SlideShare uma empresa Scribd logo
“Para chegar ao topo é preciso se diferenciar”
•   Não temos a receita do bolo
•   Não há uma verdade absoluta
•   Não existe fórmula mágica
•   O conhecimento é construído em conjunto
•   Aqui todos DEVEM participar
Que tal nos conhecermos?
Estratégias, o que
    vem na minha
          cabeça?
+
A palavra vem do grego antigo stratègós
(de stratos, "exército", e ago, "liderança" ou
"comando" tendo significado inicialmente "a
arte do general") e designava o comandante
militar, à época de democracia ateniense.
+
Segundo Mintzberg (Acadêmico, PhD Em
estratégia Gerencial), trata-se da forma de
pensar no futuro, integrada no processo
decisório, com base em um procedimento
formalizado e articulador de resultados.
+
Sun Tzu foi o estrategista que no século IV a.C.
escreveu um tratado nominado A Arte da Guerra
que abordava de forma abrangente as estratégias
militares.

Segundo Sun Tzu, a formulação de uma estratégia
deve respeitar quatro princípios fundamentais:
+
• Princípio da escolha do local de batalha:
  seleção dos mercados onde a empresa vai
  competir.

• Princípio da concentração das forças:
  organização dos recursos da empresa.
+
• Princípio do ataque: implementação
  das ações competitivas da empresa.

• Princípio das forças diretas e indiretas:
  gestão das contingências (Acasos).
QUAL É A APLICAÇÃO
    PRÁTICA ?
As estratégias compreendem o
planejamento cuidadoso com
foco no alcançar de um objetivo
futuro, para isso é necessário
compreender:
PONTOS
FORTES
         F   O   OPORTUNIDADES



PONTOS
FRACOS                AMEAÇAS
Estes termos são comumente
utilizados no dia dia organizacional,
empresas dos mais diversos
segmentos fazem análises e montam
planos de ação (Estratégias) a fim de
vencerem no mercado competitivo.
POR QUE NÃO APLICAR
 AO PROFISSIONAL ?
Assim como nas empresas os profissionais
necessitam de diferenciais para se
destacarem no mercado.

Estes diferenciais estão nas COMPETÊNCIAS.
"Conjunto de conhecimentos,
habilidades, comportamentos e aptidões
que possibilitam maior probabilidade de
obtenção de sucesso na execução de
determinadas atividades."
CHAA
CONHECIMENTO (Cabeça) –Informação, saber o que é,
saber o por que.

HABILIDADES (Mãos) – Técnica, capacidade, saber como.

ATITUDES (Coração) – Quero fazer, Indentificação,
Determinação

APTIDÕES (Mente) – Capacidade natural para fazer
Competências Técnicas x Competências
        Comportamentais:
Competencias técnicas estão
relacionadas à inteligência intelectual, em
outras palavras, com a quantidade de
conhecimento formal e acadêmico
adquirido.
Competências comportamentais dizem
respeito à inteligência emocional, ou seja,
o nível de equilíbrio e a capacidade de
identificar e lidar com as próprias
emoções e atitudes.
AS 10+
1- Liderança – capacidade de liderar pessoas e equipes efetivamente,
desenvolver o seu potencial, extrair seu melhor e alcançar grandes
resultados.

2- Automotivação – capacidade de motivar-se independente dos
problemas e situações adversas da empresa e continuar produzindo.

3- Trabalho em equipe – o trabalho em equipe é fundamental numa
empresa, ter habilidades para realizar trabalhos em conjunto, jogo de
cintura e uma postura colaborativa é fundamental.
AS 10+
4- Criatividade – esta qualidade mostra a capacidade de inovação do
colaborador em momentos de estresse, como também de criar
soluções novas e sua ousadia em fazer diferente.

5- Comunicação Efetiva – compreende usar bem a comunicação, se
relacionar, expressar ideias claras, saber dar feedbacks, esclarecer
dúvidas.

6- Capacidade de Negociação – saber dialogar com os colaboradores
em situações de conflito, buscar sempre um entendimento pacífico
visando manter o bom clima organizacional, além de saber negociar
com agentes externos: parceiros, fornecedores e clientes, por
exemplo.
AS 10+
7- Flexibilidade – saber lidar com mudanças, ser receptivo a elas,
conseguir se adaptar, lidar com pensamentos divergentes e buscar
crescimento através disso.

8- Autodesenvolvimento– Profissionais que fogem da estagnação
estão sempre em busca de evolução, cursos de atualização, novos
conhecimentos, aprimoramentos em sua profissão, como também são
bem informados sobre seu campo de atuação, outras áreas e muito
bem-vindos nas empresas. Isso demonstra ambição por
desenvolvimento e crescimento.
AS 10+
9- Bom Humor – Segundo pesquisa da revista inglesa Management
Today, pessoas infelizes são 80% menos produtivas, então é essencial
buscar o equilíbrio emocional, cultivar emoções positivas e ter bom
humor. Isso torna a convivência mais harmônica e os resultados mais
possíveis.

10- Relacionamento Interpessoal – Fundamental para o alcance
profissional, essa capacidade define e muito como será o na empresa.
Possibilita minimizar os conflitos, garante a empatia entre colegas e
líderes, e relacionar-se com estas pessoas de forma efetiva, fazer
amigos, seguidores e influenciar as pessoas para que sigam suas ideias
e colaborem com seus projetos.
Análise FOFA

Com base nos conceitos apresentados até o
momento, vamos fazer uma análise do nosso perfil
profissional:

Identifique:
Fortalezas e oportunidades
Fraquezas e ameaças
+Motivação
Há uma visão distorcida a respeito da
motivação, por isso é fundamental
compreendermos que
+Motivação
Motivação (do Latim moveres, mover) refere-se
em psicologia, em etologia e em outras ciências
humanas à condição do organismo que influencia a
direção (orientação para um objetivo) do
comportamento.
+Motivação

Em outras palavras é o impulso
interno que leva à ação.
+Motivação
Motivos internos para ação

Motivos - Objetivos reais e definidos pelo indivíduo

Ação - Movimentação de um ponto a outro ou
saída da estagnação
+Motivação

“Motivação é o resultado da interação do
       indivíduo com a situação”
+Motivação

    Para compreender motivação é
necessário compreender as necessidades
+Motivação
          Auto
        Realização




     Status/Estima


        Sociais


      Segurança


     Fisiológicas
+Motivação
Para se desenvolver a motivação é necessário definir os
motivos que lhe movem, para isso é fundamental que o
indivíduo tenha em mente suas metas, seus objetivos
futuros e motivos atuais que lhe fazem querer viver.
+Motivação

Questione-se !
+Motivação
O que me incomoda?
É suficiente para me mover?
Se sim, como me movimento?
+Motivação
EXERCÍCIO

Motivação: Defina os motivos pelos quais você vive, que
te fazem sentir realizado, que te estimulam a caminhar.

Pessoais

Profissionais
+Motivação
EXERCÍCIO

Após definirmos os motivos, quais as ações que estão
sendo realizadas para que eles aconteçam?

Pessoais

Profissionais
+Comunicação
EXERCÍCIO

CONTANDO HISTÓRIAS

O grande grupo será repartido ao meio e cada sub grupo terá
uma missão a ser cumprida.
“Quem não se comunica, se trumbica”
       Para se relacionar bem é necessário se comunicar melhor ainda.
1º Passo: Livre-se de preconceitos e filtros que interferem nos estímulos externos.

2º Passo: Tome a iniciativa e aprenda tudo sobre o interlocutor

3º Passo: Seja um bom receptor. “Existiria som, sem alguém para ouvi-lo?”

4º Passo: Interprete as mensagens com cuidado

5º Passo: Defina o propósito da comunicação

6º Passo: Adapte-se ao meio, evitando os ruídos que atrapalham a comunicação

7º Passo: Lembre-se que a mensagem é o mais importante neste processo

8º Passo: Transmita a mensagem de forma clara, objetiva e segura
+Comunicação
Por que isso importa tanto?
A comunicação é a base de toda relação,
quando feita de forma clara e coerente é capaz
de transformar pessoas ou situações, porém
quando negligenciada por menores que sejam
as falhas acarretarão enormes problemas.
+Comunicação
+Comunicação
Para o processo de comunicação a mensagem é o ponto principal,
e sua compreenção dependerá especialmente da maneira como é
percebida pelo receptor.

A interpretação (decodificação) da mensagem passará por filtros
pré existentes na mente do receptor, onde seus valores, caráter e
principalmente vivências definirão o sentido da mensagem.

Por isso, caso não conheça o receptor o bom senso deverá nortear
a comunicação.
+Comunicação
O QUE VALE MAIS?

O que eu falei X O que você compreendeu
Comunicação é só o que se fala?
+Comunicação
EXERCÍCIO

VAMOS OBSERVAR !

Cada participante escolherá um outro para, discretamente,
observá-lo e tirar impressões a seu respeito. Estas impressões
deverão ser anotadas e expostas para o grande grupo que
tentará advinhar de quem vc está falando e em seguida o
escolhido irá confirmar ou não as suas impressões.
+Comunicação
               10%
         PALAVRA
20%
                     EXPRESSÃO FACIAL
                     APARÊNCIA
                     POSTURA
                     OLHAR
                     TOQUES             70%
                     GESTOS
+Comunicação
  COMUNICAÇÃO VERBAL



 COMUNICAÇÃO NÃO VERBAL



     ENTENDIMENTO
+Comunicação
EXERCÍCIO

VAMOS NOS CONHECER

Formaremos duas fileiras, cada participante de frente para o
outro deverá buscar o máximo de informações sobre o outro, a
dupla terá 2 minutos para isso. Em seguida serão trocadas as
duplas até que todos se conheçam.
Ao término do exercício cada um falará de quem mais lhe
chamou a atenção e o por que.
+Comunicação
CONVERSA COM O CLIENTE

•   Planeje-se
•   Tenha em mãos caneta e papel
•   Tome nota do nome e das informações passadas
•   Jamais o interrompa
•   Enquanto ouve, sinalize que concorda com sua cabeça
•   Mantenha o tronco direcionado para ele e os olhos atentos
•   Evite movimentos excessívos ou exagerados
•   Apresente suas idéias com calma e objetividade
•   Busque conduzir o diáligo
•   Reforçe os pontos acordados
•   Finalize com cordialidade
+Comunicação
REUNIÃO DE NEGÓCIOS

•   Planeje-se, crie uma pauta e busque seguí-la
•   Tenha em mãos caneta e papel
•   Tome nota dos pontos tratados
•   Busque a atenção dos demais de forma sutil e assertiva
•   Mantenha-se atento a todos os envolvidos
•   Mantenha o tronco direcionado para quem estiver falando
•   Jamais tome toda atenção para você
•   Apresente suas idéias com calma e objetividade
•   Busque ouvir a opinião dos demais a respeito de suas idéias
•   Não jesticule demais
•   Peça a palavra, jamais interrompa
•   Finalize com cordialidade
+Comunicação
APRESENTAÇÕES

•   Conheça bastante o conteúdo
•   Prepare sua apresentação de forma objetiva
•   Slides com cores sóbrias, crie tópicos e tenha um material de apoio
•   Cuide bem da apresentação pessoal
•   Comunique-se de forma clara, objetiva e cordial
•   Simpatia
•   Cuidado com os vícios de linguagem
•   Tenha um cuidado especial com a linguagem corporal
•   Busque interagir com os espectadores
•   Transforme sua apresentação em um show
•   Não assassine o português
+Comunicação
ENTREVISTA DE EMPREGO

•   Busque conhecer a empresa com antecedência
•   Chegue antes do combinado ao menos 30 minutos
•   Antes do processo começar, interaja com os demais participantes
•   Na dinâmica de grupo, busque observar e em seguida se mostrar de
    maneira assertiva
•   Mantenha o foco em seus potenciais
•   Caso concorde, complemente o pesamento do outro candidato
•   Porte-se de maneira moderada
•   Não deixe para ser o último a se apresentar
•   Busque o olhar do entrevistador
•   Seja natural
•   Não assassine o português
+Comunicação
DEBATE

•   Lembre-se, um debate não é uma guerra
•   Tenha o propósito do debate como foco principal
•   Se discordar tenha uma sugestão a oferecer
•   Questione com coerencia
•   Jamais atropele os outros
•   Peça a vez ao falar
•   Seja objetivo
•   Separe os valores pessoais, lembre-se do foco
•   Busque compreender o ponto de vista do outro
•   Tenha fundamentação além de suas opiniões pessoais
•   Controle as emoções
+Comunicação
AO TELEFONE

•   Monte um roteiro e busque seguí-lo
•   Seja cordial, fale num tom agradável
•   Use da simpatia
•   Tome nota de detalhes
•   Esqueça o gerúndio
•   Não interrompa
•   Não dispense quem está do outro lado
•   Cuidado especial com a entonação e linguística
+Comunicação
EMOÇÕES
+Comunicação
               EMOÇÕES
 Movimento, agitação do organismo. É o estado em
que organismo sai do seu equilíbrio. A manifestação
 emocional é um distúrbio da atividade glandular e
muscular. Emoção é uma interferência no equilíbrio
                   do indivíduo.
+Comunicação
                            EMOÇÕES
HUMOR DISFÓRIDO - Estado de ânimo desagradável.
HUMOR EUTÍMICO - Faixa normal de humor, implicando ausência de deprimido
ou exaltado.
HUMOR EXPANSIVO - Expressão dos sentimentos sem restrição.
HUMOR IRRITÁVEL - Facilmente provocado até a raiva.
HUMOR EXALTADO - Ar de confiança e alegria, mais animado.
HUMOR LÁBIL - Oscilação entre período de euforia e depressão.
EUFORIA - Intensa relação de grandeza.
ÊXTASE - Sentimento de intenso arrebatamento.
+Comunicação
                              EMOÇÕES
ANSIEDADE - Sentimento de apreensão provocado pela antecipação de um perigo.
ANSIEDADE LIVREMENTE - Medo não focalizado e difuso.
FLUTUANTE - qualquer idéia.
MEDO - Ansiedade provocada por um perigo realista e conscientemente
reconhecido.
AGITAÇÃO - Ansiedade associada com grave inquietação motora.
TENSÃO - Aumentado desagradável da atividade motora ou psicológica.
PÂNICO - Ataque intenso, agudo, episódico de ansiedade, associado com
sentimentos sufocantes de medo.
+Comunicação

  “As emoções influenciam na
comunicação involuntária, assim
   como na corporal e verbal”
+Comunicação

“Controlar nossas emoções no
     trabalho é regra de
        sobrevivência”.
+Comunicação
    “Bons profissionais são aqueles que além de
exercerem muito bem suas atividades utilizam-se da
inteligência emocional, do auto conhecimento e em
  especial do auto controle para se destacarem em
                  suas profissões.”
+Comunicação

Questione-se !
+Comunicação
Como minhas emoções
 têm me ajudado ou
    atrapalhado?
+Comunicação

   Dicas
+Comunicação
Busque o auto conhecimento:

É fundamental conhecer bem suas características
pessoais, além das limitações e possíveis impulsos
externos que te levam a perder o controle.
+Comunicação
Cuidado com sua postura:

Bons profissionais sabem separar bem a conduta
pessoal da profissional, sem perder a simplicidade.
+Comunicação
Preserve-se

Deixe seus problemas pessoais e particularidades da
sua intimidade fora das conversas no ambiente de
trabalho, mesmo que sejam informais.
+Comunicação
Controle seus impulsos
Siga as regras:

Pare, Pense e FALE
Pare, Pense e AJA

Lembre-se que as consequencias de seus aos
poderão ser irreversíveis.
+Comunicação
Auto Controle
Busque um momento de relaxamento através de
técnicas de respiração, meditação, oração e etc com
o objetivo de melhor controlar suas emoções.
+Comunicação
Não somatize
Absorver as emoções geradas no ambiente
profissional e transformá-las em problemas pessoais
poderão acarretar danos a sua saúde.
+Comunicação
Seja agente pacificador
Ao se deparar com um conflito, atue a fim de
minimizar os danos e não se envolva
emocionalmente.
+Comunicação
Fofoca
Fuja dela !

Os membros da famosa “rádio peão” são mais
quistos pelas organizações.
+Comunicação
Conversas
Devem ter um propósito que vá ao encontro das
expectativas dos envolvidos, preferencialmente de
cunho profissional.
Conversas paralelas podem geral mal estar e perda
de foco.
+Comunicação
Amizades
O ambiente profissional é concebido a fim de gerar
resultado, assim como os relacionamentos
construídos dentro delas são com o propósito de
gerar resultados para a empresa.
+Comunicação
Bom senso
É fundamental ao profissional ter um cuidado
especial nos momentos de descontração e lazer,
pois é ai onde deixamos a postura profissional de
lado e perdemos grandes oportunidades.
+Comunicação
  HUMOR
+Comunicação
                         HUMOR
O humor é um estado de ânimo cuja intensidade representa o grau
de disposição e de bem-estar psicológico e emocional de um
indivíduo.

A palavra humor surgiu na medicina humoral dos antigos Gregos.

Naqueles tempos, o termo humor representava qualquer um dos
quatro fluidos corporais (ou humores) que se considerava serem
responsáveis por regular a saúde física e emocional humana.
+Comunicação
                          HUMOR
Agregador
É aquela pessoa que conta piadas, faz gracinha e é engraçada com
o intuito de unir as pessoas e fazê-las se sentir bem. É o tipo de
humor que reduz tensões num grupo – e, por isso também,
costuma ser o mais popular de todos.

Agressivo
É o humor usado para criticar ou manipular os outros. Sarcasmo,
ironia e provocações são as armas favoritas dessas pessoas, que
acham graça em rir dos outros para se colocar numa posição mais
bacana.
+Comunicação
                          HUMOR
Autodepreciativo
Conhece algum gordinho que faz piada com seu peso para que os
outros riam? Pois ele tem o humor autodepreciativo, que ri de si
mesmo como mecanismo de defesa e para arrancar gargalhadas
alheias.

Otimista
É a pessoa que se diverte sozinha, e que mantém um olhar
positivo mesmo em momentos de estresse ou nervosismo. É o
humor de bem com a vida, mas que não necessariamente faz os
outros rir.
+Comunicação
                       HUMOR

Ter o controle das emoções pode ajudar (e muito) no
desenvolvimento profissional. Segundo especialistas, o bom
humor favorece o crescimento pessoal e aumenta a
satisfação profissional e ainda contribui positivamente para o
faturamento da empresa.
+Comunicação
                      HUMOR

A raiva também é um sentimento a ser trabalhado. Ter total
domínio sobre esta emoção e evitar explodir com chefes e
colegas é crucial para ter autoconhecimento e para saber
como agir em momentos de estresse alto.
+Comunicação
             HUMOR

Você já teve vontade de matar um
chefe ou colega de trabalho?
+Comunicação
             HUMOR


Você já teve vontade de passar a
perna em alguém?
+Comunicação
              HUMOR

Entre o “ter vontade” e o “Fazer”
está o controle emocional.
+Negociação
Negociação é o processo de buscar a
aceitação de idéias, propósitos ou
interesses,visando ao melhor resultado
possível onde o produto final seja maior
que a soma das contribuições individuais.
+Negociação

OU SEJA
+Negociação

“1 + 1 É sempre mais
       que 2”.
+Negociação
            Princípios Universais da Negociação


•   Comunicação eficaz             • Convencer a outra parte de
•   Capacidade de relacionamento     que está sendo tratada com
                                     justiça
•   Empatia
                                   • Definir quais são as opções
•   Elaborar os diversos acordos
                                     para o acordo
    possíveis
                                   • Chegar ao compromisso final
+Negociação
   COMPONENTES
A reciprocidade é o princípio geral da concessão.
Cada concessão deve ser retribuída.

O contexto atende ao princípio de ação e reação. As
atitudes podem ser cooperativas ou competitivas.

A motivação do outro muitas vezes não se baseia em
ganhos tangíveis.
+Negociação
+Negociação
                      ETAPAS

PREPARAÇÃO
. HISTÓRICO DAS RELAÇÕES.
. OBJETIVOS IDEAIS E REAIS.
. PRESUNÇÃO DA NECESSIDADE.
. PLANEJAMENTO DE CONCESSÕES.
. CONFLITOS POTENCIAIS.
. EXPECTATIVAS POSITIVAS.
+Negociação
         PREPARAÇÃO

PONTOS
FORTES
          F     O     OPORTUNIDADES



PONTOS
FRACOS                     AMEAÇAS
+Negociação
                ETAPAS

ABERTURA (início)
. REDUÇÃO DE TENSÃO.

.DEFINIÇÃO DO OBJETIVO.

.CONCORDÂNCIA PARA PROSSEGUIMENTO
+Negociação
                 ETAPAS
EXPLORAÇÃO
. FRASE INICIAL + ENTENDIMENTO DA FRASE.

. TESTE DE NECESSIDADE PRESUMIDA.

. BUSCA DE IDENTIDADE DE INTERESSES.

. RESUMO DAS DESCOBERTAS E
  CONCORDÂNCIAS.
+Negociação
                  ETAPAS

APRESENTAÇÃO
. DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS, PRODUTOS OU
  IDEIAS E SOLUÇÕES.

. BENEFÍCIOS DECORRENTES DA PROPOSTA.
+Negociação
                  ETAPAS

APRESENTAÇÃO
. DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS, PRODUTOS OU
  IDEIAS E SOLUÇÕES.

. BENEFÍCIOS DECORRENTES DA PROPOSTA.
+Negociação
                     ETAPAS
CLARIFICAÇÃO
 . RESPONDER ÀS OBJEÇÕES

 . EVITAR FRASES PERIGOSAS

 . ACEITAR AS RAZÕES DOS OUTROS

 . LEVANTAR DÚVIDAS POTENCIAIS
+Negociação
                    ETAPAS

FINALIZAÇÃO
.   ATENÇÃO AOS SINAIS DE ACEITAÇÃO
.   TORNE SUA PROPOSTA REVERSÍVEL
.   APRESENTE OPÇÕES
.   PROPONHA O FECHAMENTO DO NEGÓCIO
+Negociação
GANHA - GANHA
PERDE - GANHA
PERDE - PERDE
+Negociação



Aplique a análise de cenários FOFA para tomada de decisão,
 levando em consideração o momento atual do sequestro.
+Negociação
Estudo de caso

Mediando um conflito

Numa equipe o gestor se depara com a seguinte situação, as
suas melhores vendedoras se chocam e dividem a equipe.

Os motivos: O cliente procurou uma e no retorno fechou a
venda com a outra .

Sua equipe está rachada ao meio, o que fazer?
O objetivo é chegar ao concenso.
+Negociação
Estudo de caso

Os cães e as ovelhas

Dois fazendeiros vizinhos, um plantava trigo, tinha filhos
pequenos e possuía grandes cachoros.

O outro criava ovelhas, este tinha grandes problemas com os
cães do vizinhos, pois atacavam suas ovelhas.

Como solucionar?
+Negociação

“Para resolver o conflito, quando as ovelhas deram cria, o
fazendeiro presenteou as crianças do vizinho com um
filhote, com isso os cães não ficaram mais soltos e todos
ficaram satisfeitos”
+Negociação

 “ Negociar sugere
chegar ao ponto de
    equilíbrio “
+Negociação
EXERCÍCIO

O ZEPELIM

Um balão zepelim está prestes a se chocar com um prédio e a
única maneira de evitar esta tragédia é permanecerem no balão
apenas 3 participantes.

Quem se salvará?
Quem saltará do balão?
+Vendas
EXERCÍCIO

MEU PRODUTO

Em duplas os participantes terão que criar um produto, montar
a linha de argumentos de venda e apresentá-lo aos demais
participantes, que elegerão a idéia mais criativa e vendável.
VENDER É?
+Vendas
“ Vender é estar comprometido com o sucesso do cliente,
estar focado na sua satisfação e não apenas no cumprimento
da meta.”



“ Vender é realizar sonhos, atender desejos e suprir
necessidades, de forma eficaz com ética, honestidade e
transparência.”
+Vendas
O cliente não lhe entregará seus
 sonhos se a sua confiança for
            violada.
+Vendas
•   Confie em si mesmo
•   Confie em sua empresa
•   Confie no seu produto
•   Seja ético
•   Não prometa o que não pode cumprir
•   Cumpra o que prometeu
•   Seja franco
•   Esteja disponível
•   Questione, mas ofereça soluções
PROVOCAÇÕES
01
02
Uma única resposta
EXPERIÊNCIAS !
EXPERIÊNCIAS !
O cliente procura por uma experiência
prazerosa e está disposto a gastar mais
               para tê-la
QUEM É O PRINCIPAL
RESPONSÁVEL POR
ISSO?
VOCÊ
Então
Vender
sugere...
Por que isso importa tanto?

Os pilares de um relacionamento de sucesso são:


  Confiança   Cumplicidade   Admiração   Respeito
Sorria! você está se relacionando
  Ruth Campbell, Professora da University College London, descobriu um “neuronio-
  espelho” que ativa a área de reconhecimento de rostos e expressões, ou seja, quer
         demos conta ou não refletimos as expressões que vemos, por isso:




o O Sorriso transmite a seguinte mensagem: “Fico feliz em vê-lo e aceito você.
o O sorriso transmite ao outro que você não é uma ameaçada.
o Sorria mesmo sem vontade, isso influenciará positivamente o outro .
o O sorriso Influencia diretamente a atitude dos outros, a forma como reagirão à sua presença.
o Quando você sorri para alguém, quase sempre recebe um sorriso de volta.
+Vendas

Quem são
seus clientes?
INTERPESSOAL
Somos em alguns momentos, clientes e em outros
fornecedores.
Trocamos de papel a cada instante, assim sendo é
necessário empatia e humanização das relações.
NETWORK
A formação de uma rede de relacionamentos,
assim como a manutenção desta rede abre
portas e mantém oportunidades.
NETWORK
Atualmente, cerca de 75% das contratações acontecem por
indicação, especialmente em cargos considerados de confiança.
Mesmo com os processos seletivos, uma indicação segura pode
ser considerada meio caminho andado.
Uma rede de relacionamentos ativa serve ainda para que os
membros dela se apoiem.
DUVIDAS ?
Jamais desista de seus
 sonhos, nunca permita que
alguém limite seu voou, você
 pode tudo, basta acreditar.
Um forte abraço do
     amigo.
Saulo Veríssimo
Diretor Comercial




(81) 8190 5828
saulo.verissimo@summoconsultoria.com.br



(81) 3040 8152
Rua do Paissandu, 567 – Sala 103
Derby – Recife – PE
CEP 52 010 000
www.summoconsultoria.com.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Como tornar se um negociador eficaz!
Como tornar se um negociador eficaz!Como tornar se um negociador eficaz!
Como tornar se um negociador eficaz!
esvianna
 
EMPREGABILIDADE - 20 dicas para se dar bem na dinâmica de grupo
EMPREGABILIDADE - 20 dicas para se dar bem na dinâmica de grupoEMPREGABILIDADE - 20 dicas para se dar bem na dinâmica de grupo
EMPREGABILIDADE - 20 dicas para se dar bem na dinâmica de grupo
Wandick Rocha de Aquino
 
Palestra Motivação e Inteligência Profissional
Palestra Motivação e  Inteligência ProfissionalPalestra Motivação e  Inteligência Profissional
Palestra Motivação e Inteligência Profissional
ARI LIMA
 
Havan lucas e leonardo - a habilidade de influenciar pessoas - 07-08-13
Havan   lucas e leonardo - a habilidade de influenciar pessoas - 07-08-13Havan   lucas e leonardo - a habilidade de influenciar pessoas - 07-08-13
Havan lucas e leonardo - a habilidade de influenciar pessoas - 07-08-13
Evelise Cuesta
 
Comunicação vendedora
Comunicação vendedoraComunicação vendedora
Comunicação vendedora
INSTITUTO MVC
 
Objetivo geral negociação
Objetivo geral negociaçãoObjetivo geral negociação
Objetivo geral negociação
Paulo Peixinho
 
Cópia de apostila cresol curso de negociação ione a4 impresso f saida
Cópia de apostila cresol curso de negociação ione  a4 impresso f saidaCópia de apostila cresol curso de negociação ione  a4 impresso f saida
Cópia de apostila cresol curso de negociação ione a4 impresso f saida
Niloar Bissani
 
Capítulo 1 - Conceitos de negociação
Capítulo 1 - Conceitos de negociaçãoCapítulo 1 - Conceitos de negociação
Capítulo 1 - Conceitos de negociação
Julio Kyosen Nakatani
 
Negociacao 2
Negociacao 2Negociacao 2
Negociacao 2
Augusto Parada
 
Guia de resolução de conflitos
Guia de resolução de conflitosGuia de resolução de conflitos
Guia de resolução de conflitos
Niloar Bissani
 
Fundamentos de negociação
Fundamentos de negociaçãoFundamentos de negociação
Fundamentos de negociação
Maritta Barbosa
 
10 comunicação assertiva
10 comunicação assertiva10 comunicação assertiva
10 comunicação assertiva
António Revez
 
Tecnicas de negociacao
Tecnicas de negociacaoTecnicas de negociacao
Tecnicas de negociacao
Ricardo Andretti
 
Melhorando a comunicação no ambiente de trabalho
Melhorando a comunicação no ambiente de trabalhoMelhorando a comunicação no ambiente de trabalho
Melhorando a comunicação no ambiente de trabalho
Denise Varela
 
Ebook negociação e resolução de conflitos volume II tipos e estratégias
Ebook negociação e resolução de conflitos volume II   tipos e estratégiasEbook negociação e resolução de conflitos volume II   tipos e estratégias
Ebook negociação e resolução de conflitos volume II tipos e estratégias
Insper Instituto de Ensino e Pesquisa, Fundação Dom Cabral, HSM Educação, BSP
 
Palestra Pnl
Palestra PnlPalestra Pnl
Negociação
NegociaçãoNegociação
Negociação
Jhelena Maria
 
apostila técnicas de negociação
apostila técnicas de negociaçãoapostila técnicas de negociação
apostila técnicas de negociação
UNINOVE
 
Dez habilidades necessárias a um negociador
Dez habilidades necessárias a um negociadorDez habilidades necessárias a um negociador
Dez habilidades necessárias a um negociador
Camila Freire
 

Mais procurados (19)

Como tornar se um negociador eficaz!
Como tornar se um negociador eficaz!Como tornar se um negociador eficaz!
Como tornar se um negociador eficaz!
 
EMPREGABILIDADE - 20 dicas para se dar bem na dinâmica de grupo
EMPREGABILIDADE - 20 dicas para se dar bem na dinâmica de grupoEMPREGABILIDADE - 20 dicas para se dar bem na dinâmica de grupo
EMPREGABILIDADE - 20 dicas para se dar bem na dinâmica de grupo
 
Palestra Motivação e Inteligência Profissional
Palestra Motivação e  Inteligência ProfissionalPalestra Motivação e  Inteligência Profissional
Palestra Motivação e Inteligência Profissional
 
Havan lucas e leonardo - a habilidade de influenciar pessoas - 07-08-13
Havan   lucas e leonardo - a habilidade de influenciar pessoas - 07-08-13Havan   lucas e leonardo - a habilidade de influenciar pessoas - 07-08-13
Havan lucas e leonardo - a habilidade de influenciar pessoas - 07-08-13
 
Comunicação vendedora
Comunicação vendedoraComunicação vendedora
Comunicação vendedora
 
Objetivo geral negociação
Objetivo geral negociaçãoObjetivo geral negociação
Objetivo geral negociação
 
Cópia de apostila cresol curso de negociação ione a4 impresso f saida
Cópia de apostila cresol curso de negociação ione  a4 impresso f saidaCópia de apostila cresol curso de negociação ione  a4 impresso f saida
Cópia de apostila cresol curso de negociação ione a4 impresso f saida
 
Capítulo 1 - Conceitos de negociação
Capítulo 1 - Conceitos de negociaçãoCapítulo 1 - Conceitos de negociação
Capítulo 1 - Conceitos de negociação
 
Negociacao 2
Negociacao 2Negociacao 2
Negociacao 2
 
Guia de resolução de conflitos
Guia de resolução de conflitosGuia de resolução de conflitos
Guia de resolução de conflitos
 
Fundamentos de negociação
Fundamentos de negociaçãoFundamentos de negociação
Fundamentos de negociação
 
10 comunicação assertiva
10 comunicação assertiva10 comunicação assertiva
10 comunicação assertiva
 
Tecnicas de negociacao
Tecnicas de negociacaoTecnicas de negociacao
Tecnicas de negociacao
 
Melhorando a comunicação no ambiente de trabalho
Melhorando a comunicação no ambiente de trabalhoMelhorando a comunicação no ambiente de trabalho
Melhorando a comunicação no ambiente de trabalho
 
Ebook negociação e resolução de conflitos volume II tipos e estratégias
Ebook negociação e resolução de conflitos volume II   tipos e estratégiasEbook negociação e resolução de conflitos volume II   tipos e estratégias
Ebook negociação e resolução de conflitos volume II tipos e estratégias
 
Palestra Pnl
Palestra PnlPalestra Pnl
Palestra Pnl
 
Negociação
NegociaçãoNegociação
Negociação
 
apostila técnicas de negociação
apostila técnicas de negociaçãoapostila técnicas de negociação
apostila técnicas de negociação
 
Dez habilidades necessárias a um negociador
Dez habilidades necessárias a um negociadorDez habilidades necessárias a um negociador
Dez habilidades necessárias a um negociador
 

Destaque

Sare sozialak
Sare sozialakSare sozialak
Sare sozialakanderleon
 
Nor akunq audit opinion_report_na(1)
Nor akunq audit opinion_report_na(1)Nor akunq audit opinion_report_na(1)
Nor akunq audit opinion_report_na(1)Hovhannes Martirosyan
 
Colegio Catolico
Colegio CatolicoColegio Catolico
Colegio Catolico
raul_ams
 
III Seminário Banco do Nordeste de Política Cultural - Henilton Menezes
III Seminário Banco do Nordeste de Política Cultural - Henilton Menezes III Seminário Banco do Nordeste de Política Cultural - Henilton Menezes
III Seminário Banco do Nordeste de Política Cultural - Henilton Menezes
Banco do Nordeste
 
20.000 leguas de....
20.000 leguas de....20.000 leguas de....
20.000 leguas de....
emothionalgirl
 
La mayor piscina del mundo
La mayor piscina del mundoLa mayor piscina del mundo
La mayor piscina del mundo
raul_ams
 
Fotos Imposibles
Fotos ImposiblesFotos Imposibles
Fotos Imposibles
raul_ams
 
Presentación
PresentaciónPresentación
Presentación
algamis.alan
 

Destaque (9)

Sare sozialak
Sare sozialakSare sozialak
Sare sozialak
 
Nor akunq audit opinion_report_na(1)
Nor akunq audit opinion_report_na(1)Nor akunq audit opinion_report_na(1)
Nor akunq audit opinion_report_na(1)
 
Colegio Catolico
Colegio CatolicoColegio Catolico
Colegio Catolico
 
Rheumato
RheumatoRheumato
Rheumato
 
III Seminário Banco do Nordeste de Política Cultural - Henilton Menezes
III Seminário Banco do Nordeste de Política Cultural - Henilton Menezes III Seminário Banco do Nordeste de Política Cultural - Henilton Menezes
III Seminário Banco do Nordeste de Política Cultural - Henilton Menezes
 
20.000 leguas de....
20.000 leguas de....20.000 leguas de....
20.000 leguas de....
 
La mayor piscina del mundo
La mayor piscina del mundoLa mayor piscina del mundo
La mayor piscina del mundo
 
Fotos Imposibles
Fotos ImposiblesFotos Imposibles
Fotos Imposibles
 
Presentación
PresentaciónPresentación
Presentación
 

Semelhante a Curso - estratégias comportamentais

Pdi texto de michele ferreira
Pdi texto de michele ferreiraPdi texto de michele ferreira
Pdi texto de michele ferreira
Edson Sueira
 
Treinamento Design Thinking - 2016
Treinamento Design Thinking - 2016Treinamento Design Thinking - 2016
Treinamento Design Thinking - 2016
.add
 
TREINAMENTO ATENDIMENTO POST.pptx
TREINAMENTO ATENDIMENTO POST.pptxTREINAMENTO ATENDIMENTO POST.pptx
TREINAMENTO ATENDIMENTO POST.pptx
enosconsultoria
 
Mapas Mentais
Mapas MentaisMapas Mentais
Mapas Mentais
Paulo Felix Jr.
 
HandOut Encante sua audiencia 2014
HandOut   Encante sua audiencia 2014HandOut   Encante sua audiencia 2014
HandOut Encante sua audiencia 2014
Daniel de Carvalho Luz
 
Comunicação Proativa
Comunicação ProativaComunicação Proativa
Comunicação Proativa
Daniel de Carvalho Luz
 
Ferramentas de gestao
Ferramentas de gestaoFerramentas de gestao
Ferramentas de gestao
Sergio Mendonça
 
Gestão empreendedora
Gestão empreendedoraGestão empreendedora
Gestão empreendedora
Giancarlo Giacomelli
 
ESTAMOS AO VIVO | Construindo a Oratória
ESTAMOS AO VIVO | Construindo a OratóriaESTAMOS AO VIVO | Construindo a Oratória
ESTAMOS AO VIVO | Construindo a Oratória
Sergio Henrique Caliani
 
Importância da oratória na administração
Importância da oratória na administraçãoImportância da oratória na administração
Importância da oratória na administração
marcelo rodrigues
 
e-book_Soft_Skills.pdf
e-book_Soft_Skills.pdfe-book_Soft_Skills.pdf
e-book_Soft_Skills.pdf
Marcio Amoedo
 
2253075.pdf - 7844- gestão de equipas.pdf
2253075.pdf - 7844- gestão de equipas.pdf2253075.pdf - 7844- gestão de equipas.pdf
2253075.pdf - 7844- gestão de equipas.pdf
Beacarol
 
Clube rh comunicacao e negociacao
Clube rh   comunicacao e negociacaoClube rh   comunicacao e negociacao
Clube rh comunicacao e negociacao
Clube de RH de Extrema e Região
 
Habilidades
HabilidadesHabilidades
Habilidades
Francisco
 
Relacionamento Interpessoal 20h
Relacionamento Interpessoal 20hRelacionamento Interpessoal 20h
Relacionamento Interpessoal 20h
UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO
 
Tratamento de assuntos reservados e seguranca da informacao na Industria Farm...
Tratamento de assuntos reservados e seguranca da informacao na Industria Farm...Tratamento de assuntos reservados e seguranca da informacao na Industria Farm...
Tratamento de assuntos reservados e seguranca da informacao na Industria Farm...
USP e Plexus
 
Café com Lojistas - Gestão de Pessoas e Atendimento | Palestrante: Elenice Fr...
Café com Lojistas - Gestão de Pessoas e Atendimento | Palestrante: Elenice Fr...Café com Lojistas - Gestão de Pessoas e Atendimento | Palestrante: Elenice Fr...
Café com Lojistas - Gestão de Pessoas e Atendimento | Palestrante: Elenice Fr...
Sindilojas Porto Alegre
 
Oratória. a importância de saber falar em publico
Oratória. a importância de saber falar em publicoOratória. a importância de saber falar em publico
Oratória. a importância de saber falar em publico
sergiobraga38
 
Tgp competitividade-aula12.
Tgp competitividade-aula12.Tgp competitividade-aula12.
Tgp competitividade-aula12.
zeusi9iuto
 
Relacionamento interpessoal
Relacionamento interpessoalRelacionamento interpessoal
Relacionamento interpessoal
Nome Sobrenome
 

Semelhante a Curso - estratégias comportamentais (20)

Pdi texto de michele ferreira
Pdi texto de michele ferreiraPdi texto de michele ferreira
Pdi texto de michele ferreira
 
Treinamento Design Thinking - 2016
Treinamento Design Thinking - 2016Treinamento Design Thinking - 2016
Treinamento Design Thinking - 2016
 
TREINAMENTO ATENDIMENTO POST.pptx
TREINAMENTO ATENDIMENTO POST.pptxTREINAMENTO ATENDIMENTO POST.pptx
TREINAMENTO ATENDIMENTO POST.pptx
 
Mapas Mentais
Mapas MentaisMapas Mentais
Mapas Mentais
 
HandOut Encante sua audiencia 2014
HandOut   Encante sua audiencia 2014HandOut   Encante sua audiencia 2014
HandOut Encante sua audiencia 2014
 
Comunicação Proativa
Comunicação ProativaComunicação Proativa
Comunicação Proativa
 
Ferramentas de gestao
Ferramentas de gestaoFerramentas de gestao
Ferramentas de gestao
 
Gestão empreendedora
Gestão empreendedoraGestão empreendedora
Gestão empreendedora
 
ESTAMOS AO VIVO | Construindo a Oratória
ESTAMOS AO VIVO | Construindo a OratóriaESTAMOS AO VIVO | Construindo a Oratória
ESTAMOS AO VIVO | Construindo a Oratória
 
Importância da oratória na administração
Importância da oratória na administraçãoImportância da oratória na administração
Importância da oratória na administração
 
e-book_Soft_Skills.pdf
e-book_Soft_Skills.pdfe-book_Soft_Skills.pdf
e-book_Soft_Skills.pdf
 
2253075.pdf - 7844- gestão de equipas.pdf
2253075.pdf - 7844- gestão de equipas.pdf2253075.pdf - 7844- gestão de equipas.pdf
2253075.pdf - 7844- gestão de equipas.pdf
 
Clube rh comunicacao e negociacao
Clube rh   comunicacao e negociacaoClube rh   comunicacao e negociacao
Clube rh comunicacao e negociacao
 
Habilidades
HabilidadesHabilidades
Habilidades
 
Relacionamento Interpessoal 20h
Relacionamento Interpessoal 20hRelacionamento Interpessoal 20h
Relacionamento Interpessoal 20h
 
Tratamento de assuntos reservados e seguranca da informacao na Industria Farm...
Tratamento de assuntos reservados e seguranca da informacao na Industria Farm...Tratamento de assuntos reservados e seguranca da informacao na Industria Farm...
Tratamento de assuntos reservados e seguranca da informacao na Industria Farm...
 
Café com Lojistas - Gestão de Pessoas e Atendimento | Palestrante: Elenice Fr...
Café com Lojistas - Gestão de Pessoas e Atendimento | Palestrante: Elenice Fr...Café com Lojistas - Gestão de Pessoas e Atendimento | Palestrante: Elenice Fr...
Café com Lojistas - Gestão de Pessoas e Atendimento | Palestrante: Elenice Fr...
 
Oratória. a importância de saber falar em publico
Oratória. a importância de saber falar em publicoOratória. a importância de saber falar em publico
Oratória. a importância de saber falar em publico
 
Tgp competitividade-aula12.
Tgp competitividade-aula12.Tgp competitividade-aula12.
Tgp competitividade-aula12.
 
Relacionamento interpessoal
Relacionamento interpessoalRelacionamento interpessoal
Relacionamento interpessoal
 

Mais de Saulo Veríssimo

Mkt de relacionamento saulo verissimo
Mkt de relacionamento saulo verissimoMkt de relacionamento saulo verissimo
Mkt de relacionamento saulo verissimo
Saulo Veríssimo
 
Curso marketing e vendas (24hs)
Curso   marketing e vendas (24hs)Curso   marketing e vendas (24hs)
Curso marketing e vendas (24hs)
Saulo Veríssimo
 
Oratória por Saulo Veríssimo
Oratória por Saulo VeríssimoOratória por Saulo Veríssimo
Oratória por Saulo Veríssimo
Saulo Veríssimo
 
Liderança - o segredo dos líderes anormais
Liderança - o segredo dos líderes anormaisLiderança - o segredo dos líderes anormais
Liderança - o segredo dos líderes anormais
Saulo Veríssimo
 
I encontro de profissionais de mkt digital pe saulo veríssimo
I encontro de profissionais de mkt digital pe   saulo veríssimoI encontro de profissionais de mkt digital pe   saulo veríssimo
I encontro de profissionais de mkt digital pe saulo veríssimo
Saulo Veríssimo
 
E marketing pessoal # Você On line
E marketing pessoal # Você On lineE marketing pessoal # Você On line
E marketing pessoal # Você On line
Saulo Veríssimo
 
E-marketing pessoal: Você on-line (por Saulo Verissimo)
E-marketing pessoal: Você on-line (por Saulo Verissimo)E-marketing pessoal: Você on-line (por Saulo Verissimo)
E-marketing pessoal: Você on-line (por Saulo Verissimo)
Saulo Veríssimo
 
E-marketing pessoal: você on line (por Saulo Vverissimo)
E-marketing pessoal: você on line (por Saulo Vverissimo)E-marketing pessoal: você on line (por Saulo Vverissimo)
E-marketing pessoal: você on line (por Saulo Vverissimo)
Saulo Veríssimo
 

Mais de Saulo Veríssimo (8)

Mkt de relacionamento saulo verissimo
Mkt de relacionamento saulo verissimoMkt de relacionamento saulo verissimo
Mkt de relacionamento saulo verissimo
 
Curso marketing e vendas (24hs)
Curso   marketing e vendas (24hs)Curso   marketing e vendas (24hs)
Curso marketing e vendas (24hs)
 
Oratória por Saulo Veríssimo
Oratória por Saulo VeríssimoOratória por Saulo Veríssimo
Oratória por Saulo Veríssimo
 
Liderança - o segredo dos líderes anormais
Liderança - o segredo dos líderes anormaisLiderança - o segredo dos líderes anormais
Liderança - o segredo dos líderes anormais
 
I encontro de profissionais de mkt digital pe saulo veríssimo
I encontro de profissionais de mkt digital pe   saulo veríssimoI encontro de profissionais de mkt digital pe   saulo veríssimo
I encontro de profissionais de mkt digital pe saulo veríssimo
 
E marketing pessoal # Você On line
E marketing pessoal # Você On lineE marketing pessoal # Você On line
E marketing pessoal # Você On line
 
E-marketing pessoal: Você on-line (por Saulo Verissimo)
E-marketing pessoal: Você on-line (por Saulo Verissimo)E-marketing pessoal: Você on-line (por Saulo Verissimo)
E-marketing pessoal: Você on-line (por Saulo Verissimo)
 
E-marketing pessoal: você on line (por Saulo Vverissimo)
E-marketing pessoal: você on line (por Saulo Vverissimo)E-marketing pessoal: você on line (por Saulo Vverissimo)
E-marketing pessoal: você on line (por Saulo Vverissimo)
 

Curso - estratégias comportamentais

  • 1. “Para chegar ao topo é preciso se diferenciar”
  • 2.
  • 3. Não temos a receita do bolo • Não há uma verdade absoluta • Não existe fórmula mágica • O conhecimento é construído em conjunto • Aqui todos DEVEM participar
  • 4. Que tal nos conhecermos?
  • 5. Estratégias, o que vem na minha cabeça?
  • 6.
  • 7. + A palavra vem do grego antigo stratègós (de stratos, "exército", e ago, "liderança" ou "comando" tendo significado inicialmente "a arte do general") e designava o comandante militar, à época de democracia ateniense.
  • 8. + Segundo Mintzberg (Acadêmico, PhD Em estratégia Gerencial), trata-se da forma de pensar no futuro, integrada no processo decisório, com base em um procedimento formalizado e articulador de resultados.
  • 9. + Sun Tzu foi o estrategista que no século IV a.C. escreveu um tratado nominado A Arte da Guerra que abordava de forma abrangente as estratégias militares. Segundo Sun Tzu, a formulação de uma estratégia deve respeitar quatro princípios fundamentais:
  • 10. + • Princípio da escolha do local de batalha: seleção dos mercados onde a empresa vai competir. • Princípio da concentração das forças: organização dos recursos da empresa.
  • 11. + • Princípio do ataque: implementação das ações competitivas da empresa. • Princípio das forças diretas e indiretas: gestão das contingências (Acasos).
  • 12. QUAL É A APLICAÇÃO PRÁTICA ?
  • 13. As estratégias compreendem o planejamento cuidadoso com foco no alcançar de um objetivo futuro, para isso é necessário compreender:
  • 14. PONTOS FORTES F O OPORTUNIDADES PONTOS FRACOS AMEAÇAS
  • 15. Estes termos são comumente utilizados no dia dia organizacional, empresas dos mais diversos segmentos fazem análises e montam planos de ação (Estratégias) a fim de vencerem no mercado competitivo.
  • 16. POR QUE NÃO APLICAR AO PROFISSIONAL ?
  • 17. Assim como nas empresas os profissionais necessitam de diferenciais para se destacarem no mercado. Estes diferenciais estão nas COMPETÊNCIAS.
  • 18. "Conjunto de conhecimentos, habilidades, comportamentos e aptidões que possibilitam maior probabilidade de obtenção de sucesso na execução de determinadas atividades."
  • 19. CHAA CONHECIMENTO (Cabeça) –Informação, saber o que é, saber o por que. HABILIDADES (Mãos) – Técnica, capacidade, saber como. ATITUDES (Coração) – Quero fazer, Indentificação, Determinação APTIDÕES (Mente) – Capacidade natural para fazer
  • 20. Competências Técnicas x Competências Comportamentais:
  • 21. Competencias técnicas estão relacionadas à inteligência intelectual, em outras palavras, com a quantidade de conhecimento formal e acadêmico adquirido.
  • 22. Competências comportamentais dizem respeito à inteligência emocional, ou seja, o nível de equilíbrio e a capacidade de identificar e lidar com as próprias emoções e atitudes.
  • 23. AS 10+ 1- Liderança – capacidade de liderar pessoas e equipes efetivamente, desenvolver o seu potencial, extrair seu melhor e alcançar grandes resultados. 2- Automotivação – capacidade de motivar-se independente dos problemas e situações adversas da empresa e continuar produzindo. 3- Trabalho em equipe – o trabalho em equipe é fundamental numa empresa, ter habilidades para realizar trabalhos em conjunto, jogo de cintura e uma postura colaborativa é fundamental.
  • 24. AS 10+ 4- Criatividade – esta qualidade mostra a capacidade de inovação do colaborador em momentos de estresse, como também de criar soluções novas e sua ousadia em fazer diferente. 5- Comunicação Efetiva – compreende usar bem a comunicação, se relacionar, expressar ideias claras, saber dar feedbacks, esclarecer dúvidas. 6- Capacidade de Negociação – saber dialogar com os colaboradores em situações de conflito, buscar sempre um entendimento pacífico visando manter o bom clima organizacional, além de saber negociar com agentes externos: parceiros, fornecedores e clientes, por exemplo.
  • 25. AS 10+ 7- Flexibilidade – saber lidar com mudanças, ser receptivo a elas, conseguir se adaptar, lidar com pensamentos divergentes e buscar crescimento através disso. 8- Autodesenvolvimento– Profissionais que fogem da estagnação estão sempre em busca de evolução, cursos de atualização, novos conhecimentos, aprimoramentos em sua profissão, como também são bem informados sobre seu campo de atuação, outras áreas e muito bem-vindos nas empresas. Isso demonstra ambição por desenvolvimento e crescimento.
  • 26. AS 10+ 9- Bom Humor – Segundo pesquisa da revista inglesa Management Today, pessoas infelizes são 80% menos produtivas, então é essencial buscar o equilíbrio emocional, cultivar emoções positivas e ter bom humor. Isso torna a convivência mais harmônica e os resultados mais possíveis. 10- Relacionamento Interpessoal – Fundamental para o alcance profissional, essa capacidade define e muito como será o na empresa. Possibilita minimizar os conflitos, garante a empatia entre colegas e líderes, e relacionar-se com estas pessoas de forma efetiva, fazer amigos, seguidores e influenciar as pessoas para que sigam suas ideias e colaborem com seus projetos.
  • 27. Análise FOFA Com base nos conceitos apresentados até o momento, vamos fazer uma análise do nosso perfil profissional: Identifique: Fortalezas e oportunidades Fraquezas e ameaças
  • 28.
  • 29.
  • 30. +Motivação Há uma visão distorcida a respeito da motivação, por isso é fundamental compreendermos que
  • 31. +Motivação Motivação (do Latim moveres, mover) refere-se em psicologia, em etologia e em outras ciências humanas à condição do organismo que influencia a direção (orientação para um objetivo) do comportamento.
  • 32. +Motivação Em outras palavras é o impulso interno que leva à ação.
  • 33. +Motivação Motivos internos para ação Motivos - Objetivos reais e definidos pelo indivíduo Ação - Movimentação de um ponto a outro ou saída da estagnação
  • 34. +Motivação “Motivação é o resultado da interação do indivíduo com a situação”
  • 35. +Motivação Para compreender motivação é necessário compreender as necessidades
  • 36. +Motivação Auto Realização Status/Estima Sociais Segurança Fisiológicas
  • 37. +Motivação Para se desenvolver a motivação é necessário definir os motivos que lhe movem, para isso é fundamental que o indivíduo tenha em mente suas metas, seus objetivos futuros e motivos atuais que lhe fazem querer viver.
  • 39. +Motivação O que me incomoda? É suficiente para me mover? Se sim, como me movimento?
  • 40. +Motivação EXERCÍCIO Motivação: Defina os motivos pelos quais você vive, que te fazem sentir realizado, que te estimulam a caminhar. Pessoais Profissionais
  • 41. +Motivação EXERCÍCIO Após definirmos os motivos, quais as ações que estão sendo realizadas para que eles aconteçam? Pessoais Profissionais
  • 42.
  • 43.
  • 44. +Comunicação EXERCÍCIO CONTANDO HISTÓRIAS O grande grupo será repartido ao meio e cada sub grupo terá uma missão a ser cumprida.
  • 45. “Quem não se comunica, se trumbica” Para se relacionar bem é necessário se comunicar melhor ainda. 1º Passo: Livre-se de preconceitos e filtros que interferem nos estímulos externos. 2º Passo: Tome a iniciativa e aprenda tudo sobre o interlocutor 3º Passo: Seja um bom receptor. “Existiria som, sem alguém para ouvi-lo?” 4º Passo: Interprete as mensagens com cuidado 5º Passo: Defina o propósito da comunicação 6º Passo: Adapte-se ao meio, evitando os ruídos que atrapalham a comunicação 7º Passo: Lembre-se que a mensagem é o mais importante neste processo 8º Passo: Transmita a mensagem de forma clara, objetiva e segura
  • 46. +Comunicação Por que isso importa tanto? A comunicação é a base de toda relação, quando feita de forma clara e coerente é capaz de transformar pessoas ou situações, porém quando negligenciada por menores que sejam as falhas acarretarão enormes problemas.
  • 48. +Comunicação Para o processo de comunicação a mensagem é o ponto principal, e sua compreenção dependerá especialmente da maneira como é percebida pelo receptor. A interpretação (decodificação) da mensagem passará por filtros pré existentes na mente do receptor, onde seus valores, caráter e principalmente vivências definirão o sentido da mensagem. Por isso, caso não conheça o receptor o bom senso deverá nortear a comunicação.
  • 49. +Comunicação O QUE VALE MAIS? O que eu falei X O que você compreendeu
  • 50. Comunicação é só o que se fala?
  • 51.
  • 52. +Comunicação EXERCÍCIO VAMOS OBSERVAR ! Cada participante escolherá um outro para, discretamente, observá-lo e tirar impressões a seu respeito. Estas impressões deverão ser anotadas e expostas para o grande grupo que tentará advinhar de quem vc está falando e em seguida o escolhido irá confirmar ou não as suas impressões.
  • 53. +Comunicação 10% PALAVRA 20% EXPRESSÃO FACIAL APARÊNCIA POSTURA OLHAR TOQUES 70% GESTOS
  • 54. +Comunicação COMUNICAÇÃO VERBAL COMUNICAÇÃO NÃO VERBAL ENTENDIMENTO
  • 55. +Comunicação EXERCÍCIO VAMOS NOS CONHECER Formaremos duas fileiras, cada participante de frente para o outro deverá buscar o máximo de informações sobre o outro, a dupla terá 2 minutos para isso. Em seguida serão trocadas as duplas até que todos se conheçam. Ao término do exercício cada um falará de quem mais lhe chamou a atenção e o por que.
  • 56. +Comunicação CONVERSA COM O CLIENTE • Planeje-se • Tenha em mãos caneta e papel • Tome nota do nome e das informações passadas • Jamais o interrompa • Enquanto ouve, sinalize que concorda com sua cabeça • Mantenha o tronco direcionado para ele e os olhos atentos • Evite movimentos excessívos ou exagerados • Apresente suas idéias com calma e objetividade • Busque conduzir o diáligo • Reforçe os pontos acordados • Finalize com cordialidade
  • 57. +Comunicação REUNIÃO DE NEGÓCIOS • Planeje-se, crie uma pauta e busque seguí-la • Tenha em mãos caneta e papel • Tome nota dos pontos tratados • Busque a atenção dos demais de forma sutil e assertiva • Mantenha-se atento a todos os envolvidos • Mantenha o tronco direcionado para quem estiver falando • Jamais tome toda atenção para você • Apresente suas idéias com calma e objetividade • Busque ouvir a opinião dos demais a respeito de suas idéias • Não jesticule demais • Peça a palavra, jamais interrompa • Finalize com cordialidade
  • 58. +Comunicação APRESENTAÇÕES • Conheça bastante o conteúdo • Prepare sua apresentação de forma objetiva • Slides com cores sóbrias, crie tópicos e tenha um material de apoio • Cuide bem da apresentação pessoal • Comunique-se de forma clara, objetiva e cordial • Simpatia • Cuidado com os vícios de linguagem • Tenha um cuidado especial com a linguagem corporal • Busque interagir com os espectadores • Transforme sua apresentação em um show • Não assassine o português
  • 59. +Comunicação ENTREVISTA DE EMPREGO • Busque conhecer a empresa com antecedência • Chegue antes do combinado ao menos 30 minutos • Antes do processo começar, interaja com os demais participantes • Na dinâmica de grupo, busque observar e em seguida se mostrar de maneira assertiva • Mantenha o foco em seus potenciais • Caso concorde, complemente o pesamento do outro candidato • Porte-se de maneira moderada • Não deixe para ser o último a se apresentar • Busque o olhar do entrevistador • Seja natural • Não assassine o português
  • 60. +Comunicação DEBATE • Lembre-se, um debate não é uma guerra • Tenha o propósito do debate como foco principal • Se discordar tenha uma sugestão a oferecer • Questione com coerencia • Jamais atropele os outros • Peça a vez ao falar • Seja objetivo • Separe os valores pessoais, lembre-se do foco • Busque compreender o ponto de vista do outro • Tenha fundamentação além de suas opiniões pessoais • Controle as emoções
  • 61. +Comunicação AO TELEFONE • Monte um roteiro e busque seguí-lo • Seja cordial, fale num tom agradável • Use da simpatia • Tome nota de detalhes • Esqueça o gerúndio • Não interrompa • Não dispense quem está do outro lado • Cuidado especial com a entonação e linguística
  • 63. +Comunicação EMOÇÕES Movimento, agitação do organismo. É o estado em que organismo sai do seu equilíbrio. A manifestação emocional é um distúrbio da atividade glandular e muscular. Emoção é uma interferência no equilíbrio do indivíduo.
  • 64. +Comunicação EMOÇÕES HUMOR DISFÓRIDO - Estado de ânimo desagradável. HUMOR EUTÍMICO - Faixa normal de humor, implicando ausência de deprimido ou exaltado. HUMOR EXPANSIVO - Expressão dos sentimentos sem restrição. HUMOR IRRITÁVEL - Facilmente provocado até a raiva. HUMOR EXALTADO - Ar de confiança e alegria, mais animado. HUMOR LÁBIL - Oscilação entre período de euforia e depressão. EUFORIA - Intensa relação de grandeza. ÊXTASE - Sentimento de intenso arrebatamento.
  • 65. +Comunicação EMOÇÕES ANSIEDADE - Sentimento de apreensão provocado pela antecipação de um perigo. ANSIEDADE LIVREMENTE - Medo não focalizado e difuso. FLUTUANTE - qualquer idéia. MEDO - Ansiedade provocada por um perigo realista e conscientemente reconhecido. AGITAÇÃO - Ansiedade associada com grave inquietação motora. TENSÃO - Aumentado desagradável da atividade motora ou psicológica. PÂNICO - Ataque intenso, agudo, episódico de ansiedade, associado com sentimentos sufocantes de medo.
  • 66. +Comunicação “As emoções influenciam na comunicação involuntária, assim como na corporal e verbal”
  • 67. +Comunicação “Controlar nossas emoções no trabalho é regra de sobrevivência”.
  • 68. +Comunicação “Bons profissionais são aqueles que além de exercerem muito bem suas atividades utilizam-se da inteligência emocional, do auto conhecimento e em especial do auto controle para se destacarem em suas profissões.”
  • 70. +Comunicação Como minhas emoções têm me ajudado ou atrapalhado?
  • 71. +Comunicação Dicas
  • 72. +Comunicação Busque o auto conhecimento: É fundamental conhecer bem suas características pessoais, além das limitações e possíveis impulsos externos que te levam a perder o controle.
  • 73. +Comunicação Cuidado com sua postura: Bons profissionais sabem separar bem a conduta pessoal da profissional, sem perder a simplicidade.
  • 74. +Comunicação Preserve-se Deixe seus problemas pessoais e particularidades da sua intimidade fora das conversas no ambiente de trabalho, mesmo que sejam informais.
  • 75. +Comunicação Controle seus impulsos Siga as regras: Pare, Pense e FALE Pare, Pense e AJA Lembre-se que as consequencias de seus aos poderão ser irreversíveis.
  • 76. +Comunicação Auto Controle Busque um momento de relaxamento através de técnicas de respiração, meditação, oração e etc com o objetivo de melhor controlar suas emoções.
  • 77. +Comunicação Não somatize Absorver as emoções geradas no ambiente profissional e transformá-las em problemas pessoais poderão acarretar danos a sua saúde.
  • 78. +Comunicação Seja agente pacificador Ao se deparar com um conflito, atue a fim de minimizar os danos e não se envolva emocionalmente.
  • 79. +Comunicação Fofoca Fuja dela ! Os membros da famosa “rádio peão” são mais quistos pelas organizações.
  • 80. +Comunicação Conversas Devem ter um propósito que vá ao encontro das expectativas dos envolvidos, preferencialmente de cunho profissional. Conversas paralelas podem geral mal estar e perda de foco.
  • 81. +Comunicação Amizades O ambiente profissional é concebido a fim de gerar resultado, assim como os relacionamentos construídos dentro delas são com o propósito de gerar resultados para a empresa.
  • 82. +Comunicação Bom senso É fundamental ao profissional ter um cuidado especial nos momentos de descontração e lazer, pois é ai onde deixamos a postura profissional de lado e perdemos grandes oportunidades.
  • 84. +Comunicação HUMOR O humor é um estado de ânimo cuja intensidade representa o grau de disposição e de bem-estar psicológico e emocional de um indivíduo. A palavra humor surgiu na medicina humoral dos antigos Gregos. Naqueles tempos, o termo humor representava qualquer um dos quatro fluidos corporais (ou humores) que se considerava serem responsáveis por regular a saúde física e emocional humana.
  • 85. +Comunicação HUMOR Agregador É aquela pessoa que conta piadas, faz gracinha e é engraçada com o intuito de unir as pessoas e fazê-las se sentir bem. É o tipo de humor que reduz tensões num grupo – e, por isso também, costuma ser o mais popular de todos. Agressivo É o humor usado para criticar ou manipular os outros. Sarcasmo, ironia e provocações são as armas favoritas dessas pessoas, que acham graça em rir dos outros para se colocar numa posição mais bacana.
  • 86. +Comunicação HUMOR Autodepreciativo Conhece algum gordinho que faz piada com seu peso para que os outros riam? Pois ele tem o humor autodepreciativo, que ri de si mesmo como mecanismo de defesa e para arrancar gargalhadas alheias. Otimista É a pessoa que se diverte sozinha, e que mantém um olhar positivo mesmo em momentos de estresse ou nervosismo. É o humor de bem com a vida, mas que não necessariamente faz os outros rir.
  • 87. +Comunicação HUMOR Ter o controle das emoções pode ajudar (e muito) no desenvolvimento profissional. Segundo especialistas, o bom humor favorece o crescimento pessoal e aumenta a satisfação profissional e ainda contribui positivamente para o faturamento da empresa.
  • 88. +Comunicação HUMOR A raiva também é um sentimento a ser trabalhado. Ter total domínio sobre esta emoção e evitar explodir com chefes e colegas é crucial para ter autoconhecimento e para saber como agir em momentos de estresse alto.
  • 89. +Comunicação HUMOR Você já teve vontade de matar um chefe ou colega de trabalho?
  • 90. +Comunicação HUMOR Você já teve vontade de passar a perna em alguém?
  • 91. +Comunicação HUMOR Entre o “ter vontade” e o “Fazer” está o controle emocional.
  • 92.
  • 93.
  • 94. +Negociação Negociação é o processo de buscar a aceitação de idéias, propósitos ou interesses,visando ao melhor resultado possível onde o produto final seja maior que a soma das contribuições individuais.
  • 96. +Negociação “1 + 1 É sempre mais que 2”.
  • 97. +Negociação Princípios Universais da Negociação • Comunicação eficaz • Convencer a outra parte de • Capacidade de relacionamento que está sendo tratada com justiça • Empatia • Definir quais são as opções • Elaborar os diversos acordos para o acordo possíveis • Chegar ao compromisso final
  • 98. +Negociação COMPONENTES A reciprocidade é o princípio geral da concessão. Cada concessão deve ser retribuída. O contexto atende ao princípio de ação e reação. As atitudes podem ser cooperativas ou competitivas. A motivação do outro muitas vezes não se baseia em ganhos tangíveis.
  • 100. +Negociação ETAPAS PREPARAÇÃO . HISTÓRICO DAS RELAÇÕES. . OBJETIVOS IDEAIS E REAIS. . PRESUNÇÃO DA NECESSIDADE. . PLANEJAMENTO DE CONCESSÕES. . CONFLITOS POTENCIAIS. . EXPECTATIVAS POSITIVAS.
  • 101. +Negociação PREPARAÇÃO PONTOS FORTES F O OPORTUNIDADES PONTOS FRACOS AMEAÇAS
  • 102. +Negociação ETAPAS ABERTURA (início) . REDUÇÃO DE TENSÃO. .DEFINIÇÃO DO OBJETIVO. .CONCORDÂNCIA PARA PROSSEGUIMENTO
  • 103. +Negociação ETAPAS EXPLORAÇÃO . FRASE INICIAL + ENTENDIMENTO DA FRASE. . TESTE DE NECESSIDADE PRESUMIDA. . BUSCA DE IDENTIDADE DE INTERESSES. . RESUMO DAS DESCOBERTAS E CONCORDÂNCIAS.
  • 104. +Negociação ETAPAS APRESENTAÇÃO . DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS, PRODUTOS OU IDEIAS E SOLUÇÕES. . BENEFÍCIOS DECORRENTES DA PROPOSTA.
  • 105. +Negociação ETAPAS APRESENTAÇÃO . DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS, PRODUTOS OU IDEIAS E SOLUÇÕES. . BENEFÍCIOS DECORRENTES DA PROPOSTA.
  • 106. +Negociação ETAPAS CLARIFICAÇÃO . RESPONDER ÀS OBJEÇÕES . EVITAR FRASES PERIGOSAS . ACEITAR AS RAZÕES DOS OUTROS . LEVANTAR DÚVIDAS POTENCIAIS
  • 107. +Negociação ETAPAS FINALIZAÇÃO . ATENÇÃO AOS SINAIS DE ACEITAÇÃO . TORNE SUA PROPOSTA REVERSÍVEL . APRESENTE OPÇÕES . PROPONHA O FECHAMENTO DO NEGÓCIO
  • 108. +Negociação GANHA - GANHA PERDE - GANHA PERDE - PERDE
  • 109. +Negociação Aplique a análise de cenários FOFA para tomada de decisão, levando em consideração o momento atual do sequestro.
  • 110. +Negociação Estudo de caso Mediando um conflito Numa equipe o gestor se depara com a seguinte situação, as suas melhores vendedoras se chocam e dividem a equipe. Os motivos: O cliente procurou uma e no retorno fechou a venda com a outra . Sua equipe está rachada ao meio, o que fazer?
  • 111. O objetivo é chegar ao concenso.
  • 112. +Negociação Estudo de caso Os cães e as ovelhas Dois fazendeiros vizinhos, um plantava trigo, tinha filhos pequenos e possuía grandes cachoros. O outro criava ovelhas, este tinha grandes problemas com os cães do vizinhos, pois atacavam suas ovelhas. Como solucionar?
  • 113. +Negociação “Para resolver o conflito, quando as ovelhas deram cria, o fazendeiro presenteou as crianças do vizinho com um filhote, com isso os cães não ficaram mais soltos e todos ficaram satisfeitos”
  • 114. +Negociação “ Negociar sugere chegar ao ponto de equilíbrio “
  • 115. +Negociação EXERCÍCIO O ZEPELIM Um balão zepelim está prestes a se chocar com um prédio e a única maneira de evitar esta tragédia é permanecerem no balão apenas 3 participantes. Quem se salvará? Quem saltará do balão?
  • 116.
  • 117. +Vendas EXERCÍCIO MEU PRODUTO Em duplas os participantes terão que criar um produto, montar a linha de argumentos de venda e apresentá-lo aos demais participantes, que elegerão a idéia mais criativa e vendável.
  • 119. +Vendas “ Vender é estar comprometido com o sucesso do cliente, estar focado na sua satisfação e não apenas no cumprimento da meta.” “ Vender é realizar sonhos, atender desejos e suprir necessidades, de forma eficaz com ética, honestidade e transparência.”
  • 120. +Vendas O cliente não lhe entregará seus sonhos se a sua confiança for violada.
  • 121. +Vendas • Confie em si mesmo • Confie em sua empresa • Confie no seu produto • Seja ético • Não prometa o que não pode cumprir • Cumpra o que prometeu • Seja franco • Esteja disponível • Questione, mas ofereça soluções
  • 123. 01
  • 124. 02
  • 127. EXPERIÊNCIAS ! O cliente procura por uma experiência prazerosa e está disposto a gastar mais para tê-la
  • 128. QUEM É O PRINCIPAL RESPONSÁVEL POR ISSO?
  • 129. VOCÊ
  • 130. Então
  • 132.
  • 133. Por que isso importa tanto? Os pilares de um relacionamento de sucesso são: Confiança Cumplicidade Admiração Respeito
  • 134.
  • 135. Sorria! você está se relacionando Ruth Campbell, Professora da University College London, descobriu um “neuronio- espelho” que ativa a área de reconhecimento de rostos e expressões, ou seja, quer demos conta ou não refletimos as expressões que vemos, por isso: o O Sorriso transmite a seguinte mensagem: “Fico feliz em vê-lo e aceito você. o O sorriso transmite ao outro que você não é uma ameaçada. o Sorria mesmo sem vontade, isso influenciará positivamente o outro . o O sorriso Influencia diretamente a atitude dos outros, a forma como reagirão à sua presença. o Quando você sorri para alguém, quase sempre recebe um sorriso de volta.
  • 137. INTERPESSOAL Somos em alguns momentos, clientes e em outros fornecedores. Trocamos de papel a cada instante, assim sendo é necessário empatia e humanização das relações.
  • 138. NETWORK A formação de uma rede de relacionamentos, assim como a manutenção desta rede abre portas e mantém oportunidades.
  • 139. NETWORK Atualmente, cerca de 75% das contratações acontecem por indicação, especialmente em cargos considerados de confiança. Mesmo com os processos seletivos, uma indicação segura pode ser considerada meio caminho andado. Uma rede de relacionamentos ativa serve ainda para que os membros dela se apoiem.
  • 141.
  • 142. Jamais desista de seus sonhos, nunca permita que alguém limite seu voou, você pode tudo, basta acreditar.
  • 143. Um forte abraço do amigo.
  • 144. Saulo Veríssimo Diretor Comercial (81) 8190 5828 saulo.verissimo@summoconsultoria.com.br (81) 3040 8152 Rua do Paissandu, 567 – Sala 103 Derby – Recife – PE CEP 52 010 000 www.summoconsultoria.com.br