts -a função planejamento 01 slide por folha
Unidade 02   14-03-21 - 21 ppts -a função planejamento 01 slide por folhaUnidade 02   14-03-21 - 21 ppts -a função planejamento 01 slide por folha
Unidade 02 14-03-21 - 21 ppts -a função planejamento 01 slide por folha
 

Introduçao a administraçao para a contabilidade

  • 1. Introdução à administração Professora Fernanda Araujo Fernanda.araujo@estacio.br 87663160
  • 2. PLANO DE ENSINO Contextualização O mundo empresarial dinâmico e complexo em que vivemos exige resultados crescentes de todos os profissionais, seja em que ramo atuam ou vierem a trabalhar. Organizações de todos os portes e segmentos econômicos, quer públicas, privadas ou sem fins lucrativos, tornam-se perenes na medida em que adotam modelos de gestão que embora tenham identidades particulares baseiam-se em princípios administrativos universais. Além das habilidades, competências e atributos inerentes a cada um, há pelo menos uma característica que é reconhecidamente comum a qualquer profissional: a administração eficiente e eficaz de seus empreendimentos, seja na qualidade de empregado ou de empresário. Conhecer os conceitos básicos que devem presidir a gestão de qualquer negócio, as funções da administração e as áreas organizacionais que comumente interagem para o alcance dos objetivos gerais e da missão das organizações é condição essencial para a formação desses profissionais que garantirão a efetividade na prestação dos serviços oferecidos à sociedade.
  • 3. EMENTA Fundamentos da Administração. O processo administrativo. Áreas funcionais da Administração.
  • 4. OBJETIVO GERAL Oferecer aos alunos o contato com os conceitos básicos nos quais se ampara o funcionamento das organizações, as funções administrativas que são inerentes a quaisquer empreendimentos no mundo e as áreas em que tradicionalmente se estruturam as empresas.
  • 5. OBJETIVOS ESPECÍFICOS • Apresentar o conceito de Administração; • Analisar os níveis hierárquicos da empresa; • Apresentar e analisar as funções que compõem o processo administrativo; • Apresentar uma visão geral das principais áreas funcionais da Administração.
  • 6. CONTEUDO PROGRAMATICO Unidade I - Fundamentos da Administração. 1.1 - As empresas e o conceito de Administração 1.2 - As organizações e seus níveis 1.3 - Os recursos das empresa. Unidade II - O processo administrativo. 2.1 - Planejamento 2.2 - Organização 2.3 - Direção 2.4 - Controle. Unidade III - Áreas funcionais da Administração. 3.1 - Operações 3.2 - Marketing 3.3 - Recursos Humanos 3.4 – Finanças.
  • 7. PROCEDIMENTOS DE ENSINO • Aulas Teóricas: o conteúdo programático será desenvolvido por meio de exposições dialogadas, estudos dirigidos, estudo de casos e trabalhos práticos RECURSOS • Livros, vídeos, data-show e quadro branco.
  • 8. PROCEDIMENTO AVALIAÇÃO • O processo de avaliação será composto de três etapas, Avaliação 1 (AV1), Avaliação 2 (AV2) e Avaliação 3 (AV3). • A AV1 contemplará o conteúdo da disciplina até a sua realização, incluindo o das atividades estruturadas. • As AV2 e AV3 abrangerão todo o conteúdo da disciplina, incluindo o das atividades estruturadas. • Para aprovação na disciplina o aluno deverá: • 1.Atingir resultado igual ou superior a 6,0 • 2.Obter grau igual ou superior a 4,0 em, pelo menos, duas das três avaliações. • 3. Frequentar, no mínimo, 75% das aulas ministradas.
  • 9. l BIBLIOGRAFIA BÁSICA • 1. SOBRAL, Filipe; PECI, Alketa. Administração: teoria e prática no contexto brasileiro. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2008. • 2. KWASNICKA, Eunice Lacava. Introdução à administração. 6. ed. São Paulo: Editora Atlas, 2004. • 3. LACOMBE, Francisco José Massed; HEILBORN, Gilberto. Administração: princípios e tendencies. 2. ed. rev. e actualized. São Paulo: Sarnia, 2008. BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR • 1. CHIAVENATO, Delbert. Administração: teoria, processo e prática. Campus Elsevier: São Paulo, 2007. • 2. NOGUEIRA, Renaldo José France Maze. Teoria Geral da Administração para o secular XXI. São Paulo: Attica, 2007. • 3. STONER, James Arthur Finch; FREEMAN, R. Edward. Administração. 5. ed. Rio de Janeiro: LTC, 1999. • 4. MAXIMIANO, Antonio César Amour. Introdução à administração. 6. ed. rev. e ample. São Paulo: Atlas, 2007. • 5. MAXIMIANO, Antonio Cesar Amour. Administração para empreendedores: Fundamentos de criação e da gestão de novas negócio. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2006.
  • 11. Objetivos de aprendizagem • Definir os conceitos de administração e de organização. • Contrastar os conceitos de eficácia e eficiência. • Identificar e descrever as atividades básicas do processo de administração. • Identificar e descrever as principais áreas funcionais das organizações. • Definir os papéis, as habilidades e as competências de um administrador. • Descrever as características do estilo brasileiro de administração. • Analisar os principais desafios e recompensas da atividade de um administrador.
  • 12. O que e uma organização? • As organizações são grupos estruturados de pessoas que se juntam para alcançar objetivos comuns. • Características comuns a todas as organizações: – Têm um propósito ou uma finalidade que lhe conferem uma razão para existir. – São compostas por pessoas. – Têm uma estrutura que define e delimita qual é o comportamento e as responsabilidades de cada um de seus membros.
  • 13. Organização é ...... “... a instituição legalmente constituída, com a finalidade de oferecer produtos e/ou serviços para outras organizações e/ou para consumidores do mercado em geral” (Oliveira, 2008)
  • 14. O que é Administração? Administração é um processo que consiste na coordenação do trabalho dos membros da organização e na alocação dos recursos organizacionais para alcançar os objetivos estabelecidos de uma forma eficaz e eficiente. (Sobral, 2008)
  • 15. Administração é • “...o sistema estruturado e intuitivo que consolida um conjunto de princípios, processos e funções para alavancar, harmoniosamente, o processo de planejamento de situações futuras desejadas e seu posterior controle e avaliação de eficiência, eficácia e efetividade bem como a organização, estruturação e a direção dos recursos das organizações para os resultados esperados, com a minimização dos conflitos interpessoais”. (Oliveira, 2008)
  • 16.
  • 17. EFICIÊNCIA, EFICÁCIA e EETIVIDADE “EFICIÊNCIA é o meio (....). a EFICÁCIA é o resultado (...) e a EFETIVIDADE sua continuidade ao longo do tempo.”
  • 18. Insumos diversos Organização Transformações e utilização dos recursos com: - eficiência - eficácia - efetividade Recursos humanos Recursos administrativos Recursos financeiros Recursos tecnológicos Recursos informacio nais Recursos materiais (Suprimentos,energia, informações, pessoas Resultados (objetivos e metas) Organizações e utilização de recursos
  • 19. Sistema organizacional e o meio ambiente • Sistema organizacional – corresponde a um sistema que contem elementos humanos e materiais empenhados, coordenadamente, em atividades orientadas para resultados ligados por sistemas de informação e influenciados por um ambiente externo, com o qual o sistema organizacional interage permanentemente
  • 20. Macroambiente • Científicos e tecnológicos – conhecimentos acumulados pela humanidade que influenciam na maneira de realizar as tarefas e operações. • Políticos – Padrões de organização e funcionamento do Estado e da sociedade civil e dos seus mecanismos de interação e regulação (inclusive a opinião publica). • Econômicos – política econômica, PNB e per capita, perfis de distribuição de riqueza; taxas inflacionarias e níveis de emprego etc.
  • 21. • Institucionais – contextos de normas legais que regulamentam comportamentos individuais e coletivos. • Sociais – tradições culturais, valores ideologias, pressões sociais e mitos, entre outros. • Demográficos – crescimento demográfico,, densidade demográfica, distribuição espacial, composição etária e étnica, entre outros. • Ecológicos – meio ambiente físico e natural que circunda o sistema organizacional
  • 22. Microambiente • Consumidores • Fornecedores • Concorrentes • Reguladores – entidades que contém controles, limites e restrições a ação da organização: governo, meios de comunição d massa, sindicatos, associações empresariais e de classe e organizações não governamentais.
  • 23. Atividades executadas na organização • Materiais (compras e armazenamento) • Transportes • Recursos humanos • Finanças • Organizações sistemas e métodos • Serviços administrativos • Engenharia do produto • Engenharia de fabricação • Programação e controle de produção • Manutenção e serviços fabris • Marketing e vendas • Direção geral
  • 24. Contabilidade e Orçamento • Contabilidade geral • Auditoria interna • Contabilidade fiscal • Orçamento e custo de produtos já fabricados anteriormente • Analise dos resultados contábeis • Planejamento e controle orçamentário • Plano de contas e normas contábeis • Demonstrativos financeiros e contábeis • Estudo das margens de contribuição de cada produto e serviço.
  • 25. Classificação das atividades ao nível Atividades de direção • Formulação das políticas da organização • Aprovação do orçamento geral • Aprovação de aquisições e investimentos acima de determinado valor • Extinção ou criação de ramos de negócios e de subsidiarias • Relações com autoridades publicas de alto nível, com as organizações patronais e a mídia
  • 26. • Aprovação dos valores dos salários acima de determinado nível • Estabelecimento da estrutura organizacional básica • Seleção e aprovação das admissões de empregados acima de determinado nível • Controle geral dos resultados e aprovação dos demonstrativos financeiros • Relações com as bolsas de valores e a comissão de valores mobiliários • Elaboração do planejamento estratégico da empresa • Relações com acionistas minoritários • Aprovação de avais e fianças
  • 27. Atividades de níveis gerenciais • Gerencia geral – comando geral do processo produtivo e acionamento dos recursos disponíveis para a realização dos objetivos fixados pelo nível de direção. • Gerencia media ou funcional – comando das atividades de operação especializada, finanças,marketing, RH e operações. • Supervisão imediata – comando da realização, propriamente dita, das tarifas, implicando o contato direto com os executivos .
  • 30. Funções da administração • Planejar – definir objetivos e desenvolver estratégias e ações para alcança-los, e no desenvolvimento de planos que integrem e coordenem as atividades da organização. • Organizar – determinar o que deve ser feito,como deve ser feito e quem deve fazer. A estrutura organizacional.
  • 31. Funções da administração • Dirigir – liderar, motivar e coordenar os membros da organização no desenvolvimento das tarefas e atividades. • Dirigir significa selecionar canal de comunicação mais adequado e resolver conflitos entre os subordinados • Controlar – monitorar o desempenho para garantir que os objetivos sejam alcançados.
  • 32. Funções da administração e níveis organizacionais
  • 34. Áreas funcionais da organização Produção ou de operações. • Planejamento do produto • Instalações • Processo produtivo • Organização do trabalho • Planejamento da produção • Administração de estoques • Controle • compras
  • 35. Comercial e de marketing • Pesquisa de mercado • Produto • Preço • Distribuição • Comunicação • vendas
  • 36. Financeira • Informação de gestão • Analise • Investimento • Financiamento • Distribuição de dividendos
  • 37. Recursos humanos • Implementação de políticas de procedimentos • Planejamento de recursos humanos • Recrutamento e seleção • Treinamento e desenvolvimento • Avaliação de desempenho • Remuneração e compensação • Melhoria das condições no local de trabalho.
  • 39. Descrição do papel Interpessoais • Símbolo – atuando como uma referencia • Ex. Apresentação da organização em cerimônias e solenidades; assinaturas de documentos legais; acompanhamento de visitantes. • Líder – direção das atividades dos subordinados a realização dos objetivos • Ex. Persuasão, motivação, orientação etc.
  • 40. • Elo de ligação – teia de relações que permita o intercambio de informação. • Ex. redes de contatos, construção de alianças. Informacionais • Monitor – coleta e analise de informação sobre a organização e seu ambiente. • Ex. leitura de periódicos e relatórios; manutenção de contatos pessoais; participação em eventos e conferencias.
  • 41. • Disseminador – partilha de informação com os subordinados por meio de redes de comunicação interna. • Ex. reuniões formais e informais com grupos, telefonemas , e-mails e outros meios. • Porta voz – transmissão para o exterior das estratégias, políticas, atividades e resultados da organização. • Ex. Comunicados de imprensa, entrevistas em mídia, participação em reuniões de acionistas ou com outros grupos de interesse da organização.
  • 42. Decisórios • Empreendedor – indicação de oportunidades que potencialize o desenvolvimento da organização. • Ex. implementação de projetos, desenvolvimento de novas iniciativas empresariais, reuniões de brainstorming com os subordinados. • Solucionador de conflitos – resolução de conflitos que impeçam o desenvolvimento normal da atividade. • Ex. ações corretivas em disputas ou crises, auxílios aos subordinados nos períodos de mudanças.
  • 43. • Administrador de recursos – alocação dos recursos organizacionais em função dos objetivos e necessidades. • Ex. realização de todas as atividades que envolvam o orçamento e a programação do trabalho dos subordinados. • Negociador – representação da organização ou grupos nas principais negociações. Ex. negociação com sindicatos, fornecedores, clientes ou instituições financeiras.
  • 44. Papéis do administrador e níveis organizacionais
  • 46. Competências dos Níveis Estratégico • Manter uma rede de contatos pessoais que permita o acesso a informação e aos recursos que a organização necessita. • Liderar a organização, comunicando o propósito, os valores e a visão da empresa. • Mapear o ambiente no qual a organização opera. • Encorajar a inovação na organização. • Desenvolver e implementar uma estratégia para a organização • Desenvolver a cultura da organização de acordo com sua visão e estratégia. • Planejar as necessidades d recursos humanos para que a organização atinja seus objetivos. • Promover o uso de novas tecnologias na organização. • Criar e incentivar uma orientação para o cliente em toda a organização. • Monitorar, avaliar e melhorar o desempenho organizacional.
  • 47. Tático Manter uma rede de contatos pessoais que permita o acesso a informação e aos recursos que a organização necessita. Desenvolver e implementar planos operacionais para a sua unidade ou departamento. Assegurar o cumprimento de requisitos legais, regulatórios, éticos e sociais na sua unidade. Encorajar a inovação em sua unidade de ou departamento Planejar, liderar e implementar a mudança em produtos, serviços ou processos Recrutar, selecionar e manter trabalhadores motivados. Planejar , alocar e avaliar o progresso e a qualidade do trabalho em sua unidade ou departamento. Desenvolver e manter relações de trabalho produtivas com os subordinados e stakeholders. Administrar as relações com os clientes de forma a alcançar sua satisfação. Desenhar e gerir os processos de negocio para sua unidade.
  • 48. Operacional Administrar os recursos pessoais e seu desenvolvimento profissional. Liderar sua área de responsabilidade, motivando os subordinados. Promover a igualdade de oportunidades e diversidade na sua área de responsabilidade. Encorajar a inovação na sua área de responsabilidade. Administrar os orçamentos para sua área de responsabilidade. Implementar a mudança em produtos, serviços ou processos Administrar os orçamentos para sua área de responsabilidade. Planejar, alocar e avaliar o progresso e da qualidade do trabalho em sua área de responsabilidade. Assegurar o cumprimento de requisitos de segurança e saúde em sua área de responsabilidade. Monitorar e resolver problemas relacionados com o serviço aos clientes. Administrar projetos para a sumária de responsabilidade.
  • 49. Administração no Brasil Estilo brasileiro de administrar
  • 50. Ambiente organizacional brasileiro • Elevada carga tributária – o Brasil é um dos países com maior carga tributária no mundo (37,4% do PIB). • Elevados custos de financiamento – a taxa de juro real brasileira é uma das maiores do mundo, o que torna o custo do financiamento muito elevado para as empresas. • Burocracia ineficaz – a burocracia brasileira obriga os administradores a estarem mais concentrados em formalidades do que na condução de seus negócios. • Produtividade reduzida. Tem como consequência uma forte diminuição na competitividade das organizações brasileiras e crescimento da chamada economia informal.
  • 51. Importância da administração • No Brasil, 50% dos novos negócios falham nos dois primeiros anos de atividade, e entre as principais razões dessa elevada mortalidade empresarial estão as falhas gerenciais na condução dos negócios. • Os custos de uma administração ruim não se limitam a um desperdício de recursos financeiros e materiais, mas também acarretam elevados custos para a sociedade. • Além disso, uma vez que quase todas as pessoas trabalham em organizações, em algum momento de sua vida elas serão administradas ou administrarão o trabalho de outros.
  • 52. Desafios de trabalhar com administração • É um trabalho complexo e difícil. • É preciso lidar com pessoas com diferentes experiências, personalidades, conhecimentos, ambições... • É preciso saber motivar os subordinados em ambientes de incerteza e em permanente mudança. • É necessário tomar decisões difíceis no que tange à distribuição de recursos escassos. • O sucesso de um administrador depende do desempenho de outros, o que pode ser estressante e, por vezes, ingrato.
  • 53. Administração no contexto contemporâneo • Os administradores precisam desenvolver uma visão global do mundo de negócios. • Os administradores necessitam entender diferentes modelos culturais. • As organizações devem ter uma estrutura flexível e devem ser rápidas na tomada de decisões. • As redes e o trabalho em equipe tendem a substituir a tradicional hierarquia rígida. • Necessidade de uma força de trabalho mais qualificada. • Foco na satisfação dos clientes. • A ética nos negócios é cada vez mais importante.
  • 54. O estilo brasileiro de administrar Concentração de poder • Autoridade e vista como forma de estabelecer e manter a ordem; • Estilo de liderança autocrático; • Dificuldade de interpretação de praticas participativas
  • 55. Personalismo • Força das relações pessoais e redes de contato; • Importância do pertencimento a um grupo; • Estilo de liderança carismática; • Mediação entre o individualismo e o coletivismo.
  • 56. Postura de expectador • Medo da mudança • Transferência de responsabilidade • Reduzida capacidade de assumir riscos reduzido espírito de iniciativa • Praticas empresariais introspectivas. Aversão ao conflito • Não-participaçao de situaçao de confronto; • Resolução de conflitos pela intermediação • Processo de relações são mais relevantes que a realização • Ênfase na competição cooperativa ou imediata.
  • 57. Formalismo • Controle da incerteza por meio de leis e regras; • Excessiva dependência de normas e regulamentos; • Organizações com relativa formalização e normalização; • Maior estabilidade na relação entre lideres e liderados;
  • 58. Lealdade pessoal • Líder faz a interligação entre os grupos coesão social obtida com a lealdade pessoal; • Informação e comunicação seguem os canais da lealdade; • Relações pessoais preferíveis ao desempenho e a realização.
  • 59. paternalismo • Líder reproduz o papel do pai protetor; • Aceitação da desigualdade de poder; • Preenchimento de cargos por confiança ou relações pessoais • Distancia hierárquica percebida como alta. Flexibilidade • Jeitinho brasileiro de resolver problemas; • Agilidade para si ajustar as mudanças do ambiente; • Criatividade; • Adaptabilidade perante novas situações.
  • 60. Impunidade • Não-puniçao dos ineficientes ou transgressores; • Não- premiação dos mais merecedores; • Tolerância para com os que pertencem ao mesmo grupo social • Clima organizacional de baixa motivação e permissividade.
  • 61. Características dos administradores brasileiros • Visão imediatista, com priorização de curto prazo; • Desvalorização do planejamento, em geral, e do planejamento estratégico , em particular; • Adoção de estruturas organizacionais piramidais, com uma elevada distancia hierárquica; • Adoção de sistemas de tomada de decisão centralizados e autocráticos; • Uso de sistemas de controle episódico, de caráter punitivo;
  • 62. • Pratica de relações interpessoais baseadas na localidade e no poder constituído; • Prevalência de um estilo gerencial marcado por grande distancia entre discurso e pratica; disfarce das formas autoritárias de poder com uma retórica de participação e envolvimento; • Domínio de uma conduta gerencia lsensivel a moda e modismos gerenciais.
  • 63. Desafios da administração • Constantes mudanças no ambiente organizacional alterando constantemente o trabalho dos administradores • A informação e as ideias substituíram as maquinas e os ativos físicos; • A globalização ampliou os mercados, aumentando a concorrência • Clientes mais exigentes • Novas tecnologias • A sociedade passou a exigir um comprometimento das organizações com a responsabilidade social e a ética.