SlideShare uma empresa Scribd logo
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013
BIBLIOGRAFIA:
Série Psicológica - 12 –Títulos
- Joanna de Ângelis – Divaldo Franco
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013
“NÃO BASTA CRER
NA IMORTALIDADE DA ALMA”
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013
TERAPIA ESPÍRITA
• passe magnético
• prece
• água fluída
• Trabalho no bem
• Leituras edificantes
• Evangelho no lar
• Proposta pessoal
  de mudança interior
“Como nos tempos mais recuados das
civilizações mortas, temos de reafirmar que a
maior necessidade da criatura humana ainda é
a do CONHECIMENTO DE SI MESMA”.
                          In: Consolador – pg.80
                                   EMANUEL
Sócrates




  “... Na verdade, não é outra coisa o que faço nestas
  minhas andanças, a não ser persuadir a vós, jovens e
  velhos, de que não deveis cuidar só do corpo, nem
  exclusivamente das riquezas, e nem de qualquer outra
  coisa antes e mais fortemente que da alma, de modo
  que ela se aperfeiçoe sempre, pois não é do acúmulo
  de riquezas que nasce a virtude, mas do
  aperfeiçoamento da alma é que nascem as riquezas e
  tudo o que mais importa ao homem”.
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013
“... O conhecimento de si mesmo
é, portanto, a chave do progresso
                         individual.

  Mas direis, como há de alguém
           julgar-se a si mesmo?

     Não está aí a ilusão do amor
  próprio para atenuar as faltas e
        torná-las desculpáveis?”
 Livro dos Espíritos – Santo Agostinho
Todos os Espíritos encarnados, porém,
devem considerar que se encontram no
planeta como em poderoso cadinho de
    acrisolamento¹ e regeneração,

       sendo indispensável cultivar
        a flor da iluminação íntima:

       na angústia da vida humana,
           no círculo da família
         ou da comunidade social,
 através da maior severidade para consigo
    mesmo e da maior tolerância com os
                outros [...]”

        Emmanuel, O Consolador

¹acrisolamento - Purificação, reforçamento de qualidades.
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013
Cada um deve preparar-se para acompanhar a
marcha do progresso, integrando a legião dos
construtores do novo período da Humanidade.



      Anunciado por Jesus esse período de
    transição, tanto como referendado pelo
 Apocalipse, narrado por João evangelista e os
profetas que se manifestaram a esse respeito ao
              longo da História, ....
chega o momento de
  cumprir-se os divinos
 desígnios que reservam
 para a Terra generosa o
destino regenerador, sem
as marcas do sofrimento
na sua feição pungitiva e
     desesperadora.
“ (…) dá-se neste
momento a renovação do
    planeta, graças à
 qualidade dos espíritos
que começam a habitá-lo,
 enriquecidos de títulos
 de enobrecimento e de
  interesse fraternal.”



    Joanna de Ângelis
 “Momentos de Harmonia”
As lições do Mestre de Nazaré, desde há
      dois mil anos, convocam-nos:
   1) ao procedimento moral correto,
        2) à convivência pacífica
  3) ao cumprimento dos deveres de
    solidariedade e apoio aos que se
encontram na retaguarda da ignorância,
ou sofrendo os necessários fenômenos
        de recuperação pela dor,
 mediante os testemunhos, através das
         experiências aflitivas...
Mensagem Psicofônica – Bezerra Menezes – Divaldo Franco – Brasília – 8 nov . 2009




        Era Nova de Divulgação do Reino de Deus
          – MENSAGEM BEZERRA DE MENEZES
Os momentos que
 vivemos são de esforço
 autoiluminativo, graças
    às revelações que
   descem à Terra com
  maior frequência e às
informações seguras em
  torno do processo de
 mudança, oferecendo a
  visão do futuro que a
    todos nos espera.
Mensagem Psicofônica – Bezerra Menezes – Divaldo Franco – Brasília – 8 nov 2009


• Soam, na Espiritualidade Superior, os
  clarins que anunciam a grande transição.

 Nem tudo, porém, são trevas e sofrimentos.
•
• Não apenas testemunhos de lágrimas
  em holocaustos novos, homenageando o
  Senhor da Vida.

 A misericórdia do Amor enseja-nos a
 madrugada de luz, caracterizada por um
 festival de bênçãos.
“A fim de que o
mundo se transforme
é necessário que haja
a modificação do ser
humano para melhor,
por ser a célula máter
    da sociedade.
JOIO:
GRAMÍNIA QUE NASCE NO MEIO DO TRIGO
      PREJUDICANDO A SEARA.
JOIO:
almas que não querem ouvir as leis divinas
            nem as cumprir.

               BUSCAM:
os caminhos do vício, da maldade e do erro.
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013
Enquanto mantiver a
  enfermidade espiritual
   resultante do atraso
evolutivo, nenhuma força
    externa conseguirá
alterar a marcha moral do
  planeta, desde que os
seus habitantes recusem-
    se à transformação
          interior.
Transformacao interior e regeneracao 2013
Ó tu, que dormes,
 levanta-te entre
   os mortos e o
     Cristo te
    esclarecerá
- Voltar nossa atenção para modificarmos
 as coisas de DENTRO



  DORMÊNCIA:              DESPERTAR
 CONSCIÊNCIA                 NOSSA
                    X
    DE SONO              CONSCIÊNCIA

   Imobilidade           Transformar o
    Espiritual           mundo em nós
Transformacao interior e regeneracao 2013
PROGRAMA AUTOREEDUCATIVO
questão 230

       PORTA AMIGA QUE NOS
          CONDUZIRÁ AOS
     RACIOCÍNIOS MAIS PUROS,
     PORQUANTO, NA REFORMA
        DEFINITIVA DE NOSSO
    ÍNTIMO, É INDISPENSÁVEL O
     GOLPE DA AÇÃO PRÓPRIA,
          NO SENTIDO DE
       MODELARMOS O NOSSO
      SANTUÁRIO INTERIOR, NA
     SAGRADA ILUMINAÇÃO DA
                VIDA.
• EXAMINEMOS A NÓS MESMOS
  Questão 919
• LIVRO:
• O dever do espírita-cristão é tornar-se
  progressivamente melhor.

• Útil, assim, verificar, de quando em
  quando, com rigoroso exame pessoal,
  a nossa verdadeira situação íntima.
Espírita que não progride durante três
anos sucessivos permanece
estacionário.
SER ESPÍRITA
           


 


       AUTORREFORMA
        CONTÍNUA
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013
• Inquire as tuas relações na experiência
  doméstica:

 - Conquistaste mais alto clima de paz
 dentro de casa?
Transformacao interior e regeneracao 2013
• Investiga as atividades que te
  competem no templo doutrinário:

• - Colaboras com mais euforia na seara
  do Senhor?
• Observa-te nas manifestações perante
  os amigos:

• - Trazes o Evangelho mais vivo nas
  atitudes?
• Reflete em tua capacidade de
  sacrifício:

- Notas em ti mesmo mais ampla
  disposição de servir voluntariamente?
Divaldo – quase 86 anos
                        2 e 03
         Seminário e Conferência em Natal – RN

                        11 e 12
        Conferência e Seminário em Goiânia - GO

                            12
               (à noite) em Anápolis – GO

                           14
                    Uberlândia – MG

                            15
   Grupo Espírita da Prece Chico Xavier -Uberaba – MG

                          16
                      Franca - SP
20
     New Jersey - EUA
             21
        Chicago - EUA
             22
     New Jersey - EUA
           23 e 24
Newark (Encontro do Tri-States)
             25
    San Francisco - EUA
             26
     Los Angeles - EUA
             27
      San Diego - EUA
             28
Seminário em Los Angeles (CA-
            USA).
• Pesquisa o próprio desapego:

• - Andas um pouco mais livre do anseio
  de influência e de posses terrestres?
Transformacao interior e regeneracao 2013
 

    A prudência 
necessária baseada 
nas necessidades e 
 nas obrigações do 
      futuro. 

        Ex: 
plantar para colher; 
trabalhar para pagar 
     as contas.
 PROVISÃO
              
   A provisão coerente 
baseada nas exigências e 
  nas possibilidades do 
         futuro. 




         Ex: 
estudar para aprender; 
 economizar para ter.
Eu uso o necessário       Somente o Necessário
 Somente o necessário       Disney – Mogli e Balu
O extraordinário é demais
   Eu digo necessário
 Somente o necessário
Por isso é que essa vida 
     eu vivo em paz
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013
• Usas mais intensamente
• os pronomes "nós",
• "nosso" e "nossa"

• e menos os determinativos
• "eu", "meu" e "minha"?
• Diminuíram-te os pequenos remorsos
  ocultos no recesso da alma?
4


• Superastes os lapsos crônicos de
  desatenção e negligência?
Estudas mais profundamente
a Doutrina que professas?
Transformacao interior e regeneracao 2013
• Entendes melhor
            a função da dor?
Transformacao interior e regeneracao 2013
“ Não é necessário que o turbilhão dos sofrimentos
   gerais o sensibilize, a fim de que possa contribuir
eficazmente com os Espíritos que operam em favor da
                  grande transição”.




               Joanna de Ângelis,
                  Jesus e Vida.
             Médium Divaldo P. Franco
• Auxilias aos necessitados com
  mais abnegação?
• Ainda cultivas
  alguma discreta desavença?
Como está nosso
relacionamento no
     dia a dia?



     Criamos
  desavenças
ou já respeitamos
 nosso próximo?
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013
• Tens orado realmente?
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013
Teus ideias
evoluíram?
Transformacao interior e regeneracao 2013
Tua fé raciocinada consolidou-se com
 mais segurança?
Tens o verbo mais indulgente, os braços
 mais ativos e as mãos mais
 abençoadoras?
Transformacao interior e regeneracao 2013
Evangelho é alegria no coração:

- Estás, de fato, mais alegre e feliz
  intimamente, nestes três últimos anos?
Teus instantes de
                                    tristeza
                                      ou de
                              cólera surda,
• Teus instantes de tristeza ou às vezes tão
                                de cólera
  surda, às vezes tão conhecidos somente
                       conhecidos
  somente por ti, estão presentemente ti,
                                      por
  mais raros?          estão presentemente
                                mais raros?
Transformacao interior e regeneracao 2013
Tudo caminha!
Tudo evolui!
Confiramos o nosso rendimento
 individual com o Cristo!
Sopesa a existência hoje,
 espontaneamente, em regime de paz,
 para que te não vejas na obrigação de
 sopesá-la amanhã sob o impacto da
 dor.
Não te iludas!
Um dia que se foi é mais uma cota de
 responsabilidade, mais um passo rumo
 à Vida Espiritual, mais uma
 oportunidade valorizada ou perdida.
Interroga a consciência quanto à
  utilidade que vens dando ao tempo, à
  saúde e aos ensejos de fazer o bem
  que desfrutas na vida diária.
Faze isso agora, enquanto te vales do
 corpo humano, com a possibilidade de
 reconsiderar diretrizes e desfazer
 enganos facilmente, pois, quando
 passares para o lado de cá, muita vez,
 já será mais difícil...
• Cada ser humano é responsável pela
  busca do seu equilíbrio, da sua
  harmonia.




• O espiritismo auxilia no tratamento da
  consciência humana, lhe apresentando
  novos valores, educando o espírito.
• O desenvolvimento de valores como
  paciência, humildade, bondade, perdão,
  tolerância,    caridade  e    amor,    são
  características de consciência plenamente
  desperta, de unidade perfeita e de perfeito
  entrosamento de Deus para com o homem.
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013
Transformacao interior e regeneracao 2013

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMOMEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
Jorge Luiz dos Santos
 
SE ARREPENDIMENTO MATASSE...
SE ARREPENDIMENTO MATASSE...SE ARREPENDIMENTO MATASSE...
SE ARREPENDIMENTO MATASSE...
Jorge Luiz dos Santos
 
O homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafioO homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafio
Graça Maciel
 
ESQUECIMENTO DO PASSADO
ESQUECIMENTO DO PASSADOESQUECIMENTO DO PASSADO
ESQUECIMENTO DO PASSADO
Jorge Luiz dos Santos
 
Educação espírita para a infância
Educação espírita para a infânciaEducação espírita para a infância
Educação espírita para a infância
Dalila Melo
 
Provas voluntárias
Provas voluntáriasProvas voluntárias
Provas voluntárias
Izabel Cristina Fonseca
 
Fluidos e perispirito-rosana_c
Fluidos e perispirito-rosana_cFluidos e perispirito-rosana_c
Fluidos e perispirito-rosana_c
carlos freire
 
A felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundoA felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundo
Ponte de Luz ASEC
 
LIMITES DA REENCARNAÇÃO
LIMITES DA REENCARNAÇÃOLIMITES DA REENCARNAÇÃO
LIMITES DA REENCARNAÇÃO
Francisco de Assis Alencar
 
Palestra lei destruição
Palestra lei destruiçãoPalestra lei destruição
Palestra lei destruição
Izabel Cristina Fonseca
 
Mediunidade com jesus
Mediunidade com jesusMediunidade com jesus
Mediunidade com jesus
NILTON CARVALHO
 
A lei de amor ppt
A lei de amor pptA lei de amor ppt
A lei de amor ppt
Silvânio Barcelos
 
O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"
O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"
O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"
Jorge Luiz dos Santos
 
Reencarnação e os laços de familia
Reencarnação e os laços de familiaReencarnação e os laços de familia
Reencarnação e os laços de familia
KATIA MARIA FARAH V DA SILVA
 
A força do pensamento
A força do pensamentoA força do pensamento
A força do pensamento
Erik Gabriel Thomazi
 
Cristo Consolador
Cristo ConsoladorCristo Consolador
Cristo Consolador
Sergio Menezes
 
Fé humana e fé divina!
Fé humana e fé divina!Fé humana e fé divina!
Fé humana e fé divina!
Leonardo Pereira
 
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudaráAjuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
Graça Maciel
 
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
Izabel Cristina Fonseca
 
Bem aventurados os mansos e pacíficos
Bem aventurados os mansos e pacíficosBem aventurados os mansos e pacíficos
Bem aventurados os mansos e pacíficos
Eduardo Ottonelli Pithan
 

Mais procurados (20)

MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMOMEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
 
SE ARREPENDIMENTO MATASSE...
SE ARREPENDIMENTO MATASSE...SE ARREPENDIMENTO MATASSE...
SE ARREPENDIMENTO MATASSE...
 
O homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafioO homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafio
 
ESQUECIMENTO DO PASSADO
ESQUECIMENTO DO PASSADOESQUECIMENTO DO PASSADO
ESQUECIMENTO DO PASSADO
 
Educação espírita para a infância
Educação espírita para a infânciaEducação espírita para a infância
Educação espírita para a infância
 
Provas voluntárias
Provas voluntáriasProvas voluntárias
Provas voluntárias
 
Fluidos e perispirito-rosana_c
Fluidos e perispirito-rosana_cFluidos e perispirito-rosana_c
Fluidos e perispirito-rosana_c
 
A felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundoA felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundo
 
LIMITES DA REENCARNAÇÃO
LIMITES DA REENCARNAÇÃOLIMITES DA REENCARNAÇÃO
LIMITES DA REENCARNAÇÃO
 
Palestra lei destruição
Palestra lei destruiçãoPalestra lei destruição
Palestra lei destruição
 
Mediunidade com jesus
Mediunidade com jesusMediunidade com jesus
Mediunidade com jesus
 
A lei de amor ppt
A lei de amor pptA lei de amor ppt
A lei de amor ppt
 
O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"
O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"
O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"
 
Reencarnação e os laços de familia
Reencarnação e os laços de familiaReencarnação e os laços de familia
Reencarnação e os laços de familia
 
A força do pensamento
A força do pensamentoA força do pensamento
A força do pensamento
 
Cristo Consolador
Cristo ConsoladorCristo Consolador
Cristo Consolador
 
Fé humana e fé divina!
Fé humana e fé divina!Fé humana e fé divina!
Fé humana e fé divina!
 
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudaráAjuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
 
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
 
Bem aventurados os mansos e pacíficos
Bem aventurados os mansos e pacíficosBem aventurados os mansos e pacíficos
Bem aventurados os mansos e pacíficos
 

Destaque

10 a transformação do homem na era da regeneração
10 a transformação do homem na era da regeneração10 a transformação do homem na era da regeneração
10 a transformação do homem na era da regeneração
sidneyjorge
 
Regeneração
RegeneraçãoRegeneração
Regeneração da humanidade
Regeneração da humanidadeRegeneração da humanidade
Regeneração da humanidade
Graça Maciel
 
Regeneração
RegeneraçãoRegeneração
Regeneração
Elso Rodrigues
 
Regeneração
RegeneraçãoRegeneração
Regeneração
helenaimendes
 
3º trimestre 2015 juvenis lição 12
3º trimestre 2015 juvenis lição 123º trimestre 2015 juvenis lição 12
3º trimestre 2015 juvenis lição 12
Joel Silva
 
O chamado para a Regeneração
O chamado para a Regeneração O chamado para a Regeneração
O chamado para a Regeneração
Andrew Guimarães
 
Glossario2.2
Glossario2.2Glossario2.2
Glossario2.2
Jorge Almeida
 
4 em busca de paz e equilíbrio
4 em busca de paz e equilíbrio4 em busca de paz e equilíbrio
4 em busca de paz e equilíbrio
sidneyjorge
 
Livro dos Espirtos Q.353 ESE cap 28 item 15
Livro dos Espirtos Q.353 ESE cap 28 item 15Livro dos Espirtos Q.353 ESE cap 28 item 15
Livro dos Espirtos Q.353 ESE cap 28 item 15
Patricia Farias
 
Mundos regeneradores
Mundos regeneradoresMundos regeneradores
Mundos regeneradores
Ana Cláudia Leal Felgueiras
 
Mundos de Regeneração
Mundos de RegeneraçãoMundos de Regeneração
Mundos de Regeneração
Leonardo Araújo
 
Transição planetária
Transição planetáriaTransição planetária
Transição planetária
Marcos Accioly
 
Transição planetaria apresentação
Transição planetaria apresentaçãoTransição planetaria apresentação
Transição planetaria apresentação
carlos freire
 
Transição planetária
Transição planetáriaTransição planetária
Transição planetária
feetins
 
Mundos de expiações e provas
Mundos de expiações e provasMundos de expiações e provas
Mundos de expiações e provas
caminhodaluz41
 
Reflexões sobre a grande transição planetária
Reflexões sobre  a  grande  transição planetáriaReflexões sobre  a  grande  transição planetária
Reflexões sobre a grande transição planetária
FEEAK
 
3 palestra sobre transição planetaria
3 palestra sobre transição planetaria3 palestra sobre transição planetaria
3 palestra sobre transição planetaria
umecamaqua
 
O caminho para o pai
O caminho para o paiO caminho para o pai
O caminho para o pai
carlos freire
 
A terra planeta de provas e expiações
A terra planeta de provas e expiaçõesA terra planeta de provas e expiações
A terra planeta de provas e expiações
Graça Maciel
 

Destaque (20)

10 a transformação do homem na era da regeneração
10 a transformação do homem na era da regeneração10 a transformação do homem na era da regeneração
10 a transformação do homem na era da regeneração
 
Regeneração
RegeneraçãoRegeneração
Regeneração
 
Regeneração da humanidade
Regeneração da humanidadeRegeneração da humanidade
Regeneração da humanidade
 
Regeneração
RegeneraçãoRegeneração
Regeneração
 
Regeneração
RegeneraçãoRegeneração
Regeneração
 
3º trimestre 2015 juvenis lição 12
3º trimestre 2015 juvenis lição 123º trimestre 2015 juvenis lição 12
3º trimestre 2015 juvenis lição 12
 
O chamado para a Regeneração
O chamado para a Regeneração O chamado para a Regeneração
O chamado para a Regeneração
 
Glossario2.2
Glossario2.2Glossario2.2
Glossario2.2
 
4 em busca de paz e equilíbrio
4 em busca de paz e equilíbrio4 em busca de paz e equilíbrio
4 em busca de paz e equilíbrio
 
Livro dos Espirtos Q.353 ESE cap 28 item 15
Livro dos Espirtos Q.353 ESE cap 28 item 15Livro dos Espirtos Q.353 ESE cap 28 item 15
Livro dos Espirtos Q.353 ESE cap 28 item 15
 
Mundos regeneradores
Mundos regeneradoresMundos regeneradores
Mundos regeneradores
 
Mundos de Regeneração
Mundos de RegeneraçãoMundos de Regeneração
Mundos de Regeneração
 
Transição planetária
Transição planetáriaTransição planetária
Transição planetária
 
Transição planetaria apresentação
Transição planetaria apresentaçãoTransição planetaria apresentação
Transição planetaria apresentação
 
Transição planetária
Transição planetáriaTransição planetária
Transição planetária
 
Mundos de expiações e provas
Mundos de expiações e provasMundos de expiações e provas
Mundos de expiações e provas
 
Reflexões sobre a grande transição planetária
Reflexões sobre  a  grande  transição planetáriaReflexões sobre  a  grande  transição planetária
Reflexões sobre a grande transição planetária
 
3 palestra sobre transição planetaria
3 palestra sobre transição planetaria3 palestra sobre transição planetaria
3 palestra sobre transição planetaria
 
O caminho para o pai
O caminho para o paiO caminho para o pai
O caminho para o pai
 
A terra planeta de provas e expiações
A terra planeta de provas e expiaçõesA terra planeta de provas e expiações
A terra planeta de provas e expiações
 

Semelhante a Transformacao interior e regeneracao 2013

Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 01 Renovação
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 01 RenovaçãoEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 01 Renovação
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 01 Renovação
Jose Luiz Maio
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 37 - Taxa de Sombra
Série Evangelho no Lar - Cap. 37 - Taxa de SombraSérie Evangelho no Lar - Cap. 37 - Taxa de Sombra
Série Evangelho no Lar - Cap. 37 - Taxa de Sombra
Ricardo Azevedo
 
Voltei irmao jacob
Voltei irmao jacobVoltei irmao jacob
Voltei irmão jacob
Voltei irmão jacobVoltei irmão jacob
Voltei irmão jacob
Antonio SSantos
 
Boletim informativo junho 2013
Boletim informativo junho 2013Boletim informativo junho 2013
Boletim informativo junho 2013
fespiritacrista
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 40 - Diante da Terra
Série Evangelho no Lar - Cap. 40 - Diante da TerraSérie Evangelho no Lar - Cap. 40 - Diante da Terra
Série Evangelho no Lar - Cap. 40 - Diante da Terra
Ricardo Azevedo
 
Boletim 84
Boletim 84Boletim 84
Boletim 84
CEJG
 
Resenha de estudos espiritas 04
Resenha de estudos espiritas 04Resenha de estudos espiritas 04
Resenha de estudos espiritas 04
MRS
 
O mensageiro fev-14-publicação
O  mensageiro fev-14-publicaçãoO  mensageiro fev-14-publicação
O mensageiro fev-14-publicação
Ume Maria
 
Jornal do Espiritismo Edição Maio/Junho
Jornal do Espiritismo Edição Maio/JunhoJornal do Espiritismo Edição Maio/Junho
Jornal do Espiritismo Edição Maio/Junho
AEAK São José do Rio Preto
 
Palestra FV64 Semeadores
Palestra FV64 SemeadoresPalestra FV64 Semeadores
Palestra FV64 Semeadores
Tiburcio Santos
 
Bem aventurados os pobres de espiritos- Missão do homem inteligente na terra
Bem aventurados os pobres de espiritos- Missão do homem inteligente na terraBem aventurados os pobres de espiritos- Missão do homem inteligente na terra
Bem aventurados os pobres de espiritos- Missão do homem inteligente na terra
msdbiasi
 
Obesidade da alma !
Obesidade da alma !Obesidade da alma !
Obesidade da alma !
Leonardo Pereira
 
Chama de luz 95
Chama de luz 95Chama de luz 95
Chama de luz 95
Neusa Brotto
 
curso básico de espiritismo 14
curso básico de espiritismo 14curso básico de espiritismo 14
curso básico de espiritismo 14
Roseli Lemes
 
Boletim 81
Boletim 81Boletim 81
Boletim 81
CEJG
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 2 - Pensa um pouco
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 2 - Pensa um poucoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 2 - Pensa um pouco
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 2 - Pensa um pouco
Ricardo Azevedo
 
Boletim 77
Boletim 77Boletim 77
Boletim 77
CEJG
 
Billy graham o espírito santo
Billy graham   o espírito santoBilly graham   o espírito santo
Billy graham o espírito santo
jeverlu
 
Educação e Espiritismo
Educação e EspiritismoEducação e Espiritismo
Educação e Espiritismo
grupodepaisceb
 

Semelhante a Transformacao interior e regeneracao 2013 (20)

Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 01 Renovação
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 01 RenovaçãoEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 01 Renovação
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 01 Renovação
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 37 - Taxa de Sombra
Série Evangelho no Lar - Cap. 37 - Taxa de SombraSérie Evangelho no Lar - Cap. 37 - Taxa de Sombra
Série Evangelho no Lar - Cap. 37 - Taxa de Sombra
 
Voltei irmao jacob
Voltei irmao jacobVoltei irmao jacob
Voltei irmao jacob
 
Voltei irmão jacob
Voltei irmão jacobVoltei irmão jacob
Voltei irmão jacob
 
Boletim informativo junho 2013
Boletim informativo junho 2013Boletim informativo junho 2013
Boletim informativo junho 2013
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 40 - Diante da Terra
Série Evangelho no Lar - Cap. 40 - Diante da TerraSérie Evangelho no Lar - Cap. 40 - Diante da Terra
Série Evangelho no Lar - Cap. 40 - Diante da Terra
 
Boletim 84
Boletim 84Boletim 84
Boletim 84
 
Resenha de estudos espiritas 04
Resenha de estudos espiritas 04Resenha de estudos espiritas 04
Resenha de estudos espiritas 04
 
O mensageiro fev-14-publicação
O  mensageiro fev-14-publicaçãoO  mensageiro fev-14-publicação
O mensageiro fev-14-publicação
 
Jornal do Espiritismo Edição Maio/Junho
Jornal do Espiritismo Edição Maio/JunhoJornal do Espiritismo Edição Maio/Junho
Jornal do Espiritismo Edição Maio/Junho
 
Palestra FV64 Semeadores
Palestra FV64 SemeadoresPalestra FV64 Semeadores
Palestra FV64 Semeadores
 
Bem aventurados os pobres de espiritos- Missão do homem inteligente na terra
Bem aventurados os pobres de espiritos- Missão do homem inteligente na terraBem aventurados os pobres de espiritos- Missão do homem inteligente na terra
Bem aventurados os pobres de espiritos- Missão do homem inteligente na terra
 
Obesidade da alma !
Obesidade da alma !Obesidade da alma !
Obesidade da alma !
 
Chama de luz 95
Chama de luz 95Chama de luz 95
Chama de luz 95
 
curso básico de espiritismo 14
curso básico de espiritismo 14curso básico de espiritismo 14
curso básico de espiritismo 14
 
Boletim 81
Boletim 81Boletim 81
Boletim 81
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 2 - Pensa um pouco
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 2 - Pensa um poucoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 2 - Pensa um pouco
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 2 - Pensa um pouco
 
Boletim 77
Boletim 77Boletim 77
Boletim 77
 
Billy graham o espírito santo
Billy graham   o espírito santoBilly graham   o espírito santo
Billy graham o espírito santo
 
Educação e Espiritismo
Educação e EspiritismoEducação e Espiritismo
Educação e Espiritismo
 

Mais de Fatima Carvalho

Depois da travessia - depoimentos esclarecedores
Depois da travessia -  depoimentos esclarecedores Depois da travessia -  depoimentos esclarecedores
Depois da travessia - depoimentos esclarecedores
Fatima Carvalho
 
Valores do trabalho em equipe segundo a Doutrina Espírita
Valores  do trabalho em equipe segundo a Doutrina EspíritaValores  do trabalho em equipe segundo a Doutrina Espírita
Valores do trabalho em equipe segundo a Doutrina Espírita
Fatima Carvalho
 
Mulheres novos rumos 2015
Mulheres novos rumos  2015Mulheres novos rumos  2015
Mulheres novos rumos 2015
Fatima Carvalho
 
As mulheres no evangelho
As mulheres no evangelho As mulheres no evangelho
As mulheres no evangelho
Fatima Carvalho
 
Eurípedes Barsanulfo e a Educação
Eurípedes Barsanulfo e a EducaçãoEurípedes Barsanulfo e a Educação
Eurípedes Barsanulfo e a Educação
Fatima Carvalho
 
A arte de ouvir 08 2015
A arte de ouvir 08 2015A arte de ouvir 08 2015
A arte de ouvir 08 2015
Fatima Carvalho
 
Libertação da sombra (Joanna de Ângelis)
Libertação da sombra (Joanna de Ângelis)Libertação da sombra (Joanna de Ângelis)
Libertação da sombra (Joanna de Ângelis)
Fatima Carvalho
 
Superação das dificuldades final (out 2012)
Superação das dificuldades final (out 2012)Superação das dificuldades final (out 2012)
Superação das dificuldades final (out 2012)
Fatima Carvalho
 
A força da convicção do amparo dos benfeitores espirituais (animação só vista...
A força da convicção do amparo dos benfeitores espirituais (animação só vista...A força da convicção do amparo dos benfeitores espirituais (animação só vista...
A força da convicção do amparo dos benfeitores espirituais (animação só vista...
Fatima Carvalho
 
TODOS APRENDENDO
TODOS APRENDENDOTODOS APRENDENDO
TODOS APRENDENDO
Fatima Carvalho
 
Vazio existencial (Joanna Angelis) Conflitos Existenciais
Vazio existencial (Joanna Angelis) Conflitos ExistenciaisVazio existencial (Joanna Angelis) Conflitos Existenciais
Vazio existencial (Joanna Angelis) Conflitos Existenciais
Fatima Carvalho
 
Resiliência e Burnout (Teoria e Superação) parte 5
Resiliência e Burnout (Teoria e Superação) parte 5Resiliência e Burnout (Teoria e Superação) parte 5
Resiliência e Burnout (Teoria e Superação) parte 5
Fatima Carvalho
 
Resiliência e Burnout (teoria e superação) parte 4
Resiliência e Burnout (teoria e superação) parte 4Resiliência e Burnout (teoria e superação) parte 4
Resiliência e Burnout (teoria e superação) parte 4
Fatima Carvalho
 
Resiliência e burnout teoria e superação parte 3
Resiliência e burnout teoria e superação parte 3Resiliência e burnout teoria e superação parte 3
Resiliência e burnout teoria e superação parte 3
Fatima Carvalho
 
Resiliência e burnout (teoria e superação) parte 2
Resiliência e burnout (teoria e superação) parte 2Resiliência e burnout (teoria e superação) parte 2
Resiliência e burnout (teoria e superação) parte 2
Fatima Carvalho
 
Resiliência e Burnout (teoria e superacao) parte 1
Resiliência e Burnout (teoria e superacao) parte 1Resiliência e Burnout (teoria e superacao) parte 1
Resiliência e Burnout (teoria e superacao) parte 1
Fatima Carvalho
 
Casimiro Cunha POESIA No Santuario Interior
Casimiro Cunha POESIA No Santuario InteriorCasimiro Cunha POESIA No Santuario Interior
Casimiro Cunha POESIA No Santuario Interior
Fatima Carvalho
 
A IMPORTANCIA DA DOR
A  IMPORTANCIA DA DORA  IMPORTANCIA DA DOR
A IMPORTANCIA DA DOR
Fatima Carvalho
 
O PAPEL SOCIAL DA CASA ESPÍRITA
O PAPEL SOCIAL DA CASA ESPÍRITAO PAPEL SOCIAL DA CASA ESPÍRITA
O PAPEL SOCIAL DA CASA ESPÍRITA
Fatima Carvalho
 
Narcisismo na juventude 09 2011
Narcisismo na juventude 09 2011Narcisismo na juventude 09 2011
Narcisismo na juventude 09 2011
Fatima Carvalho
 

Mais de Fatima Carvalho (20)

Depois da travessia - depoimentos esclarecedores
Depois da travessia -  depoimentos esclarecedores Depois da travessia -  depoimentos esclarecedores
Depois da travessia - depoimentos esclarecedores
 
Valores do trabalho em equipe segundo a Doutrina Espírita
Valores  do trabalho em equipe segundo a Doutrina EspíritaValores  do trabalho em equipe segundo a Doutrina Espírita
Valores do trabalho em equipe segundo a Doutrina Espírita
 
Mulheres novos rumos 2015
Mulheres novos rumos  2015Mulheres novos rumos  2015
Mulheres novos rumos 2015
 
As mulheres no evangelho
As mulheres no evangelho As mulheres no evangelho
As mulheres no evangelho
 
Eurípedes Barsanulfo e a Educação
Eurípedes Barsanulfo e a EducaçãoEurípedes Barsanulfo e a Educação
Eurípedes Barsanulfo e a Educação
 
A arte de ouvir 08 2015
A arte de ouvir 08 2015A arte de ouvir 08 2015
A arte de ouvir 08 2015
 
Libertação da sombra (Joanna de Ângelis)
Libertação da sombra (Joanna de Ângelis)Libertação da sombra (Joanna de Ângelis)
Libertação da sombra (Joanna de Ângelis)
 
Superação das dificuldades final (out 2012)
Superação das dificuldades final (out 2012)Superação das dificuldades final (out 2012)
Superação das dificuldades final (out 2012)
 
A força da convicção do amparo dos benfeitores espirituais (animação só vista...
A força da convicção do amparo dos benfeitores espirituais (animação só vista...A força da convicção do amparo dos benfeitores espirituais (animação só vista...
A força da convicção do amparo dos benfeitores espirituais (animação só vista...
 
TODOS APRENDENDO
TODOS APRENDENDOTODOS APRENDENDO
TODOS APRENDENDO
 
Vazio existencial (Joanna Angelis) Conflitos Existenciais
Vazio existencial (Joanna Angelis) Conflitos ExistenciaisVazio existencial (Joanna Angelis) Conflitos Existenciais
Vazio existencial (Joanna Angelis) Conflitos Existenciais
 
Resiliência e Burnout (Teoria e Superação) parte 5
Resiliência e Burnout (Teoria e Superação) parte 5Resiliência e Burnout (Teoria e Superação) parte 5
Resiliência e Burnout (Teoria e Superação) parte 5
 
Resiliência e Burnout (teoria e superação) parte 4
Resiliência e Burnout (teoria e superação) parte 4Resiliência e Burnout (teoria e superação) parte 4
Resiliência e Burnout (teoria e superação) parte 4
 
Resiliência e burnout teoria e superação parte 3
Resiliência e burnout teoria e superação parte 3Resiliência e burnout teoria e superação parte 3
Resiliência e burnout teoria e superação parte 3
 
Resiliência e burnout (teoria e superação) parte 2
Resiliência e burnout (teoria e superação) parte 2Resiliência e burnout (teoria e superação) parte 2
Resiliência e burnout (teoria e superação) parte 2
 
Resiliência e Burnout (teoria e superacao) parte 1
Resiliência e Burnout (teoria e superacao) parte 1Resiliência e Burnout (teoria e superacao) parte 1
Resiliência e Burnout (teoria e superacao) parte 1
 
Casimiro Cunha POESIA No Santuario Interior
Casimiro Cunha POESIA No Santuario InteriorCasimiro Cunha POESIA No Santuario Interior
Casimiro Cunha POESIA No Santuario Interior
 
A IMPORTANCIA DA DOR
A  IMPORTANCIA DA DORA  IMPORTANCIA DA DOR
A IMPORTANCIA DA DOR
 
O PAPEL SOCIAL DA CASA ESPÍRITA
O PAPEL SOCIAL DA CASA ESPÍRITAO PAPEL SOCIAL DA CASA ESPÍRITA
O PAPEL SOCIAL DA CASA ESPÍRITA
 
Narcisismo na juventude 09 2011
Narcisismo na juventude 09 2011Narcisismo na juventude 09 2011
Narcisismo na juventude 09 2011
 

Último

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Ricardo Azevedo
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
Nilson Almeida
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
carla983678
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
AlexandreCarvalho858758
 
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
PIB Penha
 
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
PIB Penha
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
Marta Gomes
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
AntonioMugiba
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
PIB Penha
 
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
PIB Penha
 
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
PIB Penha
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
SanturioTacararu
 
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
PIB Penha
 
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptxO MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
valneirocha
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
DavidBertelli3
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
nadeclarice
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
PIB Penha
 

Último (20)

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
 
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
 
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
 
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
 
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
 
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
 
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptxO MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
 

Transformacao interior e regeneracao 2013

  • 5. Série Psicológica - 12 –Títulos - Joanna de Ângelis – Divaldo Franco
  • 9. “NÃO BASTA CRER NA IMORTALIDADE DA ALMA”
  • 12. TERAPIA ESPÍRITA • passe magnético • prece • água fluída • Trabalho no bem • Leituras edificantes • Evangelho no lar • Proposta pessoal de mudança interior
  • 13. “Como nos tempos mais recuados das civilizações mortas, temos de reafirmar que a maior necessidade da criatura humana ainda é a do CONHECIMENTO DE SI MESMA”. In: Consolador – pg.80 EMANUEL
  • 14. Sócrates “... Na verdade, não é outra coisa o que faço nestas minhas andanças, a não ser persuadir a vós, jovens e velhos, de que não deveis cuidar só do corpo, nem exclusivamente das riquezas, e nem de qualquer outra coisa antes e mais fortemente que da alma, de modo que ela se aperfeiçoe sempre, pois não é do acúmulo de riquezas que nasce a virtude, mas do aperfeiçoamento da alma é que nascem as riquezas e tudo o que mais importa ao homem”.
  • 17. “... O conhecimento de si mesmo é, portanto, a chave do progresso individual. Mas direis, como há de alguém julgar-se a si mesmo? Não está aí a ilusão do amor próprio para atenuar as faltas e torná-las desculpáveis?” Livro dos Espíritos – Santo Agostinho
  • 18. Todos os Espíritos encarnados, porém, devem considerar que se encontram no planeta como em poderoso cadinho de acrisolamento¹ e regeneração, sendo indispensável cultivar a flor da iluminação íntima: na angústia da vida humana, no círculo da família ou da comunidade social, através da maior severidade para consigo mesmo e da maior tolerância com os outros [...]” Emmanuel, O Consolador ¹acrisolamento - Purificação, reforçamento de qualidades.
  • 21. Cada um deve preparar-se para acompanhar a marcha do progresso, integrando a legião dos construtores do novo período da Humanidade. Anunciado por Jesus esse período de transição, tanto como referendado pelo Apocalipse, narrado por João evangelista e os profetas que se manifestaram a esse respeito ao longo da História, ....
  • 22. chega o momento de cumprir-se os divinos desígnios que reservam para a Terra generosa o destino regenerador, sem as marcas do sofrimento na sua feição pungitiva e desesperadora.
  • 23. “ (…) dá-se neste momento a renovação do planeta, graças à qualidade dos espíritos que começam a habitá-lo, enriquecidos de títulos de enobrecimento e de interesse fraternal.” Joanna de Ângelis “Momentos de Harmonia”
  • 24. As lições do Mestre de Nazaré, desde há dois mil anos, convocam-nos: 1) ao procedimento moral correto, 2) à convivência pacífica 3) ao cumprimento dos deveres de solidariedade e apoio aos que se encontram na retaguarda da ignorância, ou sofrendo os necessários fenômenos de recuperação pela dor, mediante os testemunhos, através das experiências aflitivas...
  • 25. Mensagem Psicofônica – Bezerra Menezes – Divaldo Franco – Brasília – 8 nov . 2009 Era Nova de Divulgação do Reino de Deus – MENSAGEM BEZERRA DE MENEZES
  • 26. Os momentos que vivemos são de esforço autoiluminativo, graças às revelações que descem à Terra com maior frequência e às informações seguras em torno do processo de mudança, oferecendo a visão do futuro que a todos nos espera.
  • 27. Mensagem Psicofônica – Bezerra Menezes – Divaldo Franco – Brasília – 8 nov 2009 • Soam, na Espiritualidade Superior, os clarins que anunciam a grande transição. Nem tudo, porém, são trevas e sofrimentos. • • Não apenas testemunhos de lágrimas em holocaustos novos, homenageando o Senhor da Vida. A misericórdia do Amor enseja-nos a madrugada de luz, caracterizada por um festival de bênçãos.
  • 28. “A fim de que o mundo se transforme é necessário que haja a modificação do ser humano para melhor, por ser a célula máter da sociedade.
  • 29. JOIO: GRAMÍNIA QUE NASCE NO MEIO DO TRIGO PREJUDICANDO A SEARA.
  • 30. JOIO: almas que não querem ouvir as leis divinas nem as cumprir. BUSCAM: os caminhos do vício, da maldade e do erro.
  • 33. Enquanto mantiver a enfermidade espiritual resultante do atraso evolutivo, nenhuma força externa conseguirá alterar a marcha moral do planeta, desde que os seus habitantes recusem- se à transformação interior.
  • 35. Ó tu, que dormes, levanta-te entre os mortos e o Cristo te esclarecerá
  • 36. - Voltar nossa atenção para modificarmos as coisas de DENTRO DORMÊNCIA: DESPERTAR CONSCIÊNCIA NOSSA X DE SONO CONSCIÊNCIA Imobilidade Transformar o Espiritual mundo em nós
  • 39. questão 230 PORTA AMIGA QUE NOS CONDUZIRÁ AOS RACIOCÍNIOS MAIS PUROS, PORQUANTO, NA REFORMA DEFINITIVA DE NOSSO ÍNTIMO, É INDISPENSÁVEL O GOLPE DA AÇÃO PRÓPRIA, NO SENTIDO DE MODELARMOS O NOSSO SANTUÁRIO INTERIOR, NA SAGRADA ILUMINAÇÃO DA VIDA.
  • 40. • EXAMINEMOS A NÓS MESMOS Questão 919 • LIVRO:
  • 41. • O dever do espírita-cristão é tornar-se progressivamente melhor. • Útil, assim, verificar, de quando em quando, com rigoroso exame pessoal, a nossa verdadeira situação íntima.
  • 42. Espírita que não progride durante três anos sucessivos permanece estacionário.
  • 43. SER ESPÍRITA           AUTORREFORMA CONTÍNUA
  • 47. • Inquire as tuas relações na experiência doméstica: - Conquistaste mais alto clima de paz dentro de casa?
  • 49. • Investiga as atividades que te competem no templo doutrinário: • - Colaboras com mais euforia na seara do Senhor?
  • 50. • Observa-te nas manifestações perante os amigos: • - Trazes o Evangelho mais vivo nas atitudes?
  • 51. • Reflete em tua capacidade de sacrifício: - Notas em ti mesmo mais ampla disposição de servir voluntariamente?
  • 52. Divaldo – quase 86 anos 2 e 03 Seminário e Conferência em Natal – RN 11 e 12 Conferência e Seminário em Goiânia - GO 12 (à noite) em Anápolis – GO 14 Uberlândia – MG 15 Grupo Espírita da Prece Chico Xavier -Uberaba – MG 16 Franca - SP
  • 53. 20 New Jersey - EUA 21 Chicago - EUA 22 New Jersey - EUA 23 e 24 Newark (Encontro do Tri-States) 25 San Francisco - EUA 26 Los Angeles - EUA 27 San Diego - EUA 28 Seminário em Los Angeles (CA- USA).
  • 54. • Pesquisa o próprio desapego: • - Andas um pouco mais livre do anseio de influência e de posses terrestres?
  • 56.   A prudência  necessária baseada  nas necessidades e  nas obrigações do  futuro.  Ex:  plantar para colher;  trabalhar para pagar  as contas.
  • 57.  PROVISÃO   A provisão coerente  baseada nas exigências e  nas possibilidades do  futuro.  Ex:  estudar para aprender;  economizar para ter.
  • 58. Eu uso o necessário Somente o Necessário Somente o necessário Disney – Mogli e Balu O extraordinário é demais Eu digo necessário Somente o necessário Por isso é que essa vida  eu vivo em paz
  • 62. • Usas mais intensamente • os pronomes "nós", • "nosso" e "nossa" • e menos os determinativos • "eu", "meu" e "minha"?
  • 63. • Diminuíram-te os pequenos remorsos ocultos no recesso da alma?
  • 64. 4 • Superastes os lapsos crônicos de desatenção e negligência?
  • 65. Estudas mais profundamente a Doutrina que professas?
  • 67. • Entendes melhor a função da dor?
  • 69. “ Não é necessário que o turbilhão dos sofrimentos gerais o sensibilize, a fim de que possa contribuir eficazmente com os Espíritos que operam em favor da grande transição”. Joanna de Ângelis, Jesus e Vida. Médium Divaldo P. Franco
  • 70. • Auxilias aos necessitados com mais abnegação?
  • 71. • Ainda cultivas alguma discreta desavença?
  • 72. Como está nosso relacionamento no dia a dia? Criamos desavenças ou já respeitamos nosso próximo?
  • 86. • Tens orado realmente?
  • 91. Tua fé raciocinada consolidou-se com mais segurança?
  • 92. Tens o verbo mais indulgente, os braços mais ativos e as mãos mais abençoadoras?
  • 94. Evangelho é alegria no coração: - Estás, de fato, mais alegre e feliz intimamente, nestes três últimos anos?
  • 95. Teus instantes de tristeza ou de cólera surda, • Teus instantes de tristeza ou às vezes tão de cólera surda, às vezes tão conhecidos somente conhecidos somente por ti, estão presentemente ti, por mais raros? estão presentemente mais raros?
  • 97. Tudo caminha! Tudo evolui! Confiramos o nosso rendimento individual com o Cristo!
  • 98. Sopesa a existência hoje, espontaneamente, em regime de paz, para que te não vejas na obrigação de sopesá-la amanhã sob o impacto da dor.
  • 99. Não te iludas! Um dia que se foi é mais uma cota de responsabilidade, mais um passo rumo à Vida Espiritual, mais uma oportunidade valorizada ou perdida.
  • 100. Interroga a consciência quanto à utilidade que vens dando ao tempo, à saúde e aos ensejos de fazer o bem que desfrutas na vida diária.
  • 101. Faze isso agora, enquanto te vales do corpo humano, com a possibilidade de reconsiderar diretrizes e desfazer enganos facilmente, pois, quando passares para o lado de cá, muita vez, já será mais difícil...
  • 102. • Cada ser humano é responsável pela busca do seu equilíbrio, da sua harmonia. • O espiritismo auxilia no tratamento da consciência humana, lhe apresentando novos valores, educando o espírito.
  • 103. • O desenvolvimento de valores como paciência, humildade, bondade, perdão, tolerância, caridade e amor, são características de consciência plenamente desperta, de unidade perfeita e de perfeito entrosamento de Deus para com o homem.