SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 48
O Amor – Fonte de Vida
Sociedade Espírita Renovação
15/11/2017
Eduardo Manoel Araujo
Campanha Viver em Família
• O amor – fonte de vida
• Vida a dois
• Familia – conceito e organização
• A dinâmica familiar e seus desafios
• Infância e juventude
• A sexualidade humana e sua implicação
• Conflitos e desarmonias familiares
• Sérios desequilíbrios no lar
• Família e espiritismo
• Temas da atualidade na visão espírita
Conhecereis a verdade e a verdade os libertará.
João 8:32
Fonte: O evangelho de João – cap. 8 – versículo 32
O Amor na Criação
Na majestosa harmonia do Universo
e na sua impenetrável grandiosidade, ressalta, eloquente,
a presença do amor de Deus.
Somente o amor é o programador perfeito
para a exuberância infinita das galáxias
e o matemático exato para dar-lhe o equilíbrio cósmico
com tal precisão que extasia a mente humana,
que ora começa a compreender as leis
de sustentação e de ordem
vigentes em toda parte.
Fonte: Filho de Deus – Divaldo Franco – pelo espírito Joana de Angelis
O amor é a alma do universo
Fonte: Segue em harmonia – cap 5 – Amor e saúde – Divaldo Franco pelo espírito Joana de Angelis
“Amai-vos uns aos outros, eis toda a lei, lei divina,
mediante a qual governa Deus os mundos.
O amor é a lei de atração para os seres vivos e organizados.
A atração é a lei de amor para a matéria inorgânica.
SÃO VICENTE DE PAULO
Fonte: O Livro dos Espíritos – Terceira Parte – cap XI – Questão 888 – Allan Kardec
10. Há um fluido etéreo que enche o espaço e penetra os corpos. Esse fluido é o éter ou
matéria cósmica primitiva, geradora do mundo e dos seres. São-lhe inerentes as forças
que presidiram às metamorfoses da matéria, as leis imutáveis e necessárias que regem
o mundo. Essas múltiplas forças, indefinidamente variadas segundo as combinações da
matéria, localizadas segundo as massas, diversificadas em seus modos de ação,
segundo as circunstâncias e os meios, são conhecidas na Terra sob os nomes de
gravidade, coesão, afinidade, atração, magnetismo, eletricidade ativa. Os movimentos
vibratórios do agente são conhecidos sob os nomes de som, calor, luz, etc. Em outros
mundos, elas se apresentam sob outros aspectos...
Ora, assim como só há uma substância simples, primitiva, geradora de todos os corpos,
mas diversificada em suas combinações, também todas essas forças dependem de
uma lei universal diversificada em seus efeitos e que, pelos desígnios eternos, foi
soberanamente imposta à criação, para lhe imprimir harmonia e estabilidade.
Fonte: A Gênese – Allan Kardec - cap VI – item 10
Amor
Radiação
Ligação
Força
Aquece
Vivifica
Da alma ao poder divino
Inexaurível
Enriquece quem dá e quem recebe
Fonte: O problema do ser, do destino e da dor – Leon Denis
Princípio da vida universal, proporciona à alma, em suas manifestações
mais elevadas e puras, a intensidade de radiação que aquece e vivifica
tudo em volta de si; é por ele que ela se sente estreitamente ligada ao
Poder Divino, foco ardente de toda a vida, de todo o amor.
…
Acima de tudo, Deus é amor.
…
O amor é uma força inexaurível, renova-se sem cessar e enriquece ao
mesmo tempo aquele que dá e aquele que recebe. É pelo amor, sol das
almas, que Deus mais eficazmente atua no mundo.
Foco de toda a vida
Infravermelho ultravioleta
Egoísmo
Orgulho
Altruísmo
Humildade
Evolução
Fonte: O problema do ser, do destino e da dor – Leon Denis
Esplendores da luz
e da liberdade
Paixão
Desejo carnal
Por ele atrai para si todos os pobres seres
retardados nos antros da paixão, os
Espíritos cativos na matéria; eleva-os e
arrasta-os na espiral da ascensão infinita
para os esplendores da luz e da liberdade.
Deus não nos condena nem nos absolve.
O amor universal está sempre pronto a soerguer-nos, instruir-nos, burilar-
nos, elevar-nos, santificar-nos.
Recolhemos da vida o que lhe damos nós
Fonte: E a vida continua – Francisco Cândido Xavier pelo espírito André Luiz
“Mestre, qual o mandamento maior da lei?”
- Jesus respondeu: “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda
a tua alma e de todo o teu espírito; este o maior e o primeiro mandamento. E
aqui tendes o segundo, semelhante a esse: Amarás o teu próximo, como a ti
mesmo. - Toda a lei e os profetas se acham contidos nesses dois
mandamentos.”
(MATEUS, cap. XXII, vv. 34 a 40.)
Fonte: O evangelho segundo o espiritismo - cap XI– Allan Kardec
Fazei aos homens tudo o que queirais que eles vos façam, pois é nisto que
consistem a lei e os profetas. (Idem, cap. VII, v. 12.)
Tratai todos os homens como quereríeis que eles vos tratassem.
(LUCAS, cap. VI, v. 31.)
Fonte: O evangelho segundo o espiritismo - cap XI– Allan Kardec
AMOR
Deus
próximosi mesmo
Ninguém cuida daquilo que não ama
e ninguém ama aquilo que não conhece
Ética do cuidado
Amar a Deus sobre todas as coisas
e ao próximo como a si mesmo
Casal
Ego
Família
SociedadeAmigos
Religião
Nação
Humanidade
Criação
Deus
Ora, qual o limite com relação ao próximo?
Será a família, a seita, a nação?
Não; é a Humanidade inteira.
Fénelon. (Bordéus, 1861.)
Amai os vossos inimigos; fazei o bem aos que vos odeiam e orai pelos que vos
perseguem e caluniam, a fim de serdes filhos do vosso Pai que está nos céus e
que faz se levante o Sol para os bons e para os maus e que chova sobre os
justos e os injustos. - Porque, se só amardes os que vos amam, qual será a
vossa recompensa? Não procedem assim também os publicanos? Se apenas
os vossos irmãos saudardes, que é o que com isso fazeis mais do que os
outros? Não fazem outro tanto os pagãos?”
(MATEUS, cap. V, vv. 43 a 47.)
Amai os vossos inimigos, fazei bem a todos e auxiliai sem esperar coisa alguma.
(LUCAS, cap. VI, vv. 32 a 36.)
Fonte: O evangelho segundo o espiritismo – Allan Kardec - cap XII – item 1 e 2
A fim de avançar para a meta, tem a criatura que vencer os instintos, em proveito
dos sentimentos.
O Espírito precisa ser cultivado, como um campo.
Compreendendo a lei de amor que liga todos os seres, buscareis nela os gozos
suavíssimos da alma, prelúdios das alegrias celestes.
Lázaro. (Paris, 1862.)
Fonte: O evangelho segundo o espiritismo – Allan Kardec - cap XI – item 8
O amor é de essência divina e todos vós, do primeiro ao último, tendes, no fundo
do coração, a centelha desse fogo sagrado.
... para praticardes a lei de amor, tal como Deus o entende, preciso se faz
chegueis passo a passo a amar a todos os vossos irmãos indistintamente.
A lei de amor constitui o primeiro e o mais importante preceito da vossa nova
doutrina, porque é ela que um dia matará o egoísmo, qualquer que seja a
forma sob que se apresente, dado que, além do egoísmo pessoal, há também
o egoísmo de família, de casta, de nacionalidade.
Fénelon. (Bordéus, 1861.)
Fonte: O evangelho segundo o espiritismo - cap XI – item 9 – Allan Kardec
Esse gérmen se desenvolve e cresce com a moralidade e a inteligência e, embora
comprimido amiúde pelo egoísmo, torna-se a fonte das santas e doces
virtudes que geram as afeições sinceras e duráveis e ajudam a criatura a
transpor o caminho escarpado e árido da existência humana.
Não acrediteis na esterilidade e no endurecimento do coração humano; ao amor
verdadeiro, ele, a seu mau grado, cede. É um ímã a que não lhe é possível
resistir.
O contacto desse amor vivifica e fecunda os germens que dele existem, em
estado latente, nos vossos corações.
Fénelon. (Bordéus, 1861.)
Fonte: O evangelho segundo o espiritismo - cap XI – item 9 – Allan Kardec
Fonte: O problema do ser, do destino e da dor – Leon Denis
Há em toda alma humana
dois centros
ou, melhor,
duas esferas de ação e expressão.
Uma delas, a exterior, manifesta a personalidade, o “eu”,
com suas paixões, suas fraquezas, sua mobilidade, sua insuficiência.
Enquanto ela for a reguladora de nosso proceder,
teremos a vida inferior, semeada de provações e males.
A outra, interna, profunda, imutável, é, ao mesmo tempo,
a sede da consciência, a fonte da vida espiritual, o templo de Deus em nós.
É somente quando esse centro de ação domina o outro,
quando suas impulsões nos dirigem,
que se revelam nossas potências ocultas e que
o Espírito se afirma em seu brilho e beleza.
É por ele que estamos em comunhão com “o Pai que habita em nós”,
segundo as palavras do Cristo,
com o Pai que é o foco de todo o amor,
o princípio de todas as ações.
Método
?
Consciente
– ↑ do ego para o espírito
• Eliminação de vícios
• Aquisição de virtudes
– ↓ do espírito para o ego
• desenvolver e fortalecer o espírito
para ele orientar o ego e a
experiência material
Inconsciente
Cumpre não se esqueça de que é o Espírito quem ama
e não o corpo, de sorte que, dissipada a ilusão material,
o Espírito vê a realidade. LE Q.939
Evolução
Esplendores da luz
e da liberdade
Paixão
Desejo carnal
1
1 – Eu comigo mesmo
2
2 – Eu na relação com o outro
3
3 – Eu na familia e na sociedade
Família
1
2
3
Amigos
1
2
3
Nação
1
2
3
Humanidade
1
2
3
Criação Divina
Inicialmente se expressa como instinto de reprodução nas fases primárias
do processo de evolução. A partir daí, ei-lo em forma de libido que
o conhecimento moral irá transformando em fraternidade,
embora permaneça nas suas raízes
para o mister sublime da procriação.
Quando atinge o patamar da paixão superada e se alcandora de ternura,
responde pelo bem estar e harmonia que tomam conta do ser.
Enquanto se mantém como força de prazer e de interesse imediatista,
é responsável por males incontáveis que afetam a saúde,
e dá lugar a somatizações lamentáveis.
Fonte: Segue em harmonia – cap 5 – Amor e saúde – Divaldo Franco pelo espírito Joana de Angelis
Plenitude
Plenitude é se conhecer a vida celeste que é toda amor
e participar dela
Leon Denis
Somente através do amor consegue o espírito
a sua plenitude na vilegiatura carnal.
Joana de Angelis
Fonte: O problema do ser, do destino e da dor – Leon Denis e Segue em harmonia – Joana de Angelis por Divaldo Franco
... a caridade, a humildade, a paciência, o devotamento,
a abnegação, a resignação e o sacrifício,
virtudes todas filhas do amor.
Fénelon. (Bordéus, 1861.)
Fonte: O evangelho segundo o espiritismo - cap XI – item 9 – Allan Kardec
Amor
Dedicação
Bondade
Gentileza
Compaixão
Afeto
Compreensão
Perdão
Gratidão
Generosidade
Caridade
Alegria
Harmonia
Renúncia
Fraternidade
Simpatia
Sacrifício
Aceitação
Atenção
Otimismo
Desapego
Contemplação
Paciência
Tolerância
Ternura
Ódio
Desinteresse
Maldade
Brutalidade
Insensibilidade
Hostilidade
Incompreensão
Condenação
Ingratidão
Avareza
Egoísmo
Tristeza
Desarmonia
Indiferença
Brutalidade
Antipatia
Revolta
Repúdio
Dispersão
Pessimismo
Apego
Desprezo
Impaciência
Intolerância
Agressividade
AMOR
João de Brito
O Amor, sublime impulso de Deus, é a energia que move os mundos:
Tudo cria, tudo transforma, tudo eleva.
Palpita em todas as criaturas.
Alimenta todas as ações.
***
O ódio é o Amor que se envenena.
A paixão é o Amor que se incendeia.
O egoísmo é o Amor que se concentra em si mesmo.
O ciúme é o Amor que se dilacera.
A revolta é o Amor que se transvia.
O orgulho é o Amor que enlouquece.
A discórdia é o Amor que divide.
A vaidade é o Amor que ilude.
A avareza é o Amor que se encarcera.
O vício é o Amor que se embrutece.
A crueldade é o Amor que tiraniza.
O fanatismo é o Amor que petrifica.
Fonte: Falando a terra – Chico Xavier
A fraternidade é o Amor que se expande.
A bondade é o Amor que se desenvolve.
O carinho é o Amor que se enflora.
A dedicação é o Amor que se estende.
O trabalho digno é o Amor que aprimora.
A experiência é o Amor que amadurece.
A renúncia é o Amor que se ilumina.
O sacrifício é o Amor que se santifica.
O Amor é o clima do Universo.
***
É a religião da vida, a base do estímulo e a força da Criação.
Ao seu influxo, as vidas se agrupam, sublimando-se para a imortalidade.
Nesse ou naquele recanto isolado, quando se lhe retire a influência, reina
sempre o caos.
Com ele, tudo se aclara.
Longe dele, a sombra se coagula e prevalece.
Em suma, o bem é o Amor que se desdobra, em busca da Perfeição no
Infinito, segundo
os Propósitos Divinos; e o mal é, simplesmente, o Amor fora da Lei.
Fonte: Falando a terra – Chico Xavier
A vida sem amor
Inteligência sem amor, te faz perverso.
Justiça sem amor, te faz implacável.
Diplomacia sem amor, te faz hipócrita.
Êxito sem amor, te faz arrogante.
Riqueza sem amor, te faz avaro.
Docilidade sem amor, te faz servil.
Pobreza sem amor, te faz orgulhoso.
Beleza sem amor, te faz ridículo.
Autoridade sem amor, te faz tirano.
Trabalho sem amor, te faz escravo.
Simplicidade sem amor, te deprecia.
Tragédia sem amor, se faz tristeza.
Fé sem amor, te faz fanático.
A cruz sem amor, se faz tortura.
A vida sem amor......não faz sentido.
388. Os encontros, que costumam dar-se, de algumas pessoas e que
comumente se atribuem ao acaso, não serão efeito de uma certa relação
de simpatia?
“Entre os seres pensantes há ligação que ainda não conheceis. O magnetismo
é o piloto desta ciência, que mais tarde compreendereis melhor.”
Fonte: O Livro dos Espíritos – Allan Kardec – Segunda Parte – cap VII – Questão 388
Cultivai essa árvore da vida, cujos frutos dão a vida eterna.
Aquele que a plantou vos concita a tratá-la com amor, que
ainda a vereis dar com abundância seus frutos divinos.
Simeão. (Bordéus, 1863.)
Fonte: O evangelho segundo o espiritismo – Allan Kardec - cap XVIII – item 16
“Não esqueçais nunca que o Espírito, qualquer que seja o grau de seu adiantamento,
sua situação como encarnado, ou na erraticidade,
está sempre colocado entre um superior, que o guia e aperfeiçoa,
e um inferior, para com o qual tem que cumprir esses mesmos deveres.
Sede, pois, caridosos, praticando,
não só a caridade que vos faz dar friamente o óbolo que tirais do bolso
ao que vo-lo ousa pedir,
mas a que vos leve ao encontro das misérias ocultas.
Sede indulgentes com os defeitos dos vossos semelhantes.
Em vez de votardes desprezo à ignorância e ao vício,
instruí os ignorantes e moralizai os viciados.
Sede brandos e benevolentes para com tudo o que vos seja inferior.
Sede-o para com os seres mais ínfimos da criação e tereis obedecido à lei de Deus.”
SÃO VICENTE DE PAULO
Fonte: O Livro dos Espíritos – Terceira Parte – cap XI – Questão 888 – Allan Kardec
Desse gozo está excluído o egoísta.
A Natureza deu ao homem a necessidade de amar e de ser amado.
Um dos maiores gozos que lhe são concedidos na Terra
é o de encontrar corações que com o seu simpatizem.
Dá-lhe ela, assim, as primícias da felicidade
que o aguarda no mundo dos Espíritos perfeitos,
onde tudo é amor e benignidade.
Fonte: O Livro dos Espíritos – Terceira Parte – cap XI – Questão 938 – Allan Kardec
Amar, no sentido profundo do termo,
é o homem ser leal, probo, consciencioso,
para fazer aos outros o que queira que estes lhe façam;
é procurar em torno de si o sentido íntimo
de todas as dores que acabrunham seus irmãos, para suavizá-las;
é considerar como sua a grande família humana,
porque essa família todos a encontrareis,
dentro de certo período, em mundos mais adiantados;
e os Espíritos que a compõem são, como vós,
filhos de Deus, destinados a se elevarem ao infinito.
Sanson, ex-membro da Sociedade Espírita de Paris. (1863.)
Fonte: O evangelho segundo o espiritismo - cap XI – item 10 – Allan Kardec
Fonte: Segue em Harmonia – Divaldo Franco pelo espírito de Joana de Angelis e comentários de Suely Caldas Schubert
Amor é o sentimento
Amar é o sentimento em ação
Ressonância
estado de um sistema que vibra
em frequência própria,
com amplitude acentuadamente maior,
como resultado de estímulos externos
que possuem
a mesma frequência de vibração..
VINCULOSESPIRITUAIS
DESTRUTIVOS
ENERGIA - FREQÜÊNCIA
PADRÃO VIBRATÓRIO
POSSESSÃO
OBSESSÃO
SUBJUGAÇÃO
INTUIÇÃO
INSPIRAÇÃO
PERTURBAÇÃO
INFLUENCIAÇÃO
COMPANHIASESPIRITUAIS
ESPÍRITOS ZOMBETEIROS
ESPÍRITOS BRINCALHÕES
ESPÍRITOS MAUS
ESPÍRITOS SÉRIOS
ESPÍRITOS PUROS
ESPÍRITOS SÁBIOS
ENTUSIASMO
SENTIMENTO
ÓDIO
RANCOR
VINGANÇA
PERDÃO
COMPAIXÃO
MÁGOA
AMOR
Fonte: Eduardo Manoel Araujo – palestras em casas espíritas
AMIGOSESPIRITUAIS
APOIANDO
Escuridão e Luz
• O que é a escuridão hoje?
• Existe a escuridão?
• Ou ela é a ausência da Luz?
• Falar sobre a escuridão acaba com ela?
• Falar sobre a luz acaba com a escuridão?
• O que é preciso?
Escuridão e Luz
• O que é a escuridão hoje?
• Existe a escuridão?
• Ou ela é a ausência da Luz?
• Falar sobre a escuridão acaba com ela?
• Falar sobre a luz acaba com a escuridão?
• O que é preciso?
• Acender a luz -> Brilhe a vossa luz!
Armadilha
Mêdo
Alimenta a escuridão
Falta de confiança em Deus
Visão material mais restrita
Atração de companhias espirituais
Perturbações
Isolamento
A menos que … coloquemos luz sobre nossos medos
Possibilidade
Amor
Alimenta a luz
Confiança em Deus com prudência
Harmonia com a criação divina
Visão espiritual mais abrangente
Atração de companhias espirituais
Inspirações
Percepção das múltiplas possibilidades
Paz
Amor Gratidão Ódio
Fonte: Pesquisas do cientista Massaru Emoto
O amor estimula a produção de endorfinas, de leucinas, de imunoglobulinas
e outras substâncias geradoras de saúde,
enquanto que as irradiações que se lhe opõem
produzem reações semelhantes a descargas de eletrons destrutivos que
perturbam o equilíbrio psicofísico e
propiciam campo
para a instalação de doenças, contágios de micróbios nefastos …
… vibriões energéticos que desarmonizam
a mitose celular e as neurocomunicações
Fonte: Segue em harmonia – cap 5 – Amor e saúde – Divaldo Franco pelo espírito Joana de Angelis
Amor ou dor ?
Brilhe a vossa luz!
Este meu pensamento …
Esta minha fala …
Este meu sentimento …
Esta minha escolha …
Esta minha atitude …
Acende uma luz ou alimenta a escuridão?
Que companhias espirituais atrai?
É uma armadilha ou possibilidade de co-criação?
Empenhemo-nos, encarnados e desencarnados, para atender
o doce e suave chamado de Jesus para que lhe sigamos as pegadas.
Não tegiversemos, não nos enganemos nem enganemos a ninguém.
O sentido profundo da vida é o amor.
Sejamos nós aqueles que amamos sem qualquer interrogação,
que logremos colocar Jesus no ádito do nosso coração
para que a Sua seja a nossa voz, os Seus sejam os nossos atos.
Alimentai-vos de luz
para que nenhuma sombra permaneça em vosso amanhecer.
Bezzerra de Menezes
Gratidão
pela oportunidade!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O espiritismo e a família contemporânea , desafios
O espiritismo e a família contemporânea , desafiosO espiritismo e a família contemporânea , desafios
O espiritismo e a família contemporânea , desafios
Izabel Cristina Fonseca
 
Palestra Pluralidade Mundos Habitados
Palestra Pluralidade Mundos HabitadosPalestra Pluralidade Mundos Habitados
Palestra Pluralidade Mundos Habitados
cab3032
 

Mais procurados (20)

Suicídio
SuicídioSuicídio
Suicídio
 
O espiritismo e a família contemporânea , desafios
O espiritismo e a família contemporânea , desafiosO espiritismo e a família contemporânea , desafios
O espiritismo e a família contemporânea , desafios
 
Muitas Moradas
Muitas MoradasMuitas Moradas
Muitas Moradas
 
Meu reino não é deste mundo
Meu reino não é deste mundoMeu reino não é deste mundo
Meu reino não é deste mundo
 
Evangeliza - O dever
Evangeliza - O deverEvangeliza - O dever
Evangeliza - O dever
 
Resiliência e espiritismo
 Resiliência e espiritismo Resiliência e espiritismo
Resiliência e espiritismo
 
Estudos do evangelho " A lei de amor".
Estudos do evangelho " A lei de amor".Estudos do evangelho " A lei de amor".
Estudos do evangelho " A lei de amor".
 
UM DESAFIO CHAMADO FAMIÍLIA
UM DESAFIO CHAMADO FAMIÍLIAUM DESAFIO CHAMADO FAMIÍLIA
UM DESAFIO CHAMADO FAMIÍLIA
 
Cap. 11 itens 8 a 10 - a lei de amor
Cap. 11   itens 8 a 10 - a lei de amor Cap. 11   itens 8 a 10 - a lei de amor
Cap. 11 itens 8 a 10 - a lei de amor
 
Não separeis o que Deus juntou - ESE - Cap XXII
Não separeis o que Deus juntou - ESE - Cap XXII   Não separeis o que Deus juntou - ESE - Cap XXII
Não separeis o que Deus juntou - ESE - Cap XXII
 
QUAL O TAMANHO DE VOSSA FÉ?
QUAL O TAMANHO DE VOSSA FÉ?QUAL O TAMANHO DE VOSSA FÉ?
QUAL O TAMANHO DE VOSSA FÉ?
 
Não vim trazer a paz, maz a espada
Não vim trazer a paz, maz a espadaNão vim trazer a paz, maz a espada
Não vim trazer a paz, maz a espada
 
Parábola dos Talentos - Propósito
Parábola dos Talentos - PropósitoParábola dos Talentos - Propósito
Parábola dos Talentos - Propósito
 
Aula sobre prece
Aula sobre preceAula sobre prece
Aula sobre prece
 
Livro dos Espiritos Q281 ESE cap23 item4
Livro dos Espiritos Q281 ESE cap23 item4Livro dos Espiritos Q281 ESE cap23 item4
Livro dos Espiritos Q281 ESE cap23 item4
 
Missão dos Pais
Missão dos PaisMissão dos Pais
Missão dos Pais
 
Indissolubilidade do casamento
Indissolubilidade do casamento Indissolubilidade do casamento
Indissolubilidade do casamento
 
2014-06-03 Palestra PAE Terça - Deixai vir a mim as criancinhas
2014-06-03 Palestra PAE Terça - Deixai vir a mim as criancinhas2014-06-03 Palestra PAE Terça - Deixai vir a mim as criancinhas
2014-06-03 Palestra PAE Terça - Deixai vir a mim as criancinhas
 
Palestra Pluralidade Mundos Habitados
Palestra Pluralidade Mundos HabitadosPalestra Pluralidade Mundos Habitados
Palestra Pluralidade Mundos Habitados
 
Reencarnação
ReencarnaçãoReencarnação
Reencarnação
 

Semelhante a Campanha viver em familia tema 1 - amor fonte de vida

Reformador 05 maio_2006
Reformador 05 maio_2006Reformador 05 maio_2006
Reformador 05 maio_2006
grupofce
 

Semelhante a Campanha viver em familia tema 1 - amor fonte de vida (20)

Evangeliza - A Lei de Amor
Evangeliza - A Lei de AmorEvangeliza - A Lei de Amor
Evangeliza - A Lei de Amor
 
Mod-4-Rot-6-Amor-e-evolucao.pdf
Mod-4-Rot-6-Amor-e-evolucao.pdfMod-4-Rot-6-Amor-e-evolucao.pdf
Mod-4-Rot-6-Amor-e-evolucao.pdf
 
Amor bandeira da humanidade
Amor bandeira da humanidadeAmor bandeira da humanidade
Amor bandeira da humanidade
 
Caridade e amor ao próximo
Caridade e amor ao próximoCaridade e amor ao próximo
Caridade e amor ao próximo
 
Aula a lei do amor
Aula   a  lei do amorAula   a  lei do amor
Aula a lei do amor
 
Reformador 05 maio_2006
Reformador 05 maio_2006Reformador 05 maio_2006
Reformador 05 maio_2006
 
Evangeliza - Problema do Ser
Evangeliza - Problema do SerEvangeliza - Problema do Ser
Evangeliza - Problema do Ser
 
Universalismo crstico apostila - 004 - 2011 - lar (1)
Universalismo crstico   apostila - 004 - 2011 - lar (1)Universalismo crstico   apostila - 004 - 2011 - lar (1)
Universalismo crstico apostila - 004 - 2011 - lar (1)
 
leis_morais_vida
leis_morais_vidaleis_morais_vida
leis_morais_vida
 
A alegria de servir
A alegria de servirA alegria de servir
A alegria de servir
 
"Ainda que eu falasse as línguas dos homens..."
"Ainda que eu falasse as línguas dos homens...""Ainda que eu falasse as línguas dos homens..."
"Ainda que eu falasse as línguas dos homens..."
 
Laços familia pps
Laços familia ppsLaços familia pps
Laços familia pps
 
A lei de amor ppt
A lei de amor pptA lei de amor ppt
A lei de amor ppt
 
Vida e sexo
Vida e sexoVida e sexo
Vida e sexo
 
60º roteiro – a lei do amor
60º roteiro –  a lei do amor60º roteiro –  a lei do amor
60º roteiro – a lei do amor
 
Eh possivel ser feliz na terra slideshare
Eh possivel ser feliz na terra    slideshareEh possivel ser feliz na terra    slideshare
Eh possivel ser feliz na terra slideshare
 
Boletim o pae agosto 2016
Boletim o pae   agosto 2016Boletim o pae   agosto 2016
Boletim o pae agosto 2016
 
Livro dos Espiritos Q 298 e 299 ESE cap25 item 4 e 5
Livro dos Espiritos Q 298 e 299 ESE cap25 item 4 e 5Livro dos Espiritos Q 298 e 299 ESE cap25 item 4 e 5
Livro dos Espiritos Q 298 e 299 ESE cap25 item 4 e 5
 
Um pouco sobre o espiritismo
Um pouco sobre o espiritismoUm pouco sobre o espiritismo
Um pouco sobre o espiritismo
 
Universalismo crstico apostila - 004 - 2011 - lar
Universalismo crstico   apostila - 004 - 2011 - larUniversalismo crstico   apostila - 004 - 2011 - lar
Universalismo crstico apostila - 004 - 2011 - lar
 

Mais de Eduardo Manoel Araujo

Mais de Eduardo Manoel Araujo (20)

Queremos realmente evitar 80% das mortes por Covid19?
Queremos realmente evitar 80% das mortes por Covid19?Queremos realmente evitar 80% das mortes por Covid19?
Queremos realmente evitar 80% das mortes por Covid19?
 
O que mata hoje no brasil
O que mata hoje no brasilO que mata hoje no brasil
O que mata hoje no brasil
 
Pureza
PurezaPureza
Pureza
 
Ecologia integral enciclica do papa francisco
Ecologia integral   enciclica do papa franciscoEcologia integral   enciclica do papa francisco
Ecologia integral enciclica do papa francisco
 
Termo de referencia vivendo com jesus
Termo de referencia   vivendo com jesusTermo de referencia   vivendo com jesus
Termo de referencia vivendo com jesus
 
Teses da encíclica Laudato Si do Papa Francisco
Teses da encíclica Laudato Si do Papa FranciscoTeses da encíclica Laudato Si do Papa Francisco
Teses da encíclica Laudato Si do Papa Francisco
 
Extrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa Francisco
Extrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa FranciscoExtrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa Francisco
Extrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa Francisco
 
Conduta evangelica
Conduta evangelicaConduta evangelica
Conduta evangelica
 
Esperanca - sementeira de coragem no solo do espirito
Esperanca - sementeira de coragem no solo do espiritoEsperanca - sementeira de coragem no solo do espirito
Esperanca - sementeira de coragem no solo do espirito
 
Quadro comparativo dos espiritos em expiacao o ceu e o inferno - viii
Quadro comparativo dos espiritos em expiacao   o ceu e o inferno - viiiQuadro comparativo dos espiritos em expiacao   o ceu e o inferno - viii
Quadro comparativo dos espiritos em expiacao o ceu e o inferno - viii
 
O céu e o inferno - cap VIII - expiacoes terrestres
O céu e o inferno - cap VIII - expiacoes terrestresO céu e o inferno - cap VIII - expiacoes terrestres
O céu e o inferno - cap VIII - expiacoes terrestres
 
Dinâmica - capitulo VII de: O céu e o inferno
Dinâmica - capitulo VII  de: O céu e o infernoDinâmica - capitulo VII  de: O céu e o inferno
Dinâmica - capitulo VII de: O céu e o inferno
 
O Céu e o Inferno - capítulo VII - Código penal da vida futura 1 a 8
O Céu e o Inferno - capítulo VII - Código penal da vida futura 1 a 8O Céu e o Inferno - capítulo VII - Código penal da vida futura 1 a 8
O Céu e o Inferno - capítulo VII - Código penal da vida futura 1 a 8
 
Convite ao valor
Convite ao valorConvite ao valor
Convite ao valor
 
A carta magna da paz - Cap II - regiões de reequilíbrio na terra
A carta magna da paz - Cap II - regiões de reequilíbrio na terraA carta magna da paz - Cap II - regiões de reequilíbrio na terra
A carta magna da paz - Cap II - regiões de reequilíbrio na terra
 
Vivência com consciência espírita
Vivência com consciência espíritaVivência com consciência espírita
Vivência com consciência espírita
 
Bem aventurados os mansos
Bem aventurados os mansosBem aventurados os mansos
Bem aventurados os mansos
 
Atitude Espírita
Atitude EspíritaAtitude Espírita
Atitude Espírita
 
Nossos filhos
Nossos filhosNossos filhos
Nossos filhos
 
Orgulho e humildade
Orgulho e humildadeOrgulho e humildade
Orgulho e humildade
 

Último

PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
carlaOliveira438
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
edjailmax
 

Último (20)

APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxAULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
 
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxAtividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan AhlbergO carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
 

Campanha viver em familia tema 1 - amor fonte de vida

  • 1. O Amor – Fonte de Vida Sociedade Espírita Renovação 15/11/2017 Eduardo Manoel Araujo
  • 2. Campanha Viver em Família • O amor – fonte de vida • Vida a dois • Familia – conceito e organização • A dinâmica familiar e seus desafios • Infância e juventude • A sexualidade humana e sua implicação • Conflitos e desarmonias familiares • Sérios desequilíbrios no lar • Família e espiritismo • Temas da atualidade na visão espírita
  • 3. Conhecereis a verdade e a verdade os libertará. João 8:32 Fonte: O evangelho de João – cap. 8 – versículo 32
  • 4. O Amor na Criação Na majestosa harmonia do Universo e na sua impenetrável grandiosidade, ressalta, eloquente, a presença do amor de Deus. Somente o amor é o programador perfeito para a exuberância infinita das galáxias e o matemático exato para dar-lhe o equilíbrio cósmico com tal precisão que extasia a mente humana, que ora começa a compreender as leis de sustentação e de ordem vigentes em toda parte. Fonte: Filho de Deus – Divaldo Franco – pelo espírito Joana de Angelis
  • 5. O amor é a alma do universo Fonte: Segue em harmonia – cap 5 – Amor e saúde – Divaldo Franco pelo espírito Joana de Angelis
  • 6. “Amai-vos uns aos outros, eis toda a lei, lei divina, mediante a qual governa Deus os mundos. O amor é a lei de atração para os seres vivos e organizados. A atração é a lei de amor para a matéria inorgânica. SÃO VICENTE DE PAULO Fonte: O Livro dos Espíritos – Terceira Parte – cap XI – Questão 888 – Allan Kardec
  • 7. 10. Há um fluido etéreo que enche o espaço e penetra os corpos. Esse fluido é o éter ou matéria cósmica primitiva, geradora do mundo e dos seres. São-lhe inerentes as forças que presidiram às metamorfoses da matéria, as leis imutáveis e necessárias que regem o mundo. Essas múltiplas forças, indefinidamente variadas segundo as combinações da matéria, localizadas segundo as massas, diversificadas em seus modos de ação, segundo as circunstâncias e os meios, são conhecidas na Terra sob os nomes de gravidade, coesão, afinidade, atração, magnetismo, eletricidade ativa. Os movimentos vibratórios do agente são conhecidos sob os nomes de som, calor, luz, etc. Em outros mundos, elas se apresentam sob outros aspectos... Ora, assim como só há uma substância simples, primitiva, geradora de todos os corpos, mas diversificada em suas combinações, também todas essas forças dependem de uma lei universal diversificada em seus efeitos e que, pelos desígnios eternos, foi soberanamente imposta à criação, para lhe imprimir harmonia e estabilidade. Fonte: A Gênese – Allan Kardec - cap VI – item 10
  • 8. Amor Radiação Ligação Força Aquece Vivifica Da alma ao poder divino Inexaurível Enriquece quem dá e quem recebe Fonte: O problema do ser, do destino e da dor – Leon Denis Princípio da vida universal, proporciona à alma, em suas manifestações mais elevadas e puras, a intensidade de radiação que aquece e vivifica tudo em volta de si; é por ele que ela se sente estreitamente ligada ao Poder Divino, foco ardente de toda a vida, de todo o amor. … Acima de tudo, Deus é amor. … O amor é uma força inexaurível, renova-se sem cessar e enriquece ao mesmo tempo aquele que dá e aquele que recebe. É pelo amor, sol das almas, que Deus mais eficazmente atua no mundo. Foco de toda a vida
  • 10. Evolução Fonte: O problema do ser, do destino e da dor – Leon Denis Esplendores da luz e da liberdade Paixão Desejo carnal Por ele atrai para si todos os pobres seres retardados nos antros da paixão, os Espíritos cativos na matéria; eleva-os e arrasta-os na espiral da ascensão infinita para os esplendores da luz e da liberdade.
  • 11. Deus não nos condena nem nos absolve. O amor universal está sempre pronto a soerguer-nos, instruir-nos, burilar- nos, elevar-nos, santificar-nos. Recolhemos da vida o que lhe damos nós Fonte: E a vida continua – Francisco Cândido Xavier pelo espírito André Luiz
  • 12. “Mestre, qual o mandamento maior da lei?” - Jesus respondeu: “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu espírito; este o maior e o primeiro mandamento. E aqui tendes o segundo, semelhante a esse: Amarás o teu próximo, como a ti mesmo. - Toda a lei e os profetas se acham contidos nesses dois mandamentos.” (MATEUS, cap. XXII, vv. 34 a 40.) Fonte: O evangelho segundo o espiritismo - cap XI– Allan Kardec
  • 13. Fazei aos homens tudo o que queirais que eles vos façam, pois é nisto que consistem a lei e os profetas. (Idem, cap. VII, v. 12.) Tratai todos os homens como quereríeis que eles vos tratassem. (LUCAS, cap. VI, v. 31.) Fonte: O evangelho segundo o espiritismo - cap XI– Allan Kardec
  • 14. AMOR Deus próximosi mesmo Ninguém cuida daquilo que não ama e ninguém ama aquilo que não conhece Ética do cuidado Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo
  • 15. Casal Ego Família SociedadeAmigos Religião Nação Humanidade Criação Deus Ora, qual o limite com relação ao próximo? Será a família, a seita, a nação? Não; é a Humanidade inteira. Fénelon. (Bordéus, 1861.)
  • 16. Amai os vossos inimigos; fazei o bem aos que vos odeiam e orai pelos que vos perseguem e caluniam, a fim de serdes filhos do vosso Pai que está nos céus e que faz se levante o Sol para os bons e para os maus e que chova sobre os justos e os injustos. - Porque, se só amardes os que vos amam, qual será a vossa recompensa? Não procedem assim também os publicanos? Se apenas os vossos irmãos saudardes, que é o que com isso fazeis mais do que os outros? Não fazem outro tanto os pagãos?” (MATEUS, cap. V, vv. 43 a 47.) Amai os vossos inimigos, fazei bem a todos e auxiliai sem esperar coisa alguma. (LUCAS, cap. VI, vv. 32 a 36.) Fonte: O evangelho segundo o espiritismo – Allan Kardec - cap XII – item 1 e 2
  • 17. A fim de avançar para a meta, tem a criatura que vencer os instintos, em proveito dos sentimentos. O Espírito precisa ser cultivado, como um campo. Compreendendo a lei de amor que liga todos os seres, buscareis nela os gozos suavíssimos da alma, prelúdios das alegrias celestes. Lázaro. (Paris, 1862.) Fonte: O evangelho segundo o espiritismo – Allan Kardec - cap XI – item 8
  • 18. O amor é de essência divina e todos vós, do primeiro ao último, tendes, no fundo do coração, a centelha desse fogo sagrado. ... para praticardes a lei de amor, tal como Deus o entende, preciso se faz chegueis passo a passo a amar a todos os vossos irmãos indistintamente. A lei de amor constitui o primeiro e o mais importante preceito da vossa nova doutrina, porque é ela que um dia matará o egoísmo, qualquer que seja a forma sob que se apresente, dado que, além do egoísmo pessoal, há também o egoísmo de família, de casta, de nacionalidade. Fénelon. (Bordéus, 1861.) Fonte: O evangelho segundo o espiritismo - cap XI – item 9 – Allan Kardec
  • 19. Esse gérmen se desenvolve e cresce com a moralidade e a inteligência e, embora comprimido amiúde pelo egoísmo, torna-se a fonte das santas e doces virtudes que geram as afeições sinceras e duráveis e ajudam a criatura a transpor o caminho escarpado e árido da existência humana. Não acrediteis na esterilidade e no endurecimento do coração humano; ao amor verdadeiro, ele, a seu mau grado, cede. É um ímã a que não lhe é possível resistir. O contacto desse amor vivifica e fecunda os germens que dele existem, em estado latente, nos vossos corações. Fénelon. (Bordéus, 1861.) Fonte: O evangelho segundo o espiritismo - cap XI – item 9 – Allan Kardec
  • 20. Fonte: O problema do ser, do destino e da dor – Leon Denis Há em toda alma humana dois centros ou, melhor, duas esferas de ação e expressão. Uma delas, a exterior, manifesta a personalidade, o “eu”, com suas paixões, suas fraquezas, sua mobilidade, sua insuficiência. Enquanto ela for a reguladora de nosso proceder, teremos a vida inferior, semeada de provações e males. A outra, interna, profunda, imutável, é, ao mesmo tempo, a sede da consciência, a fonte da vida espiritual, o templo de Deus em nós. É somente quando esse centro de ação domina o outro, quando suas impulsões nos dirigem, que se revelam nossas potências ocultas e que o Espírito se afirma em seu brilho e beleza. É por ele que estamos em comunhão com “o Pai que habita em nós”, segundo as palavras do Cristo, com o Pai que é o foco de todo o amor, o princípio de todas as ações.
  • 21. Método ? Consciente – ↑ do ego para o espírito • Eliminação de vícios • Aquisição de virtudes – ↓ do espírito para o ego • desenvolver e fortalecer o espírito para ele orientar o ego e a experiência material Inconsciente Cumpre não se esqueça de que é o Espírito quem ama e não o corpo, de sorte que, dissipada a ilusão material, o Espírito vê a realidade. LE Q.939
  • 22. Evolução Esplendores da luz e da liberdade Paixão Desejo carnal 1 1 – Eu comigo mesmo 2 2 – Eu na relação com o outro 3 3 – Eu na familia e na sociedade Família 1 2 3 Amigos 1 2 3 Nação 1 2 3 Humanidade 1 2 3 Criação Divina
  • 23. Inicialmente se expressa como instinto de reprodução nas fases primárias do processo de evolução. A partir daí, ei-lo em forma de libido que o conhecimento moral irá transformando em fraternidade, embora permaneça nas suas raízes para o mister sublime da procriação. Quando atinge o patamar da paixão superada e se alcandora de ternura, responde pelo bem estar e harmonia que tomam conta do ser. Enquanto se mantém como força de prazer e de interesse imediatista, é responsável por males incontáveis que afetam a saúde, e dá lugar a somatizações lamentáveis. Fonte: Segue em harmonia – cap 5 – Amor e saúde – Divaldo Franco pelo espírito Joana de Angelis
  • 24. Plenitude Plenitude é se conhecer a vida celeste que é toda amor e participar dela Leon Denis Somente através do amor consegue o espírito a sua plenitude na vilegiatura carnal. Joana de Angelis Fonte: O problema do ser, do destino e da dor – Leon Denis e Segue em harmonia – Joana de Angelis por Divaldo Franco
  • 25. ... a caridade, a humildade, a paciência, o devotamento, a abnegação, a resignação e o sacrifício, virtudes todas filhas do amor. Fénelon. (Bordéus, 1861.) Fonte: O evangelho segundo o espiritismo - cap XI – item 9 – Allan Kardec
  • 28. AMOR João de Brito O Amor, sublime impulso de Deus, é a energia que move os mundos: Tudo cria, tudo transforma, tudo eleva. Palpita em todas as criaturas. Alimenta todas as ações. *** O ódio é o Amor que se envenena. A paixão é o Amor que se incendeia. O egoísmo é o Amor que se concentra em si mesmo. O ciúme é o Amor que se dilacera. A revolta é o Amor que se transvia. O orgulho é o Amor que enlouquece. A discórdia é o Amor que divide. A vaidade é o Amor que ilude. A avareza é o Amor que se encarcera. O vício é o Amor que se embrutece. A crueldade é o Amor que tiraniza. O fanatismo é o Amor que petrifica. Fonte: Falando a terra – Chico Xavier
  • 29. A fraternidade é o Amor que se expande. A bondade é o Amor que se desenvolve. O carinho é o Amor que se enflora. A dedicação é o Amor que se estende. O trabalho digno é o Amor que aprimora. A experiência é o Amor que amadurece. A renúncia é o Amor que se ilumina. O sacrifício é o Amor que se santifica. O Amor é o clima do Universo. *** É a religião da vida, a base do estímulo e a força da Criação. Ao seu influxo, as vidas se agrupam, sublimando-se para a imortalidade. Nesse ou naquele recanto isolado, quando se lhe retire a influência, reina sempre o caos. Com ele, tudo se aclara. Longe dele, a sombra se coagula e prevalece. Em suma, o bem é o Amor que se desdobra, em busca da Perfeição no Infinito, segundo os Propósitos Divinos; e o mal é, simplesmente, o Amor fora da Lei. Fonte: Falando a terra – Chico Xavier
  • 30. A vida sem amor Inteligência sem amor, te faz perverso. Justiça sem amor, te faz implacável. Diplomacia sem amor, te faz hipócrita. Êxito sem amor, te faz arrogante. Riqueza sem amor, te faz avaro. Docilidade sem amor, te faz servil. Pobreza sem amor, te faz orgulhoso. Beleza sem amor, te faz ridículo. Autoridade sem amor, te faz tirano. Trabalho sem amor, te faz escravo. Simplicidade sem amor, te deprecia. Tragédia sem amor, se faz tristeza. Fé sem amor, te faz fanático. A cruz sem amor, se faz tortura. A vida sem amor......não faz sentido.
  • 31. 388. Os encontros, que costumam dar-se, de algumas pessoas e que comumente se atribuem ao acaso, não serão efeito de uma certa relação de simpatia? “Entre os seres pensantes há ligação que ainda não conheceis. O magnetismo é o piloto desta ciência, que mais tarde compreendereis melhor.” Fonte: O Livro dos Espíritos – Allan Kardec – Segunda Parte – cap VII – Questão 388
  • 32. Cultivai essa árvore da vida, cujos frutos dão a vida eterna. Aquele que a plantou vos concita a tratá-la com amor, que ainda a vereis dar com abundância seus frutos divinos. Simeão. (Bordéus, 1863.) Fonte: O evangelho segundo o espiritismo – Allan Kardec - cap XVIII – item 16
  • 33. “Não esqueçais nunca que o Espírito, qualquer que seja o grau de seu adiantamento, sua situação como encarnado, ou na erraticidade, está sempre colocado entre um superior, que o guia e aperfeiçoa, e um inferior, para com o qual tem que cumprir esses mesmos deveres. Sede, pois, caridosos, praticando, não só a caridade que vos faz dar friamente o óbolo que tirais do bolso ao que vo-lo ousa pedir, mas a que vos leve ao encontro das misérias ocultas. Sede indulgentes com os defeitos dos vossos semelhantes. Em vez de votardes desprezo à ignorância e ao vício, instruí os ignorantes e moralizai os viciados. Sede brandos e benevolentes para com tudo o que vos seja inferior. Sede-o para com os seres mais ínfimos da criação e tereis obedecido à lei de Deus.” SÃO VICENTE DE PAULO Fonte: O Livro dos Espíritos – Terceira Parte – cap XI – Questão 888 – Allan Kardec
  • 34. Desse gozo está excluído o egoísta. A Natureza deu ao homem a necessidade de amar e de ser amado. Um dos maiores gozos que lhe são concedidos na Terra é o de encontrar corações que com o seu simpatizem. Dá-lhe ela, assim, as primícias da felicidade que o aguarda no mundo dos Espíritos perfeitos, onde tudo é amor e benignidade. Fonte: O Livro dos Espíritos – Terceira Parte – cap XI – Questão 938 – Allan Kardec
  • 35. Amar, no sentido profundo do termo, é o homem ser leal, probo, consciencioso, para fazer aos outros o que queira que estes lhe façam; é procurar em torno de si o sentido íntimo de todas as dores que acabrunham seus irmãos, para suavizá-las; é considerar como sua a grande família humana, porque essa família todos a encontrareis, dentro de certo período, em mundos mais adiantados; e os Espíritos que a compõem são, como vós, filhos de Deus, destinados a se elevarem ao infinito. Sanson, ex-membro da Sociedade Espírita de Paris. (1863.) Fonte: O evangelho segundo o espiritismo - cap XI – item 10 – Allan Kardec
  • 36. Fonte: Segue em Harmonia – Divaldo Franco pelo espírito de Joana de Angelis e comentários de Suely Caldas Schubert Amor é o sentimento Amar é o sentimento em ação
  • 37.
  • 38. Ressonância estado de um sistema que vibra em frequência própria, com amplitude acentuadamente maior, como resultado de estímulos externos que possuem a mesma frequência de vibração..
  • 39. VINCULOSESPIRITUAIS DESTRUTIVOS ENERGIA - FREQÜÊNCIA PADRÃO VIBRATÓRIO POSSESSÃO OBSESSÃO SUBJUGAÇÃO INTUIÇÃO INSPIRAÇÃO PERTURBAÇÃO INFLUENCIAÇÃO COMPANHIASESPIRITUAIS ESPÍRITOS ZOMBETEIROS ESPÍRITOS BRINCALHÕES ESPÍRITOS MAUS ESPÍRITOS SÉRIOS ESPÍRITOS PUROS ESPÍRITOS SÁBIOS ENTUSIASMO SENTIMENTO ÓDIO RANCOR VINGANÇA PERDÃO COMPAIXÃO MÁGOA AMOR Fonte: Eduardo Manoel Araujo – palestras em casas espíritas AMIGOSESPIRITUAIS APOIANDO
  • 40. Escuridão e Luz • O que é a escuridão hoje? • Existe a escuridão? • Ou ela é a ausência da Luz? • Falar sobre a escuridão acaba com ela? • Falar sobre a luz acaba com a escuridão? • O que é preciso?
  • 41. Escuridão e Luz • O que é a escuridão hoje? • Existe a escuridão? • Ou ela é a ausência da Luz? • Falar sobre a escuridão acaba com ela? • Falar sobre a luz acaba com a escuridão? • O que é preciso? • Acender a luz -> Brilhe a vossa luz!
  • 42. Armadilha Mêdo Alimenta a escuridão Falta de confiança em Deus Visão material mais restrita Atração de companhias espirituais Perturbações Isolamento A menos que … coloquemos luz sobre nossos medos
  • 43. Possibilidade Amor Alimenta a luz Confiança em Deus com prudência Harmonia com a criação divina Visão espiritual mais abrangente Atração de companhias espirituais Inspirações Percepção das múltiplas possibilidades Paz
  • 44. Amor Gratidão Ódio Fonte: Pesquisas do cientista Massaru Emoto
  • 45. O amor estimula a produção de endorfinas, de leucinas, de imunoglobulinas e outras substâncias geradoras de saúde, enquanto que as irradiações que se lhe opõem produzem reações semelhantes a descargas de eletrons destrutivos que perturbam o equilíbrio psicofísico e propiciam campo para a instalação de doenças, contágios de micróbios nefastos … … vibriões energéticos que desarmonizam a mitose celular e as neurocomunicações Fonte: Segue em harmonia – cap 5 – Amor e saúde – Divaldo Franco pelo espírito Joana de Angelis Amor ou dor ?
  • 46. Brilhe a vossa luz! Este meu pensamento … Esta minha fala … Este meu sentimento … Esta minha escolha … Esta minha atitude … Acende uma luz ou alimenta a escuridão? Que companhias espirituais atrai? É uma armadilha ou possibilidade de co-criação?
  • 47. Empenhemo-nos, encarnados e desencarnados, para atender o doce e suave chamado de Jesus para que lhe sigamos as pegadas. Não tegiversemos, não nos enganemos nem enganemos a ninguém. O sentido profundo da vida é o amor. Sejamos nós aqueles que amamos sem qualquer interrogação, que logremos colocar Jesus no ádito do nosso coração para que a Sua seja a nossa voz, os Seus sejam os nossos atos. Alimentai-vos de luz para que nenhuma sombra permaneça em vosso amanhecer. Bezzerra de Menezes

Notas do Editor

  1. Ao tocar uma corda num violão a mesma corda no outro violão vibra.