SlideShare uma empresa Scribd logo
Especialistas
motores
Objetivos da aula
Desenvolver no aluno a capacidade
de:
1. Descrever as principais características
perceptivas, cognitivas e efetoras de
especialistas motores
2. Entender a dedicação e organização
necessária na rotina de especialistas
motores
3. Saber como especialistas motores
reconhecem padrões e lidam com a
informação que captam do ambiente
Características perceptivas (visuais),
cognitivas (tomada de decisão), de
padrão de movimento (execução) e de
alcance da meta diferenciam
especialistas de não especialistas
Especialistas motores
 Desempenho de 2 desvios-padrão
acima da média da população
 Acima de 10.000 horas (10 anos) de prática
deliberada, 25 horas por semana, 4 horas por dia
(milhares/milhões de repetições)
 Organização da rotina diária e do sono
 Pico de desempenho entre 20 e 30 anos
Ericsson (2005); Ericsson et al. (2018)
Especialistas motores
 Prática (quantidade
e qualidade)
Capacidades
Motivação
 Ou
Oportunidade
Talento
Vontade
Especialistas motores
 Antecipação de eventos
(Reconhecimento de padrões)
– percepção apurada
 Estrutura de conhecimento –
cognição apurada
 Aproveitamento das
potencialidades e proficiência
no desempenho – execução
apurada Williams et al. (2005)
Especialistas motores
 Informação
 assimilam/processam melhor
captam melhor as dicas
 Situações específicas de jogo (ex: onde vai a
bola/companheiro de equipe/adversário)
 entendem/preveem melhor
 respondem melhor e com mais rapidez
 iniciam o movimento mais cedo (antecipação)
 selecionam os melhores padrões de movimento
Williams et al. (2005)
Especialistas motores
 Olhar
 Fixam o olhar: (1) em aspectos +
relevantes da cena e (2) por + tempo
nas regiões proximais do corpo do
adversário
 Olho quieto (fixação visual final no
alvo antes do movimento): mais longo
e precoce
 Fazem menos fixações oculares e
mais demoradas
 Dilatam menos a pupila (< esforço
mental)
Campbell et al. (2019); Mann et al. (2019)
Exemplos
Estudos do sobre reconhecimento de
padrões
 Apresentação por 5 segundos a experts e novatos
 Situações de jogo: experts foram capazes de descrever
e reproduzir a localização quase que perfeitamente
 Situações aleatórias: descrição e localização foi
imperfeita para experts e novatos
 Memória superior dos experts
 Depende da capacidade de perceber padrões e relações
significativas entre as peças
 O aspecto crítico da memória de trabalho não é a
quantidade de informação, mas como a informação é
armazenada e indexada na memória de longo prazo
Xadrez (Chase & Simon, 1973), Basquetebol (Allard et al.,
1980), Voleibol (Borgeaud & Abernethy, 1987), Hóquei de
campo (Starkes & Deakin, 1984)
Estudo sobre olhar
 Arremesso de lance livre do basquetebol (Vickers,
1996) – experts x amadores
 Experts
 < número de fixações visuais no alvo
 > desempenho (75% x 60%)
 > duração de olho quieto nos acertos
Experts -
Acertos
Experts -
Erros
Quase-
experts
0
100
200
300
400
500
600
700
800
900
1000
Duração do Olho Quieto
Conclusões da aula
Especialistas motores:
1. possuem mecanismos apurados de percepção,
cognição e execução
2. acumularam 10 mil horas de prática (ou 10
anos de prática deliberada sistematizada)
3. fazem menos fixações oculares e mais
demoradas, mantêm mais o olho quieto no
alvo (sobretudo nos acertos) e dilatam menos
a pupila (fazendo menos esforço mental)
4. reconhecem muito bem os padrões em
situações de específicas de suas modalidades
5. possuem memória de trabalho apurada para
reter com solidez na memória de longo prazo
Conteúdo complementar
4 fases do desenvolvimento do
desempenho especialista
(Bloom, 1985)
Tempo desde a introdução à modalidade
Desempenho
Ano no qual a
prática foi
iniciada
Transição para o
envolvimento de
tempo total
Especialista
buscando
contribuições
únicas
Fase 1 Fase 2 Fase 3 Fase 4
Quantidade
limitada de
prática
deliberada
Quantidade
intensiva de
prática
deliberada
Prática por
prazer
Desempenho especialista ao
longo do ciclo da vida
(Charness & Bosman, 1990)
 O pico de desempenho é
estreito e localizado próximo
aos 20-30 anos para a
maioria das modalidades
 A capacidade para manter um
nível superior de desempenho
parece depender da
manutenção da prática
deliberada durante a idade
adulta
 Pianistas mais velhos que
continuaram praticando
durante 10 horas por
semana, não tiveram queda
de desempenho.
Idade (anos)
Escore
no
Xadrez

Mais conteúdo relacionado

Mais de Cassio Meira Jr.

Fracionamento_2022.ppt
Fracionamento_2022.pptFracionamento_2022.ppt
Fracionamento_2022.ppt
Cassio Meira Jr.
 
DifsInds2022.ppt
DifsInds2022.pptDifsInds2022.ppt
DifsInds2022.ppt
Cassio Meira Jr.
 
Fases_AprMot2022.ppt
Fases_AprMot2022.pptFases_AprMot2022.ppt
Fases_AprMot2022.ppt
Cassio Meira Jr.
 
Ciência Aberta / Desenvolvimento do pesquisador
Ciência Aberta / Desenvolvimento do pesquisadorCiência Aberta / Desenvolvimento do pesquisador
Ciência Aberta / Desenvolvimento do pesquisador
Cassio Meira Jr.
 
Busca em bases e portais de dados
Busca em bases e portais de dadosBusca em bases e portais de dados
Busca em bases e portais de dados
Cassio Meira Jr.
 
Etapas da Pesquisa Científica
Etapas da Pesquisa CientíficaEtapas da Pesquisa Científica
Etapas da Pesquisa Científica
Cassio Meira Jr.
 
Ética na pesquisa científica
Ética na pesquisa científicaÉtica na pesquisa científica
Ética na pesquisa científica
Cassio Meira Jr.
 
Pesquisa Qualitativa
Pesquisa QualitativaPesquisa Qualitativa
Pesquisa Qualitativa
Cassio Meira Jr.
 
Cronograma 2022.ppt
Cronograma 2022.pptCronograma 2022.ppt
Cronograma 2022.ppt
Cassio Meira Jr.
 
Introdução à metodologia da pesquisa científica
Introdução à metodologia da pesquisa científicaIntrodução à metodologia da pesquisa científica
Introdução à metodologia da pesquisa científica
Cassio Meira Jr.
 
Epistemologia
EpistemologiaEpistemologia
Epistemologia
Cassio Meira Jr.
 
Revisão Sistematica
Revisão SistematicaRevisão Sistematica
Revisão Sistematica
Cassio Meira Jr.
 
Programa de pós-graduação - diretrizes
Programa de pós-graduação - diretrizesPrograma de pós-graduação - diretrizes
Programa de pós-graduação - diretrizes
Cassio Meira Jr.
 
Pesquisa Experimental
Pesquisa ExperimentalPesquisa Experimental
Pesquisa Experimental
Cassio Meira Jr.
 
Pesquisa Analitica & Descritiva
Pesquisa Analitica & DescritivaPesquisa Analitica & Descritiva
Pesquisa Analitica & Descritiva
Cassio Meira Jr.
 
Desenvolvimento Motor - Introdução e conceitos básicos
Desenvolvimento Motor - Introdução e conceitos básicosDesenvolvimento Motor - Introdução e conceitos básicos
Desenvolvimento Motor - Introdução e conceitos básicos
Cassio Meira Jr.
 
Distribuição da prática (todo-partes)
Distribuição da prática (todo-partes)Distribuição da prática (todo-partes)
Distribuição da prática (todo-partes)
Cassio Meira Jr.
 
Variabilidade e estrutura de prática em Aprendizagem Motora
Variabilidade e estrutura de prática em Aprendizagem MotoraVariabilidade e estrutura de prática em Aprendizagem Motora
Variabilidade e estrutura de prática em Aprendizagem Motora
Cassio Meira Jr.
 
Foco de atenção em Aprendizagem Motora
Foco de atenção em Aprendizagem MotoraFoco de atenção em Aprendizagem Motora
Foco de atenção em Aprendizagem Motora
Cassio Meira Jr.
 
Feedback em Aprendizagem Motora
Feedback em Aprendizagem MotoraFeedback em Aprendizagem Motora
Feedback em Aprendizagem Motora
Cassio Meira Jr.
 

Mais de Cassio Meira Jr. (20)

Fracionamento_2022.ppt
Fracionamento_2022.pptFracionamento_2022.ppt
Fracionamento_2022.ppt
 
DifsInds2022.ppt
DifsInds2022.pptDifsInds2022.ppt
DifsInds2022.ppt
 
Fases_AprMot2022.ppt
Fases_AprMot2022.pptFases_AprMot2022.ppt
Fases_AprMot2022.ppt
 
Ciência Aberta / Desenvolvimento do pesquisador
Ciência Aberta / Desenvolvimento do pesquisadorCiência Aberta / Desenvolvimento do pesquisador
Ciência Aberta / Desenvolvimento do pesquisador
 
Busca em bases e portais de dados
Busca em bases e portais de dadosBusca em bases e portais de dados
Busca em bases e portais de dados
 
Etapas da Pesquisa Científica
Etapas da Pesquisa CientíficaEtapas da Pesquisa Científica
Etapas da Pesquisa Científica
 
Ética na pesquisa científica
Ética na pesquisa científicaÉtica na pesquisa científica
Ética na pesquisa científica
 
Pesquisa Qualitativa
Pesquisa QualitativaPesquisa Qualitativa
Pesquisa Qualitativa
 
Cronograma 2022.ppt
Cronograma 2022.pptCronograma 2022.ppt
Cronograma 2022.ppt
 
Introdução à metodologia da pesquisa científica
Introdução à metodologia da pesquisa científicaIntrodução à metodologia da pesquisa científica
Introdução à metodologia da pesquisa científica
 
Epistemologia
EpistemologiaEpistemologia
Epistemologia
 
Revisão Sistematica
Revisão SistematicaRevisão Sistematica
Revisão Sistematica
 
Programa de pós-graduação - diretrizes
Programa de pós-graduação - diretrizesPrograma de pós-graduação - diretrizes
Programa de pós-graduação - diretrizes
 
Pesquisa Experimental
Pesquisa ExperimentalPesquisa Experimental
Pesquisa Experimental
 
Pesquisa Analitica & Descritiva
Pesquisa Analitica & DescritivaPesquisa Analitica & Descritiva
Pesquisa Analitica & Descritiva
 
Desenvolvimento Motor - Introdução e conceitos básicos
Desenvolvimento Motor - Introdução e conceitos básicosDesenvolvimento Motor - Introdução e conceitos básicos
Desenvolvimento Motor - Introdução e conceitos básicos
 
Distribuição da prática (todo-partes)
Distribuição da prática (todo-partes)Distribuição da prática (todo-partes)
Distribuição da prática (todo-partes)
 
Variabilidade e estrutura de prática em Aprendizagem Motora
Variabilidade e estrutura de prática em Aprendizagem MotoraVariabilidade e estrutura de prática em Aprendizagem Motora
Variabilidade e estrutura de prática em Aprendizagem Motora
 
Foco de atenção em Aprendizagem Motora
Foco de atenção em Aprendizagem MotoraFoco de atenção em Aprendizagem Motora
Foco de atenção em Aprendizagem Motora
 
Feedback em Aprendizagem Motora
Feedback em Aprendizagem MotoraFeedback em Aprendizagem Motora
Feedback em Aprendizagem Motora
 

Último

Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
AngelicaCostaMeirele2
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p..._jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
marcos oliveira
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
Mary Alvarenga
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Anesio2
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 

Último (20)

Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p..._jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 

Experts_2022.ppt

  • 2. Objetivos da aula Desenvolver no aluno a capacidade de: 1. Descrever as principais características perceptivas, cognitivas e efetoras de especialistas motores 2. Entender a dedicação e organização necessária na rotina de especialistas motores 3. Saber como especialistas motores reconhecem padrões e lidam com a informação que captam do ambiente
  • 3. Características perceptivas (visuais), cognitivas (tomada de decisão), de padrão de movimento (execução) e de alcance da meta diferenciam especialistas de não especialistas
  • 4. Especialistas motores  Desempenho de 2 desvios-padrão acima da média da população  Acima de 10.000 horas (10 anos) de prática deliberada, 25 horas por semana, 4 horas por dia (milhares/milhões de repetições)  Organização da rotina diária e do sono  Pico de desempenho entre 20 e 30 anos Ericsson (2005); Ericsson et al. (2018)
  • 5. Especialistas motores  Prática (quantidade e qualidade) Capacidades Motivação  Ou Oportunidade Talento Vontade
  • 6. Especialistas motores  Antecipação de eventos (Reconhecimento de padrões) – percepção apurada  Estrutura de conhecimento – cognição apurada  Aproveitamento das potencialidades e proficiência no desempenho – execução apurada Williams et al. (2005)
  • 7. Especialistas motores  Informação  assimilam/processam melhor captam melhor as dicas  Situações específicas de jogo (ex: onde vai a bola/companheiro de equipe/adversário)  entendem/preveem melhor  respondem melhor e com mais rapidez  iniciam o movimento mais cedo (antecipação)  selecionam os melhores padrões de movimento Williams et al. (2005)
  • 8. Especialistas motores  Olhar  Fixam o olhar: (1) em aspectos + relevantes da cena e (2) por + tempo nas regiões proximais do corpo do adversário  Olho quieto (fixação visual final no alvo antes do movimento): mais longo e precoce  Fazem menos fixações oculares e mais demoradas  Dilatam menos a pupila (< esforço mental) Campbell et al. (2019); Mann et al. (2019)
  • 10. Estudos do sobre reconhecimento de padrões  Apresentação por 5 segundos a experts e novatos  Situações de jogo: experts foram capazes de descrever e reproduzir a localização quase que perfeitamente  Situações aleatórias: descrição e localização foi imperfeita para experts e novatos  Memória superior dos experts  Depende da capacidade de perceber padrões e relações significativas entre as peças  O aspecto crítico da memória de trabalho não é a quantidade de informação, mas como a informação é armazenada e indexada na memória de longo prazo Xadrez (Chase & Simon, 1973), Basquetebol (Allard et al., 1980), Voleibol (Borgeaud & Abernethy, 1987), Hóquei de campo (Starkes & Deakin, 1984)
  • 11. Estudo sobre olhar  Arremesso de lance livre do basquetebol (Vickers, 1996) – experts x amadores  Experts  < número de fixações visuais no alvo  > desempenho (75% x 60%)  > duração de olho quieto nos acertos Experts - Acertos Experts - Erros Quase- experts 0 100 200 300 400 500 600 700 800 900 1000 Duração do Olho Quieto
  • 12. Conclusões da aula Especialistas motores: 1. possuem mecanismos apurados de percepção, cognição e execução 2. acumularam 10 mil horas de prática (ou 10 anos de prática deliberada sistematizada) 3. fazem menos fixações oculares e mais demoradas, mantêm mais o olho quieto no alvo (sobretudo nos acertos) e dilatam menos a pupila (fazendo menos esforço mental) 4. reconhecem muito bem os padrões em situações de específicas de suas modalidades 5. possuem memória de trabalho apurada para reter com solidez na memória de longo prazo
  • 14. 4 fases do desenvolvimento do desempenho especialista (Bloom, 1985) Tempo desde a introdução à modalidade Desempenho Ano no qual a prática foi iniciada Transição para o envolvimento de tempo total Especialista buscando contribuições únicas Fase 1 Fase 2 Fase 3 Fase 4 Quantidade limitada de prática deliberada Quantidade intensiva de prática deliberada Prática por prazer
  • 15. Desempenho especialista ao longo do ciclo da vida (Charness & Bosman, 1990)  O pico de desempenho é estreito e localizado próximo aos 20-30 anos para a maioria das modalidades  A capacidade para manter um nível superior de desempenho parece depender da manutenção da prática deliberada durante a idade adulta  Pianistas mais velhos que continuaram praticando durante 10 horas por semana, não tiveram queda de desempenho. Idade (anos) Escore no Xadrez