SlideShare uma empresa Scribd logo
Estágios/fases de
aprendizagem
motora
Objetivos da aula
Desenvolver no aluno a capacidade
de:
1. Descrever os principais modelos de
estágios de aprendizagem (Fitts e Posner;
Gentile; Bernstein)
2. Entender as características dos aprendizes
durante o processo de aprendizagem
motora
3. Saber identificar as características dos
aprendizes durante o processo de
aprendizagem motora
Modelos de estágios/fases
de aprendizagem motora
 Descrições do processo de
aprendizagem motora
 Fases distintas e sequenciais (e
às vezes, sobrepostas)
3 Estágios – Fitts e Posner
(1967)
 ÊNFASE NO ESTADO INTERNO
1) Estágio Verbal-Cognitivo
2) Estágio Associativo ou Motor
3) Estágio Autônomo
FASES APR. MOT. (FITTS & POSNER, 1967)
2º/INTERMEDIÁRIO/
ASSOCIATIVO/MOTOR
3º/FINAL/AVANÇADO/
AUTÔNOMO
1º/INICIAL/
COGNITIVO/VERBAL
•COMPREENSÃO DO OBJETIVO
•INCONSISTÊNCIA DE DESEMPENHO
•GANHO RÁPIDO DE DESEMPENHO
•EXPLORAÇÃO E DESCOBERTA
• MUITOS ERROS GROSSEIROS
•DIFÍCIL DETECTAR E CORRIGIR ERROS
•CONTROLE COGNITIVO EXTREMO
•RETOQUE E REFINAMENTO
•CONSISTÊNCIA DE DESEMPENHO
•ADAPTAÇÃO E FIXAÇÃODO PADRÃO
DE MOVIMENTO
•ERROS: ALGUNS, DETECTA MAS
CORRIGE COM DIFICULDADE
•ALGUM CONTROLE COGNITIVO
•SINTONIA FINA (ATENÇÃO VOLTADAA
ASPECTOS ESPECÍFICOS)
•ERROS: RAROS, DETECTA E CORRIGE
•CAPACIDADE DE EXECUTAR OUTRA
TAREFA SIMULTANEAMENTE
•CONSISTÊNCIA DE DESEMPENHO
•CONTROLE COGNITIVO MÍNIMO
Alterações na atenção consciente
Cognitivo-Verbal Associativo Autônomo
Estágios de aprendizagem
Nível
de
atenção
2 Estágios – Gentile (1972)
 ÊNFASE NA RELAÇÃO DO APRENDIZ
COM O AMBIENTE
1) Obtenção da ideia do movimento
2) Fixação para habilidades fechadas:
condições regulatórias do ambiente não
são determinantes para o desempenho
Diversificação para habilidades abertas:
condições regulatórias do ambiente não
são determinantes para o desempenho
FASES APR. MOT. (GENTILE, 1972)
2º/FIXAÇÃO
HABILIDADES
FECHADAS
2º/DIVERSIFICAÇÃO
HABILIDADES
ABERTAS
1º/IDEIA DO
MOVIMENTO
•CONSISTÊNCIA DE DESEMPENHO
•POUCA VARIAÇÃO NAS CONDIÇÕES
REGULADORAS (AMBIENTE ESTÁVEL)
• PERMITE MAIOR INSTRUÇÃO SOBRE
ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DO
MOVIMENTO
•ADAPTAÇÃO DE DESEMPENHO
•DIVERSIFICAR PADRÃO DE MOVIMENTO
• REALIZAR VARIAÇÃO
•NÃO ENFATIZAR DETALHES
• ESTIMULAR CAPACIDADE DE
JULGAMENTO DO AMBIENTE E TOMADA
DE DECISÃO SOBRE AJUSTES
•META: CAPTAR A IDEIA DO MOVIMENTO
•DESENVOLVER PADRÃO BÁSICO DE
MOVIMENTO
•APRENDE A DISCRIMINAR ASPECTOS
AMBIENTAIS REGULADORES E NÃO
REGULADORES
Fixação/Diversificação
Fixação Diversificação
Exemplos p/ Habilidades
Fechadas
2º Fase do Modelo de Gentile
 realizar lances-livres como numa situação
real de jogo
 lançar o dardo a uma distância constante
 executar a mesma sequência na dança ou
ginástica
VARIAR:
 posição do marcador para arremessar a bola
 local/velocidade do saque
 distância do arremesso
 superfície para andar/correr
Exemplos p/ Habilidades
Abertas
2º Fase do Modelo de Gentile
3 Estágios – Bernstein (1967)
 ÊNFASE NAS PROPRIEDADES
DINÂMICAS DOS MEMBROS
1) Congelar os graus de liberdade
2) Liberar e reorganizar os graus de
liberdade
3) Explorar as propriedades mecânicas e
inerciais dos membros
*Graus de liberdade: número de parâmetros independentes
(músculos, articulações) que definem a configuração do
corpo ou parte dele
FASES APR. MOT. (BERNSTEIN, 1967)
2º/LIBERAÇÃO
3º/EXPLORAÇÃO
1º/CONGELAMENTO
•CONGELAR GRAUS DE LIBERDADE
•MOVER APENAS ALGUMAS PARTES DO
CORPO
•ARTICULAÇÕES “TRAVADAS”
•USA MAIS MÚSCULOS DO QUE O
NECESSÁRIO
•VELOCIDADE E TIMING INADEQUADOS
•AUMENTO DAAMPLITUDE DE
MOVIMENTO
•AUMENTO DA ORGANIZAÇÃO
FUNCIONAL ENTRE AS ARTICULAÇÕES
(SINERGIA)
•SEGMENTOS COMEÇAM A FUNCIONAR
COMO UMA UNIDADE COORDENADA
•COORDENAÇÃO EXCELENTE
•PADRÕES CONSISTENTES
•MENOR GASTO DE ENERGIA
•CONTROLE DOS MÚSCULOS
ENVOLVIDOS
Exemplos – Modelo de Bernstein
 Simulador de esqui: com a prática,
aumento de ângulos do quadril,
tornozelo e sobretudo do joelho
(Vereijken et al., 1992)
 Chute: Restrição dos movimentos
das articulações do quadril e joelho
no início da prática; com o avanço
da prática, articulações do joelho e
quadril adquirem maior liberdade de
movimento e há aumento da
velocidade do chute
(Anderson e Sidaway, 1994)
Conclusões da aula
1. Os 3 modelos de estágios de aprendizagem
motora são descrições do processo de
aprendizagem motora ao longo de fases
distintas e sequenciais
2. O modelo de Fitts e Posner é centrado no
estado interno do indivíduo
3. O modelo de Gentile é centrado Na relação
do indivíduo com as condições regulatórias e
não regulatórias do ambiente
4. O modelo de Bernstein é centrado nas
propriedades dinâmicas dos membros do
indivíduo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Potencia anaerobia
Potencia anaerobiaPotencia anaerobia
Potencia anaerobia
Paulo Gonçalves
 
Desenvolvimento motor e aprendizagem motora jun 2007
Desenvolvimento motor e aprendizagem motora jun 2007Desenvolvimento motor e aprendizagem motora jun 2007
Desenvolvimento motor e aprendizagem motora jun 2007
Clara de Oliveira
 
Treinamento esportivo i
Treinamento esportivo iTreinamento esportivo i
Treinamento esportivo i
Marcus Prof
 
Aula 1 - Introdução a fisiologia do exercício e controle interno
Aula 1 - Introdução a fisiologia do exercício e controle internoAula 1 - Introdução a fisiologia do exercício e controle interno
Aula 1 - Introdução a fisiologia do exercício e controle interno
Felipe P Carpes - Universidade Federal do Pampa
 
Super apostila de fisiologia do exercício
Super apostila de fisiologia do exercícioSuper apostila de fisiologia do exercício
Super apostila de fisiologia do exercício
jorge luiz dos santos de souza
 
BIOMECANICA APLICADA AO TREINAMENTO E A ED.FISICA
BIOMECANICA APLICADA AO TREINAMENTO E A ED.FISICABIOMECANICA APLICADA AO TREINAMENTO E A ED.FISICA
BIOMECANICA APLICADA AO TREINAMENTO E A ED.FISICA
Edilson Porfirio
 
Adaptações do sistema neuromuscular ao treinamento
Adaptações do sistema neuromuscular ao treinamentoAdaptações do sistema neuromuscular ao treinamento
Adaptações do sistema neuromuscular ao treinamento
Claudio Pereira
 
Flexibilidade e alongamento
Flexibilidade e alongamentoFlexibilidade e alongamento
Flexibilidade e alongamento
joseluisgotto12
 
Desenvolvimento motor - introdução e conceitos
Desenvolvimento motor - introdução e conceitosDesenvolvimento motor - introdução e conceitos
Desenvolvimento motor - introdução e conceitos
Cassio Meira Jr.
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Foco de atenção em Aprendizagem Motora
Foco de atenção em Aprendizagem MotoraFoco de atenção em Aprendizagem Motora
Foco de atenção em Aprendizagem Motora
Cassio Meira Jr.
 
Aula 1 unidade i fundamentos de cinesiologia
Aula 1 unidade i fundamentos de cinesiologiaAula 1 unidade i fundamentos de cinesiologia
Aula 1 unidade i fundamentos de cinesiologia
Secretaria Municipal da Cidade do Rio de Janeiro
 
Materia de treinamento parte 2[1]
Materia de treinamento parte 2[1]Materia de treinamento parte 2[1]
Materia de treinamento parte 2[1]
Tiago Pereiras
 
Introduçao à Apredizagem Motora
Introduçao à Apredizagem MotoraIntroduçao à Apredizagem Motora
Introduçao à Apredizagem Motora
Herbert Santana
 
Desenvolvimento de força e potencia
Desenvolvimento de força e potenciaDesenvolvimento de força e potencia
Desenvolvimento de força e potencia
washington carlos vieira
 
Aula 01 fundamentos da educacao fisica, recreacao e lazer
Aula 01   fundamentos da educacao fisica, recreacao e lazerAula 01   fundamentos da educacao fisica, recreacao e lazer
Aula 01 fundamentos da educacao fisica, recreacao e lazer
Ed_Fis_2015
 
Aula 5 treinamento anaeróbio-esef-ufpel
Aula 5 treinamento anaeróbio-esef-ufpelAula 5 treinamento anaeróbio-esef-ufpel
Aula 5 treinamento anaeróbio-esef-ufpel
fabricioboscolo
 
Musculação bases metodológicas
Musculação   bases metodológicasMusculação   bases metodológicas
Musculação bases metodológicas
washington carlos vieira
 
Princípios básicos de fisiologia do exercício
Princípios básicos de fisiologia do exercícioPrincípios básicos de fisiologia do exercício
Princípios básicos de fisiologia do exercício
washington carlos vieira
 
Desenvolvimento motor
Desenvolvimento motor Desenvolvimento motor
Desenvolvimento motor
Anita Queiroz
 

Mais procurados (20)

Potencia anaerobia
Potencia anaerobiaPotencia anaerobia
Potencia anaerobia
 
Desenvolvimento motor e aprendizagem motora jun 2007
Desenvolvimento motor e aprendizagem motora jun 2007Desenvolvimento motor e aprendizagem motora jun 2007
Desenvolvimento motor e aprendizagem motora jun 2007
 
Treinamento esportivo i
Treinamento esportivo iTreinamento esportivo i
Treinamento esportivo i
 
Aula 1 - Introdução a fisiologia do exercício e controle interno
Aula 1 - Introdução a fisiologia do exercício e controle internoAula 1 - Introdução a fisiologia do exercício e controle interno
Aula 1 - Introdução a fisiologia do exercício e controle interno
 
Super apostila de fisiologia do exercício
Super apostila de fisiologia do exercícioSuper apostila de fisiologia do exercício
Super apostila de fisiologia do exercício
 
BIOMECANICA APLICADA AO TREINAMENTO E A ED.FISICA
BIOMECANICA APLICADA AO TREINAMENTO E A ED.FISICABIOMECANICA APLICADA AO TREINAMENTO E A ED.FISICA
BIOMECANICA APLICADA AO TREINAMENTO E A ED.FISICA
 
Adaptações do sistema neuromuscular ao treinamento
Adaptações do sistema neuromuscular ao treinamentoAdaptações do sistema neuromuscular ao treinamento
Adaptações do sistema neuromuscular ao treinamento
 
Flexibilidade e alongamento
Flexibilidade e alongamentoFlexibilidade e alongamento
Flexibilidade e alongamento
 
Desenvolvimento motor - introdução e conceitos
Desenvolvimento motor - introdução e conceitosDesenvolvimento motor - introdução e conceitos
Desenvolvimento motor - introdução e conceitos
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
Foco de atenção em Aprendizagem Motora
Foco de atenção em Aprendizagem MotoraFoco de atenção em Aprendizagem Motora
Foco de atenção em Aprendizagem Motora
 
Aula 1 unidade i fundamentos de cinesiologia
Aula 1 unidade i fundamentos de cinesiologiaAula 1 unidade i fundamentos de cinesiologia
Aula 1 unidade i fundamentos de cinesiologia
 
Materia de treinamento parte 2[1]
Materia de treinamento parte 2[1]Materia de treinamento parte 2[1]
Materia de treinamento parte 2[1]
 
Introduçao à Apredizagem Motora
Introduçao à Apredizagem MotoraIntroduçao à Apredizagem Motora
Introduçao à Apredizagem Motora
 
Desenvolvimento de força e potencia
Desenvolvimento de força e potenciaDesenvolvimento de força e potencia
Desenvolvimento de força e potencia
 
Aula 01 fundamentos da educacao fisica, recreacao e lazer
Aula 01   fundamentos da educacao fisica, recreacao e lazerAula 01   fundamentos da educacao fisica, recreacao e lazer
Aula 01 fundamentos da educacao fisica, recreacao e lazer
 
Aula 5 treinamento anaeróbio-esef-ufpel
Aula 5 treinamento anaeróbio-esef-ufpelAula 5 treinamento anaeróbio-esef-ufpel
Aula 5 treinamento anaeróbio-esef-ufpel
 
Musculação bases metodológicas
Musculação   bases metodológicasMusculação   bases metodológicas
Musculação bases metodológicas
 
Princípios básicos de fisiologia do exercício
Princípios básicos de fisiologia do exercícioPrincípios básicos de fisiologia do exercício
Princípios básicos de fisiologia do exercício
 
Desenvolvimento motor
Desenvolvimento motor Desenvolvimento motor
Desenvolvimento motor
 

Mais de Cassio Meira Jr.

Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Cassio Meira Jr.
 
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniModelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Cassio Meira Jr.
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Cassio Meira Jr.
 
Metas2022.ppt
Metas2022.pptMetas2022.ppt
Metas2022.ppt
Cassio Meira Jr.
 
Variabilidade&Estrutura2022.ppt
Variabilidade&Estrutura2022.pptVariabilidade&Estrutura2022.ppt
Variabilidade&Estrutura2022.ppt
Cassio Meira Jr.
 
AprMot_Avaliacao2022.ppt
AprMot_Avaliacao2022.pptAprMot_Avaliacao2022.ppt
AprMot_Avaliacao2022.ppt
Cassio Meira Jr.
 
AprMot_Intro2022.ppt
AprMot_Intro2022.pptAprMot_Intro2022.ppt
AprMot_Intro2022.ppt
Cassio Meira Jr.
 
Transferência de aprendizagem_2022.ppt
Transferência de aprendizagem_2022.pptTransferência de aprendizagem_2022.ppt
Transferência de aprendizagem_2022.ppt
Cassio Meira Jr.
 
Fracionamento_2022.ppt
Fracionamento_2022.pptFracionamento_2022.ppt
Fracionamento_2022.ppt
Cassio Meira Jr.
 
DifsInds2022.ppt
DifsInds2022.pptDifsInds2022.ppt
DifsInds2022.ppt
Cassio Meira Jr.
 
Experts_2022.ppt
Experts_2022.pptExperts_2022.ppt
Experts_2022.ppt
Cassio Meira Jr.
 
Ciência Aberta / Desenvolvimento do pesquisador
Ciência Aberta / Desenvolvimento do pesquisadorCiência Aberta / Desenvolvimento do pesquisador
Ciência Aberta / Desenvolvimento do pesquisador
Cassio Meira Jr.
 
Busca em bases e portais de dados
Busca em bases e portais de dadosBusca em bases e portais de dados
Busca em bases e portais de dados
Cassio Meira Jr.
 
Etapas da Pesquisa Científica
Etapas da Pesquisa CientíficaEtapas da Pesquisa Científica
Etapas da Pesquisa Científica
Cassio Meira Jr.
 
Ética na pesquisa científica
Ética na pesquisa científicaÉtica na pesquisa científica
Ética na pesquisa científica
Cassio Meira Jr.
 
Pesquisa Qualitativa
Pesquisa QualitativaPesquisa Qualitativa
Pesquisa Qualitativa
Cassio Meira Jr.
 
Cronograma 2022.ppt
Cronograma 2022.pptCronograma 2022.ppt
Cronograma 2022.ppt
Cassio Meira Jr.
 
Introdução à metodologia da pesquisa científica
Introdução à metodologia da pesquisa científicaIntrodução à metodologia da pesquisa científica
Introdução à metodologia da pesquisa científica
Cassio Meira Jr.
 
Epistemologia
EpistemologiaEpistemologia
Epistemologia
Cassio Meira Jr.
 
Revisão Sistematica
Revisão SistematicaRevisão Sistematica
Revisão Sistematica
Cassio Meira Jr.
 

Mais de Cassio Meira Jr. (20)

Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniModelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
Metas2022.ppt
Metas2022.pptMetas2022.ppt
Metas2022.ppt
 
Variabilidade&Estrutura2022.ppt
Variabilidade&Estrutura2022.pptVariabilidade&Estrutura2022.ppt
Variabilidade&Estrutura2022.ppt
 
AprMot_Avaliacao2022.ppt
AprMot_Avaliacao2022.pptAprMot_Avaliacao2022.ppt
AprMot_Avaliacao2022.ppt
 
AprMot_Intro2022.ppt
AprMot_Intro2022.pptAprMot_Intro2022.ppt
AprMot_Intro2022.ppt
 
Transferência de aprendizagem_2022.ppt
Transferência de aprendizagem_2022.pptTransferência de aprendizagem_2022.ppt
Transferência de aprendizagem_2022.ppt
 
Fracionamento_2022.ppt
Fracionamento_2022.pptFracionamento_2022.ppt
Fracionamento_2022.ppt
 
DifsInds2022.ppt
DifsInds2022.pptDifsInds2022.ppt
DifsInds2022.ppt
 
Experts_2022.ppt
Experts_2022.pptExperts_2022.ppt
Experts_2022.ppt
 
Ciência Aberta / Desenvolvimento do pesquisador
Ciência Aberta / Desenvolvimento do pesquisadorCiência Aberta / Desenvolvimento do pesquisador
Ciência Aberta / Desenvolvimento do pesquisador
 
Busca em bases e portais de dados
Busca em bases e portais de dadosBusca em bases e portais de dados
Busca em bases e portais de dados
 
Etapas da Pesquisa Científica
Etapas da Pesquisa CientíficaEtapas da Pesquisa Científica
Etapas da Pesquisa Científica
 
Ética na pesquisa científica
Ética na pesquisa científicaÉtica na pesquisa científica
Ética na pesquisa científica
 
Pesquisa Qualitativa
Pesquisa QualitativaPesquisa Qualitativa
Pesquisa Qualitativa
 
Cronograma 2022.ppt
Cronograma 2022.pptCronograma 2022.ppt
Cronograma 2022.ppt
 
Introdução à metodologia da pesquisa científica
Introdução à metodologia da pesquisa científicaIntrodução à metodologia da pesquisa científica
Introdução à metodologia da pesquisa científica
 
Epistemologia
EpistemologiaEpistemologia
Epistemologia
 
Revisão Sistematica
Revisão SistematicaRevisão Sistematica
Revisão Sistematica
 

Último

O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
YeniferGarcia36
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
Suzy De Abreu Santana
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AntonioVieira539017
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 

Último (20)

O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 

Fases_AprMot2022.ppt

  • 2. Objetivos da aula Desenvolver no aluno a capacidade de: 1. Descrever os principais modelos de estágios de aprendizagem (Fitts e Posner; Gentile; Bernstein) 2. Entender as características dos aprendizes durante o processo de aprendizagem motora 3. Saber identificar as características dos aprendizes durante o processo de aprendizagem motora
  • 3. Modelos de estágios/fases de aprendizagem motora  Descrições do processo de aprendizagem motora  Fases distintas e sequenciais (e às vezes, sobrepostas)
  • 4. 3 Estágios – Fitts e Posner (1967)  ÊNFASE NO ESTADO INTERNO 1) Estágio Verbal-Cognitivo 2) Estágio Associativo ou Motor 3) Estágio Autônomo
  • 5. FASES APR. MOT. (FITTS & POSNER, 1967) 2º/INTERMEDIÁRIO/ ASSOCIATIVO/MOTOR 3º/FINAL/AVANÇADO/ AUTÔNOMO 1º/INICIAL/ COGNITIVO/VERBAL •COMPREENSÃO DO OBJETIVO •INCONSISTÊNCIA DE DESEMPENHO •GANHO RÁPIDO DE DESEMPENHO •EXPLORAÇÃO E DESCOBERTA • MUITOS ERROS GROSSEIROS •DIFÍCIL DETECTAR E CORRIGIR ERROS •CONTROLE COGNITIVO EXTREMO •RETOQUE E REFINAMENTO •CONSISTÊNCIA DE DESEMPENHO •ADAPTAÇÃO E FIXAÇÃODO PADRÃO DE MOVIMENTO •ERROS: ALGUNS, DETECTA MAS CORRIGE COM DIFICULDADE •ALGUM CONTROLE COGNITIVO •SINTONIA FINA (ATENÇÃO VOLTADAA ASPECTOS ESPECÍFICOS) •ERROS: RAROS, DETECTA E CORRIGE •CAPACIDADE DE EXECUTAR OUTRA TAREFA SIMULTANEAMENTE •CONSISTÊNCIA DE DESEMPENHO •CONTROLE COGNITIVO MÍNIMO
  • 6. Alterações na atenção consciente Cognitivo-Verbal Associativo Autônomo Estágios de aprendizagem Nível de atenção
  • 7. 2 Estágios – Gentile (1972)  ÊNFASE NA RELAÇÃO DO APRENDIZ COM O AMBIENTE 1) Obtenção da ideia do movimento 2) Fixação para habilidades fechadas: condições regulatórias do ambiente não são determinantes para o desempenho Diversificação para habilidades abertas: condições regulatórias do ambiente não são determinantes para o desempenho
  • 8. FASES APR. MOT. (GENTILE, 1972) 2º/FIXAÇÃO HABILIDADES FECHADAS 2º/DIVERSIFICAÇÃO HABILIDADES ABERTAS 1º/IDEIA DO MOVIMENTO •CONSISTÊNCIA DE DESEMPENHO •POUCA VARIAÇÃO NAS CONDIÇÕES REGULADORAS (AMBIENTE ESTÁVEL) • PERMITE MAIOR INSTRUÇÃO SOBRE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DO MOVIMENTO •ADAPTAÇÃO DE DESEMPENHO •DIVERSIFICAR PADRÃO DE MOVIMENTO • REALIZAR VARIAÇÃO •NÃO ENFATIZAR DETALHES • ESTIMULAR CAPACIDADE DE JULGAMENTO DO AMBIENTE E TOMADA DE DECISÃO SOBRE AJUSTES •META: CAPTAR A IDEIA DO MOVIMENTO •DESENVOLVER PADRÃO BÁSICO DE MOVIMENTO •APRENDE A DISCRIMINAR ASPECTOS AMBIENTAIS REGULADORES E NÃO REGULADORES
  • 10. Exemplos p/ Habilidades Fechadas 2º Fase do Modelo de Gentile  realizar lances-livres como numa situação real de jogo  lançar o dardo a uma distância constante  executar a mesma sequência na dança ou ginástica
  • 11. VARIAR:  posição do marcador para arremessar a bola  local/velocidade do saque  distância do arremesso  superfície para andar/correr Exemplos p/ Habilidades Abertas 2º Fase do Modelo de Gentile
  • 12. 3 Estágios – Bernstein (1967)  ÊNFASE NAS PROPRIEDADES DINÂMICAS DOS MEMBROS 1) Congelar os graus de liberdade 2) Liberar e reorganizar os graus de liberdade 3) Explorar as propriedades mecânicas e inerciais dos membros *Graus de liberdade: número de parâmetros independentes (músculos, articulações) que definem a configuração do corpo ou parte dele
  • 13. FASES APR. MOT. (BERNSTEIN, 1967) 2º/LIBERAÇÃO 3º/EXPLORAÇÃO 1º/CONGELAMENTO •CONGELAR GRAUS DE LIBERDADE •MOVER APENAS ALGUMAS PARTES DO CORPO •ARTICULAÇÕES “TRAVADAS” •USA MAIS MÚSCULOS DO QUE O NECESSÁRIO •VELOCIDADE E TIMING INADEQUADOS •AUMENTO DAAMPLITUDE DE MOVIMENTO •AUMENTO DA ORGANIZAÇÃO FUNCIONAL ENTRE AS ARTICULAÇÕES (SINERGIA) •SEGMENTOS COMEÇAM A FUNCIONAR COMO UMA UNIDADE COORDENADA •COORDENAÇÃO EXCELENTE •PADRÕES CONSISTENTES •MENOR GASTO DE ENERGIA •CONTROLE DOS MÚSCULOS ENVOLVIDOS
  • 14. Exemplos – Modelo de Bernstein  Simulador de esqui: com a prática, aumento de ângulos do quadril, tornozelo e sobretudo do joelho (Vereijken et al., 1992)  Chute: Restrição dos movimentos das articulações do quadril e joelho no início da prática; com o avanço da prática, articulações do joelho e quadril adquirem maior liberdade de movimento e há aumento da velocidade do chute (Anderson e Sidaway, 1994)
  • 15. Conclusões da aula 1. Os 3 modelos de estágios de aprendizagem motora são descrições do processo de aprendizagem motora ao longo de fases distintas e sequenciais 2. O modelo de Fitts e Posner é centrado no estado interno do indivíduo 3. O modelo de Gentile é centrado Na relação do indivíduo com as condições regulatórias e não regulatórias do ambiente 4. O modelo de Bernstein é centrado nas propriedades dinâmicas dos membros do indivíduo