SlideShare uma empresa Scribd logo
A FAMÍLIA




NA VISÃO ESPÍRITA
Jerri Almeida - www.jerrialmeida.blogspot.com
O Evangelho Segundo o Espiritismo
                  Cap. 14, item - 8


“Os que encarnam numa família, sobretudo como
parentes próximos, são, as mais das vezes, Espíritos
simpáticos, ligados por anteriores relações, que se
expressam por uma afeição recíproca na vida
terrena. Mas, também pode acontecer sejam
completamente estranhos uns aos outros esses
Espíritos, afastados entre si por antipatias
igualmente anteriores, que se traduzem na Terra por
um mútuo antagonismo (...).
Não são os da consanguinidade os verdadeiros
laços de família e sim os da simpatia e da
comunhão de ideias, os quais prendem os
Espíritos antes, durante e depois de suas
encarnações. Segue-se que dois seres nascidos de
pais diferentes podem ser mais irmãos pelo
Espírito, do que se o fossem pelo sangue.
Podem então atrair-se, buscar-se, sentir prazer
quando juntos, ao passo que dois irmãos
consanguineos podem repelir-se, conforme se
observa todos os dias: problema moral que só o
Espiritismo podia resolver pela pluralidade das
existências.”
                                (E.S.E. Cap. 14, Item 8)
Um exemplo na Obra de André Luiz
    Livro: Ação e Reação – Cap. 14




                     Marcela   Ildeu
O Livro dos Espíritos



LE.775. Qual seria, para a sociedade, o resultado
     do relaxamento dos laços de família?

      “Uma recrudescência do egoísmo.”
Proteção, alimento,        “..os espíritos têm
                                                   que contribuir
                        afeto, educação,           para o progresso
NUTRITIVA
                        espiritualidade,           uns dos outros.”
                        instrução...
                                                     LE. Q. 208-209



                        Orientação,                    “...na esperança
                        responsabilidades,             de que os seus
NORMATIVA               disciplina, respeito,          conselhos o
                        regras, autonomia,             encaminhem por
                                                       melhor senda.”
                        limites...


ALMEIDA, Jerri R. S. MARQUES, Silvano. Família: Frente & Verso. Porto
Alegre: Francisco Spinelli, 2009.
CONJUGALIDADE



                Jerri Almeida
O Livro dos Espíritos


LE.695. Será contrário à lei da Natureza o casamento,
      isto é, a união permanente de dois seres?

   “É um progresso na marcha da Humanidade.”

LE.696. Que efeito teria sobre a sociedade humana a
              abolição do casamento?

     “Seria uma regressão à vida dos animais.”
“No casamento, o que é de ordem divina é a união dos sexos,
para que se opere a substituição dos seres que morrem; mas, as
condições que regulam essa união são de tal modo humanas,
que não há, no inundo inteiro, nem mesmo na cristandade, dois
países onde elas sejam absolutamente idênticas, e nenhum
onde não hajam, com o tempo, sofrido mudanças. Daí resulta
que, em face da lei civil, o que é legítimo num país e em dada
época, é adultério noutro país e noutra época, isso pela razão
de que a lei civil tem por fim regular os interesses das famílias,
interesses que variam segundo os costumes e as necessidades
locais. Assim é, por exemplo, que, em certos países, o
casamento religioso é o único legítimo; noutros é necessário,
além desse, o casamento civil; noutros, finalmente, este último
casamento basta.”

                (Evangelho Segundo o Espiritismo - Cap. 22, item 2)
PLANEJAMENTO
             ESPIRITUAL



Passado                     Futuro




Presente                    Presente


           LIVRE-ARBÍTRIO
“Mas, na união dos sexos, a par da lei divina material,
comum a todos os seres vivos, há outra lei divina, imutável
como todas as leis de Deus, exclusivamente moral: a lei de
amor. Quis Deus que os seres se unissem não só pelos
laços da carne, mas também pelos da alma, a fim de que a
afeição mútua dos esposos se lhes transmitisse aos filhos e
que fossem dois, e não um somente, a amá-los, a cuidar
deles e a fazê-los progredir. Nas condições ordinárias do
casamento, a lei de amor é tida em consideração? De
modo nenhum. Não se leva em conta a afeição de dois
seres que, por sentimentos recíprocos, se atraem um para
o outro, visto que, as mais das vezes, essa afeição é
rompida.”

        (Evangelho Segundo o Espiritismo - Cap. 22, item 3)
“Duas espécies há de afeições: a do corpo e a da
alma, acontecendo com frequência tomar-se uma
pela outra. Quando pura e simpática, a afeição da
alma é duradoura, efêmera é a do corpo. Daí vem
que, muitas vezes, os que julgavam amar-se com
eterno amor passam a odiar-se, desde que a ilusão
se desfaça.”
                         O Livro dos Espíritos – Questão: 939.
Conflitos
                VÍNCULOS




Ajustamento                    Desajustes
                               crescentes
 saudável
              Papel Conjugal
                LE. Q. 939.

              Convivência
FILHOS
O Livro dos Espíritos

LE.383. Qual, para este [espírito], a utilidade de
passar pelo estado de infância?

“Encarnado, com o objetivo de se aperfeiçoar, o
Espírito, durante esse período, é mais acessível às
impressões que recebe, capazes de lhe auxiliarem
o adiantamento, para o que devem contribuir os
incumbidos de educá-lo.”
“Qual será o seu procedimento na família ?”




                           Cap. 14, item 9




    “Dependerá de sua maior ou menor
    persistência nas boas resoluções....”
B   ibliografia Básica


ALMEIDA, Jerri R. S. Filosofia da Convivência. 2ª. Ed. Porto Alegre: AGE, 2006.
ALMEIDA, Jerri R. S. MARQUES, Silvano. Família: Frente & Verso. Porto Alegre:
Francisco Spinelli, 2009.
BAUMAN, Zygmunt. Amor Líquido. Sobre a fragilidade dos laços humanos. Trad.
Carlos A. Medeiros. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed. 2004.
KARDEC, Allan. I - Discursos Pronunciados nas Reuniões Gerais dos Espíritas de Lyon e
Bordeaux. Viagem Espírita de 1862 e outras viagens de Kardec. Rio de Janeiro: Ed.
FEB, 2005.
KARDEC, Allan. O Livro dos Espíritos. Ed. FEB.
XAVIER, F. C. (André Luiz) Evolução em Dois Mundos. 2ª. Parte. FEB.
Jerri Almeida

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Trabalhadores Da úLtima Hora
Trabalhadores Da úLtima HoraTrabalhadores Da úLtima Hora
Trabalhadores Da úLtima Hora
Sergio Menezes
 
Cap. 11 itens 8 a 10 - a lei de amor
Cap. 11   itens 8 a 10 - a lei de amor Cap. 11   itens 8 a 10 - a lei de amor
Cap. 11 itens 8 a 10 - a lei de amor
JulianoCarvalho29
 
Cap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa Mãe
Cap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa MãeCap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa Mãe
Cap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa Mãe
gmo1973
 
A lei de amor ppt
A lei de amor pptA lei de amor ppt
A lei de amor ppt
Silvânio Barcelos
 
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucuraPalestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
Divulgador do Espiritismo
 
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitosPalestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Divulgador do Espiritismo
 
Casamento na ótica espirita
Casamento na ótica espiritaCasamento na ótica espirita
Casamento na ótica espirita
Eduardo Ottonelli Pithan
 
O homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafioO homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafio
Graça Maciel
 
Meu reino não é deste mundo
Meu reino não é deste mundoMeu reino não é deste mundo
Meu reino não é deste mundo
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Causas das aflições
Causas das afliçõesCausas das aflições
Causas das aflições
Eduardo Ottonelli Pithan
 
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃOBEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
Sergio Menezes
 
Perdas de entes queridos 02112011
Perdas de entes queridos 02112011Perdas de entes queridos 02112011
Perdas de entes queridos 02112011
Daniela Azevedo
 
Cuidar do Corpo e do Espírito
Cuidar do Corpo e do EspíritoCuidar do Corpo e do Espírito
Cuidar do Corpo e do Espírito
CEENA_SS
 
Palestra 14 o evangelho no lar
Palestra 14 o evangelho no larPalestra 14 o evangelho no lar
Palestra 14 o evangelho no lar
Jose Ferreira Almeida
 
Palestra Espírita - Lei de amor
Palestra Espírita - Lei de amorPalestra Espírita - Lei de amor
Palestra Espírita - Lei de amor
Divulgador do Espiritismo
 
MISSÃO DOS ESPÍRITAS
MISSÃO DOS ESPÍRITASMISSÃO DOS ESPÍRITAS
MISSÃO DOS ESPÍRITAS
Jorge Luiz dos Santos
 
Imortalidade da alma
Imortalidade da almaImortalidade da alma
Imortalidade da alma
home
 
O espiritismo e a família contemporânea , desafios
O espiritismo e a família contemporânea , desafiosO espiritismo e a família contemporânea , desafios
O espiritismo e a família contemporânea , desafios
Izabel Cristina Fonseca
 
Bem aventurados os mansos e pacíficos
Bem aventurados os mansos e pacíficosBem aventurados os mansos e pacíficos
Bem aventurados os mansos e pacíficos
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Espiritismo - Uma Nova Era para a Humanidade
Espiritismo - Uma Nova Era para a HumanidadeEspiritismo - Uma Nova Era para a Humanidade
Espiritismo - Uma Nova Era para a Humanidade
igmateus
 

Mais procurados (20)

Trabalhadores Da úLtima Hora
Trabalhadores Da úLtima HoraTrabalhadores Da úLtima Hora
Trabalhadores Da úLtima Hora
 
Cap. 11 itens 8 a 10 - a lei de amor
Cap. 11   itens 8 a 10 - a lei de amor Cap. 11   itens 8 a 10 - a lei de amor
Cap. 11 itens 8 a 10 - a lei de amor
 
Cap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa Mãe
Cap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa MãeCap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa Mãe
Cap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa Mãe
 
A lei de amor ppt
A lei de amor pptA lei de amor ppt
A lei de amor ppt
 
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucuraPalestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
 
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitosPalestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
 
Casamento na ótica espirita
Casamento na ótica espiritaCasamento na ótica espirita
Casamento na ótica espirita
 
O homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafioO homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafio
 
Meu reino não é deste mundo
Meu reino não é deste mundoMeu reino não é deste mundo
Meu reino não é deste mundo
 
Causas das aflições
Causas das afliçõesCausas das aflições
Causas das aflições
 
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃOBEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
 
Perdas de entes queridos 02112011
Perdas de entes queridos 02112011Perdas de entes queridos 02112011
Perdas de entes queridos 02112011
 
Cuidar do Corpo e do Espírito
Cuidar do Corpo e do EspíritoCuidar do Corpo e do Espírito
Cuidar do Corpo e do Espírito
 
Palestra 14 o evangelho no lar
Palestra 14 o evangelho no larPalestra 14 o evangelho no lar
Palestra 14 o evangelho no lar
 
Palestra Espírita - Lei de amor
Palestra Espírita - Lei de amorPalestra Espírita - Lei de amor
Palestra Espírita - Lei de amor
 
MISSÃO DOS ESPÍRITAS
MISSÃO DOS ESPÍRITASMISSÃO DOS ESPÍRITAS
MISSÃO DOS ESPÍRITAS
 
Imortalidade da alma
Imortalidade da almaImortalidade da alma
Imortalidade da alma
 
O espiritismo e a família contemporânea , desafios
O espiritismo e a família contemporânea , desafiosO espiritismo e a família contemporânea , desafios
O espiritismo e a família contemporânea , desafios
 
Bem aventurados os mansos e pacíficos
Bem aventurados os mansos e pacíficosBem aventurados os mansos e pacíficos
Bem aventurados os mansos e pacíficos
 
Espiritismo - Uma Nova Era para a Humanidade
Espiritismo - Uma Nova Era para a HumanidadeEspiritismo - Uma Nova Era para a Humanidade
Espiritismo - Uma Nova Era para a Humanidade
 

Destaque

Palestra reencarnação e laços de família
Palestra reencarnação e laços de famíliaPalestra reencarnação e laços de família
Palestra reencarnação e laços de família
Anderson Santos
 
A família na visão espírita
A família na visão espíritaA família na visão espírita
A família na visão espírita
balsense
 
A casa que Deus quer abençoar
A casa que Deus quer abençoarA casa que Deus quer abençoar
A casa que Deus quer abençoar
Anita Oyaizu
 
Os verdadeiros laços de familia
Os verdadeiros laços de familiaOs verdadeiros laços de familia
Os verdadeiros laços de familia
Graça Maciel
 
Slides palestra família
Slides palestra famíliaSlides palestra família
Slides palestra família
Clarice-Borges
 
Tipos de Família
Tipos de Família Tipos de Família
Tipos de Família
Cordeiro_
 

Destaque (6)

Palestra reencarnação e laços de família
Palestra reencarnação e laços de famíliaPalestra reencarnação e laços de família
Palestra reencarnação e laços de família
 
A família na visão espírita
A família na visão espíritaA família na visão espírita
A família na visão espírita
 
A casa que Deus quer abençoar
A casa que Deus quer abençoarA casa que Deus quer abençoar
A casa que Deus quer abençoar
 
Os verdadeiros laços de familia
Os verdadeiros laços de familiaOs verdadeiros laços de familia
Os verdadeiros laços de familia
 
Slides palestra família
Slides palestra famíliaSlides palestra família
Slides palestra família
 
Tipos de Família
Tipos de Família Tipos de Família
Tipos de Família
 

Semelhante a A família na visão espírita

A família - seminário
A família - seminárioA família - seminário
A família - seminário
home
 
Indissolubilidade do casamento
Indissolubilidade do casamento Indissolubilidade do casamento
Indissolubilidade do casamento
Henrique Vieira
 
Casamento & Divórcio na Visão Espírita
Casamento & Divórcio na Visão EspíritaCasamento & Divórcio na Visão Espírita
Casamento & Divórcio na Visão Espírita
Ana Cláudia Leal Felgueiras
 
O casamento e o divórcio
O casamento e o divórcioO casamento e o divórcio
O casamento e o divórcio
Henrique Vieira
 
Vida e sexo
Vida e sexoVida e sexo
Vida e sexo
PontoDeLuz
 
O que é ser família o divórcio e as novas famílias
O que é ser família   o divórcio e as novas famíliasO que é ser família   o divórcio e as novas famílias
O que é ser família o divórcio e as novas famílias
Fatoze
 
Mediunidade no relacionamento
Mediunidade no relacionamentoMediunidade no relacionamento
Mediunidade no relacionamento
Victor Passos
 
Segundo Módulo - Aula 04 - Lei da reprodução
Segundo Módulo - Aula 04 - Lei da reproduçãoSegundo Módulo - Aula 04 - Lei da reprodução
Segundo Módulo - Aula 04 - Lei da reprodução
CeiClarencio
 
Casamento
CasamentoCasamento
Eae 107 O Cristão no lar
Eae 107 O Cristão no lar Eae 107 O Cristão no lar
Eae 107 O Cristão no lar
PatiSousa1
 
Casamento na Visão e a família
Casamento na Visão e a  famíliaCasamento na Visão e a  família
Casamento na Visão e a família
Claudio Macedo
 
LAÇOS ESPIRITUAIS
LAÇOS ESPIRITUAISLAÇOS ESPIRITUAIS
LAÇOS ESPIRITUAIS
Isnande Mota Barros
 
Segundo Módulo - Aula 07 - Lei de sociedade
Segundo Módulo - Aula 07 - Lei de sociedadeSegundo Módulo - Aula 07 - Lei de sociedade
Segundo Módulo - Aula 07 - Lei de sociedade
CeiClarencio
 
Mediunidade no relacionamento
Mediunidade no relacionamento Mediunidade no relacionamento
Mediunidade no relacionamento
Victor Passos
 
A familia na visao espirita
A familia na visao espiritaA familia na visao espirita
A familia na visao espirita
Henrique Vieira
 
Lesões afetivas
Lesões afetivas Lesões afetivas
Lesões afetivas
Rita Bernadete
 
Espiritismo e o Lar
Espiritismo e o LarEspiritismo e o Lar
Espiritismo e o Lar
Rodrigo Da Silva Girio
 
( Espiritismo) # - astolfo o o filho - estudo sobre casamento e divorcio
( Espiritismo)   # - astolfo o o filho - estudo sobre casamento e divorcio( Espiritismo)   # - astolfo o o filho - estudo sobre casamento e divorcio
( Espiritismo) # - astolfo o o filho - estudo sobre casamento e divorcio
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Conferência A FAMILIA:Constituição, Fundamentos, Responsabilidades
Conferência  A FAMILIA:Constituição, Fundamentos, ResponsabilidadesConferência  A FAMILIA:Constituição, Fundamentos, Responsabilidades
Conferência A FAMILIA:Constituição, Fundamentos, Responsabilidades
Arlete Laenzlinger
 
Laços familia pps
Laços familia ppsLaços familia pps
Laços familia pps
Luciane Belchior
 

Semelhante a A família na visão espírita (20)

A família - seminário
A família - seminárioA família - seminário
A família - seminário
 
Indissolubilidade do casamento
Indissolubilidade do casamento Indissolubilidade do casamento
Indissolubilidade do casamento
 
Casamento & Divórcio na Visão Espírita
Casamento & Divórcio na Visão EspíritaCasamento & Divórcio na Visão Espírita
Casamento & Divórcio na Visão Espírita
 
O casamento e o divórcio
O casamento e o divórcioO casamento e o divórcio
O casamento e o divórcio
 
Vida e sexo
Vida e sexoVida e sexo
Vida e sexo
 
O que é ser família o divórcio e as novas famílias
O que é ser família   o divórcio e as novas famíliasO que é ser família   o divórcio e as novas famílias
O que é ser família o divórcio e as novas famílias
 
Mediunidade no relacionamento
Mediunidade no relacionamentoMediunidade no relacionamento
Mediunidade no relacionamento
 
Segundo Módulo - Aula 04 - Lei da reprodução
Segundo Módulo - Aula 04 - Lei da reproduçãoSegundo Módulo - Aula 04 - Lei da reprodução
Segundo Módulo - Aula 04 - Lei da reprodução
 
Casamento
CasamentoCasamento
Casamento
 
Eae 107 O Cristão no lar
Eae 107 O Cristão no lar Eae 107 O Cristão no lar
Eae 107 O Cristão no lar
 
Casamento na Visão e a família
Casamento na Visão e a  famíliaCasamento na Visão e a  família
Casamento na Visão e a família
 
LAÇOS ESPIRITUAIS
LAÇOS ESPIRITUAISLAÇOS ESPIRITUAIS
LAÇOS ESPIRITUAIS
 
Segundo Módulo - Aula 07 - Lei de sociedade
Segundo Módulo - Aula 07 - Lei de sociedadeSegundo Módulo - Aula 07 - Lei de sociedade
Segundo Módulo - Aula 07 - Lei de sociedade
 
Mediunidade no relacionamento
Mediunidade no relacionamento Mediunidade no relacionamento
Mediunidade no relacionamento
 
A familia na visao espirita
A familia na visao espiritaA familia na visao espirita
A familia na visao espirita
 
Lesões afetivas
Lesões afetivas Lesões afetivas
Lesões afetivas
 
Espiritismo e o Lar
Espiritismo e o LarEspiritismo e o Lar
Espiritismo e o Lar
 
( Espiritismo) # - astolfo o o filho - estudo sobre casamento e divorcio
( Espiritismo)   # - astolfo o o filho - estudo sobre casamento e divorcio( Espiritismo)   # - astolfo o o filho - estudo sobre casamento e divorcio
( Espiritismo) # - astolfo o o filho - estudo sobre casamento e divorcio
 
Conferência A FAMILIA:Constituição, Fundamentos, Responsabilidades
Conferência  A FAMILIA:Constituição, Fundamentos, ResponsabilidadesConferência  A FAMILIA:Constituição, Fundamentos, Responsabilidades
Conferência A FAMILIA:Constituição, Fundamentos, Responsabilidades
 
Laços familia pps
Laços familia ppsLaços familia pps
Laços familia pps
 

Mais de Jerri Almeida

Revista Espírita - Ano: 1858
Revista Espírita - Ano: 1858Revista Espírita - Ano: 1858
Revista Espírita - Ano: 1858
Jerri Almeida
 
Mini seminário com jerri de almeida
Mini seminário com jerri de almeidaMini seminário com jerri de almeida
Mini seminário com jerri de almeidaJerri Almeida
 
A família na visão espírita
A família na visão espíritaA família na visão espírita
A família na visão espírita
Jerri Almeida
 
Núcleo de estudos da família 1
Núcleo de estudos da família 1Núcleo de estudos da família 1
Núcleo de estudos da família 1
Jerri Almeida
 
Familia meia idade pps
Familia meia idade ppsFamilia meia idade pps
Familia meia idade pps
Jerri Almeida
 
Plano de atividades 2011
Plano de atividades 2011Plano de atividades 2011
Plano de atividades 2011
Jerri Almeida
 
Plano de atividades 2011
Plano de atividades 2011Plano de atividades 2011
Plano de atividades 2011
Jerri Almeida
 

Mais de Jerri Almeida (7)

Revista Espírita - Ano: 1858
Revista Espírita - Ano: 1858Revista Espírita - Ano: 1858
Revista Espírita - Ano: 1858
 
Mini seminário com jerri de almeida
Mini seminário com jerri de almeidaMini seminário com jerri de almeida
Mini seminário com jerri de almeida
 
A família na visão espírita
A família na visão espíritaA família na visão espírita
A família na visão espírita
 
Núcleo de estudos da família 1
Núcleo de estudos da família 1Núcleo de estudos da família 1
Núcleo de estudos da família 1
 
Familia meia idade pps
Familia meia idade ppsFamilia meia idade pps
Familia meia idade pps
 
Plano de atividades 2011
Plano de atividades 2011Plano de atividades 2011
Plano de atividades 2011
 
Plano de atividades 2011
Plano de atividades 2011Plano de atividades 2011
Plano de atividades 2011
 

A família na visão espírita

  • 1. A FAMÍLIA NA VISÃO ESPÍRITA Jerri Almeida - www.jerrialmeida.blogspot.com
  • 2. O Evangelho Segundo o Espiritismo Cap. 14, item - 8 “Os que encarnam numa família, sobretudo como parentes próximos, são, as mais das vezes, Espíritos simpáticos, ligados por anteriores relações, que se expressam por uma afeição recíproca na vida terrena. Mas, também pode acontecer sejam completamente estranhos uns aos outros esses Espíritos, afastados entre si por antipatias igualmente anteriores, que se traduzem na Terra por um mútuo antagonismo (...).
  • 3. Não são os da consanguinidade os verdadeiros laços de família e sim os da simpatia e da comunhão de ideias, os quais prendem os Espíritos antes, durante e depois de suas encarnações. Segue-se que dois seres nascidos de pais diferentes podem ser mais irmãos pelo Espírito, do que se o fossem pelo sangue.
  • 4. Podem então atrair-se, buscar-se, sentir prazer quando juntos, ao passo que dois irmãos consanguineos podem repelir-se, conforme se observa todos os dias: problema moral que só o Espiritismo podia resolver pela pluralidade das existências.” (E.S.E. Cap. 14, Item 8)
  • 5. Um exemplo na Obra de André Luiz Livro: Ação e Reação – Cap. 14 Marcela Ildeu
  • 6. O Livro dos Espíritos LE.775. Qual seria, para a sociedade, o resultado do relaxamento dos laços de família? “Uma recrudescência do egoísmo.”
  • 7. Proteção, alimento, “..os espíritos têm que contribuir afeto, educação, para o progresso NUTRITIVA espiritualidade, uns dos outros.” instrução... LE. Q. 208-209 Orientação, “...na esperança responsabilidades, de que os seus NORMATIVA disciplina, respeito, conselhos o regras, autonomia, encaminhem por melhor senda.” limites... ALMEIDA, Jerri R. S. MARQUES, Silvano. Família: Frente & Verso. Porto Alegre: Francisco Spinelli, 2009.
  • 8. CONJUGALIDADE Jerri Almeida
  • 9. O Livro dos Espíritos LE.695. Será contrário à lei da Natureza o casamento, isto é, a união permanente de dois seres? “É um progresso na marcha da Humanidade.” LE.696. Que efeito teria sobre a sociedade humana a abolição do casamento? “Seria uma regressão à vida dos animais.”
  • 10. “No casamento, o que é de ordem divina é a união dos sexos, para que se opere a substituição dos seres que morrem; mas, as condições que regulam essa união são de tal modo humanas, que não há, no inundo inteiro, nem mesmo na cristandade, dois países onde elas sejam absolutamente idênticas, e nenhum onde não hajam, com o tempo, sofrido mudanças. Daí resulta que, em face da lei civil, o que é legítimo num país e em dada época, é adultério noutro país e noutra época, isso pela razão de que a lei civil tem por fim regular os interesses das famílias, interesses que variam segundo os costumes e as necessidades locais. Assim é, por exemplo, que, em certos países, o casamento religioso é o único legítimo; noutros é necessário, além desse, o casamento civil; noutros, finalmente, este último casamento basta.” (Evangelho Segundo o Espiritismo - Cap. 22, item 2)
  • 11. PLANEJAMENTO ESPIRITUAL Passado Futuro Presente Presente LIVRE-ARBÍTRIO
  • 12. “Mas, na união dos sexos, a par da lei divina material, comum a todos os seres vivos, há outra lei divina, imutável como todas as leis de Deus, exclusivamente moral: a lei de amor. Quis Deus que os seres se unissem não só pelos laços da carne, mas também pelos da alma, a fim de que a afeição mútua dos esposos se lhes transmitisse aos filhos e que fossem dois, e não um somente, a amá-los, a cuidar deles e a fazê-los progredir. Nas condições ordinárias do casamento, a lei de amor é tida em consideração? De modo nenhum. Não se leva em conta a afeição de dois seres que, por sentimentos recíprocos, se atraem um para o outro, visto que, as mais das vezes, essa afeição é rompida.” (Evangelho Segundo o Espiritismo - Cap. 22, item 3)
  • 13. “Duas espécies há de afeições: a do corpo e a da alma, acontecendo com frequência tomar-se uma pela outra. Quando pura e simpática, a afeição da alma é duradoura, efêmera é a do corpo. Daí vem que, muitas vezes, os que julgavam amar-se com eterno amor passam a odiar-se, desde que a ilusão se desfaça.” O Livro dos Espíritos – Questão: 939.
  • 14.
  • 15. Conflitos VÍNCULOS Ajustamento Desajustes crescentes saudável Papel Conjugal LE. Q. 939. Convivência
  • 17. O Livro dos Espíritos LE.383. Qual, para este [espírito], a utilidade de passar pelo estado de infância? “Encarnado, com o objetivo de se aperfeiçoar, o Espírito, durante esse período, é mais acessível às impressões que recebe, capazes de lhe auxiliarem o adiantamento, para o que devem contribuir os incumbidos de educá-lo.”
  • 18.
  • 19. “Qual será o seu procedimento na família ?” Cap. 14, item 9 “Dependerá de sua maior ou menor persistência nas boas resoluções....”
  • 20. B ibliografia Básica ALMEIDA, Jerri R. S. Filosofia da Convivência. 2ª. Ed. Porto Alegre: AGE, 2006. ALMEIDA, Jerri R. S. MARQUES, Silvano. Família: Frente & Verso. Porto Alegre: Francisco Spinelli, 2009. BAUMAN, Zygmunt. Amor Líquido. Sobre a fragilidade dos laços humanos. Trad. Carlos A. Medeiros. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed. 2004. KARDEC, Allan. I - Discursos Pronunciados nas Reuniões Gerais dos Espíritas de Lyon e Bordeaux. Viagem Espírita de 1862 e outras viagens de Kardec. Rio de Janeiro: Ed. FEB, 2005. KARDEC, Allan. O Livro dos Espíritos. Ed. FEB. XAVIER, F. C. (André Luiz) Evolução em Dois Mundos. 2ª. Parte. FEB.