SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
Escola Básica e Secundária do Vale do Tamel

Disciplina: Português
Módulo 8
Professora: Nazaré Ferreira
Trabalho realizado por:
Rafael Costa
Tiago Xavier
Pedro Martins
Ano letivo: 2013/2014
Ano/Turma: 11ºB
Biografia
José Maria Eça de Queirós nasceu na Póvoa de Varzim, filho
de José Maria Teixeira de Queiroz, magistrado judicial, e de
Carolina Augusta Pereira d‘Eça, natural de Viana do Castelo.
O seu nascimento (indesejado) obrigou a que fosse registado
como filho de “mãe incógnita”. Os seus pais só viriam a casar
quatro anos depois. Cresceu sempre afastado dos pais.
Criado por uma ama em Vila do Conde foi depois entregue
aos avós paternos que viviam perto de Aveiro.
Quando tinha 10 anos, vai frequentar o Colégio da Lapa, no
Porto, cujo diretor era pai de Ramalho Ortigão.

2
Datas importantes
1861-1865

Matricula-se na Faculdade de Direito de Coimbra e
forma-se em 1865.
1867

Já em Lisboa, instala-se em casa dos pais, no Rossio,
26, 4º andar, e inscreve-se como advogado no
Supremo Tribunal de Justiça.
Começa a publicar folhetins na Gazeta de Portugal.
1869

Parte numa viagem ao Oriente com o objetivo de
assistir à inauguração do Canal do Suez.
3
1871

Publica no jornal Diário de Notícias, em colaboração com
Ramalho Ortigão, em folhetins, o Mistério da Estrada de
Sintra.
Mais tarde, com a mesma parceria, publica As Farpas.
Foi nomeado para cargo de administrador do concelho de
Leiria.
Inspirado pela vida desta cidade, nomeadamente as
vivências do clero e da pequena burguesia provinciana,
escreve O crime do Padre Amaro.
Participa nas Conferências do Casino.
Eça profere a quarta conferência intitulada A Nova
Literatura ou O Realismo como Expressão de Arte.

4
1876

É transferido para Newcastle.
1878

É transferido para Bristol.
1886

Casa com Emília de Castro, irmã do Conde de Resende,
seu amigo e
companheiro na viagem realizada ao Oriente.
1888

É colocado como cônsul em Paris.
Publica Os Maias, considerada a sua obra-prima.
5
1889
"Para um homem, o ser vencido ou derrotado na vida
depende, não da realidade aparente a que chegou –
mas do ideal íntimo a que aspirava".
Entra para o grupo
Os vencidos da Vida
1889 - 1892
Dirige a revista Portugal.
Na Correspondência de Fradique Mendes revela todo o
requinte de
uma finíssima ironia ao lado de um ceticismo crítico.
1900
Morre em (Neuilly) Paris
6
Conhecer Eça de Queirós
A atualidade das suas obras
verifica-se ainda no recorte
das personagens, no humor,
na ironia e até no sarcasmo
que revelam o seu olhar
lúcido, objetivo, arguto e
crítico
da
sociedade
portuguesa.

7
Conhecer Eça de Queirós
Eça de Queirós é um dos
maiores escritores da língua
portuguesa.

8
Principais obras de Eça de Queiroz
· A Cidade e as Serras
· A Ilustre Casa de Ramires
· A Relíquia
· A Tragédia da Rua das Flores
· As Farpas
· Contos e Prosas Bárbaras
· O Crime do Padre Amaro
· O Mandarim
· O Mistério da Estrada de Sintra
· O Primo Basílio
· Os Maias
· Uma Campanha Alegre
9
vídeo

10
Fim
11

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Os Maias: Cap. I e II
Os Maias: Cap. I e IIOs Maias: Cap. I e II
Os Maias: Cap. I e II
sin3stesia
 
Os Maias - a ação & titulo e subtítulo
Os Maias - a ação & titulo e subtítuloOs Maias - a ação & titulo e subtítulo
Os Maias - a ação & titulo e subtítulo
Daniela Filipa Sousa
 
A Evolução do Ramalhete - Os Maias
A Evolução do Ramalhete - Os MaiasA Evolução do Ramalhete - Os Maias
A Evolução do Ramalhete - Os Maias
mauro dinis
 
Uma análise da obra amor de perdição de
Uma análise da obra amor de perdição deUma análise da obra amor de perdição de
Uma análise da obra amor de perdição de
Fernanda Pantoja
 

Mais procurados (20)

Os Maias: Cap. I e II
Os Maias: Cap. I e IIOs Maias: Cap. I e II
Os Maias: Cap. I e II
 
Power point "Frei Luís de Sousa"
Power point "Frei Luís de Sousa"Power point "Frei Luís de Sousa"
Power point "Frei Luís de Sousa"
 
Os Maias - Capítulo XVIII
Os Maias - Capítulo XVIIIOs Maias - Capítulo XVIII
Os Maias - Capítulo XVIII
 
Os Maias
Os MaiasOs Maias
Os Maias
 
Os Maias - análise
Os Maias - análiseOs Maias - análise
Os Maias - análise
 
Resumos de Português: Heterónimos De Fernando Pessoa
Resumos de Português: Heterónimos De Fernando PessoaResumos de Português: Heterónimos De Fernando Pessoa
Resumos de Português: Heterónimos De Fernando Pessoa
 
Os Maias - a ação & titulo e subtítulo
Os Maias - a ação & titulo e subtítuloOs Maias - a ação & titulo e subtítulo
Os Maias - a ação & titulo e subtítulo
 
A Evolução do Ramalhete - Os Maias
A Evolução do Ramalhete - Os MaiasA Evolução do Ramalhete - Os Maias
A Evolução do Ramalhete - Os Maias
 
Os Maias
Os MaiasOs Maias
Os Maias
 
Os maias-resumo-e-analise
Os maias-resumo-e-analiseOs maias-resumo-e-analise
Os maias-resumo-e-analise
 
Os Maias - Capítulo XVI
Os Maias - Capítulo XVIOs Maias - Capítulo XVI
Os Maias - Capítulo XVI
 
Memorial do convento
Memorial do conventoMemorial do convento
Memorial do convento
 
Uma análise da obra amor de perdição de
Uma análise da obra amor de perdição deUma análise da obra amor de perdição de
Uma análise da obra amor de perdição de
 
Os maias jornalismo português
Os maias  jornalismo portuguêsOs maias  jornalismo português
Os maias jornalismo português
 
Os Maias - Capitulos XII, XV e XVI.
Os Maias - Capitulos XII, XV e XVI. Os Maias - Capitulos XII, XV e XVI.
Os Maias - Capitulos XII, XV e XVI.
 
Os maias análise
Os maias análiseOs maias análise
Os maias análise
 
Crónica de D. João I de Fernão Lopes
Crónica de D. João I de Fernão LopesCrónica de D. João I de Fernão Lopes
Crónica de D. João I de Fernão Lopes
 
Maias Episódio Corrida no Hipódromo
Maias Episódio Corrida no HipódromoMaias Episódio Corrida no Hipódromo
Maias Episódio Corrida no Hipódromo
 
Resumos de Português: Cesário verde
Resumos de Português: Cesário verdeResumos de Português: Cesário verde
Resumos de Português: Cesário verde
 
Amor de perdição
Amor de perdiçãoAmor de perdição
Amor de perdição
 

Destaque

Eça de queirós
Eça de queirósEça de queirós
Eça de queirós
mecca1337
 
Eça de Queirós vida e obra
Eça de Queirós vida e obraEça de Queirós vida e obra
Eça de Queirós vida e obra
Elisabete Silva
 
Biografia eça de queiroz
Biografia  eça de queirozBiografia  eça de queiroz
Biografia eça de queiroz
stcnsaidjv
 
trabalho do livro A Relíquia
trabalho do livro A Relíquiatrabalho do livro A Relíquia
trabalho do livro A Relíquia
ujghrtf
 
Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 55-56
Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 55-56Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 55-56
Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 55-56
luisprista
 
Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 87-88
Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 87-88Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 87-88
Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 87-88
luisprista
 

Destaque (19)

EçA De Queirós
EçA De QueirósEçA De Queirós
EçA De Queirós
 
A reliquia
A reliquiaA reliquia
A reliquia
 
Eça de queirós
Eça de queirósEça de queirós
Eça de queirós
 
Eça de Queirós vida e obra
Eça de Queirós vida e obraEça de Queirós vida e obra
Eça de Queirós vida e obra
 
Eça de Queirós
Eça de QueirósEça de Queirós
Eça de Queirós
 
Eça de Queirós
Eça de QueirósEça de Queirós
Eça de Queirós
 
A relíquia
A relíquiaA relíquia
A relíquia
 
A relíquia capitulo V, Eça de Queiroz - Resumo
A relíquia capitulo V, Eça de Queiroz - ResumoA relíquia capitulo V, Eça de Queiroz - Resumo
A relíquia capitulo V, Eça de Queiroz - Resumo
 
Biografia eça de queiroz
Biografia  eça de queirozBiografia  eça de queiroz
Biografia eça de queiroz
 
Vida e obra de eça de queirós
Vida e obra de eça de queirósVida e obra de eça de queirós
Vida e obra de eça de queirós
 
Eça de queiroz
Eça de queirozEça de queiroz
Eça de queiroz
 
trabalho do livro A Relíquia
trabalho do livro A Relíquiatrabalho do livro A Relíquia
trabalho do livro A Relíquia
 
Português
PortuguêsPortuguês
Português
 
Eça de queiros
Eça de queirosEça de queiros
Eça de queiros
 
Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 55-56
Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 55-56Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 55-56
Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 55-56
 
Eça de queirós
Eça de queirósEça de queirós
Eça de queirós
 
Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 87-88
Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 87-88Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 87-88
Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 87-88
 
Eça de Queirós - Contexto Histórico [Realismo/Naturalismo]
Eça de Queirós - Contexto Histórico [Realismo/Naturalismo]Eça de Queirós - Contexto Histórico [Realismo/Naturalismo]
Eça de Queirós - Contexto Histórico [Realismo/Naturalismo]
 
O Realismo
O RealismoO Realismo
O Realismo
 

Semelhante a Eça de queiroz trabalho portugues

José Maria De EçA De QueiróS
José Maria De EçA De QueiróSJosé Maria De EçA De QueiróS
José Maria De EçA De QueiróS
martinsramon
 
O mistério da estrada de sintra rita lopes
O mistério da estrada de sintra   rita lopesO mistério da estrada de sintra   rita lopes
O mistério da estrada de sintra rita lopes
fantas45
 
EçA De QueiróS.Pptcarol
EçA De QueiróS.PptcarolEçA De QueiróS.Pptcarol
EçA De QueiróS.Pptcarol
guestd4ad52
 
Os Maias De EçA De QueiróS
Os Maias De EçA De QueiróSOs Maias De EçA De QueiróS
Os Maias De EçA De QueiróS
pasquinado
 

Semelhante a Eça de queiroz trabalho portugues (20)

Eça de queiroz para lpo
Eça de queiroz para lpoEça de queiroz para lpo
Eça de queiroz para lpo
 
LilianaC
LilianaCLilianaC
LilianaC
 
Eça de queiroz
 Eça de queiroz Eça de queiroz
Eça de queiroz
 
Eça de queiróz trabalho da universidade
Eça de queiróz trabalho da universidadeEça de queiróz trabalho da universidade
Eça de queiróz trabalho da universidade
 
Eça de queirós
Eça de queirósEça de queirós
Eça de queirós
 
Cheila
CheilaCheila
Cheila
 
José Maria De EçA De QueiróS
José Maria De EçA De QueiróSJosé Maria De EçA De QueiróS
José Maria De EçA De QueiróS
 
O mistério da estrada de sintra rita lopes
O mistério da estrada de sintra   rita lopesO mistério da estrada de sintra   rita lopes
O mistério da estrada de sintra rita lopes
 
EçA De QueiróS.Pptcarol
EçA De QueiróS.PptcarolEçA De QueiróS.Pptcarol
EçA De QueiróS.Pptcarol
 
Os Maias De EçA De QueiróS
Os Maias De EçA De QueiróSOs Maias De EçA De QueiróS
Os Maias De EçA De QueiróS
 
Os maias bruno
Os maias brunoOs maias bruno
Os maias bruno
 
Maias
MaiasMaias
Maias
 
Modelos pedagogicos
Modelos pedagogicosModelos pedagogicos
Modelos pedagogicos
 
A Ilustre casa de Ramires.pptx
A Ilustre casa de Ramires.pptxA Ilustre casa de Ramires.pptx
A Ilustre casa de Ramires.pptx
 
Maias
MaiasMaias
Maias
 
A cidade e as serras 3ª A 2013
A cidade e as serras 3ª  A 2013A cidade e as serras 3ª  A 2013
A cidade e as serras 3ª A 2013
 
Biografia de camilo
Biografia de camiloBiografia de camilo
Biografia de camilo
 
Eça de Queiroz
Eça de QueirozEça de Queiroz
Eça de Queiroz
 
Eça de Queirós
Eça de QueirósEça de Queirós
Eça de Queirós
 
F pessoa l..
F pessoa l..F pessoa l..
F pessoa l..
 

Mais de Pedro Martins (6)

A Pessoa
A PessoaA Pessoa
A Pessoa
 
Heteronimo Alberto Caeiro
Heteronimo Alberto CaeiroHeteronimo Alberto Caeiro
Heteronimo Alberto Caeiro
 
Probabilidades
ProbabilidadesProbabilidades
Probabilidades
 
Transportes rodoviarios
Transportes rodoviariosTransportes rodoviarios
Transportes rodoviarios
 
Cv8 atendimento e venda
Cv8 atendimento e vendaCv8 atendimento e venda
Cv8 atendimento e venda
 
Técnicas de venda
Técnicas de vendaTécnicas de venda
Técnicas de venda
 

Último

Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
sfwsoficial
 

Último (20)

Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptxMovimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
Conteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persaConteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persa
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 

Eça de queiroz trabalho portugues

  • 1. Escola Básica e Secundária do Vale do Tamel Disciplina: Português Módulo 8 Professora: Nazaré Ferreira Trabalho realizado por: Rafael Costa Tiago Xavier Pedro Martins Ano letivo: 2013/2014 Ano/Turma: 11ºB
  • 2. Biografia José Maria Eça de Queirós nasceu na Póvoa de Varzim, filho de José Maria Teixeira de Queiroz, magistrado judicial, e de Carolina Augusta Pereira d‘Eça, natural de Viana do Castelo. O seu nascimento (indesejado) obrigou a que fosse registado como filho de “mãe incógnita”. Os seus pais só viriam a casar quatro anos depois. Cresceu sempre afastado dos pais. Criado por uma ama em Vila do Conde foi depois entregue aos avós paternos que viviam perto de Aveiro. Quando tinha 10 anos, vai frequentar o Colégio da Lapa, no Porto, cujo diretor era pai de Ramalho Ortigão. 2
  • 3. Datas importantes 1861-1865 Matricula-se na Faculdade de Direito de Coimbra e forma-se em 1865. 1867 Já em Lisboa, instala-se em casa dos pais, no Rossio, 26, 4º andar, e inscreve-se como advogado no Supremo Tribunal de Justiça. Começa a publicar folhetins na Gazeta de Portugal. 1869 Parte numa viagem ao Oriente com o objetivo de assistir à inauguração do Canal do Suez. 3
  • 4. 1871 Publica no jornal Diário de Notícias, em colaboração com Ramalho Ortigão, em folhetins, o Mistério da Estrada de Sintra. Mais tarde, com a mesma parceria, publica As Farpas. Foi nomeado para cargo de administrador do concelho de Leiria. Inspirado pela vida desta cidade, nomeadamente as vivências do clero e da pequena burguesia provinciana, escreve O crime do Padre Amaro. Participa nas Conferências do Casino. Eça profere a quarta conferência intitulada A Nova Literatura ou O Realismo como Expressão de Arte. 4
  • 5. 1876 É transferido para Newcastle. 1878 É transferido para Bristol. 1886 Casa com Emília de Castro, irmã do Conde de Resende, seu amigo e companheiro na viagem realizada ao Oriente. 1888 É colocado como cônsul em Paris. Publica Os Maias, considerada a sua obra-prima. 5
  • 6. 1889 "Para um homem, o ser vencido ou derrotado na vida depende, não da realidade aparente a que chegou – mas do ideal íntimo a que aspirava". Entra para o grupo Os vencidos da Vida 1889 - 1892 Dirige a revista Portugal. Na Correspondência de Fradique Mendes revela todo o requinte de uma finíssima ironia ao lado de um ceticismo crítico. 1900 Morre em (Neuilly) Paris 6
  • 7. Conhecer Eça de Queirós A atualidade das suas obras verifica-se ainda no recorte das personagens, no humor, na ironia e até no sarcasmo que revelam o seu olhar lúcido, objetivo, arguto e crítico da sociedade portuguesa. 7
  • 8. Conhecer Eça de Queirós Eça de Queirós é um dos maiores escritores da língua portuguesa. 8
  • 9. Principais obras de Eça de Queiroz · A Cidade e as Serras · A Ilustre Casa de Ramires · A Relíquia · A Tragédia da Rua das Flores · As Farpas · Contos e Prosas Bárbaras · O Crime do Padre Amaro · O Mandarim · O Mistério da Estrada de Sintra · O Primo Basílio · Os Maias · Uma Campanha Alegre 9