SlideShare uma empresa Scribd logo
Livro de Emmanuel
Psicografia de Chico Xavier
Renovação
Lição 30
Renovar é tornar algo novo,Renovar é tornar algo novo,
mudar para melhor,mudar para melhor,
aprimorar, aperfeiçoar.aprimorar, aperfeiçoar.
É, também, lei divinaÉ, também, lei divina
que a todos alcança.que a todos alcança.
 "...o nosso globo, como tudo o que existe,
está submetido à lei do progresso.
Progride fisicamente pela transformação
dos elementos que o compõem, e
moralmente pela depuração dos Espíritos
encarnados e desencarnados que o
povoam. Esses dois progressos se seguem
e marcham paralelamente, porque a
perfeição da habitação está em relação
com o habitante.
 Fisicamente, o globo sofreu
transformações, constatadas pela Ciência,
e que sucessivamente o tornaram
habitável por seres cada vez mais
aperfeiçoados; moralmente a Humanidade
progride pelo desenvolvimento da
inteligência, do senso moral e do
abrandamento dos costumes. Ao mesmo
tempo que se opera a melhoria do globo,
sob o império das forças materiais, os
homens a isso concorrem pelos esforços
de sua inteligência: saneiam regiões
 Tudo é renovação constante no que se refere à vida, seja material ou
espiritual. O mundo material, presenciamos com nossos olhos, a cada
dia nos apresenta novidades, a tecnologia promove avanços e nunca o
homem teve acesso a tanto conhecimento como tem hoje. Mas e a
questão espiritual? Como reconhecer este mesmo caminho evolutivo
em nosso planeta e em nós? Como perceber a vibração que ainda
impera?
 Caminhemos com Emmanuel nesta valorosa lição refletindo sobre estas
questões.
 "As revelações dos Espíritos convidam naturalmente a ideais mais
elevados, a propósitos mais edificantes.
 Para as inteligências realmente dispostas à renunciação da animalidade,
são elas sublime incentivo à renovação interior, modificando a estrutura
fluídica do ambiente mental que lhes é próprio.
 Se a civilização exige o desbravamento da mata virgem, para que
cidades educadas surjam sobre o solo e para que estradas se rasguem
soberanas, é indispensável a eliminação de todos os obstáculos, à custa
do sacrifício daqueles que devotam ao apostolado do progresso."
Roteiro
 Tal qual os bandeirantes de outrora, que com seus
facões e poucos recursos adentravam em matas densas
possibilitando a construção do que hoje conhecemos
como cidades e vilarejos, o ambiente mental da Terra
pede por desbravadores, que adentrem nas regiões
densas e lá promovam a luz.

 Eis a ferramenta sublime, as revelações dos espíritos.
Acolhemos a doutrina espírita em nossas vidas e
percebemos o quanto ela nos faz bem e nos traz paz e
consolo, é importante, porém, que saibamos que esta
luz também atua sobre todo o ambiente espiritual da
Terra, onde somos convidados a trabalhar.
 Emmanuel nos fala que este erguimento espiritual
da Terra se dará as custas do sacrifício dos que se
devotam ao apostolado do progresso. Para melhor
compreender o alcance desta frase, ouçamos a
lição Paciência e Construção do livro Benção de
Paz, também de Emmanuel:
 "Indiscutivelmente não consegues corrigir, como
talvez desejes, os desacertos da Humanidade, mas
é possível ajustar o próprio coração à lei do amor
a fim de que a redenção do mundo encontre em ti
mesmo o ponto necessário de expansão.Não
julgues, porém, que pressa ou violência sejam
climas adequados de ação para a vitória do bem.
Amarás e servirás; entretanto, não só isso:
ampararás também."
 Estamos prontos para amar e servir?
 Estamos conscientes de que este é o
caminho para a regeneração do
planeta?
 Vejamos mais um trecho da lição.
 " A Humanidade atual, em seu aspecto coletivo, considerada
mentalmente, ainda é a floresta escura, povoada de monstruosidades.
 Se nos fundamentos evolutivos da organização planetária encontramos
os animais pré-históricos, oferecendo a predominância do peso e da
ferocidade sobre quaisquer outros característicos, nos alicerces da
civilização do espírito ainda perseveram os grandes monstros do
pensamento, constituídos por energias fluídicas, emanadas dos centros
de inteligência que lhes oferecem origem." Roteiro
 O que em mim ainda floresta densa que necessita ser percebido e
compreendido para evoluir? Quais os caminhos para esta descoberta?
 A lição é profunda e merece nossa
reflexão. Vivemos, em grande maioria,
voltados para o mundo exterior,
esquecidos de nós mesmos e quando
passamos por situações de dificuldade ou
de estresse é muito comum termos
reações que nos escapam do
entendimento. São justamente estes
"monstros" tão bem guardados em nossa
psiquê que afloram e pedem de nós
atenção.
 Possuímos tendências que precisam ser
percebidas e trabalhadas, com coragem.
Conhecer a si mesmo é um grande
desafio e, também, uma grande dor. Não
apenas porque precisaremos reconhecer
nossas falhas, mas, principalmente,
porque o desafio de mudar, de permitir a
lapidação da pedra bruta que reside em
nosso íntimo se dá, também, pela estrada
da dor.
 É como a borboleta que necessita passar pelo casulo para adquirir a
beleza que a lagarta nunca teve. Somos borboletas, estamos crisálidas.
 “Cultiva a tua mente, iluminando-a e enobrecendo-a. Ainda que, por
agora, não percebas, a tua alma se expande, em milhões de partículas, que
são os agentes de libertação ou de cativeiro elaborados por teu próprio
plano mental." André Luiz
 Sigamos em frente.
 " Temos, assim, dominando ainda a formação sentimental do mundo,
os mamutes da ignorância, os megatérios da usura, os iguanodontes da
vaidade ou os dinossauros da vingança, da barbárie, da inveja ou da
ira.
 As energias mentais do habitantes da Terra tecem o envoltório que os
retém à superfície do Globo. Raros são aqueles cuja mente vara o teto
sombrio com os raios de luz dos sentimentos sublimados que lhes
fulguram no templo íntimo." Roteiro
 De que forma contribuímos para a psicosfera do nosso planeta? Que
tipo de pensamentos estamos irradiando a cada instante? Percebemos
que somos parte de um todo e que somos, também, influenciados pela
baixa vibração do planeta? E, ao perceber, conseguimos nos
desvencilhar, buscando uma sintonia mais elevada, contribuindo, assim,
para a melhoria da vibração da Terra?
 Reencarnamos, todos sabemos, é hora, então, de recomeçar.
 "... é necessário lutar na conquista do recomeço.
 Personalidades do poder transitório, que abusaram do
povo, assistem às privações das classes humildes,
verificando o martírio silencioso dos que se levantam cada
dia, para a contemplação da própria miséria;
 avarentos que rolaram no ouro regressam às paredes
amoedadas dos descendentes, acompanhando os mendigos
que lhes recorrem à caridade, anotando quanto dói suplicar
migalha a corações petrificados no orgulho;
 escritores que se faziam especialistas da calúnia ou do
escândalo tornam à presença dos seus próprios leitores,
examinando os entorpecentes e corrosivos mentais que
segregavam, impunes;
 pais e mães displicentes ou desumanos voltam ao reduto
doméstico dos rebentos desorientados, considerando as
raízes da viciação ou da crueldade, plantadas por eles
mesmos;
 malfeitores, que caíram na delinquência, socorrem as
vítimas de criminosos vulgares, avaliando os processos de
sofrimento com que supliciavam a carne e a alma dos
semelhantes…
 Mas isso não basta. Depois do aprendizado, é preciso
retomar o campo de ação, renascer e ressarcir, progredir e
aprimorar, solvendo débito por débito perante a Lei.
 Companheiro do mundo, se o conhecimento da
reencarnação já te felicita, sabes que a existência na Terra
é preciosa bolsa de trabalho e de estudo, com amplos
recursos de pagamento.
 Assim pois, seja qual seja a provação que te assinala o
caminho, sofre, amando, e agradece a Deus. (Livro Justiça
Divina - Emmanuel)
 Sigamos em frente com a lição.
 " O pensamento é o gerador dos infracorpúsculos ou das linhas de
força do mundo subatômico, criador de correntes de bem ou de mal,
grandeza ou decadência, vida ou morte, segundo a vontade que o
exterioriza e dirige. E a moradia dos homens ainda está mergulhada em
fluidos ou em pensamentos vivos e semicondensados de estreiteza
espiritual, brutalidade, angústia, incompreensão, rudeza, preguiça, má-
vontade, egoísmo, injustiça, crueldade, separação, discórdia,
indiferença, ódio, sombra e miséria...
 Com a demonstração da sobrevivência da alma, porém, a consciência
humana adquire domínio sobre as trevas do instinto, controlando a
corrente dos desejos e dos impulsos, soerguendo as aspirações da
criatura para níveis mais altos.
 Os corações despertados para a verdade começam a entender as linhas
eternas da justiça e do bem. A voz do Cristo é ouvida sob nova
expressão na mais profunda acústica da alma." Roteiro
 Já tivemos a oportunidade de
refletir sobre o alcance do nosso
pensar, reconhecendo que tudo nele
tem seu início. Nossas ações jamais
ocorreriam sem que primeiro
tivéssemos pensado em algo
realizar. Assim, onde estamos é
resultado do uso de nossa vontade
ao longo das muitas vidas.
 O conhecimento da reencarnação
como uma lei natural que a todos
alcança nos permite um novo olhar
para o mundo, mas, principalmente
para nós mesmos. Não somos uma
carta em branco que começou a ser
escrita neste último século, somos
seres que já passaram por muitas
vidas e cada uma repleta de
experiências.
 Acreditar em reencarnação, portanto, nos pede
que vivamos como quem acredita, com uma
melhor consciência de que o passado se refere
a nós e o futuro não apenas depende de nossas
ações como, também, nos aguarda, pois lá
estaremos, em novas experiências.
 A consciência das diversas vidas nos liberta
do imediatismo, nos permite compreender o
tempo de cada um e nos fortalece para que
tenhamos, também, paciência e perseverança
em relação a nossa própria conduta.
 Nossas virtudes já se mostram latentes, assim
como nossos desenganos pedem
arrependimento e reparação. Eis a nossa vida.
 Despertar para a verdade, assim, é adentrar neste mundo complexo e
belo, este mundo cheio de vida, de experiências, de aprendizamos, é
entrar em nosso mundo íntimo com a coragem e a bravura de quem
adentra uma selva densa e quer transformá-la em um lindo jardim. Não
é trabalho de um dia, nem de uma vida, é um trabalho constante.
 O mais lindo modelo de alguém que venceu a si mesmo, construindo
em seu interior um belíssimo jardim é o Cristo Jesus, que veio nos
ensinar e incentivar a desfrutarmos deste éden que o Pai criou mas do
qual insistimos em nos afastar.
 Encerra Emmanuel a lição.
 "Quem acorda converte-se num ponto de luz no serro denso da
Humanidade, passando a produzir fluidos ou forças de regeneração e
redenção, iluminando o plano mental da Terra para a conquista da vida
cósmica no grande futuro.
 Em verdade, pois, nobre é a missão do Espiritismo, descortinando a
grandeza da universalidade divina à acanhada visão terrestre; no
entanto, muito maior é muito mais sublime é a missão do nosso ideal
santificante com Jesus para o engrandecimento da própria Terra, a fim
de que o Planeta se divinize para o Reino do Amor Universal." Roteiro
 Há quem pense que a caridade só ocorre
quando as mãos trabalham, certamente, que
lá ela existe, fazendo o bem e auxiliando a
quem padece. Porém, aprendemos hoje que
o nosso pensar pode ser um ponto de luz a
acender-se na Terra auxiliando a todos que
nos cercam, encarnados e desencarnados.
 Sejamos alegres, otimistas, busquemos a
paz, vibremos no bem, tudo isto nos é
possível se estivermos atentos ao nosso dia
a dia, atentos aos estimulos exteriores que
nem sempre nos fazem bem. Podemos optar
pelo que ouvimos, pela forma como
alimentamos a nossa mente, desta decisão
decorrerá, também, a nossa sintonia.
 Emmanuel, no livro Na Hora do Testemunho, fala sobre a
Autorrenovação e, com esta lição, encerramos o estudo de
hoje.

 "Atualmente, na Terra, todos ouvimos, com freqüência, a
afirmativa geral — “eis que o mundo se transforma”.
 Efetivamente, no Plano Físico, em apenas um quartel de
século, alteraram-se basicamente quase todos os setores da
vida em si.
 Robôs específicos, quais sejam tratores ou máquinas de lavar,
poupam imensidade de trabalho e os processos de
intercâmbio, os mais rápidos, converteram o Planeta em casa
grande com grande família entreunida nas mesmas realizações
e nas mesmas dificuldades.
 A criatura humana, porém, conquanto se extasie perante os
avanços do progresso e, por vezes, se veja constrangida a
súbitos deslocamentos emocionais, em vista das novas
orientações psicológicas, observa, dentro de si própria, que as
ocorrências do espírito continuam as mesmas.
 O amor genuíno não sofreu qualquer modificação;
 a atração dos sexos, do ponto de vista da
coletividade, não experimentou mudança alguma;
 o sofrimento moral é absolutamente semelhante
àquele que devastava civilizações de há muito
desaparecidas;
 o imperativo da educação não abandonou o lugar
que lhe compete na vida comunitária;
 a ordem social não passou por alienação nenhuma, a
fim de que a segurança comum se faça resguardada
nos alicerces da justiça;
 e a morte prossegue em toda parte, coma sendo uma
força que se impõe no mundo à custa de lágrimas.
 Consideremos tudo isso e não te permitas abater se
lutas, porventura te assediem a estrada.
 Ante a perspectiva de mais mudanças no plano
exterior, no imo da alma, sejamos mais nós mesmos.
 Por mais complexa se mostre a moldura do quadro em que
vives, no mundo, nele transitas, à feição de viajor, no hotel
das facilidades materiais, com vinculações de trânsito e
compromissos de tempo certo.
 A Terra se renova, substancialmente, oferecendo reconforto
em todas as direções; entretanto — ponderamos com
respeito — é preciso saibas o que fazes de ti para que o
carro da evolução não te colha sob as suas rodas
inexoráveis.
 Ampara-te na fé em Deus, seja qual seja o campo religioso
em que estagies, construindo resistência íntima com os
recursos do conhecimento e do amor.
 Desvincula-te das preocupações improdutivas para que te
não afastes do essencial.
 Usa os bens que a vida te empresta atendendo ao bem dos
outros, sem permitir que os bens dos quais te fizeste
usufrutuário te acorrentem ao poste das aflições inúteis.
 Serve sem apego. Ama sem escravizar o próximo ou a ti
mesmo. E ilumina-te, seguindo adiante."

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Palestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucuraPalestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
Divulgador do Espiritismo
 
Caridade
CaridadeCaridade
Nos domínios da mediunidade aula11
Nos domínios da mediunidade aula11Nos domínios da mediunidade aula11
Nos domínios da mediunidade aula11
Leonardo Pereira
 
Cristo Consolador
Cristo ConsoladorCristo Consolador
Cristo Consolador
Sergio Menezes
 
O argueiro e a trave no olho cap x
O argueiro e a trave no olho cap xO argueiro e a trave no olho cap x
O argueiro e a trave no olho cap x
Mario Emilio do Amaral Coelho
 
A lei de amor (ESE, Cap XI, item 8)
A lei de amor (ESE, Cap XI, item 8)A lei de amor (ESE, Cap XI, item 8)
A lei de amor (ESE, Cap XI, item 8)
RobertoAilton
 
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃOBEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
Sergio Menezes
 
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direitaQue sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Estudos do evangelho 16
Estudos do evangelho 16Estudos do evangelho 16
Estudos do evangelho 16
Leonardo Pereira
 
Conduta Espírita na Prática da Caridade
Conduta Espírita na Prática da CaridadeConduta Espírita na Prática da Caridade
Conduta Espírita na Prática da Caridade
igmateus
 
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
Izabel Cristina Fonseca
 
Roteiro 5 diferentes categorias de mundos habitados
Roteiro 5   diferentes categorias de mundos habitadosRoteiro 5   diferentes categorias de mundos habitados
Roteiro 5 diferentes categorias de mundos habitados
Bruno Cechinel Filho
 
Provas da pobreza e da riqueza
Provas da pobreza e da riquezaProvas da pobreza e da riqueza
Provas da pobreza e da riqueza
Graça Maciel
 
Deus Mamom e o Evangelho ( segundo o espiritismo).
Deus Mamom e o Evangelho ( segundo o espiritismo). Deus Mamom e o Evangelho ( segundo o espiritismo).
Deus Mamom e o Evangelho ( segundo o espiritismo).
Leonardo Pereira
 
Lei de sociedade - Wilma Badan
Lei de sociedade - Wilma BadanLei de sociedade - Wilma Badan
Lei de sociedade - Wilma Badan
Instituto Espírita de Educação
 
Caridade para com os criminosos
Caridade para com os criminososCaridade para com os criminosos
Caridade para com os criminosos
Izabel Cristina Fonseca
 
Bem aventurados os aflitos
Bem aventurados os aflitos Bem aventurados os aflitos
Bem aventurados os aflitos
Ponte de Luz ASEC
 
Mundo espírita ou dos espíritos
Mundo espírita ou dos espíritosMundo espírita ou dos espíritos
Mundo espírita ou dos espíritos
Sandra Romanucci
 
Sede perfeitos
Sede perfeitosSede perfeitos
Palestra lei de justiça, amor e caridade 2015
Palestra lei de justiça, amor e caridade 2015Palestra lei de justiça, amor e caridade 2015
Palestra lei de justiça, amor e caridade 2015
Euzebio Raimundo da Silva
 

Mais procurados (20)

Palestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucuraPalestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
 
Caridade
CaridadeCaridade
Caridade
 
Nos domínios da mediunidade aula11
Nos domínios da mediunidade aula11Nos domínios da mediunidade aula11
Nos domínios da mediunidade aula11
 
Cristo Consolador
Cristo ConsoladorCristo Consolador
Cristo Consolador
 
O argueiro e a trave no olho cap x
O argueiro e a trave no olho cap xO argueiro e a trave no olho cap x
O argueiro e a trave no olho cap x
 
A lei de amor (ESE, Cap XI, item 8)
A lei de amor (ESE, Cap XI, item 8)A lei de amor (ESE, Cap XI, item 8)
A lei de amor (ESE, Cap XI, item 8)
 
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃOBEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
 
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direitaQue sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
 
Estudos do evangelho 16
Estudos do evangelho 16Estudos do evangelho 16
Estudos do evangelho 16
 
Conduta Espírita na Prática da Caridade
Conduta Espírita na Prática da CaridadeConduta Espírita na Prática da Caridade
Conduta Espírita na Prática da Caridade
 
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
 
Roteiro 5 diferentes categorias de mundos habitados
Roteiro 5   diferentes categorias de mundos habitadosRoteiro 5   diferentes categorias de mundos habitados
Roteiro 5 diferentes categorias de mundos habitados
 
Provas da pobreza e da riqueza
Provas da pobreza e da riquezaProvas da pobreza e da riqueza
Provas da pobreza e da riqueza
 
Deus Mamom e o Evangelho ( segundo o espiritismo).
Deus Mamom e o Evangelho ( segundo o espiritismo). Deus Mamom e o Evangelho ( segundo o espiritismo).
Deus Mamom e o Evangelho ( segundo o espiritismo).
 
Lei de sociedade - Wilma Badan
Lei de sociedade - Wilma BadanLei de sociedade - Wilma Badan
Lei de sociedade - Wilma Badan
 
Caridade para com os criminosos
Caridade para com os criminososCaridade para com os criminosos
Caridade para com os criminosos
 
Bem aventurados os aflitos
Bem aventurados os aflitos Bem aventurados os aflitos
Bem aventurados os aflitos
 
Mundo espírita ou dos espíritos
Mundo espírita ou dos espíritosMundo espírita ou dos espíritos
Mundo espírita ou dos espíritos
 
Sede perfeitos
Sede perfeitosSede perfeitos
Sede perfeitos
 
Palestra lei de justiça, amor e caridade 2015
Palestra lei de justiça, amor e caridade 2015Palestra lei de justiça, amor e caridade 2015
Palestra lei de justiça, amor e caridade 2015
 

Semelhante a Estudo do livro Roteiro lição 30

Estudo do livro Roteiro lição 7
Estudo do livro Roteiro lição 7Estudo do livro Roteiro lição 7
Estudo do livro Roteiro lição 7
Candice Gunther
 
Roteiro 01 -O homem ante a vida
Roteiro 01 -O homem ante a vidaRoteiro 01 -O homem ante a vida
Roteiro 01 -O homem ante a vida
Candice Gunther
 
Estudo do livro Roteiro lição 4
Estudo do livro Roteiro lição 4Estudo do livro Roteiro lição 4
Estudo do livro Roteiro lição 4
Candice Gunther
 
Nova geraçao
Nova geraçaoNova geraçao
Nova geraçao
dijfergs
 
Palestra ese 03 muitas moradas 20160223 v3
Palestra ese 03   muitas moradas  20160223 v3Palestra ese 03   muitas moradas  20160223 v3
Palestra ese 03 muitas moradas 20160223 v3
Tiburcio Santos
 
Estudo do livro Roteiro, lição 28
Estudo do livro Roteiro, lição 28Estudo do livro Roteiro, lição 28
Estudo do livro Roteiro, lição 28
Candice Gunther
 
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdfLeandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Francisco Baptista
 
Seminário - 52º Encontro de Evangelhização de Espíritos (Julho 2015) - Sac...
Seminário - 52º Encontro de Evangelhização de Espíritos (Julho 2015) - Sac...Seminário - 52º Encontro de Evangelhização de Espíritos (Julho 2015) - Sac...
Seminário - 52º Encontro de Evangelhização de Espíritos (Julho 2015) - Sac...
cak_sacramento
 
8 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp01
8 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp018 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp01
8 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp01
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Estudo do livro Roteiro lição 40
Estudo do livro Roteiro lição 40Estudo do livro Roteiro lição 40
Estudo do livro Roteiro lição 40
Candice Gunther
 
Estudo do livro Roteiro liçãoo 37
Estudo do livro Roteiro liçãoo 37Estudo do livro Roteiro liçãoo 37
Estudo do livro Roteiro liçãoo 37
Candice Gunther
 
Boletim c.b. 006 arquétipos de oxossi
Boletim c.b. 006   arquétipos de oxossiBoletim c.b. 006   arquétipos de oxossi
Boletim c.b. 006 arquétipos de oxossi
guerreirosdaluz
 
Assistência espiritual, obsessão e desobsessão
Assistência espiritual, obsessão e desobsessãoAssistência espiritual, obsessão e desobsessão
Assistência espiritual, obsessão e desobsessão
Rivaldo Guedes Corrêa. Jr
 
Estudo do livro Roteiro lição 35
Estudo do livro Roteiro lição 35Estudo do livro Roteiro lição 35
Estudo do livro Roteiro lição 35
Candice Gunther
 
A12 CBE DM - AS LEIS DA REENCARNAÇÃO E DO CARMA - A EVOLUÇÃO DO ESPÍRITO - 20...
A12 CBE DM - AS LEIS DA REENCARNAÇÃO E DO CARMA - A EVOLUÇÃO DO ESPÍRITO - 20...A12 CBE DM - AS LEIS DA REENCARNAÇÃO E DO CARMA - A EVOLUÇÃO DO ESPÍRITO - 20...
A12 CBE DM - AS LEIS DA REENCARNAÇÃO E DO CARMA - A EVOLUÇÃO DO ESPÍRITO - 20...
Daniel de Melo
 
Estudo do livro Roteiro lição 6
Estudo do livro Roteiro lição 6Estudo do livro Roteiro lição 6
Estudo do livro Roteiro lição 6
Candice Gunther
 
O_Processo_de_Transicao_Planetaria_Textos_Web.pdf
O_Processo_de_Transicao_Planetaria_Textos_Web.pdfO_Processo_de_Transicao_Planetaria_Textos_Web.pdf
O_Processo_de_Transicao_Planetaria_Textos_Web.pdf
VIEIRA RESENDE
 
8 entre a-terra_e_o_ceu-1954
8 entre a-terra_e_o_ceu-19548 entre a-terra_e_o_ceu-1954
8 entre a-terra_e_o_ceu-1954
paulasa pin
 
A genese revisao capitulos 1 2 3
A genese revisao capitulos 1 2  3A genese revisao capitulos 1 2  3
A genese revisao capitulos 1 2 3
Fernando Pinto
 
Consciência Cósmica
Consciência CósmicaConsciência Cósmica
Consciência Cósmica
Targon Darshan
 

Semelhante a Estudo do livro Roteiro lição 30 (20)

Estudo do livro Roteiro lição 7
Estudo do livro Roteiro lição 7Estudo do livro Roteiro lição 7
Estudo do livro Roteiro lição 7
 
Roteiro 01 -O homem ante a vida
Roteiro 01 -O homem ante a vidaRoteiro 01 -O homem ante a vida
Roteiro 01 -O homem ante a vida
 
Estudo do livro Roteiro lição 4
Estudo do livro Roteiro lição 4Estudo do livro Roteiro lição 4
Estudo do livro Roteiro lição 4
 
Nova geraçao
Nova geraçaoNova geraçao
Nova geraçao
 
Palestra ese 03 muitas moradas 20160223 v3
Palestra ese 03   muitas moradas  20160223 v3Palestra ese 03   muitas moradas  20160223 v3
Palestra ese 03 muitas moradas 20160223 v3
 
Estudo do livro Roteiro, lição 28
Estudo do livro Roteiro, lição 28Estudo do livro Roteiro, lição 28
Estudo do livro Roteiro, lição 28
 
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdfLeandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
 
Seminário - 52º Encontro de Evangelhização de Espíritos (Julho 2015) - Sac...
Seminário - 52º Encontro de Evangelhização de Espíritos (Julho 2015) - Sac...Seminário - 52º Encontro de Evangelhização de Espíritos (Julho 2015) - Sac...
Seminário - 52º Encontro de Evangelhização de Espíritos (Julho 2015) - Sac...
 
8 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp01
8 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp018 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp01
8 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp01
 
Estudo do livro Roteiro lição 40
Estudo do livro Roteiro lição 40Estudo do livro Roteiro lição 40
Estudo do livro Roteiro lição 40
 
Estudo do livro Roteiro liçãoo 37
Estudo do livro Roteiro liçãoo 37Estudo do livro Roteiro liçãoo 37
Estudo do livro Roteiro liçãoo 37
 
Boletim c.b. 006 arquétipos de oxossi
Boletim c.b. 006   arquétipos de oxossiBoletim c.b. 006   arquétipos de oxossi
Boletim c.b. 006 arquétipos de oxossi
 
Assistência espiritual, obsessão e desobsessão
Assistência espiritual, obsessão e desobsessãoAssistência espiritual, obsessão e desobsessão
Assistência espiritual, obsessão e desobsessão
 
Estudo do livro Roteiro lição 35
Estudo do livro Roteiro lição 35Estudo do livro Roteiro lição 35
Estudo do livro Roteiro lição 35
 
A12 CBE DM - AS LEIS DA REENCARNAÇÃO E DO CARMA - A EVOLUÇÃO DO ESPÍRITO - 20...
A12 CBE DM - AS LEIS DA REENCARNAÇÃO E DO CARMA - A EVOLUÇÃO DO ESPÍRITO - 20...A12 CBE DM - AS LEIS DA REENCARNAÇÃO E DO CARMA - A EVOLUÇÃO DO ESPÍRITO - 20...
A12 CBE DM - AS LEIS DA REENCARNAÇÃO E DO CARMA - A EVOLUÇÃO DO ESPÍRITO - 20...
 
Estudo do livro Roteiro lição 6
Estudo do livro Roteiro lição 6Estudo do livro Roteiro lição 6
Estudo do livro Roteiro lição 6
 
O_Processo_de_Transicao_Planetaria_Textos_Web.pdf
O_Processo_de_Transicao_Planetaria_Textos_Web.pdfO_Processo_de_Transicao_Planetaria_Textos_Web.pdf
O_Processo_de_Transicao_Planetaria_Textos_Web.pdf
 
8 entre a-terra_e_o_ceu-1954
8 entre a-terra_e_o_ceu-19548 entre a-terra_e_o_ceu-1954
8 entre a-terra_e_o_ceu-1954
 
A genese revisao capitulos 1 2 3
A genese revisao capitulos 1 2  3A genese revisao capitulos 1 2  3
A genese revisao capitulos 1 2 3
 
Consciência Cósmica
Consciência CósmicaConsciência Cósmica
Consciência Cósmica
 

Mais de Candice Gunther

Poesias Maria Dolores - Serie Max Rive
Poesias Maria Dolores - Serie Max RivePoesias Maria Dolores - Serie Max Rive
Poesias Maria Dolores - Serie Max Rive
Candice Gunther
 
A obra de Chico Xavier
A obra de Chico XavierA obra de Chico Xavier
A obra de Chico Xavier
Candice Gunther
 
Carta aos Corintios com Emmanuel - Sabedoria
Carta aos Corintios com Emmanuel - SabedoriaCarta aos Corintios com Emmanuel - Sabedoria
Carta aos Corintios com Emmanuel - Sabedoria
Candice Gunther
 
Dissensões
Dissensões Dissensões
Dissensões
Candice Gunther
 
Carta aos Coríntios com Emmanuel - A Cidade de Corinto
Carta aos Coríntios com Emmanuel - A Cidade de CorintoCarta aos Coríntios com Emmanuel - A Cidade de Corinto
Carta aos Coríntios com Emmanuel - A Cidade de Corinto
Candice Gunther
 
Estudo do livro Roteiro lição 39
Estudo do livro Roteiro lição 39Estudo do livro Roteiro lição 39
Estudo do livro Roteiro lição 39
Candice Gunther
 
Estudo do livro Roteiro lição 38
Estudo do livro Roteiro lição 38Estudo do livro Roteiro lição 38
Estudo do livro Roteiro lição 38
Candice Gunther
 
Poesias de Maria Dolores - Serie Turner
Poesias de Maria Dolores - Serie TurnerPoesias de Maria Dolores - Serie Turner
Poesias de Maria Dolores - Serie Turner
Candice Gunther
 
Estudo do livro Roteiro lição 34
Estudo do livro Roteiro lição 34Estudo do livro Roteiro lição 34
Estudo do livro Roteiro lição 34
Candice Gunther
 
Estudo do livro Roteiro lição 33
Estudo do livro Roteiro lição 33Estudo do livro Roteiro lição 33
Estudo do livro Roteiro lição 33
Candice Gunther
 
Roteiro lição 31
Roteiro lição 31Roteiro lição 31
Roteiro lição 31
Candice Gunther
 
Viver com misericórdia
Viver com misericórdiaViver com misericórdia
Viver com misericórdia
Candice Gunther
 
Estudo do livro Roteiro lição 29
Estudo do livro Roteiro lição 29Estudo do livro Roteiro lição 29
Estudo do livro Roteiro lição 29
Candice Gunther
 
Estudo do livro Roteiro lição 27
Estudo do livro Roteiro lição 27Estudo do livro Roteiro lição 27
Estudo do livro Roteiro lição 27
Candice Gunther
 
Estudo do livro Roteiro, lição 25
Estudo do livro Roteiro, lição 25Estudo do livro Roteiro, lição 25
Estudo do livro Roteiro, lição 25
Candice Gunther
 
Estudo do livro Roteiro lição 24
Estudo do livro Roteiro lição 24Estudo do livro Roteiro lição 24
Estudo do livro Roteiro lição 24
Candice Gunther
 
Estudo do livro Roteiro lição 23
Estudo do livro Roteiro lição 23Estudo do livro Roteiro lição 23
Estudo do livro Roteiro lição 23
Candice Gunther
 
Estudo do livro Roteiro lição 22
Estudo do livro Roteiro lição 22Estudo do livro Roteiro lição 22
Estudo do livro Roteiro lição 22
Candice Gunther
 
Estudo do livro Roteiro lição 21
Estudo do livro Roteiro lição 21Estudo do livro Roteiro lição 21
Estudo do livro Roteiro lição 21
Candice Gunther
 
Estudo do livro Roteiro lição 20
Estudo do livro Roteiro lição 20Estudo do livro Roteiro lição 20
Estudo do livro Roteiro lição 20
Candice Gunther
 

Mais de Candice Gunther (20)

Poesias Maria Dolores - Serie Max Rive
Poesias Maria Dolores - Serie Max RivePoesias Maria Dolores - Serie Max Rive
Poesias Maria Dolores - Serie Max Rive
 
A obra de Chico Xavier
A obra de Chico XavierA obra de Chico Xavier
A obra de Chico Xavier
 
Carta aos Corintios com Emmanuel - Sabedoria
Carta aos Corintios com Emmanuel - SabedoriaCarta aos Corintios com Emmanuel - Sabedoria
Carta aos Corintios com Emmanuel - Sabedoria
 
Dissensões
Dissensões Dissensões
Dissensões
 
Carta aos Coríntios com Emmanuel - A Cidade de Corinto
Carta aos Coríntios com Emmanuel - A Cidade de CorintoCarta aos Coríntios com Emmanuel - A Cidade de Corinto
Carta aos Coríntios com Emmanuel - A Cidade de Corinto
 
Estudo do livro Roteiro lição 39
Estudo do livro Roteiro lição 39Estudo do livro Roteiro lição 39
Estudo do livro Roteiro lição 39
 
Estudo do livro Roteiro lição 38
Estudo do livro Roteiro lição 38Estudo do livro Roteiro lição 38
Estudo do livro Roteiro lição 38
 
Poesias de Maria Dolores - Serie Turner
Poesias de Maria Dolores - Serie TurnerPoesias de Maria Dolores - Serie Turner
Poesias de Maria Dolores - Serie Turner
 
Estudo do livro Roteiro lição 34
Estudo do livro Roteiro lição 34Estudo do livro Roteiro lição 34
Estudo do livro Roteiro lição 34
 
Estudo do livro Roteiro lição 33
Estudo do livro Roteiro lição 33Estudo do livro Roteiro lição 33
Estudo do livro Roteiro lição 33
 
Roteiro lição 31
Roteiro lição 31Roteiro lição 31
Roteiro lição 31
 
Viver com misericórdia
Viver com misericórdiaViver com misericórdia
Viver com misericórdia
 
Estudo do livro Roteiro lição 29
Estudo do livro Roteiro lição 29Estudo do livro Roteiro lição 29
Estudo do livro Roteiro lição 29
 
Estudo do livro Roteiro lição 27
Estudo do livro Roteiro lição 27Estudo do livro Roteiro lição 27
Estudo do livro Roteiro lição 27
 
Estudo do livro Roteiro, lição 25
Estudo do livro Roteiro, lição 25Estudo do livro Roteiro, lição 25
Estudo do livro Roteiro, lição 25
 
Estudo do livro Roteiro lição 24
Estudo do livro Roteiro lição 24Estudo do livro Roteiro lição 24
Estudo do livro Roteiro lição 24
 
Estudo do livro Roteiro lição 23
Estudo do livro Roteiro lição 23Estudo do livro Roteiro lição 23
Estudo do livro Roteiro lição 23
 
Estudo do livro Roteiro lição 22
Estudo do livro Roteiro lição 22Estudo do livro Roteiro lição 22
Estudo do livro Roteiro lição 22
 
Estudo do livro Roteiro lição 21
Estudo do livro Roteiro lição 21Estudo do livro Roteiro lição 21
Estudo do livro Roteiro lição 21
 
Estudo do livro Roteiro lição 20
Estudo do livro Roteiro lição 20Estudo do livro Roteiro lição 20
Estudo do livro Roteiro lição 20
 

Último

Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
a futura religião da nova ordem mundial.
a  futura religião da nova ordem mundial.a  futura religião da nova ordem mundial.
a futura religião da nova ordem mundial.
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
A Verdade Sôbre As Profecias Do Apocalipse.pdf
A Verdade Sôbre As Profecias Do Apocalipse.pdfA Verdade Sôbre As Profecias Do Apocalipse.pdf
A Verdade Sôbre As Profecias Do Apocalipse.pdf
REFORMADOR PROTESTANTE
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
GABRIELADIASDUTRA1
 
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo DiaFesta das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
André Luiz Marques
 
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicosSEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdfJesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
REFORMADOR PROTESTANTE
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
Oziete SS
 
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdfEstudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
JaquelineSantosBasto
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Salmo 91
Salmo 91Salmo 91
Salmo 91
Nilson Almeida
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Elton Zanoni
 
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdfA Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
claudiovieira83
 

Último (14)

Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
a futura religião da nova ordem mundial.
a  futura religião da nova ordem mundial.a  futura religião da nova ordem mundial.
a futura religião da nova ordem mundial.
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
A Verdade Sôbre As Profecias Do Apocalipse.pdf
A Verdade Sôbre As Profecias Do Apocalipse.pdfA Verdade Sôbre As Profecias Do Apocalipse.pdf
A Verdade Sôbre As Profecias Do Apocalipse.pdf
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
 
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo DiaFesta das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicosSEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
 
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdfJesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
 
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdfEstudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
 
Salmo 91
Salmo 91Salmo 91
Salmo 91
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
 
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdfA Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
 

Estudo do livro Roteiro lição 30

  • 1. Livro de Emmanuel Psicografia de Chico Xavier Renovação Lição 30
  • 2. Renovar é tornar algo novo,Renovar é tornar algo novo, mudar para melhor,mudar para melhor, aprimorar, aperfeiçoar.aprimorar, aperfeiçoar. É, também, lei divinaÉ, também, lei divina que a todos alcança.que a todos alcança.
  • 3.  "...o nosso globo, como tudo o que existe, está submetido à lei do progresso. Progride fisicamente pela transformação dos elementos que o compõem, e moralmente pela depuração dos Espíritos encarnados e desencarnados que o povoam. Esses dois progressos se seguem e marcham paralelamente, porque a perfeição da habitação está em relação com o habitante.  Fisicamente, o globo sofreu transformações, constatadas pela Ciência, e que sucessivamente o tornaram habitável por seres cada vez mais aperfeiçoados; moralmente a Humanidade progride pelo desenvolvimento da inteligência, do senso moral e do abrandamento dos costumes. Ao mesmo tempo que se opera a melhoria do globo, sob o império das forças materiais, os homens a isso concorrem pelos esforços de sua inteligência: saneiam regiões
  • 4.  Tudo é renovação constante no que se refere à vida, seja material ou espiritual. O mundo material, presenciamos com nossos olhos, a cada dia nos apresenta novidades, a tecnologia promove avanços e nunca o homem teve acesso a tanto conhecimento como tem hoje. Mas e a questão espiritual? Como reconhecer este mesmo caminho evolutivo em nosso planeta e em nós? Como perceber a vibração que ainda impera?
  • 5.  Caminhemos com Emmanuel nesta valorosa lição refletindo sobre estas questões.  "As revelações dos Espíritos convidam naturalmente a ideais mais elevados, a propósitos mais edificantes.  Para as inteligências realmente dispostas à renunciação da animalidade, são elas sublime incentivo à renovação interior, modificando a estrutura fluídica do ambiente mental que lhes é próprio.  Se a civilização exige o desbravamento da mata virgem, para que cidades educadas surjam sobre o solo e para que estradas se rasguem soberanas, é indispensável a eliminação de todos os obstáculos, à custa do sacrifício daqueles que devotam ao apostolado do progresso." Roteiro
  • 6.  Tal qual os bandeirantes de outrora, que com seus facões e poucos recursos adentravam em matas densas possibilitando a construção do que hoje conhecemos como cidades e vilarejos, o ambiente mental da Terra pede por desbravadores, que adentrem nas regiões densas e lá promovam a luz.   Eis a ferramenta sublime, as revelações dos espíritos. Acolhemos a doutrina espírita em nossas vidas e percebemos o quanto ela nos faz bem e nos traz paz e consolo, é importante, porém, que saibamos que esta luz também atua sobre todo o ambiente espiritual da Terra, onde somos convidados a trabalhar.
  • 7.  Emmanuel nos fala que este erguimento espiritual da Terra se dará as custas do sacrifício dos que se devotam ao apostolado do progresso. Para melhor compreender o alcance desta frase, ouçamos a lição Paciência e Construção do livro Benção de Paz, também de Emmanuel:  "Indiscutivelmente não consegues corrigir, como talvez desejes, os desacertos da Humanidade, mas é possível ajustar o próprio coração à lei do amor a fim de que a redenção do mundo encontre em ti mesmo o ponto necessário de expansão.Não julgues, porém, que pressa ou violência sejam climas adequados de ação para a vitória do bem. Amarás e servirás; entretanto, não só isso: ampararás também."  Estamos prontos para amar e servir?  Estamos conscientes de que este é o caminho para a regeneração do planeta?
  • 8.  Vejamos mais um trecho da lição.  " A Humanidade atual, em seu aspecto coletivo, considerada mentalmente, ainda é a floresta escura, povoada de monstruosidades.  Se nos fundamentos evolutivos da organização planetária encontramos os animais pré-históricos, oferecendo a predominância do peso e da ferocidade sobre quaisquer outros característicos, nos alicerces da civilização do espírito ainda perseveram os grandes monstros do pensamento, constituídos por energias fluídicas, emanadas dos centros de inteligência que lhes oferecem origem." Roteiro  O que em mim ainda floresta densa que necessita ser percebido e compreendido para evoluir? Quais os caminhos para esta descoberta?
  • 9.  A lição é profunda e merece nossa reflexão. Vivemos, em grande maioria, voltados para o mundo exterior, esquecidos de nós mesmos e quando passamos por situações de dificuldade ou de estresse é muito comum termos reações que nos escapam do entendimento. São justamente estes "monstros" tão bem guardados em nossa psiquê que afloram e pedem de nós atenção.  Possuímos tendências que precisam ser percebidas e trabalhadas, com coragem. Conhecer a si mesmo é um grande desafio e, também, uma grande dor. Não apenas porque precisaremos reconhecer nossas falhas, mas, principalmente, porque o desafio de mudar, de permitir a lapidação da pedra bruta que reside em nosso íntimo se dá, também, pela estrada da dor.
  • 10.  É como a borboleta que necessita passar pelo casulo para adquirir a beleza que a lagarta nunca teve. Somos borboletas, estamos crisálidas.  “Cultiva a tua mente, iluminando-a e enobrecendo-a. Ainda que, por agora, não percebas, a tua alma se expande, em milhões de partículas, que são os agentes de libertação ou de cativeiro elaborados por teu próprio plano mental." André Luiz
  • 11.  Sigamos em frente.  " Temos, assim, dominando ainda a formação sentimental do mundo, os mamutes da ignorância, os megatérios da usura, os iguanodontes da vaidade ou os dinossauros da vingança, da barbárie, da inveja ou da ira.  As energias mentais do habitantes da Terra tecem o envoltório que os retém à superfície do Globo. Raros são aqueles cuja mente vara o teto sombrio com os raios de luz dos sentimentos sublimados que lhes fulguram no templo íntimo." Roteiro
  • 12.  De que forma contribuímos para a psicosfera do nosso planeta? Que tipo de pensamentos estamos irradiando a cada instante? Percebemos que somos parte de um todo e que somos, também, influenciados pela baixa vibração do planeta? E, ao perceber, conseguimos nos desvencilhar, buscando uma sintonia mais elevada, contribuindo, assim, para a melhoria da vibração da Terra?  Reencarnamos, todos sabemos, é hora, então, de recomeçar.
  • 13.  "... é necessário lutar na conquista do recomeço.  Personalidades do poder transitório, que abusaram do povo, assistem às privações das classes humildes, verificando o martírio silencioso dos que se levantam cada dia, para a contemplação da própria miséria;  avarentos que rolaram no ouro regressam às paredes amoedadas dos descendentes, acompanhando os mendigos que lhes recorrem à caridade, anotando quanto dói suplicar migalha a corações petrificados no orgulho;  escritores que se faziam especialistas da calúnia ou do escândalo tornam à presença dos seus próprios leitores, examinando os entorpecentes e corrosivos mentais que segregavam, impunes;
  • 14.  pais e mães displicentes ou desumanos voltam ao reduto doméstico dos rebentos desorientados, considerando as raízes da viciação ou da crueldade, plantadas por eles mesmos;  malfeitores, que caíram na delinquência, socorrem as vítimas de criminosos vulgares, avaliando os processos de sofrimento com que supliciavam a carne e a alma dos semelhantes…  Mas isso não basta. Depois do aprendizado, é preciso retomar o campo de ação, renascer e ressarcir, progredir e aprimorar, solvendo débito por débito perante a Lei.  Companheiro do mundo, se o conhecimento da reencarnação já te felicita, sabes que a existência na Terra é preciosa bolsa de trabalho e de estudo, com amplos recursos de pagamento.  Assim pois, seja qual seja a provação que te assinala o caminho, sofre, amando, e agradece a Deus. (Livro Justiça Divina - Emmanuel)
  • 15.  Sigamos em frente com a lição.  " O pensamento é o gerador dos infracorpúsculos ou das linhas de força do mundo subatômico, criador de correntes de bem ou de mal, grandeza ou decadência, vida ou morte, segundo a vontade que o exterioriza e dirige. E a moradia dos homens ainda está mergulhada em fluidos ou em pensamentos vivos e semicondensados de estreiteza espiritual, brutalidade, angústia, incompreensão, rudeza, preguiça, má- vontade, egoísmo, injustiça, crueldade, separação, discórdia, indiferença, ódio, sombra e miséria...  Com a demonstração da sobrevivência da alma, porém, a consciência humana adquire domínio sobre as trevas do instinto, controlando a corrente dos desejos e dos impulsos, soerguendo as aspirações da criatura para níveis mais altos.  Os corações despertados para a verdade começam a entender as linhas eternas da justiça e do bem. A voz do Cristo é ouvida sob nova expressão na mais profunda acústica da alma." Roteiro
  • 16.  Já tivemos a oportunidade de refletir sobre o alcance do nosso pensar, reconhecendo que tudo nele tem seu início. Nossas ações jamais ocorreriam sem que primeiro tivéssemos pensado em algo realizar. Assim, onde estamos é resultado do uso de nossa vontade ao longo das muitas vidas.  O conhecimento da reencarnação como uma lei natural que a todos alcança nos permite um novo olhar para o mundo, mas, principalmente para nós mesmos. Não somos uma carta em branco que começou a ser escrita neste último século, somos seres que já passaram por muitas vidas e cada uma repleta de experiências.
  • 17.  Acreditar em reencarnação, portanto, nos pede que vivamos como quem acredita, com uma melhor consciência de que o passado se refere a nós e o futuro não apenas depende de nossas ações como, também, nos aguarda, pois lá estaremos, em novas experiências.  A consciência das diversas vidas nos liberta do imediatismo, nos permite compreender o tempo de cada um e nos fortalece para que tenhamos, também, paciência e perseverança em relação a nossa própria conduta.  Nossas virtudes já se mostram latentes, assim como nossos desenganos pedem arrependimento e reparação. Eis a nossa vida.
  • 18.  Despertar para a verdade, assim, é adentrar neste mundo complexo e belo, este mundo cheio de vida, de experiências, de aprendizamos, é entrar em nosso mundo íntimo com a coragem e a bravura de quem adentra uma selva densa e quer transformá-la em um lindo jardim. Não é trabalho de um dia, nem de uma vida, é um trabalho constante.  O mais lindo modelo de alguém que venceu a si mesmo, construindo em seu interior um belíssimo jardim é o Cristo Jesus, que veio nos ensinar e incentivar a desfrutarmos deste éden que o Pai criou mas do qual insistimos em nos afastar.
  • 19.  Encerra Emmanuel a lição.  "Quem acorda converte-se num ponto de luz no serro denso da Humanidade, passando a produzir fluidos ou forças de regeneração e redenção, iluminando o plano mental da Terra para a conquista da vida cósmica no grande futuro.  Em verdade, pois, nobre é a missão do Espiritismo, descortinando a grandeza da universalidade divina à acanhada visão terrestre; no entanto, muito maior é muito mais sublime é a missão do nosso ideal santificante com Jesus para o engrandecimento da própria Terra, a fim de que o Planeta se divinize para o Reino do Amor Universal." Roteiro
  • 20.  Há quem pense que a caridade só ocorre quando as mãos trabalham, certamente, que lá ela existe, fazendo o bem e auxiliando a quem padece. Porém, aprendemos hoje que o nosso pensar pode ser um ponto de luz a acender-se na Terra auxiliando a todos que nos cercam, encarnados e desencarnados.  Sejamos alegres, otimistas, busquemos a paz, vibremos no bem, tudo isto nos é possível se estivermos atentos ao nosso dia a dia, atentos aos estimulos exteriores que nem sempre nos fazem bem. Podemos optar pelo que ouvimos, pela forma como alimentamos a nossa mente, desta decisão decorrerá, também, a nossa sintonia.
  • 21.  Emmanuel, no livro Na Hora do Testemunho, fala sobre a Autorrenovação e, com esta lição, encerramos o estudo de hoje.   "Atualmente, na Terra, todos ouvimos, com freqüência, a afirmativa geral — “eis que o mundo se transforma”.  Efetivamente, no Plano Físico, em apenas um quartel de século, alteraram-se basicamente quase todos os setores da vida em si.  Robôs específicos, quais sejam tratores ou máquinas de lavar, poupam imensidade de trabalho e os processos de intercâmbio, os mais rápidos, converteram o Planeta em casa grande com grande família entreunida nas mesmas realizações e nas mesmas dificuldades.  A criatura humana, porém, conquanto se extasie perante os avanços do progresso e, por vezes, se veja constrangida a súbitos deslocamentos emocionais, em vista das novas orientações psicológicas, observa, dentro de si própria, que as ocorrências do espírito continuam as mesmas.
  • 22.  O amor genuíno não sofreu qualquer modificação;  a atração dos sexos, do ponto de vista da coletividade, não experimentou mudança alguma;  o sofrimento moral é absolutamente semelhante àquele que devastava civilizações de há muito desaparecidas;  o imperativo da educação não abandonou o lugar que lhe compete na vida comunitária;  a ordem social não passou por alienação nenhuma, a fim de que a segurança comum se faça resguardada nos alicerces da justiça;  e a morte prossegue em toda parte, coma sendo uma força que se impõe no mundo à custa de lágrimas.  Consideremos tudo isso e não te permitas abater se lutas, porventura te assediem a estrada.  Ante a perspectiva de mais mudanças no plano exterior, no imo da alma, sejamos mais nós mesmos.
  • 23.  Por mais complexa se mostre a moldura do quadro em que vives, no mundo, nele transitas, à feição de viajor, no hotel das facilidades materiais, com vinculações de trânsito e compromissos de tempo certo.  A Terra se renova, substancialmente, oferecendo reconforto em todas as direções; entretanto — ponderamos com respeito — é preciso saibas o que fazes de ti para que o carro da evolução não te colha sob as suas rodas inexoráveis.  Ampara-te na fé em Deus, seja qual seja o campo religioso em que estagies, construindo resistência íntima com os recursos do conhecimento e do amor.  Desvincula-te das preocupações improdutivas para que te não afastes do essencial.  Usa os bens que a vida te empresta atendendo ao bem dos outros, sem permitir que os bens dos quais te fizeste usufrutuário te acorrentem ao poste das aflições inúteis.  Serve sem apego. Ama sem escravizar o próximo ou a ti mesmo. E ilumina-te, seguindo adiante."